Вы находитесь на странице: 1из 29

10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ...

- Plinio Marcos Moreira da Rocha

Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por


Crime de Prevaricação e Abuso de Poder

Plinio Marcos Moreira da Rocha


qui 10/05/2018 12:41

Para: Canestrelli, Ana Paula <canestrelli@ilo.org>;

Cc:Bezerra, Ana Maria <bezerra@ilo.org>; Fale Conosco ONU Brasil


<faleconosco@onu.org.br>;

 1 anexo

PGR-003161202017 - MPF 20170067161 - Prevaricação Lei Trabalhista.zip;

Prezada Ana,

Tendo em vista que o Poder Execu vo e o Poder legisla vo estão


envolvidos diretamente na questão, encaminhamos ao Procurador-Geral
da República, em 29 de agosto de 2017, sugestão para ques onar no STF
a NULIDADE e/ou a Incons tucionalidade da Lei trabalhista
recentemente homologada.

Segue os anexos que comprovam a citada formalização.

O que entendemos ser possível a OIT escritório Brasileiro é solicitar


esclarecimentos sobre, como, se, e quando, a Procuradoria-Geral da
República efetuará algum ato jurídico em relação ao proposto.

Afinal, "nova" Lei Trabalhista esta se propondo a médio e longo


prazo ex nguir a Jus ça Trabalhista no Brasil.

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

O fato da OIT Brasil venha a solicitar esclarecimentos aos Órgão


mencionados, com certeza, trará à questão, a IMPORTÂNCIA e
RELEVÂNCIA que merece.
Na expecta va de que os anexos possam ser encaminhados pela
OIT no Brasil com solicitação de esclarecimentos.

Aproveito para ressaltar que a capacidade de um Cidadão Brasileiro


COMUM, é extremamente limitada, quanto ao mérito de questão tão
significa va.

Afinal, o Responsável pela Prevaricação do Senado Federal é o


Presidente da República Federa va do Brasil, uma vez que, enviou Carta
ao Senado Federal para que não efetuasse nenhuma, tendo em vista, a
Atribuição do Senado Federal REVISAR os Projetos de Lei apresentados
pela Câmara de Deputados Federais.
Tal, teve como obje vo, evitar que uma, ou mais, alteração no Projeto
obrigariam a Câmara de deputados Federais REAVALIAREM o Prejeto
alterado pelo Senado.
Para isto, o Presidente da República Federa va do Brasil recebeu do
Senado Federal (através da maioria de Senadores) autorização para
Legislar em nome do Senado Federal, através do Instrumento Jurídico MP
- Medida Provisória, que não tem esta previsão Cons tucional, de atl
forma, que o Presidente da Câmara de Deputados Federais não permi u
sua avaliação pela Câmara de deputados Federais, razão pela qual, a
medida Provisória ficou SEM VALIDADE.
Logo, a Lei Trabalhista recentemente Homologada pela Presidência do
Brasil, apesar dos esforços de alguns Senadores(ras), não sofreu qualquer
alteração, mesmo tendo havido a ocupação da Mesa do Senado, com Luz
apagada, e almoço nela pelos seus ocupantes, de então.

Volto a agradecer a atenção dispensada, ressaltando que este Órgão


poderia provocar, as Autoridades Competentes, uma vez que, a OIT -
Organização Internacional do Trabalho tem como premissa garan r a
Respeitabilidade de seus ACORDOS, incluso, no mínimo, a LEGALIDADE
de TODOS os ATOS relacionados aos Direitos Trabalhistas no MUNDO.

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Atenciosamente,
Plinio Marcos Morira da Rocha
Rua Gustavo Sampaio nº 112 apto. 603 - LEME - Rio de Janeiro - RJ - brasil
CEP - 22.010-010
Tel. Cel. (21) 9 8618-3350

De: Canestrelli, Ana Paula <canestrelli@ilo.org>


Enviado: quarta-feira, 9 de maio de 2018 15:34
Para: Plinio Marcos Moreira da Rocha
Cc: Bezerra, Ana Maria; Fale Conosco ONU Brasil
Assunto: RE: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por Crime de Prevaricação e
Abuso de Poder

Prezado Plínio,

Obrigada por entrar em contato com o Escritório da OIT no Brasil. A OIT, como
organismo internacional da ONU, não pode promover qualquer tipo de intervenção
em um Estado-membro por força de seu estatuto. Informamos que os requisitos
mínimos para que uma denúncia seja recebida pelo sistema de controle normativo
da OIT são:

· Referência específica à uma convenção da OIT que o Brasil ratificou e que


está sendo violada (a menos que seja uma queixa frente ao Comitê da
Liberdade Sindical, que não requer uma ratificação das convenções 87 e
98);
· Assinatura do/da Presidente da organização nacional relevante de
trabalhadores ou de empregadores; e
· Envio da denúncia escrita e pelo correio (não por e-mail).

O endereço para envio é:


Organização Internacional do Trabalho (OIT), Departamento de Normas
Sra. Corinne Vargha, Diretora de NORMAS
Route des Morillons 4 CH-1211, Genebra, Suíça.

Além disso, também deve ser enviada uma cópia da denúncia para o Escritório da
OIT no Brasil:

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Organização Internacional do Trabalho (OIT), Escritório da OIT no Brasil


Sr. Martin Hahn, Diretor da OIT no Brasil
Setor de Embaixadas Norte, Lote 35 Brasília, DF - Brasil - CEP 70800-400

Adicionalmente, informamos que as Nações Unidas possuem um procedimento para


a realização de denúncias de violações de direitos humanos. No entanto, estas
denúncias só devem ser feitas quando estiverem esgotados todos os recursos
jurídicos no país de origem da denúncia.

