Вы находитесь на странице: 1из 5

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ

Escola de Direito

DIREITO CIVIL - TEORIA GERAL I

PLANO DE TRABALHO

Responsável: Profa. Dra. Jussara Maria Leal de Meirelles

1) Apresentação e explicações iniciais. Dicotomia clássica: Direito Público e


Direito Privado. Uso de exemplos para a explicação. Para a próxima aula, os
alunos deverão pesquisar sobre a divisão clássica do Direito e como é vista
atualmente.

Sugestão para leitura: SARLET, Ingo Wolfgang. (Coord.) A constituição concretizada:


construindo pontes com o público e o privado. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2000.

2) Dicotomia clássica: continuação. Explicações, a partir da pesquisa trazida.


Importância das diferenças entre relações típicas de Direito Público e de Direito
Privado.
Leitura recomendada para a próxima aula: MEIRELLES, Jussara. O ser e o ter na codificação
civil brasileira: do sujeito virtual à clausura patrimonial. In: FACHIN, Luiz Edson. (Coord.).
Repensando fundamentos do direito civil brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro:
Renovar, 1998. p. 87-114.

3) Tradição patrimonialista do Direito Civil. Exercícios a partir da leitura


recomendada na aula 2.

4) A repersonalização das relações civis. Exercícios a partir da leitura


recomendada na aula 2.

Leitura recomendada para a próxima aula: LÔBO, Paulo Luiz Netto. Direito Civil-Constitucional.
In: TEIXEIRA, Ana Carolina Brochado; RIBEIRO, Gustavo Pereira Leite. (Coords.). Manual de
Teoria Geral do Direito Civil. Belo Horizonte: Del Rey Editora, 2011. p. 35-58.

5) Codificação civil e força normativa da Constituição nas relações civis.


Exercícios a partir da leitura recomendada na aula 4.

6) Constitucionalização dos principais institutos do Direito Civil. Exercícios a


partir da leitura recomendada na aula 4.

7) Relação jurídica: conceito; estrutura; elementos. Aula expositiva.

Sugestões para leitura:

AMARAL, Francisco. Direito civil – introdução. 5. ed. rev. atual. e


aum. de acordo com o novo Código Civil. Rio de Janeiro: Renovar, 2003. p. 172 (“Espécies de
relação jurídica”).

ANDRADE, Manuel A . Domingues de. Teoria geral da relação


jurídica. V. 1 (Sujeitos e Objecto). Coimbra: Almedina, 1974 (“Conceito e estrutura da relação
jurídica” – estrutura interna da relação jurídica).
GOMES, Orlando. Introdução ao direito civil. 12. Ed. Rio de
Janeiro: Forense, 1997, capítulo 08 (“A relação Jurídica – conceito, caracterização,
classificação”).

8) Exercício em aula: identificação dos elementos das relações jurídicas.

9) Sujeitos da relação jurídica. Pessoa: generalidades; espécies de pessoas.


Aula expositiva.

10) Pessoa natural: noção de personalidade jurídica; personalidade e


capacidade; capacidade de direito e capacidade de fato. Para a aula seguinte,
os alunos deverão realizar a leitura de textos sobre capacidade jurídica (artigo
1º do Código Civil) e o início da personalidade da pessoa humana (artigo 2º do
Código Civil).

Sugestões de leitura para esta aula e para as subseqüentes relacionadas ao tema


personalidade e capacidade:

AMARAL, Francisco. Direito civil – introdução. 5. ed. rev. atual.


e aum. de acordo com o novo Código Civil. Rio de Janeiro: Renovar, 2003, capítulo VI (Sujeitos
de Direito. A Pessoa Natural).

CHAVES, Antônio. PESSOA FÍSICA OU NATURAL. In:


ENCICLOPÉDIA Saraiva de Direito. São Paulo: Saraiva, 1914-1981. v. 58, p. 290-295.

DANTAS, San Tiago. Programa de direito civil: aulas


proferidas na Faculdade Nacional de Direito. Rio de Janeiro: Rio, 1942-1945.

FERREIRA, Pinto. PERSONALIDADE – I. In:


ENCICLOPÉDIA Saraiva do Direito. São Paulo: Saraiva, 1914-1981. v. 58, p. 208-214.

