You are on page 1of 8

Ficha de Avaliação Formativa Avaliação:

Português Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua


Funcionamento da Língua
Recorde
Nome e turma: Usa-se o sufixo -esa:
— nos femininos dos gentílicos em -ês: francesa — portuguesa — inglesa — irlandesa — braguesa —
marselhesa.
Nomes concretos e abstractos — nos femininos de certas dignidades: baronesa — duquesa — marquesa — consulesa.
— nos nomes derivados dos verbos em -der. despesa, presa, defesa.
Os nomes concretos designam pessoas, animais ou coisas pertencentes ao mundo real, ao meio físico.
Nomes colectivos
Exemplos:
O teu cão é bonito. Os nomes colectivos exprimem, no singular, a ideia de muitas pessoas, animais ou coisas pertencentes a uma
Tenho um disco novo. mesma classe.
Aquela é a irmã dela.
Exemplos:
Os abstractos designam acções, qualidades ou estados. Um conjunto de estrelas chama-se constelação.
Um conjunto de bananas ou uvas chama-se cacho.
Exemplos:
A bondade é uma grande virtude.
I — Complete os espaços em branco com as palavras adequadas:
Felizmente tenho boa saúde.
Na Primavera aparecem ______________ de andorinhas.
I — Organize em duas colunas os nomes seguintes, conforme sejam concretos ou abstractos:
O meu avô tem uma ______________ de cães de caça.
Hoje vi um ______________ de pargos no Aquário Vasco da Gama, em Algés.
saudade, ideia, hospital, semana, montanha, fama, escola, desporto, orgulho, inteligência, exercício,
Os deputados constituem a ______________ da República.
televisão, valentia, homem, árvore, opinião, verdade, canção, livro, velhice
No Alentejo há muitas ______________ de porcos.
O Papa é eleito em Roma por um ______________.
II — Escreva frases em que utilize cinco nomes concretos e cinco nomes abstractos.
Os Açores são um ______________.
Perdi um ______________ de chaves esta tarde.
III — Sublinhe nos textos seguintes os nomes concretos e abstractos, e classifique-os.
II — Mesmo exercício:
a) «— Qual é o nome? — perguntaram as crianças.
— Solidariedade.
Uma grande quantidade de
— O que é?
peixes formam ___________________________________________________________________
— Solidariedade é amizade, ternura, compreensão e amor. É participar na alegria e tristeza das
abelhas formam __________________________________________________________________
pessoas.
lobos formam ____________________________________________________________________
— E é ensinar os outros? — perguntaram os meninos.
aviões formam ___________________________________________________________________
— Sim, é ensinar os outros, para que cheguem a ser professores, médicos, engenheiros.»
árvores de fruto formam ___________________________________________________________
(Sidónio Muralha)
castanheiros formam ______________________________________________________________
porcos formam ___________________________________________________________________
b) «Tinham sobretudo esperança que o avô lhes trouxesse daquele maravilhoso chocolate galego,
navios formam ___________________________________________________________________
negro e duro, em pranchas quadriculadas no papel gorduroso que a mãe ralava e fervia com leite, mas
pessoas formam __________________________________________________________________
esperava-os desta vez um desapontamento. Para os netos foi um desgosto, uma jornada perdida.»
laranjas formam __________________________________________________________________
(José Rodrigues Miguéis)
espigas de trigo formam ___________________________________________________________
c) «Era o leão que dirigia a manobra. Conquistava o terreno passo a passo, mais silencioso que o
III — Faça frases com os colectivos:
silêncio, mais paciente que a paciência, mais atento do que a atenção. A leoa seguia-o, repetia os seus
movimentos.»
ninhada colmeia
(Henrique Galvão)
arvoredo criançada
casario companha
IV — Mesmo exercício que I:

ladrão, férias, fidelidade, bola, força, flor, estrada, adolescência, atenção, palavra, riso, amizade,
música, formiga, escola, poesia, poema, quintal, alegria, história