Antes de submeter sua denúncia, o autor deve procurar órgãos como conselhos e
comissões de direitos humanos locais, regionais ou nacionais, defensorias públicas,
secretarias de promoção dos direitos humanos, corregedorias ou o Ministério
Público nos níveis estadual ou federal. O Brasil possui, por exemplo, a Ouvidoria
Nacional dos Direitos Humanos (acesse em http://www.humanizaredes.gov.br/ e
http://www.sdh.gov.br/disque100/disque-direitos-humanos). O Senado Federal do
Brasil também preparou um guia sobre cada órgão e tipo de denúncia, acesse em
http://bit.ly/1ZpsAXs; Estes órgãos devem ser procurados antes de recorrer a
organismos internacionais.

No âmbito da ONU, os procedimentos para denunciar violações de direitos humanos


estão disponíveis em https://nacoesunidas.org/direitoshumanos/denuncias

Atenciosamente,

Ana Paula Canestrelli


Oficial de Comunicação e Informação Pública
Escritório da OIT no Brasil
SEN Lote 35 - Brasília, DF - 70800-400
Tel: +55 61 2106 4625 / Email: canestrelli@ilo.org
Skype: anapaulacanestrelli
www.oit.org.br

From: Plinio Marcos Moreira da Rocha


[mailto:pliniomarcos@pliniomarcosmr.com.br]
Sent: 09 May 2018 14:14
To: Fale Conosco ONU Brasil <faleconosco@onu.org.br>
https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Cc: Bezerra, Ana Maria <bezerra@ilo.org>; Canestrelli, Ana Paula


<canestrelli@ilo.org>
Subject: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por Crime de Prevaricação e Abuso
de Poder

Será que ainda não foi possível entender ?!!!

O Responsável pela Prevaricação do Senado Federal é o Presidente da


República Federa va do Brasil, uma vez que, enviou Carta ao Senado
Federal para que não efetuasse nenhuma, tendo em vista, a Atribuição
do Senado Federal REVISAR os Projetos de Lei apresentados pela Câmara
de Deputados Federais.
Tal, teve como obje vo, evitar que uma, ou mais, alteração no Projeto
obrigariam a Câmara de deputados Federais REAVALIAREM o Prejeto
alterado pelo Senado.
Para isto, o Presidente da República Federa va do Brasil recebeu do
Senado Federal (através da maioria de Senadores) autorização para
Legislar em nome do Senado Federal, através do Instrumento Jurídico MP
- Medida Provisória, que não tem esta previsão Cons tucional, de atl
forma, que o Presidente da Câmara de Deputados Federais não permi u
sua avaliação pela Câmara de deputados Federais, razão pela qual, a
medida Provisória ficou SEM VALIDADE.
Logo, a Lei Trabalhista recentemente Homologada pela Presidência do
Brasil, apesar dos esforços de alguns Senadores(ras), não sofreu qualquer
alteração, mesmo tendo havido a ocupação da Mesa do Senado, com Luz
apagada, e almoço nela pelos seus ocupantes, de então.

Me parece que NEGAR as Importâncias dos FATOS, obrigando a um


Cidadão COMUM a procurar as Ins tuições Responsáveis pela NULIDADE,
é algo, no mínimo ESTARRECEDOR.

Volto a agradecer a atenção dispensada, ressaltando que este Órgão


poderia provocar, as Autoridades Competentes, uma vez que, a OIT -
Organização Internacional do Trabalho tem como premissa garan r a
LEGALIDADE dos Direitos Trabalhistas no MUNDO.

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Atenciosamente,
Plinio Marcos Morira da Rocha
Rua Gustavo Sampaio nº 112 apto. 603 - LEME - Rio de Janeiro - RJ - brasil
CEP - 22.010-010
Tel. Cel. (21) 9 8618-3350

De: Fale Conosco ONU Brasil <faleconosco@onu.org.br>


Enviado: quarta-feira, 9 de maio de 2018 13:31
Para: Plinio Marcos Moreira da Rocha
Assunto: Re: Lei Trabalhista Brasileira é NULA pelo VÍCIO da Crime de
Prevaricação e Abuso de Poder

Prezado Plínio,

O Ministério Público do Trabalho (MPT) possui um sistema de coleta de


denúncias online em seu site, acesse em h p://bit.ly/2j083LK

Além disso, o MPT também possui o aplica vo MPT Pardal, que pode ser
u lizado para a realização de denúncias: h p://bit.ly/2j0beTy

Os contatos da OIT no Brasil encontram-se


em h ps://nacoesunidas.org/agencia/oit.

Acompanhe o trabalho da ONU no Brasil e no mundo nas nossas


principais redes sociais:

h ps://www.facebook.com/ONUBrasil
h ps://www.instagram.com/onubrasil
h ps://www.youtube.com/onubrasiloficial
h ps://twi er.com/ONUBrasil
Att.

Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil | UNIC Rio de


Janeiro

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Em 9 de maio de 2018 09:56, Plinio Marcos Moreira da Rocha


<pliniomarcos@pliniomarcosmr.com.br> escreveu:

Prezados,

Lamentamos que um assunto da magnitude como a NULIDADE da


Lei Trabalhista sancionada recentemente, não seja assunto de
relevância, e importância, para o Escritório da OIT - Organização
Internacional do Trabalho no Brasil, integrante da ONU - Organização
das Nações Unidas, para, pelo menos, encaminhar aos Órgãos que
considera competentes, uma JUSTA Reclamação formalmente
encaminhada, por um Cidadão Brasileiro COMUM, que tem seus
pleitos sem qualquer respaldo no Sistema Jurídico Brasileiro, incluso o
Ministério Público Federal.

Agradeço a atenção dispensada,


Atenciosamente,
Plinio Marcos

De: Fale Conosco ONU Brasil <faleconosco@onu.org.br>


Enviado: quinta-feira, 3 de maio de 2018 14:21
Para: Plinio Marcos Moreira da Rocha
Assunto: Re: Lei Trabalhista Brasileira é NULA pelo VÍCIO da Crime de
Prevaricação e Abuso de Poder

Prezado Plínio

A ONU não pode, por força de seu estatuto, promover qualquer


tipo de intervenção em um Estado-membro. Acesse a carta em

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

http://nacoesunidas.org/carta e saiba mais em


http://nacoesunidas.org/conheca/

A ONU tem acompanhado o Brasil e seus desafios e tem,


sempre que solicitada, dado apoio para ajudar o o país a
avançar em termos de desenvolvimento sustentável, direitos
humanos, e paz e segurança. Acompanhe nas nossas redes
sociais e em https://nacoesunidas.org/secao/noticias-do-brasil.

Adicionalmente, informamos que as Nações Unidas possuem


um procedimento para a realização de denúncias de violações
de direitos humanos. No entanto, é preciso ficar claro que estas
denúncias só devem ser feitas quando estiverem
esgotados todos os recursos jurídicos no país de origem da
denúncia.
Antes de submeter sua denúncia, o autor deve procurar órgãos
como conselhos e comissões de direitos humanos locais,
regionais ou nacionais, defensorias públicas, secretarias de
promoção dos direitos humanos, corregedorias ou o Ministério
Público nos níveis estadual ou federal. O Brasil possui, por
exemplo, a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (acesse
em http://www.humanizaredes.gov.br/ e http://www.sdh.gov.br/dis
que100/disque-direitos-humanos). O Senado Federal do Brasil
também preparou um guia sobre cada órgão e tipo de denúncia,
acesse em http://bit.ly/1ZpsAXs ; Estes órgãos devem ser
procurados antes de recorrer a organismos internacionais.
No âmbito da ONU, os procedimentos para denunciar violações
de direitos humanos estão disponíveis
em https://nacoesunidas.org/direitoshumanos/denuncias

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Acompanhe o trabalho da ONU no Brasil e no mundo nas nossas


principais redes sociais:

h ps://www.facebook.com/ONUBrasil
h ps://www.instagram.com/onubrasil
h ps://www.youtube.com/onubrasiloficial
h ps://twi er.com/ONUBrasil
Att.

Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil | UNIC Rio de


Janeiro

Em 30 de abril de 2018 13:41, Plinio Marcos Moreira da Rocha


<pliniomarcos@pliniomarcosmr.com.br> escreveu:

Prezados,

Segue o documentos e todos os seus anexos relacionados


ao fato, concreto, de que a Lei Trabalhista Brasileira, recentemente
homologada, e NULA, uma vez que, de alguma forma, corroboram o
email abaixo.

Peço a Gen leza de que tenha paciência para ler todos os e-


mails abaixo, bem como, os anexos.
https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Para um pobre Cidadão Brasileiro Comum, está muito di cil


conviver com o que aí está, pricipalmente quando a HIPOCRISIA
Juridiscional é uma realidade gritante.

Atenciosamente,

Plinio Marcos

________________________________
De: Plinio Marcos Moreira da Rocha
Enviado: quarta-feira, 11 de abril de 2018 14:33
Para: gleisi@senadora.leg.br
Cc: luciamon@senado.leg.br; pliniomarcosmr@gmail.com
Assunto: Re: Lei Trabalhista é NULA pelo crime de PREVARICAÇÃO

Prezados,

Volto a me corresponder com a Senadora Gleise, através de sua


Assessora, com o intuito de chamar a atenção para o fato, concreto,
de que o Judiciário Brasileiro Protege e Persegue, sendo sua mais
significa va contastação a prisão e condenação do Cidadão Ítalo-
Brasileiro, Sr. Henrique Pizzolato, envolvido em processo de
Extradição Intenacional, uma vez que, foi condenado por desvio de
dinheiro do Banco do Brasil S.A., onde o próprio Banco do Brasil,
comprovou que não exisitu qualquer desvio de dinheiro, bem como,
foi processado, julgado, e condenado, por Tribunal INCOMPETENTE.

Tais, considerações estão claramente, substanciadas, no HC 131033,


o qual levou, apenas e tão somente, 639 dias, para ter seu Embargos
de Declaração avaliados, exclusivamente, pela 2ª Turma do STF,
quando deveria ter sido avaliado pelo Plenário do STF, que ficou em
situação de “Transitado em Julgado”, pelo simples fato de que seu
Requerente, que é um Cidadão Comum, em pleno execercío pleno
https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

de Cidadania, NÃO FOI CIENTIFICADO de tal decisão, onde ressalto


que o instrumento Jurídico foi transformado em outro, com a
decisão de que HC não tem o condão de que onar postura de
Ministro, ou postura de Tribunal, ressaltando que naquela ocasião
não ocorreu unanimidade, uma vez que, o Ministro Marco Aurélio
VOTOU discordando.

