You are on page 1of 50

ENCONTRO PEDAGÓGICO

Prof. Carlinhos Costa e Rodrigo Rodrigues


Cupom: FUTUROEDUCADOR30
30% de desconto em qualquer curso
online até às 23h59 de amanhã.
Tendências Pedagógicas no Brasil
• Saviani (1981) utilizando como critério a posição
que adotam em relação aos condicionantes
sociopolíticos da escola, as tendências
pedagógicas foram classificadas em:

• Pedagogia Liberal ( Tendências Conservadoras)


• Pedagogia Progressista (Tendências
transformadoras)
Tradicional
Conservadoras
Tecnicista
Liberais
Diretiva
Renovadas
TENDÊNCIAS
Não-diretiva
PEDAGÓGICAS
Libertadora

Progressistas Libertária

Crítico-Social dos
Conteúdos
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS LIBERAIS
• Sustenta a ideia de que a escola tem por função preparar os
indivíduos para o desempenho de papéis sociais, de acordo com as
aptidões individuais. Isso pressupõe que o indivíduo precisa adaptar-
se aos valores e normas vigentes na sociedade de classe, através do
desenvolvimento da cultura individual.
• Devido a essa ênfase no aspecto cultural, as diferenças entre as
classes sociais não são consideradas, pois, embora a escola passe a
difundir a ideia de igualdade de oportunidades, não leva em conta a
desigualdade de condições.
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS PROGRESSISTAS
• A pedagogia progressista designa as tendências que,
partindo de uma análise crítica das realidades sociais,
sustentam implicitamente as finalidades sociopolíticas
da educação.

• Transformação social e luta contra as desigualdades e


relações hierarquizadas.
TENDÊNCIA LIBERAL TRADICIONAL
Papel da Escola Preparação intelectual e moral dos alunos

Conteúdos São verdades absolutas.

Métodos Exposição e demonstração por meios de modelos.

Professor x aluno Autoridade do professor que exige atitude receptiva do aluno.

Aprendizagem Receptiva e mecânica.

Escolas que adotam filosofias humanistas clássicas ou


Manifestações
científicas.
TENDÊNCIA LIBERAL TECNICISTA
Papel da Escola Modelar através de técnicas específicas.

Conteúdos Informações ordenadas numa sequência lógica e psicológica.

Procedimentos e técnicas para a transmissão e recepção de


Métodos
informações.

Professor x aluno O professor transmite informações e o aluno vai fixá-las.

Aprendizagem Baseada no desempenho.

Manifestações Leis 5.540/68 e 5.692/71.


TENDÊNCIA LIBERAL RENOVADA PROGRESSIVISTA
Papel da Escola Adequar as necessidades individuais ao meio social.

Parte das experiências vividas pelos alunos frente às situações


Conteúdos
problemas.

Métodos Solução de problemas.

Professor x aluno O professor é auxiliador no desenvolvimento livre da criança.

Aprendizagem Baseada na motivação e na estimulação de problemas.

Manifestações Montessori Decroly, Dewey, Piaget e Lauro de Oliveira Lima.


TENDÊNCIA LIBERAL RENOVADORA NÃO-DIRETIVA
Papel da Escola Formação de atitudes.

Conteúdos Busca dos conhecimentos pelos próprios alunos.

Métodos Facilitação da aprendizagem

Professor x aluno Educação centralizada no aluno.

Aprendizagem Aprender é modificar as percepções da realidade.

Manifestações Carl Rogers, "Sumermerhill" escola de Alexander Neill.


TENDÊNCIA LIBERTADORA
Consciência da realidade em que vivem na busca da
Papel da Escola
transformação social.

Conteúdos Temas geradores.

Métodos Grupos de discussão.

Professor x aluno A relação é de igual para igual.

Aprendizagem Resolução da situação problema.

Manifestações Paulo Freire


TENDÊNCIA LIBERTÁRIA
Transformar a personalidade num sentido libertário e de auto-
Papel da Escola
gestão.

Conteúdos As matérias são colocadas mas não exigidas.

Métodos Vivência grupal na forma de auto-gestão.

