Вы находитесь на странице: 1из 5

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULO

Pelo presente instrumento particular de locação, de um lado SALVADOR CORSINO,


brasileiro, casado, taxista, portador da carteira de identidade nº MG-2765 SSP/MG inscrito
no CPF sob o nº 087.283.566-91, residente e domiciliado na rua Hercílio da Costa Viana,
nº 240 – Vila Maria – Lagoa Santa – MG, Cep.: 33.400-000, denominado LOCADOR, e de
outro lado MANOEL NERES DA SILVA, brasileiro, casado, aposentado, inscrito no CPF
sob o nº 337.243.776-49, carteira de identidade nº 3.301.733 SSP/BA, residente e
domiciliado na rua Lourenço Pinto Coelho, nº 187, bairro Brant, cidade de Lagoa
Santa/MG, Cep.: 33400-000, denominado LOCATÁRIO, tem entre si justos e contratados
o seguinte:

CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO DO CONTRATO

Constitui objeto deste contrato a locação do veículo de propriedade do LOCADOR,


conforme documentação anexa, sendo o VEÍCULO EFFA LANCHE TODO EQUIPADO,
ano 2011, cor prata, placa GQR-6280 e demais características da locação.

1.1. O veículo alugado temporário é de propriedade do LOCADOR e encontra-se em


perfeitas condições mecânicas de uso, conservação e funcionamento, tendo sido
abastecido e revisado antes de ser posto à disposição do LOCATÁRIO e, assim, deve ser
devolvido ao LOCADOR, ao término do presente contrato de aluguel.

1.2. A finalidade da locação é para fins comerciais, veículo “trailer”, utilizado para venda
de sanduíches e afins.

CLÁUSULA SEGUNDA – DO PRAZO DA LOCAÇÃO

A locação vigerá pelo período de 28 de fevereiro de 2017 a 30 de setembro de 2017,


devendo o LOCATÁRIO restituí-lo no final do prazo, em perfeito estado de uso e
conservação, com pintura nova, com todos os equipamentos em perfeito estado de uso e
de conservação, independente de notificação judicial ou extrajudicial.

CLÁUSULA TERCEIRA – DO VALOR DA LOCAÇÃO

O valor mensal da locação será de R$800,00 (Oitocentos reais) mensais, que deverá ser
pago todo o dia 10 (dez), sendo o primeiro pagamento no dia 10/03/2017 e as demais no
mesmo dia dos meses subsequentes.

3.1. Para fins de comprovação das condições do bem alugado, será realizada, tanto no
ato da entrega do veículo ao LOCATÁRIO, quanto na devolução ao LOCADOR, vistoria
do bem, o qual neste ato fica pactuado entre as partes que o veículo encontra-se em
perfeitas condições /estado, devendo ser devolvido da mesma forma. Pode o LOCADOR

Página 1 de 5
valer-se desta vistoria para cobrar judicialmente o débito ou a reparação de danos ou falta
de acessórios do veículo alugado.

3.2. O aluguel será exigível, IMPRETERIVELMENTE NO DIA DO VENCIMENTO, ou seja,


no dia 10 (dez) de cada mês, iniciando-se no dia 10/03/2017, devendo o pagamento ser
efetuado diretamente ao LOCADOR, em seu endereço residencial ou, outro que lhe seja
fixado por escrito.

3.3. A eventual tolerância de qualquer atraso ou demora no pagamento de alugueis,


impostos, taxas, seguro ou demais encargos de responsabilidade do LOCATÁRIO, em
hipótese alguma poderá ser considerada como modificação das condições do contrato,
que permanecerão em vigor para todos os efeitos.

3.4. A devolução do veículo deverá ser efetuada pelo LOCATÁRIO para os fins de direito,
no final deste contrato.

CLÁUSULA QUARTA – SEGURO DO VEÍCULO

O locatário tem por dever realizar os serviços de manutenção mecânica do veículo


alugado.

4.1. O valor da locação do veículo pretendido é o preço básico, sem qualquer proteção
oferecida pelo LOCADOR.

4.2. O LOCATÁRIO assume no ato deste contrato, eventuais acontecimentos, como: furto,
roubo, colisão, avarias, bem como danos a terceiros e danos pessoais.

CLÁUSULA QUINTA – DAS OBRIGAÇÕES DO LOCATÁRIO

O LOCATÁRIO se compromete:

5.1. Caso o LOCATÁRIO deseje efetuar a devolução do veículo antes do término deste
contrato, deverá comunicar seu desejo ao LOCADOR, pagando as despesas de acordo
com o pré-estabelecido pelo LOCADOR neste instrumento.

5.2. Pagar ao LOCADOR o valor mensal do aluguel pactuado neste contrato todo o dia 10
(dez) de cada mês subsequente, com início em 10/03/2017.

5.3. Usar o veículo somente e exclusivamente dentro da cidade de LAGOA SANTA/MG,


sendo expressamente proibido o uso do veículo e/ou seus equipamentos dentro de outros
municípios.

Página 2 de 5
5.4. O LOCATÁRIO não poderá sublocar, no seu todo ou em parte o bem objeto deste
contrato, e dele usará de forma a não prejudicar as condições estéticas e de segurança,
moral, bem como a tranquilidade e o bem estar dos vizinhos de onde se instalar.

