Вы находитесь на странице: 1из 24

TREM-BALA (ANA VILELA)

Intro: D A D A E

A D
Não é sobre ter todas as pessoas do mundo pra si
A E
É sobre saber que em algum lugar alguém zela por ti
A D
É sobre cantar e poder escutar mais do que a própria voz
A E
É sobre dançar na chuva de vida que cai sobre nós
D E
É saber se sentir infinito num universo tão vasto e bonito
A
é saber sonhar!
D E A
Então fazer valer a pena cada verso daquele poema sobre acreditar
D
Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu
A E
É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu
A D
É sobre ser abrigo e ter morado em outros corações
A E
E assim ter amigos contigo em todas as situações
D E A
A gente não pode ter tudo, qual seria a graça do mundo se fosse assim?
D E A
Por isso eu prefiro sorrisos e os presentes que a vida trouxe pra perto de mim
D
Não é sobre tudo o que seu dinheiro é capaz de comprar
A E
e sim sobre cada momento sorriso a se compartilhar
A D
Também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais
A E
porque quanto menos se espera a vida já ficou pra traz
D
Segura teu filho no colo
E A
Sorria e abrace os teus pais enquanto estão aqui
D
Que a vida é trem bala parceiro...
E A
...E a gente é só passageiro prestes a partir!

D E A
AMEI TE VER (TIAGO IORC)

Intro: Am F
O coração dispara
Ah G
C Tropeça, quase para
Quase ninguém vê Am
Dm Me encaixo no teu cheiro
Quanto mais o tempo passa G
F G E ali me deixo inteiro.
Mais aumenta a graça em te viver
C Am
Am Eu amei te ver
Ah C Am F
E sai sem eu dizer Eu amei te ver
F C
Dm Eu amei te ver.
Tem mais no que te mostro Am
F G O coração dispara
Não escondo o quanto gosto de você. C
F Tropeça, quase para
O coração dispara
G Me enlaço no teu beijo
Tropeça, quase para G
Am Abraço teu desejo
Me encaixo no teu cheiro Am
G A mão ampara a calma
E ali me deixo inteiro C
Encosta lá na alma
C Am G
Eu amei te ver E o corpo vai sem medo
Am F
Eu amei te ver Descasca teu segredo
F C Am
Eu amei te ver Da boca sai: não para
C
Am É o coração que fala
Ah, ah
C O laço é certeiro
Quase ninguém vê
Dm Metades por inteiro
Quanto mais aumenta a graça
F G Não vou voltar tão cedo
Mais o tempo passa por você. G
Mas vou voltar
Am C
Ah Porque eu amei te ver.
C Am
E sai sem eu dizer Eu amei te ver
Dm F C
O tanto que eu gosto Eu amei te ver
F C Am
G Eu amei te ver
Me desmancho quando encosto em F
você. Eu amei te ver
C
Eu amei te ver
MODÃO DUÍDO (MICHEL TELÓ PART. MAIARA E MARAÍSA)

Intro: C

Refrão:
C
E quando vejo
Dm
Já "tô" ouvindo uns modão duído, sofrido
F
Tô enchendo a comanda da mesa
C G
O saudade que gera despesa e prejuízo
Primeira Parte:
Dm
Hoje eu acordei com o pé direito
F
vou fazer tudo bem feito, anota aí
C
Ontem foi a saideira
Dm F
Mentira, na primeira esquina já bateu saudade
C
Pro dono do bar não é não é novidade
G
Carência, covarde, já vem tocar no nome dela outra vez
Refrão 2x:
C
E quando vejo
Dm
Já "tô" ouvindo uns modão duído, sofrido
F
Tô enchendo a comanda da mesa
C G
Ô saudade que gera despesa e prejuízo
( C Dm F C )
Primeira Parte:
Dm
Hoje eu acordei com o pé direito
F
vou fazer tudo bem feito, anota aí
C
Ontem foi a saideira
Dm F
Mentira, na primeira esquina já bateu saudade
C
Pro dono do bar não é não é novidade
G
Carência, covarde, já vem tocar no nome dela outra vez