Professor x aluno O professor é orientador e os alunos livres.

Aprendizagem Aprendizagem informal, via grupo.

Manifestações C. Freinet, Miguel Gonzales e Arroyo


TENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS
Papel da Escola Difusão dos conteúdos.

Conteúdos Incorporados pela humanidade frente à realidade social.

Relação direta da experiência do aluno confrontada com o saber


Métodos
sistematizado.

Papel do aluno como participador e do professor como mediador entre o


Professor x aluno
saber e o aluno.

Aprendizagem Baseadas nas estruturas cognitivas já estruturadas nos alunos.

Manifestações Makarenko, B. Charlot, Libâneo, G. Snyders e Demerval Saviani


TREINANDO
(SEMEC/PI – CESPE – 2008) 01) Assinale a opção correta quanto à relação
professor/aluno na tendência liberal tradicional.
A) O aluno é o centro do processo educativo e o professor é o especialista
em relações humanas para garantir um clima de respeito.
B) A relação horizontal e o diálogo são os métodos básicos da negociação.
C) Predominam a autoridade do professor, a atitude receptiva do aluno e a
imposição da disciplina,
D) O professor é o orientador, o sentido da não-diretividade é um princípio e
o aluno é livre.
TREINANDO
(SEMEC/PI – CESPE – 2008) 01) Assinale a opção correta quanto à relação
professor/aluno na tendência liberal tradicional.
A) O aluno é o centro do processo educativo e o professor é o especialista
em relações humanas para garantir um clima de respeito.
B) A relação horizontal e o diálogo são os métodos básicos da negociação.
C) Predominam a autoridade do professor, a atitude receptiva do aluno e a
imposição da disciplina.
D) O professor é o orientador, o sentido da não-diretividade é um princípio e
o aluno é livre.
TREINANDO
(SEMEC/PI – CESPE – 2008) 02) Assinale a opção correta acerca da função da
escola na tendência liberal renovada progressivista.
A) A escola deve priorizar a formação de atitudes, por meio do trabalho, com
os aspectos psicológicos acima dos pedagógicos ou sociais.
B) A transformação das relações de opressão do homem com a natureza e do
homem com outros homens é a tarefa principal do processo educativo.
C) A busca da autogestão individual e coletiva é o papel fundamental da
escola, estabelecendo, assim, um sentido político para o trabalho
pedagógico.
D) Cabe à escola organizar-se de forma a retratar a vida, proporcionando
experiências que satisfaçam aos interesses dos alunos e às exigências sociais,
TREINANDO
(SEMEC/PI – CESPE – 2008) 02) Assinale a opção correta acerca da função da
escola na tendência liberal renovada progressivista.
A) A escola deve priorizar a formação de atitudes, por meio do trabalho, com
os aspectos psicológicos acima dos pedagógicos ou sociais.
B) A transformação das relações de opressão do homem com a natureza e do
homem com outros homens é a tarefa principal do processo educativo.
C) A busca da autogestão individual e coletiva é o papel fundamental da
escola, estabelecendo, assim, um sentido político para o trabalho
pedagógico.
D) Cabe à escola organizar-se de forma a retratar a vida, proporcionando
experiências que satisfaçam aos interesses dos alunos e às exigências
sociais.
TREINANDO
CNJ – CESPE – 2013
No que concerne ao processo de ensino e aprendizagem e à relação entre o professor
e o aluno, julgue os itens seguintes.
03 De acordo com a tendência pedagógica não diretiva, a relação entre o professor e o
aluno deve ser orientada para a igualdade, o que, para essa tendência, constitui uma
das medidas para solucionar o autoritarismo pedagógico.
04 Quando, por meio de lei, se impõe às autoridades responsáveis a necessidade de
haver uma relação adequada entre o número de alunos e o de professores nos
estabelecimentos de ensino, demonstra-se a importância da relação entre o professor
e o aluno no processo de ensino e aprendizagem.
05 Os procedimentos de ensino são definidos como o conjunto de atividades
unificadas e selecionadas como meios de auxílio para o alcance dos objetivos
pretendidos.
06 A pedagogia liberal tradicional é caracterizada pelo processo de ensino e
aprendizagem com ênfase na comunicação de verdades científicas absolutas pelo
professor e no papel do aluno como receptor dessas mensagens.
TREINANDO
CNJ – CESPE – 2013
No que concerne ao processo de ensino e aprendizagem e à relação entre o professor
e o aluno, julgue os itens seguintes.
03 De acordo com a tendência pedagógica não diretiva, a relação entre o professor e
