You are on page 1of 48

ISSN 1516-3601 #56, MAY/2015

GET DIGITAL,
BE EXTENSIVE, READ PAPER!
by Nora Nagy
Nuevas Rutas
La trascendencia de la
cultura invisible en el
aula de lengua extranjera 
por David R. Sousa Fernández

Nouvelles Routes
L’enseignement à
distance et les étudiants
du XXIe siècle
par Luciana Canonico Cruz

Interview with
Sara Walker
by Graeme Hodgson
POR TRÁS DA
MARCA DISAL
HÁ MUITO
CRESCIMENTO
Sumário

EXCLUSIVA
PARA CLIENTES DISAL

05. Editorial
06. Opiniões
08. News
10. Interview
14. Cover Topic
19. How do you say...
in English?

20. Variedades
22. Dicas
23. Escola em Destaque
25. Slang Publisher
Renato Guazzelli
Colaboradores desta edição
Cristiane Teixeira
News
Carolina Kano
David R. Sousa Fernández Gleice Mori

26. Livros Editor


Jack Scholes
Denise Santos
Graeme Hodgson Nuevas Rutas
Jack Scholes Sara Tcharkhetian
Conselho Editorial Jane Revell

28/32. Articles Francisco Gomes de Matos


Graeme Hodgson
José Roberto A. Igreja
Lizika Goldchleger
Nouvelles Routes
Leonardo S. Bandeira
Heloisa Brito de Albuquerque Costa Luciana Canonico Cruz
• Tradução e retraduções de Medo, Karen Fraser Nancy Lake Eventos
uma novela de Stefan Zweig: o ‘eterno José Olavo de Amorim Nora Nagy Carolina Kano
retorno’ da popularidade do autor Lizika Goldchleger Raquel Abi-Sâmara Marcelo Franzoni
Lyle French Sara Walker
• Percepções do aprendiz sobre a Nancy Lake Arte: Projeto e Diagramação
escrita em língua estrangeira e o Profª Dra. Gretel Eres Fernández PromoMag Myatã Comunicação
papel das estratégias Profª Antonieta Celani Marcelo Franzoni
Sara Walker Jornalista Responsável

36. Nuevas Rutas


José Nello Marques / MTP: 14162

• La trascendencia de la cultura
A New Routes® (ISSN 1516-3601) é uma publicação Em caso de dúvidas ou mais esclarecimentos, favor entrar
invisible en el aula de lengua digital, quadrimestral destinada a profissionais em contato com o departamento de Marketing Disal:
extranjera de idiomas, institutos de idiomas, colégios de 11 3226-3100 ou newroutes@disal.com.br.
ensino infantil/fundamental/médio, universidades e
40. Nouvelles Routes faculdades.
Ela é um benefício exclusivo que a Disal oferece
Contatos comerciais:
Disal S. A. Depto. Comercial
• L’enseignement à distance et les a seus clientes em todo o Brasil e é distribuída Av. Marginal Direita do Tietê, 800
étudiants du XXIe siècle gratuitamente. CEP 05118 100 - Jaguara - São Paulo
Se você ainda não possui cadastro na Disal, faça-o Tel.: 11 3226-3100 - Televendas: 11 3226-3111

45. Atividades através do nosso site: www.disal.com.br e aproveite


mais essa vantagem de ser cliente Disal.
Fax Gratuito: 0800-7707-105 ou 0800-7707-106
e-mail: newroutes@disal.com.br

Os artigos e textos desta publicação não refletem necessariamente a opinião dos editores ou do conselho editorial, assim
47. Eventos como os anúncios veiculados são de inteira responsabilidade dos respectivos anunciantes.

04 | New Ro u t e s ® D is a l
Editorial

CONTRIBUTIONS FROM AROUND THE WORLD


New Routes® is proud and privileged to popularity of Stefan Zweig in Brazil and well-earned wisdom. She talks about
always be able publish contributions in the world, presents the reasons for the major paradigm shifts during this
from leading experts in Brazil and also a retranslation of Angst in Brazil, and period: “I think the most important one
from many other countries around the also comments on a translation strategy was when we began to take the focus off
world. In this issue, apart from Brazil, used in the recreation of the novel from the method and the teacher’s use of it
there are contributions from a variety of German to Portuguese. and started to think about the student
other countries. and the learning process. And now, of
From England we have the article by course, the revolution in technology can
The Cover Topic comes from Hungary Denise Santos - Percepções do aprendiz make an enormous contribution to both
- Get digital, be extensive, read paper! sobre a escrita em língua estrangeira e o learning and student autonomy.”
Nora Nagy asks and answers the papel das estratégias. Denise examines
questions - “How can we convince our statements made by foreign language
Sara also tells us about the two
learners about their performance in
students to read literature when they constants in her professional life: a love
written productions and discusses
hardly have time to do their homework? how the development of strategies can of teaching diplomats at the Instituto Rio
How can we get them to read on paper help these learners to deal with the and a delight in networking, generally
when most of the things we read are difficulties perceived, or even to notice through English teachers’ associations.
digital? How can we integrate reading the problems in advance. She describes herself as “a teachers’
literature in our curriculum in a digital association junkie”. But she also
world? How can we take advantage of From her home in France, renowned confesses what few people know: in her
the apps and devices our students use author Jane Revell offers us - Twenty next incarnation, she hopes she’ll be a
on a daily basis?” In this article, Nora Teaching Tips in the section - Dicas. successful novelist.
explores the benefits of using literature These tips are all guaranteed to make
in the language classroom and also teaching and learning more effective and Enjoy!
shares seven of her favourite ‘digitally- also more fun.
enhanced’ reading activities.
The interviewee in this issue comes
All the way from Macau, one of the all the way from England, but she has
Special Administrative Regions of the lived in Brazil since October 1967. In
People’s Republic of China, Raquel Abi- the Interview, the adorable and highly
Sâmara, offers us the article - Tradução esteemed luminary Sara Walker is
e retraduções de Medo, uma novela interviewed by another eminent English
de Stefan Zweig: o ‘eterno retorno’ person who has also made Brazil his
da popularidade do autor. Raquel is home - Graeme Hodgson. Sara has
Professora Adjunta de Estudos da closely accompanied the ELT market
Tradução do Departamento de Português in Brazil in almost every role possible Jack Scholes
da Universidade de Macau (UM). In her since her arrival and shares with Editor
article she discusses the continuing readers some of her experience and newroutes@disal.com.br

Skype, Facebook, Whatsapp; quels sont aujourd’hui? Découvrez avec Luciana Leonardo S. Bandeira
les usages des TIC dans l’enseignement Canonico Cruz. Bonne lecture! apoioped.frances@disal.com.br

En este artículo el autor nos habla (la gastronomia, el folclore, símbolos de los códigos supralingüísticos
sobre la importância de la cultura en de identidade colectiva,...) sino que (adecuación conductual, estratégias
los manuales de ELE y principalmente debemos reparar también en el pragmáticas, Lenguaje corporal...)
explica que no debemos limitarnos malentendido cultural que se produce
solamente a mostrar los contenidos muchas veces a causa de la inoperancia Sara G. Tcharkhetian
tangibles de la cultura como los son producida por el desconocimiento apoioped.espanhol@disal.com.br

New Ro ut es® Dis a l | 05


Opiniões - Disal nas Redes Sociais

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK:
Luci Cardoso Silva Ivan Fernandes Juliana Santos Voltan
I love the articles. All matters are A New Routes é uma fonte imperdível A New Routes é uma fonte muito rica
amazing. I use the activities in my de conhecimento e ensinamentos, de informações para professores...
class. Private students love new leio e recomendo! #ILoveNR
rouges as well.
Luciana Canonico Cruz
Siomara De Cássia Miranda Eu leio a revista New Routes, pois ela
New Routes?! I love it... As simple as traz informações muito importantes
that!... para o professor.

COMENTÁRIOS NO TWITTER:
Envie sua opinião ou sugestão para:
Maria Jose Madureira Aguinaldo Flores twitter.com/disallivraria
@MariaJoseMadure @aguinaldoflores www.facebook.com/disaldistribuidora
@disallivraria A cada edição fico mais #ilovenr eu nao amo eu adoro www.blogdadisal.blogspot.com.br
antenada com as novidades e novos
conhecimentos que a revista New
Routes me proporciona #IloveNR

POR QUE Como profissional da informação e


estudante de línguas, estou sempre
em busca de novidades, seja
e Slang são excelentes ferramentas
para o aprendizado da língua inglesa,
pois fazem com que a formalidade e

EU LEIO A para proveito próprio, seja para


apresentar aos meus usuários.
rigidez muitas vezes presentes nas
construções orais e escritas dos

NEW ROUTES?
estudantes sejam substituídas pela
A revista New Routes® é sempre uma fluência, sempre tão desejada.
grata surpresa e uma boa indicação,
com seus artigos interessantes e Por tudo isso, só posso desejar que a
minuciosos. New Routes® tenha vida longa e que,
com a mesma excelência mostrada
Entre suas características, uma das até agora, possa ampliar - e muito -
mais marcantes são seus artigos seus horizontes.
atemporais: apesar de preocupada
em trazer as principais tendências Cristiane Teixeira.
do mercado editorial e do ensino Formada em Biblioteconomia pela
de idiomas, seus textos não são Universidade de São Paulo.
datados, fazendo com que possamos Tem mais de 10 anos de experiência
ler todos os artigos, desde o primeiro em biblioteca escolar.
número, com o mesmo frescor do
último número. Atualmente trabalha como bibliotecária
do colégio Stance Dual.
As colunas How do you say... in English

06 | New Ro u t e s ® D is a l
TIT FOR TAT SMITHEREENS
Conheça um tesouro de valiosas
informações sobre a língua inglesa:
o novo livro de Jack ScholeS,
pela DiSal eDitora POINT-BLANK
A BASKET CASE

RED‑HANDED
HALF-BAKED

FLY‑BY‑NIGHT OFF-THE-WALL

A BLUE mOON FREELANCE

MAVERICK
QUANDARY

IVY LEAGUE
EAGER BEAVER
GADGET

LEAP YEAR
NERD um livro
autor apr onde o
esenta in
expressõ úmeras
e s do inglêsKINGPIN
CAT WALK cotidiano
, mostra a
da origem história
de cada u
e explica ma delas
como usá
BREAK A LEG! com exem -las
FLABBERGASTED
plo
leitura pr s traduzid
azerosa e os.
para todo ca tiv
s que que ante
POSH aperfeiço rem
SCOT‑FREE ar o
seu inglês JIFFY
.
UMPTEEN
DITTO
WWW.DISALEDITORA.COM.BR
News

EVENTO DISAL X HELBLING LANGUAGES:


ENGLISH COMMUNICATION SEMINAR
INSPIRING IDEAS THAT MAKE
COMMUNICATION EASY!
O evento Disal em parceria com a Além disso, apresentou técnicas para
Helbling Languages, realizado no dia os alunos desenvolverem habilidades
24 de abril de 2015 no Auditório Nobre de pensamento crítico para o
do Senac Consolação, foi um sucesso! aprendizado da linguagem e aumento
Nosso palestrante convidado, Jack da confiança. Tivemos também a
Scholes, mostrou como é possível apresentação comercial sobre o
avaliar o próprio método de ensino novo material de ensino (Helbling
e descobrir a melhor forma de Languages), ministrado por Julio
ensinar alunos digitalmente nativos Menochelli - Gerente Comercial e de
e globalmente conscientes. Marketing da Helbling Languages.

LANÇAMENTO DO LIVRO DISAL EDITORA


JACK SCHOLES
O lançamento do livro Why do we
say that? Por que dizemos isso?
foi realizado no dia 24 de abril de
2015 no hall do Auditório Nobre -
Senac Consolação, com direito a um
coquetel e uma tarde de autógrafos
com Jack Scholes. Tivemos mais de
100 convidados presentes no local!

DISAL MATRIZ - NOVA FACHADA


A Disal Matriz, situada no bairro Vila (Distribuidora de Conhecimento).
Jaguara, modernizou sua fachada, Confira de perto e visite a nossa loja!
com a instalação da nova logomarca

Fachada

08 | New Ro u t e s ® D is a l
News

DEPOIMENTO DE ESPANHOL
Yo estoy utilizando el libro Código ELE 3 con el noveno gramatical y practicar actividades similares a las del
año de la escuela y me agrada mucho porque abarca los examen oficial de proficiencia por medio de las actividades
contenidos que corresponden a los objetivos comunicativos complementarias.
del nivel B1 del Marco Común Europeo.
Asimismo, presenta una serie de autores y obras relevantes
Además, el libro brinda a los estudiantes la posibilidad de para el aprendiz de la lengua y cultura española.
sistematizar estos contenidos, a través del cuadernillo de
actividades, estudiar de forma autónoma, con el resumen Tatiana Rodrigues de Oliveira
Professora de Espanhol - Fundamental II do Colégio Esfera

CALENDÁRIO DE EVENTOS DISAL 2015 - FEV/MAR/ABR


ESTUDE NOS ESTADOS UNIDOS DE GRAÇA!
O Calendário de Eventos Disal pela Disal, o participante que curtisse
Fevereiro, Março, Abril de 2015 a página do Facebook da Disal e da
encerrou com grande sucesso. World Study, concorreria ao prêmio.
Contamos com a presença de ótimos O ganhador foi Ezequias de Leite de
palestrantes, workshops interativos Araújo. Parabéns!
e dinâmicos e, nesta edição, a
Disal, em parceria com a agência de A bolsa de estudos será na cidade de
intercâmbios World Study, realizou São Francisco na escola Intrax com
a campanha “Ganhe uma bolsa de duração de 4 semanas!
estudos nos Estados Unidos”. Clique na imagem e veja o
depoimento do ganhador. Confira a
De acordo com o regulamento, além nova programação do Calendário de
Ganhador da Campanha" Estude nos Estados
de participar das palestras oferecidas Eventos na pag. 43 Unidos de graça!"

VEITE!
APRO

Promomag - #56 - Ofertas válidas


até 31 de Agosto de 2015.

> Clique aqui, confira a versão


folheável e faça seu pedido agora
mesmo! New Ro ut es® Dis a l | 09
I n t e r v i ew w i t h S a ra Wa l k e r b y G r a e m e H o d g s o n

SARA WALKER
GH: Could you please tell us a little bit about your in Rio, got it - and came to Brazil before I’d even had time
background and why and when you came to live in Brazil? to think what I was doing. I remember managing to attend
three or four language classes given by a Portuguese lady
SW: Well, I suppose you could say I’m in Brazil as the result at the University of London, where I learnt the memorable
of a series of happy accidents. At least that’s what I tell my sentence - “O comboio está a sair”. I’ve never managed to
students when they ask me… use it - not least because there are very few trains in Brazil!

