Вы находитесь на странице: 1из 6

Temas em Psicologia Social

Módulo 1

1 – E- O materialismo sustenta que a única coisa da qual se pode afirmar a


existência é a matéria e que todas as coisas são compostas de matéria e
todos os fenômenos são o resultado de interações materiais.

2- C A Concepção sócio histórica da psicologia afirma que o homem é


determinado pela sua atividade material, constituindo-se , simultaneamente,
sujeito e objeto de sua ação intencional. Nessa perspectiva, o homem a o
nascer encontra no mundo que o acolhe os meios necessários para realizar a
atividade que mediatiza a sua relação com a Natureza, sendo que é
nessa relação que ele humaniza-a e humaniza-se, engendrando o caráter
histórico de sua ação.

3- D Os conflitos de interesses entre as classes conduzem inevitavelmente à


luta entre exploradores e explorados.

4- B- Na concepção dialética é incorreto afirmar que as formas aparentes do


existente sejam sempre mutáveis e que afetos e subjetividade humana são
universais.

5- E- Conforme o referencial materialista-histórico a ideologia é vista como uma


forma de ocultamento das contradições entre as relações de produção, forças
produtivas e relações sociais. Sendo uma compreensão distorcida da
sociedade.

Módulo 2

1 – C - A alternativa está incorreta, pois não se trata de um um reflexo da


realidade sensível. A Ideologia no pensamento Marxista é um conjunto de
proposições elaborado, na sociedade burguesa, com a finalidade de fazer
aparentar os interesses da classe dominante com o interesse coletivo.

2- D- De acordo com a autora apenas as afirmações I, II e IV estão corretas,


pois a autora pontua que a Psicologia é ideológica se apenas descrever o que
é observado e não ver o homem como produto e produtor da sua história
pessoal e da sociedade. O positivismo, na busca pela objetividade, ao
descrever comportamentos restritos no espaço e no tempo, naturaliza e
universaliza fenômenos que são construídos historicamente e que
behaviorismo Radical de Skinner, mesmo detectando os controles sutis que os
homens exercem uns sobre os outros, não aprofundou a discussão para
investigar porque alguns comportamentos são reforçadores e outros punidos
dentro de um mesmo grupo social. A autora não destaca que a Psicobiologia
foi a mesma que contribuiu para a Psicologia social.
3- E - Conforme o referencial materialista-histórico a ideologia é vista como
uma forma de ocultamento das contradições entre as relações de produção,
forças produtivas e relações sociais. Sendo uma compreensão distorcida da
sociedade.

Módulo 3

1 - A - De acordo com a psicologia sócio-histórica a singularidade do sujeito é


compreendida como um resultado da construção do indivíduo quando inserido
na totalidade social e histórica.

2 - B - De acordo com a frase "O homem é a síntese de múltiplas


determinações" o homem só pode ser compreendido em seu processo de
constituição.

3 – B A frase "É objetivo principal de toda psicologia aplicada à infância a


adaptação das crianças desviantes à sociedade vigente." É ideológica pois não
se é pensada de forma dialética entre a relação do sujeito e sociedade, em que
essa relação pode mudar do estado atual não sendo permanente, havendo
mudanças na relação do sujeito com a sociedade.

4- A - Na frase "O que eu posso fazer... Esta é a cruz que eu tenho que
carregar..." É possível identificar um processo de naturalização de um
fenômeno social, no entanto a frase trás uma ideologia de aceitação a
condição econômica que o sujeito se encontra.

5 – E A alternativa não corresponde o conceito de Ideologia, pois a ideologia é


composta por um sistema de ideias sustentadas por um grupo social, as quais
refletem, racionalizam e defendem os próprios interesses.

6- D - De acordo com a Psicologia Sócio-Histórica a alternativa está incorreta,


pois ambos os grupos se comportam de acordo com o que é esperado da
instituição em que estão inseridos.

