Вы находитесь на странице: 1из 14

UNIVERSIDADE LUEJI AꞌNKONDE.

LUNDA NORTE / LUNDA SUL / MALANJE


ESCOLA SUPERIOR POLITECNICA DA LUNDA-SUL
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA.
REPARTIÇÃO DE CIÊNCIAS DA TERRA E AMBENTE.

Desenho de um sistema para o tratamento dos residuais sólidos e a


produção de energía.

Autores:
Ladislau Francisco Pedro
e
Ribeiro Lopes Cutacuta.

Estudantes do 5º Ano.
CURSO DE MINAS.

Orientado pelo professor,


MSc. José Venancio Sánchez Rodríguez.
Índice
INTRODUÇÃO. ............................................................................................................................... 3
DESENVOLVIMENTO ............................................................................................................... 5
TEMA:................................................................................................................................... 5
Desenho de um sistema para a produção de energia renovável a partir do
tratamento de residuais sólidos. ...................................................................................... 5
DELIMITAÇÃO:................................................................................................................... 5
O estudo consiste no desenho de um sistema engenheiro para gerar energia e
abonos orgânicos a partir do tratamento os resíduos sólidos gerados pela cria de
gado bobino em uma pequena fazenda. ........................................................................ 5
PROBLEMA CIENTÍFICO: ................................................................................................ 5
OBJETO DE ESTUDO: ..................................................................................................... 5
O processo de tratamento de resíduos sólidos gerados pela cría de gado bobina. 5
CAMPO DE AÇÃO ............................................................................................................. 5
OBJECTIVOS: ............................................................................................................................ 5
OBJECTIVO GERAL. ........................................................................................................ 5
OBJECTIVOS ESPECIFICOS: ........................................................................................ 6
3. Propor um sistema de tratamento para a produção de energia e abonos
orgânicos a partir dos resíduos sólidos gerados na fazenda. ..................................... 6
HIPOTESES: ....................................................................................................................... 6
METODOLOGIA ..................................................................................................................... 6
MÉTODOS TEÓRICOS:.................................................................................................... 6
Métodos empíricos empregados. ..................................................................................... 6
Métodos estatísticos: ......................................................................................................... 7
Tarefas Científicas e procedimentos. .................................................................................. 7
Tipos de investigação (experimental).................................................................................. 8
Instrumentos ou recursos de recolha de dados. ............................................................... 8
População. ............................................................................................................................... 8
Amostras. ................................................................................................................................. 8
ACTIVIDADES. ........................................................................................................................... 9
BIBLIOGRAFIA. .......................................................................................................................... 9
CONCEITOS PRINCIPAIS EMPREGADOS........................................................................ 13

2
INTRODUÇÃO.
A humanidade atualmente apresenta um acelerado crescimento e se enfrenta a
desafios como a escassez de mantimentos, a seca, desertificação, perda da
fertilidade dos solos, incremento do efeito estufa, aumento do diâmetro do
buraco da camada de ozônio e esgotamento das reservas naturais
economicamente exploráveis.
O homem para seu normal desenvolvimento necessita de um fornecimento
balançado de substâncias nutritivas que se incorporam através de sua dieta.
Para isto necessita que seus mantimentos sejam aportadores de carboidratos,
os quais são a fonte direta de energia para seu organismo, mas também
necessitam das proteínas para a formação de novas tecidos que vão
substituindo os que constantemente vão envelhecendo, assim como de
vitaminas para catalisar a maioria dos processos de assimilação de diferentes
nutrientes, as quais se obtêm através do consumo de frutas e vegetais frescos.
A satisfação destas necessidades vitais requer de uma produção constante e
crescente de mantimentos de diferentes composições, sendo um dos mais
importantes às carnes e outras fontes de fornecimento de proteínas. Para isto
se desenvolveu o gado, tanto a maior como a menor. Este desenvolvimento
leva consegue o incremento da cria de diferentes espécies de animais de forma
intensiva, o qual se realiza fundamentalmente de forma estabulada gerando
grandes quantidades de refugos de alta carrega orgânica que constituem
poluentes ambientais, como é o caso dos estercos e os purines da cria do
gado.
O tratamento ambientalmente seguro de estes residuais debe constituírem uma
constante preocupação das pessoas que se dedicam a este trabalho.
A cria de animais domésticos para incrementar a produção de mantimentos
gera grande quantidade de residuais que constituem poluentes de alta carrega
orgânica, cuja disposição direta ao meio ambiente provoca a contaminação das
águas subterrâneas e superficiais, e gera também contaminação atmosférica
pela emissão de gases de forte efeito estufa, como é o caso do metano, cujo
efeito é 21 vezes superior ao do dióxido de carbono. Estes resíduos formam a
denominada Biomassa, que apresenta alto valor agregado e constitui uma
importante fonte de energia renovável, utilizada no mundo para a produção de
biogás e gaseificação com fins energéticos, já seja para o transporte, para a

