Вы находитесь на странице: 1из 113

Matématica e suas Tecnologias

35
AULA 4

Escalas Numéricas

A escala numérica representa a relação existente entre as dimensões reais de um objeto/ região e as suas
dimensões em uma representação reduzida (mapa, maquete ou miniatura), é representada sob a forma de fração.
O numerador é sempre a unidade (1) e indica a distância no mapa, e o denominador indica a distância real corres-
pondente (número de vezes que a realidade foi reduzida).
No momento de calcular a escala de uma redução, é necessário que as distâncias, real e reduzida, estejam
na mesma unidade de medida, normalmente em centímetros; porém a escala propriamente dita não possui unidade
de medida.
A escala numérica pode ser representada de três formas diferentes.
1
1: 100.000; 1/100.000 ;
100.000
Ex1.: Na escala 1: 100.000 - “1 cm” representa a distância no mapa enquanto que o “100.000 cm” representa a dis-
tância real. Isto significa que 1 cm no mapa corresponde a 100.000 cm na realidade, ou seja 1 km.

Obs: A escala numérica 1: 100.000 - citada no exemplo1, pode também ser representada graficamente e é denomi-
nada “escala gráfica”, veja a seguir:

A escala gráfica é representada sob a forma de um segmento de reta, normalmente subdividido em secções
e ao longo do qual são registradas as distâncias reais correspondentes às dimensões do segmento.

Exemplo da utilização dos dois tipos de escalas na mesma situação


É possível que já tenham percebido que alguns mapas possuem uma escala gráfica, outros a escala nu-
mérica e, existem ainda, os que trazem os dois tipos de escalas. Vejam o mapa do Brasil, nele é possível ver que
o mesmo mapa pode ser acompanhado por qualquer um dos tipos de escalas. Como sabem, as escalas gráficas e
numéricas são representadas de forma diferente, mas têm o mesmo objetivo.

Relação: Escala x Tamanho da Redução


Os mapas de grande escala são mapas que se aproximam muito da realidade, ou seja, não foram muito
reduzidos. Têm escalas compreendidas entre 1/10.000 e 1 / 100.000. Por exemplo: 1/50.000 é superior a 1/80.000.
Estes mapas representam pequenas áreas de território, mas com uma grande riqueza de detalhes.
Os mapas de pequena escala são mapas em que a realidade foi muito reduzida, servindo para represen-
tar grandes superfícies ou a totalidade do planeta, mas com pouca riqueza de detalhes, como exemplo temos os
mapas-múndi. Têm escalas inferiores a 1/100 000.

O trabalho com escalas exigem o conhecimento das transformações entre unidades de medida, abaixo as
unidades de medida de comprimento.

Quilômetro Hectômetro Decâmetro Metro Decímetro Centímetro Milímetro


km hm dam m dm cm mm

Escalas Numéricas
Matématica e suas Tecnologias
36
Exemplos de transformações:

6.000.000 cm 60 km 1,2 km m
2 hm 200 m 0,04 km mm
2.300.000 mm m 0,2 m mm
300.000 cm m 2,4 hm cm
4.500.000 dm km 20 m mm
6800 m km 2,3 km m
2500 cm km 0,23 dam dm
3.500.000 mm km 0,034 km cm

Leitura de um mapa e cálculo de distâncias reais

1. Identifique a escala presente no mapa - 1: 13.000.000.

2. Meça com a régua a distância entre os pontos que pretende descobrir a dis-
tância real.
Exemplo: Fortaleza - Natal (4cm)

3. Usa a regra da proporcionalidade para calcular a distância real.


1cm 4 cm x 52000000cm ∴ x = 520 km
== ∴
13000000 cm x

PROBLEMAS RESOLVIDOS
Problema 01 - Determine a distância entre duas cidades que estão representadas em um mapa cuja escala é
1:250.000, e que distam na realidade de 50km.

Resolução
A escala 1:250.000 significa que 1cm no mapa representa a distância real de 250.000cm, ou seja, 2,5km.
Agora devemos fazer uma simples regra de três na qual compararemos as distâncias no mapa e a real, veja: 
Mapa (cm) Re al (km)
1 2,5 → 2,5.x= 50 → x= 20
x 50
Problema 02 - Temos uma planta de uma sala de aula sem escala. Nesta planta as janelas estão representadas
com 1cm, mas sabemos que na realidade medem 3 metros. Neste problema sabemos a distância no mapa e a dis-
tância real, determine a escala da planta.

Resolução:
1cm 1cm 1
= =
3m 300 cm 300

EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM

01. O laboratório de matemática da escola solicitou a cada aluno que confeccionasse um mapa do bairro onde resi-
de com riquezas de detalhes; das escalas abaixo propostas, a que melhor convêm ser escolhida é

a) 1: 2.000
b) 1: 2.500
c) 1: 10.000
d) 1: 25.000
e) 1: 500.000

Escalas Numéricas
Matemática e suas Tecnologias
37
02. A distância entre duas cidades é de 450 km e está representada em um mapa por 10 cm. Determine a escala
desse mapa.

a) 1: 45
b) 1: 4.500
c) 1: 45.000
d) 1: 45.000
e) 1: 4.500.000

03. Sabe-se que a distância real, em linha reta, de uma cidade A, localizada no estado do Ceará, a uma cidade B,
localizada no estado do Maranhão, é igual a 750km. Analisando esta distância em um mapa com uma régua mili-
metrada, verifica-se que essa distância é 3mm. A partir dos dados é possível afirmar que o mapa foi construído em
uma escala

a) 1:250
b) 1:2.500
c) 1:250.000
d) 1:25.000.000
e) 1:250.000.000

04. A planta de uma casa foi desenhada na escala 1:150. Com que dimensões, comprimento e largura, em cm, será
representada na planta a sala dessa casa, cujas medidas são: 3,3 m de comprimento por 4,8 m de largura?

a) 4,95 e 7,2.
b) 2,2 e 3,2.
c) 3,3 e 4,8.
d) 1,65 e 2,4.
e) 8,25 e 12.

05. Um protótipo foi desenhado na escala 1:300. Qual será o comprimento desse protótipo se o modelo em tamanho
real tem um comprimento igual a 3,60 m?

a) 0,012 cm
b) 0,12 cm
c) 0,12 m
d) 1,2 cm
e) 1,2 m

06. A planta a seguir ilustra as dependências de um apartamento colocado à venda, onde cada quadrícula mede 0,5
cm × 0,5 cm. Se o preço do m2 de área construída deste apartamento é
R$ 1600,00, calcule o preço do mesmo.

a) r$ 108.500,00
b) r$ 112.000,00
c) r$ 113.600,00
d) r$ 116.000,00
e) R$ 118.200,00

07. Após a confecção de um mapa na escala 1: 2.000.000 na tela do computador, verificou-se que a figura ficou
bastante reduzida e foi decidido que era necessário quadruplicar suas dimensões, para isso é necessário alterar a
escala para

a) 1:250.000 b) 1:500.000
c) 1:1.000.000 d) 1:4.000.000 e) 1:8.000.000

Escalas Numéricas
Matématica e suas Tecnologias
38
08. Após a confecção de um mapa na escala 1: 2.000.000 na tela do computador e seguida impressão em uma folha
no formato A4, verificou-se que a figura ocupou apenas 1/4 da folha e que portanto seria possível quadruplicar o seu
tamanho; para isso é necessário alterar a escala para

a) 1:250.000
b) 1:500.000
c) 1:1.000.000
d) 1:4.000.000
e) 1:8.000.000

09. A região onde encontra-se situada uma fazenda com 60km2 de área foi representada em um mapa, e nesta
representação, sua área é 15cm2, é possível afirmar que a escala deste mapa é

a) 1: 40.000.000.000
b) 1: 40.000
c) 1: 20.000
d) 1: 4.000
e) 1: 2.000

10. Uma empresa especialista em fazer bolos comemorativos gigantes, apresenta inicialmente uma miniatura do
bolo solicitado a seus clientes e após a aprovação inicia a confecção do bolo real. A miniatura de uma das encomen-
das feitas à empresa foi feita na escala 1: 10 e seu “peso” era de aproximadamente 750g, baseado nesta informa-
ção, é possível afirmar que o peso real deste bolo é de

a) 7,5 kg
b) 75 kg
c) 750 kg
d) 7,5 ton.
e) 75 ton.

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

01) (ENEM 2011 1ª Aplicação) Sabe-se que a distância real, em linha reta, de uma cidade A, localizada no estado
de São Paulo, a uma cidade B, localizada no estado de Alagoas, é igual a 2000km. Um estudante, ao analisar um
mapa, verificou com sua régua que a distância entre essas duas cidades, A e B, era 8 cm. Os dados nos indicam
que o mapa observado pelo estudante está na escala de

a) 1 : 250.
b) 1 : 2 500.
c) 1 : 25 000.
d) 1 : 250 000.
e) 1 : 25 000 000.

02) (ENEM 2010 1ª Aplicação) No monte de Cerro Armazones, no deserto de Atacama, no Chile, ficará o maior
telescópio da superfície terrestre, o Telescópio Europeu Extremamente Grande (E-ELT). O E-ELT terá um espelho
primário de 42 m de diâmetro, “o maior olho do mundo voltado para o céu”.

Disponível em: http://www.estadao.com.br. Acesso em: 27 abr. 2010 (adaptado).

Ao ler esse texto em uma sala de aula, uma professora fez uma suposição de que o diâmetro do olho humano mede
aproximadamente 2,1 cm.
Qual a razão entre o diâmetro aproximado do olho humano, suposto pela professora, e o diâmetro do espelho pri-
mário do telescópio citado?

a) 1 : 20
b) 1 : 100
c) 1 : 200
d) 1 : 1 000
e) 1 : 2 000

Escalas Numéricas
Matemática e suas Tecnologias
39
03) (ENEM 2012 1ª Aplicação) O esporte de alta competição da atualidade produziu uma questão ainda sem res-
posta: Qual o limite do corpo humano? O maratonista original, o grego da lenda, morreu de fadiga por ter corrido
42 quilômetros. O americano Dean Karnazes, cruzando sozinho as planícies da Califórnia, conseguiu correr dez
vezes mais em 75 horas. Um professor de Educação Física, ao discutir com a turma o texto sobre a capacidade do
maratonista americano, desenhou na lousa uma pista reta de 60 centímetros, que representaria o percurso referido.

Disponível em: HTTP://veja.abril.com.br. Acesso em: 25 jun, 2011 (adaptado)

Se o percurso de Dean Karnazes fosse também em uma pista reta, qual seria a escala entre a pista feita pelo pro-
fessor e a percorrida pelo atleta?

a) 1:700
b) 1:7.000
c) 1:70.000
d) 1:700.000
e) 1:7.000.000

04) (ENEM 2011 1ª Aplicação) Para uma atividade realizada no laboratório de Matemática, um aluno precisa cons-
truir uma maquete da quadra de esportes da escola que tem 28 m de comprimento por 12 m de largura. A maquete
deverá ser construída na escala de 1 : 250. Que medidas de comprimento e largura, em cm, o aluno utilizará na
construção da maquete?

a) 4,8 e 11,2
b) 7,0 e 3,0
c ) 11,2 e 4,8
d ) 28,0 e 12,0
e) 30,0 e 70,0

05) (ENEM 2010 2ª Aplicação) As Olimpíadas de 2016 serão realizadas na cidade do Rio de Janeiro. Uma das
modalidades que trazem esperanças de medalhas para o Brasil é a natação. Aliás, a piscina olímpica merece uma
atenção especial devido as suas dimensões. Piscinas olímpicas têm 50 metros de comprimento por 25 metros de
largura. Se a piscina olímpica fosse representada em uma escala de 1:100, ela ficaria com as medidas de

a) 0,5 centímetro de comprimento e 0,25 centímetro de largura.


b) 5 centímetros de comprimento e 2,5 centímetros de largura.
c) 50 centímetros de comprimento e 25 centímetros de largura.
d) 500 centímetros de comprimento e 250 centímetros de largura.
e) 200 centímetros de comprimento e 400 centímetros de largura.

06) (ENEM 2009 2ª Aplicação) A figura a seguir mostra as medidas reais de uma aeronave que será fabricada para
utilização por companhias de transporte aéreo. Um engenheiro precisa fazer o desenho desse avião em escala de
1:150.

Para o engenheiro fazer esse desenho em uma folha de papel, deixando uma margem de 1 cm em relação às bor-
das da folha, quais as dimensões mínimas, em centímetros, que essa folha deverá ter?

a) 2,9 cm × 3,4 cm. b) 3,9 cm × 4,4 cm.


c) 20 cm × 25 cm. d) 21 cm × 26 cm. e) 192 cm × 242 cm.

Escalas Numéricas
Matématica e suas Tecnologias
40
07) Uma bandeira brasileira oficial tem o comprimento de 20 metros e a largura de 14 metros. Se fizermos um de-
senho de nossa bandeira na escala 1:50, que dimensões terá o desenho?

a) 4 cm x 2,8 cm b) 40 cm x 28 cm
c) 400 cm x 280 cm d) 0,4 cm x 0,28 cm
e) 4 cm x 0,28 cm

08) Uma empresa deseja fazer uma maquete de um prédio para um evento de vendas. A altura do bloco que repre-
senta o prédio (de 40 metros de altura) é 20 cm. Na entrada do prédio há um espelho-d’água circular de 3 metros
de raio, que deve ser representado na maquete por um círculo de papel azul na mesma proporção. O diâmetro do
círculo de papel utilizado para representar o espelho d’água é

a) 0,15 cm
b) 0,3 cm
c) 3 cm
d) 1,5 cm
e) 4,5 cm

09) (ENEM 2012 1ª Aplicação/Prova Cinza) Um biólogo mediu a altura de cinco árvores distintas e representou-as
em uma mesma malha quadriculada, utilizando escalas diferentes, conforme indicações na figura a seguir.

Que árvore representa a maior altura real?

a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

10) Os mapas representam as superfícies terrestres. A fim de que se possa visualizá-las numa folha de papel ou na
tela de um computador, usamos escalas. Uma escala constitui a relação de redução entre as dimensões apresen-
tadas no mapa e seus valores reais correspondentes no terreno representado. Um certo município, quando repre-
2
sentado em um mapa na escala 1: 250.000 apresenta uma área de 100cm . Se a população desse município é de
25.000 habitantes, é correto afirmar que a sua densidade demográfica é de

a) 40 hab./km2
b) 44 hab./km2
c) 48 hab./km2
d) 52 hab./km2
e) 56 hab./km2

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A E E B D D B C C C

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A E D C C D B C D A

Escalas Numéricas
Matemática e suas Tecnologias
41
aula 5

Trigonometria nos Triângulos

Razões Trigonométricas
Em um triângulo retângulo as razões trigonométricas seno, cosseno e tangente são assim definidas:
cateto oposto
seno =
hipotenusa
cateto adjacente
cos seno =
hipotenusa
cateto oposto
tan gente =
cateto adjacente

Veja no triângulo ABC abaixo:

Das igualdades acima é possível retirarmos algumas observações interessantes:


π senα
1) Para todo ângulo α≠ + kπ , temos que tgα =
2 cos α
2) Se 90º , então senα = cos β .
α +β =
3) Se 90º , então tgα .tg β = 1 .
α +β =

4) Para todo ângulo α , temos que sen 2α + cos 2 α =


1.

Uma tabela de valores importantes

Seno e cosseno de ângulos obtusos


→ sen(180 − α ) =
senα
→ cos(180 − α ) =
− cos α
estas informações nos permite determinar os valores de razões trigonométricas de ângulos obtusos, por exemplo:
3
sen120º = sen(180º - 120º) = sen60º =
2
3
sen120º = sen(180º - 120º) = sen60º =
2

Trigonometria nos Triângulos


Matématica e suas Tecnologias
42
LEI DOS SENOS
Em um triângulo qualquer ABC seus lados são proporcionais ao seno do ângulo oposto.
a b c
= =
senA senB senC

Veja:
Na figura1 temos um triângulo ABC inscrito em uma circunferência, de lados a, b, c e ângulos α, β, θ.
As figuras 2, 3 e 4 representam o mesmo triângulo na qual traçamos respectivamente os diâmetros BD, AE e BF.

Analisando individualmente as figuras 2, 3 e 4, é possível afirmar que:

Figura 2
BD é diâmetro → ; é um ângulo inscrito → ,daí ;

α = δ , pois são ângulos inscritos que correspondem ao mesmo arco


Como então o triângulo BCD é retângulo e, portanto:

a a a a
senδ = = → senα = → =2R
BD 2 R 2R senα

Figura 3
AE é diâmetro → ; é um ângulo inscrito → , daí ;

β = ρ , pois são ângulos inscritos que correspondem ao mesmo arco .