Este Habeas Corpus tem como premissa a Posição do Supremo


Tribunal Federal na AP-470, de se reconhecer COMPETENTE para
Processar, e Julgar, Cidadãos Comuns por CRIMES COMUNS, em
contraposição a Posição do Supremo Tribunal Federal na AP-536, de
se reconhecer INCOMPETENTE para CONCLUIR Processo, e Julgar,
um Cidadão COMUM, por CRIMES COMUNS, uma vez que o
Deputado Federal, RENÚNCIOU ao Mandato Parlamentar, renúnica
esta ocorrida após as ALEGAÇÕES FINAIS do Procurador-Geral da
República, terem sido anexadas à AP-536.

Talvez, a íntegra do HC-131033, possa ser anexada aos


ques onamentos efetuados na ONU – Organização das Nações
Unidas, ou qualquer outro foro internacional, para corroborar que o
Sr. Luis Inácio Lula da Silva é, apenas e tão somente, um
PERSEGUIDO POLÍTICO.

Durante o período de “fuga”, “prisão”, e “extradição” de Henrique


Pizzolato, encaminhei vários e-mails aos Senadores Italizanos, sendo
lido por muitos Deles, que, de alguma forma, podem, também
substanciar, a PERSEGUIÇÃO POLÍTICA efetuada pelo Judiciário
Brasileiro.

Devo chamar a atenção para a Declaração da Sra. Eliana Calmon,


Ministra Aposentada do STJ – Superior Tribunal de Jus ça, Ex-
Corregedora do CNJ – Conselho Nacional de Jus ça, sobre o fato,
concreto, de que a Lava-Jato, não alcançará o Judiciário Brasileiro,
efetuada na XVI Conferência da Advocacia Mineira, em Juiz de Fora,
patrocinada pela OAB – Ordem dos Advogados do Brasil de Minas
Gerais, publicada pelo site MIGALHAS, inclusive no YouTube.
https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Volto a me colocar à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Atenciosamente,

Plinio Marcos Moreira da Rocha

P.S.: A contestação da NOVA Lei Trabalhista pelo vício do crime de


prevaricação, com a perda de validade da MP que pretensamente a
alteraria, pode corroborar o "CAOS JURÍDICO" em que vive a
Sociedade Brasileira.

________________________________
De: Plinio Marcos Moreira da Rocha
Enviado: terça-feira, 3 de abril de 2018 13:27
Para: luciamon@senado.leg.br
Assunto: Enc: Lei Trabalhista é NULA pelo crime de PREVARICAÇÃO

________________________________
De: Plinio Marcos Moreira da Rocha
Enviado: terça-feira, 3 de abril de 2018 13:21
Para: gleisi@senadora.leg.br
Cc: pliniomarcosmr@gmail.com
Assunto: Lei Trabalhista é NULA pelo crime de PREVARICAÇÃO

Prezada Senadora Gleisi,

Este email não tem a pretensão de estar sendo enviada à


https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

Senadora, mas principalmente, a Presidente do Par do dos


Trabalhadores, uma vez que, é Instrumento Legí mo para
contestação de NULIDADE de qualquer Lei, ou sua
Incons tucionalidade.

Talvez, seja muito mais eficaz, a contestação Jurídica do


trâmite u lizado na criação da "NOVA Lei Trabalhista", do que
promover confronto entre o POVO e o que aí esta.

Efetuamos sugestão à Procuradoria-Geral da República em


29/08/2017, de contestar a NULIDADE da "NOVA Lei Trabalhista"
porque foi criada sob ÉGIDE da PREVARICAÇÃO do Senado Federal,
uma vez que, esta Ins tuição Democrá ca tem como atribuição
REVISAR todos os Textos de Projetos de Lei confeccionados pela
Câmara de Deputados Federais, em função de PROVOCAÇÃO da
Ins tuição Democrá ca Presidência da República, a mesma
ACEITOU, transferir a EFETIVA REVISÃO, para o atual presidente da
república federa va do Brasil, o Zé Ninguém (condenado pelo
Colegiado do TRE-SP, em Maio/2016, com situação "transitado em
julgado", com "confissão do réu", por CRIME ELEITORAL, que o
coloca como INELEGÍVEL), michel temer.

Esta PREVARICAÇÃO esta fundamentada nos fatos:

1. Carta do Presidente da República enviada ao Presidente do


Senado, lida em plenário, onde o primeiro se dispõe a EFETUAR
TODAS AS ALTERAÇÕES desejada pelos Senadores, através de MP -
Medida Provisória (que nasce como Lei), para que a "NOVA Lei
Trabalhista", tenha seu RITO alterado, de forma que tais alterações
não sejam AVALIADAS pela Câmara de Deputados Federais, como
DETERMINADO pela Cons tuição da República Federa va do Brasil.
2. A manifestação de 3 (Três) Senadoras, sendo Você uma Delas, de
https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

tomarem a Mesa do Senado Federal, objeto de possível ação de


"Quebra de Decoro", corretamente REJEITADO, que, concretamente,
demonstrou, durante o processo de Tramitação, que nem TODOS os
Senadores aderiram ao conluio, de DESCUMPRIR a Cons tuição da
República Federa va do Brasil, abjetamente proposto, pelo atual
presidente da república federa va do Brasil, o Zé Ninguém
(condenado pelo Colegiado do TRE-SP, em Maio/2016, com situação
"transitado em julgado", com "confissão do réu", por CRIME
ELEITORAL, de DOAÇÃO ILEGAL, que, segundo a "Lei Ficha Limpa", o
coloca, de IMEDIATO, como INELEGÍVEL), michel temer.
3. As Declarações do Presidente da Câmara de Deputados Federais,
ra ficam a existência do citado "acordo", pelo simples fato de que, o
citado, por não ter par cipado do "acordo", entendia que nenhuma
MP - Medida Provisória, que pretenda alterar a "Nova Lei
Trabalhista", legi mamente VOTADA pelo Congresso Nacional, será
aceita, quanto mais votada.
4. A MP que pretende alterar a "NOVA Lei Trabalhista" esta vias de
"CADUCAR", perder sua validade.