3
cocção de mantimentos, sistema de iluminação, a co-geração de eletricidade,
produção de vapor e sistema de refrigeração por absorção.
Conhece-se que aproximadamente 3 000 milhões de pessoas no mundo
empregam ainda lenha como fonte de energia para esquentar água e cozinhar,
o que provoca, junto a outros efeitos, que anualmente se percam no mundo
entre 16 e 20 milhões de hectares de bosques tropicais e zonas mastreadas
(Lugones, 2003).
Com o emprego de tecnologias que contribuam à diminuição da dependência
dos povoadores rurais dos bosques como única fonte para a obtenção de
combustível doméstico (carvão vegetal e lenha), mitigam-se os processos
erosivos do estou acostumado a vinculados ao desmatamento pelo corte das
árvores, ação que incrementa os efeitos da erosão hídrica (por efeitos da água)
e eólica (por efeitos do vento), ao eliminar a cobertura vegetal que o protege
(Sánchez, 2003).
Outro aspecto de grande importância é a necessidade de realizar ações
encaminhadas à diminuição progressiva da carga poluente que se verte às
águas doces superficiais e subterrâneas. Por este motivo é necessário
empreender ações encaminhadas ao uso ambientalmente seguro de todas
aquelas substâncias que constituem poluentes para as águas e que
potencialmente podem ser transformadas em outras inócuas para este meio e
gerar além algum uso socialmente útil em benefício das comunidades locais.
Desde que o homem aprendeu a empregar o fogo, a cocção de mantimentos
chegou a ser uma das atividades fundamentais para sua subsistência. Para isto
se utilizaram diferentes combustíveis, entre eles a lenha e o carvão vegetal.
Em resposta a esta situação surgem várias alternativas para levar a cabo a
cocção de mantimentos, que têm sob impacto ambiental e sua fonte de energia
é considerada renovável, uma delas resulta a produção de biogás a partir da
digestão anaeróbia da matéria orgânica.
O presente trabalho consiste em uma proposta de um sistema de tratamento
dos residuais sólidos gerados pela cria de vacas e bois com o objetivo de
diminuir sua carga poluente sobre o meio ambiente e obter uma fonte de
energia renovável ao empregar esta biomassa para a obtenção de biogás, o
qual pode ser utilizado na cocção dos mantimentos na casa de vivenda, ou
para o sistema de iluminação noturno, a geração de eletricidade, para

4
refrigeração e, além disso, gerar um volume de bio abonos de grande
importância para a recuperação dos chãos e o aumento da produção agrícola.
É interesse do governo que estas experiências se apliquem em todo o país e
se generalizem até o nível doméstico, para dispor assim de uma alternativa
para minimizar a contaminação e dispor de uma fonte de energia para
diferentes usos. O presente trabalho tem como objetivo desenhar um
biodigestor de volume adequado com o qual se tratem as excreta de gado
bobina de uma fazenda pequena para produzir biogás e abonos orgânicos, cuja
construção resulte fácil e economicamente viável.