Como então o triângulo ACE é retângulo e, portanto:

b b b b
senρ = = → senβ = → =2R
AE 2 R 2R senβ

Figura 4
BF é diâmetro → ; é um ângulo inscrito → , daí ;

θ = ϕ , pois são ângulos inscritos que correspondem ao mesmo arco .

Como então o triângulo BAF é retângulo e, portanto:

c c c c
senφ = = → senθ = → =2R
BF 2 R 2R senθ

Trigonometria nos Triângulos


Matemática e suas Tecnologias
43
a b c
Das conclusões acima obtemos: = = = 2R
senA senB senC
LEI DOS COSSENOS

Por Pitágoras no triângulo AHC temos: b² = h² + (a – m)² (i)


Novamente Pitágoras em AHB temos: c² = h² + m² (ii)

Subtraindo as igualdades (i) e (ii) obtemos:


b² – c² = h² – h² + (a – m)² – m²
b² – c² = a² –2am + m² – m²
b² – c² = a² –2am
b² = a² + c² –2am , observe que no triângulo AHB, cosβ = m/c e portanto m = c . cosβ, daí:
b² = a² + c² –2ac.cosβ (Lei dos Cossenos)

Analogamente podemos escrever:


a² = b² + c² –2bc.cosα
c² = a² + b² –2ab.cosθ

FÓRMULA TRIGONOMÉTRICA DA ÁREA DE UM TRIÂNGULO

a.h
→ SABC =
2
No triângulo ABH temos:
h
→ senβ = e portanto h = c.senβ
c
Daí
a.c.senβ
→ SABC =
2
Analogamente podemos escrever:
a.b.senθ b.c.senα
→ SABC = → SABC =
2 e 2

Trigonometria nos Triângulos


Matématica e suas Tecnologias
44
EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM

01) Um topógrafo da Prefeitura do Recife foi chamado para verificar se um edi-


fício foi construído segundo o projeto apresentado. Um dos pontos examinados
pelo topógrafo foi a altura do edifício. Para fazer isso, ele colocou um teodolito
(instrumento ótico para medir ângulos) a 200 metros do edifício e mediu um ân-
gulo de 30°, como indicado na figura abaixo. Sabendo que a luneta do teodolito
está a 1,5 metros do solo, é correto concluir que a altura do edifício é, aproxima-
damente, em metros (Use 3 = 1, 74 )

a) 107,5 m
b) 110 m
c) 112,5 m
d) 115 m
e) 117,5 m

02) Sobre um plano inclinado deverá ser construída uma escadaria.

Sabendo que cada degrau da escada deverá ter uma altura de 20 cm e que a base do plano inclinado mede 280 3
cm, conforme mostra a figura, então a escada deverá ter:

a) 10 degraus. b) 28 degraus.
c) 54 degraus. d) 14 degraus. e) 16 degraus.

03) Observe a bicicleta e a tabela trigonométrica.

Os centros das rodas estão a uma distância PQ igual a 120 cm e os raios PA e QB medem, respectivamente, 25 cm
e 52 cm. Podemos afirmar que o ângulo AÔP mede, aproximadamente,

a) 10°
b) 11°
c) 12°
d) 13°
e) 14°

Trigonometria nos Triângulos


Matemática e suas Tecnologias
45
04) Um farol localizado a 36 m acima do nível do mar é avistado por um
barco a uma distância x da base do farol, a partir de um ângulo α , con-
forme a figura ao lado.
Admitindo-se que sen α = 3/5 , calcule a distância x.

a) 12m
b) 18m
c) 24m
d) 36m
e) 48m

05) Para medir a altura de uma árvore, da qual não podia aproximar-se, um ambientalista colocou, a certa dis-
tância dessa árvore, um cavalete de 1 m de altura e
observou seu ponto mais alto, segundo um ângulo
de 30º. Aproximando-se mais 10 m, observou o mes-
mo ponto segundo um ângulo de 60º, conforme a figu-
ra abaixo. Com esse procedimento, o ambientalista
obteve como resultado que a altura da árvore era de:

a)
b)
c)
d)
e)
06) Uma pessoa, no nível do solo, observa o ponto mais alto de uma torre vertical à sua frente, sob um ângulo de
30º. Aproximando-se 40 metros da torre, ela passa a ver esse ponto sob um ângulo de 45º. Nessas condições, as-
sinale a alternativa que representa a altura aproximada da torre. (Use 3 = 1, 7 )

a) 42,5
b) 44,3
c) 48,8
d) 52,3
e) 56,8

07) Admita que, para se deslocar da cidade A para a cidade B, é preciso passar pela cidade C. Sabe-se que o ân-
gulo ACB mede 120º, a distância AC é de 60 km e a distância BC é de 70km. Caso seja construída uma estrada,
aproximadamente reta, ligando as cidades A e B, então o percurso entra as duas cidades será diminuído em. (Dado:
use a aproximação 127 ≈ 11, 27 ).

a) 17,3 km b) 16,9km
c) 15,8km d) 14,7km e) 13,1km

08) Um barqueiro precisou atravessar um rio, cuja velocidade da correnteza era de |V2| = 10m/s, utilizando uma lan-
cha que se movimentou com velocidade constante de |V1| = 20m/s em relação a margem. O ângulo formado entre
os vetores velocidade da correnteza V2 e velocidade da lancha V1 foi de
60º. Sabe-se que na composição vetorial das velocidades da lancha e
da correnteza, a velocidade resultante é dada pela diagonal do parale-
logramo, como mostra a figura abaixo:

De acordo com essas informações, se o percurso da travessia foi de


200 7m , então o tempo gasto na travessia do rio foi de:

Trigonometria nos Triângulos


Matématica e suas Tecnologias
46
a) 5s b) 10s
c) 15s d) 20s e) 25s

09) Um barco navega em linha reta e passa pelos pontos A, C e D. Quando ele está em A, observa uma ilha (B) e
mede o ângulo BÂD = 30º. Navega mais 6 km até um
ponto C e mede o ângulo BCD = 75º. Veja o desenho
representativo.

A distância aproximada que separa o ponto C da ilha


(B) é de : (Utilize 2 = 1,4 )

a) 8,3 km
b) 6,0 km
c) 4,0 km
d) 4,2 km
e) 15,0 km

10) Após um acidente aéreo em alto mar três navios foram


destacados para as buscas na região. A figura abaixo repre-
senta a posição dos navios.

O triângulo imaginário que possui os três navios como vér-


tices foi a área de buscas, com base nas informações da
figura determine em km2 esta área. (Use 2 = 1, 4 ).

a) 420 km2
b) 1680 km2
c) 1260 km2
d) 840 km2
e) 3360 km2

EXERCICIOS COMPLEMENTARES

01) Um pequeno avião deveria partir de uma cidade A rumo a uma cidade B
ao norte, distante 600 quilômetros de A. Por um problema de orientação, o pi-
loto seguiu erradamente rumo ao oeste. Ao perceber o erro, ele corrigiu a rota,
fazendo um giro de 120° à direita em um ponto C, de modo que o seu trajeto,
juntamente com o que deveria ter sido seguido, formou, aproximadamente, um
triângulo retângulo ABC, como mostra a figura.
Com base na figura, a distância em quilômetros, aproximada, que o avião voou
além do que deveria foi: (Use 3 = 1,7 )

a) 320
b) 420
c) 520
d) 720
e) 1020

02) (ENEM 2009 1ª Aplicação) Ao morrer, o pai de João, Pedro e José dei-
xou como herança um terreno retangular de 3 km x 2 km que contém uma
área de extração de ouro delimitada por um quarto de círculo de raio 1 km
a partir do canto inferior esquerdo da propriedade. Dado o maior valor da
área de extração de ouro, os irmãos acordaram em repartir a propriedade
de modo que cada um ficasse com a terça parte da área de extração, con-
forme mostra a figura.

Em relação à partilha proposta, constata-se que a porcentagem da área do

Trigonometria nos Triângulos


Matemática e suas Tecnologias
47
terreno que coube a João corresponde, aproximadamente, a (considere
3
= 0,58 ).
3
a) 50%
b) 43%
c) 37%
d) 33%
e) 19%

03) (Unicamp 2010) Laura decidiu usar sua bicicleta nova para subir uma rampa. As figuras a seguir ilustram a
rampa que terá que ser vencida e a bicicleta de Laura. Suponha que a rampa que Laura deve subir tenha ângulo
de inclinação α, tal que cos(α) = 0,99 . Suponha, também, que cada pedalada faça a bicicleta percorrer 3,15 m.
Calcule a altura h (medida com relação ao ponto de partida) que será atingida por Laura após dar 100 pedaladas.

a) 28,5 m
b) 30 m
c) 31,5 m
d) 33 m
e) 34,5 m

04) (ENEM 2011 1ª Aplicação) Para determinar a distância de um barco até a praia, um navegante utilizou o se-
guinte procedimento: a partir de um ponto A, mediu o ângulo visual α fazendo mira em um ponto fixo P da praia.
Mantendo o barco no mesmo sentido, ele seguiu até um ponto B de modo que fosse possível ver o mesmo ponto P
da praia, no entanto sob um ângulo visual 2α. A figura ilustra esta situação:

Suponha que o navegante tenha medido o ângulo α = 30º e, ao chegar ao ponto B, verificou que o barco havia
percorrido a distância AB = 2 000 m. Com base nesses dados e mantendo a mesma trajetória, a menor distância
do barco até o ponto fixo P será:

a) 1.000m .

b) 1.000 3m .

3
c) 2.000m.
3
d) 2.000m .

e) 2.000 3m .
05) (ENEM 2010 1ª Aplicação) Um balão atmosférico, lançado em Bauru (343 quilômetros a Noroeste de São Pau-
lo), na noite do último domingo, caiu nesta segunda-feira em Cuiabá Paulista, na região de Presidente Prudente, as-
sustando agricultores da região. O artefato faz parte do programa Projeto Hibiscus, desenvolvido por Brasil, França,
Argentina, Inglaterra e Itália, para a medição do comportamento da camada de ozônio, e sua descida se deu após
o cumprimento do tempo previsto de medição.
Disponível em: http://www.correiodobrasil.com.br.
Acesso em: 02 maio 2010.

Trigonometria nos Triângulos


Matématica e suas Tecnologias
48

Na data do acontecido, duas pessoas avistaram o balão. Uma estava a 1,8 km da posição vertical do balão e o
avistou sob um ângulo de 60º; a outra estava a 5,5 km da posição vertical do balão, alinhada com a primeira, e no
mesmo sentido, conforme se vê na figura, e o avistou sob um ângulo de 30º.
Qual a altura aproximada em que se encontrava o balão?

a) 1,8 km b) 1,9 km
c) 3,1 km d) 3,7 km e) 5,5 km

06) Os pontos A, B e C indicados na figura representam três cidades. Um ônibus percorre, em linha reta, 6 km para
1
ir de A até B, e 10 km para ir de B até C. Dado cos 120° = − . Se o ônibus pudesse ir em linha reta de A até C,
quantos quilômetros a menos percorreria? 2

a) 1,5 km b) 1 km
c) 3 km d) 2,5 km
e) 2 km

07) A água utilizada em uma fortificação é captada e bombeada do rio para uma caixa d’água localizada a 50 m
de distância da bomba. A fortificação está a 80 m de distância da caixa d’água e o ângulo formado pelas direções
bomba – caixa d’água e caixa d’água – fortificação é de 60º, conforme mostra a figura abaixo.

Para bombear água do mesmo ponto de captação, diretamente para a fortificação, quantos metros de tubulação são
necessários?

a) 50 m b) 55 m
c) 60 m d) 65 m
e) 70 m

08) (Unicamp 2012) Um topógrafo deseja calcular a distância entre pontos situados à margem de um riacho, como
mostra a figura a seguir. O topógrafo determinou as distâncias mostradas na figura, bem como os ângulos especifi-
cados na tabela abaixo, obtidos com a ajuda de um teodolito.

Trigonometria nos Triângulos


Matemática e suas Tecnologias
49
Calcule a distância entre A e B.

a) 5m b) 5 3m
c) 10 3m d) 10m e) 15m

09) A figura a seguir apresenta o delta do rio Jacuí, situado na região metropolitana de Porto Alegre.


A distância do ponto B ao ponto C é de 8 km, o ângulo  mede 45° e o ângulo Ĉ mede 75°. Uma maneira de estimar
quanto do Delta do Jacuí está sob influência do meio urbano é dada pela distância do ponto A ao ponto C. Essa
distância, em km, é: (use 6 = 2,45 )

a) 7,2 b) 8,6
c) 9,8 d) 10,2
e) 10,8

10) (Ufpb 2010) A prefeitura de certa cidade vai construir, sobre um rio que corta essa cidade, uma ponte que deve
ser reta e ligar dois pontos, A e B, localizados nas margens opostas do rio. Para medir a distância entre esses
pontos, um topógrafo localizou um terceiro ponto, C, distante 200m do ponto A e na mesma margem do rio onde
se encontra o ponto A. Usando um teodolito (instrumento de precisão para medir ângulos horizontais e ângulos ver-
ticais, muito empregado em trabalhos topográficos), o topógrafo observou que os ângulos B Ĉ A e C Â B mediam,
respectivamente, 30º e 105º, conforme ilustrado na figura a seguir.

Com base nessas informações, é correto afirmar que a distância, em metros, do


ponto A ao ponto
B é de:
a) 200 2
b) 180 2
c) 150 2
d) 100 2
e) 50 2

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E D D E D D A D D D

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
B E C B C E E B C D

Trigonometria nos Triângulos


Matématica e suas Tecnologias
50
AULA 6

Razão , Proporção e Regra de Três

Razão
Definimos como razão a comparação entre quantidades ou medidas através de uma divisão.

Exemplo:
Comprei dez laranjas das quais duas estavam estragadas. Determine a razão entre a quantidade de laranjas estra-
gadas e o total comprado.

2 1
Solução: Razão = 2:10 ou ou ou 20% ou 0, 2
10 5
Algumas razões importantes
Distância Percorrida
Velocidade =
tempo

Comprimento Mapa
Escala =
Comprimento Re al

n º de habi tan tes


Densidade demográfica =
área ocupada a c
= → a.d =b.c
Proporção
b d
È a igualdade entre duas razões
Se quatro números a, b, c e d formam, nesta ordem, uma proporção, então

Exemplo:
Uma caixa com um cento de salgados havia pastéis e coxinhas. A cada quatro salgados, três eram coxinhas. Qual
o total de cada tipo de salgado?

coxinhas x 3 Solução:
Razão
= = = Salgados:100
total 100 4 Coxinhas: x


x 3
= → 4.x = 3.100 → x = 75
100 4

Portanto a quantidade de coxinhas é 75 e de pastéis é 25.

Grandezas diretamente proporcionais


Duas grandezas são ditas diretamente proporcionais quando variam na mesma razão, por exemplo, quando uma
dobra, a outra também dobra, quando uma é reduzida à sua metade, a outra também é. Observe a situação:

Em uma padaria, é cobrado R$ 0,35 por cada pão carioquinha. A seguir a tabela que nos mostra como os preços
variam:
Preço a pagar (R$) 0,35 0,70 1,05 1,40 1,75
Quantidade de carioquinhas 1 2 3 4 5

A razão entre o preço a pagar e a quantidade de carioquinhas é constante, veja

Proporcionalidade
Matemática e suas Tecnologias
51
0,35 0, 70 1, 05 1, 40 1, 75
= = = = = 0,35
1 2 3 4 5
Ao resultado desta igualdade, no caso 0,35, damos o nome de razão de proporcionalidade.
Cuidado
Algumas pessoas costumam afirmar que duas grandezas são diretamente proporcionais quando crescem
ou decrescem simultaneamente; esta afirmação não necessariamente é verdadeira, é possível duas grandezas
crescerem ou decrescerem simultaneamente e mesmo assim não serem diretamente proporcionais. Veja a situação
a seguir:
A conta de luz de uma determinada cidade é cobrada da seguinte forma: R$10,00 de taxa de iluminação
pública e mais R$0,50 por cada Kwh de energia consumido. A tabela abaixo representa como o preço variam de
acordo com o consumo de uma residência:
Valor da conta (R$) 35 60 85 110 135
Kwh consumidos 50 100 150 200 250

Veja que quando os Kwh consumidos aumentam, o valor da conta também aumenta, porém as razões não são
constantes,

35 60 85 110 135
≠ ≠ ≠ ≠ → 0, 7 ≠ 0, 6 ≠ 0,566 ≠ 0,55 ≠ 0,54
50 100 150 200 250
As grandezas envolvidas não são diretamente proporcionais.