o aluno deve ser orientada para a igualdade, o que, para essa tendência, constitui
uma das medidas para solucionar o autoritarismo pedagógico.
04 Quando, por meio de lei, se impõe às autoridades responsáveis a necessidade de
haver uma relação adequada entre o número de alunos e o de professores nos
estabelecimentos de ensino, demonstra-se a importância da relação entre o
professor e o aluno no processo de ensino e aprendizagem.
05 Os procedimentos de ensino são definidos como o conjunto de atividades
unificadas e selecionadas como meios de auxílio para o alcance dos objetivos
pretendidos.
06 A pedagogia liberal tradicional é caracterizada pelo processo de ensino e
aprendizagem com ênfase na comunicação de verdades científicas absolutas pelo
professor e no papel do aluno como receptor dessas mensagens.
TREINANDO
IEMA – CESPE – 2007
Acerca das tendências pedagógicas, no que dizem respeito às finalidades sociais da escola, julgue os itens que se
seguem.
07 Como a escola deve preparar intelectual e moralmente o aluno para que ele assuma sua posição na sociedade,
a pedagogia tradicional, que prima pelo ensino dos conteúdos separados da experiência do aluno e das realidades
sociais, tem sido criticada, sendo considerada intelectualista e enciclopedista.
08 Para a tendência crítico-social dos conteúdos, a escola, cujo papel é difundir conteúdos vivos, pode contribuir
para eliminar a seletividade social e para tornar a sociedade democrática.
09 Segundo a tendência tecnicista, a escola funciona como modeladora do comportamento humano e, portanto,
compete à educação escolar organizar o processo de aquisição de conhecimentos específicos, necessários para
que o indivíduo se integre na máquina do sistema global.
10 Não é próprio da pedagogia libertadora falar em ensino escolar, pois a sua atuação é não-formal. Sendo assim,
para essa tendência, o ensino pode ser entendido como uma atividade na qual professores e alunos, mediados
pela realidade, apreendem-na e extraem dela o conteúdo de aprendizagem.
11 No Brasil, a tendência libertadora se concretizou no nível da política oficial, com a implantação das Leis n.º
5.540/1968 e n.º 5.692/1971, que reorganizaram o ensino superior e o ensino de 1.º e de 2.º graus,
12 Montessori, Dewey e Piaget são representantes da tendência crítico-social dos conteúdos,
TREINANDO
IEMA – CESPE – 2007
Acerca das tendências pedagógicas, no que dizem respeito às finalidades sociais da escola, julgue os itens que se
seguem.
07 Como a escola deve preparar intelectual e moralmente o aluno para que ele assuma sua posição na
sociedade, a pedagogia tradicional, que prima pelo ensino dos conteúdos separados da experiência do aluno e
das realidades sociais, tem sido criticada, sendo considerada intelectualista e enciclopedista.
08 Para a tendência crítico-social dos conteúdos, a escola, cujo papel é difundir conteúdos vivos, pode contribuir
para eliminar a seletividade social e para tornar a sociedade democrática.
09 Segundo a tendência tecnicista, a escola funciona como modeladora do comportamento humano e,
portanto, compete à educação escolar organizar o processo de aquisição de conhecimentos específicos,
necessários para que o indivíduo se integre na máquina do sistema global.
10 Não é próprio da pedagogia libertadora falar em ensino escolar, pois a sua atuação é não-formal. Sendo
assim, para essa tendência, o ensino pode ser entendido como uma atividade na qual professores e alunos,
mediados pela realidade, apreendem-na e extraem dela o conteúdo de aprendizagem.
11 No Brasil, a tendência libertadora se concretizou no nível da política oficial, com a implantação das Leis n.º
5.540/1968 e n.º 5.692/1971, que reorganizaram o ensino superior e o ensino de 1.º e de 2.º graus.
12 Montessori, Dewey e Piaget são representantes da tendência crítico-social dos conteúdos.
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
Lei nº 9394/96
Princípios - LDB
Igualdade acesso Gratuidade do ensino público;
/permanência Valorização do profissional
Liberdade de aprender, Gestão democrática;
ensinar, pesquisar e divulgar a
cultura, o pensamento, a arte Padrão de qualidade;
e o saber; Valorização extra-escolar;
Pluralismo de ideias e Escola – trabalho – práticas
Concepções Pedagógicas;  diversidade étnico-racial
Coexistência – público / Tolerância;
privado;
Organização em regime de colaboração dos Sistemas de Ensino
Educação Básica: responsabilidades