DESENVOLVIMENTO
TEMA:
Desenho de um sistema para a produção de energia renovável a partir do
tratamento de residuais sólidos.
DELIMITAÇÃO:
O estudo consiste no desenho de um sistema engenheiro para gerar energia e
abonos orgânicos a partir do tratamento os resíduos sólidos gerados pela cria
de gado bobino em uma pequena fazenda.

PROBLEMA CIENTÍFICO:
Poderá obter-se energia e abonos orgânicos a partir de um sistema de
tratamento de resíduos sólidos em uma pequena fazenda?
OBJETO DE ESTUDO:
O processo de tratamento de resíduos sólidos gerados pela cría de gado
bobina.

CAMPO DE AÇÃO
O processo de tratamento de resíduos sólidos gerados pela cría de gado
bobina em uma pequena fazenda do município de Saurimo, da Lunda Sul.

OBJECTIVOS:
OBJECTIVO GERAL.
Desenhar um sistema para a produção de energia e abonos orgânicos a partir
do tratamento dos resíduos da cria de gado bobina em uma pequena fazenda.

5
OBJECTIVOS ESPECIFICOS:

1. Realizar um estudo sobre o estado da arte relacionada com a produção


de energias renováveis e o tratamento de resíduos sólidos orgânicos em
Angola e o mundo.
2. Caracterizar a fazenda onde se realiza o estudo do ponto de vista da
quantidade e tipo de resíduos sólidos orgânicos gerados.
3. Propor um sistema de tratamento para a produção de energia e abonos
orgânicos a partir dos resíduos sólidos gerados na fazenda.

HIPOTESES:
Se se desenhar um sistema de tratamento adequado ao volume e quantidade
de resíduos sólidos orgânicos gerados pela cria de gado bobino em uma
pequena fazenda poderá gerar-se energia e produzir abonos orgânicos.

METODOLOGIA
Para o estudo científico o objeto de investigação, se apoia em diferentes
métodos (teóricos empíricos e estatísticos).

MÉTODOS TEÓRICOS:

Método análise – síntese: este método inclui a revisão bibliográfica e


levantamento de dados por INTERNET na vertente quantitativa e qualitativa,
onde permitiu fazer uma análise de documentos, arquivos e consultas
bibliográficas relativas aotema em destaque, principalmente o referido ao
estado da arte no uso de tecnologias para o desenvolvimento das energias
renováveis, fazendo ênfase no emprego da biomassa, especialmente nos
processos de digestão anaeróbia e a produção de biogás em Angola, África e
países de fala portuguesa. Usou-se para analisar as informações e os
conteúdos recolhidos no momento e posteriormente serem processados.

Métodos empíricos empregados.


Entrevista Individual.
Para o professor da disciplina Gestão de Resíduos Sólidos com o fim de
conhecer a forma em que se trata no desenvolvimento das aulas de sua
disciplina os métodos de tratamento dos resíduos sólidos e como aborda o
tratamento dos resíduos sólidos orgânicos.

6
Para o proprietário da fazenda onde se realizará a proposta de tratamento de
residuais para conhecer o tipo de gado que possui o número de animais, o
regime de estabulação dos mesmos, o volume aproximado de residuais
gerados e se realizar alguma utilização destes dentro do processo produtivo da
fazenda, assim como a disponibilidade e o tipo de combustível doméstico
utilizado.
Para comerciantes de materiais de construção, a fim de conhecer os preços
médio dos diferentes materiais necessários para a construção do protótipo de
sistema de tratamento proposto, a fim de estabelecer o custo de construção e
calcular os gastos e o possível tempo para o retorno do investimento realizado
para determinar os lucros possíveis e a viabilidade econômica do projeto
proposto.
Método de pesquisa: se realizou para recolha de informação individual,
fundamentalmente ao propietário da fazenda objeto de estudo e a o professor
de Gestão de Resíduos Sólidos; fundamentalmente para apreciar a forma en
que se aborda o estudo dos conteúdos vinculados ao tema por parte da
Disciplina, e a propietário de fazenda para obter os dados necessários para
desenhar o sistema de tratamento adequado.