Grandezas inversamente proporcionais


Duas grandezas são ditas inversamente proporcionais quando uma varia na razão inversa da outra, ou seja, se uma
dobar, a outra é reduzida à sua metade.
De modo geral:
Diretamente proporcionais: razão entre as grandezas constante.
Inversamente proporcionais: produto entre as grandezas constante.
Veja a situação:
Para a pintura de um bloco de apartamentos uma construtora deseja contratar pintores, porém está com dúvidas
quanto à quantidade. Após pesquisas e conversas com outras empresas mais experientes, foi possível criar uma
tabela que relaciona a quantidade de pintores contratados e o número de dias que o serviço demorará.

Pintores 1 2 3 4 5
Dias 60 30 20 15 12

Enquanto a quantidade de pintores dobra, o número de dias cai pela metade; quando triplica, os dias caem pela sua
terça parte. Observe o produto entre as grandezas:
x 60 2=
1= x30 3=
x 20 4=
x15 5=
x12 60
As grandezas são, portanto inversamente proporcionais.

Regra de três
È um processo prático de solucionar problemas que envolvem relações entre grandezas direta ou inversamente
proporcionais. Explicaremos este processo a partir de exemplos propostos abaixo.

Regra de 3 Simples (Diretamente proporcional)


Uma construtora fornece diariamente as refeições de seus 50 operários, o que gera uma despesa diária de R$700,00.
Para a próxima semana, precisando concluir a obra com maior rapidez, contratará mais 14 operários; qual será o
custo diário com refeições?
Solução: Inicialmente montaremos uma tabela
Custo (R$) Operários
700 50
x 64

Comparamos as grandezas para determinar se são direta ou inversamente proporcionais:


- A quantidade de operários é diretamente proporcional ao custo.

Proporcionalidade
Matématica e suas Tecnologias
52
Como são diretamente proporcionais as razões são constante, logo

700 50
= → 50. x= 64.700 → x= 896 .
x 64
O custo diário com as refeições dos funcionários será R$ 896,00.
Regra de 3 Simples (Inversamente proporcional)
A mesma construtora da situação anterior terminaria sua obra com 50 operários em 32 horas de trabalho; determine
em quantas horas o serviço será concluído com a contratação dos novos 14 operários?

Solução: Inicialmente montaremos uma tabela


Horas de trabalho Operários
32 50
x 64

Comparamos as grandezas para determinar se são direta ou inversamente proporcionais:


- A quantidade de operários é inversamente proporcional à quantidade de horas trabalhadas, veja que quanto mais
funcionários trabalharem, em menos tempo o serviço será concluído.
Como são inversamente proporcionais as razões são inversas, logo
32 64
= → 64. x= 50.32 → x= 25 .
x 50
O serviço será concluído em 25 horas de trabalho.

Regra de 3 Composta
(G1 - cftmg 2012) Uma fábrica de calçados, localizada em Nova Serrana, emprega 16 operários, os quais produzem
120 pares de calçados em 8 horas de trabalho diárias. A fim de ampliar essa produção para 300 pares por dia, a
empresa mudou a jornada de trabalho para 10 horas diárias. Nesse novo contexto qual será o número de operários
necessários?

Solução: Inicialmente montaremos uma tabela


Operários Pares de calçados Horas diárias
16 120 8
x 300 10

Comparamos cada grandeza conhecida com a desconhecida, duas a duas, para determinar se são direta ou inver-
samente proporcionais:
- A quantidade de operários é diretamente proporcional à quantidade de pares de calçados produzidos, veja que
quanto mais calçados,maior será a quantidade de operários necessários.
- A quantidade de operários é inversamente proporcional ao número de horas diárias, veja que quanto mais horas
trabalhadas, menos operários serão necessários.
Daí,
direta indireta
16 120 10
= .
x 300 8
16 2 5
= .
x 5 4
16 10 16 1
= → = → x= 8

x 20 x 2 .

EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM

Questão 01
A tabela seguinte apresenta a média, em kg, de resíduos domiciliares produzidos anualmente por habitante, no
período de 1995 a 2005.

Proporcionalidade
Matemática e suas Tecnologias
53
Produção de resíduos domiciliares por habitante em um país
ANO kg
1995 460
2000 500
2005 540
Se essa produção continuar aumentando, mantendo o mesmo padrão observado na tabela, a previsão de produção
de resíduos domiciliares, por habitante no ano de 2020, em kg, será

a) 780 b) 820 c) 860 d) 900 e) 940

Questão 02
Um prêmio de R$ 16.200,00 foi dividido em partes proporcionais à quantidade de pontos obtidos pelos três primeiros
colocados em uma competição. O primeiro classificado obteve 120 pontos, o segundo 100 pontos e o terceiro 80
pontos. Quanto recebeu o primeiro colocado?

a) R$ 4.860,00 b) R$ 5.420,00
c) R$ 5.980,00 d) R$ 6.480,00 e) R$ 7.260,00

Questão 03
A fim de diminuir a quantidade de faltas dos três digitadores de uma gráfica (Arnaldo, Bernaldo e Cernaldo), um
bônus de R$ 1.435,00 será dividido e acrescentado ao salário dos três funcionários de forma inversamente propor-
cional à quantidade de faltas que cada um teve durante o mês. Quanto receberá de bônus cada um deles, sabendo
que Arnaldo, Bernaldo e Cernaldo tiveram respectivamente 2, 3 e 7 faltas?

a) R$ 735,00; R$ 510,00; R$ 190,00 b) R$ 735,00; R$ 490,00; R$ 210,00


c) R$ 645,00; R$ 450,00; R$ 340,00 d) R$ 645,00; R$ 475,00; R$ 365,00
e) R$ 615,00; R$ 495,00; R$ 375,00

Informações referentes às questões 04 e 05


Considerando a definição de temperatura absoluta T, a pressão P exercida por um gás de volume V, sendo N o
número de moléculas, é dada pela expressão: P =
N .R.T (Lei dos gases perfeitos ou ideais), em que R é uma
V
constante universal (constante de Boltzmann) cujo valor é 1,381 x 10-23 J.K-1, com todas as grandezas expressas
em unidades do Sistema Internacional (S.I.).

Questão 04
Pela lei do gás ideal podemos afirmar que a grandeza P é:

a) diretamente proporcional a V. b) inversamente proporcional a N.


c) inversamente proporcional a T. d) diretamente proporcional a R.
e) inversamente proporcional a V.

Questão 05
Em uma experiência química um aluno colocou N moléculas de um gás ideal, a uma temperatura T em depósito de
volume V, obtendo uma pressão P. Seria possível dobrarmos a pressão (P) exercida por este gás se cada uma das
ações a seguir fosse tomada, com exceção de:

a) dobrarmos o número de moléculas (N).


b) diminuirmos o volume (V) à sua metade.
c) dobrarmos o número de moléculas (N), a temperatura
(T) e o volume (V).
d) reduzirmos a temperatura à sua metade.
e) dobrarmos a temperatura.

Proporcionalidade
Matématica e suas Tecnologias
54
Questão 06
(ENEM 2012) A resistência mecânica S de uma viga de madeira, em forma de um paralelepípedo retângulo, é dire-
tamente proporcional a sua largura (b) e ao quadrado de sua altura (d) e inversamente proporcional ao quadrado da
distância entre os suportes da viga, que coincide com o seu comprimento (x), conforme ilustra a figura. A constante
de proporcionalidade k é chamada de resistência da viga.

A expressão que traduz a resistência S dessa viga de madeira é

Questão 07
Em uma empresa o funcionário ganha por produção. Na tabela abaixo temos a quantidades de horas trabalhadas
por um funcionário da empresa durante o dia e a quantidade de peças produzidas neste tempo.
Horas trabalhadas (h) 1 2 3 4 5 6 7 8
Peças produzidas (p) 125 250 375 500 625 750 875 1000

Observando a regularidade dos valores, podemos afirmar que a grandeza “peças produzidas (p)” é

a) inversamente proporcional ao total de “horas trabalhadas (h)”


b) diretamente proporcional ao total de “horas trabalhadas (h)”
c) inversamente proporcional ao quadrado do total de “horas trabalhadas (h)”
d) diretamente proporcional ao quadrado do total de “horas trabalhadas (h)”
e) cresce com o aumento do total de “horas trabalhadas (h)” mas não diretamente proporcional.

Questão 08
Para digitação de uma coletânea de livros uma editora necessita contratar digitadores, a definição da quantidade
de contratados está relacionada ao tempo gasto para realização do serviço por completo e será feita observando
quadro a seguir.
Quantidade de digitadores (d) 1 2 3 4 5 6
Tempo para conclusão do serviço (t) 360 180 120 90 72 60

Observando a regularidade dos valores, podemos afirmar que o “tempo para a conclusão do serviço (t)” é:

a) diretamente proporcional ao total de “Quantidade de digitadores (d)”.


b) inversamente proporcional ao quadrado do total de “Quantidade de digitadores (d)”.
c) diretamente proporcional ao quadrado do total de “Quantidade de digitadores (d)”.
d) decresce com o aumento do total de “Quantidade de digitadores (d)” mas não diretamente proporcional.
e) inversamente proporcional ao total de “Quantidade de digitadores (d)”.

Questão 09
Uma confecção recebeu uma encomenda de 1200 peças iguais com um prazo de entrega de 6 dias. Os 10 funcioná-
rios da empresa são capazes de dar conta dessa produção se trabalharem 8 horas por dia. Porém passados 3 dias
2 funcionários adoeceram e não foram trabalhar nos outros 3 dias. Para que a encomenda seja entregue no prazo
os funcionários restantes devem ter, nos 3 dias finais, uma jornada diária de:

a) 9 horas b) 9 horas e meia


c) 10 horas d) 10 horas e meia e) 11 horas

Questão 10
A resistência elétrica e as dimensões do condutor
(ENEM 2010) A relação da resistência elétrica com as dimensões do condutor foi estudada por um grupo de cientis-
tas por meio de vários experimentos de eletricidade. Eles verificaram que existe proporcionalidade entre:resistência

Proporcionalidade
Matemática e suas Tecnologias
55
(R) e comprimento (λ), dada a mesma secção transversal (A); resistência (R) e área da secção transversal (A), dado
o mesmo comprimento (λ) e comprimento (λ) e área da secção transversal (A), dada a mesma resistência (R).
Considerando os resistores como fios, pode-se exemplificar o estudo das grandezas que influem na resistência
elétrica utilizando as figuras seguintes.

As figuras mostram que as proporcionalidades existentes entre resistência (R) e comprimento (λ), resistência (R)
e área da secção transversal (A), e entre comprimento (λ) e área da secção transversal (A) são, respectivamente,

a) direta, direta e direta.


b) direta, direta e inversa.
c) direta, inversa e direta.
d) inversa, direta e direta.
e) inversa, direta e inversa.

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

Questão 01
(ENEM 2010 – 1ª Aplicação) Nos últimos cinco anos, 32 mil mulheres de 20 a 24 anos foram
internadas nos hospitais do SUS por causa de AVC. Entre os homens da mesma faixa etária, houve 28 mil interna-
ções pelo mesmo motivo.
Época. 26 abr. 2010 (adaptado).

Suponha que, nos próximos cinco anos, haja um acréscimo de 8 mil internações de mulheres e que o acréscimo de
internações de homens por AVC ocorra na mesma proporção.
De acordo com as informações dadas, o número de homens que seriam internados por AVC, nos próximos cinco
anos, corresponderia a

a) 4 mil. b) 9 mil.
c) 21 mil. d) 35 mil. e) 39 mil.

Questão 02
Liciana e Danúsia são irmãs e vendem produtos naturais. No mês passado, tiveram um lucro de R$ 3.500,00. Licia-
na trabalhou 8 horas diárias e Danúsia trabalhou 6 horas diárias. Ficou combinado que o lucro seria repartido em
partes diretamente proporcionais ao tempo dedicado às vendas. Qual a quantia que coube a Liciana neste mês?

a) R$1.500,00 b) R$1.800,00
c) R$2.000,00 d) R$2.250,00 e) R$2.400,00

Questão 03
Em uma residência, no mês de fevereiro de um ano não bissexto, ficaram acesas, em média, 16 lâmpadas elétricas
durante 5 horas por dia e houve uma despesa de R$ 14,00. Qual foi a despesa em março, quando 20 lâmpadas
iguais às anteriores ficaram acesas durante 4 horas por dia, supondo-se que a tarifa de energia não teve aumento?

a) R$15,50 b) R$16,50
c) R$17,50 d) R$18,50 e) R$19,50

Questão 04
Antônia, Bela e Célia são as costureiras de uma confecção que possui um controle de qualidade indicador da
quantidade de peças defeituosas produzidas por cada costureira durante o mês. Com o intuito de diminuir estes
defeitos, o proprietário da confecção resolveu oferecer um bônus no salário de R$ 650,00 a ser dividido entre as três
funcionárias de forma inversamente proporcional à quantidade de peças defeituosas produzidas por cada. Se neste

Proporcionalidade
Matématica e suas Tecnologias
56
mês, Antônia, Bela e Célia produziram respectivamente 4, 6 e 8 peças defeituosas, então quanto Antônia receberá
de bônus no salário?

a) R$150,00
b) R$200,00
c) R$250,00
d) R$300,00
e) R$350,00

Texto para as questões 5 e 6


A intensidade física (I) do som é a razão entre a quantidade de energia (E) que atravessa uma unidade de área (S)
E
perpendicular à direção de propagação do som, na unidade de tempo (Δt), ou seja, I =
S .Dt
Questão 05
Podemos afirmar que a grandeza I, em relação às grandezas E, S e ∆t :

a) diretamente, diretamente e diretamente proporcional.


b) indiretamente, diretamente e diretamente proporcional.
c) inversamente, inversamente e inversamente proporcional.
d) diretamente, inversamente e inversamente proporcional.
e) diretamente, inversamente e diretamente proporcional.

Questão 06
Seria possível dobrarmos a intensidade I de um determinado som, se

a) dobrarmos E, S e ∆t .
b) dobramos S.
c) dobramos E e reduzirmos à metade S e ∆t .
d) reduzirmos à metade ∆t .
e) reduzirmos à metade S.

Questão 07
Pela Lei da Gravitação Universal de Newton, a força (F) de atração gravitacional entre dois corpos é diretamente
proporcional às suas massas M e m e inversamente proporcional à distância R entre eles. A relação que traduz essa
relação entre F, M, m e R é

M .m
a) F =
R
M .m
b) F =
R2

c) F =
k .M .m
R2
2
d) F = k .M .m.R

2
e) F = M .m.R

Questão 08
Se dobrarmos a distância entre os dois corpos observados, é possível afirmar que a força de atração entre eles

a) dobrará.
b) será a metade.
c) quadruplicará.
d) será a quarta parte.
e) permanecerá constante.

Proporcionalidade
Matemática e suas Tecnologias
57
Questão 09
(ENEM 2011) A resistência das vigas de dado comprimento é diretamente proporcional à largura (b) e ao quadrado
da altura (d), conforme a figura. A constante de proporcionalidade k varia de acordo com o material utilizado na sua
construção.

Considerando-se S como a resistência, a representação algébrica que exprime essa relação é

a) S = k .b.d
2
b) = b.d
S
2
c) S = k .b.d
k .b
d) S = 2
d
k .d 2
e) S=
b

Questão 10
(G1 - ifsp 2012) Sílvio foi ao supermercado e comprou carne. A seguir, apresenta-se a etiqueta da embalagem.


Tendo-se em conta os dados da etiqueta da embalagem, Sílvio construiu a seguinte tabela:

Massa (kg) 0,1 0,2 0,4 0,8


Preço (R$) 1,6 3,2 6,4 12,8

Analisando a situação, pode-se afirmar que

a) a massa e o preço são grandezas diretamente proporcionais, e a constante de proporcionalidade é de 4,2.


b) a massa e o preço são grandezas diretamente proporcionais, e a constante de proporcionalidade é de 1,6.
c) a massa e o preço são grandezas inversamente proporcionais, e a constante de proporcionalidade é de 4,2.
d) a massa e o preço são grandezas inversamente proporcionais, e a constante de proporcionalidade é de 1,6.
e) não existe relação de proporcionalidade entre a massa e o preço.

Questão 11
A tabela a seguir mostra a relação entre a velocidade de um carro e o tempo gasto para cobrir a distância entre duas
cidades.
Velocidade 60 km/h 80 km/h 100 km/h 120 km/h
Tempo gasto 4h 3h 2h 24 min 2h

Com base nos dados colhidos, é possível afirmar que o “tempo gasto” é:

a) diretamente proporcional à “velocidade”.


b) inversamente proporcional à “velocidade”.
c) diretamente proporcional ao quadrado da “velocidade”.
d) inversamente proporcional ao quadrado da “velocidade”.
e) diminui com o aumento da “velocidade”, mas não de forma inversamente proporcional.