Refrão 3x:
C
E quando vejo
Dm
Já "tô" ouvindo uns modão duído, sofrido
F
Tô enchendo a comanda da mesa
C G
Ô saudade que gera despesa e prejuízo

Refrão Final.
RASPÃO (HENRIQUE E DIEGO)

F G
Poxa, como ela tava linda
Am
O tempo não passou mesmo pra ela
F G
Mudou, o corte do cabelo
Am
Mas às covinhas do sorriso continua o charme dela
F G Am
Só aquele cara estranho, no lugar que era meu
D9
Beijando a boca que era minha, foi aí que aconteceu
F G
Minha mão congelou, coração disparou
Dm
Quando com um beijo de amigo me cumprimentou

(Refrão x2)
F
Foi de raspão, mas valeu
G Am
Ôh, se valeu, sentir um beijo seu
F
Foi de raspão, mas valeu
G
Foi no canto da boca
(pausa) Am
Voltei no tempo em que eu era seu
MODA DERRAMADA (JOÃO NETO E FREDERICO)

Em G
Se o seu plano era me ver sofrer se tá de parabéns
Am
Ele tá dando certo eu já to no boteco
B
E não paro de beber
Em G
Não desejo o que to passando pra ninguém
Am
Nem meu melhor amigo bebe mais comigo
B Am
Cansou de ouvir sobre vocêeeeeeeeeee
Em
A mesma conversa de sempre
Am
Você some não responde, não me atendeeeeeeee
Em B
E todo mundo tá sabendo, tudo que você apronta eu fico remoendo
Em C
Garçom desce mais uma mas pode trazer a mais gelada
Am
Aumenta o som aí que a moda é derramada
B
Eu viro outro copo e grito aoo paixão
Em
Essa tá gelada igual seu coração
C
Desce mais uma mas pode trazer a mais gelada
Am
Aumenta o som aí que a moda é derramada
B
Eu viro outro copo e grito aoo paixão
Em
Essa tá gelada igual seu coraçaaaaaãooo
CÊ ACREDITA (JOÃO NETO E FREDERICO PART. MC KEVINHO)

Introdução no Violão 2 vezes: Am Dm E

Primeira Parte:
Am Dm
Tá virada dois dias e não vai dormir
E Am
Bateu quinta-feira ela já quer sair
Dm
Nem passou o grau ela quer rebater
E Am
Já anda chamando a ressaca de rê
Pré-Refrão:
Dm
Solteira, ela comanda as amigas da zoeira
E Am
E já que ela tá me olhando a noite inteira
Dm E
Kevin vem, Kevin vem
Refrão:
Am
Cê acredita?
Dm
Ela chega empinando o bumbum lá em cima
E Am
Mandando a sarrada no ar com as amigas
Dm
Tá só na maldade, acabando comigo
E Am
Chega aí pra ver, João Neto e Frederico
Dm
Ela chega empinando o bumbum lá em cima
E Am
Mandando a sarrada no ar com as amigas
Dm
Tocando o terror, perdendo a noção
E Am
Rebola que cola com o bumbum no chão
Dm
Novinha chega pra cá
E Am
Essa é pra tu rebolar
Dm
Se joga pra cima de mim que hoje tem
Am
Kevin vem, Kevin vem
Dm
Novinha chega pra cá
E Am
Essa é pra tu rebolar
Dm
Se joga pra cima de mim que hoje tem
Am
Kevin vem, Kevin vem
( Am Dm E ) (2x)
Solo:
Primeira Parte:
Am Dm
Tá virada dois dias e não vai dormir
E Am
Bateu quinta-feira ela já quer sair
Dm
Nem passou o grau ela quer rebater
E Am
Já anda chamando a ressaca de rê
Pré-Refrão:
Dm
Solteira, ela comanda as amigas da zoeira
E Am
E já que ela tá me olhando a noite inteira
Dm E
Kevin vem, Kevin vem
Refrão:
Am
Cê acredita?
Dm
Ela chega empinando o bumbum lá em cima
E Am
Mandando a sarrada no ar com as amigas
Dm
Tá só na maldade, acabando comigo
E Am
Chega aí pra ver, João Neto e Frederico
Dm
Ela chega empinando o bumbum lá em cima
E Am
Mandando a sarrada no ar com as amigas
Dm
Tocando o terror, perdendo a noção
E Am
Rebola que cola com o bumbum no chão
Dm
Novinha chega pra cá
E Am
Essa é pra tu rebolar
Dm
Se joga pra cima de mim que hoje tem
Am
Kevin vem, Kevin vem
Dm
Novinha chega pra cá
E Am
Essa é pra tu rebolar
Dm
Se joga pra cima de mim que hoje tem
Am
Kevin vem, Kevin vem
( Am Dm E ) (2x)
MORDIDA, BEIJO E TAPA (NAIARA AZEVEDO)