Métodos estatísticos:
Usou-se para processamento de informação obtida, é necessário utilizar
procedimentos de análise – sínteses, indução – dedução e abstracção –
concreção, os que se aplicou durante todo processo investigativo, do estudo da
literatura consultada para determinar os presupostos teóricos assumidos,
durante a elaboração da proposta, assim como na estimação dos diferentes
resultados obtidos.

Tarefas Científicas e procedimentos.


1. Estudo teórico sobre os diferentes métodos e tecnologías empregadas na
Angola e na África para a produção da energía renovável a partir do
tratamento dos resíduos sólidos de origem orgánico, assim como os
conteúdos químicos que se necessitam para compreeder o processo da
digestão anaeróbia o desenho dos sistemas de tratamento propostos.
2. Caracterização da fazenda onde se realiza a proposta do ponto de vista da
quantidade e tipo gado, a quantidade de resíduos sólidos orgânicos

7
gerados, o uso económico que se faz destos resíduos, o tipo de energia
empregada na fazenda.
3. Elaboração do desenho do plano do sistema de tratamento adequado às
características própias da fazenda.
4. Valoração da factibilidade económica do sistema proposto a partir da
investigação dos preços dos materiais necessários para a construção do
sistema de tratamento proposto.

Tipos de investigação (experimental)


 Experimental ou documental.
 A investigação pode ser classificada como aplicada, porque sua
finalidade é a prática e pelo seu objetivo prosseguido.

Instrumentos ou recursos de recolha de dados.


 INTERNET.
 Questionários.
 Formularios.
 Bibliografia especializada em temas relacionados com o estudo da
Disciplina Gestão de Resíduos Sólidos do curso de Minas e o uso da
energia renovável na Angola e o continente africano.
 Entrevistas.
 Inquéritos.
 Fontes orais.

População.
 Professores do Departamento de Engenharia da Escola Superior
Politécnica da Lunda Sul.
 Outros elementos; dentre os quais são; donos de fazendas, população
das fazendas.
 Engenheiros em Geologia e Minas e funcionários do governo.

Amostras.
 Professores de Tratamentos de Minérios e Gestão de Resíduos Sólidos
da Escola Superior Politécnica da Lunda Sul.
 Dono da fazenda e pessoas que vivem na mesma.

8
ACTIVIDADES.
1. Realização do anteprojecto.
2. Revisão de bibliografia, determinação do estado da arte sobre sistemas de
tratamento de resíduos sólidos orgánicos e produçao de biogás.
3. Aplicação de entrevistas e inquéritos.
4. Caracterização da fazenda.
5. Analises dos resultados processamento de dados.
6. Desenho do plano do sistema de tratamento proposto para a obtenção de
energia e produção de adubos orgánicos a partir dos residuais sólidos
orgánicos gerados na fazenda.
7. Estudo da factibilidade econômica da proposta para o sistema de
tratamento e produção de energia renovável para a fazenda.
8. Estruturação de trabalho e escritura da monografia.
9. Pré – defesa.
10. Defesa.

BIBLIOGRAFIA.
 ALFARO, O., JUANTORENA, A., SÁNCHEZ, I. (2000): Alternativas para o
Tratamento do residual porcino. Parte I. Revista Tecnologia Química.
Volume XX. No. 2. p. 69 – 76.
 ALFARO, O., JUANTORENA, A., SÁNCHEZ, I. (2000): Alternativas para o
Tratamento do residual porcino. Parte II. Revista Tecnologia Química.
Volume XX. No. 3. p. 5 – 12.
 ANDERSON, G. K. et al. (1982): Identification and control of inhibition in the
Anaerobic treatment of industrial wastewaters. Process Biochemistry. July /
august. p. 28 – 32.
 BARKER, H. A. (1956): Bacterial fermentation, New York.
 BELLO, R. (1994): Anaerobic digestion of wastewater from coffee
processing Plants, a review of the process implementation at an industrial
level. BIOGAS- Forum. Ed. Borda. Alemania. 3: 58.
 BERMÚDEZ, R. C. (1995): Aproveitamento biotecnológico de resíduos por
Fermentação anaeróbia na obtenção de biogás e outros metabolitos. Curso
de post grau. ESPOCH. Riomamba. Ecuador.