Proporcionalidade
Matématica e suas Tecnologias
58
Questão 12
Uma mola pendurada estica além de seu comprimento ao amarrarmos um objeto em sua extremidade livre. Dentro
de uma certa faixa de valores para a massa do objeto, o comprimento da mola varia de maneira uniforme.A variação
do comprimento da mola é denominada distensão. A tabela a seguir mostra valores da massa e comprimento de
uma mola nessas condições:

Massa (gramas) 0 20 40 60 100


Comprimento(cm) 15 17 19 21 25

Podemos afirmar que:


a) a distensão da mola é inversamente proporcional o peso do objeto.
b) o comprimento da mola é inversamente proporcional a massa do objeto.
c) a distensão da mola é proporcional a massa do objeto.
d) quando a massa for igual 30 gramas, o comprimento da mola é de 18,5 cm.
e) o comprimento da mola é proporcional ao quadrado da massa do objeto.

Questão 13
O aluguel de carros é uma excelente opção para quem viaja. É muito fácil e seguro e as locadoras possuem veícu-
los novos, com garantia e assistência em caso de quebra ou pane. Uma locadora oferece um tipo promocional de
aluguel de veículos no qual cobra R$ 200,00 mais R$ 0,10 por quilômetro rodado, pelo período de uma semana.
Para a situação de aluguel de veículos descrita no texto podemos afirmar que o preço pago pela locação é:
a) É diretamente proporcional à quilometragem rodada.
b) É inversamente proporcional à quilometragem rodada.
c) É sempre o mesmo independente da quilometragem rodada.
d) Aumenta com o aumento da quilometragem mas não diretamente proporcional.
e) Diminui com o aumento da quilometragem mas não inversamente proporcional.

Questão 14
(ENEM 2010 – 1ª Aplicação) Um dos grandes problemas da poluição dos mananciais (rios, córregos e outros) ocorre
pelo hábito de jogar óleo utilizado em frituras nos encanamentos que estão interligados com o sistema de esgoto. Se
isso ocorrer, cada 10 litros de óleo poderão contaminar 10 milhões (107) de litros de água potável.
Manual de etiqueta. Parte integrante das revistas Veja (ed. 2055), Cláudia (ed. 555), National Geographic (ed. 93)
e Nova Escola (ed. 208) (adaptado). Suponha que todas as famílias de uma cidade descartem os óleos de frituras
através dos encanamentos e consomem 1 000 litros de óleo em frituras por semana.
Qual seria, em litros, a quantidade de água potável contaminada por semana nessa cidade?
a) 10–2 b) 103
c) 104 d) 106 e) 109

Questão 15
(Unemat 2010) José e Pedro decidiram fazer uma viagem de férias para o litoral brasileiro. José, que já havia feito
este percurso, afirmou que rodando uma média de 8 horas por dia a uma velocidade média de 60 km/h, tinha levado
6 dias para completá-lo. Pedro comprometeu-se a dirigir 9 horas por dia à velocidade média de 80 km/h.
Considerando que Pedro vá dirigindo, a quantidade de dias, que levarão para completar o percurso da viagem, será
de:
a) 5 dias e meio b) 6 dias
c) 4 dias e meio d) 4 dias e) 5 dias

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
D D B E D A B E C C

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
D C A D D D C D C B
11 12 13 14 15
B C D E D

Proporcionalidade
Matématica e suas Tecnologias
35
AULA 4

Sempre que lemos sobre uma pesquisa lá está ela: a estatística. Já notou isso? Toda matéria de jornal que
fala sobre uma pesquisa realizada fala que os dados fazem parte da estatística. Pois é, ela faz parte do nosso dia a
dia, e muitas vezes nem nos damos conta. Uma pesquisa estatística consiste em um trabalho de identificação, reu-
nião, tratamento, análise e apresentação de informações (dados) para satisfazer certa necessidade. Com o advento
dos computadores de alta velocidade, grandes volumes de dados podem ser obtidos nas mais diferentes áreas – o
genoma humano é um exemplo – e, assim, pesquisas estatísticas são realizadas com os mais diversos objetivos,
em áreas tão diversas quanto ciências médicas e biológicas, engenharias, ciências sociais e econômicas, turismo,
esporte, e outros. A média, a moda e a mediana são denominadas medidas de tendência central (ou medidas de
posição) de um conjunto de dados, pois servem para “resumir”, em apenas uma informação, a característica desse
conjunto de dados (verifica-se uma tendência dos dados observados a se agruparem em torno dos valores centrais).

Questão 1. MÉDIA ARITMÉTICA

A média aritmética dos valores x1 , x2 , x3 , ... , xn é o quociente entre a soma desses valores e o número total (n) de

x1 + x 2 + x 3 + ... + xn
valores, isto é: X =
n
Propriedades da média aritmética
1ª propriedade: A soma algébrica dos desvios em relação à média é nula.

2ª propriedade: Somando-se (ou subtraindo-se) uma constante (c) a todos os valores de uma variável, a
média do conjunto fica aumentada (ou diminuída) dessa constante.

3ª propriedade: Multiplicando-se (ou dividindo-se) todos os valores de uma variável por uma constante (c),
a média do conjunto fica multiplicada (ou dividida) por essa constante.

Questão 2. MÉDIA ARITMÉTICA PONDERADA

Nos cálculos envolvendo média aritmética simples, todas as ocorrências têm exatamente a mesma
importância ou o mesmo peso. Dizemos então que elas têm o mesmo peso relativo. No entanto, existem casos
onde as ocorrências têm importância relativa diferente. Nestes casos, o cálculo da média deve levar em conta
esta importância relativa ou peso relativo. Este tipo de média chama-se média aritmética ponderada. Ponderar é
sinônimo de pesar. No cálculo da média ponderada, multiplicamos cada valor do conjunto por seu “peso”, isto é, sua
importância relativa.

A média aritmética ponderada dos valores x1 , x2 , x3 , ... , xn com pesos respectivamente iguais a p1 , p2 , p3 , ... , pn

x1.p1 + x 2 .p2 + x 3 .p3 + ... + xn .pn


é dada por: Xp =
p1 + p2 + p3 + ... + pn
Questão 3. MODA - Mo
É o valor que ocorre com maior freqüência absoluta em uma série de valores.
A moda é facilmente reconhecida: basta, de acordo com definição, procurar o valor que mais se repete.
Ex: Na série { 7 , 8 , 9 , 10 , 10 , 10 , 11 , 12 } a moda é igual a 10.

Há séries nas quais não exista valor modal, isto é, nas quais nenhum valor apareça mais vezes que outros.
Ex: { 3 , 5 , 8 , 10 , 12 } não apresenta moda. A série é amodal.

Em outros casos, pode haver dois ou mais valores de concentração. Dizemos, então, que a série tem dois ou
mais valores modais.
Ex: { 2 , 3 , 4 , 4 , 4 , 5 , 6 , 7 , 7 , 7 , 8 , 9 } apresenta duas modas: 4 e 7. A série é bimodal.
.
Obs: A moda é utilizada quando desejamos obter uma medida rápida e aproximada de posição ou quando
a medida de posição deva ser o valor mais típico da distribuição. Já a média aritmética é a medida de posição que
possui a maior estabilidade.

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
36
Questão 4. MEDIANA - Md
A mediana de um conjunto de valores, dispostos segundo uma ordem ( crescente ou decrescente), é o
valor situado de tal forma no conjunto que o separa em dois subconjuntos de mesmo número de elementos.

Dada uma série de valores como, por exemplo: { 5, 2, 6, 13, 9, 15, 10 }, de acordo com a definição de mediana, o
primeiro passo a ser dado é o da ordenação (crescente ou decrescente) dos valores: { 2, 5, 6, 9, 10, 13, 15 }

O valor que divide a série acima em duas partes iguais é igual a 9, logo a Md = 9.
.
Método prático para o cálculo da Mediana:

1. Se a série dada tiver número ímpar de termos: O valor mediano será o termo central da série.
Ex: Calcule a mediana da série { 1, 3, 0, 0, 2, 4, 1, 2, 5 }
Inicialmente, devemos ordenar a série { 0, 0, 1, 1, 2, 2, 3, 4, 5 }. Como a série apresenta 9 termos, o valor mediano
será 5º elemento da série ordenada, isto é; Md = 2 .

2. Se a série dada tiver número par de termos: Neste caso, não existe um valor central, mas dois valores centrais.
Portanto o valor mediano será a média aritmética dos dois valores centrais.
Ex: Calcule a mediana da série { 1, 3, 0, 0, 2, 4, 1, 3, 5, 6 }
Inicialmente, devemos ordenar a série { 0, 0, 1, 1, 2, 3, 3, 4, 5, 6 }. Como a série apresenta 10 termos, os valores

2+3
Md
centrais são o 5º e o 6º, ou seja: 2 e 3. Logo, o valor mediano será igual a= = 2,5
2
Obs1: Quando o número de elementos da série estatística for ímpar, haverá coincidência da mediana com um dos
elementos da série.

Obs2: Quando o número de elementos da série estatística for par, nunca haverá coincidência da mediana com um
dos elementos da série. A mediana será sempre a média aritmética dos 2 elementos centrais da série.

Obs3: Em uma série a mediana, a média e a moda não têm, necessariamente, o mesmo valor.

Obs4: A mediana, depende da posição e não dos valores dos elementos na série ordenada. Essa é uma da
diferenças marcantes entre mediana e média ( que se deixa influenciar, e muito, pelos valores extremos).
Vejamos:
Em { 5, 7, 10, 13, 15 } a média = 10 e a mediana = 10
Em { 5, 7, 10, 13, 65 } a média = 20 e a mediana = 10
Isto é, a média do segundo conjunto de valores é maior do que a do primeiro, por influência dos valores extremos,
ao passo que a mediana permanece a mesma.

MEDIDAS DE DISPERSÃO

As medidas de posição (média, mediana, moda…) descrevem apenas uma das características dos valores
numéricos de um conjunto de observações, o da tendência central. Porém, nenhuma delas informa sobre o grau
de variação ou dispersão dos valores observados. Em qualquer grupo de dados os valores numéricos não são
semelhantes e apresentam desvios variáveis em relação a tendência geral de média. As medidas de dispersão
servem para avaliar o quanto os dados distam do valor central. Desse jeito, as medidas de dispersão servem também
para avaliar qual o grau de representação da média. É fácil demonstrar que apenas a média é insuficiente para
descrever um grupo de dados. Três grupos podem ter a mesma média, mas serem muito diferentes na amplitude de
variação de seus dados. Por exemplo:
Consideremos os seguintes conjuntos de valores das variáveis X, Y e Z:

X = { 70, 70, 70, 70, 70 }


Y = { 68, 69, 70 ,71 ,72 }
Z = { 5, 15, 50, 120, 160 }
Observe que os três conjuntos apresentam a mesma média aritmética ( X = 70 ). Entretanto, é fácil notar que
o conjunto X é mais homogêneo que os conjuntos Y e Z, já que todos os valores são iguais à média. O conjunto Y,
por sua vez, é mais homogêneo que o conjunto Z, pois há menor diversificação entre cada um de seus valores e a
média representativa. Concluímos então que o conjunto X apresenta dispersão nula e que o conjunto Y apresenta

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
37
uma dispersão menor que o conjunto Z.
Estudaremos agora, três medidas de dispersão: desvio médio, variância e desvio padrão.

1. DESVIO MÉDIO
É a média aritmética dos valores absolutos dos desvios tomados em relação a média.

2. VARIÂNCIAÉ o valor que corresponde à média aritmética dos quadrados dos desvios em relação à média, isto

( )
n
é: ∑ fi xi − x
V= i =1
n

∑f
i =1
i

3. DESVIO PADRÃO
É a raiz quadrada da variância, isto é: σ = V

EXERCICIOS DE APREDIZAGEM

01. ( ENEM 2012) O consumo de energia elétrica, nos últimos meses, na casa de uma família, é mostrado nas
seguintes tabelas:

Meses Set./2011 Out./2011 Nov./2011 Dez./2011 Jan./2012 Fev./2012

Consumo (Kwh) 292 284 301 292 281 242

A media do consumo mensal de energia elétrica na casa dessa família, de setembro de 2001 a fevereiro de 2012, é
a) 280
b) 282
c) 284
d) 288
e) 292

45 40
40
Veículos (%)

35
30 30
25
20 15
15
10 6
5 5 3 1
0
10 20 30 40 50 60 70 80 90 100
Velocidade (km/h)

02. ( ENEM 1999 ) Um sistema de radar é programado para registrar automaticamente a velocidade de todos os
veículos trafegando por uma avenida, onde passam em média 300 veículos por hora, sendo 55 km/h a máxima
velocidade permitida. Um levantamento estatístico dos registros do radar permitiu a elaboração da distribuição
percentual de veículos de acordo com sua velocidade aproximada.
A velocidade média dos veículos que trafegam nessa avenida é de:

a) 35 km/h
b) 44 km/h
c) 55 km/h
d) 76 km/h
e) 85 km/h

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
38
03. (ENEM 2009) Na tabela, são apresentados dados da cotação mensal do ovo extra branco vendido no atacado,
em Fortaleza, em reais, por caixa de 30 dúzias de ovos, em alguns meses dos anos 2010 e 2011.
Mês Cotação Ano
Outubro R$ 83,00 2010
Novembro R$ 73,10 2010
Dezembro R$ 81,60 2010
Janeiro R$ 82,00 2011
Fevereiro R$ 85,30 2011
Março R$ 84,00 2011
Abril R$ 84,60 2011

De acordo com esses dados, o valor da mediana das cotações mensais do ovo extra branco nesse período
era igual a
a) R$ 83,00
b) R$ 82,00
c) R$ 81,60
d) R$ 73,10
e) R$ 85,30

04. (ENEM 2010) O quadro seguinte mostra o desempenho de um time de futebol no ultimo campeonato. A coluna
da esquerda mostra o número de gols marcados e a coluna da direita informa em quantos jogos o time marcou
aquele número de gols.
Gols marcados Quantidade de partidas
0 5
1 3
2 4
3 3
4 2
5 2
7 1

Se X, Y e Z são, respectivamente, a média, a mediana e a moda desta distribuição, então

a) X = Y < Z.
b) Z < X = Y.
c) Y < Z < X.
d) Z < X < Y.
e) Z < Y < X.

05. (ENEM 2009) Suponha que a etapa final de uma gincana escolar consista em um desafio de conhecimentos.
Cada equipe escolheria 10 alunos para realizar uma prova objetiva, e a pontuação da equipe seria dada pela
mediana das notas obtidas pelos alunos. As provas valiam, no máximo, 10 pontos cada. Ao final, a vencedora foi
a equipe Ômega, com 7,8 pontos, seguida pela equipe Delta, com 7,6 pontos. Um dos alunos da equipe Gama, a
qual ficou na terceira e última colocação, não pôde comparecer, tendo recebido nota zero na prova. As notas obtidas
pelos 10 alunos da equipe Gama foram 10; 6,5; 8; 10; 7; 6,5; 7; 8; 6; 0. Se o aluno da equipe Gama que faltou tivesse
comparecido, essa equipe

a) teria a pontuação igual a 6,5 se ele obtivesse nota 0.


b) seria a vencedora se ele obtivesse nota 10.
c) seria a segunda colocada se ele obtivesse nota 8.
d) permaneceria na terceira posição, independentemente da nota obtida pelo aluno.
e) empataria com a equipe Ômega na primeira colocação se o aluno obtivesse nota 9.

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
39
06. (ENEM 2009) Cinco equipes A, B, C, D e E disputaram uma prova de gincana na qual as pontuações recebidas
podiam ser 0, 1, 2 ou 3. A mediadas cinco equipes foi de 2 pontos.

As notas das equipes foram colocadas no gráfico a seguir, entretanto, esqueceram de representar as notas
da equipe D e da equipe E. Mesmo sem aparecer as notas das equipes D e E, pode-se concluir que os valores da
moda e da mediana são, respectivamente,

a) 1,5 e 2,0.
b) 2,0 e 1,5.
c) 2,0 e 2,0.
d) 2,0 e 3,0.
e) 3,0 e 2,0.

07. (ENEM 2010) Em sete de abril de 2004, um jornal publicou o ranking de desmatamento, conforme gráfico, da
chamada Amazônia Legal, integrada por nove estados.

Considerando-se que até 2009 o desmatamento cresceu 10,5% em relação aos dados de 2004, o desmatamento
médio por estado em 2009 está entre

a) 100km2 e 900km2.
b) 1 000km2 e 2 700km2.
c) 2 800km2 e 3 200km2.
d) 3 300km2 e 4 000km2.
e) 4 100km2 e 5 800km2.

