You are on page 1of 22

Meia vida x volume de distribuição x depuração

Cinética da distribuição

Limitada pela Limitada pela


perfusão sanguínea permeabilidade tecidual
Membranas não atuam Membranas são barreiras
como barreiras - Polares
- Lipofílicos - Membranas entrelaçadas
- Pequenos (ex: cérebro)

Considerar também afinidade pelo tecido!!!!!


Quanto maior a afinidade e menor a perfusão, o organismo leva
muito tempo para remover o que está no tecido.
Limitada pela perfusão sanguínea
Limitada pela permeabilidade tecidual
Golan, 3ed., Fig. 16.4

Distribuição: duas fases


RÁPIDA
Fígado, rins, cérebro e outros
Órgãos bem irrigados.
Maior parte do fármaco
MAIS LENTA
Músculos, maioria das vísceras, pele e
tecidos adiposos

Maior fração de massa corpórea


(músculo)
Proteínas plasmáticas
Fármacos ácidos e neutros

Fármacos básicos

Glicoproteína ácida α1
Proteínas plasmáticas
Fármaco Livre Fármaco ligado
Forma ativa Forma
biologicamente inativada

Quantidade de fármaco ligado à proteínas plasmáticas


depende:
• Concentração do fármaco livre
• Afinidade
• Número de sítios para ligação
• Concentração de proteínas
Proteínas plasmáticas

Após equilíbrio:

[Fármaco]livre [Fármaco] livre


Líquido intracelular = Líquido plasmático

Exceção: presença de transportadores


Proteínas plasmáticas

Fração de fármaco livre no plasma

Fração não ligada (fnl) = Conc. forma livre não ligada


Conc. total (não-ligada + ligada)
Rotas de eliminação

Excreção + Metabolismo

Depuração
Depuração

ClT = ClH + ClR


Excreção renal como fração da eliminação total

= fração excretada inalterada de uma dose IV.


Depuração hepática

Depende:
 Perfusão
 Ligação proteica
 Atividade
hepatocelular
Depuração hepática

Depuração Depuração
limitada por: limitada
• Ligação proteínas; pela
• Metabolismo. perfusão
Excreção biliar
• Baixo peso molecular Secreção ativa (ex: pravastatina)
• Fármacos não proteicos • Ácidos;
• Bases;
• Compostos não ionizados.
• Compostos polares (< 350 g/mol)

Ciclo entero-hepático
Quando há reabsorção no intestino.
Depuração renal
pka Néfron
Solubilidade lipídica
Peso molecular

 Filtração glomerular
 Secreção tubular (transporte ativo)
Reabsorção tubular (difusão passiva)
Depuração renal

Formação da urina: Filtração


Reabsorção
Filtração • 130 mL/min Secreção
glomerular

Filtrado • 24h : 190 L


glomerular

Urina • 1,5 L; pH 5 e 7
Depuração renal
Filtração glomerular
Permeável até 60 kDa

Albumina não é filtrada

X
Fármaco - Proteína

Só Fármaco livre!!!!!!!
Fonte: Adaptada de Guyton
Depuração renal
Secreção ativa

OAT – recaptação de ácidos orgânicos


OCT – recaptação de cátions
Depuração renal
Secreção ativa

Exemplo:
Penicilina + Probenecida
Ambas são excretadas por SECREÇÃO TUBULAR
COMPETIÇÃO
Probenecida: retarda excreção da penicilina no organismo
↑ tempo de ação da penicilina
Depuração renal
Reabsorção Efeito do pH urinário na excreção de fármacos

Fonte: Adaptada de Rang & Dale, 2011