Вы находитесь на странице: 1из 1

Nº 20, quinta-feira, 29 de janeiro de 2009 1 ISSN 1677-7042 3

Art. 20. Fica o FNDE autorizado a suspender os repasses dos re- § 2o Fica o FNDE autorizado a suspender o repasse dos DECRETO N o- 6.752, DE 28 DE JANEIRO DE 2009
cursos do PNAE quando os Estados, o Distrito Federal ou os Municípios: recursos do PDDE nas seguintes hipóteses:
Dispõe sobre a programação orçamentária e
I - não constituírem o respectivo CAE ou deixarem de efe- I - omissão na prestação de contas, conforme definido pelo financeira, estabelece o cronograma mensal
tuar os ajustes necessários, visando o seu pleno funcionamento; seu Conselho Deliberativo; de desembolso do Poder Executivo para o
II - não apresentarem a prestação de contas dos recursos exercício de 2009, acresce § 4o ao art. 9o-A
II - rejeição da prestação de contas; ou do Decreto no 2.028, de 11 de outubro de
anteriormente recebidos para execução do PNAE, na forma e nos
prazos estabelecidos pelo Conselho Deliberativo do FNDE; e III - utilização dos recursos em desacordo com os critérios 1996, e dá outras providências.
estabelecidos para a execução do PDDE, conforme constatado por
III - cometerem irregularidades na execução do PNAE, na O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições
forma estabelecida pelo Conselho Deliberativo do FNDE. análise documental ou de auditoria.
que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, alínea "a", da Constituição,
e tendo em vista o disposto nos arts. 8o e 13 da Lei Complementar no
§ 1o Sem prejuízo do previsto no caput, fica o FNDE au- § 3o Em caso de omissão no encaminhamento das prestações
101, de 4 de maio de 2000, e 70 da Lei no 11.768, de 14 de agosto
torizado a comunicar eventuais irregularidades na execução do PNAE de contas, na forma do inciso I do caput deste artigo, fica o FNDE de 2008,
ao Ministério Público e demais órgãos ou autoridades ligadas ao tema autorizado a suspender o repasse dos recursos de todas as escolas da
de que trata o Programa. rede de ensino do respectivo ente federado. DECRETA:
§ 2o O restabelecimento do repasse dos recursos financeiros § 4o O gestor, responsável pela prestação de contas, que Art. 1o O empenho das dotações orçamentárias aprovadas na
à conta do PNAE ocorrerá na forma definida pelo Conselho De- permitir, inserir ou fizer inserir documentos ou declaração falsa ou Lei no 11.897, de 30 de dezembro de 2008, dos órgãos, dos fundos e
liberativo do FNDE. diversa da que deveria ser inscrita, com o fim de alterar a verdade das entidades do Poder Executivo, integrantes dos Orçamentos Fiscal
sobre os fatos, será responsabilizado na forma da lei. e da Seguridade Social, observará a programação constante do Anexo
Art. 21. Ocorrendo a suspensão prevista no art. 20, fica o I deste Decreto.
FNDE autorizado a realizar, em conta específica, o repasse dos re- Art. 27. Os entes federados, as unidades executoras próprias
cursos equivalentes, pelo prazo de cento e oitenta dias, diretamente às e as entidades qualificadas como beneficentes de assistência social ou Parágrafo único. Não se aplica o disposto no caput às do-
unidades executoras, conforme previsto no art. 6o desta Medida Pro- de atendimento direto e gratuito ao público manterão arquivados, em tações orçamentárias relativas:
visória, correspondentes às escolas atingidas, para fornecimento da sua sede, em boa guarda e organização, ainda que utilize serviços de
alimentação escolar, dispensando-se o procedimento licitatório para I - aos grupos de natureza de despesa:
aquisição emergencial dos gêneros alimentícios, mantidas as demais contabilidade de terceiros, pelo prazo de cinco anos, contado da data
de julgamento da prestação de contas anual do FNDE pelo órgão de a) "1 - Pessoal e Encargos Sociais";
regras estabelecidas para execução do PNAE, inclusive quanto à b) "2 - Juros e Encargos da Dívida"; e
prestação de contas. controle externo, os documentos fiscais, originais ou equivalentes, das
despesas realizadas na execução das ações do PDDE. c) "6 - Amortização da Dívida";
Parágrafo único. A partir da publicação desta Medida Pro- II - às despesas financeiras, relacionadas no Anexo V deste
visória, o FNDE terá até cento e oitenta dias para regulamentar a Art. 28. A fiscalização da aplicação dos recursos financeiros Decreto;
matéria de que trata o caput deste artigo. relativos à execução do PDDE é do FNDE e dos órgãos de controle
externo e interno do Poder Executivo da União, e será feita mediante III - aos recursos de doações e de convênios; e
Art. 22. O Programa Dinheiro Direto na Escola - PDDE, com realização de auditorias, inspeções e análise dos processos que ori-
o objetivo de prestar assistência financeira, em caráter suplementar, às ginarem as respectivas prestações de contas. IV - às despesas relacionadas na Seção I do Anexo V da Lei
escolas públicas da educação básica das redes estaduais, municipais e no 11.768, de 14 de agosto de 2008, e não constantes do Anexo VI
do Distrito Federal e às escolas de educação especial qualificadas Parágrafo único. Os órgãos incumbidos da fiscalização dos deste Decreto.