The first was when I was at school. I signed up to learn All that was in October 1967 and somehow I’m still here.
a second foreign language expecting it to be German, and
it turned out to be Spanish. I went on to take French and GH: Having accompanied closely the ELT market in Brazil
Spanish at Oxford and was frustrated that Spanish there since the late sixties in almost every role possible ranging
didn’t include Latin America. So after a year in France and from teacher, school-owner, Teacher Association president
a couple of years teaching French and Spanish in a girls’ and advisory council member, trainer, course-designer,
high school, plus a few ELT evening classes for the British online course moderator, SIG coordinator, frequent speaker
Council, I went back to university - this time in London - to at events aimed at both public and primary sector teachers
do an MA in Latin American studies. and, of course, consultant and advisor, on different
occasions, on public policy relating to ELT, what would you
Then it seemed logical to come to South America. I was say have been the key paradigm shifts or decisive moments
all set to go to Peru as a UN volunteer, to teach English along the long history of ELT in Brazil?
to medical students. I finished my MA and phoned the UN
about injections and visas, only to be told that I wouldn’t SW: Let me take you up first on the variety of things I’ve
be going for another six months. Feeling frustrated about done in and around ELT. There have been two constants
the delay, I applied for a 2-year job with the Cultura Inglesa in my professional life: a love of teaching diplomats at the

10 | New Ro u t e s ® D is a l
I n t e r v i ew w i t h S a ra Wa l k e r b y G r a e m e H o d g s o n

Instituto Rio Branco - where students are intellectually than it used to be to become an autonomous learner. And
gifted and always highly motivated; and a delight the tourist industry offers attractive packages, which allow
in networking, generally through English teachers’ some teachers to travel now and pay in relatively modest
associations. I described myself as “a teachers’ association installments.
junkie” in the biodata for the last BRAZ-TESOL Convention
in João Pessoa. GH: Many people think of a job teaching English as a
stepping-stone or even a ‘hobby’ before moving on to a
Paradigm shifts? I think the most important one was when career in another field. Do you believe this problem is going
we began to take the focus off the method and the teacher’s away or increasing? Why should somebody who doesn’t
use of it and started to think about the student and the intend to stay in teaching bother to undertake professional
learning process. And now, of course, the revolution in development, join Teacher Associations etc.?
technology can make an enormous contribution to both
learning and student autonomy. Oh, and another decisive SW: I’m well aware of the problem, though I simply don’t
change is the founding of BRAZ-TESOL and all the APLI know if it’s increasing or decreasing. Of course there are
teachers’ associations, which help us to make new friends moonlighters who teach English to earn pocket money
and share ideas. while they train for another profession. And we’ve all met
“cowboy” kids, making use of the English they’ve learnt on
GH: After many years working with professional English in a six-month exchange in the USA. But I’m confident that
high-profile urban contexts, you found yourself in charge of there will always be a core of committed professionals who
a teacher education project with EFL state school teachers believe in education.
in Tocantins, a northern and mostly rural state. What
insights did that bring to your perspective on the state of GH: Most EFL institutions in Brazil are facing a serious
ELT in the public sector today? Have there been changes crisis in terms of the short supply of qualified teachers,
since you first started teaching in Brazil? What major with good command of the language, who actually choose
challenges still need to be overcome? to become teachers. What can be done to make a career
in ELT more attractive as a path for those choosing a
SW: Yes, Tocantins was, and still is, very special. My university course? 
involvement was another of the happy accidents in my
career. I’d been very marginally involved, as a consultant, SW: I think a national policy to promote language teaching
with a big British Council ELT project in Paraná. And when and measures such as the inclusion of ESOL and Applied
a similar, but much smaller British Council partnership Linguistics in the Science Without Borders [Ciências sem
was suggested by the Secretariat of Education of the State fronteiras] Programme would help - and I even believe I’ve
of Tocantins, I was invited by the Council to become the heard that this is going to happen.
Project Manager. The Tocantins English Project was set up
in 2002 and ran from 2003-4 - before the days of the mobile If you study modern languages at a university in Britain, you
phone, really. At that time, most of the capacity building spend the third year of your four-year course in a country
was f2f… We had brilliant immersion courses in a town where the target language is spoken, taking university
with the intriguing name of Lagoa da Confusão. courses there and working as a teaching assistant in a
We set out to use the resources available in Tocantins and school. Establishing projects like this in Brazil would
ELT expertise from inside Brazil. Ten years on, I believe the make languages and language-teaching considerably more
Project has left some marks in the State, in spite of a massive exciting as a choice.
turnover of teachers. Some have moved, others have left the
profession but there is a positive attitude towards English GH: Almost every year there seems to be a new panacea
in most schools and a group of serious professionals at the which is marketed as the solution to all the challenges
Federal University, the Escola Técnica Federal and around students and learners of English face in Brazil, be it
APLITINS, the English teachers’ Association set up during Communicative Language Teaching, Task-Based Learning,
the Project. But many of the challenges around effective Projects, online courses, Dogme, technology (tablets,
English teaching in schools are still there. BYOD etc.), a return to drilling, mobile apps etc. If teachers
were to apply simple criteria to evaluate the usefulness of
GH: How can a teacher who is starting out, far away from such ‘innovative ideas’, what criteria would you suggest?
the big cities make professional contacts that will lead to
development without having to invest financial resources SW: If you think about it, there are three key questions
that are beyond their reality? for English teachers. What is a language? How do
students learn? and How should I teach? Consciously or
SW: Things are getting better: most schools now have unconsciously we all have our beliefs about all three. So I
coursebooks through PNLD and there are literally dozens must measure each new idea against my personal beliefs
of free webinars provided by the publishers and BRAZ- and either modify my ideas or adapt or reject the new
TESOL, not to mention online courses from companies theory. This can be dangerous if it leads me to continue
like Futurelearn, plus cable TV and Netflix. It’s much easier teaching within my comfort zone, rejecting new ideas as

New Ro ut es® Dis a l | 11


I n t e r v i ew w i t h S a ra Wa l k e r b y G r a e m e H o d g s o n

‘not for me’. So this is where the trainer/ author/ presenter institutes are working hard to develop Brazilian ELT
comes in. S/he must convince me that the new panacea beyond their own walls.
really works and that I can actually master the technology Yes, English has the power of transformation. Forget the
it involves - a sign of the times! When I’m convinced, I can traditional concern about possible cultural domination
work with enthusiasm and sell the idea to my learners. and make use of English to go out into the world and share
the best of Brazil!
I began teaching in the good old days of drilling and I’m
a firm believer in the principle that language does have a GH: Some argue that the role of an educator in ELT goes far
behaviouristic element. But beyond that, my view is that beyond language instruction and should include the ability
anything can be made to work if the students and the to organise and chair discussion of current affairs, politics,
teacher believe in it. Many of my audio-lingual students philosophy, even potentially taboo topics such as religion
went on to become outstanding speakers. Today I realise and sexuality.
the method is far from ideal, but possibly incomplete
rather than useless. SW: I think the public sector may be doing better than the
private sector here, with the idea of ‘temas transversais’
GH: English can be seen as a tool for social inclusion, that break down taboos and work across the curriculum.
helping those in less privileged communities gain access The theory is excellent and gradually the practice is
to better opportunities for employment and personal improving.
growth, whereas, in the past, speaking a second language
was seen as a status symbol for a small elite. What are your GH: In 1988 you were awarded an MBE by the Queen in
views on the power of English for social transformation in recognition of your outstanding achievements. Can you
a country like Brazil? please explain what this honour is, why you think you were
nominated, and how you felt when you got it?
SW: Part of my own involvement with public-sector ELT
has come about in an attempt to escape from elitism. I was SW: Well, MBE stands for Member of the British Empire,
once seriously shocked by a publishers’ representative a delightfully anachronistic name for a medal, and one
who said, in a presentation to schoolteachers, that school which is ultimately meaningless. When there was a British
English wouldn’t teach anybody to speak and a student Empire, presumably any citizen was a member of it. But I
who wanted fluency would have to go to the private think all teachers know that it feels nice to be recognized.
institute down the road. This, of course, means paying to The nomination came from the British Council, at a time
learn. when a number of senior figures in the profession were
being honoured for their services to ELT in Brazil. And
That made me wonder whether Brazil’s excellent and being admitted to this select group felt nice, too!
highly developed private ELT industry has a vested
interest in propagating the idea that school English GH: If you weren’t a teacher, what would you probably
doesn’t work - in undermining the belief of students and be… and why?
teachers in their school teaching-leaning process. So it’s
a real pleasure for me to witness serious public-private SW: In my next incarnation, I hope I’ll be a successful
partnerships developing in the ELT field. The best ELT novelist. Maybe Disal Editora will publish my books!

The interviewee

Sara Walker was born and educated in England, but has spent her professional life in Brazil. She was founder principal
of IBI-Independent British Institute, a cooperative ELT group with over 6,000 students in its heyday. Since 1997, she has
been a free lance ELT consultant. She still teaches at Instituto Rio Branco (where she began in 1968-9 and has taught
regularly since 1977) and trains candidates for the entrance exam, as well as giving a weekly literature course. Sara is
a former President of BRAZ-TESOL and a firm believer in networking through teachers’ associations.

The interviewer

Graeme Hodgson began teaching in 1989 and has worked throughout Brazil and Latin America as a teacher trainer
and consultant as well as Director of English for the British Council in Brazil. He has a Masters degree in Applied
Linguistics and has completed the Cambridge University DELTA Module 3. Graeme has also been President of the
BRAZ-TESOL chapters in both Fortaleza and Brasilia and is a member of the National Advisory Council. Currently,
Graeme is Educational Partnerships Manager for Learning Factory, the publishing division of Cultura Inglesa Rio de
Janeiro, dedicating any free time to his family and the Scout Movement.

12 | New Ro u t e s ® D is a l
Maio / Junho / Julho

GANHE UMA BOLSA DE


ESTUDOS PARA LONDRES!

Participe das palestras ministradas


na Disal-Matriz!
Amplie seu conhecimento!

> Veja programação no site: www.disal.com.br/eventos


> Para mais informações: eventos@disal.com.br / Fone 11 3226-3100

OPORTUNIDADE
Quanto + amigos melhor!*
A DISAL e a WORLD STUDY se uniram para multiplicar suas
chances de ganhar uma Bolsa de Estudos em Londres: quanto mais
amigos você indicar para assistir os eventos da Disal, você terá
mais oportunidades de ganhar!*

*Consulte o regulamento e inscreva-se: www.disal.com.br/eventos

Realização: Apoio:
Parceiros:
Cover Topic by Nora Nagy

GET DIGITAL,
BE EXTENSIVE, READ PAPER!
How can we convince our students to read literature when The key focus points of language education today revolve
they hardly have time to do their homework? How can we around concepts like ‘critical literacy’, ‘critical thinking’,
get them to read on paper when most of the things we read ‘effective communication’, ‘multimodality’, ‘multimodal
are digital? How can we integrate reading literature in our literacy’, and ‘cross-curricular projects’. Literacy means so
curriculum in a digital world? How can we take advantage much more than the ability to read and write. The etymology
of the apps and devices our students use on a daily basis? of the term can help us understand its significance in
These are just some of the questions teachers who would language education. It also means ‘being well-educated’ and
like to integrate literature into their classroom practice face ‘being familiar with literature’.
every time they try to encourage their students to read
more. As a language teacher I constantly look for ways to When we learn a language, our main objective is to ‘learn
inspire my students to read more, and in this article I would how to mean’ in that language. What is more, we also learn
like to explore the benefits of using literature in the language a lot about different subject areas in English. Learning
classroom. At the end of the article I also share seven of my a language without literary and multimodal texts (a
favourite ‘digitally-enhanced’ reading activities. combination of two or more modes of communication in the
same text, for example verbal, visual and aural texts) makes
WHY USE LITERATURE IN LANGUAGE TEACHING? language learning a rather difficult enterprise. A text-based
syllabus can give us the opportunity to open up language,
Using literary texts in second language education can still and achieve what the systemic functional linguist M.A.K.
feel like a luxury, and we often find ourselves in a situation Halliday describes as ‘learning language’ and ‘learning
that we have to justify time spent on classic literature or through language’ from early childhood. John McRae calls
extensive reading in the classroom. Of course there is no our attention to the representational aspect of language,
magic potion that will miraculously teach your students to reminding us that our language is mostly representational,
speak, write, comprehend and think in English with ease; and not referential (i.e. remaining close to the meaning of
instead a combination of teaching methods will lead to words defined in a dictionary).
successful learning outcomes.

14 | New Ro u t e s ® D is a l
by Nora Nagy Cover Topic

These days when the school curriculum can bring various you find yourself in a union which can be inspiring for
subjects closer to each other, our ability to read (and different types of students with very different interests and
comprehend) complex texts gains more significance. learning needs. These adaptations are available in various
When we read stories on paper, we practise what is called forms: graded readers, graphic novels, film adaptations,
linear reading and deep reading which means better plot drama adaptations, picture books and illustrated readers.
recollection compared to digital reading which supports
non-linear and scattered reading which can help us with Hutcheon reminds us that “these ways of engaging with
exam reading strategies like scanning and skimming. stories do not, of course, ever take place in a vacuum. We
engage in time and space, within a particular society and a
PAPER OR DIGITAL? general culture.” (Hutcheon 27) This idea directs us towards
the functional model of language which is concerned with
Multimodality also means that we cannot clearly state two contexts in which we use language as Susan Feez explains
whether paper-based or digital texts are better for our the first chapter in her book on text-based syllabus design
students. They both support different types of reading, and (6-7). These are the context of situation and the context of
they both work better with different types of texts, and they culture. When your students choose (either independently
both activate different types of thinking skills. However, or with your directions) to read a story in their free time,
preserving and practising our ability to perform deep, linear they can open up the text by using the tools which highlight
reading can be an important responsibility as teachers. the pathways into the cultural context of the text as well as
Why should we focus more on paper-based reading in our structure of its referential and representational language.
classroom? It is not only because recent studies have shown
that our digital natives prefer reading on paper, but also How can digital apps help you in this process? Can they
because we have deep reading processes which help us assist in strengthening your students’ language awareness?
with better plot recollection. Anne Mangen at the University How can web-based projects help them obtain more cultural
of Norway found that “readers retain plot elements better awareness? Which digital apps are most valuable for these
when they read in print instead of on a Kindle”. Moreover, purposes?
being a good reader means that we gain access to new
dimensions of thinking. David Rose explains that “writing DIGITAL APPS AND READING ACTIVITIES
makes available the realms of knowledge that have
accumulated over the centuries, as our power to control the David O’Brien, professor of literacy education at the
natural and social worlds has expanded. But these ‘vertical University of Georgia explains that “apps are designed with
discourses’, as Bernstein (1996) calls them, are still only certain affordances that invite students to employ literacy
available to the small minority of citizens who have practices. These affordances are also shaped by the design
learnt how to read them, to enter their imaginary pathways of a certain classroom activity.  So, the affordances aren’t
and interact virtually with their writers, primarily those of simply ‘in’ an app; they are activated and exploited by how
us with a tertiary education. The hierarchy of educational the app is used in an activity.”
opportunity created by such disparities in reading skills
has large-scale long-term consequences for individuals and So let’s see what apps and activities you can experiment with
communities.” (Dreyfus et al, 178) when you would like to encourage your students to engage more
with the texts they are reading in class or in their free time.
What responsibilities does it imply for the language teacher
who would like to teach English language and culture at 1) PHOTO COLLAGE OF MY FAVOURITE QUOTES
the same time? Are we supposed to teach the language or
literature? Let me quote John McRae for an answer: “People Have you ever felt that you would like to create a visual
ask me: am I a language person or a literature person? And I memory of all your favourite lines in a novel? It’s easy to do
haven’t answered it because I cannot separate language from it if you have a smartphone or a digital camera.
its representational form.”
Using literary texts will only take you closer to your objectives Steps to follow
as long as your objectives include helping students become 1) Ask your students to keep their smartphones or a photo
avid readers and develop language and cultural awareness. camera with them when they are reading.
2) They should point to their favourite lines or passages and
MULTIMODAL TEXTS AND ADAPTATIONS take a photo of them.
3) When they are ready, they can create a photo collage.
In our digitally enhanced world multimodal texts seem to 4) They can create a photo album of their collages.
be an excellent solution for language teachers who want 5) Organize a class exhibition (even a virtual one on a social
to get their students to read more and interact with texts media platform). You can call it ‘Favourite Reading Moments
at the same time. Well-designed adaptations written for of the Year’.
language learners serve us well as they are rich examples of
multimodal texts. As Linda Hutcheon writes in her book on 2) SHARED ANNOTATION
adaptations, there are three modes of engagement in terms
of adaptations: telling, showing and interacting with stories. Have you ever borrowed a book from a library which had
When you bring these three modes of engagement together, someone else’s highlights, comments and underlined

