Вы находитесь на странице: 1из 8

05/04/2018

MATURAÇÃO DA CARNE

• = Resolução do Rigor Mortis


• Alteração natural que ocorre após o abate do animal.
• Condições controladas no armazenamento  resulta nas
condições desejáveis de maciez, sabor e aroma
característicos.
• Este processo leva ao enfraquecimento gradativo das
fibras e como resultado o amaciamento da carne
(término da rigidez).

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

MATURAÇÃO DA CARNE

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

1
05/04/2018

MATURAÇÃO DA CARNE

TIPOS DE MATURAÇÃO
Maturação seca
• A carne é mantida na temperatura de 1 a 3 °C por 1 a 6
semanas em câmara de refrigeração com a UR controlada
Maturação rápida
• A carne é mantida a temperatura de 21°C por 2 dias
Maturação da carne embalada à vácuo
• A carne é embalada e mantida sob refrigeração -1 a 2 °C
por 14 dias

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

MATURAÇÃO DA CARNE

Calpaínas  condições ótimas: temperatura entre 10 e 25


°C, e pH neutro. Aumenta sua ativação na presença de íons
cálcio.
• Catepsinas  pH 5,8 a 6,0 temperaturas de 25 °C.
• Colagenases Tem atividade ótima em pH baixo, atua
sobre o colágeno.
• Calpastatina  enzima existente no músculo que inibe a
ação das calpaínas

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

2
05/04/2018

FATORES QUE INTERFEREM NA MATURAÇÃO


INTRÍNSECOS
O QUE INFLUENCIA A MACIEZ INTRÍNSECA DA CARNE ?

✓ Degradação das fibras musculares


✓ Estado de contração da fibra muscular
✓ Degradação das fibras de colágeno intramuscular
✓ Tipo e quantidade de ligações cruzadas do tecido conectivo
✓ Quantidade de gordura intramuscular (marmorização)

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

MARMOREIO DA CARNE

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

3
05/04/2018

FATORES QUE INTERFEREM NA MATURAÇÃO

EXTRÍNSECOS
O QUE INFLUENCIA A MACIEZ EXTRÍNSECA DA CARNE ?
✓Textura ou Maciez indicador da textura do alimento
✓ Manifestação sensorial e funcional das propriedades
estruturais e funcionais dos alimentos, detectadas através do
senso da visão, audição, toque

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

MACIEZ DA CARNE

Maciez ou textura é a manifestação dos

elementos estruturais da carne

relacionados à aparência, à mastigação e a

resistência à aplicação de uma força

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

4
05/04/2018

MATURAÇÃO – OUTRAS TECNOLOGIAS

• Estimulação elétrica a quente


• Pendura pelo quadril – osso obturador ou pélvico  maior
estiramento muscular = menor grau de encurtamento
•Tendercut  tenderizador  equipamento que possui
múltiplas agulhas que perfuram a carne
• Maturação
• Marinação
• Uso de enzimas

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

MATURAÇÃO – OUTRAS TECNOLOGIAS

Estimulação elétrica a quente


• Estimulação elétrica (EE) consiste na passagem de corrente elétrica
através das carcaças em um tempo determinado logo após o abate dos
animais, ainda sob altas temperaturas, influenciando em várias
características qualitativas da carne, dentre elas maciez e cor, devido à
ocorrência de intensas contrações musculares

• Acelera a glicólise e o início do RM

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

5
05/04/2018

MATURAÇÃO – OUTRAS TECNOLOGIAS

Estimulação elétrica a quente


• Ocorre o consumo de energia química residual, a ruptura física
miofibrilar e ativação precoce de enzimas proteolíticas, que reduz os
efeitos do encurtamento pelo frio após o resfriamento da carcaça.

• Durante o processo o colágeno pode sofrer uma possível solubilidade


que reduz as ligações cruzadas que afeta diretamente no amaciamento
da carne, além da ativação principalmente de µ-calpaínas que favorecem
degradação proteica no post-mortem.

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

MATURAÇÃO – OUTRAS TECNOLOGIAS

Estimulação elétrica a quente


Baixa voltagem = 10 minutos após o abate
• Entre 30 a 50 volts
• Problema operacional
Alta voltagem = 1 hora após o abate
• Mais de 500 volts
• Maior custo
• Mais seguro

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

6
05/04/2018

MATURAÇÃO – OUTRAS TECNOLOGIAS

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

MATURAÇÃO – OUTRAS TECNOLOGIAS


MARINAÇÃO
Métodos
•Imersão  Imersão da carne em salmoura
• Injeção  a salmoura é injetada por meio de agulhas
Vantagens
• Maior uniformidade do produto
• Facilidade de aplicação
• Redução da mão de obra
• Rapidez no cozimento
• Melhoria da maciez e suculência da carne

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda

7
05/04/2018

MATURAÇÃO – OUTRAS TECNOLOGIAS

MARINAÇÃO
• O Cloreto de cálcio é um agente utilizado na marinação e sua ação é

realizada por um mecanismo que aumenta a maciez da carne.

• Os Polifosfatos são utilizados na marinação de carnes aumento da


capacidade de retenção de água na carne, reduz a exsudação, melhora o
sabor e dá estabilidade à cor.

Tecnologia do Processamento de Carnes– Profª Cristina Fantini Miranda