Вы находитесь на странице: 1из 2

CLÁSSICOS DA POLÍTICA

O AUTOR
Esse autor é conhecido além dos campos da política pelo caráter tiranico de sua obra, tanto que
deriva dele a expressão ''maquivelica'' cujo uso é cotidiano e citado por uma diversidade de
pessoas. Esse adjetivo designa um procedimento austicioso, velhaco e traiçoeiro características
usadas frenquentemente para desqualificar o inimigo. ''Personificando a imoralidade, o jogo sujo
e sem escrúpulos, o maquiavelismo, ou melhor, o antimaquiavelismo, tornou-se mais forte que
Maquivel.

VIDA
Nasceu em Florença na Itália no ano de 1469. A penísula era constituída de pequenos estados,
com economia política e cultura variados. Era muito sujeita a invasão de estrangeiros. A família
de Maquiavel não era aristocratica, nem rica, seu pai era um comum advogado renascentista
estudante das humanidades, podendo transmitir para seu filho um vasto conhecimento e
influência para estudos. Maquiavel alcançou um bom cargo na vida pública aos 29 anos, mas
com a queda do governo Médici sua vida se tornou conturbada, ao ser proibido de exercer seu
papel na vida pública e de deixar seu estado, passa a morar na propriedade que herdara do pai,
onde escreveu suas obras.

A VERDADE EFETIVA
A preocupação central nas obras de Maquiavel é o Estado. Mas por Maquiavel, ele não é
pensado de forma idealista, a qual rejeita, mas sim como ele é de fato, o Estado real e capaz de
impor a ordem. Assim, seu ponto de partida é a realidade concreta, de surge sua metodologia:
ver e analisar a realidade como ela é - a verdade efetiva das coisas.
O problema central de sua análise política é descobrir como pode ser resolvido o inevitavel ciclo
de instabilidade e caos. Dessa forma, ele forma uma nova forma de pensar e fazer política,
pensando a ordem não como algo natural e eterno. Para Maquiavel, a ordem é um produto
necessário da política, mas não é natural e muito menos formada ao acaso, ela deve ser
estabelecida para evitar o caos entre os homens, no entanto, ela não é definitiva, pois haverá
sempre uma ameaça de ser desfeita.

RASCUNHO
1.o conflito entre grupos rivais pela apropriação de recursos escassos é central à vida política
2.teóricos buscam melhores explicações, que permitissem dar conta das situações políticas
nacionais e, em particular, da distribuição desigual do poder e dos recursos
3.encontram a explicação no modo como a organização institucional da comunidade política e
das estruturas econômicas entram em conflito (alguns interesses são privilegiados