Tom: E

Intro: Gbm A E B

Gbm Gbm A

Quase que acaba tudo Eu fiz amor, não fiz a mala

A E

Quase que o nosso amor Uma briguinha de nada

E B

Escorre pelo ralo Era o que a gente precisava

B Gbm A

Assim eu não falo Eu fiz amor, não fiz a mala

Gbm E

Que a raiva tem explicação Descontei toda a nossa raiva

A B

Que ela é quase metade Em mordida, beijo e tapa

E Eu fiz amor

De um coração apaixonado E

Gbm Não fiz a mala!

O que sobra é um terço, é ciúme

A
Dbm

E o resto é amor que você não


assume

Já que é assim

Gb

Pego minhas roupas

Vou juntando os trapos

Am

Se me pega a frase aí
NA RIQUEZA E NA POBREZA (JADS E JADSON)

F# G#
F# G# A geladeira está vazia
A geladeira está vazia C# A#m
C# A#m O carro esta sem gasolina
O carro esta sem gasolina F# G#
F# G# Perdi o emprego da minha vida
Perdi o emprego da minha vida C# A#m
C# A#m E você aqui comigo
E você aqui comigo F# G# C# A#m
F# G# C# A#m Segurando a barra
Segurando a barra
F#
F# Pessoas passaram o mesmo que a
Pessoas passaram o mesmo que a gente
gente G#
G# Tomaram caminhos rumos diferente
Tomaram caminhos rumos diferente C# A#m
C# A#m Olha aqui eu e você nós dois
Olha aqui eu e você nós dois F#
F# É só uma crise logo melhora
É só uma crise logo melhora G# C#
G# C# Você me abraça e diz não importa
Você me abraça e diz não importa A#m
A#m F# G#
F# G# E eu lembrei as promessas no altar
E eu lembrei as promessas no altar que jurou
que jurou
C#
C# Na alegria e na tristeza
Na alegria e na tristeza G#
G# Na saúde e na doença
Na saúde e na doença A#m
A#m Na riqueza e na pobreza
Na riqueza e na pobreza
F# G#
F# G# Quando sobrou a gente estava bem
Quando sobrou a gente estava bem C# G#
C# G# A#m
A#m Mas quando faltou a gente se amou
Mas quando faltou a gente se amou como ninguém
como ninguém F# G#
F# G# Quando sobrou a gente era feliz
Quando sobrou a gente era feliz C# G#
C# G# A#m
A#m Mas quando faltou a gente segurou
Mas quando faltou a gente segurou como nunca vi
como nunca vi F#
F# Nós dois lutamos pelo nosso amor
Nós dois lutamos pelo nosso amor G#
G# Nós dois lutamos pelo nosso amor
Nós dois lutamos pelo nosso amor F# G#
F# G# C#
C# Quando nada sobrou, só restou amor
Quando nada sobrou, só restou amor
DUVIDO VOCÊ NÃO TOMAR UMA (SIMONE E SIMARIA)