Minha proposta, é de que o PT - Par do dos Trabalhadores,


ingresse com ação de declaração de nulidade, ou ação de
incons tucionalidade, da "NOVA Lei Trabalhista", no Supremo
Tribunal Federal, pelo fato, concreto, de que esta TIPIFICADO o
CRIME de PREVARICAÇÃO pelo Sendo Federal, que deturpou o RITO
PROCESSUAL de sua criação, ao tentar TRANSFERIR, para a
Presidência da República Federa va do Brasil, efe vamente
RECUSADO pelo Presidente da Câmara de Deputados Federais, uma
sua, exclusiva, Atribuição, de REVISAR os Projetos de Lei aprovados
pela Câmara de Deputados Federais.

Segue anexo os documentos que estão, em processo na


Procuradoria Geral da República.

Atenciosamente,
Plinio Marcos Moreira da Rocha
Rua Gustavo Sampaio nº 112 apto. 603 - LEME - Rio de Janeiro -
https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
10/05/2018 Re: Resposta ONU Lei Trabalhista NULA por ... - Plinio Marcos Moreira da Rocha

RJ
CEP 22.010-010
Tel. Cel. (21) 9 8618-3350

-----------------------------------------
This electronic message may contain confiden al, proprietary or
privileged informa on intended solely for the use of the named recipient.
The ILO is not liable for any error or virus connected with this
transmission.
-----------------------------------------
Ce message électronique peut contenir des informa ons confiden elles,
ou spécialement protégées, à la seule inten on du des nataire. L'OIT ne
peut être tenue responsable des erreurs ou des virus qui s'y trouveraient.
-----------------------------------------
Este mensaje electrónico puede contener información confidencial o
especialmente protegida para el uso exclusivo del des natario indicado.
La OIT no se responsabiliza en caso de error o virus.
-----------------------------------------

https://webmail.exchangecorp.com.br/owa/#viewmodel=ReadMessageItem&ItemID=AAMkADBlNjM0MjhjLWJjNWQtNDQ3NC1hNDFkLTNlODdmY2U2NTBiNgBG
01232467894
648 287 7 497123247894
872194

7 17 
#"$%&'()%&'
3 2
 3
474
2 7 4

60
 ! !"
01232467894
648 287 7 497*+,-&-.$(/0.'1+,-&-.$(/0.'$/20.$23/4 56"7%"().'8."7%"59:;":6<=5
>(/(<"?+,-&-.$(/0.'1+,-&-.$(/0.''$/20.$23/?"*+,-&-.$(/0.'1+,-&-.$(/0.''$/20.$23/4@"?+,-&-.$(/0.'$/1)$(-,20.$?
*+,-&-.$(/0.'$/1)$(-,20.$4

ABCDEFGDHIJKLMNDOIPNPQRDS$(&-T%'8(0(.U&./%+,V1$+T2$+23/WD
XYZ[\]^CDKL_`NabLI_NcDdeDPLDNfRJKRDPLDdghiDhjkheD
l\m\CDFnIoIRDEN_pRJDER_LI_NDPNDqRprND
sttuYv^CDHNnNDPLDwKLoPIMLoKRDNRDOIPNPQRDaDEFGDdghiggxihxh
"
y y
y y y
y y y
y y
y y
y y
0123456
89
456 
8 525 5335595532 3
  !"#$%&'(
)*+,**-,+-+
./ 0.!$12%(- 34))4-)---4565 ** -4 76*-
8 %  !"#$%&'()9:*7:)*+,
8$;"&'(
<2
=>?@>?=@AB3CDE F93 325GH0IBJJ 99 F 350KLMK8N0NOL0MKGP0HGH<5QPN95R51S5Q5 5T 5332  
DEGNO0HGH<UOE08H0L0MKGP 3  3 3N9V25P 38<KGHMW<H<EGP3399 3R5XD0H<5C9Y5953 95Z3T15
[ 51 50KLMK8N0NOL0MKGP0HGH<
5P2T932539 3\ 3T935532]^_L0MQ T393 \ 2GNMUOE_H0LM0̀C<EW<0NM 13F3 \KOPG

