Вы находитесь на странице: 1из 6

Informática: Informática:

Estrutura de Estrutura de Sumário


Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles

Definições Definições

Representação Representação
Definições
Referências
Informática: Estrutura de Dados Referências Tipos de grafos
Grafos Arestas em grafos
Adjacência
Grau
Ronneesley Moura Teles Caminho, subcaminho e ciclos
Conectado ou não

25 de maio de 2018 Representação

Referências

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 1 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 2 / 21

Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Tipos de grafos Estrutura de Definições: Tipos de grafos
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles

Definições Conceito (CORMEN et al., 2002, p. 853): Definições


Tipos de Tipos de
grafos Existem dois tipos de grafos: orientados e não grafos Conceito (CORMEN et al., 2002, p. 853):
Arestas em
grafos
orientados; Arestas em
grafos Grafo não orientado G = (V , E ): o conjunto de arestas
Adjacência Um grafo orientado é um par (V , E ), onde V é um Adjacência E consiste em pares de vértices não ordenados. Ou seja,
Grau conjunto finito, e E é uma relação binária em V ; Grau um conjunto {u, v }, onde u, v ∈ V e u 6= v .
Caminho, Caminho,
subcaminho e V é chamado de conjunto de vértices de G. Seus subcaminho e Por convenção se usa a notação (u, v ) para uma aresta
ciclos ciclos
elementos são chamados de vértices; em vez da notação de conjunto {u, v };
Conectado ou Conectado ou
não E é chamado de conjunto de arestas de G. Seus não Assim (u, v ) e (v , u) são consideradas a mesma aresta;
Representação elementos são chamados de arestas; Representação Em grafos não orientados autoloops são probidos. Logo
Referências A Figura 1 (a) apresenta um exemplo de grafo com o Referências toda aresta consiste em dois vértices distintos;
conjunto de vértices {1, 2, 3, 4, 5, 6}. A Figura 1 (b) apresenta um grafo não orientado com o
Os vértices são representados por cı́rculos e as arestas por conjunto de vértices {1, 2, 3, 4, 5, 6}.
setas.
Autoloops: arestas de um vértice para ele próprio.

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 3 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 4 / 21
Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Tipos de grafos Estrutura de Definições: Arestas em grafos
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles

Definições Definições
Tipos de Tipos de
grafos
Figura: Exemplos de grafos. grafos
Arestas em Arestas em
grafos grafos Definições (CORMEN et al., 2002, p. 853):
Adjacência Adjacência
Grau Grau
Se (u, v ) é uma aresta do grafo orientado G = (V , E ),
Caminho, Caminho, dizemos que:
subcaminho e subcaminho e
ciclos ciclos (u, v ) sai do vértice u e entra no vértice v;
Conectado ou Conectado ou Ou, incidente do vértice u e incidente no v.
não não

Representação Representação
Em um grafo não orientado G = (V , E ), dizemos que
Referências Referências (u, v ) é incidente nos vértices u e v.

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 5 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 6 / 21

Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Arestas em grafos Estrutura de Definições: Adjacência
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles
Em (a), deixam o vértice 2: (2, 2), (2, 4) e (2, 5);
Definições Definições
Tipos de Em (a), entram no vértice 2: (1, 2), (2, 2); Tipos de
grafos grafos Definições (CORMEN et al., 2002, p. 854):
Arestas em Em (b), as arestas incidentes em 2 são (1, 2) e (2, 5). Arestas em
grafos grafos
Se (u, v ) é uma aresta do grafo G = (V , E ), dizemos que
Adjacência Adjacência
Grau Grau
v é adjacente ao vértice u;
Caminho,
subcaminho e
Caminho,
subcaminho e
Quando o grafo é não orientado a relação é simétrica,
ciclos ciclos ou seja, dada a aresta (u, v ), dizemos que v é adjacente
Conectado ou Conectado ou
não não de u assim como u é adjacente de v ;
Representação Representação
Quando o grafo é orientado a relação não é simétrica.
Referências Referências
Às vezes escrevemos uma aresta (u, v ) em um grafo
orientado como u → v .

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 7 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 8 / 21
Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Adjacência Estrutura de Definições: Grau
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles
Nas figuras (a) e (b) o vértice 2 é adjacente ao 1;
Definições Definições
Tipos de O vértice 1 não é adjacente ao 2 na figura (a), pois a Tipos de
grafos grafos
Arestas em aresta (2, 1) não pertence ao grafo G. Arestas em
grafos grafos Grau (CORMEN et al., 2002, p. 854):
Adjacência Adjacência
Grau Grau
Em um grafo não orientado: é o número de arestas
Caminho, Caminho, incidentes nele;
subcaminho e subcaminho e
ciclos ciclos Em um grafo orientado: é a soma do grau de entrada
Conectado ou
não
Conectado ou
não
com o grau de saı́da.
Representação Representação
Grau de entrada: número de arestas que entram nele.
Referências Referências
Grau de saı́da: número de arestas que saem dele;

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 9 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 10 / 21

Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Grau Estrutura de Definições: Caminho, subcaminho e ciclos
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles

Definições Em (a) o vértice 2 tem grau de entrada 2 e saı́da 3, Definições


Caminho (CORMEN et al., 2002, p. 854):
Tipos de
grafos portanto grau 2 + 3 = 5. Tipos de
grafos
Um caminho de comprimento k de um vértice u até um
Arestas em Arestas em vértice u 0 em um grafo G = (V , E ) é uma sequência
hv0 , v1 , v2 , · · · , vk i de vértices tais que u = v0 , u 0 = vk e
grafos grafos
Adjacência Adjacência
Grau Grau (vi−1 , vi ) para i = 1, 2, 3, · · · , k.
Caminho, Caminho,
subcaminho e subcaminho e O comprimento do caminho é o número de arestas do
ciclos ciclos
Conectado ou Conectado ou
caminho;
não não
Sempre existe um caminho de comprimento 0 de u até u;
Representação Representação

Referências Referências
Se existe um caminho p de u até u 0 , dizemos que u 0 é
acessı́vel a partir de u via p.
p
O escrevemos como u ; u 0 , se G é orientado.
Caminho simples: todos os vértices do caminho são
distintos;

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 11 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 12 / 21
Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Caminho, subcaminho e ciclos Estrutura de Definições: Caminho, subcaminho e ciclos
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles
Em (a), h1, 2, 5, 4i é um caminho simples de comprimento
Definições
3;
Definições Subcaminho (CORMEN et al., 2002, p. 854):
Tipos de Tipos de
grafos
Em (a), h2, 5, 4, 5i não é simples.
grafos Um subcaminho de p = hv0 , v1 , · · · , vk i é uma
Arestas em Arestas em
grafos grafos subsequência contı́gua de seus vértices;
Adjacência Adjacência Ou seja, 0 ≤ i ≤ j ≤ k, a subsequência de vértices
Grau Grau
hvi , vi+1 , · · · , vj i é um subcaminho de p;
Caminho, Caminho,
subcaminho e subcaminho e
ciclos ciclos
Conectado ou Conectado ou Ciclo (CORMEN et al., 2002, p. 854):
não não

Representação Representação Um ciclo, acontece quando v0 = vk em um caminho


Referências Referências p = hv0 , v1 , · · · , vk i e o caminho contém pelo menos
uma aresta;
Ciclo simples: se houver ciclo e v1 , v2 , · · · , vk são
distintos;

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 13 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 14 / 21

Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Caminho, subcaminho e ciclos Estrutura de Definições: Caminho, subcaminho e ciclos
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles Em (a)
Definições
Ciclo (continuação) (CORMEN et al., 2002, p. 854): Definições O caminho h1, 2, 4, 1i formam o mesmo ciclo que os
Tipos de Tipos de
grafos grafos caminhos h2, 4, 1, 2i e h4, 1, 2, 4i.
Arestas em
Dois caminhos hv0 , v1 , v2 , · · · , vk−1 , v0 i e Arestas em
grafos hv00 , v10 , v20 , · · · , vk−1
0 , v00 i formam o mesmo ciclo se existir grafos O caminho h1, 2, 4, 5, 4, 1i não forma um ciclo simples;
Adjacência Adjacência
Grau
um inteiro j tal que vi0 = v(i+j)modk para todo Grau
A aresta (2, 2) é um autoloop.
Caminho, i = 0, 1, · · · k − 1. Caminho,
subcaminho e subcaminho e
ciclos Um autoloop é um ciclo de comprimento 1; ciclos
Conectado ou Conectado ou
não Um grafo orientado sem autoloops é simples. não

Representação Representação
Em um grafo não orientado, um caminho hv0 , v1 , · · · , vk i
Referências Referências
forma um ciclo simples se k ≥ 3 e v0 = vk . O ciclo é
simples se v0 , v1 , · · · , vk são distintos;
Um grafo sem ciclos é aclı́clico.

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 15 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 16 / 21
Informática: Informática:
Estrutura de Definições: Caminho, subcaminho e ciclos Estrutura de Definições: Conectado ou não
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles

Definições Em (b) Definições


Tipos de Tipos de
grafos h1, 2, 5, 1i é um ciclo simples. grafos
Arestas em Arestas em
grafos grafos
Adjacência Adjacência
Grau Grau Conectado (CORMEN et al., 2002, p. 854):
Caminho, Caminho,
subcaminho e subcaminho e Um grafo não orientado é conectado se todo par de
ciclos ciclos
Conectado ou Conectado ou
vértices está conectado por um caminho;
não não

Representação Representação

Referências Referências

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 17 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 18 / 21

Informática: Informática:
Estrutura de Representação Estrutura de Representação
Dados Dados

Ronneesley Ronneesley
Moura Teles Moura Teles

Definições Definições

Representação Representação

Referências Figura: Representação de um grafo não orientado. Referências Figura: Representação de um grafo orientado.

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 19 / 21 Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 20 / 21
Informática:
Estrutura de Referências I
Dados

Ronneesley
Moura Teles

Definições

Representação

Referências

CORMEN, T. H. et al. Algoritmos: teoria e prática. Rio


de Janeiro: Editora Campus, 2002. ISSN 0971-8044. ISBN
9192631770.
T. H. Cormen, C. E. Leiserson, R. L. Riverst, C. S.
Introduction to algorithms. [S.l.: s.n.], 2001. 1689–1699 p.
ISSN 1098-6596. ISBN 9788578110796.

Ronneesley Moura Teles Informática: Estrutura de Dados 25 de maio de 2018 21 / 21