SIDON, J. M. Othon. PERSONALIDADE II. In:


ENCICLOPÉDIA Saraiva de Direito. São Paulo: Saraiva, 1914-1981. v. 58, p. 214-226.

WALD, Arnoldo. Curso de direito civil brasileiro:


introdução e parte geral. 8.ed. rev., ampl. e atual. com colaboração do Prof. Álvaro Villaça
Azevedo. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1995.

11) Debate: início da personalidade do ser humano (análise de casos práticos


em equipes - divisão da turma em grupos, para que apresentem sua
argumentação oral a respeito do tema).

Sugestão para leitura:

MEIRELLES, Jussara Maria Leal de. A vida humana embrionária e sua


proteção jurídica. Rio de Janeiro: Renovar, 2000.

12) Aula expositiva: fim da personalidade do ser humano.

13) Exercício sobre ausência.

14) Aula expositiva: Incapacidade absoluta e incapacidade relativa.


15) Aula expositiva: incapacidades (continuação). Emancipação.

16) Leitura e exercícios: Direitos da Personalidade: noções conceituais;


classificação e proteção.

Sugestões de leitura para esta aula e para a aula seguinte:

BITTAR, Carlos Alberto. Os direitos da personalidade. 5. ed. rev., atual. e


aum. por Eduardo C. B. Bittar, Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2001.

CORTIANO JUNIOR, Eroulths. Alguns apontamentos sobre os chamados


direitos da personalidade. In: FACHIN, Luiz Edson. (Coord.). Repensando fundamentos do
direito civil brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro: Renovar, 1998. p. 31-56.

DONEDA, Danilo. Os direitos da personalidade no novo código civil. In:


TEPEDINO, Gustavo. (Coord.). A parte geral do novo código civil: estudos na perspectiva
civil-constitucional. Rio de Janeiro: Renovar, 2002. p. 35-58.

GOMES, Orlando. Direitos de personalidade. Revista Forense, Rio de Janeiro,


v. 216, p. 05-10, out./nov./dez.1966.

_____. Introdução ao direito civil. 15.ed. atual.e notas de Humberto Theodoro


Junior. Rio de Janeiro: Forense, 2000.

PINTO, Paulo Mota. Notas sobre o direito ao livre desenvolvimento da


personalidade e os direitos de personalidade no direito português. In: SARLET, Ingo Wolfgang.
(Coord.). A constituição concretizada: construindo pontes com o público e o privado.
Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2000. p. 61-83.

SIDON, J. M. Othon. PERSONALIDADE II. In: ENCICLOPÉDIA Saraiva de


Direito. São Paulo: Saraiva, 1914-1981. v. 58, p. 214-226.

VENOSA, Sílvio de Salvo. Direito civil: parte geral. São Paulo: Atlas, 2003. p.
241-294.

17) Leitura e exercícios: Direitos da Personalidade: noções conceituais;


classificação e proteção.

18) Aula expositiva: Individualização da pessoa natural. Noções gerais. Nome.


Estado. Domicílio.

Sugestão para leitura:

AMARAL, Francisco. Direito Civil: Introdução. 5. ed. rev. atual. e aum. de


acordo com o novo Código Civil. Rio de Janeiro: Renovar, 2000, capítulo VI (Sujeitos de Direito.
A Pessoa Física).

19) Exercício sobre domicílio.

20) 1ª. Avaliação: Prova de múltipla escolha (10 questões), a ser realizada em
duplas determinadas pela professora, sobre todo o conteúdo ministrado até a
aula anterior, inclusive. Valor máximo para o semestre: 10 (dez) pontos.
21) Correção da prova: gabarito. Aula expositiva: Pessoa jurídica: noção geral;
natureza jurídica da pessoa jurídica. Para a aula seguinte, os alunos deverão
trazer pesquisa sobre a classificação das pessoas jurídicas no Direito
Brasileiro.

Sugestão de leitura para esta aula e as duas posteriores:

AMARAL, Francisco. Direito Civil: Introdução. 5. ed. rev. atual. e aum.


de acordo com o novo Código Civil. Rio de Janeiro: Renovar, 2003, capítulo VIII (Sujeitos de
Direito. A Pessoa Jurídica).