New Ro ut es® Dis a l | 15


Cover Topic by Nora Nagy

sentences? Did you like it? I especially like this experience famous quote “The world is a book and those who do not
when I borrow a book from my University’s Institute library travel read only one page” from Saint Augustine can gain
and see which colleagues have read and commented on immediate relevance. Who wouldn’t like to explore places like
the pages. It might condition my reading of the text but at Alaska, Brazil or the Himalayas or the English countryside?
the same time it also makes me more aware of the text. It Online maps can assist you with becoming a reading-explorer.
is similar to the experience of receiving a proof of a text
in a PDF format and you can read the comments made by Steps to follow
other editors. It is an effective learning experience. You can 1) Show an online map to your class and point out some of
recreate a similar scene with shared annotation, highlights
the locations they can read about in some classic novels and
and note-taking. Let’s see what apps and activities can help
original stories.
you with this.
2) Prepare a slideshow with some pictures of these locations.
Steps to follow 3) Ask your students to pick the places they like the most.
1) Write a story in a Google Document on a Google Drive. If you Show them the books that are set in that area.
find it too difficult to write a story in class, you can upload a 4) When they have finished reading their book, ask them to
PDF file with a story. Look for sample pages in graded readers prepare a mini presentation about what they have learnt about
catalogues from various publishers on the Internet. the place and how they feel about it after reading the novel.
2) Share the document with your students. Give them 5) Start by exploring this map based on Helbling Readers.
permission to edit the file. The map was created in an online Google Map. Link
3) Ask your students to read the story at home. If it is a short to the map: Travel the World with Helbling Readers.
text and they all have access to computers at school, they www.google.com/maps/d/edit?mid=zirpNmWZdv4k.
can do it in class. krRGK5I6HN18
4) As they are reading the story, ask them to add their
5) COLLABORATIVE ILLUSTRATION DISCUSSIONS
reactions and ideas, highlight phrases they like or would like
to learn and underline sentences they find important. Experiment with collaborative illustration discussion,
5) When everybody has contributed to the shared text, read inspired by the Visual Thinking Strategies (VTS) method.
and discuss the comments together. On the official website of the VTS Group you can find the
following description of the method: “In VTS discussions,
3) BUILDING INTERTEXTS AND HYPERTEXTS teachers support student growth by facilitating discussions
of carefully selected works of visual art. Teachers are asked
When you are reading a story, you easily find the cultural and to use three open-ended questions:
historical references, and if you need more information, you
know where to find it. However, your students might need more • What’s going on in this picture?
help with this. You can do this together in a shared document. • What do you see that makes you say that?
Upload the story to your Google Drive and then ask your • What more can we find?
students to create intertexts and hypertexts in the text.
There are three recommended facilitation techniques:
• Paraphrase comments neutrally
Steps to follow
• Point at the area being discussed
1) Create a Google Document on a Google Drive. You can
• Linking and framing student comments
write a story together or upload a PDF file of a story.
(Source: www.vtshome.org)
2) Share the document with your students. Give them
For more information about this method, visit the official
permission to edit the file.
VTS website at www.vtshome.org.
3) Ask your students to find interesting information about
the text: its cultural and historical background, setting,
Steps to follow
information about the author, relevant information about
1) Take a picture of a full-page illustration from the novel
language usage. You can add your questions in the text.
your class is reading.
4) When they have collected all this information, they can add
2) Upload it to your computer and open it in a document or
comments to the text (highlighted, in a different colour, in a
in an image viewer.
comment box) and they can create hyperlinks that lead other
3) Use the VTS questions to facilitate discussions.
readers to websites where the information can be found
4) Use other images in a similar way you use documents for
5) Read the text and explore the hyperlinks in class together.
shared annotation. Ask the question ‘What’s going on in this
4) GOOGLE MAP MY READING LIST picture?’ and let your students put comments in the shared
document.
We often choose books based on our genre preferences. 5) Students can build a story based on the illustration.
Another way to encourage your students to read is asking
them to pick books based on their location. This way the

16 | New Ro u t e s ® D is a l
by Nora Nagy Cover Topic

6) BOOK PLAYLIST AND SOUNDTRACK Annotation tools


• A.nnotate
How often do you read a story and listen to music at the • Diigo
same time? Are there certain bands and composers you like • Scrible
listening to while you are reading your favourite book? Is
there a song that represents a certain scene in a novel to
you? When your students choose titles for their pleasure Shared documents
reading, ask them to create a playlist for the book on their • A.nnotate.com
computer, smartphone or mp3 player. • Google Drive: Google Docs
• Microsoft Office Online
Steps to follow
1) Create a playlist and name it based on the title of the book REFERENCES
you are reading.
2) When you are reading the novel, choose a song for each Feez, Susan. Text-based Syllabus Design. Sydney: National
scene or chapter. This song can be a song that you are Centre for English Language Teaching and Research, 1998 
listening to while you are reading, or a song that matches Halliday, M.A.K. “Towards a Language-Based Theory of
the atmosphere of that scene or chapter, and matches the Learning.” In: Linguistics and Education 5, 93-116 (1993)
emotions of the characters. Hutcheon, Linda. ‘Beginning to Theorize Adaptation.’
3) Compare your playlists in class. A Theory of Adaptation. New York: Routledge, 2006. 1-32.
4) Share your playlists with each other. Mangen, A. et al. (2014). Mystery story reading in pocket
print book and on Kindle: possible impact on chronological
7) WEB-BASED RESEARCH PROJECTS events memory. Conference paper presentation, IGEL (The
International Society for the Empirical Study of Literature
On the Helbling Readers Blog (blog.helblingreaders.com) you and Media), Turin, Italy July 21-25
can find various interactive and Internet-based lesson plans. Martin, Daniel. From White to Web 2.0. Helbling Languages, 2015.
The idea is that you do not need to prepare excessively, you
McRae, John. “Representational language learning from
do not need to print activity sheets. You can use your laptop
with a projector or Interactive Whiteboard instead. language awareness to text awareness.” Language, Literature
These lessons introduce the novels and give cultural, and the Learner. Ed. Roland Carter and John McRae. London:
historical, linguistic and literary focus points for your Routledge, 2014.
lessons. There are links to other websites you can explore McRae, John. “Why literature is not a bad word for
and your students can answer the questions that accompany linguistics.” Lecture transcript by Transcribed by Fábio do
these websites. Espírito Santo Palladino (monitor SR-1), Patrícia Andréa
R.F. Pinheiro and Ana Lúcia Mariano, bolsistas SR-2/CNPq.
RECOMMENDED APPS AND WEB TOOLS
Projeto LEILITI. at the Federal University of Rio de Janeiro on
Photo collage tools October 19th, 1995.
• Photovisi O’Brien, David. “Defining App Affordances in Terms of Social
• PicMonkey Genres: Visual Collaboration and Argumentative Genres.” Apps
• BeFunky for Learning with Literacies., 8 Aug. 2012. Web. 16 March 2015.
• Gimp Rose, David. ‘Meaning beyond the Margins: Learning to
• Picasa Interact with Books.’ Semiotic Margins. Ed. Dreyfus et al.
London: Continuum, 2011.
Playlist tools Yenawine, Philip. Visual Thinking Strategies. Harvard
• Spotify Education Press, 2013.
• YouTube

The author

Nora Nagy graduated from the Institute of English and American Studies, University of Debrecen (Hungary) in 2005. After
graduation she worked as an English language teacher first in Hungary, then in Italy for seven years. In Italy she started
working as an ELT editor and materials writer, mainly focussing on graded readers and exam preparation courses. At
present, she works as a part-time instructor at the University of Debrecen and as a freelance English Language Teacher
in Budapest, Hungary. She is also one of the authors of the Helbling Readers Blog - blog.helblingreaders.com
Her main teaching and research fields include extensive reading, reading education, arts-based education, visual
literacy, museum education, multimodality, literary theory and art history.

New Ro ut es® Dis a l | 17


Faculdade
cultura Inglesa.
Você fluente
em ensinar.

conheça nossos cursos de extensão:


academic Writing
affective learning
discipline and motivation
film talk for teachers
language awareness Beyond the classroom
lexis and effective teaching
literature and cinema
practical english pronunciation
teaching techniques
tech ‘n’ teaching

Acesse nosso site e sAibA mAis:


faculdadeculturainglesa.com.br
sejA um
rua maranhão, 416 – higienópolis professor
tel. (11) 3666-0630 completo.
by José Roberto A. Igreja How do you say ... in English?

EMBRULHAR PARA PRESENTE


GIFT-WRAP / HAVE SOMETHING
GIFT-WRAPPED

“Can you please gift-wrap it?”, Randy


asked the store clerk.
“Você pode por favor embrulhar
para presente?”, Randy pediu ao
atendente da loja.

“Can I have this gift-wrapped please?”,


Heather asked the store clerk.
“Você pode por favor embrulhar
para presente?”, Heather perguntou
à atendente da loja.

DAR DESCARGA ONG (ORGANIZAÇÃO PARA VARIAR


FLUSH NÃO - GOVERNAMENTAL) FOR A CHANGE
NGO (NON-GOVERNMENTAL
Don’t forget to flush after you use the toilet. ORGANIZATION) I’m sick of fast food. Can we have a real
Não se esqueça de dar descarga meal for a change?
depois de usar o vaso sanitário. Marylin runs a non-governmental Já estou cheio de fast food. Será que
organization that defends the rights of podemos comer uma refeição de
PERDER A CONTA DE… animals. verdade só para variar?
LOSE TRACK OF… Marylin dirige uma ONG que defende
os direitos dos animais. MANTER ALGUÉM INFORMADO
Walter travels to Europe on business so KEEP SOMEONE POSTED
often that he has lost track of how many CALEJADO
times he’s been there. SEASONED Surfing the Web is a great way to keep
Walter viaja para a Europa a negócios posted on what’s going on in the world.
com tanta freqüência que já perdeu a You can count on Carl to do that job Navegar na Internet é uma ótima
conta de quantas vezes esteve lá. properly. He’s a seasoned professional. forma de manter-se informado sobre o
Pode contar com Carl para fazer que está acontecendo no mundo.
NÃO POSSO ME DAR AO LUXO DE … aquele serviço direito. Ele é um keep someone informed tem o
I CAN`T AFFORD TO … profissional calejado. mesmo significado de keep someone
Nesse contexto, o adjetivo posted.
I can’t afford to go to swanky restaurants experienced (experiente) é sinônimo
all the time. They are too expensive for bastante usual de seasoned.
my pocket.
Não posso me dar ao luxo de ir sempre
a restaurantes sofisticados. Eles são
caros demais para o meu bolso.

O autor

José Roberto A. Igreja has a BA in English and Literature from PUC/SP. He is the author of Inglês Fluente em 30
Lições; Fale tudo em Inglês nos Negócios!; Como se diz em inglês?; How do you say ... in English?; Say it all in Brazilian
Portuguese!; Fale Tudo em Inglês!; Fale tudo em Inglês em Viagens! and Falsos Cognatos - Looks can be deceiving!. He´s
also the co-author of Inglês de Rua - American Slang; Fluent Business English; English for Job interviews!; Fale Inglês
como um Americano; Phrasal Verbs and American Idioms!, all published by Disal Editora. You can check out his blog at
www.faletudoemingles.com.br

New Ro ut es® Dis a l | 19


Variedades

VACATION COMPLAINTS
Apparently, these are actual complaints received by a major 10. We went on holiday to Spain and had a problem with the
global travel company from dissatisfied British customers taxi drivers as they were all Spanish.
who went on holiday abroad.
11. The roads were uneven and bumpy, so we could not
1. It’s lazy of the local shopkeepers in Puerto Vallarta to read the local guidebook during the bus ride to the resort.
close in the afternoons. I often needed to buy things during Because of this, we were unaware of many things that would
‘siesta’ time – this should be banned. have made our holiday more fun.

2. I think it should be explained in the brochure that the 12. It took us nine hours to fly home from Jamaica to
local convenience store does not sell proper biscuits like England. It took the Americans only three hours to get
custard creams or ginger nuts. home. This seems unfair.

3. On my holiday to Goa in India, I was disgusted to find that 13. I compared the size of our one-bedroom suite to our
almost every restaurant served curry. I don’t like spicy food. friends’ three-bedroom and ours was significantly smaller.

4. We booked an excursion to a water park but no one 14. When we were in Spain, there were too many Spanish
told us we had to bring our own swimsuits and towels. We people there. The receptionist spoke Spanish, the food
assumed it would be included in the price. was Spanish. No one told us that there would be so many
foreigners.
5. The beach was too sandy. We had to clean everything
when we returned to our room. 15. We had to line up outside to catch the boat and there
was no air-conditioning.
6. We found the sand was not like the sand in the brochure.
Your brochure shows the sand as white but it was more 16. It is your duty as a tour operator to advise us of noisy or
yellow. unruly guests before we travel.

7. They should not allow topless sunbathing on the beach. It 17. I was bitten by a mosquito. The brochure did not
was very distracting for my husband who just wanted to relax. mention mosquitoes.

8. No one told us there would be fish in the water. The 18. My fiancée and I requested twin beds when we booked,
children were scared. but instead we were placed in a room with a king bed. We
now hold you responsible and want to be re-reimbursed
9. Although the brochure said that there was a fully equipped for the fact that I became pregnant. This would not have
kitchen, there was no egg slicer in the drawers. happened if you had put us in the room that we booked.

20 | New Ro u t e s ® D is a l
Variedades

PUNCTUATION IS IMPORTANT
1. Compare the two letters below. 3. Now consider the difference in meaning in these pairs
of sentences.
A
Dear John, Let’s eat grandpa.
I want a man who knows what love is all about. You are Let’s eat, grandpa.
generous, kind, thoughtful. People who are not like you
admit to being useless and inferior. You have ruined me for The butler stood by the door and called the guests names.
other men. I yearn for you. I have no feelings whatsoever The butler stood by the door and called the guests’ names.
when we’re apart. I can be forever happy – will you let me
be yours? A clever dog knows its master.
Jane A clever dog knows it’s master.

B I’m sorry you can’t come with us.


Dear John, I’m sorry. You can’t come with us.
I want a man who knows what love is. All about you are
generous, kind, thoughtful people, who are not like you. The Democrats say the Republicans will lose the election.
Admit to being useless and inferior. You have ruined me. For The Democrats, say the Republicans, will lose the election.
other men, I yearn. For you, I have no feelings whatsoever.
When we’re apart, I can be forever happy. Will you let me be? Do not break your bread or roll in your soup.
Yours, Do not break your bread, or roll in your soup.
Jane
“The criminal,” says the judge, “should be hanged.”
2. An English teacher wrote this sentence on the board, and The criminal says, “The judge should be hanged.”
asked the students to punctuate it correctly:
I saw a man eating shark.
A woman without her man is nothing I saw a man-eating shark.
All the male students wrote:
A woman, without her man, is nothing. She finds inspiration in cooking her family and her dog.
All the female students wrote: She finds inspiration in cooking, her family, and her dog.
A woman: without her, man is nothing.

MURPHY’S LAWS
Law of Gravity Law of Close Encounters
Any tool, nut, bolt or screw when dropped will roll to the The probability of meeting someone you know increases
least accessible place in the universe. dramatically when you are with someone you don’t want
to be seen with.
Law of Random Numbers
If you dial a wrong number, you never get a busy signal - Law of the Result 
someone always answers. When you try to prove to someone that a machine won’t
work, it will.
Doctors’ Law 
If you don’t feel well, make an appointment to go to the Law of Lockers 
doctor.  By the time you get there, you’ll feel better. But if If there are only 2 people in a locker room, they will have
you don’t make an appointment, you’ll stay sick. adjacent lockers.
 
Variation Law Law of Physical Appearance 
If you change checkout lines or traffic lanes, the one you If the clothes fit, they’re ugly.
were in will always move faster than the one you are in now.
Law of Commercial Marketing Strategy 
Law of the Bath As soon as you find a product that you really like, they will
When the body is fully immersed in water, the telephone will ring. stop making it or the store will stop selling it.

