Вы находитесь на странице: 1из 4

Agrupamento de Escolas de Infias – Vizela

Professora:
ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VIZELA - INFIAS
Elisabete Cortinhas
Ficha Informativa Sistema Neuro- Hormonal
Ciências Naturais 9º ano

Nome: _________________________________________ N.º _____ Turma: _____ Data: Fevereiro de 2012

Objetivos:

 Reconhecer o papel dos sistemas nervoso e hormonal na coordenação do organismo;


 Compreender, de modo geral, o funcionamento do sistema neuro-hormonal;
 Conhecer a constituição do sistema nervoso;
 Distinguir sistema nervoso central de sistema nervoso periférico;
 Conhecer a constituição do encéfalo;
 Compreender a importância do encéfalo;
 Compreender a morfologia da medula espinal e a sua importância;
 Identificar as estruturas principais de um neurónio;
 Compreender como se processa o impulso/ influxo nervoso;
 Estabelecer diferenças entre atos voluntários e atos reflexos/ involuntários;
 Reconhecer a importância do sistema nervoso autónomo;
 Conhecer as principais glândulas endócrinas e algumas das suas funções;
 Reconhecer o papel do sistema neuro-hormonal na coordenação do organismo.

RESUMO SISTEMA NEURO-HORMONAL

Sistema
Nervoso

Sistema Sistema
Célula
Nervoso Nervoso
Nervosa
Central Periférico

Medula Gânglios
Encéfalo Nervos
Espinal Nervosos

Cranianos Raquidianos

Célula nervosa ou NEURÓNIO- unidade básica do sistema nervoso: recebem, analisam, coordenam e
transmitem informação no interior do organismo.

São constituídos por três partes: dendrite(s), corpo celular, axónio:

Corpo celular – é a zona da


célula que contém o núcleo e
grande parte do citoplasma.
O seu aspeto é geralmente
estrelado devido às
ramificações da membrana
celular, às quais se dá o nome
de dendrites.

Dendrites- recebem e conduzem o impulso nervoso em direção ao corpo celular;

Axónio – conduz os impulsos nervosos para fora do corpo celular.

Página 1 de 4
De acordo com a direção na qual é conduzido o impulso nervoso, os neurónios podem ser
classificados em:

Neurónio sensitivo (ou aferente)- conduz o


estímulo de um recetor (um órgão dos sentidos)

para um centro nervoso.

Neurónio motor (ou eferente)- Conduz o


impulso nervoso do sistema nervoso central

para um órgão efector (músculos ou

glândulas).

Neurónio de associação (ou conector) -


conduz o impulso entre o neurónio sensitivo e o neurónio motor. Correspondem à maioria dos

neurónios do corpo humano (99%).

Impulso nervoso – Corrente eletroquímica que se propaga ao longo dos nervos, devido à ativação
sequenciada de neurónios e sinapses.

Sinapse – região de contacto entre dois neurónios.

Neurotransmissores – substâncias químicas que permitem a transmissão do impulso nervoso a nível das
sinapses. É através dos neurotransmissores que os neurónios transmitem o impulso nervoso a outro

neurónio.

SISTEMA NERVOSO CENTRAL - Constituído por:

 ENCÉFALO (protegido pela caixa craniana e meninges)

Bolbo Raquidiano
Página 2 de 4
 A sua atividade comporta: pensamento, memória, raciocínio e vida ativa
 Formado por 3 órgãos :

Cérebro – coordena e regula o funcionamento dos diferentes órgãos do nosso corpo e intervém
nas emoções e no pensamento consciente.

Cerebelo – relacionado com o equilíbrio do corpo e a coordenação dos seus movimentos.

Bolbo raquidiano – controla funções vitais, como respiração, o ritmo dos batimentos cardíacos e a
tensão arterial.

CONSTITUIÇÃO DOS ÓRGÃOS QUE O FORMAM: substância branca e substância cinzenta

 CONSOME OXIGÉNIO E GLICOSE: a paragem da respiração (privação do oxigénio) ou da circulação


sanguínea (privação da glicose) conduz a morte cerebral.

 MEDULA ESPINAL (protegida pelas vértebras e meninges)

Cordão esbranquiçado (50 cm de comprimento por


1 cm de diâmetro)

Alojada no canal raquidiano


Está em contacto com os diferentes órgãos do

tronco e dos membros (através dos 31 nervos

raquidianos que nela têm origem)

FUNÇÃO: fornecer ao encéfalo informações e

receber deste respostas que envia aos órgãos que

vão executar as ações correspondentes.

Sistema Nervoso Periférico - Constituído por:

 Nervos
 Gânglios Nervosos

Funções:

 Recebe informações captadas pelos recetores sensoriais;


 Conduz estas informações aos centros nervosos;

 Conduz informações dos centros nervosos aos órgãos efectores;

Tipos de nervos, quanto à função que desempenham:

 Nervos Sensitivos ou aferentes;


 Nervos de associação;

 Nervos motores ou eferentes.

Tipos de nervos, quanto à região em que se originam:

 Nervos Cranianos- originados no encéfalo, saem do crânio e inervam diferentes regiões da


cabeça (órgãos dos sentidos, músculos da face, da boca e da faringe)

 Nervos Raquidianos - originados na medula espinal. Na pele existe numerosas ramificações de


nervos raquidianos.
Página 3 de 4
Divisão do Sistema Nervoso Periférico

Sistema Nervoso
Simpático
Sistema Nervoso
Autónomo
Sistema Nervoso Sistema Nervoso
Periférico Parassimpático
Sistema Nervoso
Somático

Sistema Nervoso Autónomo – responsável pelos atos involuntários.

Sistema Nervoso Somático – responsável pelos atos voluntários.

Sistema Nervoso Simpático – Sistema de alerta que coloca o corpo em condições de enfrentar
situações de emergência.

Sistema Nervoso Parassimpático – Sistema que mantém o organismo numa situação de menor
consumo de energia.

Sistema Endócrino ou Sistema Hormonal

Formado por um conjunto de glândulas endócrinas que produzem hormonas e as lançam na corrente
sanguínea.

Hormonas – Substâncias Químicas que tem a capacidade de influenciar a atividade de órgãos e


tecidos, agindo assim como mensageiros químicos.

Hipófise – Segrega LH e FSH

Tiróide – Produz a hormona tiroxina


Glândulas Supra-renais – segregam adrenalina

Pâncreas – Produzem Insulina

Ovários – Produzem estrogénio e progesterona


Testículos – Produzem testosterona

Bom Estudo!!!

Professora Elisabete Cortinhas

Página 4 de 4