7 – D Apenas os temas: Ideal democrático do humanismo liberal e Concepção


do individuo concreto como manifestação da totalidade histórico social fizeram
parte da proposta crítica da História da Psicologia Social na América Latina.

8- C - A paradigma ocorrida na década de 70 no Brasil, significou um abalo


epistemológico e metodológico na psicologia social e também a crise se
caracterizou pela seguinte questão: as características psicológicas são
universais ou sócio-culturais?.

Módulo 4

1 – E - De acordo com os pressupostos epistemológicos da Psicologia Sócio-


Histórica ela buscou afirmar a idéia de movimento dialético enquanto um dos
fundamentos para a Psicologia Crítica e teve influência da Psicologia Histórico-
Cultural desenvolvida por Liev S. Vygotsky (1896-1934) e colaboradores.

2- E A alternativa está correta, pois a interdisciplinaridade na atuação do


trabalho do psicólogo social é considerar todas as áreas do conhecimento para
que contribuem ou possam contribuir para o entendimento concreto do ser
humano, desta forma abrindo fronteiras do seu saber.

3 – E Os pressupostos teórico-filosóficos e históricos da Psicologia Sócio-


Histórica teve influência da Psicologia Histórico-Cultural (escola russa),),
também teve influência da filosofia marxista e buscou superar o positivismo e o
idealismo, fundamentos epistemológicos da Psicologia Científica hegemônica.

Módulo 5

1 – A - As Representações Sociais de acordo com Moscovici são as teorias do


senso comum que apresentam o pensamento social de um determinado grupo.

2- C - (sem exercício no sistema)

3- D - As Representações Sociais de acordo com o autor são as teorias do


senso comum.

4 – C Á partir de uma visão Psicossocial Serge Moscovici define a Psicologia


Social como ciência dos fenômenos da ideologia (cognições e representações
sociais) e também como os fenômenos de comunicação.

Módulo 6

1 – B Na perspectiva da Psicologia Social crítica, a definição de grupo se dá por


um processo grupal, que considera a história dos integrantes do grupo.

2 – D A alternativa está incorreta, pois de acordo com o referencial teórico nos


grupos democráticos existem relações de poder entre as pessoas.

Módulo 7

1 B- Não é característica da Psicologia Social Comunitária a administração


científica dos recursos da comunidade, pois trata-se de um trabalho em prol da
saúde mental coletiva, conscientização e politização de comunidades, produção
de capacidade de organização e autogestão de grupos excluídos e também
educação popular dos grupos sociais em exclusão.

2 – C - A alternativa é falsa, pois nos anos 80 a Psicologia Comunitária não


passou a explicitar uma prática da Psicologia Social. A Psicologia da
Comunidade surgiu nos anos 90, tendo sua atuação do psicólogo voltado para
a área da saúde, bem estar, adolescentes e instituições públicas no geral.
3- C - Conforme o modelo proposto pela PSO latino-americana são de
características da Psicologia Comunitária o incentivo ás relações baseadas na
cooperação e comunicação dentro dos grupos.

Módulo 8

1 – A (sem exercício no sistema)

2 – B (sem exercício no sistema)

3 – E De acordo com o conteúdo estudado todas as afirmações estão corretas,


pois o psicólogo também um profissional da área da saúde, e é preciso
conhecer a política pública vigente no país. E é fundamental que o psicólogo
conheça o marco regulatório no qual seu exercício profissional se realiza e
nossa política social da saúde, no caso Sistema Único de Saúde (SUS),
localiza os profissionais de saúde, entre eles o psicólogo, como parceiro na
prestação de um serviço que é fundamentalmente público.

Módulo 9 EDS

1 – B Na concepção dialética é incorreto afirmar que as formas aparentes do


existente sejam sempre mutáveis e que afetos e subjetividade humana são
universais.

2- A - Neste sentido a alternativa está correta, pois Marx e Engels recusam uma
hierarquia exterior aos indivíduos, sendo a metafísica considerando que há
falta de consciência individual nos aspectos relacionados ás práticas sócias e
históricas.