a2";"%&'(
<2=>?@>?=@AB3CDE F93 325GH0IBJJ 99 F 350KLMK8N0NOL0MKGP0HGH<5QPN95R51S5Q5 
5T 5332  DEGNO0HGH<UOE08H0L0MKGP 3  3 3N9V25P 38<KGHMW<H<EGP3399 3R5XD0H<5
C9Y5953  25YZ[  L5953C9 5ETbR15T93T3 35 59NMHM83QGc Hc53T138 539Q
595Y\`5
C93Yd95 3\ 38 53W951 3595[ 51[ 951953 5C93T35P 52 S55T15LV2595HT 53W95 
T595[ 5225  3Y[ 995Y5155T15`25
N51  535 3 952  3 F 955  3dT15Q1 95
5595QT13C9 38 53W951 2L3C1 e95 2552R\2 T15 3f5Y 155[ 38 539
 52 S595253C9 5ETbR155G195g e95 R2323 [ 3955T13C9  25QL323QT595
2 59
55195g[ Z92 e95
h 5 3 3 S5252355 3T595353[ 3C9 5LV2595
HT 53c51593 [  3559e[ 51[ 9`5C93Yd953R95[ 3 T39[ 523951 3\ YF395
 5
5 5 955\ 55Y5153T15LV2595HT 53W95 T9 T512  T39[  T5951 5Q1Q3 Y31Y5T13
PF1539ET3 eY 3\ T13L3 F93 53 51
^5195159[ 5P3235 KiM0̀C<H< ` 1S9D9eY5
012345678914
14 8 4134
348

158
8 291448
638 65
651
91446569
1
6
013
88
146

 ! 
5"19
#9376
71

96$65"69


1
0269
8
1
436%&8
'(0)* 

!1634
3 +896%,14
419&8
1 63 "6764
696
41
1 7191%8
71
1-635

696
8 4569
8
6 761 8
76
6 3+146%&8
+689
614469
6
23 6
1519. 36


78
/
8 %&8
'656
71
(1 731 8
68
3767&8
8 4569
6 761 8
1
3 41939
8
0198
76
6 3+146%&8
1
6
"61
71
8 456

+89 1376
636
(1 38461 1
'656
71
(1 731 8
68
3767&8
-
'3416
3767&8

3 34938


0$538
/171965
$41
&8
914 8 76
6
141
1-635
1 4621 4
1 63 "67642914 8 73764
696
8
1 7191%8
1519. 38
78
9111 1
419&8

7148 437196764
3 3
4567689:;<=8>9:8<?6<;9@;9A8=B;9C 53 386984D 53 38698498$9E F
71
411$98
71
GHIJ
II1GK
6961
L 53 3869849D26358L
C 53 3869849D26358E

MNOPQRSPTUVWXYZP[U\Z\]^P_6 3+14668- 891 5̀D + $9aP


bcdefghOPWXijZklXUiZmPnoP\XPZp^VW^P\XPnqrsProtuoP
vfwfOPRxUyU^PQZiz^VPQ^iXUiZP\ZP{^z|ZP
}~~c€hOPTZxZP\XPWXy\UYXyW^PZ^P[U\Z\]^PkPQRSPnqrsqq‚sr‚r
 
  
  
 
 
  

2345678
9
678 
57!47"#$7%&5"'()*+)),+*,*6-./01/-0238
45
76745575"755
77"7367548"#77%&5
987 47"#$7%&5 $5#
79#67  "774#":767 75 579#" 65 ;<73"=#45 >
578
765
?@
7367 A93#77 B "A4
5 7
7
77547":74"5"5#47C"#75DE>@?00F2G2-0/-023 B=#53
H"#757
775"837
57873DE
: E//III
7"7
"7#7 4$ 4 9

J3#K84LJ5"837>
57873M5
$#4797#<565 <573#K84LJ5"837>
57873M
45
76745575"755
77"7367548"#77%&5
987N7"#$7%&575"#"87
O
47"6#4"5"5N>P595"A4
5 QR))S*,*()T()*+ 47
#
6755
7587"674"556
O
75"83765"5>5
736
U
7"7
V"7#765N>P353#"WEJ5"837

X5784"5
Y798776743:5
#765
Z#%5
7656#4575"#3[76
5"6
5$5
483O
#567Z73#7%&5657"6#4"5777"655
3#"WE
0123456271
9
 57 1

3 !1"#$7%&2
''14(13  )*+!,,-2
'.27%&7%91 */01/23*340*1/ 5*) )9 65
732 7 587'. 6 - 9
% '
.1
'13
%.
-#$ 34*) ):4$*2)*0*1/ 5-(1%.491-
132;37.
9 5
7%12/ )10)$ 51(122
4'17 <#*)9 "2
27( 1-2 =19
5 >4 5- */01/23*340*1/ 5*) )9 5
7
.
3
'9
(.213 712-7'.1?-@17921(
'' 9 (13ABC0*16-
9127'.1-?43 31:4$C)*01*D"$0*31-51&1-?/45 E
FGHI
3
 !1"#$7%&2
''14(13  )*+!,,-2
'.27%&7%91 */01/23*340*1/ 5*) )9 65
732 7 587'. 6 - 9
% '
.1'13
%.
-
#$ 34*) ):4$*2)*0*1/ 5-(1%.491-132;37.
9 5
7%12/ )10)$ 51(122
4'17 <#*)9 "2
27( 1-43 
=>4
-
0 2. 91"2
'79
%.