INTRO: D A Em G 2X

D
Mas agora veja, diz que ta mudada
Em G
Aposentou o copo não quer mais saber de álcool
D
Disse que parou, que nunca mais beberia
Em G Em
Jurou pela vida, pela mãe, pela vô e pela tia
A
Mas é muita tentação
D A Em
O whatsapp tá chamando farras, festas e baladas
G
Pra curar desilusão
D A Em G
Ou por uma boa causa toda jura feita, será perdoada

D A Em
Quando a saudade maltratar vai lembrar da boca que era sua
G D
Duvido você não tomar uma
A Em
Quando ouvir no rádio um modão ou no bar (das coleguihas) da esqui
na da sua rua
G A
Duvido você não tomar uma
126 CABIDES (SIMONE E SIMARIA)

Dm Bb
Contando, são 126 cabides
F
E no guarda-roupa, um grande espaço seu
C A7
Deixado
Dm Bb
O que faço? Estou eu bem no meu canto
F
Futuro levado meu
C
Roubado
Gm
Tô negociando com a solidão
Bb F
Tô tentando convencer que ela não fique, não
C
Se vá
Gm F
Tô eu negociando com a solidão
Bb F
Só me cobre esse juros no final da outra estação
C
E se vá
Bb F C
Eu nem quis te ver de malas prontas
Gm
Levando o que eu temia
Bb C
Suas roupas e minha alegria
F C
E eu nem quis te ver de malas prontas
Gm
Nós dois não mais existe
Bb Bbm
Só ficaram 126 cabides
Gm
Tô negociando com a solidão
Bb F
Tô tentando convencer que ela não fique, não
C
Se vá
G#m
Tô eu negociando com a solidão
Bb F
Só me cobre esse juros no final da outra estação
C
E se vá
Bb F C
Eu nem quis te ver de malas prontas
Gm
Levando o que eu temia
Bb C
Suas roupas e minha alegria
F C
E eu nem quis te ver de malas prontas
Gm
Nós dois não mais existe
Bb Bbm
Só ficaram 126 cabides
REGIME FECHADO (SIMONE E SIMARIA)

[Intro] F G Am C Am
Nós somos bagunçados e reféns desse
Am F pecado
Alô, eu tô ligando só pra te dizer F G
G Uôôôôô
Que eu tô dando queixa de você Am
E Não quero advogado
Tô na delegacia e o polícia C
E Dm C G Am Quero regime fechado com você, amor
Disse que o seu caso não tem solu—– F G
ção Uôôôôô
Am
Am Nós somos bagunçados e reféns desse
Roubar um coração é caso sério pecado
F
Sua sentença é viver F
Dm É bandido esse meu coração
Na mesma cela que eu G Am
Eterno prisioneiro da paixão
Já que nós dois estamos sendo
E ( F G Am C )
Acusados de adultério ( F G Am C )

F Am F
Eu deixo esse cara Alô, eu tô ligando só pra te dizer
G G
Cê larga essa mulher Que eu tô dando queixa de você
C E
E a gente vai viver a vida como Deus Tô na delegacia e o polícia
quiser E Dm C G Am
G Am Disse que o seu caso não tem solu—ção
Sem dar satisfação da nossa relação
F Am
Condenados a viver Roubar um coração é caso sério
G F
Compartilhando prazer Sua sentença é viver
Am Dm
Na cela da nossa paixão Na mesma cela que eu