New Ro ut es® Dis a l | 21


Dicas

TWENTY TEACHING TIPS


1) ELICIT rather than tell. (Assume students may know at 14) EXPLAIN YOUR APPROACH (whether you are teaching
least some language or content … until you are proved adults or younger learners.)
wrong!)
15) EXPLOIT TEXTS FULLY (but don’t overdo it and bore
2) ENCOURAGE rather than criticise. (Make the classroom them stupid.)
a great, welcoming place to be.)
16) GO BEYOND THE COURSE BOOK (Explore things
3) VARY THE INTERACTION (Whole class, group work, pair online, do mini-projects, find out more…)
work, half class, rows…)
17) ALLOW CHOICES (1. Don’t force people to join in! 2.
4) APPEAL TO DIFFERENT LEARNING STYLES Let them choose questions or activities sometimes. Why
(VAK - visual/auditory/kinaesthetic, Multiple should they answer every single question?!)
Intelligences…)
18) EVEN THE PLAYING FIELD (Ask students to put up
5) BALANCE INPUT: STT v TTT (student talking time v their hand / think for a moment…or some will dominate.)
teacher talking time)
19) DELEGATE (Get students to help with class
6) CHECK UNDERSTANDING (with concept questions. management, help / correct each other…)
Asking: “Do you understand?” - is not helpful. Nobody likes
to say no!) 20) RECYCLE FREQUENTLY (at the beginning / end of
every lesson, every week, after every unit…)
7) CORRECT SENSITIVELY (be funny or make a joke > elicit
corrections from students rather than tell them.)

8) ENSURE PLENTIFUL REPETITION (in fun / interesting


ways because repetition is essential.)
Student’s Book

JETSTREAM is the brand new Helbling Languages Amanda Maris


6-level course for adult learners. Its carefully
Student’s Book

balanced pace and challenge offer a learning


experience that is fun and motivating and which
prepares students to use their English effectively
Student’s Book

in work and life.


JETSTREAM is the brand new Helbling Languages Jane Revell ∙ Mary Tomalin
6-level course for adult learners. Its carefully
Jane Revell ∙ Mary Tomalin
Student’s Book

balanced pace and challenge offer a learning JETSTREAM is the brand new Helbling Languages
• Motivating topics experience that is fun and motivating and which
beginner 6-level course for adult learners. Its carefully
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

prepares students to use their English effectively


Amanda Maris Jane Revell ∙ Mary Tomalin Jane Revell ∙ Mary Tomalin
Student’s Book

Get you interested and communicating balanced pace and challenge offer a learning
beginner elementary pre-intermediate
in work and life. experience that is fun and motivating and which JETSTREAM is the brand new Helbling Languages Jeremy Harmer ∙ Jane Revell
• Focus on vocabulary
pre-intermediate

prepares students to use their English effectively 6-level course for adult learners. Its carefully
elementary
beginner

Helps you find the right words in work and life. balanced pace and challenge offer a learning Jeremy Harmer ∙ Jane Revell

9) INCORPORATE PRONUNCIATION into everything you do.


JETSTREAM is the brand new Helbling Languages
elementary
experience that is fun and motivating and which
Real language & Real language & Real language &

• Personalisation • Motivating topics


memory training memory training memory training

6-level course for adult learners. Its carefully


Student’s Book

Dialogue karaoke Dialogue karaoke Everyday English


videos videos videos

prepares students to use their English effectively


Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud


with LMS with LMS with LMS

Your opinion, your voice - right from the start


Amanda Maris Jane Revell ∙ Mary Tomalin Jane Revell ∙ Mary Tomalin

Get you interested and communicating balanced pace and challenge offer a learning
Student’s Book Student’s Book Student’s Book

in work and life.


of the lesson • Motivating topics
pre-intermediate experience that is fun and motivating and which
beginner elementary pre-intermediate

• Focus on vocabulary
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book
pre-intermediate
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

prepares students to use their English effectively


Amanda Maris Jane Revell ∙ Mary Tomalin Jane Revell ∙ Mary Tomalin

Get you interested and communicating Mary Tomalin


elementary

Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Mary Tomalin
beginner

intermediate upper intermediate advanced


• Grammar to go Helps you find the right words beginner elementary pre-intermediate
in work and life. JETSTREAM is the brand new Helbling Languages
beginner

The right grammar at the right time plus • Focus on vocabulary


intermediate
6-level course for adult learners. Its carefully
pre-intermediate

• Motivating topics
upper intermediate

elementary

Real language & Real language & Real language &

• Personalisation
beginner
intermediate

memory training memory training memory training

a full grammar reference


advanced

Helps you find the right words balanced pace and challenge offer a learning
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

Dialogue karaoke Dialogue karaoke Everyday English


videos videos videos
Amanda Maris Jane Revell ∙ Mary Tomalin Jane Revell ∙ Mary Tomalin

Get you interested and communicating


JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud
with LMS with LMS with LMS

Your opinion, your voice - right from the start


Student’s Book Student’s Book Student’s Book

experience that is fun and motivating and which


• Emphasis on speaking
upper intermediate
Real language & Real language & Real language & beginner elementary pre-intermediate

of the lesson • Personalisation • Motivating topics


memory training memory training memory training
Real language & Real language & Real language &

prepares students to use their English effectively


memory training memory training memory training

• Focus on vocabulary
Dialogue karaoke Dialogue karaoke Everyday English
videos videos videos
pre-intermediate

Everyday English Everyday English Everyday English


pre-intermediate

Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

videos videos videos

Engaging activities to get you talking


JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud
elementary
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

with LMS with LMS with LMS

Your opinion, your voice - right from the start


beginner

Amanda Maris Jane Revell ∙ Mary Tomalin Jane Revell ∙ Mary Tomalin

Get you interested and communicating


Student’s Book Student’s Book Student’s Book

in work and life.


JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud
with LMS with LMS with LMS Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Mary Tomalin
elementary

Student’s Book Student’s Book Student’s Book

• Grammar to go Helps you find the right words


intermediate upper intermediate advanced of the lesson beginner elementary pre-intermediate

• Thinking & Memory The right grammar at the right time plus • Focus on vocabulary
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

pre-intermediate

Real language & Real language & Real language &

• Personalisation
upper intermediate

memory training memory training memory training


elementary

Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Mary Tomalin
intermediate

beginner

Dialogue karaoke Dialogue karaoke Everyday English

Encourages thinking and memory training a full grammar reference • Grammar to go


advanced

videos videos videos

Helps you find the right words


JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud
with LMS with LMS with LMS

Your opinion, your voice - right from the start


Student’s Book Student’s Book Student’s Book

advanced
intermediate upper intermediate advanced

The right grammar at the right time plus of the lesson • Motivating topics
upper intermediate

• Cross culture
upper intermediate

• Emphasis on speaking
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

Real language & Real language & Real language &

• Personalisation
intermediate

memory training memory training memory training


Real language & Real language & Real language &

a full grammar reference


advanced

Amanda Maris Jane Revell ∙ Mary Tomalin Jane Revell ∙ Mary Tomalin

Get you interested and communicating


memory training memory training memory training
intermediate

Dialogue karaoke Dialogue karaoke Everyday English


videos videos videos
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

Everyday English Everyday English Everyday English


videos videos videos

Maximise your social and cultural awareness Engaging activities to get you talking
JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud
Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Mary Tomalin with LMS with LMS with LMS

Your opinion, your voice - right from the start


JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud
Student’s Book Student’s Book Student’s Book

• Grammar to go
with LMS with LMS with LMS
Student’s Book Student’s Book Student’s Book beginner elementary pre-intermediate

• Emphasis on speaking intermediate upper intermediate advanced


of the lesson • Focus on vocabulary
pre-intermediate

Real language & Real language & Real language &


memory training memory training memory training

• Stories • Thinking & Memory The right grammar at the right time plus
elementary
beginner

10) MAKE STUDENTS (AND TEACHERS) THINK about


Everyday English Everyday English Everyday English
upper intermediate

videos videos videos

Engaging activities to get you talking Helps you find the right words
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book
intermediate

JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud

a full grammar reference


with LMS with LMS with LMS
advanced

Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Mary Tomalin
Student’s Book Student’s Book Student’s Book

Lively stories for extra reading practice Encourages thinking and memory training intermediate upper intermediate advanced
• Grammar to go
• Thinking & Memory
Real language & Real language & Real language &

• Personalisation
memory training memory training memory training

• Emphasis on speaking The right grammar at the right time plus Dialogue karaoke Dialogue karaoke Everyday English

• Dialogue karaoke videos


upper intermediate

• Cross culture
videos videos videos
Real language & Real language & Real language &
memory training memory training memory training
intermediate

JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud

Encourages thinking and memory training


with LMS with LMS with LMS

a full grammar reference Your opinion, your voice - right from the start
advanced

Everyday English Everyday English Everyday English


videos videos videos
Student’s Book Student’s Book Student’s Book

An exciting way to practise real language Maximise your social and cultural awareness
JETSTREAM Cloud
with LMS
JETSTREAM Cloud
with LMS
JETSTREAM Cloud
with LMS
Engaging activities to get you talking
on
Student’s Book Student’s Book Student’s Book

of the lesson
Real language & • Cross culture • Thinking & Memory • Emphasis on speaking
Student’s Book

Student’s Book

Student’s Book

Real language & Real language & Real language &


memory training memory training memory training

• JETSTREAM Workbook • Stories


Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Jeremy Harmer ∙ Jane Revell Mary Tomalin

• Cloud Book • Mp3 audios


Everyday English Everyday English Everyday English

memory training Maximise your social and cultural awareness • Grammar to go


videos videos videos

Encourages thinking and memory training


JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud

Engaging activities to get you talking


advanced

with LMS with LMS with LMS

Revision and practice, progress checks


Student’s Book Student’s Book Student’s Book

Lively stories for extra reading practice


intermediate upper intermediate advanced

• Cyber Homework • Pronunciation The right grammar at the right time plus
upper intermediate

and writing skills development • Stories • Thinking & Memory


intermediate

• Dialogue karaoke • Exam practice • Cross culture a full grammar reference


advanced

• Dialogue karaoke videos

all kinds of things in all kinds of ways: language, ideas,


videos • CLIL Projects Dialogue karaoke Lively stories for extra reading practice Maximise your social and cultural awareness Encourages thinking and memory training
• PLUS - fully integrated digital components on An exciting way to practise real language • Emphasis on speaking
videos
Real language & Real language & Real language &
memory training memory training memory training

w w w.helbling-ezone.com Lots of options for flexible blended learning Real language &• Videos • Cross culture
Everyday English Everyday English Everyday English
videos videos videos

• JETSTREAM Workbook • Stories Engaging activities to get you talking


JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud JETSTREAM Cloud
with LMS with LMS with LMS
Student’s Book Student’s Book Student’s Book

• Cloud Book • Mp3 audios


Revision and practice, progress checks on memory training Everyday English brought to life Lively stories for extra reading practice Maximise your social and cultural awareness
• Cyber Homework • Pronunciation
JETSTREAM Cloud Real language & • Thinking & Memory
• Dialogue karaoke • Exam practice and writing skills development • Cloud Book • Mp3 audios • JETSTREAM Workbook memory training • Videos • Stories Encourages thinking and memory training
videos with
• CLIL Projects LMS • Cyber Homework Dialogue
• Pronunciation karaokeRevision and practice, progress checks Everyday English brought to life Lively stories for extra reading practice
• PLUS - fully integrated digital components on
www.helblinglanguages.com w w w.helbling-ezone.com Student’s
Lots of options for flexible blended learning
• Everyday Book
English videos
• Exam practice and writing skills development
• JETSTREAM Workbook
Real language &
• Videos
• Cross culture
Maximise your social and cultural awareness
videos • CLIL Projects
• PLUS - fully integrated digital components
• Cloud Book Everyday
• Mp3 audios English memory training
Everyday English brought to life

creatively, critically ….
Revision and practice, progress checks on
w w w.helbling-ezone.com Lots of options for flexible blended learning
• Cyber Homework videos
• Pronunciation
Real language & • Stories
JETSTREAM Cloud and writing skills development
• Everyday English • Exam practice • Cloud Book • Mp3 audios • JETSTREAM Workbook memory training Lively stories for extra reading practice
with LMS videos • CLIL Projects
• PLUS - fully integrated digital components
• Cyber Homework • Pronunciation Everyday English
Revision and practice, progress checks
JETSTREAM Cloud
www.helblinglanguages.com
Student’s wBook
w w.helbling-ezone.com
with LMS
Lots of options for flexible blended learning • Everyday English • Exam practicevideos and writing skills development • Videos
Everyday English brought to life
videos • CLIL Projects on
Everyday English
• PLUS - fully integrated digital components
www.helblinglanguages.com
Student’s Book
w w w.helbling-ezone.com Lots of options for flexible blended learning
JETSTREAM Cloud • Cloud Book videos
• Mp3 audios • JETSTREAM Workbook
Real language &
memory training
Revision and practice, progress checks
with LMS • Cyber Homework • Pronunciation
and writing skills development
www.helblinglanguages.com
Student’s Book
• Everyday English
videos
• Exam practice
JETSTREAM Cloud
• CLIL Projects Everyday English
with LMS • PLUS - fully integrated digital components
videos
www.helblinglanguages.com
w w w.helbling-ezone.com Student’s Book
Lots of options for flexible blended learning

JETSTREAM Cloud
with LMS
Student’s Book

11) GIVE THEM THINKING TIME … if you want them to think.


www.helblinglanguages.com

Author
12) PLAN LESSONS CAREFULLY… but be flexible and
prepared to deviate from your plan.
Jane Revell, author of - JETSTREAM - (Helbling
13) SURPRISE YOUR STUDENTS! (Do things in different Languages) - the brand-new 6-level course for adult
ways: wear a silly hat, teach from the back of the room…) learners.

22 | New Ro u t e s ® D is a l
Escola em Destaque

ESFERA ESCOLA
INTERNACIONAL
Associada à UNESCO e certificada pelo IB
(International Baccalaureate), a Esfera Escola
Internacional atua nos segmentos da Educação
Infantil e do Ensino Fundamental.

Tecnologia a favor da aprendizagem

Desde a sua fundação, em 2004, destaca-se pela forma de pensar,


trabalhar e refletir sobre a relação constante entre currículo e
aprendizagem, com uma visão de mundo ampliada e focada na
formação de crianças e jovens com mentalidade internacional.

A ação educativa baseia-se na diferenciada equipe docente Esfera e


na oferta de formação continuada e programas de aperfeiçoamento
relacionados aos eixos centrais da proposta pedagógica da escola.
Alguns realizados internamente, outros oferecidos por meio
da participação da equipe Esfera em Congressos e Seminários
educacionais diversos, ou ainda pelos seminários internacionais
promovidos pela escola e abertos a educadores da cidade ou
do país. Sala de aula: diversidade, autonomia e responsabilidade

A escola realiza, bienalmente, o Esfera International Seminar,


que em 2015, na sua 5ª edição, abordou o tema “Teaching for
Understanding” com a presença das palestrantes internacionais
Tina Blythe (EUA) e Rebeca Anijovich (Argentina), além de
conceituados educadores da própria escola e de renomadas
instituições.