como beneficentes de assistência social ou de atendimento direto e recursos destinados à execução do PDDE poderão celebrar convênios
gratuito ao público, bem como às escolas mantidas por entidades de Art. 2o O pagamento de despesas no exercício de 2009, inclu-
ou acordos, em regime de mútua cooperação, para auxiliar e otimizar sive dos restos a pagar de exercícios anteriores, dos créditos suplemen-
tais gêneros, observado o disposto no art. 25, passa a ser regido pelo o controle do Programa.
disposto nesta Medida Provisória. tares e especiais abertos e dos créditos especiais reabertos neste exer-
cício, observará a programação constante do Anexo II deste Decreto.
§ 1o A assistência financeira a ser concedida a cada es- Art. 29. Qualquer pessoa, física ou jurídica, poderá denunciar
tabelecimento de ensino beneficiário será definida anualmente e terá ao FNDE, ao Tribunal de Contas da União, aos órgãos de controle § 1o Excluem-se do montante previsto no caput as dotações
como base o número de alunos matriculados na educação básica e interno do Poder Executivo da União e ao Ministério Público ir- relacionadas no art. 1o, parágrafo único, incisos I a III, deste Decreto,
especial, de acordo com dados extraídos do censo escolar realizado regularidades identificadas na aplicação dos recursos destinados à e as despesas que constituem obrigações constitucionais ou legais da
pelo Ministério da Educação, observado o disposto no art. 24. execução do PDDE. União de que trata a Seção I do Anexo V da Lei no 11.768, de 2008,
não constantes do Anexo VI deste Decreto.
§ 2o A assistência financeira de que trata o § 1o será con- Art. 30. Os arts. 2o e 5o da Lei no 10.880, de 9 de junho de
cedida sem a necessidade de celebração de convênio, acordo, con- 2004, passam a vigorar com a seguinte redação: § 2o Para efeito do cumprimento do disposto no caput, serão
trato, ajuste ou instrumento congênere, mediante crédito do valor considerados:
devido em conta bancária específica: "Art. 2o Fica instituído o Programa Nacional de Apoio ao
Transporte do Escolar - PNATE, no âmbito do Ministério da I - as ordens bancárias emitidas no Sistema Integrado de
I - diretamente à unidade executora própria, representativa da Educação, a ser executado pelo Fundo Nacional de Desenvol- Administração Financeira do Governo Federal - SIAFI em 2008 e
comunidade escolar, ou àquela qualificada como beneficente de as- 2009, cujo saque na conta única do Tesouro Nacional mantida no
sistência social ou de atendimento direto e gratuito ao público; ou vimento da Educação - FNDE, com o objetivo de oferecer trans-
porte escolar aos alunos da educação básica pública, residentes Banco Central do Brasil se efetivar no exercício financeiro de 2009;
II - ao Estado, ao Distrito Federal ou ao Município man- em área rural, por meio de assistência financeira, em caráter II - as ordens bancárias de pagamentos entre órgãos e en-
tenedor do estabelecimento de ensino, que não possui unidade exe- suplementar, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, tidades integrantes do SIAFI (Intra - SIAFI) emitidas em 2009;
cutora própria. observadas as disposições desta Lei.