9 $
9J757( '
92191%91 
@
.4 231)121'6 K4'.
')
'
K 91'9
51'2
% 912
'6 .2 ?'9
D
979 "21 7'L27 -7'.1?-12
% 91
0
9
2 5%1@ 27 >4 5>4
2 5.
2 1% "2191'. 9
5
7
%( 37%8 9 9
5 0;3 2 9
)
94. 91'0
9
2 7'-9 2 >4
 3
'3 -%1
.7
''

>4
'
22
57 9 9
5 D
'3 E3 5-'7.4 1
'. -(1%(2
. 3
%.
-(1%@7&42 9 -%1'L9
5 65
7.42 9 ( 2. 69
51"2
'79
%.
912
% 91
0
9
2 5-
30
''1"5
%627 -3 '. 37?3-9
5 %1.M(7 
7(45 9 9
>4
1'2
% 912
'
%( 37%8 2 3 1"2
'79
%.
9 $
9J757( 
 ' 5.
2 N
'%
(
''627 '-7
3(131->4
@17(27 9 9
51"2
'79
%.
43 60137''169 2 
'374 2 ' 5.
2 N
'>4
'
@7=
2
3
%
(
''627 'EO4 %91
%.1-(8 3 31'  .
%19 2 1@ .19
>4
1"2
'79
%.
9 0;3 2 9
)
94. 91'K 9
(5 214>4
%1
(
7. 26
>4 5>4
2D
979 "21 7'L27 '172
 >4
'.1-912>4

'. .
3@12 9
5
7-7'.1?- 7&12 9
'9
'4  ''7% .42  .?'4  57 19
5 
0;3 2 9
)
94. 91'0
9
2 7'-927%(79 53
%.
-912>4
-9 2 
5
- 65
76@179
'
% 15 79 9
51'5
&7'5 912
'$
'91%'6
7'-7'.1
?-9
5101%&2
''1% (71% 5EB 5
2
'' 5. 2>4
 5
7(131
'. -/P1*D")-D458
2#26 79 9
.2 7 58 2
354& 2-14
3'7.4 1-
*/2 54Q$E
<37''191D7%7'.?271"J757(10
9
2 592131
2 2
57= 19 
K4'.7 - 7
39 '1(7
9 9


39
@
' 91'. 91)
31(26.7(19
)72
7.1E
.
%(71' 3
%.
-
2 5 9
 .
%973
%.1 1079 91R27'.
3 079 91
D7%7'.?271"J757(10
9
2 5
01234
6789
2 8 
2

3
2
2
  29
2 8  2 98

9
8

9 8 89



2
978
28 2
9 23
 
!"#$% &!" $'$#!(#!) %*#!+  8982,  8982938319- .
2

198
/012114/3
4945  89829,385+  89829,38-

6789:;<9=>?@ABC9D>ECEFG9H I
28 89
J, I3 319K9
LMNOPQR89@ASTCUVA>SCW9XY9EA9CZG?@G9EA9X[\]9\Y^_`9
aPbP89;c>d>G9:CSeG?9:GSA>SC9EC9fGegC9
hiijMkR89=CcC9EA9l@AdE>BAd@G9CG9D>ECEFG9U9:;<9X[\][[m]\m\

 
  
  
 
 
 
0123456
89
456 
8 525 53 293 559552 25 2 3 3456!"#$%&'()"(&$"#)*+"#$,(&,(
!*)&)-,."/0)

125
 3925293 52 3554595  935251

65953  15935 52 3525 53 573955954 8 5199 53:6; 3438515< 2 353=53 
3  1595 52 3 993 293525 535357
3  1539 5 352515593525 53

< 352 
8515< 2 353=535825=53
: >936?13;951
@?
AB3
943 555251
: 58  52 355C943 545953 93199 3392 933 955

D D
D D D
EFGHGI(+JKLIM(+IKNGKJ(OJ(%ILPJ(Q41 32593R41 3259329
32
?9S T2?93UVWXWWAUY
6595AZ41 3259329R8251
32ZQ41 3259329R8251
32S

[\]^_`a^bcdefgh^icjhjkl^m25 5535 3941nR24


24
?9o^
pqrstuv]^efwxhyzfcwh{^|}^jf^h~ldel^jf^|€^€‚ƒ€}^
01213567879
9
9 7  9  
3 6 8789 97 9
5!"#$""%$#%#
&
' '
' ' '
' ' '
' '
' '
' '

()*+,-.&
&/01,-.2&
/3-&*-456789-:;+&6+5&<-=-890-=-&<+*&83<788+>
?@ABCDEFGEAGHIJBKLGMNDOE
EPQRSQQTSRTR
UVGWBEFBEUDHKXYLGOETGZF[PFP[TPTTT[B\]\GGQQBGT[G^]QT&
_GLGEFGEAGHIJBKLGMNDOEP`aQ^aPQRS
_BKbCIMNDOE&
c*&
&defgefdghi&+&jkl&54m0788+3&<+*&-&no(&piqq2&0789054m54=+&-&(rstr/u(uvs(trnw(onoc&=-&xw75&u0-y-)z589-x&-2&-{74-8&7&9;+&8+*74972&
klnuv(onoc&|vl(/o(s(trnw2&<+493=+2&+&u0}*597&=-&w75&4+&/crnot&~coclnw&+<+0073&8+y&-&k(oc&=-&j07€-05<-:;+2&0-;+&{7)-&
‚3-)2&-&(rstr/u(uvs(trnw(onoc&
&=-&w75&97*&78{7<90+&*-5+02&589+&ƒ2&6+5&{0+<788-=-&<+*&„…†s(tx2&7&{+0&589+2&ƒ&3*&nut&|vl†o(st&(‡jcl~c(ut2&)+m+2&ƒ&rvwn1&
ˆDYIbILGMNDOE&
0134564536789
 9918  9 !""#$0%$ "&'( %
)*991 "#0+# !$999",1 $ 9!0 -00 $999&. 0