9
 BERMÚDEZ, R. C., CÁRDENAS, J. R., PÉREZ, J. L. ( 2000): Viabilidade
técnico – Econômica do estabelecimento de um biodigestor UASB na
destilaria Nauyú. Revista Tecnologia Química. Vol. XX. No. 2. p. 60 – 68.
 CAMPOS, E., FLOTATS, X., CASAÑÉ, A., PALATSI, J., BONMATÍ, A.
(2000): Anaerobic codigestion of pig slurry with olive bleaching earth. VI
Seminario Latinoamericano de digestión anaerobia. Recife, Brasil. Vol II pp.
57-60.
 DEL CASTILLO, U., PÉREZ, J. A., ORTEGA, L. S., NOYOLA, A. (2002):
Digestão anaeróbia não convencional de lodos biológicos utilizando um
reator tipo UASB. XXVII Congresso Interamericano de Engenharia Sanitária
e Ambiental. ABES. Brasil.
 FEDORAK, K et al. (1987): Inhibition of anaerobic degradation of phenolics
And methanogenesis by coal coking wastewater. Water Science
Technology. vol. 19. p. 219 – 228.
 FIGAROLA, A. (1992): Engenharia Básica para a Fermentação Anaeróbia e
Composteo. Tese Mestria em engenharia Ambiental. ITESM, Monterrey.
México. 63 p.
 FRIGON, JEAN-CLAUDE AND GUIOT SERGE R. (1995): Impact of liquid-
to-gas hydrogen mass transfer on substrate conversion efficiency of an up
flow anaerobic sludge bed and filter reactor. Enzyme and Microbial
technology. Vol. 17. 1080 – 1086.
 GÓMEZ ORTIZ, L. A. (2003): Sistema de controle de vertidos industriais na
comarca da Pamplona. Evolução anos 1985 - 2000. Situação atual.
Pamplona (Espanha) http://habitat.aq.upm.es/bpes/na00/bpna4.htm.
 GUARDADO CHACÓN, J. A. Desenho e construção de plantas de biogás
singelas. Editorial Cubasolar. 2007. ISBN 959-7113-33-3.
 GUEVARA VERA, ANTONIO. Fundamentos básicos para o desenho de
biodigestores anaeróbicos rurais. OPS/CEPIS/96. Centro Pan-americano de
Engenharia sanitária e Ciências do Ambiente. Escritório Regional da
Organização Mundial do Ambiente. Escritório da Organização Mundial da
Saúde. Lima. Perú. 1996.
 HENZE, M. y HARREMOES, P. (1986): Anaerobic treatment of wastewater
in fixed film reactors. A Literature Review. Water Science Technology. Vol.
15. Copenhagen, p. 1 – 101.