F G Já que nós dois estamos sendo


Uôôôôô E
Am Acusados de adultério
Não quero advogado
C F
Quero regime fechado com você, amor Eu deixo esse cara
F G G
Uôôôôô Cê larga essa mulher
F G
C Uôôôôô
E a gente vai viver a vida como Deus Am
quiser Não quero advogado
G Am C
Sem dar satisfação da nossa relação Quero regime fechado com você, amor
F F G
Condenados a viver Uôôôôô
G Am
Compartilhando prazer Nós somos bagunçados e reféns desse
Am pecado
Na cela da nossa paixão
F
F G É bandido esse meu coração
Uôôôôô G Am
Am Eterno prisioneiro da paixão
Não quero advogado
C ( F G Am C )
Quero regime fechado com você, amor ( F G Am C )
F G
Uôôôôô F
Am É bandido esse meu coração
Nós somos bagunçados e reféns desse G Am
pecado Eterno prisioneiro da paixão
CADEIRA DE AÇO (ZÉ NETO E CRISTIANO)

A
Sobraram as marcas das brigas da separação
E
Ficaram os cacos de vidro e as flores no chão
Bm
Se tivesse abaixado a voz
D
Talvez hoje seriam nós
A
Um mês e quatro dias tentando
E ela nada de me atender
E
Outras bocas fui desencanando
Bm
Coração quase parou de tanto sofrer

Meu refúgio foi mesa de bar


D
Pra tentar te esquecer iee

A
Sentado numa cadeira de aço
Enferrujado e bebendo
E
Cada copo americano enganava o meu sofrimento
Bm
Achei que eu tivesse esquecido
A danada naquela hora
D
Até ver o seu nome escrito
Na lata de coca cola (2x)

A E
Ai ai ai
SORTE QUE BEIJA BEM (MAIARA E MARAÍSA)

D4/F#
Eu jurei não bater na sua porta
G
Olha eu batendo e quebrando outra promessa
C9 D4/F#
Eu tentei não tocar mais no seu nome

G
Mas de cada três palavras uma me interessa

Pré-Refrão

Am D/F#
Você é um problema que eu quero ter
G
Mesmo sabendo que eu não consigo resolver
Am D/F#
Eu prometo que não vou te amar
G D/F#
Porque essa promessa vou fazer questão de quebrar

Refrão
G
Sabe o que você tem
D
Tem sorte que "cê" beija bem
Am C
Você é a corda bamba que eu aprendi a andar
G
Sabe o que você tem
D
Tem sorte que "cê" beija bem
Am
Só me deixar ir
C D G
Porque sabe que eu vou voltar
HOMEM DE FAMÍLIA (GUSTAVO LIMA)

(Primeira Parte)
G D9 A9 Bm D9/F#
Te olhei, você me olhou
G D9 A9 Bm
Agora minha vida acredita, nunca acreditei em amor à primeira vista
(Pré-refrão)
G D9
Até você aparecer do nada (riff 1)
A9 Bm
E arrancar minha cachaça com o seu beijo de batom
G D9
Até você aparecer do nada (riff 2)
A9 G A9 G/B A/C#
E quem diria que do carro agora até tirei o meu som

(Refrão)
D9 A9
E quem me viu se visse hoje não acreditaria (riff 3)
Bm
Que o cachaceiro virou homem de família (riff 4)
G A9
Troquei a noite pelo dia
D9 A9
E quem me viu se visse hoje não acreditaria (riff 5)
Bm
Troquei o bar, agora é só sorveteria (riff 6)
G
Só eu e ela, quem diria?
A9 D9
Que o cachaceiro virou homem de família (riff 7)
(Pré-refrão)
(REFRÃO)
A9 G A9 G/B A/C# G/B D9
Que o cachaceiro virou homem de família
ACORDANDO O PRÉDIO (LUAN SANTANA)

E A9
Aonde foi parar o seu juízo?
E
Já são quatro da manhã
A9
Daqui a pouco liga o síndico
C#m A9
Será que tem como a moça gritar baixinho?
B9
Sei que tá bom, mas as paredes têm ouvido
A9 (batidas pra baixo seguida de pausa)
E era pra ser escondido, já que não é mais

