Вы находитесь на странице: 1из 7

INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO


CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

ETAPA DE OBSERVAÇÃO IN LOCO (ESCOLA) – 60 H

1. Turma/semestre: 6º período – 1/2018

2. Período de realização in loco:

3. Período de apresentação dos relatos das experiências e atividades do estágio:

4. Organização dos alunos: Divisão de grupos de estagiários por Unidade Concedente

5. Local de realização do estágio: Escolas de Ensino Fundamental


6. Informações metodológicas de realização do estágio in loco (na escola):

a) Apresentação na escola-campo: comparecimento na escola para oficialização do


estágio.

b) Observação e vivência escolar: observação da organização da


escola, das salas de aula e dos professores, da rotina escolar (organização dos horários
de aula, recreio, entrada, saída etc.), das atividades da
secretaria, das atribuições do diretor e do trabalho da coordenação pedagógica, visando
o conhecimento de sua estrutura e funcionamento e a definição de seu objeto de estudo
para efeito de trabalho monográfico.

c) Observação em sala de aula: apreensão da realidade do processo ensino-


aprendizagem, em seus vários aspectos: o conteúdo, a metodologia, o planejamento,
relações professor-aluno, aluno-aluno e dificuldades de aprendizagem.

Obs.: Durante o período de observação e vivência na escola, o aluno deverá


registrar todas as informações e situações vivenciadas, embasando-as e refletindo
sobre elas à luz dos referenciais teóricos discutidos na etapa introdutória do estágio
realizada na instituição formadora. Isso contribuirá para a elaboração, ao final do
período de observação, de um Memorial, contendo o relato das experiências e
atividades do estágio.
INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO
DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO
CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

ORIENTAÇÕES REFERENTES AO PROCESSO DE OBSERVAÇÃO DA


ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR E DA
DINÂMICA DA SALA DE AULA

1. Dados de Identificação da Escola:

 Nome – localização – etapas da educação básica que oferta (educação infantil,


ensino fundamental ou ensino médio) – número de alunos matriculados – turnos
de atendimento, turmas/ séries ofertadas – infraestrutura (número de salas de
aula, biblioteca, quadra, etc.) – recursos didáticos disponíveis – recursos
humanos (direção, equipe pedagógica, professores efetivos e contratados,
auxiliares de serviços gerais) – perfil socioeconômico do público atendido pela
escola.

Sobre a localização da escola: observe o bairro onde se localiza (periferia, zona rural,
centro etc.); as condições de acesso; a proximidade de centros comunitários, comércio,
residências. Na sua escrita, não é necessário seguir a ordem do roteiro, mas é preciso
ficar atento para que seu diário relate e analise os pontos sugeridos aqui. É possível que
elementos novos surjam. Caso eles sejam pertinentes, não deixe de registrá-los, pois
serão importantes para o planejamento das suas atividades da escola. Procure avançar
seu olhar acerca dos elementos materiais e físicos da escola para além de uma descrição
puramente quantitativa (total de salas de aula, de professores, de computadores etc.). É
importante que, nesse período de observação, você possa fazer uma imersão gradual na
escola e compreender o que significa sua localização ser onde é, sua infraestrutura ser
como é, seu perfil socioeconômico ser como é.

Sobre a infraestrutura da escola: descreva as dependências da escola; profissionais


lotados, provisórios e terceirizados; identifique quais as áreas/setores que têm carência
de pessoal; total de alunos que atende; recursos e tecnologia disponíveis; observe se há
materiais didáticos suficientes, fardamento, refeição no turno letivo.

Sobre o perfil socioeconômico: observe as atividades que desenvolve junto à


comunidade; perfil do público de alunos e professores; problemas sociais que
repercutem na escola (gravidez juvenil, uso de entorpecentes, relações familiares etc.)