08. (ENEM 2010) Marco e Paulo foram classificados em um concurso. Para a classificação no concurso o candidato
deveria obter média aritmética na pontuação igual ou superior a 14. Em caso de empate na média, o desempate
seria em favor da pontuação mais regular. No quadro a seguir são apresentados os pontos obtidos nas provas de
Matemática, Português e Conhecimentos Gerais, a média, a mediana e o desvio padrão dos dois candidatos.
Dados dos candidatos no concurso

Conhecimentos Desvio
Matemática Português Média Mediana
Gerais Padrão
Marco 14 15 16 15 15 0,32
Paulo 8 19 18 15 18 4,97

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
40
O candidato com pontuação mais regular, portanto mais bem classificado no concurso, é

a) Marco, pois a média e a mediana são iguais.


b) Marco, pois obteve menor desvio padrão.
c) Paulo, pois obteve a maior pontuação da tabela, 19 em Português
d) Paulo, pois obteve maior mediana.
e) Paulo, pois obteve maior desvio padrão.

09. (ENEM 2012) Um produtor de café irrigado em Minas Gerais recebeu um relatório de consultoria estatística,
constatando, entre outras informações, o desvio padrão das produções de uma safra dos talhões de sua propriedade.
Os talhões tem a mesma área de 30.000m2 e o valor obtido para o desvio padrão foi de 90 kg/talhão. O produtor
deve apresentar as informações sobre a produção e a variância dessas produções em sacas de 60kg por hectare
(10.000 m2 ). A variância das produções dos talhões expressa em (sacas/hectare)2 é:

a) 20,25
b) 4,50
c) 0,71
d) 0,50
e) 0,25

10. (UFU 2006) As 10 medidas colhidas por um cientista num determinado experimento, todas na mesma unidade,
foram as seguintes: 1,2; 1,2; 1,4; 1,5; 1,5; 2,0; 2,0; 2,0; 2,0; 2,2.
Ao trabalhar na análise estatística dos dados, o cientista esqueceu-se, por descuido, de considerar uma
dessas medidas. Dessa forma, comparando os resultados obtidos pelo cientista em sua análise estatística com os
resultados corretos para esta amostra, podemos afirmar que :

a) a moda e a média foram afetadas.


b) a moda não foi afetada, mas a média foi.
c) a moda foi afetada, mas a média não foi.
d) a moda e a média não foram afetadas.
e) apenas a média foi afetada

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

01. (ENEM 2012) Acidentes banais como escorregões, quedas e tropeços se tornaram a segunda maior causa de
morte na humanidade. A tabela a seguir mostra alguns tipos de acidentes e sua incidência, em milhares, no ano de
2009, nos EUA.

TIPOS DE ACIDENTES MACHUCADOE EM 2009


Andando a cavalo 80
Andando de bicicleta 400
Acidentes na cama 500
Acidentes na piscina 160
Acidentes no banheiro 400
Jogando futebol 200
Superinteressante, dez. 2011

Considerando ao dados apresentados, a média de machucados em 2009, em milhares, nos EUA, foi igual a

a) 200
b) 268
c) 290
d) 300
e) 330

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
41
02. (ENEM 2012) O gráfico apresenta o comportamento de emprego formal surgido, segundo o caged, no período
de janeiro de 2010 a outubro de 2010.

Com base no gráfico, o valor da parte inteira da mediana dos empregos formais surgidos no período é

a) 212 952.
b) 229 913.
c) 240 621.
d) 255 496.
e) 298 041.

03. (ENEM 2011) Uma equipe de especialistas do centro meteorológico de uma cidade mediu a temperatura do
ambiente, sempre no mesmo horário, durante 15 dias intercalados, a partir do primeiro dia de um mês. Esse tipo
de procedimento é frequente, uma vez que os dados coletados servem de referência para estudos e verificação de
tendências climáticas ao longo dos meses e anos. As medições ocorridas nesse período estão indicadas no quadro:

Dia do mês Temperatura (em ºC)


1 15,5
3 14
5 13,5
7 18
9 19,5
11 20
13 13,5
15 13,5
17 18
19 20
21 18,5
23 13,5
25 21,5
27 20
29 16

Em relação à temperatura, os valores da média, mediana e moda são, respectivamente, iguais a:

a) 17°C,17°C e 13,5°C
b) 17°C,18°C e 13,5°C
c) 17°C,135°C e 18°C
d) 17°C,18°C e 21,5°C.
e) 17°C, 13,5°C e 21,5°C.

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
42
04. (ENEM 2011) O gráfico apresenta a quantidade de gols marcados pelos artilheiros das Copas do Mundo desde
a Copa de 1930 até a de 2006.

A partir dos dados apresentados, qual a mediana das quantidades de gols marcados pelos artilheiros das Copas do
Mundo?

a) 6 gols
b) 6,5 gols
c) 7gols
d) 7,3 gols
e) 8,5 gols

05. (ENEM 2009) Brasil e França têm relações comerciais há mais de 200 anos. Enquanto a França é a 5ª nação
mais rica do planeta, o Brasil é a 10ª, e ambas se destacam na economia mundial. No entanto, devido a uma série
de restrições, o comércio entre esses dois países ainda não é adequadamente explorado, como mostra a tabela
seguinte, referente ao período 2003-2007.

Os dados da tabela mostram que, no período considerado, os valores médios dos investimentos da França
no Brasil foram maiores que os investimentos do Brasil na França em um valor

a) inferior a 300 milhões de dólares.


b) superior a 300 milhões de dólares, mas inferior a 400 milhões de dólares.
c) superior a 400 milhões de dólares, mas infeiror a 500 milhões de dólares.
d) superior a 500 milhões de dólares, mas inferior a 600 milhões de dólares.
e) superior a 600 milhões de dólares.

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
43
06. (ENEM 2009) Depois de jogar um dado em forma de cubo e de faces numeradas de 1 a 6, por 10 vezes
consecutivas,e anotar o número obtido em cada jogada, construí-se a seguinte tabela de distribuição de
freqüências. A média, mediana e moda dessa distribuição de frequências são respectivamente:

a) 3, 2 e 1
b) 3, 3 e 1
c) 3, 4 e 2
d) 5, 4 e 2
e) 6, 2 e 4

07. (ENEM 2011) A participação dos estudantes na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas
(OBMEP) aumenta a cada ano. O quadro indica o percentual de medalhistas de ouro, por região, nas edições da
OBMEP de 2005 a 2009:

Em relação às edições de 2005 a 2009 da OBMEP, qual o percentual médio de medalhistas de ouro da região
Nordeste?

a) 14,6%
b) 18,2%
c) 18,4%
d) 19,0%
e) 21,0%

08. (ENEM 2010) Em uma corrida de regularidade, a equipe campeã é aquela em que o tempo dos participantes
mais se aproxima do tempo fornecido pelos organizadores em cada etapa. Um campeonato foi organizado em 5
etapas, e o tempo médio de prova indicado pelos organizadores foi de 45 minutos por prova. No quadro, estão
representados os dados estatísticos das cinco equipes mais bem classificadas

Dados estatísticos das equipes mais bem classificadas (em minutos)

Equipes Média Moda Desvio-Padrão


Equipe I 45 40 5
Equipe II 45 41 4
Equipe III 45 44 1
Equipe IV 45 44 3
Equipe V 45 47 2

Utilizando os dados estatísticos do quadro, a campeã foi a equipe


a) I.
b) II.
c) III.
d) IV.
e) V.

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
44
09. (UFPR) Considere as seguintes medidas descritivas das notas finais dos alunos de três turmas:

Com base nesses dados, considere as seguintes afirmativas:


1. Apesar de as médias serem iguais nas três turmas, as notas dos alunos da turma B foram as que se apresentaram
mais heterogêneas.
2. As três turmas tiveram a mesma média, mas com variação diferente.
3. As notas da turma A se apresentaram mais dispersas em torno da média.
Assinale a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa 3 é verdadeira.


b) Somente a afirmativa 2 é verdadeira.
c) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
e) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

10. (FGV) O gráfico abaixo apresenta os lucros anuais (em milhões de reais) em 2008 e 2009 de três empresas A,
B e C de um mesmo setor. A média aritmética dos crescimentos percentuais dos lucros entre 2008 e 2009 das três
empresas foi de aproximadamente:

a) 8,1%
b) 8,5%
c) 8,9%
d) 9,3%
e) 9,7%

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A B A E D C C B E B

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C B B B D B C C D A

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
45
AULA 5

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TABELAS E GRÁFICOS.

Nos dias atuais, um dos requisitos para a formação dos cidadãos está na organização e manipulação de
dados encontrados em gráficos veiculados nos meios de comunicação. Esta organização e manipulação têm sido
mais exigidas do leitor, uma vez que no mundo moderno, os meios de comunicação de massa, escrito e visual, uti-
lizam de forma frequente gráficos e tabelas nos mais variados assuntos.

EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM

Questão 01. (ENEM 2003) O tempo que um ônibus gasta para ir do ponto inicial ao ponto final de uma linha varia,
durante o dia, conforme as condições do trânsito, demorando mais nos horários de maior movimento. A empresa
que opera essa linha forneceu, no gráfico abaixo, o tempo médio de duração da viagem conforme o horário de saída
do ponto inicial, no período da manhã.

De acordo com as informações do gráfico, um passageiro que necessita chegar até as 10h30min ao ponto
final dessa linha, deve tomar o ônibus no ponto inicial, no máximo, até as:

a) 9h20min b) 9h30min
c) 9h00min d) 8h30min e) 8h50min

Questão 02. (ENEM 2003) João e Antônio utilizam os ônibus da linha mencionada na questão anterior para ir
trabalhar, no período considerado no gráfico, nas seguintes condições:
– trabalham vinte dias por mês;
– João viaja sempre no horário em que o ônibus faz o trajeto no menor tempo;
– Antônio viaja sempre no horário em que o ônibus faz o trajeto no maior tempo;
– na volta do trabalho, ambos fazem o trajeto no mesmo tempo de percurso.
Considerando-se a diferença de tempo de percurso, Antônio gasta, por mês, em média,

a) 05 horas a mais que João.


b) 10 horas a mais que João.
c) 20 horas a mais que João.
d) 40 horas a mais que João.
e) 60 horas a mais que João.

Questão 03. (ENEM 2002) No gráfico estão representados os gols marcados e os gols sofridos por uma equipe
de futebol nas dez primeiras partidas de um
determinado campeonato. Considerando
que, neste campeonato, as equipes ganham
3 pontos para cada vitória, 1 ponto por empate
e 0 ponto em caso de derrota, a equipe em
questão, ao final da décima partida, terá
acumulado um número de pontos igual a

a) 15. b) 17.
c) 18. d) 20. e) 24.

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
46
Questão 04. (ENEM 2004) Empresas querem a metade das pessoas trabalhando o dobro para produzir o triplo.
(Revista Você S/A, 2004)

Preocupado em otimizar seus ganhos, um empresário encomendou um estudo sobre a produtividade de


seus funcionários nos últimos quatro anos, entendida por ele, de forma simplificada, como a relação direta entre seu
lucro anual (L) e o número de operários envolvidos na produção (n).
Do estudo, resultou o gráfico ao lado. Ao procurar, no gráfico, uma relação entre seu lucro, produtividade e
número de operários, o empresário concluiu que a maior produtividade ocorreu em 2002, e o maior lucro

a) em 2000, indicando que, quanto maior o número de operários trabalhando, maior é o seu lucro.
b) em 2001, indicando que a redução do número de operários não significa necessariamente o aumento dos
lucros.
c) também em 2002, indicando que lucro e produtividade mantêm uma relação direta que independe do número
de operários.
d) em 2003, devido à significativa redução de despesas com salários e encargos trabalhistas de seus operários.
e) tanto em 2001, como em 2003, o que indica não haver relação significativa entre lucro, produtividade e número
de operários.

Questão 05. (ENEM 2001) O quadro apresenta a produção de algodão de uma cooperativa de agricultores entre
1995 e 1999.

Safra
1995 1996 1997 1998 1999
Produção (em mil toneladas) 30 40 50 60 80
Produtividade (em kg/hectare) 1.500 2.500 2.500 2.500 4.000

O gráfico que melhor representa a área plantada (AP) no período considerado é:

a) b) c) d) e)

Questão 06. (ENEM 2002) O excesso de peso pode prejudicar o desempenho de um atleta profissional em corridas
de longa distância, como a maratona (42,2 km), a meia-maratona (21,1 km) ou uma prova de 10 km. Para saber uma
aproximação do intervalo de tempo a mais perdido para completar uma corrida devido ao excesso de peso, muitos
atletas utilizam os dados apresentados na tabela e no gráfico:

Peso (kg) ideal para atleta masculino de ossatura


Altura (m)
grande, corredor de longa distância
1,57 56,9
1,58 57,4
1,59 58,0
1,60 58,5

 

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
47

Usando essas informações, um atleta de ossatura grande, pesando 63 kg e com altura igual a 1,59m, que
tenha corrido uma meia-maratona, pode estimar que, em condições de peso ideal, teria melhorado seu tempo na
prova em:

a) 0,32 minuto. b) 0,67 minuto.


c) 1,60 minuto. d) 2,68 minutos. e) 3,35 minutos.

Questão 07. (ENEM 2002) O IGP-M é um índice da Fundação Getúlio Vargas, obtido por meio da variação dos
preços de alguns setores da economia, do dia vinte e um do mês anterior ao dia vinte do mês de referência. Ele é
calculado a partir do Índice de Preços por Atacado (IPA-M), que tem peso de 60% do índice, do Índice de Preços ao
Consumidor (IPC-M), que tem peso de 30%, e do Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), representando
10%. Atualmente, o IGP-M é o índice para a correção de contratos de aluguel e o indexador de algumas tarifas,
como energia elétrica.
INCC IPC-M IPA-M

Índice do mês Índice do mês Índice do mês


Mês/Ano Mês/Ano Mês/Ano
(em %) (em %) (em %)
Mar/2010 0,45 Mar/2010 0,83 Mar/2010 1,07
Fev/2010 0,35 Fev/2010 0,88 Fev/2010 1,42
Jan/2010 0,52 Jan/2010 1,00 Jan/2010 0,51

A partir das informações, é possível determinar o maior IGP-M mensal desse primeiro trimestre, cujo valor
é igual a

a) 7,03%. b) 3,00%.
c) 2,65%. d) 1,15%. e) 0,66%.

Questão 08. (ENEM 2011) O termo agronegócio não se refere apenas à agricultura e à pecuária, pois as atividades
ligadas a essa produção incluem fornecedores de equipamentos, serviços para a zona rural, industrialização e co-
mercialização dos produtos.
O gráfico seguinte mostra a participação percentual do agronegócio no PIB brasileiro:

Esse gráfico foi usado em uma palestra na qual o orador ressaltou uma queda da participação do agronegócio no

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
48
PIB brasileiro e a posterior recuperação dessa participação, em termos percentuais. Segundo o gráfico, o período
de queda ocorreu entre os anos de

a) 1998 e 2001. b) 2001 e 2003.


c) 2003 e 2006. d) 2003 e 2007. e) 2003 e 2008.

Questão 09. (ENEM 2009) Dados da Associação Nacional de Empresas de Transportes Urbanos (ANTU) mostram
que o numero de passageiros transportados mensalmente nas principais regiões metropolitanas do país vem caindo
sistematicamente. Eram 476,7 milhões de passageiros em 1995, e esse número caiu para 321,9 milhões em abril de
2001. Nesse período, o tamanho da frota de veículos mudou pouco, tendo no final de 2008 praticamente o mesmo
tamanho que tinha em 2001. O gráfico a seguir mostra um índice de produtividade utilizado pelas empresas do setor,
que e a razão entre o total de passageiros transportados por dia e o tamanho da frota de veículos.

Supondo que as frotas totais de veículos naquelas regiões metropolitanas em abril de 2001 e em outubro
de 2008 eram do mesmo tamanho, os dados do gráfico permitem inferir que o total de passageiros transportados no
mês de outubro de 2008 foi aproximadamente igual a

a) 355 milhões.
b) 400 milhões.
c) 426 milhões.
d) 441 milhões.
e) 477 milhões.

Questão 10. (ENEM 2012) O dono de uma farmácia resolveu colocar à vista do público o gráfico mostrado a seguir,
que apresenta a evolução do total de vendas (em Reais) de certo medicamento ao longo do ano de 2011.

De acordo com o gráfico, os meses em que ocorreram, respectivamente, a maior e a menor venda absolutas
em 2011 foram:

a) março e abril.
b) março e agosto.
c) agosto e setembro.
d) junho e setembro.
e) junho e agosto.

