Вы находитесь на странице: 1из 24

Parts of Speech - Prepositions,

conjunctions and interjections


APRESENTAR AS CLASSES DE CONNECTIVES NA LÍNGUA INGLESA: AS PREPOSIÇÕES E AS CONJUNÇÕES,
SEUS USOS E CARACTERÍSTICAS. ALÉM DISSO, ESTUDAREMOS AS INTERJEIÇÕES, SUA DEFINIÇÃO E
USOS.

AUTOR(A): PROF. ELTON LUIZ ALIANDRO FURLANETTO

AUTOR(A): PROF. VERA LUCIA RAMOS

PREPOSITIONS
Definition
Preposições são pequenas palavras que nunca mudam de forma. São pronunciadas de forma fraca e nunca
são palavras tônicas*. Em nomes de livros, não são capitalizadas, como outras palavras. Sua definição é
“uma palavra colocada antes de um substantivo ou pronome para definir sua relação com outra palavra na
frase.” (YATES, 1999)

TONICIDADE: STRESS
Normalmente falamos em sílabas tônicas, ou seja, a sílaba mais fortemente pronunciada de cada

palavra. A importância da sílaba tônica em português está ligada com as regras de acentuação. Em
inglês, diferentes palavras podem ter diferentes sílabas tônicas (control pode ser substantivo ou
verbo) e a sílaba tônica pode determinar regras ortográficas (listening sem dobrar letra, e
admitting, por exemplo). Dentro de uma frase, teremos também as palavras tônicas e as palavras
átonas, e a pronúncia correta concede a musicalidade da língua ou a entonação. Palavras forte ou
tônicas são verbos, substantivos, advérbios e palavras com significados novos, enquanto
determinadores, pronomes, preposições, sendo palavras gramaticais, vão ser átonas.

As relações podem ser de diversos tipos: temporais, espaciais, direcionais, de recebimento, de finalidade,
quantidade, afiliação, descrição, etc. Estes também são chamados de funções das preposições.

01 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
As preposições configuram um dos grandes problemas no aprendizado do inglês porque muitas delas não
possuem equivalentes em outras línguas, ou cada língua vai escolher uma preposição específica em cada
caso. Vejamos alguns exemplos:
 

Português Inglês

Meu aniversário é em outubro. My birthday is in October

Meu aniversário é em 30 de outubro My birthday is on October 30.

Ele estava no (em+o) museu. He was at the museum.

Encontrei com ela às 7 horas. I met her at 7 o’clock.

Sempre sonho com minha avó. I always dream of my grandma.

 
Diferente do que acontece em português, as preposições em inglês não podem ser contraídas com os
artigos. Se temos
em+o = no
em+a = na
por+o = pelo
de+a = da
em inglês vamos manter as duas partículas separadas: in the, of the, by the, etc.
 
A escolha da melhor preposição segue algumas regras, mas ela é bastante intuitiva para um nativo. Ele/a vai
saber qual é a melhor preposição sem, talvez, saber explicar porque aquela é a mais apropriada.
Algumas preposições indicam mais de um tipo de relação. A melhor definição de cada uma, vai ser dada de
acordo com o contexto (às vezes o verbo vai ajudar a definir, ou o substantivo). Vejamos alguns exemplos
com a preposition after:
We rested after lunch (tempo)
The cat is after the mouse (em perseguição)
He was angry after the way she behaved (motivo)
This was named after the late actor (em homenagem a)
She worked night after night (continuidade)
 

02 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
As preposições, junto com as palavras que as seguem formam expressões, que são chamadas de
prepositional phrases. Tais palavras podem ser: (a) substantivos, (b) pronomes e (c) verbos com ING.
(a) She signed the document with a black pen.
(b) She gave the book to me.
(c) I’m interested in learning.
 
É possível usar preposições no final de frases e isso vai acontecer principalmente em perguntas. Porém, não
é possível começar frases com preposições em inglês. Compare:

Who did she give the book


Para quem ela deu o livro? (não é possível dizer “quem ela deu o livro para?”)
to?

Sobre o que ela está falando? (não é possível dizer “o que ela está falando
What is she talking about?
sobre?”)