2
Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua

Género dos nomes I — Dê o feminino de:


hortelão — figurão — alemão — castelão — pagão — sultão — patrão — valentão — coimbrão —
Regras gerais: irmão — perdigão — ladrão
1 — Os nomes acabados em -o ou -e mudam a vogal final para -a no feminino:
gato — gata
infante — infanta II — Mesmo exercícios:
2 — Os nomes acabados em consoante formam o feminino acrescentando -a: beirão — bretão — leão — aldeão — bonacheirão — mandrião — cidadão — órfão — cortesão —
camponês — camponesa barão — lebrão
escritor — escritora
aprendiz — aprendiza Género dos nomes (com palavra diferente)
Muitos nomes formam o feminino com uma palavra diferente.
Nome ambíguo quanto ao sexo da entidade (ser humano)
Nome comum de dois referida.
(um/uma) jornalista
Dê o feminino de:
Nome que dispõe de um único valor de género qualquer que cônjuge
Nome sobrecomum seja o sexo da entidade (ser humano) referida. testemunha cão ________________________________ padrinho ____________________________
frade _______________________________ pai ________________________________
Nome que dispõe de um único valor de género qualquer que corvo-macho, corvo-fêmea;
Nome Epiceno seja o sexo da entidade referida (ser animado não humano). pardal ______________________________ zangão _____________________________
águia-macho, águia-fêmea.
rapaz _______________________________ jogral ______________________________
rei _________________________________ maestro ____________________________
I — Escreva o feminino de:
réu _________________________________ rajá ________________________________
lobo — mestre — marquês — juiz — monge — senhor — espanhol — explicador — governante
bode _______________________________ compadre ___________________________
boi _________________________________ genro ______________________________
II — Mesmo exercício:
carneiro _____________________________ homem _____________________________
freguês — professor — tio — pombo — aluno — leitor — pintor — parente — elefante
cavalheiro ___________________________ macho _____________________________
Género dos nomes em -or e -eu:
cavalo ______________________________ macho _____________________________
Terminados em –or padrasto ____________________________ marido ______________________________
-ora
-eira nome animado homem, cão, multidão, Ana, portugueses
cantor — cantora
cantador — cantadeira nome não animado porta, poesia, flora, planeta, Portugal
Alguns terminados em –tor e –dor podem ser diferenciados como partes O aluno estudou muito para o teste.
-triz nome contável singulares ou partes plurais de um conjunto
actor — actriz
imperador — imperatriz
A farinha é um ingrediente essencial dos bolos.
Terminados em –eu em que não é possível distinguir partes
-eia nome não contável singulares de partes plurais Essa peça de bronze devia estar no museu.
ateu — ateia A educação é essencial para a democracia.
mas:
judeu—judia Determinantes

I — Dê o feminino dos seguintes nomes: Os determinantes acompanham sempre um nome.


pastor — remador — cerzidor — vendedor — embaixador — director — europeu — plebeu
definidos: o, a, os, as o amigo
Artigo
II — Mesmo exercício: indefinidos: um, uma, uns, umas um ciclista
senhor — professor — imperador — lavrador — tecedor — actor — hebreu — judeu
este — perto do emissor Está aqui este aluno.
Demonstrativo esse — perto do receptor Tens aí esse livro.
Género dos nomes terminados em -ão:
Formam o feminino de três maneiras: aquele — longe de ambos Olha aquele barco acolá.
em ã:
anão — anã meu/s / teu/s / seu/s
o meu amigo (Normalmente são antecedidos
em -ona: minha/s / tua/s / sua/s
Possessivo por um determinante artigo
chorão — chorona nosso/s / vosso/s definido)
em oa:
a nossa casa
nossa/s / vossa/s
patrão — patroa
Mas: barão/baronesa — ladrão/ladra — sultão/sultana — perdigão/perdiz — lebrão/lebre Nulo sem realização lexical Quero [-] flores bonitas.