5.5. O LOCATÁRIO recebe o bem em perfeito estado de conservação e limpeza, e obriga-


se pela sua conservação, trazendo-o sempre nas mesmas condições, responsabilizando-
se pela imediata reparação de qualquer estrago feito por si, seus prepostos ou visitantes,
obrigando-se, ainda a restituí-lo quando finda a locação ou rescindida esta, limpo, com
pintura nova e conservado, com todas as instalações em perfeito estado de
funcionamento. Sendo necessário substituir qualquer aparelho ou peça de instalação, fica
entendido que esta substituição se fará por outra da mesma qualidade, de forma que,
quando forem entregues as chaves do veículo, esteja o mesmo em condições de ser
novamente alugado, sem que que para isso seja necessário qualquer despesa por parte
do LOCADOR.

5.6. Comunicar o LOCADOR imediatamente se houver a ocorrência de acidentes, furtos,


roubo ou incêndio e providenciar as medidas cabíveis para sanar o ocorrido.

5.7. Reembolsar o LOCADOR de eventuais despesas efetuada para reparação de danos


decorrentes de mau uso do veículo, bem como outras despesas afins, como
guinchamento do veículo locado e/ou terceiros prejudicados.

5.8. O não atendimento do disposto nas cláusulas deste contrato, configurará


inadimplência contratual, ensejando emissão de Nota Fiscal e Duplicata de Prestação de
Serviços, pelo LOCADOR, acrescido dos valores apurados a título de despesas
administrativas, bem como multa contratual na base de 2% (dois por cento), além de juros
de 1% (um por cento) ao mês e correção monetária, ficando o LOCADOR por este
instrumento autorizado a protestar o referido documento, como título de dívida líquida e
certa.

5.9. A infração de qualquer dos itens da cláusula quinta deste contrato, implicará na perda
do direito de usar o veículo.

CLÁUSULA SEXTA – DO USO INDEVIDO DO VEÍCULO

Configura-se o uso indevido do veículo e infração contratual:

6.1. Em caso de acidente, furto, roubo ou colisão, tiver procedido com manifesto dolo ou
culpa (imprudência, imperícia ou negligência) e/ou utilizado o veículo para fins diversos da
destinação especifica constante no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo
e/ou especificações do fabricante.

6.2. Entregar a direção do veículo à pessoa não indicada neste contrato e que venha a
sofrer acidentes, mesmo que este não tenha sido provocado pelo condutor.

Página 3 de 5
6.3. Trafegar por vias públicas, rodovias ou caminhos sem condições de tráfego e, em
consequência, provocar danos ao veículo ou acidente com terceiros, considerando ainda
que o veículo locado só tem permissão do locador para trafegar na cidade de Lagoa
Santa /MG.

6.4. Infringir qualquer dispositivo do Código Nacional de Trânsito e, em decorrência disso,


provocar acidentes com terceiros ou danos ao veículo, principalmente no caso de
velocidade imprimida acimado permitido no local.

6.5. Outras modalidades de uso do veículo que possam se configurar como mau uso do
mesmo, comprovando esse através de laudo de oficina mecânica ou funilaria
especializada, testemunhas ou outros meios legais.

CLÁUSULA SÉTIMA – DA RESCISÃO

Configurando-se qualquer das hipóteses da presente cláusula, o LOCATÁRIO arcará com


todos os prejuízos a que der causa ao LOCADOR e/ou terceiros prejudicados, inclusive
danos pessoais dos clientes do “trailer” e/ou terceiros.

71. Em decorrência deste contrato, quando não contratar qualquer tipo de proteção, o
LOCATÁRIO, nos termos deste contrato isente desde já o LOCADOR de
responsabilidades civis a qualquer termos, bem assim de figurar como parte passiva em
qualquer demanda oriunda de eventos que envolvam o carro alugado através deste
contrato, ônus que o LOCATÁRIO assume “por si” e exclusivamente. Na hipótese do
LOCADOR ser acionado, isolado ou solidariamente, ficará autorizado a chamar o
LOCATÁRIO ao processo, para assumir a demanda ou a lide, ou ainda, para preservar o
direito regressivo.

CLÁUSULA OITAVA – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

O LOCADOR não responderá por quaisquer custos, pagamentos ou indenizações


excedentes dos valores máximos das isenções de pagamentos ou responsabilidades
indenizadas, contratualmente conferidas aos clientes, cabendo-lhe como
LOCATÁRIO/USUÁRIO arcar com tais ônus nos pleitos judiciais ou extrajudiciais
decorrentes de eventos que envolvam o carro alugado ocorridos no período em que ele
esteve sob sua guarda e posse, direta ou indiretamente.

8.1. Nos casos de inadimplência, ficará o sujeito o LOCATÁRIO ao pagamento de multa


contratual e devolução do veículo a partir de 10 (dez) dias a partir do vencimento do
aluguel.

8.2. O foro para qualquer procedimento judicial relativo ao presente contrato será o da
cidade de Lagoa Santa/MG, com renúncia expressa de qualquer outro por mais

Página 4 de 5
privilegiado que possa ser, sem prejuízo da possibilidade de requerimento pelo
LOCADOR de medidas cautelares em outro foro.

E por estarem justo e contratados, assinam o presente instrumento em 02 (duas) vias de


igual teor e forma, na presença de 02 (duas) testemunhas abaixo assinadas.

Lagoa Santa, 28 de fevereiro de 2017.

LOCADOR: _______________________________________________________

LOCATÁRIO: ______________________________________________________

TESTEMUNHA: _____________________________________________________

TESTEMUNHA: _____________________________________________________

Página 5 de 5

Похожие интересы