C#m
Vamo acordar esse prédio
A9
Fazer inveja pro povo
B9
Enquanto eles tão indo trabalhar
C#m
A gente faz amor gostoso de novo

Vamo acordar esse prédio


A9
Fazer inveja pro povo
B9
Enquanto eles tão indo trabalhar
C#m
A gente faz amor gostoso de novo (e de novo, de novo)
PAREDES (JORGE E MATEUS)

G D
Despertador tocou, cadê o meu amor?
Em7 C9
Pra me dar o primeiro beijo do dia
G D
Na hora do café, cadê minha mulher?
Em7 D
Que os meus desejos de cor sabia

C9
Eu tentei trabalhar
Tá difícil concentrar
Em7
Fim de tarde é pior
G
Ao se pôr-do-sol
D
Ela me esperava
Com o sorriso estampado na cara
C9
Hoje o dia tá passando
E a saudade apertando
D
E eu sozinho nessa casa

Refrão 2x:
C9
Ah se essas paredes não falassem
G
Ah se o travesseiro não contasse
D
Todas as noites de amor
Em7
Que eu vivi com você

C9
Ah se essa cama não lembrasse
G
Ah se esse espelho mostrasse
B
Você aqui
Em7
Pra eu conseguir dormir

C9 G B Em7 G

(Repete tudo)
MEDIDA CERTA (JORGE E MATEUS)

Intro: G D Em7 D9

G
D9 Em7
Oi, to te ligando pra você passar E que meu pente perguntou do seu
aqui em casa cabelo
C9 G
Hoje a noite se tiver desocupada Ouvi reclamações do meu espelho
D9 D9
Só se der, só se der Querendo saber de você
G Que dia ele vai te ver
D9
Não, não vai dizer pra ninguém que Em7
sinto saudades Eu juro pra mim pouco me importa
C9 G
Não é verdade Se eu passo toda hora na sua porta
D9 D9 A
Eu e você nada haver Meu carro que se apaixonou na rota

Em7 D9 A Em7
E que meu pente perguntou do seu É não sou eu, o meu quarto que
cabelo ficou apaixonado
G G
Ouvi reclamações do meu espelho D9
D9 Travesseiro dependente e viciado em
Querendo saber de você você
D9 A Em7
Que dia ele vai te ver Não sou eu, meu lençol te quer
agora
Em7 Não depois
Eu juro pra mim pouco me importa G
G D9 A
Se eu passo toda hora na sua porta Minha cama tem a medida certa para
D9 A nós dois
Meu carro que se apaixonou na rota
D9 A Em7
D9 A Em7 É não não sou eu, o meu quarto que
É não sou eu, o meu quarto que ficou apaixonado
ficou apaixonado G
G D9
D9 Travesseiro dependente e viciado em
Travesseiro dependente e viciado em você
você D9 A Em7
D9 A Em7 Não sou eu, meu lençol te quer
Não sou eu, meu lençol te quer agora
agora Não depois
Não depois G
G D9 A Em7 G D9
D9 A Em7 G Minha cama tem a medida certa para
Minha cama tem a medida certa para nós dois
nós dois
FOLGADO (MARÍLIA MENDONÇA)

C#m
Não venha não
Eu vivo do jeito que eu quero
Não pedi opinião
A
Você chegou agora e, ta querendo mandar em mim
G#
Da minha vida cuido eu

Deitou na minha cama


C#m
E quer dormir com o travesseiro

Folgado

C#m
Não venha não
Ta querendo pegar no pé
Você nunca me deu a mão
A
Eu não sou obrigada a viver dando satisfação
G#
Da minha vida cuido eu
To vendo se continuar assim
C#m
Cê vai morrer solteiro
A
Eu nunca tive lei
B C#m
E nem horário pra sair nem pra voltar
A
Se lembra que eu mandei você acostumar
F#m
To te mandando embora
A
Melhor sair agora
G#
Não vem me controlar