 
More common prepositionsAs preposições são um grupo fechado da língua, ou seja, são palavras limitadas
e dificilmente se adicionam novas palavras ao grupo. Elas foram introduzidas na língua na época em que ela
passou de uma língua declinável (normalmente as declinações estabelecem as relações entre as palavras)
para uma língua não declinável.
Vejamos a lista de preposições em inglês:
above, about, across, against, along, among, around, at, before, behind, below, beneath, beside, between,
beyond, by, down, during, except, for, from, in, inside, into, like, near, of, off, on, since, to, toward, through,
under, until, up, upon, with, within, without.
Algumas das preposições do grupo acima podem ser classificadas igualmente como advérbios, portanto elas

não ficam restritas exclusivamente à classificação como preposições. Vejamos alguns exemplos: 
Malik walked down the hill. (preposition)
She put the book down. (adverb)
It was raining so he came inside. (adverb)
The money is inside that box. (preposition)
 

03 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Há diversas formas de se abordar preposições. Há diversos livros como, por exemplo o The Ins and Outs of
Preposition, que abordam especificamente os diversos aspectos dessa estrutura gramatical. Ele fala de três
formas de abordar as preposições: a partir da preposição ela mesma, mostrando em que tipo de padrão de
frases ela pode ser usada. Outra possibilidade é estudar as preposições a partir de sua função. E por fim,
pode-se olhar para as preposições a partir de seu uso, ou em sua relação com outras palavras da frase (por
exemplo, preposições mudando os sentidos de verbos, nos phrasal verbs).
Aqui vamos falar das preposições segundo suas funções. Escolhemos, à guisa de exemplo, as funções mais
comuns: a indicação de tempo e espaço. Há muitas outras funções e o jeito mais fácil de memorizar as
preposições é realizando exercícios para completar frases com as preposições, para perceber qual se adequa
melhor em cada contexto.

 
Prepositions by function
 
TEMPO
Muitas preposições vão indicar tempo, formando adverbial phrases of time. Dividimos em grupos que
podem apresentar algum tipo de confusão:
 

Before After

Usado para indicar um período anterior Usado para indicar um período posterior

Seven o’clock is before eight o’clock I work a lot after lunch.

During Through / throughout

Por parte de um período Pelo período todo

He slept during the afternoon.(a tarde tem 6 horas de duração, He slept through the afternoon.(ele
mas ele dormiu somente das 14h-15h) dormiu do meio dia até as 18h)

By Until

Por volta de um período Não além daquele período

We have to be there by 5 (podemos chegar um pouco If we don’t get there until 9, we won’t be able to enter.
04 / 23
antes ou um pouco depois - usado com verbos que (o horário funciona como o limite - usado com verbos
expressam pontos do tempo: arrive, come, go, leave, que indicam períodos de tempo: live, sleep, work, wait,
etc.) stay )
TÉCNICAS DE ANOTA…
Since For

Indica o ponto inicial de uma ação Indica a duração total de uma ação

I’ve worked here for 5 years. (ainda acontece)


I’ve been living here since I was a child. (o ponto final da
I worked there for 5 years, from 2008 to 2013.
ação é sempre o presente)
(duração no passado)

Between Within

Entre duas indicações de tempo Entre agora e uma certa duração de tempo

She will be here between 7 and 8pm.(agora é 2pm) She will be here within 10 minutes.

IN ON AT

In time On time At that time


Atrasado, mas dentro do limite Pontualmente Indicando algum período
He got to the meeting in time. They had He got to school on At that time, he decided to
just started. time.  leave home.

Dias da semana, datas,


feriados
Séculos, décadas, anos e estações do ano
He arrived on Saturday.
He lived in the 16th century.
He arrived on October Horas
He lived in the 1980’s.
15. She got home at 7:15.
He came here in 2012.
He arrived on October
He stayed with us in the summer. 
15, 2014.
He came on Labor Day.

Partes do dia
He called in the morning. Noite
 
We had lunch in the afternoon. We work at night.
We went to the restaurant in the evening.

Expressões indicando NOW


Dentro de um período
  She isn’t home at present.
Maria will be here in five days.
05 / 23
She is working at the moment.

  TÉCNICAS DE ANOTA…
Legenda: SHE LIVED IN THE 16TH CENTURY.

ESPAÇO

06 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
IN ON AT

Um continente, país, uma cidade,


estado, bairro Um prédio ou edificação com nome,
Uma rua, um andar
She lives in Africa. números de casa
He lives on Elm Street.
She lives in Paris. She lives at 1234 Elm Street.
He lives on the third floor.
She lives in Minas Gerais. She lives at the Manor.
She lives in Vila Madalena.