3 4
Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua

I — Sublinhe os determinantes demonstrativos que encontrar: todo/s toda/s


ambos Todo o homem é mortal.
Quantificador universal
Esta casa está cheia de flores. cada Qualquer animal selvagem sabe procurar comida.
Neste momento, há um rapaz que gosta de mim, um inglês. qualquer
Que susto me pregou, com essa cara!
Olhem aquele monte ali em frente. É longe, não é? Quantificador numeral um, dois, três, quatro, ... Comprei duas camisolas.
Aquele sujeito mora ali há muito tempo?
Houve tudo quanto se faz em tais ocasiões. I — Complete com o quantificador interrogativo adequado:
________ dia é hoje?
I — Sublinhe os determinantes possessivos: ________ mal me havia de fazer?
Não sei ________ livro hei-de ler.
A nossa casa é pequena. O meu carro é um Fiat. Tens o teu cão vacinado? As minhas calças estão ________ é o hotel, em ________ rua fica?
amachucadas. A pasta dele é de couro. ________ deles tinha coragem para começar?

II — Mesmo exercício: I— Sublinhe e classifique os quantificadores:


a) Alguns automóveis não chegam ao fim desta prova.
A Formiga Miga vive num formigueiro do meu quintal. Sabes? — disse-me ela — vou mascarar-me b) Quaisquer dois passos o cansam.
este ano no Carnaval. c) Certos homens ergueram-se acima do seu tempo.
— E qual vai ser o teu disfarce? d) Cada coisa a seu tempo tem seu tempo.
— Somos um grupo e vamos vestidos de letras. Apesar do trabalho conseguimos tempo para os nossos e) Com eles podes arranjar alguma coisa.
divertimentos.
— O meu B já está pronto — disse o Formi que passou entretanto — e o teu L? II — Mesmo exercício:
— Vou-vos deixar com os vossos preparativos - disse eu. a) Eu não posso viver muito tempo na mesma casa, na mesma rua, no mesmo sítio.
(adapt. de um texto de J. Lucília) b) Nunca ouvi tal coisa!
c) Digo-te que tal opinião não me agrada!
Recorde d) O mesmo caso se deu ontem!
Escrevem-se com x (=z): e) Essa outra história não parece verdadeira.
exaltar — exalar — exalçar — exame — exangue — exausto — exercício — exibição — exíguo f) Este Brás! Este Brás! Não lhes digo nada.
g) Estes homens e estas mulheres nasceram para trabalhar.
Quantificadores
III — Mesmo exercício:
Palavra que especifica um nome, precedendo-o, e que contribui para a construção do seu valor referencial, com a) Qualquer caminho em qualquer ponto seu em dois se parte
informações sobre o número, a quantidade ou a parte das entidades designadas. b) Não havia nela senão aspiração à grandeza verdadeira; nenhum egoísmo, nenhuma vaidade!
c) Não escreveu, que eu saiba, livro algum.
Os quantificadores podem ser: indefinidos, interrogativos, relativos, universais e numerais.

algum IV — Mesmo exercício:


certo Eu, Marília, não fui nenhum vaqueiro, fui honrado pastor da tua aldeia.
pouco Algumas raparigas são tímidas. Todos os homens caminhavam em silêncio. Já não era uma Judite qualquer. Outro dia fui à casa do
tanto Uma certa animação é indispensável! Sebastião.
Quantificador indefinido outro Ele fica no mesmo lugar.
bastantes Aquele outro relógio está certo.
vário Tais frases nunca eu tinha visto.
mesmo
tal…

que Que disco preferes?


Quantificador interrogativo qual / quais Qual dos carros é o do teu pai? Recorde:
quanto/s / quanta/s Quantos discos queres? Escrevem-se com x (=cs):
amplexo — anexo — axila — complexidade — fixo — maxila — óxido — saxofone — sexo — sílex — tórax
cujo(a, s) Vou comer quantos chocolates encontrar. — fluxo — hexágono
Quantificador relativo
quanto(a, s) Encontrei o realizador cujo filme foi premiado.