10
 HTTP://WWW.cubasolar.cu. Desenho e construção de plantas de biogas.
 IANNOTI, E. L. et al. (1984): effects of ammonia, volatile acids, pH, and
sodium on Growth bacteria isolated form swine manure digester.
Developments in Industrial Microbiology, vol. 25. p. 514 – 517.
 IZQUIERDO, M., IZQUIERDO, D., HERVÁS, M., URÍAS, O. (2003):
Seminário de Microbiologia No 6. COMPOSTAJE ANAERÓBIO.
http://www2.cbm.uam.es/jlsanz/Docencia/Resúmenes%20G-L/1-
6%20Compostaje%20Anaerobio.doc.
 KHANS, S. (1996): Low cost biodigestors. Programme for research on
poverty Alleviation. Grameen Trust Report USA.
 LEZCANO, P.  PÉREZ, J. L. (1999): Tecnologia para a produção de
biogás, alimento animal e biofertilizante a partir da digestão anaeróbia de
residuais com alto efeito poluente. Memórias. A Educação Superior Cubana:
Oportunidades de Cooperação Internacional. Havana. Cuba.
 LÓPEZ, C. et al. (2002): Introdução ao conhecimento do Meio ambiente.
Universidade para todos. p. 3 – 31.
 MARCOS, A., CARRASCO, F., LÓPEZ, F., MARTÍNEZ, E., MORAL, F. y
CUADROS, F. (2003): Digestão anaeróbia de efluentes zootécnicos e
resíduos de matadouro: aproximação ao planificação do território da
Extremadura. Espanha.
 MARTÍ HERRERO, JAIME. Biodigestores de baixo custo para produzir
biogás e fertilizante natural a partir de residuais orgânicos. International
center of numerical methods in engineering (CIMNE), Spain. En
(Tallerbiogás@hotmail.com)
 MARTÍNEZ-ALMEIDA, J.,CAMPOS, M., ALMIRALL, X.,FLOTATS, J.,
BARRERA, M., LORENZO. (2001): Digestão anaeróbia da fração sólida de
purines de porco, separada mediante o processo SELCO-Ecopurín.
http://www.aytolacoruna.es/medioambiente/sectores/residuos/nostian/mdex
3.htm.
 MEGE, A., FRIEDMANN, C., RIVERA, J. D., ASTORGA, E., DURÁN, H.,
GRCÍA, J. H., LÓPEZ, G., HOMSI, J., PICKERING, G., ABOGABIR, X.
(2003): A co-digestão de resíduos sólidos urbanos e bio-sólidos é uma boa

11
alternativa aos processos de tratamento tradicionais.
http://www.induambiente.cl/mezcla.htm.
 MÍGUEZ TABARES, JORGE LUIS. Processo termoquímicos para a
obtenção de energia a partir da fito-massa residual (combustão,
gaseificação, pirólise) (pág. 3-10) 2015.
 NOYOLA, A. (1994): Escalado de biorreactores anaeróbicos. Conferencia
Instituto de Engenharia. UNAM. México. D. F. p. 20.
 NÚÑEZ, ORLANDO; VILLANUEVA, RIDER; ORTEGA, IRINA.
Biodigestores. CIPRES- Centro para a Investigação, a Promoção e o
desenvolvimento rural e social.
 PÉREZ, J. L.; BERMÚDEZ, R. C.; VALDÉS, W., ÁLVAREZ, I. (2003): Biogás a
partir dos efluentes da pasteurização da polpa de café.
http://www.cubasolar.cu/biblioteca/Ecosolar/Ecosolar02/HTML/Artículo08.htm
 PÉREZ, J. L., LEZCANO, P.  BERMÚDEZ, R. C. (2000): Potencialidade
Nutricional de Lodos provenientes do Digestores do Biogás. Revista
Cubana Química, 12:3.
 PÉREZ, J. L., BERMÚDEZ, R. C., LEZCANO, P. Y RABELO, D. (2000):
Tecnologias de digestão anaeróbia para o tratamento de residuais. Revista
Cubana de Ciências Agrícolas. Tomo 34, No. 2. p. 93 – 102.
 RIVAS SOLANO, OLGA; FAITH VARGAS, MARGIE; GUILLÉN WATSON,
ROSSY. Biodigestores: Fatores químicos, físicos e biológicos relacionados
com sua produtividade. Tecnologia em marcha, vol. 23, nº 1, janeiro-março
2010, p. 39-46.
 SÁNCHEZ, J. V. (2003): Produção de biogás a partir de residuais sólidos de
origem animal em comunidades locais do Pântano do Zapata. Exposição
apresentada no Evento Internacional “Humedales 2003”. Matanzas, Cuba.
 SÁNCHEZ, J. V. (2005): Introdução à produção de biogás. Centro Cristão
de Reflexão e Diálogo. Cárdenas. Matanzas. Cuba.
 SÁNCHEZ, J. V.; PAVÓN HERNÁNDEZ, ANIVYS (2009): O biogás.
Resultados e potencialidades como fonte de energia e bioabono no setor
cooperativo e camponês da província de Matanças. CD de monografias
2009. © 2009, Universidade de Matanzas “Camilo Cienfuegos”. Cuba.