DANTAS, San Tiago. Programa de direito civil: aulas proferidas na


Faculdade Nacional de Direito. Rio de Janeiro: Rio, 1942-1945.

SILVA, Wilson Melo da. Pessoas jurídicas. Revista Forense, Rio de


Janeiro, v. 228, p. 15-25, out./nov./dez.1969.
PANTOJA, Teresa Cristina G. Anotações sobre as pessoas jurídicas. In:
TEPEDINO, Gustavo. (Coord.). A parte geral do novo código civil: estudos na perspectiva
civil-constitucional. Rio de Janeiro: Renovar, 2002. p. 35-58.

VENOSA, Sílvio de Salvo. Pessoas jurídicas no direito atual. In:_____.


Direito civil: parte geral. São Paulo: Atlas, 2003. P. 241-294.

22) Explicações iniciais: Pessoa jurídica. Gênese. Princípios gerais. Exercício:


classificação das pessoas jurídicas.

23) Exercício: Sociedades, Associações e Fundações: início, funcionamento e


extinção.

24) Desconsideração da personalidade da pessoa jurídica. Leitura e análise


crítica de textos sobre o tema.

2 5 ) Os chamados grupos despersonalizados.

26) Aula expositiva – Objeto da relação jurídica. Considerações gerais: bens e


coisas. Noção jurídica de bem. Classificação dos bens: importância.
Divisão da turma em equipes para as apresentações dos seminários sobre a
Classificação dos bens. Explicações gerais sobre os temas e as
apresentações. Valor máximo individual para o semestre: 02 (dois) pontos.
Os alunos apresentarão os seminários em equipes, mas a avaliação será pelo
desempenho individual. O não comparecimento implicará a atribuição do grau
zero ao aluno faltante. Em cada aula, logo após a apresentação das equipes do
dia, haverá esclarecimentos de dúvidas à turma, pela Professora, sobre as
classificações dos bens apresentadas.

Sugestões para leitura:

ANDRADE, Manuel A . Domingues de. Teoria geral da relação


jurídica. Vol. I (Sujeitos e Objecto). Coimbra: Almedina, 1974.
AMARAL, Francisco. Direito Civil: Introdução. 5. ed. rev. atual. e
aum. de acordo com o novo Código Civil. Rio de Janeiro: Renovar, 2003, capítulo IX (Objeto da
Relação Jurídica. Os Bens).

27) Classificação dos bens. Exposição verbal em equipe (nºs. 1 e 2).

28) Equipes nºs 3 e 4

29) Equipes nºs 5 e 6

30) Equipes nºs 7 e 8

31) Equipes nºs 9 e 10

32) Equipes nºs 11 e 12

33) 2ª. Avaliação: Prova individual objetiva (08 questões) sobre todo o
programa ministrado até a aula anterior, inclusive. Valor máximo para o
semestre: 08 (oito) pontos.

34) Correção da prova (gabarito).

35) Aula expositiva: Patrimônio: definição; acepções.

36) Exame final: apenas para os alunos que não atingiram a média 7 (sete
inteiros) para aprovação, após o seguinte cálculo:

(Nota da 1ª. Avaliação) + (Nota da 2ª Avaliação somada à nota do Seminário)


2
Matéria: todo o programa ministrado.
Prova individual objetiva (10 questões). Valor total: 10 (dez) pontos.

OBS: 1. Havendo suspensão das atividades em sala de aula por ordem da Direção
(palestras ou outros motivos), as mesmas serão realizadas na data marcada para a
aula seguinte.
2. Indicações bibliográficas complementares serão efetuadas pela Professora,
conforme se mostrem necessárias e oportunas.
3. Exercícios em sala de aula poderão ser pontuados, a critério da Professora,
no valor de 01 ponto cada exercício certo, a ser acrescido na nota do exame final. A
cada pontuação, a Professora fará os registros no mesmo dia do exercício efetuado e
avisará aos alunos.
4. Não haverá “arredondamento” de qualquer nota e nem pontuação extra na
média final.