5 6
Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua

Pronomes I — Complete com os pronomes que faltam:


________ sei bem esta lição.
Forma tónica: eu, tu, você, ele / ela, nós, vós, vocês, eles / elas; mim, ti, si.
Pessoal ________ leste melhor ontem.
Forma átona: me, te, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes, se.
________ dá tudo o que tem aos amigos.
se, si (que pode ocorrer na Eu lavei-me com gel de banho. ________ sabem isto de cor.
reflexo contracção “consigo”), me, Oferecemo-nos uma viagem ao Quénia. ________ compramos tudo em saldo.
te, nos, vos. Eles só falam de si (próprios / mesmos).
II — Substitua as expressões em itálico por pronomes pessoais:
recíproco se Eles magoaram-se (uns ao outros). a) Viste esse filme?
b) Dá um presente a tua mãe.
Diz-se que o João vendeu a casa. (= Há quem diga que c) Ele falou com os nossos amigos.
“se” o João vendeu a casa) d) Onde compraste essa blusa?
se
impessoal Vende-se maçãs. (= Há quem venda maçãs / Há pessoas e) Falaste ao João e à Maria?
que vendem maçãs)
f) Viste o João e a Maria?
Vendem-se maçãs. (= Maçãs são vendidas)
“se” III — Mesmo exercício:
se Ouvem-se ainda vozes na sala. (= São ainda ouvidas
passivo a) Compras o livro?
vozes na sala)
b) Não compro o livro, compro antes a revista.
Eles atreveram-se a mentir? c) Levas o jornal ao João?
“se” Ele riu(-se) da Margarida. d) Tomam um refresco?
me, te, se, nos, vos
inerente O barco afundou-se por causa do temporal.
O gelado derreteu(-se) com o calor. IV — Mesmo exercício:
a) Quando ele deu a prenda à irmã, a irmã ficou contente.
Relativo refere-se, em geral, a um termo anterior — o antecedente.
b) Se tu comprares uma cautela ao cauteleiro, ajudas o homem.
Invariável que — quem — onde Conheço quem te pode ajudar. c) Levaram os vossos amigos a casa?
d) Leram aquele artigo no jornal?
o qual — a qual — os quais
Variável — as quais — quanto — Encontrei o livro de que me falaste.
V — Complete com pronomes relativos:
quanta — quantos — quantas
a) O carro ________ te emprestei ontem não é mau.
Demonstrativo b) A aldeia ________ moro é distante de um grande centro.
Isto incomoda-me. c) Os alunos ________ trabalhos estão bons vão ficar todos contentes.
Forma tónica isto, isso, aquilo…
Este rapaz é um palerma e aquele também. d) Os pais com ________ falei eram muito simpáticos.
e) Fiz ________ pude para te ajudar.
Forma átona o Ele disse-o (= ele disse isso / ele disse que...) f) Há situações perante ________ não sabemos bem como reagir.
Todos vieram à festa.
Alguém bateu à porta. VI — Mesmo exercício:
Indefinido alguém, ninguém, todos… Ele comeu tudo. a) Não serás tu ________ o vês assim?
Ninguém lhe telefonou. b) Só a febre aumentou um pouco ________ não admirará ninguém.
Tu compraste muitos livros mas eu só comprei alguns. c) Há pessoas ________ aversão e desprezo honram mais que os seus louvores e amizade.
d) Entrava-se de barco pelo corredor da velha casa ________ onde eu morava.
Quem encontraste?
o que, o quê, quem, que, e) Hoje penso ________ faço.
Interrogativo Fizeste o quê?
porque, porquê, como, onde f) Não diz nada ________ se aproveite, esse rapaz!
Quantas encontraste?
g) Feliz é ________ tiver netos de ________ tu sejas avó!
Possessivo h) Os filhos, quatro crianças, a mais velha ________ teria oito anos, rodeavam-no aos gritos.
- meu, minha, meus, minhas
Um possuidor - teu, tua, teus, tuas VII — Mesmo exercício:
- seu, sua, seus, suas Os meus filhos estão óptimos, e os teus? a) A mim ________ converteu foi o sofrimento
Encontrei muitas fotografias da Ana no sótão; tuas, não b) O Luís ________ cuidava da horta de cima, era pai de uns sete ou oito, alguns ________ já
- nosso, nossa, nossos, nossas encontrei.
Vários possuidores - vosso, vossa, vossos, vossas
principiavam a ajudá-lo.
- seu, sua, seus, suas c) A senhora a ________ cumprimentara era a esposa do tenente-coronel Veiga.
d) Em tudo ________ olhei fique em parte.
e) Ainda não sei mesmo ________ vou buscar as flores.