O ENSINO PARA A COMPREENSÃO E PARA A DIVERSIDADE:


APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Com abordagem construtivista, a Esfera atende às premissas do


Valorização da infância, das artes, das múltiplas inteligências
ensino para a diversidade e para a compreensão de conceitos-
chave, integrando as diversas áreas de conhecimento em prol
da formação de alunos ativos, críticos, reflexivos, cientes de RIGOR ACADÊMICO, COMPLEXIDADE NA
seus valores; alunos em busca do melhor desempenho e capazes INTEGRAÇÃO DO CURRÍCULO E CERTIFICAÇÕES
de se autogerenciar; alunos preparados para aplicar seus INTERNACIONAIS
conhecimentos na prática e fazer a diferença.
A Esfera parte do pressuposto de que as pessoas são dotadas A metodologia, assim como os referenciais e padrões
de múltiplas inteligências e trabalha com turmas heterogêneas estabelecidos pela certificação IB sustentam
no amplo sentido da aprendizagem. Conceitos e conteúdos são uma prática contemporânea, que leva o aluno a
trabalhados de forma a possibilitar trabalho individual e em compreender, estabelecer relações e agir por meio
grupo. As aulas atendem à diversidade por meio de estações de de projetos, atividades diversificadas e avaliações
trabalho, projetos e participação ativa dos alunos. rigorosas. Para atestar o trabalho realizado, a escola
Estudos de meio e intercâmbios internacionais compõem uma aplica exames institucionais externos em todas as áreas
oferta diversificada de aprendizagem em consonância com a de conhecimento, bem como exames de proficiência
formação pretendida. em Língua Inglesa (Cambridge Exams) e em Língua
Espanhola (DELE - Instituto Cervantes).
EDUCAÇÃO BILÍNGUE: PORTUGUÊS E INGLÊS
“A Esfera não só me capacitou a ver além das fronteiras
A educação bilíngue se contextualiza nas premissas de e a respeitar o que é diferente, como também me deu
internacionalidade da escola, oferecendo efetivamente um idioma continuidade dos valores que aprendi em casa. Levarei as
universal aos alunos, desde a educação infantil, em contexto de oportunidades e experiências que aqui vivenciei para toda
imersão, bem como idioma de instrução de diferentes disciplinas minha vida.” Aluna Year 9 - Esfera 2012.
no currículo da escola em todos os segmentos.
www.escolaesfera.com.br

New Ro ut es® Dis a l | 23


FINES ESPECÍFICOS
ESPAÑOL PARA EL MUNDO DE LOS NEGOCIOS

ENTORNO LABORAL FUERA DEL ENTORNO ENTORNO Empresarial


LABORAL
Nivel A1 hasta B1 en Nivel A1 hasta A2 Nueva edición actualizada - es
un solo volumen un manual pensado y dirigido
• 10 temas para comunicar fuera de a estudiantes de nivel B2 que
• Es un material ágil con una la oficina. Rápido (léxico, funciones, desean:
progresión rápida enfocada al mundo actividades etc.)
laboral. • Contiene además las claves de • aprender el lenguaje relacionado con
• Se da mucha importancia a la Entorno Laboral y Fuera del entorno el mundo de la empresa, las operaciones
comunicación oral, a los intercambios laboral. comerciales,bursátiles, bancarias y la
del mundo de la empresa. economía en el mundo hispano.
• Se organiza en 23 temas de 8 • Conocer todo lo relacionado con el
páginas. mundo de las negociaciones tanto en
España como en Hispanoamérica.
• Saber cuál es la clave del éxito de
las empresas españolas e hispanas
más importantes.

Para más información entre en contacto con:


Sara Ganimian Tcharkhetian | Apoio Pedagógico Espanhol
apoioped.espanhol@disal.com.br | Fone: 11 3226-3102
by Jack Scholes Slang

SHORT RESPONSES
NO SWEAT
SEM PROBLEMA

“Can you give me a lift?”


“Sure, no sweat.”
“Você pode me dar carona?”
“Claro, sem problema.”

ISH
UM POUCO, MAIS OU MENOS

“Did you get nervous during the


interview?”
“Ish.”
“Você ficou nervoso durante a
entrevista?” BIG DEAL! YOU BET!
“Um pouco.” “GRANDE COISA!” “PODE APOSTAR!” “GARANTIDO!”
Coloquialmente, ish é usado “I cycled ten kilometres today.” “Are you going to the party on
como resposta a perguntas. “Big deal! I cycle twenty kilometres Saturday?
Também é empregado como every day.” “You bet!”
sufixo para significar por volta de, “Eu andei dez quilômetros de “Você vai à festa no sábado?”
aproximadamente, neste sentido, por bicicleta hoje.” “Pode apostar!”
exemplo: “Grande coisa! Eu pedalo 20
quilômetros todos os dias.” THE PITS
Let’s have dinner around sevenish. ALGO MUITO RUIM; UM INFERNO, O
Vamos jantar às sete, mais ou menos. OUCH! FIM DA PICADA
“AI!”
YOU’RE ON “How was the meeting?”
“EU TOPO” “COMBINADO” “SIM” Ouch! That really hurt! “The pits.”
Ai! Isso doeu muito! “Como foi a reunião?”
“Let’s go hang gliding.” “Um inferno.”
“You’re on.” Diz-se também Ow!. Jocosamente,
“Vamos voar de asa-delta.” usa-se Ouch! em resposta a alguma OKEY-DOKEY / OKEY-DOKE
“Eu topo.” fala cruel ou insensível: OK, COMBINADO, DE ACORDO
Usa-se principalmente quando se “Are you sure you can still do that at “I’ll see you at seven then.”
aceita um convite para competir ou your age?” “Okey dokey.”
para fazer algo difícil ou perigoso. “Ouch! That wasn’t very subtle.” “Então eu te vejo às sete.”
“Combinado.”
JOIN THE CLUB “Você tem certeza de que ainda
“EU TAMBÉM” “IDEM” consegue fazer isso na sua idade?” Trata-se de duas corruptelas de OK.
“Ai, essa não foi muito sutil!”
“I’m completely broke.”
“Join the club.”
“Estou completamente duro.”
“Eu também.”

Diz-se Join the club quando se tem o


mesmo problema que outra pessoa
acaba de mencionar.

The author

Jack Scholes is the author of many books, including Slang - Gírias Atuais do Inglês, Modern Slang and Slang Activity
Book. He is also co-author with Jane Revell of Sucesso nos Exames. His most recent publications are Inglês Rápido and
Quick Brazilian Portuguese. All published by Disal Editora.
Email: jack@jackscholes.com

New Ro ut es® Dis a l | 25


Livros

Book Review

SUCESSO
NOS EXAMES!
COMO SE PREPARAR E
ENFRENTÁ-LOS COM
CONFIANÇA

Jane Revell & Jack Scholes,


Disal Editora 2012,
140 páginas

When one first looks at this little chapter has a concise mind map of the that we can all recognize as working
book, it seems to be either basically intelligences and refers the reader to well in a variety of situations, not
about taking college entrance tests an excellent questionnaire to find out only exams. We have examples
or international language certification which one s/he prefers and how to of metaphors, lists of successful
exams, but in fact, it is solid advice for interpret preferences, but, most of all, moments and the importance of
any moment when we might be looking how to make the most out of one’s own physical and mental balance to guide
at a personal or professional challenge intelligences. us in our choices towards success.
or change, whether it includes a
testing context or not. I found the I also liked Chapter 2 because it has The final chapters of the book are
book particularly useful because it is a focus which I think can help our very down-to-earth in terms of how
written in clear Portuguese which I intermediate level learners in terms to prepare for testing moments
can use to speak to my students when of how to study. They are often the themselves. There’s nothing like the
they need feedback in their mother learners who want to take their first practical, last minute preparation
tongue and a bit of solid advice, and exams but lack confidence and the and being ready for the test itself to
it comes complete with some quotes organizational skills to decide what guarantee success, and this little book
from famous authors which have and how to learn more and get off the offers a brief summary of how to wrap
been nicely translated from English famous “intermediate plateau”. The up those final moments as well.
and sprinkled throughout the book at series of suggestions in this chapter
useful moments. Each of the quotes can only help them improve concretely Both authors, Jane Revell and Jack
has been related to one of the chapter and see their own progress. Scholes, are success stories in their
topics. own right, and they have truly set
The TIGER or TIGRE chapter is out to help their reader become one,
Although there is a smooth flow guiding powerful for learners and just about too, by so wisely suggesting that we
the reader from each concept to the everyone in any situation because it all do exactly as suggested in the
next, the six chapters can be used suggests five things we really can do Chinese proverb on p. 92 - Enjoy!
independently. A good example of this - strategies we can plan for and use And this is exactly what readers will
is Chapter 3 where I decided to begin to make anything we do a success. do when they take advantage of the
because I am interested in learning The authors go into great detail with techniques and strategies offered in
styles and multiple intelligences. This excellent examples of real life things Sucesso nos Exames.

The reviewer

Nancy Lake is the Manager of Pre-Service Teacher Training for the Cel.Lep group. She has an MA in TEFL/TESL from
the University of Birmingham (UK) and is currently a local tutor for the Distance MA Programme of the University of
Birmingham in Brazil. Nancy is a Speaking Examiner and Regional Team Leader for Cambridge English examinations.
She has a BSc from the University of Minnesota (US) in Spanish and French Education, graduate studies in ESL and
recently concluded a year-and-a-half course on Reflective Teaching at PUC São Paulo.

26 | New Ro u t e s ® D is a l
Livros

Eu Recomendo

LIFE
Introduzimos no curso avançado da Life tem vídeos integrados com a
Faculdade Cultura Inglesa, o Livro Life, National Geographic, o que oferece
P. Dummett, J. Hughes, H. Stephenson, um mundo de conhecimento e
2013, Cengage. descobertas aos alunos, assim como
os textos semi-autêncos de leitura e
Life é um livro moderno, as unidades compreensão do livro, com seus temas
tem um enfoque no uso funcional da variados, atuais e muito relevantes.
língua o que é muito relevante ao aluno
que já tem um conhecimento no nível Eu recomendo Life a todos que querem
C1 do ‘Common European Framework’ obter resultados de satisfação.
(CEF).

Life oferece um enfoque na habilidade


oral compreendida como uma
competência e como tal, atrela a
pronúncia como parte integrante. Seu
‘syllabus’ lexical, e suas sugestões P. Dummett,
de atividades orais comunicativas ao J. Hughes, H.
final de cada unidade, possibilitam Stephenson,
Lizika Goldchleger ao professor implementar com mais 2013, Cengage.
Reitora da Faculdade Cultura Inglesa. riqueza uma metodologia ativa e dar
Mestrado em Educação pela USP. um fechamento comunicativo ao ciclo
www.faculdadeculturainglesa.com.br da unidade de estudo.

Sugestões da Disal

VOCABULANDO - VOCABULARIO THE HUNCHBACK OF ENGLISH COMPACT


PRATICO - 2º ED NOTRE-DAME E MP3 PACK GRAMMAR - A TO Z

Editora: Disal Editora Editora: Longman Penguin (Pearson) Editora: Disal Editora
Autor: Isa Mara Lando Autor: Victor Hugo Autor: Elisabeth Prescher
569 Páginas 60 Páginas 221 Páginas

New Ro ut es® Dis a l | 27


Article por Raquel Abi-Sâmara

TRADUÇÃO E RETRADUÇÕES DE MEDO,


UMA NOVELA DE STEFAN ZWEIG: O
‘ETERNO RETORNO’ DA POPULARIDADE
DO AUTOR
A novela Angst (Medo) de Stefan Zweig (1881-1942), Atualmente fala-se de um boom mundial de Zweig (www.
célebre autor austríaco de origem judaica, foi escrita em casastefanzweig.org), de revivals, de zweigemania (NYT,
1910 e publicada pela primeira vez em 1920, e foi traduzida 28.05.2014) ou de eterno retorno (O Globo, 13.04.2013) de
e retraduzida para o português no Brasil nas primeiras e sua obra. O escritor é apresentado em matéria de Le Figaro
na última década do século XX. Mais de um século após (15.04.2014) como um verdadeiro fenômeno editorial, pois
sua criação, e depois de algumas adaptações para o no ano de 2013 havia 160 edições diferentes de títulos de
cinema, a novela continua a despertar interesse e a exigir Zweig à venda nas livrarias francesas. Um de seus livros
novas traduções. A mais recente tradução de Angst para o traduzidos para o francês, Joueur d’échoes (em alemão,
português foi feita por mim e publicada pela Editora Zahar Schachnovelle) vendeu em 10 anos mais de um milhão
no livro Três novelas femininas (2014), que reúne outras de exemplares. Como se sabe, nas décadas entre as duas
duas novelas de Zweig traduzidas pela escritora Adriana guerras mundiais, Stefan Zweig era um dos autores mais
Lisboa. Este artigo discute a popularidade contínua de vendidos e traduzidos na Europa. Após esse período, o
Zweig no Brasil e no mundo, apresenta os motivos para autor entrou numa espécie de esquecimento no mundo de
uma retradução de Angst no Brasil e comenta brevemente língua inglesa, diferentemente do que acontece na última
uma estratégia de tradução utilizada na recriação da década na França.
novela do alemão para o português.

28 | New Ro u t e s ® D is a l
por Raquel Abi-Sâmara Article

O revival de Zweig em língua inglesa ocorre sobretudo M.Torres (2003), “uma nova tradução pode ser apenas
em 2014, ano em que foram lançados The Impossible Exile uma estratégia comercial, pois irá atrair mais publicidade,
(biografia de Zweig escrita por George Prochnik) e The por ser um produto “fresco”, novo, supostamente mais
Grand Budapest Hotel (filme baseado em contos de Zweig ‘próximo do original’ e ‘mais precisa’ que as traduções
e dirigido por Wes Anderson). Recentemente foi também anteriores”. Além das estratégias de marketing envolvidas
publicada em inglês a autobiografia de Zweig (1942), com nos projetos de retradução da novela Medo, há também
o título The World of Yesterday. Ainda associado ao boom a necessidade de novas traduções, por razões tais como
do autor no mundo de língua inglesa está o fato de que cortes de trechos da obra original e atualização da
2014 assinala o centenário do início da Primeira Guerra linguagem na língua de chegada. Na versão de Davidovich,
Mundial, um bom motivo comercial para novas edições de por exemplo, que não foi traduzida diretamente do
autores proeminentes no cenário europeu da época. alemão (o que seria ainda mais um motivo para uma nova
tradução), não aparecem 656 linhas da novela original,
No Brasil, no entanto, o interesse editorial por Stefan e isso significa um corte de aproximadamente 20 por
Zweig nunca deixou de existir, e isso deve-se em grande cento da novela. As passagens cortadas (ou censuradas)
parte ao fato de o escritor ter escolhido o Brasil para se nessa tradução nos fazem pensar em questões que numa
exilar durante a Segunda Guerra Mundial, após ter passado determinada época ou sociedade são intraduzíveis. Os
pela Inglaterra e os Estados Unidos. Viveu em Petrópolis cortes, coincidentemente ou não, relatam desejos sexuais
entre 1941-42, onde escreveu o famoso ensaio “Brasil ou detalhes de cenas íntimas da protagonista, senhora
país do futuro” e onde se suicidou junto com a esposa, jovem, atraente e bem casada, com o amante, questões
Lotte, em 1942, poucos dias depois do afundamento de talvez ousadas para a literatura da década de 1930
um navio brasileiro pelo exército alemão. Alberto Dines, no Brasil.
autor da biografia de Zweig, Morte no paraíso: a tragédia
de Stefan Zweig (1981) e um dos maiores estudiosos do As traduções passam por um processo de envelhecimento,
autor atualmente, acredita que sua obra está “acima das pois as línguas modificam-se incessantemente, portanto,
modas”, como escreve no prólogo de sua biografia. Dines torna-se necessária a retradução. Conforme Henri
foi o organizador do livro Três novelas femininas. Meschonnic, quanto mais datada, quanto mais marcada
ideologicamente for uma tradução, mais rapidamente ela
Medo é uma novela psicológica narrada de modo ficará desatualizada (Meschonnic: 1973, 321). Há no entanto
extraordinário, que tem como cenário a cidade de Viena aquelas poucas traduções que, conforme Antoine Berman
de fin de siècle. A influência da psicanálise de Sigmund (2012), não envelhecem, pelo fato de consistirem em um
Freud, amigo e conterrâneo de Stefan Zweig, é bastante evento na língua de chegada, como é o caso de Antígona
expressiva na literatura de fin de siécle, como destaca de Sófocles traduzida por Hölderlin, ou o Paraíso Perdido
Wiechert (2006: 9). Medo tornou-se num dos clássicos de de Milton traduzido por Chateaubriand. Essas traduções,
Zweig, e recebeu cinco adaptações para o cinema. Uma conforme Berman, seriam mais próximas da “letra” da
delas dirigida por Roberto Rosselini, com Ingrid Bergman obra original, ou, dito de outro modo, seriam traduções
no papel principal. A protagonista Irene, jovem senhora, “estrangeirizadoras” (Venuti: 2008). Uma tradução não
bem casada e confortavelmente acomodada em sua vida estrangeirizadora, como é o caso de Medo de Davidovich,
burguesa e no círculo social da alta sociedade vienense, apesar da elegância e da sofisticação de sua linguagem,
envolve-se com um jovem pianista de renome, “por uma que a torna de certo modo atemporal, apresenta marcas
espécie de preguiça de resistir ao seu desejo e por uma de envelhecimento, o que é compreensível, se pensarmos
certa curiosidade inquietante” (Zweig: 2014, 16-7). Ao sair que foi feita há mais de oito décadas. Essas marcas tornam-
de uma de suas visitas ao amante, Irene é descoberta e se evidentes sobretudo na transposição das gírias.
chantageada por uma mulher que se diz namorada do
amante. Um susto que em poucas semanas se transforma Vejamos um exemplo de envelhecimento de gíria na
num medo a tal ponto incontornável, levando Irene a tradução da novela de Zweig. A protagonista Irene oferece
acreditar que a única saída desse enredo seria o suicídio. dinheiro para a suposta namorada de seu amante, uma
As tempestades emocionais e sensuais vividas pela mulher de nível social visivelmente inferior ao de Irene,
protagonista revelam excepcional qualidade literária e a fim de que a mulher não continue a perseguindo. Em
sofisticação de imagens e metáforas de Zweig, um desafio alemão: “Mit einem bösen Blick nahm die Person das Geld.
significativo para qualquer tradutor. “Luder”, murmelte sie dabei.” Na tradução de Davidovich:
“Com um olhar torvo, a mulher segurou o dinheiro. _
A obra Angst foi traduzida pela primeira vez no Brasil Marafona ! murmurou.” Na tradução de Luft: “A criatura
na década de 1930, por Elias Davidovich, e em 1999 pegou o dinheiro com um olhar mau. _ Vagabunda –
foi retraduzida por Lya Luft. Se já existe tradução e murmurou.” Na minha tradução: “Com um olhar cáustico,
retradução de Medo para o português brasileiro, por que a mulher pegou o dinheiro, e murmurou: _ Vadia.” Para
traduzi-la novamente em 2014? Conforme John Milton e o leitor atual, a palavra “marafona” (que corresponde à