Expressões com lugares em geral Expressões com lugares conhecidos


She is in the park.   She is at work.
She works in a bank nearby. She is at church.

Um cômodo, área de um cômodo


She was watching TV in the living Uma área externa Um local de trabalho interno
room. Mark has a grill on the She is doing the dishes at the
The mouse trap is in the corner of balcony kitchen sink
the kitchen.

Uma cadeira normal, sofá,


etc
Uma cadeira estofada
We sat on the sofa to watch  
He sat in the chair and took a nap.
the news.
She sits on the middle chair.

On bed
In bed
em cima da coberta
debaixo da coberta  
He sat on my bed and talked
I was in bed, reading a little.
to me.

Na praia, costa
Água, ar, ambiente
De frente para o mar The family is having fun at the
There is a lot of pollution in the air
Their house is on the coast. beach.
and in the water.
 

The center, the middle The side, the left, the right The beginning, the end
We are in the middle of a process The bank is 5 blocks from The building is at the end of this
here. here on the left. street.

North/south/west/east North side/south side/ etc.


Boston is in the north of the United Our house is on the south   07 / 23

States. side of town.

TÉCNICAS DE ANOTA…
Over, above On, upon, on top of
Numa posição superior, sem tocar a superfície Numa posição superior, tocando a superfície

The chandelier is over the table. The flowers and the candles are on the table.

 
 

Legenda: THE CHANDELIER IS OVER THE TABLE. THE FLOWERS AND THE CANDLES ARE ON THE TABLE.

Against By, beside, next to


Próximo, com contato Próximo, sem contato

The boy and the skateboard are against the wall. The boy is next to the skateboard.

 
 

08 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Legenda: THE BOY AND THE SKATEBOARD ARE AGAINST THE WALL. THE BOY IS NEXT TO THE
SKATEBOARD.

Between Among
Entre duas pessoas ou coisas Entre mais de dois elementos

The man is standing between the two women. There is a red apple among the green apples.

Legenda: THE MAN IS STANDING BETWEEN THE TWO WOMEN.

09 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Legenda: THERE IS A RED APPLE AMONG THE GREEN APPLES.

In, inside, within Out of, outside of

The woman and the dog are inside the house. The girl and the cat are outside of the house.

Legenda: THE WOMAN AND THE DOG ARE INSIDE THE HOUSE.

10 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Legenda: THE GIRL AND THE CAT ARE OUTSIDE OF THE HOUSE.

Atente para o fato que em português dizemos dentro “de” algum lugar e fora “de” algum lugar, mas a
preposição OF só está presente nas palavras para indicar “fora”.
 

CONJUNCTIONS
 
Use and importance
As conjunções, assim como as preposições são palavras que ligam ideias. Enquanto as preposições ligam
palavras, as conjunções ligam elementos sintáticos maiores, como clauses ou sentences. Elas estabelecem
conexões lógicas que ajudam os falantes do idioma a organizar e apresentar suas ideias.
Existem vários tipos de conjunções, que em inglês podem ser chamadas de linkers ou connectors. Vamos
falar sobre três tipos.
 
Within Sentence

11 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Alguns materiais costumam classificar essas conjunções como “coordinating” (and, or) e “subordinating”
(because, although) conjunctions. Isso está relacionado ao nível de independência das ideias expressas
pelas duas partes ligadas. Quando as clauses são mais independentes, são coordenadas, e se a ideia de uma
completa a outra clause, teremos uma subordinate clause. Porém, concordamos com Adamson (1995) que a
melhor forma de pensar neles é como within-sentence connector, ou seja, eles estão sempre organizados
como uma frase apenas (sentence), dividida em duas ou mais clauses por uma vírgula (em alguns casos não
há pontuação) e não por ponto final (.)
Há diversas ideias que podem ser ligadas com esse tipo de conjunction: adição (and), contraste (but,
although), alternativa (or), razão (because, since, as), propósito (so that), resultado (so), tempo (while),
condição (if, unless). Neste segmento, vamos falar sobre as três primeiras funções: adição, contraste e
alternativa.
 
ADDITION
Liga ideias similares, com o mesmo sentido.
She didn’t study and didn’t do well on the test.
Mike sat down and Marvin sat beside him.
You’ll scratch my back and I’ll scratch yours.
 