7 8
Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua

f) Herculano é para mim, nas letras, depois de Camões, a figura em ________ espírito e em ________
obra sinto com plenitude o génio heróico de Portugal. Recorde:
g) Havia ocasiões em ________ me revoltava. Escrevem-se com z final:
h) Vendia cautelas, o ________ requer muito cálculo, muito olho e muita porfia. albatroz — albornoz — alcatruz — algeroz — almofariz — andaluz — antraz —arroz — assaz — atroz —
i) O ministro ________ acabara de jantar, fumava calmo e pacífico. capataz — capaz — capuz — cariz — cartaz — catrapuz — cicatriz — codorniz — cruz — desfaçatez

VIII — Empregue cada um dos pronomes relativos em duas frases imaginadas por si. I— Sublinhe os pronomes e classifique-os:
IX — Complete com pronomes relativos: Quando lhe compro um livro ele empresta-mo sempre. Aqui estão cinco gravuras; põe-se cada uma em
Os alunos ________ frequentam este curso têm imensa coragem! ________ aqui passa as sua gaveta. A quem entregaste a carta? Chegaram vários convidados; serão aqueles que esperavas? Toma
suas férias tem uma grande força de vontade. Aquilo ________ te disse ontem é verdade. o teu bilhete; onde puseste o meu? Alguém falou. De que fala ele?
O filme de ________ me falaram deve ser interessante. ________ mo aconselhou tem muito bom
gosto. Trata de um tema sobre ________ costumamos discutir e perante ________ as nossas opiniões II — Mesmo exercício:
divergem. ________ o fez foi o realizador ________ técnica é excelente. Além disso, o cinema
________ está é perto da nossa casa; eis vários argumentos perante não podes deixar de vir comigo ao Algo me fez desconfiar dele. Faz aquilo que prometeste. Ajuda-me a resolver os meus problemas, que
cinema! eu ajudo-te a resolver os teus. Os estrangeiros partiram cada qual para o seu país. Não levo nada. Que me
dizes? Isso acaba-se já. Alguém bateu a porta. Não sei quem te escreveu. A minha profissão é aquela que
Determinantes, quantificadores e pronomes mais me agrada.
Demonstrativos – possessivos – interrogativos – indefinidos – relativos
Os demonstrativos, os possessivos, os interrogativos, os indefinidos e os relativos se em vez de III — Sublinhe os determinantes, quantificadores e pronomes que encontrar neste texto e faça a sua
acompanharem um nome estiverem em vez de um nome são considerados pronomes. análise.

Este livro e aquele são meus. «Horácio levava as costas uma ovelha doente, Libânio conduzia outra. E Tónio e Aniceto, que
marchavam leveiros, em breve os revezariam no transporte dos animais. Dos alforges de todos eles saíam
Pronome demonstrativo cabeças de borreguinhos. Iam oito ali, outros oito sobre os burros, que avançavam lentamente, cansados
também. Os cães levavam a língua de fora. E todos os do desfile pastoril vinham esfomeados, menos os
Determinante demonstrativo
anhos que iam por seu pé e mamavam nas mães sempre que lhes apetecia.»
(Ferreira de Castro)
O meu carro e o teu são azuis. IV — Mesmo exercício:
Pronome possessivo
«Mais adiante, outra criança, que era rica, mimada, caprichosa e estava, com a mãe, no terraço de uma
Determinante possessivo moradia nova, pediu:
— Mama, dá-me aquele carneirinho que tem as orelhas esticadas...
— Está bem; logo to dou.
Que dia é hoje? Mas ao ver que a mãe não fazia movimento algum e, entretanto, o cordeirinho se ia afastando, metido
no alforge, a criança começou a chorar e a bater com as mãozitas fechadas sobre a balaustrada do terraço:
Quantificador interrogativo —Eu quero o carneirinho! Eu quero o carneirinho que tem as orelhas esticadas!»
(Ferreira de Castro)
V — Mesmo exercício:
De que fala ele?
«Outro dia, ali no Rossio, iam a nossa frente dois chineses. Turistas, talvez. Eram coisa nova na
Pronome interrogativo cidade. Atraíam as atenções cansadas: interrompiam-se aquelas conversas graves a porta do Nicola, os
meninos de cabelos compridos suspendiam, por momentos, a sua denguice, os ardinas calavam o seu
pregão contínuo...
Certos rapazes são irrequietos; alguns mais que outros. De óculos redondos pousados no nariz, muito calmos, falando um com o outro, os dois chineses
passavam, discretos por entre a multidão. Evitavam, com elegância, o encontrão dos apressados — e nos
Quantificador indefinido Pronomes indefinidos (eu e um camarada), ocasionalmente na sua peugada, íamos escutando sílabas sonoras, misteriosas. Que
diriam eles? Não sabíamos, mas agradava-nos essa língua, longínqua, ali ouvida no Rossio de todos os
dias, gasto, sem novidade.»
O livro cuja lombada é azul está na prateleira onde o deixaste. (Pedro Alvim)