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
49
EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

Questão 01. Uma das alternativas apontadas por especialistas para reduzir o trânsito nas cidades é o uso do
transporte coletivo. Todavia, a baixa velocidade média desenvolvida pelos ônibus nas vias pode ser um desestímulo ao
uso desse tipo de veículo. Pesquisas revelam que a velocidade média dos ônibus nas cidades depende da extensão
do congestionamento das vias, que, por sua vez, depende do horário. O gráfico a seguir mostra o comportamento
da velocidade média de um ônibus que faz um certo trajeto em função do total de vias congestionadas, em certo dia
da semana. O outro gráfico indica a extensão do congestionamento ao longo desse dia.

Suponha que um ônibus dessa linha faça um percurso de 5km entre dois pontos situados nessas vias congestionadas.
A diferença em minutos entre o maior e o menor intervalo de tempo necessários para fazer esse percurso é de:

a) 20 min b) 18 min
c) 16 min d) 14 min e) 12 min

Questão 02. (ENEM 2005) Para convencer a população local da sua popularidade um político publicou no jornal
local o gráfico I. A oposição respondeu publicando dias depois no mesmo jornal o gráfico II.

Analisando os gráficos, pode-se concluir que:

a) o gráfico II representa um crescimento real menor do que o do Gráfico I.


b) entre os meses de fevereiro e março o gráfico I apresenta o crescimento real maior que do apresentado no
gráfico II
c) o gráfico II apresenta o crescimento real, sendo o gráfico I incorreto.
d) a aparente diferença de crescimento nos dois gráficos decorre da escolha das diferentes escalas.
e) os dois gráficos são incomparáveis, pois usam escalas diferentes.

Questão 03. (ENEM 2012) Os hidrômetros são marcadores de consumo de água em residências e estabelecimentos
comerciais. Existem vários modelos de mostradores de hidrômetros, sendo que alguns deles possuem uma
combinação de um mostrador e dois relógios de ponteiro.
O número formado pelos quatro primeiros algarismos do
mostrador fornece o consumo em m3, e os dois últimos
algarismos representam, respectivamente, as centenas e
dezenas de litros de água consumidos. Um dos relógios de
ponteiros indica a quantidade em litros, e o outro em décimos
de litros, conforme ilustrados na figura a seguir.

Considerando as informações indicadas na figura, o


consumo total de água registrado nesse hidrômetro, em
litros, é igual a

a) 3.534,85. b) 3.544,20.
c) 3.534.850,00. d) 3.534.859,35.
e) 3.534.850,39.

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
50
Questão 04. (ENEM 2012) O gráfico fornece os valores das ações da empresa XPN, no período das 10 às 17 horas,
num dia em que elas oscilaram acentuadamente em curtos intervalos de tempo.

Neste dia, cinco investidores compraram e venderam o mesmo volume de ações, porém em horários diferentes, de
acordo com a seguinte tabela.

Com relação ao capital adquirido na compra e venda das ações, qual investidor fez o melhor negócio?

a) 1 b) 2
c) 3 d) 4 e) 5

Questão 05. (ENEM 2012) A figura a seguir apresenta dois gráficos com informações sobre as reclamações diárias
recebidas e resolvidas pelo Setor de Atendimento ao Cliente (SAC) de uma empresa, em uma dada semana. O
gráfico de linha tracejada informa o número de reclamações recebidas no dia, o de linha contínua é o número de
reclamações resolvidas no dia. As reclamações podem ser resolvidas no mesmo dia ou demorarem mais de um dia
para serem resolvidas.

O gerente de atendimento deseja identificar os dias da semana em que o nível de eficiência pode ser
considerado muito bom, ou seja, os dias em que o número de reclamações resolvidas excede o número de
reclamações recebidas.
Disponível em: http://blog.bibliotecaunix.org. Acesso em: 21 jan. 2012 (adaptado).
O gerente de atendimento pôde concluir, baseado no conceito de eficiência utilizado na empresa e nas
informações do gráfico, que o nível de eficiência foi muito bom na

a) segunda e na terça-feira.
b) terça e na quarta-feira.
c) terça e na quinta-feira.
d) quinta-feira, no sábado e no domingo.
e) segunda, na quinta e na sexta-feira.

esTaTÍsTica
Matemática e suas Tecnologias
51
Questão 06. (ENEM 2012) O gráfico mostra a variação da extensão média de gelo marítimo, em milhões de
quilômetros quadrados, comparando dados dos anos 1995, 1998, 2000, 2005 e 2007. Os dados correspondem aos
meses de junho a setembro. O Ártico começa a recobrar o gelo quando termina o verão, em meados de setembro.
O gelo do mar atua como o sistema de resfriamento da Terra, refletindo quase toda a luz solar de volta ao espaço.
Águas de oceanos escuros, por sua vez, absorvem a luz solar e reforçam o aquecimento do Ártico, ocasionando
derretimento crescente do gelo.

Com base no gráfico e nas informações do texto, é possível inferir que houve maior aquecimento global em

a) 1995. b) 1998.
c) 2000. d) 2005. e) 2007.

Questão 07. (ENEM 2010) Os dados do gráfico seguinte foram gerados a partir de dados colhidos no conjunto de
seis regiões metropolitanas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Supondo que o total de pessoas pesquisadas na região metropolitana de Porto Alegre equivale a 250.000,
o número de desempregados em março de 2010, nessa região, foi de

a) 24500 b) 25000
c) 220500 d) 223000 e) 227500

Questão 08. (ENEM 2004) Uma pesquisa sobre orçamentos familiares, realizada recentemente pelo IBGE, mostra
alguns itens de despesa na distribuição de gastos de dois grupos de famílias com rendas mensais bem diferentes.

Renda até
Tipo de despesa Renda maior ou igual a R$ 6.000,00
R$ 400,00
Habitação 37% 23%
Alimentação 33% 9%
Transporte 8% 17%
Saúde 4% 6%
Educação 0,3% 5%
Outros 17,7% 40%

esTaTÍsTica
Matématica e suas Tecnologias
52
Considere duas famílias com rendas de R$ 400,00 e R$ 6.000,00, respectivamente, cujas despesas variam de
acordo com os valores das faixas apresentadas. Nesse caso, os valores, em R$, gastos com alimentação pela
família de maior renda, em relação aos da família de menor renda, são, aproximadamente:

a) dez vezes maiores. b) quatro vezes maiores.


c) equivalentes. d) três vezes menores. e) nove vezes menores.

Questão 09. (ENEM 2008) O gráfico a seguir ilustra a evolução do consumo de eletricidade no Brasil, em GWh, em
quatro setores de consumo, no período de 1975 a 2005.

Observa-se que, de 1975 a 2005, houve aumento quase linear do consumo de energia elétrica. Se essa mesma
tendência se mantiver até 2035, o setor energético brasileiro deverá preparar-se para suprir uma demanda total
aproximada de

a) 405 GWh. b) 445 GWh.


c) 680 GWh. d) 750 GWh. e) 775 GWh.

Questão 10. (Enem 2008) No gráfico a seguir, estão especificados a produção brasileira de café, em toneladas; a
área plantada, em hectares (ha); e o rendimento médio do plantio, em kg/ha, no período de 2001 a 2008.

Se a tendência de rendimento observada no gráfico, no período de 2001 a 2008, for mantida nos próximos anos,
então o rendimento médio do plantio do café, em 2012, será aproximadamente de

a) 500 kg ha. b) 750 kg ha.


c) 850 kg ha. d) 950 kg ha. e) 1.250 kg ha.

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E C C B E D C E

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
B D D A B C E

PRoPoRcionaLidade
Matemática e suas Tecnologias
53
AULA 6

A necessidade de calcular o número de possibilidades existentes nos chamados jogos de azar levou
ao desenvolvimento da Análise Combinatória. Trata-se de uma parte da Matemática que estuda os métodos de
contagem. Esses estudos foram iniciados já no século XVI, pelo matemático italiano Niccollo Fontana (1500-1557),
conhecido como Tartaglia. Depois dele vieram os franceses Pierre de Fermat (1601-1665) e Blaise Pascal (1623-
1662).

Tartaglia Fermat Pascal


A primeira vista pode até parecer desnecessário a existência de métodos para contagem, entretanto, se o
número de elementos a serem contados for muito grande, este trabalho torna-se quase impossível sem o uso de
métodos especiais. Observe alguns exemplos:
Ex1) O código de acesso de um cartão de crédito é formado por seis dígitos decimais. Cada dígito é um
número inteiro que pode assumir qualquer valor entre 0 e 9. Tendo extraviado seu cartão de crédito, Alexandre
receia que um estranho o encontre e tente descobrir o código. Qual o número máximo de tentativas necessárias
para que alguém tenha acesso a esse cartão de crédito ?
Ex2) O jogo da Mega-Sena consiste no sorteio de 6 números distintos, escolhidos ao acaso, entre os números
1, 2, 3, 4, ..., 60. Uma aposta simples consiste na escolha (pelo apostador) de 6 números distintos entre os 60
possíveis, sendo premiadas aquelas que acertarem 4 (quadra ), 5 (quina) ou todos os 6 (sena) números sorteados.
Quantos jogos simples um apostador tem que fazer para garantir que vai acertar os 6 números sorteados?
O Princípio Fundamental da Contagem está diretamente associado a situações que envolvem as
possibilidades de um determinado evento ocorrer e se constitui na estrutura básica da Análise Combinatória. Através
dele desenvolvemos técnicas e métodos eficientes de contagem. Observe o exemplo abaixo:
O lanche escolar saudável é uma grande preocupação para os pais. Com a finalidade de melhorar a
qualidade da alimentação dos estudantes a lanchonete de uma escola púbica resolveu preparar um cardápio especial
oferecendo um combinado de sanduiche natural e suco. Para esse combinado há três opções para sanduíche
(frango, atum, vegetariano) e cinco opções para suco (laranja, cajá, maracujá, manga e graviola). De quantas
formas diferentes um aluno pode escolher o seu combinado ?
 laranja
 
Comentário:  cajá
A representação dessas possibilidades pode se feita por meio de um diagrama frango maracujá
denominado por diagrama da árvore. Veja:  manga
 
 graviola

 laranja
 

 cajá
atum maracujá
 manga
 
 graviola

 laranja
 
 cajá
vegetariano maracujá
 manga
 
 graviola

PRincÍPios de conTageM
Matématica e suas Tecnologias
54
Portanto, fazendo a contagem das possibilidades chegamos a um resultado de 15 combinados diferentes.

Por outro lado, seria mais prático efetuar o produto , sendo 3 o número de formas de escolher o sanduíche e 5 o
número de formas de escolher o suco.

Do problema, verificamos então que devemos dar 3 passos para a sua solução.

1o ) Verificar quais decisões devem ser tomadas para realizar a ação, destacando cada uma delas;
2o ) Verificar quantas possibilidades há para cada uma das decisões a serem tomadas ;
3o ) Efetuar o produto dos resultados obtidos.

Princípio fundamental da contagem - PFC


Se um determinado evento ocorre em várias etapas sucessivas e independentes onde P1 é o número de possibilidades
de ocorrer a 1ª etapa, P2 o número de possibilidades de ocorrer a 2ª etapa, P3 o número de possibilidades de ocorrer
a 3ª etapa, Pn o número de possibilidades de ocorrer a n-ésima etapa, então o número total de possibilidades de
ocorrer esse evento é dado por P = P1 . P2 . P3 . … . Pn.

Permutações Simples
Permutar é sinônimo de trocar. Intuitivamente, nos problemas de contagem, devemos associar a permutação à
noção de misturar. Se temos n elementos distintos, então o numero de agrupamentos ordenados que podemos
obter com todos esses n elementos é dado por: n . (n – 1) . (n – 2) ... . 3 . 2 . 1
Esses agrupamentos ordenados (diferem pela ordem) recebem o nome de permutações simples.
O número de permutações simples de n elementos é dado por Pn = n!.

EXEMPLO:
Quantos são os anagramas (diferentes disposições das letras de uma palavra) da palavra ANEL?
Resolução:
Há 4 possibilidades para a primeira posição, 3 possibilidades para a segunda, 2 possibilidades para a terceira e 1
possibilidade para a quarta posição. Sendo assim, concluímos que o número de anagramas da palavra se equivale
a P=
4 4!
= 4.3.2.1
= 24 P4 = 4 . 3 . 2 . 1 = 24

Permutações com elementos repetidos.


De maneira geral, podemos calcular o número de permutações de n elementos com as repetições α, β, θ,..., ϕ através

n!
da fórmula: Pnα,β,θ,...,ϕ =
α ! β! θ!...ϕ!

EXEMPLO:
Quantos anagramas possui a palavra ARARA?

3,2 5!
P=
5 = 10
3!2!
A palavra ARARA possui 10 anagramas.

Combinações simples
É todo agrupamento não ordenado de elementos distintos. Tais agrupamentos são conhecidos também por
conjuntos. Dado o conjunto A={2, 5, 7, 8}, podemos escrever todas as combinações simples de 2 (dois) elementos,
que são: {2,5} {2,7} {2,8} {5,7} {5,8} {7,8}
Estes 6 (seis) agrupamentos são chamados de combinações simples de 4 elementos tomados 2 a 2. Este número

4!
de combinações é indicado por C=
4,2 = 6.
2!2!
Podemos calcular o número de combinações de n elementos tomados p a p através da seguinte fórmula:

n!
Cn,p =
p! ( n − p ) !

PRincÍPios de conTageM
Matemática e suas Tecnologias
55
EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM

Texto para as questões 01, 02 E 03.


As placas veiculares se constituem no principal item identificador da frota, seu uso no Brasil é disciplinado
pelo Código de Trânsito Brasileiro - CTB, sendo que cabe ao Conselho Nacional de Trânsito - CONTRAN, estabelecer
as características e normas de uso das placas veiculares no país. O Departamento Nacional de Trânsito, somente
regulamenta o assunto quando cabe alguma complementação.
Desde 1991 com a implantação do Registro Nacional de Veículos Automotores (RENAVAM), um cadastro
de todos os veículos do país em uma base de dados comum, e tendo em vista que as combinações possíveis já
estavam saturadas, as placas veiculares de cor amarela (categoria particular), de duas letras e quatro números
passaram a ter novas características, de cor cinza (categoria particular) com três letras e quatro números e o
nome do município de emplacamento em tarjetas afixadas nas placas, ampliando assim as combinações possíveis,
havendo somente uma combinação que acompanha o veículo por toda a vida.

ANTES DE 1991 ATUAIS

Questão 01. Qual o número máximo de veículos que podia ser licenciado no sistema antigo ( antes de 1991 )?

a) 6.560.000 b) 6.620.000
c) 6.680.000 d) 6.720.000 e) 6.760.000

Questão 02. Com a inclusão de uma letra ( sistema atual ), quantos novos carros puderam ser licenciados ?

a) 166.000.000 b) 167.000.000
c) 168.000.000 d) 169.000.000 e) 170.000.000

Questão 03. Quantos carros podem ser licenciados no estado de Rondônia se a série permitida pelo CONTRAN
varia de NBB0001 a NEH9999 ?
a) 256.000 b) 252.000
c) 245.000 d) 222.000 e) 216.000

Questão 04. Fifa aprova fim do sistema de rodízio para Copa do Mundo Zurique (Suíça) - O Comitê da Federação
Internacional de Futebol (Fifa) aprovou o fim do sistema de rodízio de continentes para a Copa do Mundo. A partir de
2018 será escolhido o país que apresentar o melhor projeto para a realização do mundial. Porém, ficam de fora da
disputa os continentes que sediaram jogos dos dois últimos mundiais. Assim, estão descartadas as candidaturas de
países da África e da América do Sul, já que a África do Sul sediou a copa de 2010 e o Brasil sediará a copa de 2014.
Considerando a divisão em seis continentes adotada pela Fifa (América do Sul, América do Norte/Central,
África, Europa, Ásia e Oceania) e as regras acima descritas, o número de maneiras diferentes de escolher os
continentes que sediarão as Copas do Mundo de 2018, 2022 e 2026 é igual a:

a) 24 b) 64
c) 80 d) 120 e) 216

Questão 05. (ENEM - 2004) No Nordeste brasileiro, é comum encontrarmos peças de artesanato constituídas por
garrafas preenchidas com areia de diferentes cores, formando desenhos. Um artesão deseja fazer peças com areia
de cores cinza, azul, verde e amarela, mantendo o mesmo desenho, mas variando as cores da paisagem
(casa, palmeira e fundo), conforme a figura.
O fundo pode ser representado nas cores azul ou cinza; a casa, nas cores azul, verde ou amarela; e a pal-
meira, nas cores cinza ou verde. Se o fundo não pode ter a mesma cor nem da casa nem da palmeira, por
uma questão de contraste, então o número de variações que podem ser obtidas para a paisagem é

a) 6 b) 7
c) 8 d) 9 e) 10

PRincÍPios de conTageM
Matématica e suas Tecnologias
56
Questão 06. (Enem 2012) O designer português Miguel Neiva criou um sistema de símbolos que permite que
pessoas daltônicas identifiquem cores. O sistema consiste na utilização de símbolos que identificam as cores
primárias (azul, amarelo e vermelho). Além disso, a justaposição de dois desses símbolos permite identificar cores
secundárias (como o verde, que é o amarelo combinado com o azul). O preto e o branco são identificados por
pequenos quadrados: o que simboliza o preto é cheio, enquanto o que simboliza o branco é vazio. Os símbolos que
representam preto e branco também podem estar associados aos símbolos que identificam cores, significando se
estas são claras ou escuras.
Folha de São Paulo. Disponível em: www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 18 fev. 2012 (adaptado).
De acordo com o texto, quantas cores podem ser representadas pelo sistema proposto?

a) 14 b) 18
c) 20 d) 21 e) 23

Questão 07. (Enem 2011) O setor de recursos humanos de uma empresa vai realizar uma entrevista com 120
candidatos a uma vaga de contador. Por sorteio, eles pretendem atribuir a cada candidato um número, colocar a lista
de números em ordem numérica crescente e usá-la para convocar os interessados. Acontece que, por um defeito
do computador, foram gerados números com 5 algarismos distintos e, em nenhum deles, apareceram dígitos pares.
Em razão disso, a ordem de chamada do candidato que tiver recebido o número 75913 é:

a) 24. b) 31.
c) 32. d) 88. e) 89.