3- D - A alternativa está correta, pois o objetivo da autora ao fazer este


percurso é mostrar que as ideias filosóficas, buscam a legitimar a divisão social
do trabalho ao longo do tempo.

4 – D – a alternativa está correta, pois para a filósofa Marilena Chaui o sentido


do real não é em si, mas sim na sua construção sócio-histórica e cultural que
se dá á partir das relações humanas.

5- B - De acordo Chauí (2001) a classe dominante, sobre o seu poder


econômico, social e político oculta a realidade social de forma a não explicitar
suas contradições e nem demonstrar as formas de exploração de uma classe
sobre a outra.

6 – A Alternativa está correta pois o trecho representa a Psicologia Social


Brasileira, em que manifesta a preocupação em buscar a origem sócio-
econômica e histórica dos problemas psicológicos.

7 – B - A afirmação é incorreta, pois o objeto de estudo da psicologia tradicional


aborda o comportamento social através das pesquisas laboratoriais, a
psicologia social critica busca questionar os sistemas sociais determinantes que
o sujeito está inserido.

8 – D - Identifica o objeto e o método de estudo das Ciências Humanas


com o objeto e o método das Ciências Naturais. O positivismo, na
procura da objetividade dos fatos , perdera o ser humano. A Psicologia
Social recupera o indivíduo na encontro de sua história com a história de
sua sociedade, apenas este conhecimento nos permitiria compreender o
homem com o produtor da história.

9 – A - É um conceito de grande importância , as representações sociais


manifestam o pensamento do senso comum uma vez que apresentam
as mudanças que os diversos grupos sociais manifestam , são uma
combinação de diferentes questões, norteado por uma linguagem própria,
onde há informações e julgamentos valor ativos colhidos nas mais
variadas fontes e experiências pessoais e grupais , auxiliando a
compreensão sobre diversas questões.

10 – C As afirmativas I e II estão corretas, pois existe uma combinação de


fatores para configurar uma identidade como uma totalidade, está
constituída antes de assumirmos o papel. Uma totalidade contraditória,
múltipla e mutável, no entanto uma unidade de contrários, multiplicidade
que se transforma.

11- C - A partir dessa perspectiva, o fato de o próprio grupo ser uma


experiência histórica, que se constrói num determinado espaço e tempo
dentro das relações que se estabelecem, ao mesmo tempo, que traz
para a experiência presente vários aspectos gerais da sociedade.

12 – E - Essa afirmação é incorreta , pois desde o nascimento o sujeito


está inserido em uma determinado instituição social, como por exemplo a
família e no decorrer do tempo o sujeito passa a pertencer em outras
instituições sociais, como por exemplo a escola. E a analise do processo
grupal tem vomo objetivo compreender o sujeito em todos os contextos que
este esteja inserido.

13- B – A alternativa está incorreta, porque não é uma característica da


psicologia social comunitária, essa trabalha para a conscientização dos
grupos e indivíduos que identifiquem as características histórica sociais de
seus problemas para se conscientizarem e através disso poderem criar
estratégias para a solução coletiva.

14 – B A Psicologia Comunitária se distingue por trabalhar com sujeitos


sociais e condições ambientais específicas, atento às suas respectivas
individualidades. Seus objetivos se referem a melhoria das relações entre os
sujeitos e entre estes e a natureza e instituições sociais através do
empoderamento. A Psicologia comunitária ainda busca a mobilização das
comunidades para melhores condições de vida.

15- D A postura do psicólogo deve ser questionadora no contexto social..


Ele deve ser um agente de mudança com compromisso social com seus
usuários considerando aspectos históricos , econômicos e políticos . O
psicólogo deve fazer com que indivíduo reflita acerca de sua posição naquele
lugar, sendo capaz de agir e refletir, fazendo-o se transformar, e
comprometer –se.