Quantificador relativo Pronome relativo

9 10
Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua

Adjectivo I — Indique os graus dos adjectivos das frases seguintes:

É uma palavra variável que acrescenta uma informação sobre o nome que acompanha. É um dos modificadores O Luís e fortíssimo. Este homem muito inteligente faz conferências mais interessantes que o colega.
do nome. Varia em género, número e grau. Esta rapariga e a mais elegante do grupo. Estes sapatos são os menos caros que encontrei. A Sofia parece
tão preocupada com os estudos como as irmãs. Este carro preto e velocíssimo. Aquela casa arruinada e
Adjectivo numeral O segundo filho é sempre mais calmo.
paupérrima. Este caderno e menos grosso que o teu.
O caderno novo é azul.
Adjectivo qualificativo As casas brancas são raras. II — Ponha os adjectivos seguintes no comparativo de superioridade e complete as frases:
Este rapaz é muito inteligente.
Este aluno e bom ____________________________________________________________________
I — Nas expressões seguintes, sublinhe os adjectivos. Aquele animal e mau _________________________________________________________________
Um jornal diário. A cultura portuguesa. Um homem perverso. O livro grande. Uma clara manhã de Este edifício e grande ________________________________________________________________
Primavera. Uma grande mulher. Uma planta rara e exótica. Dois pássaros velozes. Aquele carro preto. Este jardim e pequeno ________________________________________________________________
Um cão de raça meigo. O único livro acessível. Uma inteligência lúcida. Uma pessoa simples. O vidro
fosco. Uma casa arruinada. III — Ponha os adjectivos das frases seguintes no superlativo relativo de superioridade:

II — Nas frases seguintes, sublinhe os adjectivos: Este rapaz e grande __________________________________________________________________


Entretanto anoitecera, e o arraial abria na escuridão da serra uma clareira luminosa, intensa de vida e Este rio e pequeno ___________________________________________________________________
paixão. Este filme e mau ____________________________________________________________________
(M. Torga) Este livro e bom _____________________________________________________________________
Acordada pela luz da manhã que rompia calma e diáfana, a serra mostrava os largos horizontes
batidos. IV-— Escreva o superlativo absoluto sintético de:
(M. Torga)
As rodas de fogo de artifício [...] eram agora a imagem desoladora do transitório, tortas e bom — _____________________________ simples — __________________________
desmanteladas nos eixos. nobre — ____________________________ mau — _____________________________
(M. Torga) grande — ___________________________ frio — ______________________________
Casas brancas de cal, atarracadas, perdiam-se na distância. sábio — _____________________________ amigo — ___________________________
(S. P. Gomes) pequeno — __________________________ doce — _____________________________
O sítio é apenas um montão de pedras encravadas na terra negra e húmida.
(M. da Fonseca) V — Mesmo exercício que o anterior:
Começava com o cabelo... Com uma escova chata, redonda e dura, acamava o cabelo, corredio e loiro,
no alto; com uma escova estreita e recurva [...] ondeava o cabelo sobre a orelha; com uma côncava [...] amável — ___________________________ cruel — ____________________________
empastava o cabelo, por trás, sobre a nuca [...]; com uma escova leve e flácida recurvava as sobrancelhas. original — ___________________________ feliz — _____________________________
(Eça de Queirós) terrível — ___________________________ fiel — ______________________________
antigo — ____________________________ vulgar — ___________________________
Grau dos adjectivos capaz — ____________________________ amargo — __________________________