12
 SÁNCHEZ, J. V.; GONZÁLEZ DÍAZ, ARMANDO (2011): Projeto
“Biodigestores necessidade ou alternativa ante a mudança climática”?
Empresa agropecuária militar “Lenin”. Ministério da Agricultura. Matanzas.
Cuba.
 SÁNCHEZ, J.V.; HERNÁNDEZ VEGA, ANA E.; PAVÓN HERNÁNDEZ,
ANIVYS (2014): Uso e manutenção de biodigestores de cúpula fixa. Uma
forma de contribuir ao desenvolvimento local sustentável. Monografias
2014. © 2014. Universidade de Matanzas “Camilo Cienfuegos”. Matanzas.
Cuba.
 SANTIESTEBAN, C. M. (1993): Os residuais como fonte de energia e
Biofertilizantes em complexos agroindustriais e novelo de derivados.
Relatório técnico. Instituto Cubano Investigações Derivados da Cana de
açúcar. Havana. Cuba. p. 10.
 TIRUMALE, S.  NAND, K. (1994): Influence of anaerobic cellulolytic
bacterial consortia in the anaerobic digestors on biogas production. Bull.
BIOGAS-Forum. Ed. Borda. Alemania. 3:12.
 VANROLLEGHEM, P. A. (1995): Sensors for anaerobic digestion: an over
View. In International Workshop on monitoring and control of anaerobic
digestion process. Bélgica. p. 1.
 VÁZQUEZ, J. (2003): A regeneração das águas residuais urbanas.
http://www.terralia.com/revista29/página72.asp.
 VIÑAS, M., RUBIO, N.  GARCÍA, R. (1995): Tratamento de residuais
Agropecuários. II Congresso. AIDIS da América do Norte e o Caribe.
Santiago de Cuba. p. 20.
 XV FORUM NACIONAL DE CIENCIA Y TÉCNICA (2007). Biogás.
Comissão de Energia Renovável. Janeiro 2007.
 YOUNG, J. C. (1991): Factors affecting the design and perfomance of
upflow anaerobic filters. Wat. Sci. Tech, 244:133.
CONCEITOS PRINCIPAIS EMPREGADOS.
 Biodigestor: dispositivo engenheiro que permite a decomposição da
matéria orgânica fora do contato do ar, mediante os processos de digestão
anaeróbica, a partir dos quais a biomassa se transforma em biogás (fonte
de energia calorífica) e lodos residuais nos que a matéria orgânica original

13
se encontra estabilizada e é uma importante fonte de nutrientes para
restabelecer a fertilidade dos solos para uso agrícola.
 Biogás: mescla de gases obtidos pela digestão anaeróbica da matéria
orgânica, cujos componentes principais são o metano (o mais simples dos
hidrocarbonetos alifáticos, substância muito combustível) e o dióxido de
carbono. Além disso, contém outros gases em menor quantidade, os quais
dependem da composição da matéria orgânica decomposta.
 Biomassa: aquela matéria orgânica de origem vegetal ou animal, incluindo
os resíduos e refugos orgânicos suscetíveis de ser aproveitados
energéticamente. Produtos energéticos e matéria prima de tipo renovável
que se origina a partir de matéria orgânica formada por via biológica, exceto
combustíveis fósseis e derivados destes.
 Fonte renovável de energia: são aquelas que após ser utilizado se podem
regenerar de maneira natural ou artificial. Sua disponibilidade se repete no
tempo segundo períodos fixos ou variáveis e em quantidades não
necessariamente constantes. Algumas destas fontes renováveis estão
submetidas a ciclos que se mantêm na natureza. São fontes de energia
limpa e inesgotáveis.
 Resíduo Sólido: Toda aquela substância ou matéria sólida que surge das
atividades humanas e animais, já sejam produtivas ou de consumo, que se
desprezam como inúteis e das quais é necessário desprender-se.
 Substância poluentes: Toda substância alheia a um meio dado, ou em
concentração superior a que é capaz de assimilar este e que provoca
alterações no equilíbrio natural do ecossistema de que se trate.

14

Похожие интересы