Вы находитесь на странице: 1из 4

NEAD - NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

UFSJ - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REY

PÓLO: JABOTICATUBAS-MG
DISCIPLINA: Introdução à Educação a Distância
PROFESSOR: Jorge Nei Brito
ALUNO (A): LEONARDO BATISTA VIANA CORREIA
TUTOR A DISTÂNCIA: Jacquelline Christina Oleto Viana

2018
Tarefa 1

Cresce o número de instituições de ensino que utilizam Ambientes Virtuais de


Aprendizagem (AVA) para auxiliar no aprendizado de alunos e professores. Das
diversas ferramentas disponibilizadas pelos AVA, quais você considera as mais
importantes? Quais AVA você usaria com seus alunos? Justifique sua resposta.

Os Ambientes Virtuais de Aprendizagem – AVA se apresentam


como o espaço adequado para difundir o ensino virtual a distância, dentre as
suas inúmeras ferramentas constam a título de exemplo algumas mais
conhecidas como as aulas virtuais (videoaulas), fóruns, tarefas virtuais, salas
de bate-papo, etc.

Destas ferramentas acima exemplificadas considero que como as


mais importantes se destacam as tarefas, os fóruns e as aulas virtuais. As
tarefas apresentam um aspecto muito parecido ou mesmo igual, aos trabalhos,
exercícios e questionários apresentados aos estudantes do ambiente
educacional presencial, ou seja, se apresentam como uma modalidade
tradicional de arguir o conteúdo do aluno.

Já os fóruns podem ser compreendidos como um local de debate


de um determinado assunto, ou seja, um diálogo assíncrono, tendo em vista
que as postagens são realizadas, via de regra, em momentos diferentes pelos
participantes, mas que se aproximam bastante dos debates realizados em uma
sala de aula presencial.

Por fim, as aulas virtuais (videoaulas) como sendo ainda uma


tradição importante no processo educacional, tendo em vista existir a figura do
professor como emissor de conteúdo que facilita o entendimento, apesar de
contrariar a fórmula de autoaprendizagem do aluno no ensino a distância.

No meu entendimento, em alguns casos e dependendo da


pluralidade cultural dos alunos, as aulas virtuais podem ser o método ainda
mais esclarecedor do conteúdo, pois nem sempre todos absorverão tal
conteúdo da forma almejada pela instituição educacional, cada aluno tem seu
tempo e modo de aprender, alguns com mais ou menos dificuldade do que
outros. Deste modo, nem sempre o aluno de forma individual e, apenas com a
sua leitura, conseguirá interpretar o conteúdo corretamente, sendo a instrução
de um professor através do vídeo mais esclarecedor do assunto.

BIBLIOGRAFIA:
ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Educação à distância no Brasil:
diretrizes políticas, fundamentos e práticas.

ROCHA, Marise Maria Santana da. Introdução à educação a distância. 2ed.


— São João del-Rei, MG : UFSJ, 2010.

SARTORI, Ademilde Silveira. Educação a Distância: novas práticas


pedagógicas e as tecnologias da informação e da comunicação.