Normal O João é inteligente Preposições


superioridade Ele é mais inteligente que o José As mais usuais:
Comparativo de igualdade Ele e tão inteligente como a Inês Preposição Locução prepositiva
inferioridade Ele e menos inteligente que a Ana a de perante abaixo de a respeito de em vez de
ante desde por acerca de atrás de graças a
superioridade O João é o mais inteligente desta turma após durante sem a fim de defronte de para com
relativo de
inferioridade Ele é o menos inteligente do grupo de escuteiros até em sob além de em cima de perto de
Superlativo com entre sobre antes de em direcção a por causa de
analítico O João é muito inteligente contra para trás ao lado de em torno de …
absoluto
sintético O João é inteligentíssimo
As preposições, a, de, por e em podem aparecer contraídas com alguns determinantes ou pronomes:
a+a=à a + aquele = àquele
de + o = do de + ela = dela
em + os = nos por + o = pelo

11 12
Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua

I — Preencha os espaços em branco com as preposições adequadas: I — Sublinhe os advérbios e analise-os:

Eu vou sempre _____ (a) escola _____ aquela rua que está cheia _____ lojas _____ coisas bonitas. Cheguei devagar.
— Amanhã vais _____ (a) praia? Estão muito contentes.
— Eu vou___ (a) praia, ou vou _____ (o) cinema. Talvez até vá _____ (a) praia _____ manhã e _____ Ele trabalha bem melhor quando está calmo.
(o) cinema _____ (a) tarde. Os advérbios não variam em género nem em número, mas alguns variam em grau:
— Se fores, _____ quem vais? Ele trabalhou pior que o amigo.
— Vou _____ o João e ou vamos _____ autocarro, ou vamos _____ pé.
II — Mesmo exercício:
II — Mesmo exercício que I:
Esta manhã acordei cedo, levantei-me logo e arranjei-me cuidadosamente. Saí depressa de casa, pois
Hoje comprei um quilo _____ pêssegos, _____ maior, _____ a casca muito fina. Eram _____ comer e não gosto de chegar atrasado e moro longe da escola. Possivelmente se assim não tivesse feito, teria
chorar _____ mais! chegado muito tarde, pois até na minha rua o trânsito não avançava.
_____ Segunda-feira fomos _____ loja _____ país _____ Teresa. É uma loja _____ roupa _____ gente
nova, _____ umas ideias muito engraçadas. Fiquei mesmo _____ vontade _____ comprar uma saia que lá III — Mesmo exercício:
vi.
Logo depois, recomeçou a chover. (O. Lins)
III — Mesmo exercício: Você compreendeu-me mal. (A. Negreiros)
O almoço decorria agora lentamente. (R. Santos)
_____ fim _____ tarde vamos _____ Cascais. Vamos _____ carro _____ Marginal, e quando Antes de partir, teve com o padre uma derradeira conversa, muito edificante e vasta. (Br. da Fonseca)
chegarmos podemos jantar _____ (um) restaurante perto _____ baía, _____ muitos pratos _____ peixe e Ficou completamente imóvel. (Br. da Fonseca)
_____ marisco. Mas passei a noite mal! Bem mal? (J. Régio)
Infelizmente nem o médico lhes podia valer. (M. Torga)
Advérbios Fernandes sorriu em silêncio. (E. Veríssimo)
Vou começar por aqui. (M. da Fonseca)
Palavras que modificam ou intensificam o sentido do verbo, do adjectivo, de outro advérbio ou da
frase. III — A partir dos seguintes adjectivos forme os advérbios correspondentes:
Advérbio
Abaixo, acima, adiante, aí, além, ali, aquém, provável — fiel — passivo — grande — activo.
de lugar aqui, atrás, através, cá, defronte, dentro, Os rapazes dormem ali.
detrás, fora, junto, lá, longe, onde, perto,... Conjunções
Agora, ainda, amanhã, antes, breve, cedo, São palavras que ligam duas orações ou dois termos semelhantes da mesma oração.
de tempo depois, então, hoje, já, jamais, logo, nunca, A festa de anos do João é amanhã.
adjunto
ontem, outrora, sempre, tarde,... Há duas espécies de conjunções:
— coordenativas (copulativas, adversativas, disjuntivas e conclusivas)
Assim, bem, debalde, depressa, devagar, — subordinativas (temporais, finais, causais, concessivas, condicionais, comparativas, consecutivas e completivas)
mal, melhor, pior e muitos dos advérbios
de modo O João dormiu bem esta noite.
terminados em -mente, como Estude as conjunções numa gramática.
amavelmente, lentamente,...

