Вы находитесь на странице: 1из 3

Escola de Engenharia

Departamento de Desenho Industrial


Disciplina: Ciência e Tecnologia (TEP 00124)
Professora: Mara Salles 1º semestre/ 2018
Alunos: João Guilherme Pereira, Mariana Bittencourt e Sarah Silva
Tema: C&T no Brasil no limiar do século XXI: estratégias para a
sustentabilidade

C&T NO BRASIL , SEUS IMPASSES E AS


ESTRATÉGIAS PARA A SUSTENTABILIDADE

Ciência e Tecnologia desempenham papel estratégico no contexto contemporaneo.


Entretanto, sua producão e acesso ocorre de maneira desigual nas diferentes regioes do
mundo. Em outras palavras, ha, historicamente, concentracão da producão de
conhecimentos nos “paises centrais” (como Estados Unidos, paises da Europa, Japão),
enquanto em outros paises ocorre a dependência do conhecimento e da inovacão
gerados nos centros dinamicos da economia capitalista. A producão e o consumo
mundializam, mas as atividades cientificas não.
Ao se pensar no Brasil, seu desenvolvimento e gestão em Ciência e Tecnologia
envolve impasses. Ocorre a falta de um projeto para o pais que forneca a base para o
planejamento articulado as necessidades sociais e economicas brasileiras, o que permite
entender a politica de C&T no pais, a crise no setor e sua configuracão atual. Somado a
isso, as caracteristicas historicas da consolidacão de C&T no Brasil levaram o Estado a
opcoes que tiveram repercussão negativa na infraestrutura de pesquisa nacional.
Nos ultimos anos do século XX havia uma tendência mundial de fortalecimento do
mercado frente ao Estado. O Brasil segue tal tendência, deixando de lado a preocupacão
em um desenvolvimento minimamente autonomo em ciência e tecnologia. Diante disso,
nos anos de 1990, é levada a logica quantitativa, privatista e produtivista para a
educacão, universidade e producão cientifica. Tal situacão colocava em risco os grupos,
areas ou instituicoes mais voltados para o social ou menos voltados ao discurso
produtivista e moldou parcela da coletividade cientifica.
No inicio so século XXI, o parque cientifico tecnologico brasileiro apresenta niveis
razoaveis de produtividade, pesquisas de boa qualidade e carater mais acadêmico.
Entretanto, ao mesmo tempo, é concentrado, apresenta problemas de financiamento e
não tem boa performance na area tecnologica.
Destacam-se alguns impasses que dificultam o desenvolvimento de C&T no Brasil.
Um deles é a forma de financiamento de pesquisas em universidades, marcada pela
instabilidade e pela concentracão das atividades de pesquisa em poucas regioes, como a
Sudeste. Outro impasse é o uso de modelos de desenvolvimento de C&T de outros
paises, sem levar em conta as caracteristicas e necessidades locais. Desse modo, tem-
se, no geral, um planejamento de politicas de Ciência e Tecnologia orientado por
interesses desvinculados das necessidade sociais no pais e o enfraquecimento de
pesquisa fora dos grandes centros.
É claro que mesmo entre os impasses na gestão de C&T no Brasil buscam-se
mudancas e solucoes nesse setor e, cada vez mais, aliar tais solucoes ao
desenvolvimento sustentavel, uma vez que as dimensoes socioambientais apresentam
grandes problemas. Quando a ciência e a tecnologia trabalham em prol da
sustentabilidade, os resultados são solucoes ecologicas e inovacão que contribuem para
o progresso sustentavel.
O desenvolvimento de pesquisas e novas tecnologias capazes de renovar recursos
naturais, a preocupacão em garantir menor consumo de energia, em utilizar os recursos e
matérias-primas de forma inteligente e reduzir a emissão de poluentes e dos impactos da
atividade humana no meio ambiente são essenciais para o futuro do planeta.
É importante discutir a sustentabilidade e o desenvolvimento sustentavel porque a
cada dia mais os problemas ambientais estão afetando a qualidade de vida do homem.
Optar pela ciência, tecnologia e inovacão como uma estratégia para o desenvolvimento
do pais exige priorizar investimentos nesse setor, para resgatar o seu atraso e progredir
na geracão e na propagacão de conhecimentos e inovacoes. Além disso, significa a
protecão em prol da importancia da ciência e tecnologia como integracão nas politicas de
desenvolvimento do Estado. A ciência e a tecnologia são as principais ferramentas que
possuimos na busca para solucionar os problemas ambientais. A sustentabilidade é um
atributo positivo e almejado do desenvolvimento cientifico, tecnologico e da inovacão.
Inovacão e sustentabilidade são considerados imperativos para o