• Municípios
Educação
• Oferecimento em Creches e Pré-
Infantil escola

• Prioridade dos municípios com a


Ensino colaboração do Estado
Fundamental • Duração de 9 anos

• Prioridade dos Estados


Ensino Médio • Duração mínima 3 anos
Sistemas de Ensino
Sistema Sistema
Sistema Federal
Estadual de Municipal de
de Ensino
Ensino Ensino
Instituições
Instituições Instituições Mantidas pelos
Mantidas pela Mantidas pelos Municípios
UNIÃO Estados e DF.
(EI, EF e EM)

Instituições de
Instituições de Instituições de
Ensino Superior
Ensino Superior Educação Infantil
Mantidas pelos
Privadas Privadas.
Municípios.

Instituições de
Órgãos
Órgãos Federais Ensino
Municipais e
de educação Fundamental e
educação
Médio Privadas

Órgãos Estaduais
e Distritais de
educação
NÍVEIS DE EDUCAÇÃO E ENSINO
(LDB, Título V, art. 21-60)

Níveis Idade / Duração


Educação Creche 0-3 anos de idade
Infantil Pré-escola 4-5 anos de idade
6-10 anos de idade
Séries Iniciais
EDUCAÇÃO Ensino 5 anos de duração
BÁSICA Fundamental 11-14 anos de idade
Séries Finais
4 anos de duração
Ensino 15-17 anos de idade
Médio 3 anos de duração (mínimo)

Sequencial Formação Específica ou Complementação de Estudos

EDUCAÇÃO Graduação Bacharelado e Licenciatura


SUPERIOR Pós-Graduação Especialização, Mestrado e Doutorado

Abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos


Extensão
em cada caso pelas instituições de ensino.
Currículo Escolar

Base
Parte
Nacional
diversificada
Comum

Enriquecimento,ampliação, diversificação, desdobramentos de


conteúdos
ALTERAÇÕES DA LDB
ALTERAÇÃO DA LDB 2013

Em 2013 a LDB sofreu uma série de


alterações muito importantes. A lei
12.796/2013 trouxe novas
características principalmente para a
Educação Infantil e a Educação
Especial.
ALTERAÇÃO DA LDB 2014

Houveram três alterações através


das leis 12.960/14, 13.006/14 e
13.010/14.

Vamos relembrar!
ALTERAÇÃO DA LDB 2014
• Art. 26. Os currículos da educação infantil, do ensino fundamental e do
ensino médio devem ter base nacional comum, a ser complementada, em
cada sistema de ensino e em cada estabelecimento escolar, por uma
parte diversificada, exigida pelas características regionais e locais da
sociedade, da cultura, da economia e dos educandos.
• § 8o A exibição de filmes de produção nacional constituirá componente curricular
complementar integrado à proposta pedagógica da escola, sendo a sua exibição
obrigatória por, no mínimo, 2 (duas) horas mensais.”
• § 9o Conteúdos relativos aos direitos humanos e à prevenção de todas as formas
de violência contra a criança e o adolescente serão incluídos, como temas
transversais, nos currículos escolares de que trata o caput deste artigo, tendo
como diretriz a Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990 (Estatuto da Criança e do
Adolescente), observada a produção e distribuição de material didático
adequado.”
ALTERAÇÃO DA LDB 2014