/ 0*91/129
  )3&' )9)994"  !9%559)'9!9%
/67 

9/ 8  969!9-'*94 2'2'0*9
9)9$ 1 ()',1)9- 
)211*9 /2/' )'719"' 0*99194 *98)'%' 
%)'9
 9!9-'1*9
': 11&61)'9; / '29!9
1 (19
  )3&' '0<: &1919249  )'9
 1%91 *9%)
1 0
'0<24 11: 9=9*9(1190*9)94929
 ,1
)95'92*9 :2'27 
9/ 8 9&2*9)921490'  96/ 9

 6/' 0*9)',1)9- )  )'1)92)'%' %49 /9'/ )'9
$ '9 )9:/  96)'999 9'9>''2$ 919? 7
007'( :/ 
&'(
1$91 0*9!$#@ 09
1  4910<*91 ()09A1 '9

9'9191 40*94/9): 'B 


97
-9)0*9!' 199 *99'19  93191 40*9(/9'
49  19
 91
!' 199 *9A! 1 *9
7  6 9

3&' 9-'
&9C*9)9A1 '971 (5)9 )909'B 991*9
9 9
D D
01232467894
648 287 7 497 !!"!!#$%&%%'#(
)'*+*+

,-./012/3456789/:4;9;<=/>?!"@!A?B/
CDEFGHI./67JK9LM74J9N/OP/;7/9Q=56=/;7/ORST/SPUVW/
XGYG./1Z4[4=/09J\=5/0=J74J9/;9/]=\^9/
_``aDbI./39Z9/;7/c67[;487[6=/9=/:4;9;<=/L/012/ORSTRRdTSdS

e e
e e e
e e e
e e
e e
e e

fgh
ighj
k+ !!""!"!!lmn
ilo?!"mn!p!#$%&$$q&%q%j " !#rs$(s#$%&j?!t i"!u!f?mv!
o)wp!'
0123445676849846

       


!" 
#
$" 
%  $ ! &'%" ! &
(")  *+ 
,"-.& " 
 "' -(" /"   "0 " "  1 2 " &""  "-
3 3
Consultar Andamentos da Manifestação http://aplicativos.pgr.mpf.mp.br/ouvidoria/portal/andamentos.html?auth=1

Sucesso! Andamentos recuperados

Consultar Andamentos da
Manifestação campos obrigatórios
Manifestação nº 20170067161

Chave Recuperar Chave (chave.html?auth=1)


6a5d32d23626663eb4baa00ea63a8406

Consultar Voltar (cidadao/index.html)

Data/Hora Situação

29/08/2017 Agradecemos o contato por este canal de comunicação.


19:59
Sua manifestação continuará em atendimento no MPF. A partir de agora, o seu
andamento poderá ser consultado no Portal de Transparência do MPF, pelo link:
PGR-00316120/2017 (http://apps.mpf.mp.br/aptusmpf
/portal?termoPesquisa=80436252)

29/08/2017 Agradecemos o contato por este canal de comunicação.


19:58
Sua manifestação foi cadastrada no Sistema Único de Informações do MPF sob o
número PGR-00316120/2017.
Para acompanhar o documento, clique no link: Consultar Documento
(http://apps.mpf.mp.br/aptusmpf/portal?termoPesquisa=80436252)

29/08/2017 Em atendimento
19:58

29/08/2017 Manifestação cadastrada no(a) CENTRAL DE ATENDIMENTO AO


15:19 CIDADÃO/SEJUD

© Ministério Público Federal

1 de 2 31/08/2017 15:13
Consultar Andamentos da Manifestação http://aplicativos.pgr.mpf.mp.br/ouvidoria/portal/andamentos.html?auth=1

2 de 2 31/08/2017 15:13
Consulta Processual MPF http://apps.mpf.mp.br/aptusmpf/index2#/detalhe/41000000000008043...

Ministério Público Data da


Federal consulta:
01/09/2017

Tombo: 20170067161/2017 Autuação: 29/08/2017


Classe: DIGI-DENÚNCIA - DIGIDENUN
Unidade: PGR-SECRETARIA JURÍDICA E DE DOCUMENTAÇÃO
Denunciante: PLINIO MARCOS MOREIRA DA ROCHA
Localização
PGR/CHEFIAGAB/PGR - CHEFIA DE GABINETE PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
Atual:

Tramitação (lançamentos, ocorrências, íntegras, movimentações, distribuições)

Data/Hora Descrição
01/09/2017 13:51:56 Recebido pelo(a) ASSESSORIA JURÍDICA CONSTITUCIONAL/SAJ/PGR
30/08/2017 13:08:29 Movimentado para ASSESSORIA JURÍDICA CONSTITUCIONAL/SAJ/PGR
30/08/2017 13:07:42 Despacho nº 5207/2017 (PGR-00316676/2017) (membro signatário: EDUARDO BOTAO
PELELLA).
30/08/2017 13:07:16 Recebido pelo(a) CHEFIA DE GABINETE PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
29/08/2017 19:59:13 Movimentado para CHEFIA DE GABINETE PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
29/08/2017 19:58:50 Despacho nº 10901/2017 (PGR-00316121/2017).
29/08/2017 19:58:27 Cadastro de documento (PGR-00316120/2017)
29/08/2017 19:58:27 Movimentado para CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO/SEJUD

SAF Sul Quadra 4 Conjunto C - Brasília / DF


CEP 70050-900 - PABX: (61) 3105-5100 (http://www.mpf.mp.br/)
Fale conosco: transparencia@mpf.mp.br

1 de 1 01/09/2017 14:47