desenvolvimento brasileiro, como um processo de transformacão que envolve multiplas
dimensoes, sejam economicas, sociais, ambientais e politicas. O expressivo avanco
alcancado pela pesquisa cientifica, tecnologica e de inovacão, em todo o mundo resultam
em repercussão imediata na qualidade de vida das pessoas, assumindo extrema
relevancia, sobretudo, para as populacoes de baixa renda.
No caso do Brasil, pode-se perceber que o modelo para a producão cientifica e
tecnologica, encontra-se - numa visão macro - defasado e deixa de lado fatores como a
localidade do processo e a valorizacão dos recursos internos. Todo o modelo de renuncia
tomado pelo governo brasileiro ao longo dos anos não contribuiu para que o pais pudesse
ser reconhecido internacionalmente pelo desenvolvimento tecnologico e também pelo uso
sustentavel de seus abundantes recursos.
No entanto, ha esforcos contrarios a estas correntes, vindos especialmente da
producão acadêmica e pesquisa em universidades brasileiras, que mostram que o pais
possui uma producão tecnologica em franco desenvolvimento. A seguir, apresentam-se
alguns casos que podem servir de exemplo para retratar a producão tecnologica
sustentavel brasileira.
O primeiro deles é o EcoCommercial Building (ECB) Brasil que, apesar do nome
em inglês, foi o primeiro empreendimento privado brasileiro a obter o LEED-NC Platinum
e podera também vir a ser o primeiro a gerar energia com sistema fotovoltaico para cobrir
toda a sua necessidade anual. O projeto é referência por utilizar fontes de energia limpa,
aproveitamento de agua de chuvas e por limitar o capital financeiro para evitar gastos
extremos. Por ser o primeiro prédio a utilizar energia zero no Brasil, recebe uma
quantidade grande de solicitacoes de visitas para conhecer a expertisse do projeto e
entender seu funcionamento.
Além do ECB, destacamos uma iniciativa de um grupo de universitarios mineiros ao
criar um aplicativo de monitoramento de irrigacão de plantacoes, o AgroSmart. Sua
tecnologia possibilita uma economia de até 60% de agua, através da utilizacão de
sensores espalhados pelo campo, que avaliam a umidade do solo e a presenca de
pragas, entre outros parametros. Esses dados são interpretados pelo aplicativo, que
indica ao agricultor os intervalos de irrigacão e outras variaveis em tempo real. O projeto
ganhou atencão internacional apos a premiacão "Call to Innovation" e participacão no
programa “Global Solutions Program”, na Singularity University, na California e logo em
seguida, a empresa foi convidada pela NASA, a Agência Espacial Americana, para um
programa de transferência de tecnologia, oferecendo bolsas aos empreendedores. Além
disso, o Google também selecionou a empresa para receber um investimento e participar
do programa Launchpad Accelerator.
Por ultimo, pode-se indicar um caso de tecnologia sustentavel que envolve um dos
grandes exemplos citados atualmente: a nanotecnologia. A Nanomix é uma empresa de
embalagens sustentaveis especializada em barreira contra a umidade. Sua tecnologia
permite uma maior resistência, durabilidade e menor acão de agentes externos, como
insetos. Outro fator importante da empresa é o uso de insumos nacionais, respeitando o
processo de producão local e reduz os custos quase pela metade. Em 2016, a empresa
foi vencedora do prêmio Senai de Inovacão e até agora patenteou dois produtos: o
Protect, que confere, através da nanotecnologia, novas propriedades fisico-quimicas ao
PVC; e o Papel Blister, um papel impermeabilizado com nanotecnologia que permite
substituir o aluminio blister das embalagens de medicamentos.

REFERÊNCIAS:

BAUMGARTEN, Maira. Conhecimento e Sustentabilidade: politicas de ciência, tecnologia


e inovacão no Brasil contemporaneo. 1a edicão. Porto Alegre: Editora da UFRGS/ Editora
Sulina, 2008.

ESTUDO DE CASO – ECOCOMMERCIAL BUILDING BRASIL. GBC Brasil. Disponivel


em: <http://blog.gbcbrasil.org.br/?p=662>. Acesso em: 22 abr 2018.

BRASILEIRA CRIA APP QUE POUPA ÁGUA E GANHA BOLSA EM UNIVERSIDADE NA


NASA. G1. Disponivel em: <http://g1.globo.com/economia/crise-da-
agua/noticia/2015/04/brasileira-cria-app-que-poupa-agua-e-ganha-bolsa-em-universidade-
na-nasa.html>. Acesso em: 22 abr 2018.

NANOMIX CRIA EMBALAGENS SUSTENTÁVEIS. Jasmine Alimentos. Disponivel em:


<https://www.jasminealimentos.com/estilo-de-vida/nanomix/>. Acesso em: 22 abr 2018.

<https://www.nanomix.co/>. Acesso em: 22 abr 2018.