• “Art. 28. Na oferta de educação básica para a população rural, os


sistemas de ensino promoverão as adaptações necessárias à sua
adequação às peculiaridades da vida rural e de cada região,
especialmente:
• Parágrafo único. O fechamento de escolas do campo, indígenas e
quilombolas será precedido de manifestação do órgão normativo do
respectivo sistema de ensino, que considerará a justificativa
apresentada pela Secretaria de Educação, a análise do diagnóstico do
impacto da ação e a manifestação da comunidade escolar.”
ALTERAÇÃO DA LDB 2015
As alterações aconteceram nos meses de outubro,
novembro e dezembro.

Vamos ver todas agora!


ALTERAÇÃO DA LDB 2015
• “Art. 9o A União incumbir-se-á de:
• IV-A - estabelecer, em colaboração com os Estados, o Distrito Federal e os Municípios,
diretrizes e procedimentos para identificação, cadastramento e atendimento, na
educação básica e na educação superior, de alunos com altas habilidades ou
superdotação;
• Art. 59-A. O poder público deverá instituir cadastro nacional de alunos com
altas habilidades ou superdotação matriculados na educação básica e na
educação superior, a fim de fomentar a execução de políticas públicas
destinadas ao desenvolvimento pleno das potencialidades desse alunado.
• Parágrafo único. A identificação precoce de alunos com altas habilidades ou
superdotação, os critérios e procedimentos para inclusão no cadastro referido
no caput deste artigo, as entidades responsáveis pelo cadastramento, os mecanismos
de acesso aos dados do cadastro e as políticas de desenvolvimento das potencialidades
do alunado de que trata o caput serão definidos em regulamento.”
ALTERAÇÃO DA LDB 2015

• “Art. 43. A educação superior tem por finalidade:


• VIII - atuar em favor da universalização e do aprimoramento da educação básica,
mediante a formação e a capacitação de profissionais, a realização de pesquisas
pedagógicas e o desenvolvimento de atividades de extensão que aproximem os dois
níveis escolares.”
ALTERAÇÃO DA LDB 2015

• “Art. 44. A educação superior abrangerá os seguintes cursos e


programas:
• § 1º. Os resultados do processo seletivo para graduação serão tornados públicos
pelas instituições de ensino superior, sendo obrigatória a divulgação da relação
nominal dos classificados, a respectiva ordem de classificação, bem como do
cronograma das chamadas para matrícula, de acordo com os critérios para
preenchimento das vagas constantes do respectivo edital.
• - No caso de empate no processo seletivo, as instituições públicas de ensino superior darão
prioridade de matrícula ao candidato que comprove ter renda familiar inferior a dez salários
mínimos, ou ao de menor renda familiar, quando mais de um candidato preencher o critério
inicial.”
ALTERAÇÃO DA LDB 2015
• “Art. 47. a educação superior, o ano letivo regular, independente do ano
civil, tem, no mínimo, duzentos dias de trabalho acadêmico efetivo,
excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver.
• § 1º As instituições informarão aos interessados, antes de cada período letivo, os
programas dos cursos e demais componentes curriculares, sua duração, requisitos,
qualificação dos professores, recursos disponíveis e critérios de avaliação,
obrigando-se a cumprir as respectivas condições, e a publicação deve ser feita,
sendo as 3 (três) primeiras formas concomitantemente:
• I - em página específica na internet no sítio eletrônico oficial da instituição de ensino superior,
obedecido o seguinte:
• a) toda publicação a que se refere esta Lei deve ter como título “Grade e Corpo Docente”;
• b) a página principal da instituição de ensino superior, bem como a página da oferta de seus cursos
aos ingressantes sob a forma de vestibulares, processo seletivo e outras com a mesma finalidade,
deve conter a ligação desta com a página específica prevista neste inciso;
• c) caso a instituição de ensino superior não possua sítio eletrônico, deve criar página específica para
divulgação das informações de que trata esta Lei;
• d) a página específica deve conter a data completa de sua última atualização;
ALTERAÇÃO DA LDB 2015
• II - em toda propaganda eletrônica da instituição de ensino superior, por meio de
ligação para a página referida no inciso I;
• III - em local visível da instituição de ensino superior e de fácil acesso ao público;
• IV - deve ser atualizada semestralmente ou anualmente, de acordo com a duração
das disciplinas de cada curso oferecido, observando o seguinte:
• a) caso o curso mantenha disciplinas com duração diferenciada, a publicação deve ser
semestral;
• b) a publicação deve ser feita até 1 (um) mês antes do início das aulas;
• c) caso haja mudança na grade do curso ou no corpo docente até o início das aulas, os alunos
devem ser comunicados sobre as alterações;
• V - deve conter as seguintes informações:
• a) a lista de todos os cursos oferecidos pela instituição de ensino superior;
• b) a lista das disciplinas que compõem a grade curricular de cada curso e as respectivas cargas
horárias;
• c) a identificação dos docentes que ministrarão as aulas em cada curso, as disciplinas que
efetivamente ministrará naquele curso ou cursos, sua titulação, abrangendo a qualificação
profissional do docente e o tempo de casa do docente, de forma total, contínua ou
intermitente.
Melhor lugar para ter acesso a LDB
sempre é