III - a emissão de Documento de Arrecadação de Receitas
Art. 23. Os recursos financeiros repassados para o PDDE ..............................................................................................." (NR) Federais - DARF, Guia da Previdência Social - GPS, Guia de Re-
serão destinados à cobertura de despesas de custeio, manutenção e de colhimento da União - GRU, Documento de Arrecadação de Receitas
pequenos investimentos, que concorram para a garantia do funcio- "Art. 5o O acompanhamento e o controle social sobre a Estaduais - DAR, Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do
namento e melhoria da infra-estrutura física e pedagógica dos es- transferência e aplicação dos recursos repassados à conta do Tempo de Serviço - FGTS e de Informações da Previdência Social -
tabelecimentos de ensino. PNATE serão exercidos nos respectivos Governos dos Estados, GFIP, em qualquer modalidade, no SIAFI;
do Distrito Federal e dos Municípios, pelos conselhos previstos
Art. 24. O Conselho Deliberativo do FNDE expedirá normas no art. 24, § 13, da Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007. IV - os pagamentos efetuados diretamente no exterior, in-
relativas aos critérios de alocação, repasse, execução, prestação de clusive aqueles relativos às operações realizadas com recursos de
contas dos recursos e valores per capita, bem como sobre a or- § 1o Fica o FNDE autorizado a suspender o repasse dos organismos financeiros internacionais, observado o disposto no art. 7o
ganização e funcionamento das unidades executoras próprias. recursos do PNATE nas seguintes hipóteses: deste Decreto;
Art. 25. Os Estados, Distrito Federal e os Municípios de- I - omissão na prestação de contas, conforme definido pelo V - as aquisições de bens e serviços realizadas mediante
verão inscrever, quando couber, nos seus respectivos orçamentos os seu Conselho Deliberativo; operações de crédito internas ou externas, tendo por referência a data
recursos financeiros destinados aos estabelecimentos de ensino a eles do registro no Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX,
vinculados, bem como prestar contas dos referidos recursos. II - rejeição da prestação de contas; ou que deverá ser a mesma data de contabilização no SIAFI; e
Art. 26. As prestações de contas dos recursos recebidos à III - utilização dos recursos em desacordo com os critérios VI - outras formas de pagamento que vierem a ser uti-
conta do PDDE, a serem apresentadas nos prazos e constituída dos estabelecidos para a execução do Programa, conforme constatado lizadas.
documentos estabelecidos pelo Conselho Deliberativo do FNDE, se- por análise documental ou de auditoria." (NR)
rão feitas: § 3o Nos casos de descentralização de créditos orçamen-
Art. 31. Ficam revogados: tários, as respectivas programações de movimentação, empenho e
I - pelas unidades executoras próprias das escolas públicas pagamento serão igualmente descentralizadas e, tratando-se de des-
municipais, estaduais e do Distrito Federal, aos Municípios e às I - os arts. 1o a 14 da Medida Provisória no 2.178-36, de 24 pesas à conta de recursos liberados pela Secretaria do Tesouro Na-
Secretarias de Educação, a que estejam vinculadas, que se encar- de agosto de 2001; e cional do Ministério da Fazenda, caberá ao órgão descentralizador
regarão da análise, julgamento, consolidação e encaminhamento ao efetuar o correspondente repasse financeiro.
FNDE, conforme estabelecido pelo seu Conselho Deliberativo; II - a Lei no 8.913, de 12 de julho de 1994.
II - pelos Municípios, Secretarias de Educação dos Estados e § 4o O pagamento dos restos a pagar conforme posição de 31
do Distrito Federal e pelas entidades qualificadas como beneficentes Art. 32. Esta Medida Provisória entra em vigor na data de de dezembro de 2008, apurada no SIAFI, incluídos na programação
de assistência social ou de atendimento direto e gratuito ao público sua publicação. de que trata o caput, deverá enquadrar-se, adicionalmente, nos cro-
àquele Fundo. nogramas mensais de restos a pagar processados e não processados de
Brasília, 28 de janeiro de 2009; 188º da Independência e que tratam os Anexos III e IV deste Decreto.
§ 1o As prestações de contas dos recursos transferidos para 121º da República.
atendimento das escolas que não possuem unidades executoras pró- § 5o Os cronogramas referidos no § 4o poderão ser alterados
prias deverão ser feitas ao FNDE, observadas as respectivas redes de LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA em ato da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda
ensino, pelos Municípios e pelas Secretarias de Educação dos Estados Fernando Haddad mediante solicitação do respectivo órgão setorial do Sistema de Ad-
e do Distrito Federal. Paulo Bernardo Silva ministração Financeira Federal.

Похожие интересы