New Ro ut es® Dis a l | 29


Article por Raquel Abi-Sâmara

gíria “Luder” em alemão), pelo fato de ser datada e por ter a perpetuação da popularidade de Zweig ao longo do
caído em desuso há várias décadas, acaba por provocar século XXI.
um efeito risível, engraçado, não desejável no diálogo
entre as duas mulheres. Referências bibliográficas

Algumas perguntas serviram-me como ponto de partida Berman, Antoine (1985) La traduction et la lettre ou
para a definição de estratégias de tradução da novela l’auberge du lointain / A tradução e a letra ou o albergue
Medo, entre elas: Como potencializar o interesse do leitor do longínquo (2012). Tradução de Marie-Hélène Catherine
contemporâneo pela novela? Como recriar certos graus Torres, Mauri Furlan, Andréia Guerini. 2nd ed. Tubarão:
de intimidade entre os personagens? Como graduar Copi- art.
proximidades e/ou distanciamentos sociais entre os Meschonnic, Henri (1973). Pour la Poétique II. Épistémologie
personagens? Vamos ilustrar aqui uma dessas estratégias, de l’Écriture - Poétique de la Traduction. Paris: Gallimard.
relacionadas ao modo como o narrador apresenta Milton, John; Torres, M. “Apresentação”. In: Cadernos
a personagem. Logo na primeira frase da novela, a de Tradução, Vol. 1, n° 11, 2003. Disponível em:
protagonista, ao descer as escadas do apartamento de seu www.periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/
amante, é apresentada pelo narrador como “Frau Irene”. view/6174/5729. Acesso em: 21 novembro 2014.
Se traduzíssemos “Frau Irene” de modo literal, teríamos Venuti, Lawrence (2008) The Translator’s Invisibility:
em português “Sra. Irene” (ou Senhora Irene), o que A History of Translation. London; New York: Routledge. 2nd ed.
acabaria por criar um distanciamento do leitor atual para Wiechert, Carolin (2006/07) Stefan Zweigs Novelle ‘Angst’
com a protagonista. Optamos portanto por traduzir “Frau als typishes Beispiel für das Fin de Siècle. Carl von Ossietzky
Irene” por simplesmente “Irene”. Universität Oldenburg. Institut für Germanistik. eBook,
Studienarbeit. Grin (www.grin.com).
Em países de língua alemã, em geral usa-se o tratamento Zimmermann, Gerhard. “Frauenreden und literarhistorisher
“Frau” (Sra.) seguido do sobrenome (e não do prenome) Sicht. Ein rück-besinnlicher Beitrag zur gegenwärtigen
da mulher, em situações de formalidade. Se a mulher Diskussion der sprachlichen Gleichstellung der Frau”
for casada, como no caso de Irene Wagner, o tratamento (1991) In: Muttersprache 3/101, pp243-251. Wiesbaden:
formal na vida cotidiana seria “Frau Wagner”, e não “Frau Gesellschaft für deutsche Sprache (GfdS).
Irene”. E aqui recorremos à tradição da literatura alemã Zweig, Stefan (1991) Angst. Frankfurt am Main: Fisher
anterior ao século XX a fim de entendermos o efeito do uso Taschenbuch.
de ‘Frau Irene’ na ficção de Zweig. Segundo Zimmerman ______ (2014) “Medo”. Tradução de Raquel Abi-Sâmara. In:
(1991), o uso de ‘Frau’ + ‘Vorname’ (prenome) é frequente Dines, Alberto (ed.) (2014) Três novelas femininas. Rio de
na literatura ficcional no sul da região de língua alemã. Janeiro: Zahar.
Esse modo de tratamento é associado sobretudo à ficção ______ (1999) Medo. Tradução de Lya Luft. Rio de Janeiro:
de Gottfried Keller, Die Leute von Seldwyla (1855), e torna Editora Record.
a senhora ficcional, no caso, ‘Frau Irene’, mais próxima ______ (s/d) Medo. Tradução de Elias Davidovich. Prefácio
do leitor, embora ainda se trate de uma relação com uma de Romain Rolland. Rio de Janeiro: Guanabara.
senhora desconhecida (Zimmermann: 1991, 247). Em
português, no entanto, se quisermos criar esse efeito de
aproximação e de relativa intimidade com o leitor, não
funcionaria na narrativa o uso de “Sra. Irene”, pois esse
tratamento criaria justamente um efeito contrário àquele
produzido por Stefan Zweig em sua novela magistral. E,
a título de conclusão, consideramos que as recentes
retraduções de obras do autor, ao reconsiderarem suas
estratégias ficcionais, contribuem significativamente para

A autora

Raquel Abi-Sâmara é Professora Adjunta de Estudos da Tradução do Departamento de Português da Universidade


de Macau (UM). Traduz literatura e filosofia do alemão para o português. Entre os autores traduzidos: Paul Celan,
Hans-Georg Gadamer, Vilém Flusser, Martin Luther, Imre Kértesz, Tilman Spengler, Stefan Zweig. Traduziu recentemente
a novela Angst (Medo) de Zweig para o português (2014). Uma de suas pesquisas na Universidade de Macau consiste
em uma catalogação historiográfica de poesia traduzida do par linguístico chinês-português.

30 | New Ro u t e s ® D is a l
por Raquel Abi-Sâmara Article

Dê um like para
o conhecimento!

Disal no facebook,
curta nossa fanpage!

CLIQUE AQUI
e acompanhe nossa
empresa pelas
redes sociais

www.facebook.com/disaldistribuidora
New Ro ut es® Dis a l | 37
Article por Denise Santos

PERCEPÇÕES DO APRENDIZ SOBRE A


ESCRITA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA E O
PAPEL DAS ESTRATÉGIAS
O objetivo deste artigo é examinar alguns depoimentos de aprendizes a lidarem com as dificuldades percebidas, ou
aprendizes de línguas estrangeiras (no caso, inglês) sobre mesmo a perceber problemas que não saberiam identificar
seu desempenho em produções escritas e discutir como de antemão. Os depoimentos são:
o desenvolvimento de estratégias pode auxiliar esses

Claro que meu texto


Sei que vou me dar mal. Meu Tive muita dificuldade para
está bom! Eu escrevo
professor nunca entende o escrever o texto. Como Não sei escrever esse
bem em português e
que quero dizer e sempre sempre, as instruções eram texto! Tenho problemas
portanto sei escrever
me dá notas baixas. muito confusas! com verbos e tempos
bem em inglês!
verbais em inglês.

32 | New Ro u t e s ® D is a l
por Denise Santos Article

Antes de examinarmos tais depoimentos é importante inglesa como exemplo, podemos citar aberturas de e-mails
apresentar três conceitos que, sob uma ótica teórica, como ilustração de algumas diferenças: em português
vão nos permitir compreender melhor os cenários acima brasileiro usa-se “Bom dia”, “Boa tarde” ou “Boa noite”
e contemplar encaminhamentos mais sólidos para os nesses casos, juntamente com o nome do destinatário. Tais
depoimentos articulados. São eles: auto-eficácia, atribuição escolhas não vão soar bem em língua inglesa, e um leitor
de relação de causalidade e estratégias. anglófono irá provavelmente achar estranhar um e-mail que
comece com “Good morning” ou “Good afternoon”. Uma
Auto-eficácia reação similar de estranhamento acontecerá se o e-mail
terminar com “Kisses” (literalmente, “Beijos”) ou “Hugs”
De acordo com Bandura (1997), a auto-eficácia refere-se (“Abraços”). Ainda envolvendo e-mails, uma importante
à percepção de um indivíduo de que é capaz de ser bem diferença entre convenções em língua inglesa e portuguesa
sucedido em uma tarefa. Pesquisas na área de produção envolve aspectos ortográficos: em português, é comum o
escrita em língua estrangeira apontam que há uma uso de letras maiúsculas no corpo de uma mensagem ou
correlação positiva entre auto-eficácia e sucesso na escrita mesmo formando todo o seu título. Tal prática é inaceitável
em língua estrangeira (Pajares, 2003), isto é, quanto maior em inglês: palavras cujas letras são todas maiúsculas são
a auto-eficácia, melhor tende a ser o desempenho escrito. percebidas, nessa língua, como se o escritor estivesse
gritando com o leitor. Outra diferença entre a escrita em
Atribuição de relação de causalidade inglês e português é que, de uma forma mais geral, em
português usam-se sentenças mais longas e mais complexas
De acordo com a teoria da atribuição (Weiner, 1979), os do que em inglês; há, também, notáveis diferenças entre o
aprendizes que atribuem causas de fracasso em uma tarefa uso de registro formal e informal em discurso escrito nos
a fatores sobre os quais eles têm controle (por exemplo, dois idiomas.
uso indevido de estratégias ou esforço insuficiente na
preparação para a tarefa) tendem a apresentar maior Neste ponto o leitor pode estar se perguntando: o que o
motivação e melhor desempenho ao realizar tarefas conhecimento dessas diferenças têm a ver com estratégias
semelhantes. Se o fracasso na tarefa é atribuído a fatores de escrita? A resposta para esta pergunta reside no fato
externos (por exemplo, ao professor que não soube explicar de que um bom escritor monitora e avalia sua escrita de
bem, ou à dificuldade da tarefa), é mais provável que tal forma competente, sabendo identificar áreas que precisam
aprendiz perceba que será malsucedido futuramente em ser reconsideradas tanto no processo de uma produção
tarefas similares. escrita específica quanto em produções futuras. Um tipo de
monitoramento importante envolve atenção a convenções
Estratégias de gênero textual: ao aplicar tal monitoramento, um escritor
se pergunta se seu texto está de acordo com convenções
Aqui, estratégias são definidas como ações que facilitam a genéricas naquele sistema linguístico, se está estruturado
realização de uma tarefa que envolve aprendizagem e/ou de forma apropriada, se usa vocabulário e tom adequados.
uso da língua estrangeira. Adicionalmente, conceitualiza-se
a noção de estratégias dentro de um cenário que envolve O autor do depoimento 1 parece não fazer esse
algum tipo de dificuldade para o aprendiz, o que lhe cria monitoramento, o que pode levá-lo a não perceber
uma espécie de “situação-problema”. potenciais problemas no seu texto. Outro monitoramento
que não parece ser feito pelo aprendiz em questão é o
Retomemos, então, o depoimento 1: ao mencionar seu monitoramento de dificuldades pessoais, que envolve
esperado bom desempenho na tarefa de escrita em língua autoquestionamento sobre potenciais problemas que o
estrangeira, o aprendiz apresenta uma forte crença de auto- escritor costuma ter ao escrever. O autor do depoimento
eficácia, o que é positivo. No entanto, a justificativa de tal 1 insinua que não encontra problema algum ao escrever
expectativa é equivocada devido à relação de causalidade em língua estrangeira, o que é muito improvável. Mesmo
atribuída à competência na escrita em língua materna. Por os melhores escritores encontrarão alguma dificuldade
um lado, é mesmo possível que um bom escritor em língua ao escrever!
materna tenha mais facilidade do que um mau escritor ao
aprender a escrever em uma língua estrangeira. Os depoimentos 2, 3 e 4 diferem do depoimento 1 porque
articulam dificuldades encontradas pelo escritor. Sob a
No entanto, não há garantia de que isso vá acontecer: nem ótica das estratégias, tal articulação é positiva, já que
sempre há coincidência de convenções do discurso escrito o primeiro passo para a resolução de uma “situação-
entre duas línguas, e o desenvolvimento da aprendizagem problema” é a identificação, por parte do aprendiz, de uma
da escrita em língua estrangeira muitas vezes envolve ou mais dificuldade enfrentada. De certa forma, então, os
familiarização de práticas de escrita que diferem de três depoimentos finais configuram-se em bons pontos de
práticas discursivas em língua materna. Usando a língua partida para a solução das dificuldades percebidas pelos

New Ro ut es® Dis a l | 33


Article por Denise Santos

aprendizes. Não são, no entanto, garantia de que tais seguinte autoquestionamento ao escrever: Estou usando
dificuldades serão superadas, como discutimos a seguir. o vocabulário adequado? O tempo verbal está correto? A
conjugação do verbo está satisfatória? Este aluno pode,
O autor do depoimento 2 apresenta uma fraca categorização também, acionar estratégias de verificação: O que posso
de auto-eficácia; além disso, a dificuldade é atribuída a fazer para verificar a acuidade dos verbos no meu texto?
fatores externos ao aprendiz-escritor (a incompreensão do Onde posso achar explicações sobre os tempos verbais que
professor). Ou seja, o cenário apresentado é o reverso da preciso usar? Onde posso encontrar exemplos similares?
percepção e atribuição dada no depoimento 1, e estabelece
um enquadre em que o aprendiz não detém controle de sua Como nas outras habilidades linguísticas, o uso de
produção escrita. Antes de qualquer coisa, este aprendiz estratégias ao escrever em língua estrangeira pode auxiliar
precisa ser sensibilizado ao fato de que um escritor é o aluno a tornar-se um escritor autônomo, em controle
responsável pelo sucesso - ou fracasso - de sua produção de seus processos de escrita. Conhecer as estratégias é
escrita, e que aprendizes que manifestam controle em sua um passo importante nessa jornada, mas uma verdadeira
aprendizagem tendem a ser mais bem sucedidos. “apropriação” das estratégias requer conscientização de sua
relevância, experimentação guiada, prática independente e
Assim como o autor do depoimento 2, os autores dos autoavaliação dos resultados obtidos.
depoimentos 3 e 4 articulam frágeis percepções de auto-
eficácia, o que é problemático. No entanto, eles diferem nas Mais informações sobre o assunto e ideias para ensino
suas atribuições de causalidade às suas dificuldades. No de estratégias de escrita podem ser encontrados no
depoimento 3, a dificuldade é atribuída a fatores externos: livro “Como Escrever Melhor em Inglês”, publicado pela
falta de clareza nas instruções. Como discutido anteriormente, DISAL Editora.
enquanto esse aprendiz atribuir sua dificuldade na escrita
a fatores sobre os quais não tem controle, é provável que
ele tenha baixo nível de motivação - e, consequentemente, REFERÊNCIAS
desempenho não satisfatório - ao escrever na língua Bandura, A. (1997). Self-efficacy: The exercise of control. New
estrangeira. York: Freeman.