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9394.htm
Atualização LDB
Lei nº 13.278/2016
Alteração apenas no artigo 26 § 6º
TEXTO ANTERIOR
• § 6o A música deverá ser conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, do
componente curricular de que trata o § 2o deste artigo. (Incluído
pela Lei nº 11.769, de 2008)

NOVO TEXTO
• § 6o As artes visuais, a dança, a música e o teatro são as linguagens
que constituirão o componente curricular de que trata o § 2o deste
artigo. (Redação dada pela Lei nº 13.278, de 2016)
Treinando...
• A Constituição Federal (CF) de 1988 e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) em
vigor apresentam os princípios e os fins da educação nacional, assim como o dever do Estado e
dos pais em relação à educação. De acordo com essas informações, julgue os itens
subsequentes.
• - É dever dos pais, ou dos responsáveis, efetuar a matrícula das crianças na educação básica, a
partir dos seis anos de idade,
• - As instituições de educação básica, ou superior, criadas e mantidas pela iniciativa privada devem
apresentar capacidade de autofinanciamento e sustentabilidade, por isso são autônomas em
relação aos diferentes sistemas de ensino,
• - É função do Estado garantir o pluralismo de ideias e concepções pedagógicas na educação pública
e (ou) privada.
• - As instituições educativas têm o direto de optar por qualquer modelo de gestão da educação,
• - A diversidade étnico-racial deve ser valorizada como objeto de estudo e prática social, nos
diferentes níveis de ensino.
• - O Estado tem o dever de garantir educação escolar pública, obrigatória e gratuita, em todos os
níveis de ensino,
Treinando...
• A Constituição Federal (CF) de 1988 e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) em
vigor apresentam os princípios e os fins da educação nacional, assim como o dever do Estado e
dos pais em relação à educação. De acordo com essas informações, julgue os itens
subsequentes.
• - É dever dos pais, ou dos responsáveis, efetuar a matrícula das crianças na educação básica, a
partir dos seis anos de idade.
• - As instituições de educação básica, ou superior, criadas e mantidas pela iniciativa privada
devem apresentar capacidade de autofinanciamento e sustentabilidade, por isso são autônomas
em relação aos diferentes sistemas de ensino.
• - É função do Estado garantir o pluralismo de ideias e concepções pedagógicas na educação
pública e (ou) privada.
• - As instituições educativas têm o direto de optar por qualquer modelo de gestão da educação.
• - A diversidade étnico-racial deve ser valorizada como objeto de estudo e prática social, nos
diferentes níveis de ensino.
• - O Estado tem o dever de garantir educação escolar pública, obrigatória e gratuita, em todos os
níveis de ensino.
Treinando...
• Julgue os itens que se seguem, com base no que dispõem a Constituição
Federal de 1988 e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n.º
9.394/1996).
• - A educação escolar é composta da educação infantil, da educação básica ―
formada pelo ensino fundamental e ensino médio ― e da educação superior,
• - As instituições públicas de educação superior devem obedecer ao princípio da
gestão democrática, assegurada a existência de órgãos colegiados deliberativos,
dos quais participarão, de forma diferenciada, docentes e os demais segmentos
da comunidade institucional, local e regional.
• - Os recursos públicos são destinados exclusivamente às escolas públicas, ainda
que as instituições privadas comprovem finalidade não lucrativa,
• - Compete à União autorizar, reconhecer, credenciar, supervisionar e avaliar,
respectivamente, os cursos das instituições públicas federais de educação
superior e os demais estabelecimentos desse sistema de ensino.
Treinando...
• Julgue os itens que se seguem, com base no que dispõem a Constituição
Federal de 1988 e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n.º
9.394/1996).
• - A educação escolar é composta da educação infantil, da educação básica ―
formada pelo ensino fundamental e ensino médio ― e da educação superior.
• - As instituições públicas de educação superior devem obedecer ao princípio da
gestão democrática, assegurada a existência de órgãos colegiados deliberativos,
dos quais participarão, de forma diferenciada, docentes e os demais segmentos
da comunidade institucional, local e regional.
• - Os recursos públicos são destinados exclusivamente às escolas públicas, ainda
que as instituições privadas comprovem finalidade não lucrativa.
• - Compete à União autorizar, reconhecer, credenciar, supervisionar e avaliar,
respectivamente, os cursos das instituições públicas federais de educação
superior e os demais estabelecimentos desse sistema de ensino.
Treinando...