Questão 08. Um sistema luminoso, constituído de oito módulos idênticos, foi montado para emitir mensagens em
código. Cada módulo possui três lâmpadas de cores diferentes - vermelha, amarela e verde. Observe a figura:

Considere as seguintes informações:


• cada módulo pode acender apenas uma lâmpada por vez;
• qualquer mensagem é configurada pelo acendimento simultâneo de três lâmpadas vermelhas, duas verdes e
uma amarela, permanecendo dois módulos com as três lâmpadas apagadas;
• duas mensagens são diferentes quando pelo menos uma das posições dessas cores acesas é diferente.
O número de mensagens distintas que esse sistema pode emitir é

a) 1580 b) 1620
c) 1680 d) 1740 e) 1790

Texto para as questões 9 e 10


Um casal do Rio de Janeiro decidiu que sua viagem de lua de mel seria feita pelo Nordeste, visitando exatamente
quatro das nove capitais, sem levar em consideração a ordem de visita.
09. Se o casal pretendesse conhecer obrigatoriamente Fortaleza, de quantos modos poderia ser feita a escolha ?

a) 62 b) 56
c) 42 d) 34 e) 28

Questão 10. Se, por motivos logísticos, Salvador só pudesse ser visitada se Recife também fosse e vice-versa, de
quantas maneiras a escolha poderá ser feita ?

a) 56 b) 54
c) 52 d) 50 e) 48

PRincÍPios de conTageM
Matemática e suas Tecnologias
57
EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

Questão 01. (ENEM - 2007) Estima-se que haja, no Acre, 209 espécies de mamíferos, distribuídas conforme a
tabela a seguir. Deseja-se realizar um estudo comparativo entre três dessas espécies de mamíferos - uma do grupo
Cetáceos, outra do grupo Primatas e a terceira do grupo Roedores.
O número de conjuntos distintos que podem ser formados com essas espécies para esse estudo é igual a:

a) 1.320. b) 2.090.
c) 5.845. d) 6.600. e) 7.245.

Questão 02. (ENEM - 2002) O código de barras, contido na maior parte dos produtos industrializados, consiste
num conjunto de várias barras que podem estar preenchidas com cor escura ou não. Quando um leitor óptico passa
sobre essas barras, a leitura de uma barra clara é convertida no número 0 e a de uma barra escura, no número 1.
Observe a seguir um exemplo simplificado de um código em um sistema de código com 20 barras.

Se o leitor óptico for passado da esquerda para a direita irá ler: 01011010111010110001
Se o leitor óptico for passado da direita para a esquerda irá ler: 10001101011101011010
No sistema de código de barras, para se organizar o processo de leitura óptica de cada código, deve-se levar em
consideração que alguns códigos podem ter leitura da esquerda para a direita igual à da direita para a esquerda,
como o código 00000000111100000000, no sistema descrito acima.
Em um sistema de códigos que utilize apenas cinco barras, a quantidade de códigos com leitura da esquerda para
a direita igual à da direita para a esquerda, desconsiderando-se todas as barras claras ou todas as escuras, é

a) 14 b) 12
c) 8 d) 6 e) 4

Questão 03. (ENEM - 2005) A escrita Braile para cegos é um sistema de símbolos no qual cada caráter é um
conjunto de 6 pontos dispostos em forma retangular, dos quais pelo menos um se destaca em relação aos demais.
Por exemplo, a letra A é representada por:

O número total de caracteres que podem ser representados no sistema Braile é

a) 12 b) 31
c) 36 d) 63 e) 720

PRincÍPios de conTageM
Matématica e suas Tecnologias
58
Questão 04. (ENEM - 2010) João mora na cidade A e precisa visitar cinco clientes, localizados em cidades diferentes
da sua. Cada trajeto possível pode ser representado por uma sequência de 7 letras. Por
exemplo, o trajeto ABCDEFA informa que ele sairá da cidade A, visitando as cidades B,
C, D, E e F nesta ordem, voltando para a cidade A. Além disso, o número indicado entre
as letras informa o custo do deslocamento entre as cidades. A figura mostra o custo
de deslocamento entre cada uma das cidades.Como João quer economizar, ele precisa
determinar qual o trajeto de menor custo para visitar os cinco clientes. Examinando a
figura, percebe que precisa considerar somente parte das sequências, pois os trajetos
ABCDEFA e AFEDCBA têm o mesmo custo. Ele gasta 1 min 30 s para examinar uma
sequência e descartar sua simétrica, conforme apresentado.O tempo mínimo necessário
para João verificar todas as sequências possíveis no problema é de

a) 60 min. b) 90 min.
c) 120 min. d) 180 min. e) 360 min.

Questão 05. (UERJ) Uma bicicleta de marchas tem três engrenagens na coroa, que giram com o pedal, e seis
engrenagens no pinhão, que giram com a roda traseira. Observe a bicicleta a seguir e as tabelas que apresentam
os números de dentes de cada engrenagem, todos de igual tamanho.

Cada marcha é uma ligação, feita pela corrente, entre uma engrenagem da coroa e uma do pinhão. Um
dente da 1ª engrenagem da coroa quebrou. Para que a corrente não se desprenda com a bicicleta em movimento,
admita que a engrenagem danificada só deva ser ligada à 1ª ou à 2ª engrenagem do pinhão. Nesse caso, o número
máximo de marchas distintas, que podem ser utilizadas para movimentar a bicicleta, é de:

a) 10 b) 12
c) 14 d) 16 e) 18

Questão 06. Na década de 80 muitos se divertiram com uma peça de teatro que ficou em cartaz durante 11 anos
(e está, por isso, no Guiness Book) - O mistério de IRMA VAP – , encenada pelos atores Ney Latorraca e Marco
Nanini. O título continha um anagrama da palavra “VAMPIRA”, com certeza um trocadilho proposital. Se a cada dia
de apresentação o nome da peça fosse trocado (trocando a posição das letras e desprezando qualquer separação
de sílabas), quantas apresentações diferentes seriam possíveis ?

a) 5040 b) 4820
c) 3440 d) 2520 e) 1940

Questão 07. Num determinado setor de um hospital trabalham 5 médicos e 10 enfermeiros. Quantas equipes
distintas, constituídas cada uma de um médico e 4 enfermeiros, podem ser formadas nesse setor ?

a) 1050 b) 1250
c) 1750 d) 2100 e) 2350

Questão 08. Cada pedra de dominó é constituída de 2 números. As peças são simétricas, de sorte que o par de
números não é ordenado. Exemplo:

Quantas peças diferentes podem ser formadas, se usarmos os números 0, 1, 2, 3, 4, 5 e 6 ?

a) 24 b) 25
c) 26 d) 27 e) 28

PRincÍPios de conTageM
Matemática e suas Tecnologias
59
Questão 09. Se colocarmos em ordem crescente todos os números de 5 algarismos distintos, obtidos com 1, 3, 4,
6 e 7, a posição do número 61473 será a :
a) 72a b) 74a
c) 76a d) 78a e) 80a

Questão 10. A Mega-Sena é o jogo que paga milhões para o acertador dos 6 números sorteados. Mas quem acerta
4 (quadra) ou 5 (quina) números também ganha. Para realizar o sonho de ser o próximo milionário, você deve
marcar de 6 (aposta simples) a 15 (aposta máxima) números, entre os 60 disponíveis no volante. Os sorteios são
realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 2,00.
Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do
país. Quando um apostador escolhe 7 dezenas, por exemplo: 04, 07, 10, 19, 23, 28 e 41, suas chances de ganhar
aumentam, pois se forem sorteados 6 números (em qualquer ordem) entre os 7 escolhidos pelo apostador, uma de
suas apostas simples será premiada.

Os valores a serem pagos por cada aposta estão na tabela a seguir:

NÚMERO DE DEZENAS NÚMERO DE APOSTAS SIMPLES VALOR A PAGAR


6 DEZENAS 1 R$ 2,00
7 DEZENAS 7 R$ 14,00
8 DEZENAS 28 R$ 56,00
... ... ...
15 DEZENAS 5.050 R$ 10.100,00

Qual o valor a ser pago por um apostador que marca no volante 10 dezenas ?

a) R$ 180,00 b) R$ 210,00
c) R$ 280,00 d) R$ 340,00 e) R$ 420,00

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E D B B B E C B A

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A D D B C D A E C E

PRincÍPios de conTageM
Matématica e suas Tecnologias
31
Aula 4

1. Lucro e Prejuízo
De forma simplificada, podemos definir lucro (L), ou prejuízo P dependendo da situação, como o resultado de uma
transação comercial, sendo igual à diferença entre o valor investido, também conhecido como valor de compra (C)
e o preço de venda (V). Quando, na transação comercial, o preço de venda é superior ao de compra, dizemos que
houve lucro; caso contrário, se o valor investido foi superior ao de venda, afirmamos que houve prejuízo.
L=V–C
2. Juros Simples
“Valor em dinheiro, que se paga, ou que se recebe, pelo dinheiro que se empresta, ou que se pede emprestado.”
Matemática: Uma nova abordagem, Giovanni & Bonjorno, FTD
No trabalho com juros devemos observar as seguintes variáveis:
→ C, capital investido ou emprestado.
→ i, taxa de porcentagem na qual o capital foi submetido. É sempre importante observarmos o tempo necessário
para que se aplique tal taxa: dia, mês, semestre, ano.
→ t, tempo que o capital ficou submetido à taxa de porcentagem. É necessário que o tempo esteja contado na
mesma unidade que a taxa foi considerada, por exemplo, se a taxa de juros for de 5% a.m. (ao mês), então o
tempo deverá ser contado em meses.
→ M (montante), valor final que se ganha ou se paga, é o resultado da soma do capital (C) com o Juros (J)

Quando trabalhamos com a matemática financeira, normalmente levamos em consideração o tempo comercial,
veja:
1 mês: 30 dias
1 ano: 12 meses ou 360 dias

Para os juros simples é válida a fórmula:


J = C . i. t

3. Acréscimos e descontos sucessivos


O trabalho com comércio nos mostra que é comum lidarmos com situações nas quais devemos aplicar aumentos
ou descontos sucessivos. A melhor forma de compreender este tipo de situação é através de exemplos, vejamos
um:

Exemplo:
Carlos tinha ao final do semestre de 2012 um salário de R$1200,00. Devido seu desempenho e mudança de posta
na empresa, recebeu nos dois últimos semestres dois aumentos de 10% e 20%. Qual o novo salário de Carlos?
Solução:
Salário inicial: R$1200,00
Salário após o primeiro aumento:1200 x (1 + 10%) = 1200 x (1 + 0,1) = 1200 x 1,1 = 1320,00
Salário após o segundo aumento:1320 x (1 + 20%) = 1320 x (1 + 0,2) = 1320 x 1,2 = 1584,00

Uma estratégia muito importante quando trabalhamos com aumentos e descontos sucessivos é entendermos
o que acontece com um valor quando sofre um aumento ou desconto percentual, observe o questionamento a
seguir:

Aumentar 20% em um valor é o mesmo que multiplicar por 0,2 ?

20
20%
= = 0, 2
Entenda que calcular 20% de uma quantidade é multiplicá-la por 0,2, afinal 100
porém o questionamento não fala em calcular 20%, mas sim aumentar 20%, ou seja, adicionar à quantidade original
20% dela mesma. Podemos definir essa quantidade inicial como 100%, daí, aumentar 20% seria o mesmo que:

120
100% + 20% =120% = =1, 2 , MULTIPLICAR O VALOR ORIGINAL POR 1,2.
100
Do questionamento acima podemos concluir que:
Aumentar 30% equivale a 100% + 30% = 130% = 1,3 (multiplicar por 1,3)
Aumentar 40% equivale a 100% + 40% = 140% = 1,4 (multiplicar por 1,4)
Aumentar 15% equivale a 100% + 15% = 115% = 1,15 (multiplicar por 1,15)

MaTeMáTica FinanceiRa
Matématica e suas Tecnologias
32
Aumentar 8% equivale a 100% + 8% = 108% = 1,08 (multiplicar por 1,08)
Aumentar 130% equivale a 100% + 130% = 230% = 2,3 (multiplicar por 2,3)

E ainda:
Diminuir 30% equivale a 100% - 30% = 70% = 0,7 (multiplicar por 0,7)
Diminuir 15% equivale a 100% - 15% = 85% = 0,85 (multiplicar por 0,85)
Diminuir 2% equivale a 100% - 2% = 98% = 0,98 (multiplicar por 0,98)

De forma geral, aumentar i% é o mesmo que multiplicar por (1 + i%) e descontar i% é o mesmo que multiplicar por
(1 – i%).

4. Juros Compostos
A diferença entre juros simples e compostos é que nos juros simples a taxa de juros sempre incidem sobre o capital
inicial aplicado, no caso dos juros compostos, a cada intervalo de tempo os juros se unem ao capital inicial formando
um novo montante e a taxa de juros do intervalo de tempo seguinte incidirá sobre esse novo valor. É o que é
costumeiramente chamado de juros sobre juros.

Enquanto nos juros simples temos uma fórmula para o cálculo do juros(J), nos juros compostos existe uma fórmula
que nos permite calcular diretamente o Montante (M), veja:
M = C.(1 + i)t
Sendo necessário o cálculo dos juros(J), basta lembrar que M = C + J.

ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM
01. Jonas comprou uma saca (60kg) de feijão para seu comércio por R$108,00 e pretende revendê-lo com um lucro
de 60% sobre o preço de custo; qual deve ser o preço de venda de cada kg de feijão?

a) R$ 172,80 b) R$ 168,00
c) R$ 2,88 d) R$ 1,80 e) R$ 1,08

02. Um objeto foi comprado por R$ 950,00 e revendido por R$1.121,00. De quantos por cento foi o lucro sobre o
preço de compra?

(a) 9% (b) 12%


(c) 18% (d) 82% (e) 118%

03. Adquiri um quadro em um leilão para minha coleção sala. Passados alguns anos, percebendo que as obras do
pintor estava se valorizando, tempo resolvi vendê-lo por R$85.000,00, obtendo um lucro de 70% em relação ao que
investi na compra. Quanto me custou o quadro?

a) R$ 25.500,00 b) R$ 30.600,00
c) R$ 38.380,00 d) R$ 45.740,00 e) R$ 50.000,00

04. Marcela pediu R$1200,00 emprestados a um amigo para pagar após um ano, à taxa de 3% a.m. de juros
simples. Quanto Marcela deverá pagar após o período?

a) R$ 432,00 b) R$ 1456,00
c) R$ 1524,00 d) R$ 1572,00 e) R$ 1632,00

05. (Enem 2011) Um jovem investidor precisa escolher qual investimento lhe trará maior retomo financeiro em uma
aplicação de R$ 500,00 . Para isso, pesquisa o rendimento e o imposto a ser pago em dois investimentos: poupança
e CDB (certificado de depósito bancário).As informações obtidas estão resumidas no quadro:

Rendimento mensal (%) IR (Imposto de renda)

POUPANÇA 0,560 ISENTO


CDB 0,876 4% (sobre o ganho

Para o jovem investidor, ao final de um mês, a aplicação mais vantajosa é

a) a poupança, pois totalizará um montante de R$ 502,80.


b) a poupança, pois totalizará um montante de R$ 500,56.
c) o CDB, pois totalizará um montante de R$ 504,38.