2. Análise do Projeto Político Pedagógico e do papel da equipe gestora e técnica:

 Analisar o Projeto Político Pedagógico da escola e verificar os seguintes


aspectos:
- data de elaboração e período de vigência;
- equipe responsável pela elaboração;
- missão/ objetivos da instituição de ensino;
- concepção de gestão;
INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO
DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO
CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

- concepção de currículo/ proposta curricular;


- concepção de avaliação/ sistemática de avaliação;
- plano de ação;
- organograma.

2.1. Entrevista com o diretor da escola sobre as questões abaixo (Identificar


qualificação profissional e tempo de serviço):

a) Quais são as principais metas da sua gestão?

b) Como foi o processo de provimento para seu cargo de gestor escolar (indicação,
eleição, seletivo, outros)?

c) Quais os principais desafios enfrentados pela escola atualmente para oferecer uma
educação de qualidade?

d) Quais os canais de comunicação que a escola estabelece com a comunidade escolar e


extraescolar (fóruns/discussões, reuniões, assembleias, ofícios/memorandos, outros)?

e) Quais programas governamentais a escola desenvolve (MAIS EDUCAÇÃO, PDE


ESCOLA, ESCOLA SUSTENTÁVEL, ESCOLA ACESSÍVEL, etc.) e quais impactos
destes na qualidade de ensino da escola?

f) Como se dá a aquisição de recursos materiais permanentes (móveis, equipamentos) e


de consumo (materiais de limpeza, pedagógicos, pequenos reparos); destacar a principal
fonte de recursos financeiros (SEMED, PDDE Básico)?

2.2. Entrevista com coordenador pedagógico da escola sobre as questões abaixo


(Identificar qualificação profissional e tempo de serviço):

a) Como acontece o planejamento das ações educativas na escola? Com que frequência
são desenvolvidas as reuniões de planejamento de ensino (semanal, quinzenal, mensal,
bimestral, semestral)?

b) Há formação continuada para professores desenvolvida na escola? Quem planeja


essas formações de professores? Identificar as diferentes instâncias - SEMED,
Diretorias de Ensino, Coordenações etc.

c) Quais as estratégias de avaliação dos resultados da escola (avaliação institucional)?

d) Os impactos dos programas de avaliação externa (PROVINHA BRASIL, ANA,


PROVA BRASIL, ENEM) no planejamento das ações da escola?
INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO
DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO
CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

3) Processo de observação e análise do trabalho dos professores e das características


dos alunos:

3.1 Perfil dos alunos

a) Perfil do aluno pelo professor: identifique como o professor define os alunos, quais
as principais dificuldades apontadas sobre a sala de aula, o que considera fundamental
para o trabalho com o aluno;

b) Perfil do aluno pela direção e equipe técnica: identifique como a direção e equipe
técnica definem o aluno, o tipo de observação e acompanhamento que realizam, as
dificuldades que observam etc.

c) Perfil do aprendiz em sua turma: em grupo, na sala de aula, os alunos formam o que
chamamos de turma. Observe como interagem com o professor e com os colegas, em
que medida se concentram/dispersam em sala de aula, quais as dificuldades/avanços,
como participam das dinâmicas escolares, sua assiduidade, pontualidade etc.

d) Perfil do aprendiz por ele mesmo: identifique, em conversas com os alunos, sua
classe social, o papel que a família atribui à escola; como se relacionam entre si,
quais critérios usam para formar os grupos, quais são suas principais dificuldades de
aprendizagem, quais os métodos de ensino e conteúdos que são mais apreciados por
eles, como veem a presença do estagiário na escola, quais expectativas
desenvolveram em relação ao seu trabalho etc.