Ao identificar a sua falta de conhecimento sobre verbos e Pajares, F. (2003). Self-efficacy, beliefs, motivation, and
tempos verbais como a sua maior dificuldade ao escrever achievement in writing: A review of the literature. Reading &
na língua estrangeira, o autor do depoimento 4 aponta Writing Quarterly, 19, 2, 139-158.
a causa de sua dificuldade para fatores internos, sobre
os quais pode ter controle. Tal atribuição de causalidade Weiner, B. (1979). A theory of motivation for some classroom
pode levar esse aprendiz a concluir que ele é agente do seu experiences. Journal of Educational Psychology, 71, 1, 3-25.
desempenho.

Consequentemente, ele pode desenvolver um plano de


aprendizagem sobre os tópicos que lhe causam dificuldade
que o leve, a médio prazo, a ter melhor desempenho em
suas produções escritas. A curto prazo, a percepção dos
elementos causadores de dificuldade pode apoiar seu uso
de estratégias de monitoramento pessoal, orientando o

A autora

Denise Santos tem bacharelado e licenciatura em Português e Inglês pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é
mestre em educação em língua inglesa pela University of Oklahoma (Estados Unidos) e doutora em linguística aplicada
pela University of Reading (Inglaterra). Tem participação frequente em congressos nacionais e internacionais, e possui
vários trabalhos publicados em livros e revistas acadêmicas no Brasil e no exterior, bem como livros didáticos para
o ensino de inglês e de português como língua estrangeira. Mais informações em www.denisesantos.com ou no e-mail
denise@denisesantos.com.

34 | New Ro u t e s ® D is a l
por Denise Santos Article

NANCY ALVES

IGR EJA
JOS É ROB ERT O A. NANCY NANCY ALVES

TERESA DRAGO
A. IGRE JA

CECÍLIA BLASCO
CECÍLIA BLASCO

ALVES TERESA
DRAGO
TERESA DRAGO

Fale Tudo Fale Tudo emFaleFrancês!


Fale Tudo em Francês! é um guia completo de conversação que reúne 61

Tudo Fale Tudo


JOSÉ ROBE RTO

JOSÉ Consultora e professora de francês,


além de pesquisadora musical e confe- diálogos cotidianos, com frases e perguntas-chave Teresa Dragodeévariados
professora,
contex- Fale Tudo em Italiano! é um guia completo de conversação que reúne 63
ROBER TO tos. Outras seções incrementam o conteúdo:
fundadora e
rencista,conversação diretora da escola Spazio Italiano Centro
A. IGREJ A que reúne 61 de Nancy Alves queéreúne
formada
61 em diálogos cotidianos, com frases e perguntas-chave de variados
contex-
to de conversação Fale Tudo em Espanhol! é um guia completo Letras Modernas (Português-Francês)
ave de variados contex- Fale Tudo
Vocabulário em Inglês!
Ativo:
é um livro abran-
apresenta
de Língua e Cultura Italiana. Formada tos. Outras seções incrementam o conteúdo:
é um guia comple variados contex- palavras essenciais organizadas por
e perguntas-ch » osa-
Fale Tudo em Inglês! com frases e perguntas-chave de diálogos cotidianos, com frases pela Universidade de São Paulo, com referência, cuidad
frasese contextualizadas.
emapoio
em Letras, especializou-se no ensino da
o conteúdo: gentee de
assunto r na comu- » Vocabulário Ativo: apresenta palavras
os cotidianos, do: tos. Outras seções incrementam especialização em Linguística Aplicada planejado para auxilia variada língua e cultura italiana na Università
Tudo Espanhol! é um livroessenciais organizadas por
em contextualizadas.
e responsável pelo diálog
incrementam o conteú essenciaisdeorganizadas por mente
» Notas Culturais:idioma em s assuntoFale e em frases Fale Tudo em Francês! é um livro
Professor de inglês tos. Outras seções CECÍLIA zadas por pela Université
palavras Paris XIII. É especia- o do esclarece inglês Italiana per
dados relevantes, Stranieri
como, por exemplo,
di Perugia,
o onde cuida-

em Inglês! em Espanhol!
ialectoenglish.com.b
r, iais organi » Vocabulário Ativo: apresenta nicaçã uma
,países abrangente de apoio e referência, abrangente de apoio e referência, cui-
site bilíngue www.d palavras essenc lista
das. das Relações Musicais sistema monetário e em pratosuma viagem
típicos defoi assistente do professor
de língua na
de cursos de língua Ativo: apresenta BLASCO assunto e em frases contextualiza França-
situações. Seja
francesa. Angelo Chiu- » Dicas Culturais:planejado
dosamente esclarecepara
dados auxiliar
relevantes, como, por exemplo, o
atua no segmento » Vocabulário contextualizadas. -Brasil, tendocomo,
defendido Mestrado o inti- ou uma entrev
o de trabalhofacilita chiù,istae no Centro Linguistico Italiano sistema espanhol em dadosamente planejado para auxiliar na

em Italiano!
por exemplo, monetáriodo idiomatípicos
e pratos
há mais de 15 anos. assunto e em frases por exemplo, o » Dicas Culturais: esclarece
relevantes,
dados tulado » Banco de Vocabulário:
reuniã teaauxílio
localização
para rápida de palavras que comunicação de países italianos. comunicação do idioma francês em
inglesa in-company Literatura Inglesa Dante Alighieri di Firenze, onde tam-
Fale Tudo em Francês!

relevantes, como, A França na Música Popular go. É um excelen situações. Seja em uma viagem,
se fala espanhol e pratos típicos você de empreempregar.
precisa em variadas
e
Graduado em Língua em Londres, onde ais: esclarece dados e a unidade de peso
e altura. sistema monetário dos países ondeBrasileira: visões e impressões de m estrangeiros bém atuou como assistente do profes- » Banco de Vocabulário: facilita a localização
de trabalho ou uma entre- rápida de palavras que
variadas situações. Seja em uma via-
» Dicas Cultur aqueles que recebe
americano e inglês relem- vocêuma reunião gem, uma reunião de trabalho ou uma
Fale Tudo em Italiano!

(SP), residiu ário de países hispano-falantes. sambistas e chansonniers junto à » Guia de Referência o, pois
Gramatical: ajuda
ajudaasor a Franco precisa empregar.
pela PUC
alização. Possui
os sistem a monet de palavras que casa e no trabalh tirar Pinzauti.
dúvidas e revisar
Foi con-
coordenadora vista de emprego. É um excelente auxílio
a localização rápida Letrasdedapalavras que O áudio
do s.idioma.
entrevista de emprego. É um excelente
Fale Tudo em Espanhol!

fez cursos de especi ência em inglês pela Faculdade derápida


facilita a localização Universidade de ceitos gramaticaisefundamentais ce dúvida dos cursos de língua italiana da Pirelli e,
Vocabulário: facilita É mestre em Lingüística Aplicada » Banco de Vocabulário: brar frases esclare livro é uma ferra- » Guia para
de Referência recebem estrangeiros
aqueles queGramatical:
!

ajuda a tirar dúvidas e revisar con- auxílio para aqueles que recebem
» Banco de
Fale Tudo em Inglês

profici de espanhol há
certificados de – gar. PUC-SP e professora você precisa empregar.
São Paulo. Foi a profissional responsá-
Fale Tudo em que acomp
CD Francês! anha o recomendado ao longo de 25 anos de carreira, conso- ceitosem gramaticais trabalho, pois
casa e nofundamentais ajuda a
s americanas BYU você precisa empre con- é altamente
para praticar olidou inglêssuae todos que desejam:
para do idioma. estrangeiros em casa e no trabalho,
Inclui CD os
s e revisar
das universidade sity (Salt Lake City, maisa de
ajuda anos em universidades, cur-
tirar15 dúvida vel pela implantação do francês no
ajuda a tirar dúvidas e revisar con- menta poderosa relação com essa e outras
Fale Tudorelembrar frases e esclarece dúvidas. O
Brigham Young Univer ncia Gramatical: » Guia de Referência Gramatical: Senac-SP, além de professora da Aliança » Preparar-se para auma viagemensão auditiv
a países a. Além
empresas,
de língua em Italiano! é altamente recomendado é umapara todos que desejam:
pois ajuda a relembrar frases e esclare-
» Guia de Referê idioma.idiomas e empresas. melhorar compre er e responder
CD e- ofrancesa.
que fez do Spazio referên- áudio CD que acompanha o livro
fundamentais do sos de CD
do idioma.
ceitos gramaticais fundamentais Francesa e da FMU. Atualmente dá pales-
Inclui ogos diálog ce dúvidas. O áudio CD que acompanha
Inclui CD os
Utah) e Michigan. ceitos gramaticais
Inclui logos com 61 nais
say ... ampla
Tem para que deseja
experiência nam:elabora- ajuda a ementend cia também no ensino da língua italiana » Preparar-se para uma viagempara
poderosa praticar o
How do you todos » Receberdisso,
estrangeiros casa e na correta.
empresa. ferramenta a países de língua italiana. o livro é uma ferramenta poderosa para
É autor dos livros endado para todos queedesejam: de e de forma
é altamente recom ção de material didático para o ensino tras em universidades
Fale Tudo em Espanhol! é altamente recomendado empresas,
diál in-company. e melhorar a compreensão
diálog
situacio
mails com facilida
1 diá
iais e
Fale Tudo em Inglês! s
com 61 ionais
coloqu exame espanhol praticar o francês e melhorar a com-
com 63 nais
sões para » Receber
com 6 cionais
Expres . am estrangeiros em casa e na empresa.e
in English? — estu- de espanhol
a países brasileiros e ministra cur-
de língua ainglesa ministra aulas culturais
de língua espanhola.na FAAP, dedica- » Participar de reuniões
Aqueles que se
e prepar
entrevistas em francês.É responsável
(TOEFL,
pelo site bilíngue auditiva. Além disso, ajuda a entender
das para quem para uma viagem de » Preparar-se para uma viagem
a países inglês preensão auditiva. Além disso, ajuda a
perguntas inusita idioma
situac situacio
» Preparar-se sos de capacitação para professores se ao estudo de Francês Instrumental ência do www.spazioitaliano.com.b r e parceira da » Participar com facilidade e de
situa
os profici de reuniões
e-mails
e entrevistas
, sucesso entre na empresa.
» Melhorarde a compreensão auditivaterão
etc.) graças neste vro CD que acompanha
ao liáudio responder em italiano. entender e responder e-mails com faci-
da ou ensina Inglês! ntes de inglês, geiros em casa e línguas. » Receber estrangeiros em
casa e naemempresa.
Gastronomia e apresenta um show
o livro. Michigan, CAE, CPE
Sociedade Cultural Ítalo-Brasileira de forma correta. Aqueles que se preparam
estuda » Receber estran » Melhorar a compreensão auditiva graçasidioma lidade e de forma correta. Aqueles que
professores e decei- inglês.no Brasil há trinta anos e conhe-
istas emReside
intitulado Bossambá, sobre a França na
um grande apoio.
Santo André. de proficiência do ao áudio CD que acompanha
— Looks can be es e entrev de reuniões e entrevistas em espanhol. o livro.para exames se preparam para exames de proficiên-
Falsos Cognatos » Participar
de reuniõ ce de perto as CD que acompespecíficas
dificuldades anha » Participar música popular brasileira. » Revisar as estruturas gramaticais e o vocabulário.
espanhol terão neste livro um
grande
s, e co-autor, com graças ao áudio de português enfrentam cia do idioma francês terão neste livro
se comunicar
acompanha
False Friend l auditiv a auditiva graças ao áudio CD que
conversação para você
ving!, compreensão que os falantes » Melhorar a compreensão » Revisarapoio.
as estruturas gramaticais e o vocabulário.
, dos livros Phrasa » Melhorar a
» Preparar-se para exames de proficiência. um grande apoio.
Jonathan T. Hogan inglês como um Um guia completo de conversação para você se comunicar
Um guia completo de
ao comunicar-se em espanhol.
cios, eventos sociais, se comunicar
o livro.
Um guia completo de conversação para você
falar o livro. » Preparar-se para exames de proficiência.
Verbs — Como É lário.
ns, reuniões de negó
ial Phrasal Verbs. ticais e o vocabu Um guia completo de conversação para você se comunicar
americano! e Essent Joe Bailey Noble estruturas grama » Revisar as estruturas gramaticais
e o vocabulário. no dia a dia, em viagens, reuniões de negócios, eventos sociais,
no dia a dia, em viage
» Revisar as
eventos sociais,
outras situações. no dia-a-dia, em viagens, reuniões de negócios,
co-aut or, com ência.
m ! e exames de profici de proficiência.
no dia a dia, em viagens, reuniões de negócios, eventos sociais,
entrevistas e muitas
també
III, dos livros
American Idioms » Preparar-se para » Preparar-se para exames entrevistas e muitas outras situações.
entrevistas e muitas outras situações.
dos
an Idioms, publica
SANG HEE LEE KIM

Essential Americ
pela Disal Editora
. SANG HEE SANG HEE LEE KIM entrevistas e muitas outras situações.
CORINE STANDERSKI

CORINE STANDERSK
LEE KIM I
GLÁUCIA ROBERTA ROCH A F ERN AN DES

EKATERINA VÓLKOVA AMÉRICO


EKATERINA VÓLKOVA AMÉRICO

CORINE GLÁUCIA ROBERTA ROCH A F ERN ANDES


STANDERSKI AS ISBN 978-85-7844-006-0 formada pela Universidade Pedagoga Fale Tudo em Coreano! é um guia completo de conversação que reúne 61

Fale Tudo Fale Tudo Fale Tudo


-77-5
ISBN 978-85-89533
AUTORAS Mackenzie, habilitada em Orientação diálogos cotidianos, com frases e perguntas-chave de variados
Educacional do Ensino Fundamental contex-
tos. Outras seções incrementam o conteúdo:
que reúne 61
Fale Tudo em Alemão! é um guia completo de conversação
variados contex-
(E.F.) I e II.
» Vocabulário Ativo: apresenta palavras essenciais
Corine Standerski leciona alemão como 9 de que reúne 61 diá-
diálogos cotidianos, com frases e perguntas-chave Fale Tudo em Russo! é um guia completo de conversação
788578 440060
788589 53
3775 9
Especializada e habilitada em Admi- organizadas por
variados contextos. assunto e em frases contextualizadas.
língua estrangeira há mais de vinte tos. Outras seções incrementam o conteúdo:Ekaterina Vólkova Américo Formada em de
nistração Educacional
logos cotidianos, com frases e perguntas-chave do E.F. I e II pelas
anos para empresas, profissionais e porRussa e em Alemão!
Fale Tudoesclarece é um livro
História, Literatura
essenciais e Cultura
organizadas Outras seções incrementam o conteúdo: Faculdades Integradas Hebraico Brasi- » Dicas Culturais: dados relevantes, como, por exemplo, o
estudantes. Oferece cursos preparató- » Vocabulário Ativo: apresenta palavras pela Universidade leiro Renascença. de apoio e referência, cui-
abrangente Fale Tudo em Coreano! é um livro
essenciais organizadas por sistema

em Alemão! em Russo! em Coreano!