• (CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013) Com base na Lei de Diretrizes e Bases da


Educação Nacional (LDB), julgue os itens seguintes.
A LDB atribui às instituições de ensino superior, públicas ou privadas, a
competência para ministrar educação superior, com graus de abrangência ou
especialização diversificados.

Na LDB, apresenta-se uma concepção ampla de educação, que abrange os


processos formativos desenvolvidos em distintos âmbitos sociais, ainda que
esta lei trate do disciplinamento da educação escolar, que ocorre
predominantemente em instituições de ensino.
Treinando...

• (CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013) Com base na Lei de Diretrizes e Bases da


Educação Nacional (LDB), julgue os itens seguintes.
A LDB atribui às instituições de ensino superior, públicas ou privadas, a
competência para ministrar educação superior, com graus de abrangência ou
especialização diversificados.

Na LDB, apresenta-se uma concepção ampla de educação, que abrange os


processos formativos desenvolvidos em distintos âmbitos sociais, ainda que
esta lei trate do disciplinamento da educação escolar, que ocorre
predominantemente em instituições de ensino.
Treinando...
• (FUB/CESPE- 2009) A partir da organização da educação brasileira em níveis e
modalidades presentes na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
(LDB), julgue os itens que se seguem.
É facultado às escolas de ensino fundamental incluírem em seus currículos
conteúdos que tratem de temas relacionados ao Estatuto da Criança e do
Adolescente (ECA),

As disciplinas de filosofia e de sociologia devem ser incluídas,


obrigatoriamente, em pelo menos uma das três séries do ensino médio,

O ano letivo regular na educação superior deverá ter, no mínimo, 200 dias
letivos, incluindo o período destinado a exames finais,
Treinando...
• (FUB/CESPE- 2009) A partir da organização da educação brasileira em níveis e
modalidades presentes na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
(LDB), julgue os itens que se seguem.
É facultado às escolas de ensino fundamental incluírem em seus currículos
conteúdos que tratem de temas relacionados ao Estatuto da Criança e do
Adolescente (ECA).

As disciplinas de filosofia e de sociologia devem ser incluídas,


obrigatoriamente, em pelo menos uma das três séries do ensino médio.

O ano letivo regular na educação superior deverá ter, no mínimo, 200 dias
letivos, incluindo o período destinado a exames finais.
Cupom: FUTUROEDUCADOR30
30% de desconto em qualquer curso
online até às 23h59 de amanhã.