Se há uma série de ideias similares, elas serão separadas com vírgula e somente a última terá and:
Tom got up, had breakfast, went to work and checked his email.
 
Uma das características desse tipo de construção é chamada paralelismo. As diversas clauses que são unidas
pelo AND podem apagar um elemento gramatical que se repete. No caso do exemplo, Tom, que é o sujeito,
deveria estar expresso antes de cada verbo, mas é omitido. Isso pode ocorrer com qualquer estrutura que se
repete nas orações.
 
CONTRAST
Liga duas ideias opostas, uma tem um peso diferente da outra, ou é diferente daquilo que se esperava.
I did not meet his mother, but I talked to his aunt.
Aqui o falante dá a mesma ênfase para a primeira parte e para a segunda, as duas são orações com o mesmo
peso.

12 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Although I did not meet his mother, I talked to his aunt.
O falante dá mais ênfase para a segunda parte da frase, e menos para a primeira, talvez porque tal
informação já tenha aparecido antes. Ao usar although, uma sentença passa a ser mais dependente da outra.
Além disso, ALTHOUGH é mais formal que BUT, e pode ser usado no começo ou meio da frase (a ordem das
clauses não importa tanto).
Simon isn’t very tall, but he is very good at basketball.
Although Simon isn’t very tall, he is very good at basketball.
Simon is good at basketball although he is not very tall.
 
Uma outra palavra que também indica contraste é a palavra WHEREAS. Podendo ser usada no começo da
frase ou no meio, como ALTHOUGH, ela tem uma particularidade que se diferencia desta conjunction.
Analisemos o exemplo:
Whereas Marlon is interested in physics, his twin brother Gordon is keen on theater.
Although Marlon likes physics, he didn’t do well in the test.
 
O que se observa é que WHEREAS estabelece uma diferença entre duas pessoas ou coisas que, de outra
forma, são bastante similares. É um contraste com um sentido de comparação. A palavra ALTHOUGH, por
sua vez, não representa uma similaridade entre os elementos contrastados.
Mais exemplos seriam:
Soccer is played with a round ball whereas rugby is played with an oval ball.
Whereas cats are solitary by nature, dogs live in packs.

13 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Legenda: SOCCER IS PLAYED WITH A ROUND BALL WHEREAS RUGBY IS PLAYED WITH AN OVAL BALL.

ALTERNATIVES
As alternative conjunctions servem para expressar uma escolha entre duas possibilidades. Algumas das
conjunctions, porque se relacionam em pares de palavras como either...or, vão ser igualmente chamadas de
correlative conjunctions.
Alguns exemplos das mais comuns são: or, nor, either…or, neither…nor, otherwise, else etc.
He is either a fool or the smartest person here.
You must leave this place at once or you will have to face the consequences.
“Human progress is neither automatic nor inevitable...” (Martin Luther King)
He doesn’t want to know anything about this work, otherwise he would have tried to learn more about it.
 
Across Sentences
Outra possibilidade, na construção de ligações entre frases e ideias, são as conjunções que são separadas
em duas clauses diferentes e tal separação é marcada pelo ponto final. Portanto, a ligação entre as ideias se
dá no plano das ideias, e não no plano sintático, já que as clauses são separadas, formando frases
diferentes.

14 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Assim como as within sentence linkers, diversas ideias que podem ser ligadas com esse tipo de conjunction:
adição (also, moreover), contraste (however, nevertheless), resultado e conclusão (thus, therefore, hence),
comparações (on the other hand, conversely), ênfase do argumento principal (anyway, in any case, the
thing is), entre outros. Neste segmento, vamos falar sobre as três primeiras funções: adição, contraste e
resultado.
 
ADDITION
Há várias palavras que podem ser usadas em sentenças separadas, para ligar e somar as ideias presentes
nelas. Veremos aqui os exemplos de also, furthermore, moreover, in addition e besides. Veja os exemplos:
ALSO
They asked for food. They also asked for money.
She is extremely intelligent. She is also very efficient.
In my speech, I’ll be looking at the present situation. I shall be also making predictions about the future.
Marylin is having tea. I am going to have a cup also.
 