Certamente, efectivamente, naturalmente, realmente, I— Sublinhe as conjunções e classifique-as:


Naturalmente, este foi o melhor
disjunto possivelmente, provavelmente, felizmente,
espectáculo da temporada. Anoitece mas a vida não cessa. (R. Brandão)
infelizmente, francamente, obviamente...
Como as pernas trôpegas exigiam repouso, descia raro à cidade. (Gr. Ramos)
Primeiro batem-se os ovos com o Não saberei nunca escrever sobre ele, embora tenha tentado mais de uma vez. (F. Sabino)
Assim, contrariamente, consequentemente, depois, açúcar, seguidamente deita-se o leite e a Não bastava a sua boa vontade para que tudo se arranjasse. (A. Negreiros)
conectivo especificamente, finalmente, melhor, nomeadamente, farinha, finalmente leva-se tudo ao forno. Sempre que posso vou onde as recordações me chamam. (M. Torga)
primeiramente, primeiro, seguidamente, segundo… Os governantes, melhor, alguns políticos Se aquele entrasse, também os outros poderiam entrar. (Br. da Fonseca)
deste governo, não têm escrúpulos.

de negação Não, nunca, nada, jamais, menos, nem… O João não comprou flores à Ana

13 14
Ficha de Avaliação Formativa Funcionamento da Língua

II — Mesmo exercício:

Tanto tenho aprendido e não sei nada. (F. Espanca)


O Antunes das duas uma: ou não compreendia bem ou não ouvia nada do que lhe dizia o seu
companheiro. (A. Negreiros)
Foi tão ágil e rápida a saída que Jandira achou graça. (C. dos Anjos)
Nas duas frases a experiência é a mesma. Na primeira não instrui, logo prejudica. (A. Negreiros)
Dorme cá, pois quero mostrar-lhe as minhas fazendas. (A. Ribeiro)
Surgiu, como se viesse de outro mundo, inesperada e pálida. (C. de Oliveira)
João Garcia garantiu que sim, que voltava. (V. Nemésio)

Interjeições e locuções interjectivas

Exprimem diversas emoções.


De alegria: ah!, oh!, ...
De animação: eia!, vamos!, ...
De aplauso: bravo!, viva!, ...
De desejo: oh!, oxalá!, ...
De dor: ai!, ui!, ... Ai! Que me queimei!
De espanto ou surpresa: ah!, hi!, ... Oh! Que susto!
De impaciência: irra!, hem!, ... Ah! Que bom!
De invocação: ó!, psiu!, ...
De silêncio: psiu!, silêncio!, ...
De suspensão: alto!, basta!, ...
De terror: ui!, uh!, ...

I — Diga a que sentimentos correspondem as interjeições e locuções interjectivas das frases seguintes:

Deus queira que amanhã não chova!


Uf, já não podia com os sapatos!
Oh, já é meia-noite!
Viva o Carlos Lopes, viva!
Irra, que também é demais!
Pst! Faz favor!

II — Mesmo exercício:

Ui, que dei uma martelada neste dedo!


Oxalá corra tudo bem!
Ah, és tu!
Socorro! Estão-me a roubar o carro!
Caluda, que quero ouvir este disco!
Ena! Mas que vestido tão bonito!

III — Faça oito frases em que utilize interjeições e locuções interjectivas.

Recorde:
O sufixo -izar escreve-se sempre com z:
civilizar — (civil+-izar), actualizar, idealizar, divinizar, utilizar, suavizar, simbolizar

15

Related Interests