3.2 Perfil do professor:

a) Formação: identifique qual a formação do professor, como ele avalia sua formação
acadêmica em relação às demandas escolares, se participa de cursos de formação
continuada etc

b) Planejamento: nas suas conversas com o professor e na observação da sala de aula,


observe como ele planeja o trabalho, a quais conteúdos dá ênfase, quais métodos de
ensino privilegia e em que medida observa a dinâmica escolar e extraescolar para
adaptar seu planejamento do ensino de Matemática.

c) Avaliação: identifique a concepção de avaliação presente na prática do professor,


como incentiva a participação dos alunos, em que medida acompanha a sua
aprendizagem etc.

d) Materiais didáticos: identifique de quais materiais didáticos o professor faz uso;


observe qual papel assume o livro didático na suas aulas, se é central ou se é alternado
com outros materiais e métodos de ensino.
INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO
DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO
CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

ROTEIRO DE OBSERVAÇÃO DA AULA DE MATEMÁTICA

IDENTIFICAÇÃO:

Série/Turma:_________________________________Turno:________________

Nº de alunos:______________________________________________________

Tema da aula:_____________________________________________________

1. Durante a realização da aula os alunos estavam organizados:

( )individualmente, enfileirados um atrás do outro.

( ) em grupos.

( ) em duplas.

( ) em outra formação (círculo, U...) ______________________________________________

2. Quais recursos didáticos foram utilizados na aula?

( ) livros didáticos.

( ) vídeos.

( ) calculadoras.

( ) lousa/pincel/giz.

( ) jogos.

( ) livros paradidáticos/ textos/ revistas.

( )Outros recursos. ____________________________________________________________

3. O conteúdo trabalhado pertencia ao bloco temático:

( ) Ambiente

( ) Ser Humano e Saúde

( ) Recursos Tecnológicos

4. De um modo geral, a aula:

( ) partiu do conhecimento dos alunos (levantamento de conhecimentos prévios).

( ) baseou-se apenas em reprodução de exercícios.

( ) foi organizada de forma sequenciada (explicação/aplicação/avaliação).

( ) foi organizada pelo professor, possibilitando que os alunos levantassem hipóteses e


solucionassem problemas.
INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO
DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO
CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

( ) baseou-se apenas no uso do livro didático.

( ) outra forma. ______________________________________________________________

5. Quanto à atuação do professor, seu desempenho demonstra que:

( ) ele é o centro do processo ensino-aprendizagem, ensinando e orientando os alunos.

( ) ele atuou como mediador, ao confrontar hipóteses dos alunos e questioná-los.

( ) ele atuou como facilitador, na medida em que selecionou situações-problemas que


permitiram a construção de conceitos/procedimentos pelos alunos, fornecendo-lhes informações
e apoio necessários.

( ) ele é um incentivador, já que estimulou a cooperação entre os alunos para resolução das
atividades propostas.

( ) outro comportamento. _______________________________________________________

6. Durante a aula, os alunos:

( ) demonstraram interesse.

( ) realizaram com facilidade as atividades propostas.

( ) cooperaram entre si.

( ) apresentaram dificuldades para realizar as atividades.

( ) apresentaram empatia com o professor.

( ) mostravam-se desmotivados.

( ) demonstraram outro comportamento. __________________________________________

7. Quanto à avaliação:

( ) foi realizada pelo professor com aplicação de atividade individual.

( ) foi feita em conjunto com os alunos (na lousa, por exemplo).

( ) ocorreu outra forma de avaliação. ______________________________________________

( ) não ocorreu avaliação.

8. Reflexão sobre a experiência de observação.

Descrever os pontos positivos observados e o que poderia ser melhorado para o


desenvolvimento da aula.
INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO
DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO
CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

REFERÊNCIAS:

BARBOSA, T. M. N. et.al. Estágio supervisionado interdisciplinar. Natal, RN:


SEDIS, 2008. 11v. 224 p.

BARREIRO, I.; GEBRAN, R. Prática de ensino e estágio supervisionado na


formação de professores. São Paulo: Avercamp, 2006.

PIMENTA, S.; LIMA, M. (Orgs.). Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2004.
(Coleção docência em formação. Série saberes pedagógicos).