Also serve para adicionar um novo fato ao que foi dito. As primeiras três frases mostram as posições mais
comuns da conjunction e a última é uma possibilidade gramatical, porém, é mais informal e prefere-se a
palavra TOO no final da frase, ambas com o mesmo significado.
 
MOREOVER
The rent for the building was reasonable. Moreover, the location was perfect.
There will always be war among men, because, they are naturally ambitious, and are governed by interest;
moreover, zeal for religion, makes them rigid.

Moreover é utilizado quando dois fatos de igual importância são dados. Ele é um pouco mais formal e
normalmente introduz uma razão de um tipo diferente daquela que veio antes. Vai adicionar algo que
diversifica a ideia que veio antes.
 

15 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
IN ADDITION
The company was reorganized. New members of staff were recruited. In addition, the managers were given
new responsabilities.
Martha and Homer act and sing. In addition, they dance.

In addition normalmente aparece quando temos uma lista de ações. Ele é considerado um pouco formal e
soa impessoal. Assim como moreover e besides aparece depois do ponto final, no começo da segunda ideia
e tem depois dele uma vírgula.
 
FURTHERMORE
For a state to support itself, those, who govern, should be moderate; those who ought to obey, governable;
furthermore, the laws should be judicious.
Reading is an excellent way to increase your vocabulary. Furthermore, it can also help you improve your
grammar.

Furthermore, assim como as outras conjunctions liga duas ideias similares. Quando usado propriamente, o
termo adiciona uma nova nuance àquilo que já foi mencionado, servindo apenas para numerar
argumentos.
 
BESIDES
I don’t want that job. I would have to travel a lot. Besides, the salary is too low.
I'm too tired to go for a walk. Besides, it's raining.

Besides serve para apresentar um novo argumento, que reforça os anteriores. Normalmente ele aparece
para listar novas razões para alguma coisa. É mais usado na fala que na escrita, portanto, tem um caráter
um pouco mais informal que os outros linkers.
 
CONTRAST
 
HOWEVER

16 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Beethoven became deaf at the age of 32. However, he still managed to compose great music.
Haydn wrote 104 symphonies. However, his pupil Beethoven wrote only nine.
Ann wanted to continue the discussion. The others, however, wanted to finish the meeting.

However pode ser usado para contrastar diferentes fatos sobre a mesma pessoa, ou para contrastar o
mesmo fato sobre pessoas diferentes. Ele normalmente é colocado no começo da frase, entre o ponto final
e uma vírgula, mas também pode ser usado depois do sujeito e antes do verbo principal, sendo assim
colocado entre duas vírgulas. Ele é um pouco mais formal, portanto, mais comum na escrita.
 
NEVERTHELESS
Linking words are important. Nevertheless, they are not always taught.
The French exam was easy. However, the chemistry exam was difficult.
We worked hard, but nevertheless we were unable to finish the job in time.

Neverthless é muito parecido com however, mas possui uma diferença sutil deste: enquanto however pode
ser usado para contrastar dois fatos sobre a mesma coisa e duas coisas sobre o mesmo fato, nevertheless só
pode ser usado para contrastar dois fatos sobre a mesma coisa ou pessoa. No primeiro exemplo, poderia-se
ter usado tanto um termo quanto o outro. No segundo exemplo, não foi possível usar nevertheless, já que
não há uma oposição real entre dois fatos, os dois exames são independentes. Em uma linguagem mais
informal, é possível juntar but com nevertheless, uma servindo para enfatizar, e não cancelar, a outra. Tal
construção é impossível de ser feita com however.
 
RESULT AND CONCLUSION
THUS
Modern societies need more educated workers. Thus, we must increase spending on education.
My talk will be in two parts. Thus, I shall begin with the historical background and then deal with the
current state of affairs.
We shall spend more money on education and thus give our young people hope for the future.

17 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Thus serve para dar o motivo da primeira parte do grupo de sentenças. Na primeira frase, quer dizer: por
esta razão. A primeira sentença explica a segunda. No segundo exemplo, temos que THUS vai ser usado
para dar detalhes sobre a primeira parte da frase. Como a maioria dos across-sentence linkers, ele é mais
formal e mais comum na escrita. É possível usar THUS com AND, como no último exemplo, e sem
pontuação, com o sentido de “ao fazer isso”, “por esse meio”.
 
THEREFORE
The economic situation was poor. We therefore postponed our plans for expansion.
The economic situation was poor. We were therefore unable to proceed with our plans.
I think, therefore I am.