Hispano-americana monetário e pratos típicos coreanos.
rios individualizados para exames de assunto e em frases contextualizadas. de Moscou. » Vocabulário Ativo: apresenta palavrasLeciona nas línguas coreana dadosamente planejado para auxiliar na Fale Tudo em Russo! é um livro abran- abrangente de apoio e referência, cui-
Estatal de Ciências Humanas e portu-
língua alemã, viagens e intercâmbios. relevantes, como, por exemplo, o assunto e em frases contextualizadas. » Banco de Vocabulário: idioma aalemão
do facilita em rápida de palavras
localização gente de apoio e referência, cuidadosa- dadosamente planejado para auxiliar na
» Dicas Culturais: esclarece dados Possui mestrado (2006) e doutorado guesa para crianças, jovens e adultos comunicação que
Fale Tudo em Coreano!

Formou-se em língua e literatura ale- sistema monetário e pratos típicos de(2012) germânicos.
paísespela Universidade de São Paulo em relevantes, como, por exemplo, o
» Notas Culturais: esclarece dados há mais de vinte anos.
você precisa
variadas situações. Seja em uma via-
empregar. mente planejado para auxiliar na comu- comunicação do idioma coreano em
mã (bacharelado e licenciatura) pela e Cultura
Literaturarápida Russa. Tradutora
de palavras que das sistema monetário e pratos típicos de países
Coautorade língua russa.
de livros didáticos corea- gem,
» Guia de uma reunião
Referência de trabalho ou uma nicação do idioma russo em variadas variadas situações. Seja em uma via-
Fale Tudo em Alemão!

» Banco de Vocabulário: facilita a localização


Gramatical:um
Universidade de São Paulo (USP). Estudou emprego.É ajuda a tirar dúvidas e revisar con-
excelente situações. Seja em uma viagem, uma gem, uma reunião de trabalho ou uma
obras de Iúri Lótman, Pável Medviédev e nos para alunosrápidadode1°palavras
ao 9° ano,
queelabo- entrevista defundamentais
ceitos gramaticais do idioma.
por 5 anos germanística, literatura com- você precisa empregar. outros. Foi profes- » Banco de Vocabulário: facilita a localização
rados em conjunto com profissionais da auxílio para aqueles que recebem reunião de trabalho ou uma entrevista entrevista de emprego. É um excelente
Mikhail Bakhtin, entre
parada e teoria literária na Universidade » Guia de Referência Gramatical: ajuda soraa tirar dúvidas e revisar con-
ministrante do curso Russo no você precisa empregar. escola coreana de São Paulo. Fale Tudo em Coreano! é em
estrangeiros altamente no trabalho,para todos que desejam:
casa erecomendado de emprego. É um excelente auxílio para auxílio para aqueles que recebem

Inclui CD os
Livre de Berlim (Freie Universität Berlin), e revisar con- a relembrar frases e esclare- aqueles que recebem estrangeiros em estrangeiros em casa e no trabalho,
Fale Tudo em Russo!

ceitos gramaticais fundamentais do idioma.


Campus pela FFLCH, USP (2003-2012). » Guia de Referência Gramatical: ajuda
a tirar dúvidas
Atualmente leciona no colégio » Preparar-sepois ajuda
para uma
CD viagem àque
Coreia.
casa e no trabalho, pois ajuda a relem-
Inclui
Alemanha, onde obteve o título de idioma. para alunos do E.F.I. Ministra O áudio CD acompanha pois ajuda a relembrar frases e esclare-
ceitos gramaticais fundamentais doPolilogos ce dúvidas.
Fale Tudo em Alemão! é altamente recomendado para todos que desejam:
os CD diálog
brar frases e esclarece dúvidas. O áudio
com 61 ais
» Receberoestrangeiros para ce dúvidas. O áudio CD que acompanha
Inclui
poderosa
diálog
Magister Artium (M.A.). Gláucia Roberta Rocha Fernandes Forma- aulas especializadas
para todos que paradesejam:
os alunos não livro é uma ferramenta
em casa e na empresa.
Fale Tudo em Russo! é altamente recomendado CD que acompanha o livro é uma ferra-
com 61 ionais os
de língua alemã.
» Preparar-se para uma viagem a paísesda e licenciada em Letras Português/ o alemão e melhorar a compre- o livro é uma ferramenta poderosa para
diálog situacion
falantes de Português, recém-chegados » Participar praticar
de reuniões e entrevistas em coreano. menta poderosa para praticar o russo e
ensão auditiva. Além disso, ajuda a
com 61 ionais
russa. para adultos praticar o coreano e melhorar a com-
Inglês e Letras Russo pela USP. De 1998 a » Preparar-se para uma viagem a países
de língua
da Coreia, e também
situac
empresa. brasi-
» Receber estrangeiros em casa e na » Melhorarentender
a compreensão
e responder e-mails comaofaci- melhorar a compreensão auditiva. Além preensão auditiva. Além disso, ajuda a
2009, ministrou cursos de extensão na leiros descendentes ou não de coreanos auditiva graças áudio CD que acompanha
em alemão.
» Participar de reuniões e entrevistas FFLCH/USP e coordenou esses cursos de
empresa.
» Receber estrangeiros em casa e naque queiram aprender
a língua coreana o livro. lidade e de forma correta. Aqueles que situac disso, ajuda a entender e responder
e-mails com facilidade e de forma cor-
entender e responder e-mails com faci-
2000 2009.
ao aáudio acompanha da GRF
É proprietária
CD que » Participar de reuniões e entrevistas
em russo. gramática e conversação).
(alfabetização, » Revisar as preparam para exames de proficiên-
se estruturas lidade e de forma correta. Aqueles que
» Melhorar a compreensão auditiva graças gramaticais e o vocabulário.
cia do idioma alemão terão neste livro reta. Aqueles que se preparam para se preparam para exames de proficiên-
Assessoria Linguística e coautora do Atuaao
graças como
áudiotradutora e intérprete de
CD que acompanha
o livro.
livro Muito Prazer – Fale o Português do » Melhorar a compreensão auditiva Coreano para Português e Português » Preparar-se um para apoio.de proficiência.
exames
grande exames de proficiência do idioma russo cia do idioma coreano terão neste livro
o vocabulário. o livro. Um guia completo de conversação para você se comunicar
terão neste livro um grande apoio. um grande apoio.
Um guia completo de conversação para você se comunicar
» Revisar as estruturas gramaticais e Brasil (Disal Editora). Estudou na para Coreano.
Concordia University (Chicago, EUA) e lá o vocabulário.
Um guia completo de conversação para você se comunicar
» Revisar as estruturas gramaticais e Também é autora do Guia de Con-
» Preparar-se para exames de proficiência. no dia a dia, em viagens, reuniões de negócios, eventos sociais,
trabalhou como coordenadora de ativi-
no dia a dia, em viagens, reuniões de negócios, eventos sociais,
versação – Coreano-Português∕ Por-
primeiros contatos

» Preparar-se para exames de proficiência.


dades pedagógicas e eventos sociais no de negócios, eventos sociais,
primeiros contatos

tuguês-Coreano.
no dia a dia, em viagens, reuniões entrevistas e muitas outras situações.
ELS Language Centers.
josé roberto a. igreja entrevistas e muitas outras situações. nancy alves
primeiros contatos
primeiros contatos

corine standerski
primeiros contatos

entrevistas e muitas outras situações.


josé roberto a. igreja

Fale Tudo
alves

Fale Tudo
nancy alves

Fale Tudo
corine standerski

Consultora e professor
çãodeem viagens
primeiros contatos

contatos

primeiros contatos

primeiros contatos

de francês, além de
a Para melhor aproveitar
nancy

sadora musical e conferen-


pesqui- a sua viagem de turismo ou
Fale tudo em francês língua
cecília blasco teresa drago
em de
transporte

a países viagens!
de grande ajuda nas agoraé um guia útil e prático que
vai sernegócios
ISBN 978-85-7844-034-3

Fale Tudo
meios de

Fale Tudo
cista, Nancy Alves é formada
Inclui CD
transporte
blasco

primeiros

teresa drago

inglesa você poderá suas viagens de turismo


josé roberto a. igreja cios. Cuidados ses

em Francês
em Letras Modernas cuida-tendo em vista ou negó-
i CD amente planejado com fra os
meios

(Portu- com este guia, i CD


transporte

transporte

Inclu ses

em Inglês em Alemão
dadescontar
transporte

Professor de inglês e respon- daqueles as necessi- e diálog Inclu ses


meios de
meios de

guês-Fran
corine standerski
comunica

cês) pela Universi- quepla


precisam
em viagens

meios de

fra nejado pa sera


expressar em francês,
com gos apresenta
dosamente fra
em viagens

sável pelo site bilíngüe www. álo dade de São Paulo, as seguintes situações, entre outras: o guia usuais com gos
di com ajudá-lo a se expressar com um guia útil e prático que
communication

es-
e diálo
788578 440343
é um guia útil e prático que e uais Para
cecília

melhor éaproveita
9

dialectoenglish.com.br, atua pecialização em Linguístic • No aeroporto Há mais de vinte anos, Fale tudo em alemão em viagens! r is
Fale tudo em inglês em viagens! us viagens de turismo ou negó-
um guia completo para comunicação em viagens

varia- usua
um guia completo para comunicação em viagens

a em: fazendo
inglês emo check-in a sua
no segmento de cursos de viagens de turismo ou negó- Aplicada pela Université clareza e passando pela alfân- Corine Standerski leciona grande
vai ser de lui ajuda nas suas
viagem de turismo
vai ser de grande ajuda nas suas tendo em vista as necessi-
transporte

transporte

dega.lui CD
transporte

ou vista as necessi-
transporte

Seja ao fazer teresa drago CDnegócios em


um guia completo para
meios de

meios de

de a países tendo
meios de

meios de

Incdas situações. Inc


& hospedagem

s como língua ses ente planejado


acomodação

língua inglesa in-company se cios. Cuidadosam


um guia completo para comunicação

cios. Cuidadosamente planejado expressar em inglês, o guia Fale tudo em espanhol em viagens! éParis Fale tudo em italiano em viagens! três é um idiomas
de língua
XIII.útil se expressar em alemão, o guia
um guia completo para comunicação

• No avião:

em Espanhol
fra

em Italiano
É especialis
& hospedagem

um guia e práticota que em com fra


acomodação

das m frases
co o check-in aeroporto,
usuais
no É professora, fundadora e guia útil e prático que francesa
há mais de 15 anos. Gradua- dades daqueles que precisam
se RelaçõesdeMusicais da tripulação e dos passageir
logos es: e restauran- Para melhor aproveitar em empresas, dades daqueles osque precisam
você poderá Para melhor aproveitar
ns!

• Nosetransport estrangeira logcontar agora

em viagens!
vai ser de grande ajuda nas suas viagens turismo ou ne-
França- diá lojaspegando um táxidiretora da escolaos.Spazio vai ser de grande ajuda nas suas viagens de turismo ou negó- e diá situações, entre outras:
entre outras:

em viagens!
asuaseguintes
& hospedagem

hotéis, e estu-
& hospedagem

is is com
acomodação

acomodação

do em língua e literatura in- apresenta as seguintes situações apresenta este guia, cuida-

em viagens!
a sua viagem de turismo
& hospedagem

gócios. Cuidadosamente planejadoBrasil, ua ou alugando para profissionais check-in e passando pela alfân- a sua viagem de turismo ou
acomodação

tendotendo
a complete guide for travel

em vista as neces-
defendido us e restauran
• Nos hotéis um carro, Italiano Centro umdecarro. cios. Cuidadosamente planejado tendo em vista as necessi-e us dosamen
e passando pela alfândega.
Mes- tes, ou alugandotes. Língua e francês • No aeroporto: fazendote oplanejado para
glesa pela PUC (SP), residiu
Fale Tudo em Francês em viage

sidades daqueles que precisam setrado ou negócios a paísessede lín-


dantes: alemão, negócios a países de língua
Fale Tudo em Alemão em viagens!

expressar em espanhol,
intitulado o
• No aeroporto: fazendo o check-in dades daqueles que precisam expressar em italiano, o guia
Fale Tudo em Inglês em viagens!

A França • Em atividade s de lazer eneste guia


em Londres, onde fez cursos passageiros.
e doscecília na Música você encontrará diversão. Cultura Italiana. Formada apresentagua espanholasituações,
você poderáportuguês. Seus cursos são dega. ajudá-lo a se expressar com passageiros. italiana você poderá agora
• No avião: frase usuais da tripulação blasco guia apresenta as seguintes situações entre outras:
Popular Brasileira: • Fazendo compras.completo para a co-em Letras, especializou-se
as seguintes entre outras:
clareza usuais da tripulação e dos
de especialização. Possui os um táxi ou alugando um carro. • No aeroporto: fazendo o check-in e passando
visões pela
s dealfân-
o apoio agora contar
• No aeroporto: fazendocomo este guia,
check-in e passando
concebidos parapela neces-
as alfân- • No avião: frases em francês em ou alugando um carro. contar com este guia, cui-
• Nos transportes: pegando e impressõe um táxivaria-
& hospedagem

& hospedagem

& hospedagem

& hospedagem

• Situações .no ensino da língua e cul-


acomodação

acomodação

acomodação

acomodação

É mestre em Lingüística sam- de emergênc e compreensão pegando. Seja


das situações
certificados de proficiência • Nos hotéis e restaurantes. dega. bistas e chansonniers municação ia. dega. cuidadosamente planejado sidades de cada aluno, pre- • Nos transportes: ao fazer dadosamente planejado pa-
Fale Tudo em Espanhol em viagens!

alimentação

Aplicada pela PUC-SP e junto à Além disso, o guia Fale tudotura italiana na Università

em viagens!
.
Fale Tudo em Italiano em viagens!

em viagens!
em inglês das universidades • Em atividades de lazer e diversão. professora de espanhol há pafrases
ra ajudá-lo
usuaisadasetripulação
expres- para viagens de • Nos hotéisoe check-in
restaurantes
no aeroporto ra ajudá-lo a se expressar
alimentação

Faculdade
• No avião: frase usuais da tripulação e dos passageiros.
de Letras da Uni- Além disso, • No avião: parando-os
e dos passageiros. , em
emoinglês em viagens! apre-Italiana per Stranieri di Pe-
guia contém: ou negócios, para o • Em atividadeshotéis, lojase diversão.
de lazer e restauran-
americanas BYU – Brigham • Fazendo compras. • Nos transportes: pegando um táxi versidade
ou alugando
de São umPaulo.
carro.
também valiosas di-rugia, onde foi assistente do
sar com pegando
• Nos transportes: clareza em espa-
um táxi lazer
ou alugando um carro. com clareza em italiano em
alimentação

alimentação

mais de 15 anos em univer- Foi tes, ou alugando um


alimentação

• Perguntasenta dia a dia na empresa e para • Fazendo compras.


Young University (Salt Lake • Situações de emergência. sidades, cursos de idiomas e • Nos hotéis e restaurantes. a profissional responsá
vel • Vocabulácas
s e frases mais usuais.
culturaisprofessor Angelo Chiuchiù,
nhole em
• Nos hotéis variadas situações.
restaurantes. carro, variadas situações. Seja ao
City, Utah) e Michigan. pela implantaçãoção
• Em atividades de lazer e diversão. em viagens rio ee informações
expressões de uso corrente um guia
Seja
• Em atividades comple
aodefazer
lazeroe check-in
to para
diversão. no
exames de idioma. Formou- você encontrará neste guia
• Situações de emergência. fazer o check-in no aeropor-
empresas.
guia completo para comunica do francês textualiza das. os países de língua
sobre e no Centro Linguistico
em frases con- Ita- comun icação em viagens
e fez licencia- o apoio completo para e res- comunicação em
lojas para
viagens
É autor dos livros Fale Além disso o guia contém: Tem ampla experiência na um
• Fazendo compras. no Senac-SP , além de pro- • Dicas e informaç como por exemplo:liano Dante Alighieri di Fi-
aeroporto,
• Fazendo compras. em hotéis, lojas
-se bacharel a co- umto,guia completo
em hotéis,
tudo em inglês!, How do you