C#m
Folgado
A B C#m
Maldita hora que eu chamei você de namorado
A B C#m
Imagina se a gente tivesse casado
A B F#m
Deus me livre da latada que eu iria entrar
G#
Dá um arrepio só de imaginar
EU SEI DE COR (MARÍLIA MENDONÇA)

Primeira Parte: Refrão:


A9 A9 (frase)
É Deixa
C#m E
Já tá ficando chato, né Deixa mesmo de ser importante
F#m
A encheção de saco, pois é F#m
D Vai deixando a gente pra outra
Prepara, que eu já tô me hora
preparando
(pausa) D
Enquanto cê tá indo Vai tentar abrir a porta desse
A9 amor
Eu to voltando
E Quando eu tiver jogado a chave
E todo esse caminho eu sei de fora
cor A9
(pausa) Deixa
Se eu não me engano (frase) E
F#m Deixa mesmo de ser importante
Agora vai me deixar só
D F#m
O segundo passo é não me atender Vai deixando a gente pra outra
B7 hora
O terceiro é se arrepender D
E quando se der conta, já passou
E E (pausa)
Se o que dói em mim doesse em Quando olhar pra trás, já fui
você embora

Primeira Parte.

Refrão.
AMANTE NÃO TEM LAR (MARÍLIA MENDONÇA)

Am7 F9 C9
G/B
Só vim me desculpar Eu não vou demorar Não vou tentar ser sua amiga Pois sei
que não dá
Am7 F9 C9
G/B
Você vai me odiar Mas eu vim te contar Que faz um tempo Eu me meti no meio do
seu lar

Dm F
Sua família é tão bonita Eu nunca tive isso na vida
C G
E se eu continuar assim Eu sei que não vou ter
Dm F
Ele te ama de verdade E a culpa foi minha
C G Dm F
Minha responsabilidade eu vou resolver Não quero atrapalhar você

C G
E o preço que eu pago É nunca ser amada de verdade Ninguém me respeita nessa
cidade
Dm F
Amante não tem lar Amante nunca vai casar
C G
E o preço que eu pago É nunca ser amada de verdade Ninguém me respeita nessa
cidade
Dm F
Amante não vai ser fiel Amante não usa aliança e véu

Dm F
Sua família é tão bonita Eu nunca tive isso na vida
C G
E se eu continuar assim Eu sei que não vou ter
Dm F
Ele te ama de verdade E a culpa foi minha
C G Dm F
Minha responsabilidade eu vou resolver Não quero atrapalhar você

C G
E o preço que eu pago É nunca ser amada de verdade Ninguém me respeita nessa
cidade
Dm F
Amante não tem lar Amante nunca vai casar
C G
E o preço que eu pago É nunca ser amada de verdade Ninguém me respeita nessa
cidade
Dm F C
Amante não vai ser fiel Amante não usa aliança e véu
VIDINHA DE BALADA (HENRIQUE E JULIANO)

D
Oi tudo bem, que bom te ver
Em
A gente ficou coração gostou
G
Não deu pra esquecer

D
Desculpa a visita, Só vim te falar
Em G
To afim de você, Se não tiver você vai ter que ficar

Em G D A
Eu vim acabar com essa sua vidinha de balada
Em G D A
E da outro gosto pra essa sua boca de ressaca

D
Vai namorar comigo sim
A Em
Vai por mim, igual nós dois não tem
G D
Se reclamar cê vai casar também
A Em D
Dou comunhão de bens, seu coração é meu e o meu é seu também

D
Vai namorar comigo sim
A Em
Vai por mim, igual nós dois não tem
G D
Se reclamar cê vai casar também
A Em D
Dou comunhão de bens, seu coração é meu e o meu é seu também
D
Vai namorar comigo sim