Therefore pode ser usado como o thus, para expressar um resultado, ou uma conclusão lógica. O que muda
é sua forma de ser usado na frase. Não apenas na posição inicial, ele pode ser colocado antes do verbo
principal ou depois do verbo BE. Ele também possui seu próprio símbolo matemático para expressar
dedução lógica. Nesse caso, pode ser usado como um within-sentence linker, mesmo que não esteja junto
com outro linker como BUT ou AND.
 
Phrasal
Por fim, há alguns connectors que vão ligar uma clause a um grupo que não configura uma clause (Subject +
verb + complement). Em vez dela, teremos um grupo composto por uma NOUN PHRASE ou um verbo no
ING. São o tipo de conjunções que mais se parecem com prepositions, por ligarem mais palavras do que
frases ou orações. Elas são, inclusive, compostas por prepositions. Vejamos alguns exemplos:
Susan sang two songs despite her sore throat.
Several flights have been cancelled this week because of the weather.
 
Assim como os outros tipos de sentence linkers, elas vão oferecer diferentes formas de ligar certas ideias e
estabelecer relações similares com as já encontradas antes pelass outras conjunctions: adição (in addition
to, besides), contraste (in spite of, despite), motivo (because of, owing to, due to), esclarecimentos (namely,
i.e., such as), tempo (during), entre outros. Neste segmento, vamos falar sobre as três primeiras funções:
adição, contraste e motivo.
ADDITION
In addition to fruit, monkeys occasionally eat meat.

18 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
In addition to giving an introduction to computers, the course also provides practical experience.
What other languages do you know besides English?
Besides playing soccer, he is good at volleyball.

In addition to é mais formal e chega a soar técnico ou científico. Ele dá uma ideia de um total exato.
Besides é mais utilizado na fala e é mais comum do que a outra expressão. Ambos podem ser seguidos de
uma NOUN PHRASE ou de um GERUND PHRASE. Ambos podem ser usados no começo ou meio da frase.
Porém, se in addition to é usado no começo da frase, ele é separado por vírgulas. Se é usado depois, deve
ser usado junto com “that”, ou sem o “to”: “He leaves home very early. In addition to that, he works long
hours.”
 
CONTRAST
In spite of a bad cold, she sang beautifully.
We lost the game, in spite of playing well.
He was never satisfied, despite being one of the richest men in the world.

As expressões IN SPITE OF e DESPITE são utilizadas para se referir a fatos que surpreendem por não
serem esperados. Um dos elementos é positivo (singing beautifully, playing well, being rich) e o outro é
negativo. Eles são utilizados com NOUN PHRASES ou GERUND PHRASES. Podem aparecer no começo ou
meio da oração, sempre separados por vírgulas. Atentar para a forma que SPITE leva a preposição OF
enquanto DESPITE não pode ter a preposição. O sentido dessas expressões é bem parecido com
“although”, porém este deve sempre ser seguido de uma clause, não de uma phrase.
 
REASON
We couldn’t go home because of the rain.
Because of the warmer climate in the southern region, agriculture is more successful there.
The boys teased him because of his accent.

19 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
A expressão BECAUSE OF pode ser usada para dar o motivo de alguma coisa, assim como usamos
“because”. Porém, esta só pode ser usada antes de uma CLAUSE e não de uma frase. Quando o motivo não
é um verbo, mas uma coisa, prefirimos esta forma de expressão. Ela é usada com NOUN PHRASES, mas não
com formas com o ING. É usado tanto na fala quanto na escrita. Há ainda maneiras mais formais de
expressar a mesma ideia com um phrasal linker: OWING TO é mais formal e oficial. Outra possibilidade é
DUE TO, que só pode ser usado depois de alguma forma do verb BE. Veja alguns exemplos:The factory had
to close owing to a lack of money.The closure of the factory was due to a lack of planning.
 

INTERJECTIONS
Use and examples
As interjeições são expressões que carregam a frase de emoção. Podem indicar uma variada gama de
emoções: supresa, admiração, alívio, dor, alegria, entusiasmo, etc. Elas não servem para ligar nenhum
elemento da frase, nem se referem a nenhum. Trata-se apenas da expressão da atitude do falante.
Normalmente as interjeições estão acompanhadas do exclamation mark ou exclamation point (!). Certas
vezes, uma vígula poderá servir para separar a interjeição e o restante da frase:
Wow, he’s won the lottery.
No, this can’t be true.
Não há muitas regras para a aplicação das interjeições na fala ou na escrita. Elas são marcadas por uma
entonação específica na fala e pelo sinal de exclamação na escrita. O que se deve fazer, apenas, é evitar o
uso excessivo: mesmo na escrita informal, usar em demasia enfraquece o poder discursivo das interjeições.
Xingamentos (damn, shit) também são considerados interjeições. Além delas, temos palavras que servem
para substituir xingamentos, como “holy moly”, usado para evitar o uso da palavra “shit”. Algumas são
formadas a partir de onomatopéias.
Na verdade, muitas palavras que a princípio não seriam interjeições podem ser colocadas nessa classe,
desde que usadas para expressar emoção. Podem até ser palavras inexistentes em inglês como, por exemplo,
Bazinga!, usada por um personagem de sitcom para expressar surpresa ou satisfação.
As interjeições nem sempre se localizam no começo da frase. Veja o exemplo, com a interjeição huh
expressão surpresa ou sarcasmo:
“So, you don’t like spinach too much, huh?”
Por vezes, podem aparecer no meio da frase. Veja esse exemplo com a expressão good gracious:

20 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
“When I think about the number of interjections in English, good gracious, I don’t think I could ever list
them all.”
 
Vejamos alguns outros exemplos:
Para expresser sentimentos, podemos usar wow, gee, oops, darn, geez, oh:
Oops, I’m sorry. My mistake.
Geez! Do I need to call him again?
Oh, I didn’t know she would get hurt.
 
Afirmar ou negar informações podemos usar yes, no, nope:
Yes, I will go there!
No, I am not doing that.
Nope. That’s not what I wanted.
 
Para chamar a atenção temos yo, hey:
Yo, will you ask the question?
Hey, I just wanted to see you before I go away.
 
Para indicar pausas na fala temos well, um, hmm:
Well, what I meant was nothing like that.
Um, here is our idea.
Hmm. You really need to go to see that doctor.
 
Eis uma lista de outras possíveis interjeições:
Gadzooks!
Oh, no!
Bravo!

21 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
Whoopee!
Ouch!
Hurrah!
Mercy!
Gee! (forma eufemizada de dizer Jesus)
O my Gosh! (para evitar dizer “God”)
Ah!
 
Algumas formadas por onomatopéias:
Mmmm!
Phew!
Hump!

ATIVIDADE

Escolha a frase com a preposição incorreta:

A. When we get ready for dinner, I have to take my books OFF the table.
B. You have to leave your shoes BY the door when you enter the house.
C. We have always lived ON London, England.
D. She has a cottage IN the north.

ATIVIDADE

Em qual frase a conjunction é usada de forma errada?

22 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
A. I will be late today because my car has broken down.
B. In spite of the rain, I didn't get wet.
C. I'm not leaving until I get an apology from you.
D. I don't drink coffee although it makes me nervous. 

ATIVIDADE

You are a vegetarian. You are offered a dish of raw fish. What do you
think?

A. Ugh! 
B. Hurrah! 
C. Wow! 
D. Mmmmm! 

REFERÊNCIA
ADAMSON, Donald. Practise Your Conjunctions and Linkers. Harlow: Longman, 1995.
EGGENSCHWILER, J. BIGGS, E.D. Cliffs Quick Review Writing: Grammar, Usage, and Style. New York: Hungry
Minds. 2001
WALKER, Elaine; ELSWORTH, Steve.  Grammar Practice for Upper Intermediate Students: With Key. Harlow:
Longman, 2000.
YATES, Jean. The Ins and Outs of Prepositions:. Hauppauge New York: Barron's Educational Series, 1999.

http://grammar.yourdictionary.com/parts-of-speech/interjections/list-of-interjections.html
(http://grammar.yourdictionary.com/parts-of-speech/interjections/list-of-interjections.html)
http://quod.lib.umich.edu/e/ecco/004892937.0001.001/1:7.58?rgn=div2;view=fulltext
(http://quod.lib.umich.edu/e/ecco/004892937.0001.001/1:7.58?rgn=div2;view=fulltext)

23 / 23

TÉCNICAS DE ANOTA…
TÉCNICAS DE ANOTA…