MaTeMáTica FinanceiRa
Matemática e suas Tecnologias
33
d) o CDB, pois totalizará um montante de R$ 504,21.
e) o CDB, pois totalizará um montante de R$ 500,87.

06. (Enem 2012) Um laboratório realiza exames em que é possível observar a taxa de glicose de uma pessoa. Os
resultados são analisados de acordo com o quadro a seguir.
Hipoglicemia taxa de glicose menor ou igual a 70 mg/dL
Normal taxa de glicose maior que 70 mg/dL e menor ou igual a 100 mg/dL
Pré-diabetes taxa de glicose maior que 100 mg/dL e menor ou igual a 125 mg/dL
Diabetes Melito taxa de glicose maior que 125 mg/dL e menor ou igual a 250 mg/dL
Hiperglicemia taxa de glicose maior que 250 mg/dL

Um paciente fez um exame de glicose nesse laboratório e comprovou que estavam com hiperglicemia. Sua taxa de
glicose era de 300 mg/dL. Seu médico prescreveu um tratamento em duas etapas. Na primeira etapa ele conseguiu
reduzir sua taxa em 30% e na segunda etapa em 10%.
Ao calcular sua taxa de glicose após as duas reduções, o paciente verificou que estava na categoria de:

a) hipoglicemia. b) normal.
c) pré-diabetes. d) diabetes melito. e) hiperglicemia.

07. (Enem 2012 – 2ª aplicação) Uma loja resolveu fazer uma promoção de um determinado produto que custava
R$100,00 em fevereiro, da seguinte maneira: em março, ela deu um desconto de 10% sobre o preço do produto
em fevereiro; em abril, deu mais 10% de desconto sobre o preço do produto em março. Tendo obtido uma venda
substancial, a loja resolveu aumentar o preço do produto da seguinte maneira: em maio, a loja aumentou em 10% o
preço de abril e, em junho, a loja aumentou em mais 10% o preço de maio.
Desta forma, o preço deste produto, no final de junho, era:

a) R$ 100,00 b) R$ 99,00
c) R$ 98,01 d) R$ 97,20 e) R$ 96,00.

08. Devido a entressafra da determinado produto agrícola, seu preço foi majorado sucessivamente em 10%, 20% e
15% passando a custar R$3.036,00 a tonelada. Qual era o preço da tonelado desta produto antes da entressafra?

a) R$ 1.669,80 b) R$ 1.858,03
c) R$ 2.000,00 d) R$ 2.036,80 e) R$ 2.200,00

09. (Enem 2011) Considere que uma pessoa decida investir uma determinada quantia e que lhe sejam apresentadas
três possibilidades de investimento, com rentabilidades líquidas garantidas pelo período de um ano, conforme
descritas:

Investimento A 3% ao mês
Investimento B: 36% ao ano
Investimento C: 18% ao semestre

As rentabilidades, para esses investimentos, incidem sobre o valor do período anterior. O quadro fornece algumas
aproximações para a análise das rentabilidades:

n 1,03n
3 1,093
6 1,194
9 1,305
12 1,426
Para escolher o investimento com a maior rentabilidade anual, essa pessoa deverá

a) escolher qualquer um dos investimentos A, B ou C, pois as suas rentabilidades anuas são iguais a 36%.
b) escolher os investimentos A ou C, pois suas rentabilidades anuais são iguais a 39%.
c) escolher o investimento A, pois a sua rentabilidade anual é maior que as rentabilidades anuais dos investimentos
B e C.
d) escolher o investimento B, pois sua rentabilidade de 36% é maior que as rentabilidades de 3% do investimento
A e de 18% do investimento C.
e) escolher o investimento C, pois sua rentabilidade de 39% ao ano é maior que a rentabilidade de 36% ao ano
dos investimentos A e B.

MaTeMáTica FinanceiRa
Matématica e suas Tecnologias
34
10. Uma dívida de R$1.000,00 será paga dois meses antes de seu vencimento. Sabendo que a taxa de juros
compostos para essa dívida é de 6% a.m., qual deverá ser o valor do desconto aproximado?

a) R$ 89,00. b) R$ 110,00.
c) R$ 116,40 d) R$ 120,00 e) R$ 890,00.

11. (Enem 2012) Arthur deseja comprar um terreno de Cléber, que lhe oferece as seguintes possibilidades de
pagamento:

• Opção 1: Pagar à vista, por R 55.000,00


• Opção 2: Pagar a prazo, dando uma entrada de R$ 30.000,00 e mais uma prestação de R$ 26.000,00 para dali
a 6 meses.
• Opção 3: Pagar a prazo, dando uma entrada de R$ 20.000,00 mais uma prestação de R$ 20.000,00 para dali
a 6 meses e outra de R$ 18.000,00 para dali a 12 meses da data da compra.
• Opção 4: Pagar a prazo dando uma entrada de R$ 15.000,00 e o restante em 1 ano da data da compra,
pagando R$ 39.000,00.
• Opção 5: pagar a prazo, dali a um ano, o valor de R$ 60.000,00.

Arthur tem o dinheiro para pagar a vista, mas avalia se não seria melhor aplicar o dinheiro do valor à vista (ou até
um valor menor), em um investimento, com rentabilidade de 10% ao semestre, resgatando os valores à medida que
as prestações da opção escolhida fossem vencendo.
Após avaliar a situação do ponto financeiro e das condições apresentadas, Arthur concluiu que era mais vantajoso
financeiramente escolher a opção:

a) 1. b) 2.
c) 3. d) 4. e) 5.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES
01) Clara fixou o lucro de todos os produtos de sua loja em 22%. Por quanto será vendido um objeto que Clara
adquiriu para sua loja por R$350,00?

a) R$ 77,00 b) R$ 372,00
c) R$ 398,00 d) R$ 427,00 e) R$ 453,00

02) Um aparelho de DVD foi vendido por R$650,00. De quantos por cento, aproximadamente, foi o prejuízo sobre o
preço de custo, que foi de R$800,00?

a) 13% b) 15%
c) 17% d) 19% e) 21%

03) Comprei um carro e depois de dois anos de uso resolvi vendê-lo por R$8.400,00, tendo um prejuízo de 30% em
relação ao que investi na compra. Quanto me custou o carro?

a) R$ 2.520,00 b) R$ 10.920,00
c) R$ 11.360,00 d) R$ 11.740,00 e) R$ 12.000,00

04) Um investidor aplicou na mesma data, por três meses e a juros simples, os capitais de R$ 110.000,00 e R$
80.000,00 em instituições diferentes. O maior capital foi aplicado à taxa de 6% a.m. e rendeu, de juro, R$ 10.200,00
a mais que o menor. Qual a taxa de juros da aplicação do menor capital?

a) 1% a.m. b) 2% a.m.
c) 3% a.m. d) 4% a.m. e) 5% a.m.

05) Um objeto que custava R$360,00 sofreu dois aumentos sucessivos de 20% e 30% respectivamente; qual o novo
valor do produto e a taxa acumulada de aumento?

a) R$ 561,60 e 56%. b) R$ 540,00 e 50%.


c) R$ 532,60 e 47%. d) R$ 522,40 e 46%. e) R$ 512,00 e 40%.

06) Em uma loja de colchões se o cliente paga o valor do colchão em uma única vez, ganha 10% de desconto no

MaTeMáTica FinanceiRa
Matemática e suas Tecnologias
35
valor anunciado ( que permitia pagamento em 10 vezes no cartão). Caso este pagamento em uma vez, seja no
dinheiro, o cliente ganha mais 10% de desconto sobre o novo valor. Sabendo disso Jonas compareceu à loja para
comprar um colchão e pagar à vista no dinheiro; depois de muito “chorar”, conseguiu mais 10% de desconto e pagou
R$2,624,40. Qual o valor do colchão no anúncio?

a) R$ 3.411,72 b) R$ 3.493,08
c) R$ 3.524,00 d) R$ 3.572,80 e) R$ 3.600,00

07) (Enem 2011) Uma pessoa aplicou certa quantia em ações. No primeiro mês, ela perdeu 30% do total do
investimento e, no segundo mês, recuperou 20% do que havia pedido.
Depois desses dois meses, resolveu tirar o montante de R$ 3.800,00 gerado pela aplicação.
A quantia inicial que essa pessoa aplicou em ações corresponde ao valor de

a) R$ 4.222,00. b) R$ 4.523,80.
c) R$ 5.000,00. d) R$ 13.300,00. e) R$ 17.100,00.

08) Devido a escassez na produção de leite, esse produto teve aumentos sucessivos de 10% ao mês nos últimos
três meses. É possível afirmar que o aumento percentual trimestral equivale a:

a) 30% b) 31,1%
c) 32,3% d) 33% e) 33,1%

09) (Enem 2000) João deseja comprar um carro cujo preço à vista, com todos os pontos possíveis, é de R$
21.000,00 e esse valor não será reajustado nos próximos meses.
Ele tem R$ 20.000,00, que podem ser aplicados a uma taxa de juros compostos de 2% ao mês, e escolhe deixar
todo o seu dinheiro aplicado até que o montante atinja o valor do carro.
Para ter o carro, João deverá esperar:

a) dois meses, e terá a quantia exata.


b) três meses, e terá a quantia exata.
c) três meses, e ainda sobrarão, aproximadamente, R$225,00.
d) quatro meses, e terá a quantia exata.
e) quatro meses, e ainda sobrarão, aproximadamente, R$430,00.

10) Uma dívida de R$24.000,00 será paga três meses antes de seu vencimento. Sabendo que a taxa de juros
compostos para essa dívida é de 5% a.m., qual deverá ser o valor a ser pago?

a) R$ 20.577,00 b) R$ 20.732,10
c) R$ 21.234,50 d) R$ 21.520,00 e) R$ 21.890,30.

11) Mário tomou um empréstimo de R$ 8.000,00 a juros compostos de 5% ao mês. Três meses depois, Mário
pagou R$ 6.000,00 do empréstimo e, um mês após esse pagamento, liquidou todo o seu débito. Determine o valor
do último pagamento feito por Mário.

a) R$ 3.277,10 b) R$ 3.424,05
c) R$ 3.634,50 d) R$ 3.821,00 e) R$ 3.991,30.

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C C E E D D C C C B
11
D

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
D D E D A E C E C B
11
B

MaTeMáTica FinanceiRa
Matématica e suas Tecnologias
36
Aula 5

Você leu algum jornal ou revista hoje? Assistiu o noticiário da TV? Ouviu o rádio? Acessou a internet? Mesmo que a
resposta seja “não” para as perguntas anteriores, tenho certeza que ao vir para aula cada um de vocês deve ter visto
os inúmeros outdoors espalhados pela cidade. Hoje cada um de nós é bombardeado todos os dias, o dia inteiro, por
um sem número de informações, sendo grande parte dessas dependentes de números.
As informações que dependem de números para serem lidas trazem várias representações, números inteiros
positivos, negativos, decimais, fracionários e porcentagens; observando mais particularmente os dois últimos
citados, é possível perceber que as frações são evitadas, sendo preferido o uso das porcentagens, por serem mais
fáceis de se compreender pelo grande público.

Porcentagem ou percentegem é um modo de expressar uma razão entre dois valores a partir de uma fração cujo
denominador é 100.

1
= 1%
100
O símbolo % representa um centésimo (1/100), ou seja: 12 = 12%
100

PoRcenTageM
Matemática e suas Tecnologias
37
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM
01. (Enem 2010) Um professor dividiu a lousa da sala de aula em quatro partes iguais. Em seguida, preencheu 75%
dela com conceitos e explicações, conforme a figura seguinte.

Algum tempo depois, o professor apagou a lousa por completo e, adotando um procedimento semelhante ao
anterior, voltou a preenchê-la, mas, dessa, vez, utilizando 40% do espaço dela.

Uma representação possível para essa segunda situação é:

a)

b)

c)

d)

e)

02. (Enem cancelado 2009) Considere que as médias finais dos alunos de um curso foram representadas no gráfico
a seguir.

Sabendo que a média para aprovação nesse curso era maior ou igual a 6,0, qual foi a porcentagem de alunos
aprovados?

a) 18% b) 21%
c) 36% d) 50% e) 72%

03. Maria, trabalha revendendo roupas femininas de uma fábrica a suas amigas. Para calcular o preço de venda dos
produtos Maria aumenta os preços de custo em 42%; uma forma de conseguir este resultado é multiplicar o custo
por:

a) 0,142 b) 0,42
c) 1,42 d) 4,2 e) 142

04. (Enem 2ª aplicação 2010) No dia 12 de janeiro de 2010, o governo da Venezuela adotou um plano de
racionamento de energia que previa cortes no fornecimento em todo o país.
O ministro da energia afirmou que uma das formas mais eficazes de se economizar energia nos domicílios seria o
uso de lâmpadas que consomem 20% menos da energia consumida por lâmpadas normais.
Disponível em: http://www.bbc.co.uk. Acesso em: 23 abr. 2010 (adaptado).

Em uma residência, o consumo mensal de energia proveniente do uso de lâmpadas comuns é de 63 kWh. Se
todas as lâmpadas dessa residência forem trocadas pelas lâmpadas econômicas, esse consumo passará a ser de,
aproximadamente:

a) 9 kWh. b) 11 kWh.
c) 22 kWh. d) 35 kWh. e) 50 kWh.

PoRcenTageM
Matématica e suas Tecnologias
38
05. (Enem 2012 – 2ª aplicação) O Brasil é um dos maiores produtores de leite do mundo. Em 2010 para a produção
de 30,7 bilhões de litros de leite foram ordenhadas 22,9 milhões de vacas leiteiras em todo o país, sendo que esta
quantidade de vacas ordenhadas representa 10,9% do rebanho brasileiro de bovinos.
Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 15 nov.2011 (adaptado)

Nessas condições, o número que mais se aproxima da quantidade de bovinos no Brasil em 2010, em milhões de
unidades, é:

a) 25,40 b) 33,80
c) 187,19 d) 210,09 e) 281,65

06. (Enem 2010) Os dados do gráfico seguinte foram gerados a partir de dados colhidos no conjunto de seis
regiões metropolitanas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Supondo que o total de pessoas pesquisadas na região metropolitana de Porto Alegre equivale a 250 000, o número
de desempregados em março de 2010, nessa região, foi de:

a) 24 500. b) 25 000.
c) 220 500. d) 223 000. e) 227 500.

07. (Enem 2010) Uma empresa possui um sistema de controle de qualidade que classifica o seu desempenho
financeiro anual, tendo como base o do ano anterior. Os conceitos são: insuficiente, quando o crescimento e menor
que 1%; regular, quando o crescimento é maior ou igual a 1% e menor que 5%; bom, quando o crescimento é maior
ou igual a 5% e menor que 10%; ótimo, quando é maior ou igual a 10% e menor que 20%; e excelente, quando é
maior ou igual a 20%. Essa empresa apresentou lucro de R$ 132 000,00 em 2008 e de R$ 145 000,00 em 2009.

De acordo com esse sistema de controle de qualidade, o desempenho financeiro dessa empresa no ano de 2009
deve ser considerado:

a) insuficiente. b) regular.
c) bom. d) ótimo. e) excelente.

08. (Enem 2010) Um grupo de pacientes com Hepatite C foi submetido a um tratamento tradicional em que 40%
desses pacientes foram completamente curados. Os pacientes que não obtiveram cura foram distribuídos em dois
grupos de mesma quantidade e submetidos a dois tratamentos inovadores. No primeiro tratamento inovador, 35%
dos pacientes foram curados e, no segundo, 45%.

Em relação aos pacientes submetidos inicialmente, os tratamentos inovadores proporcionaram cura de:

a) 16%. b) 24%.
c) 32%. d) 48% e) 64%.

09. (Enem 2ª aplicação 2010) Em março de 2010, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
(CNPq) reajustou os valores de bolsas de estudo concedidas a alunos de iniciação científica, que passaram a
receber R$ 360,00 mensais, um aumento de 20% com relação ao que era pago até então. O órgão concedia 29 mil
bolsas de iniciação científica até 2009, e esse número aumentou em 48% em 2010.
O Globo. 11 mar. 2010.

PoRcenTageM
Matemática e suas Tecnologias
39
Caso o CNPq decidisse não aumentar o valor dos pagamentos dos bolsistas, utilizando o montante destinado a tal
aumento para incrementar ainda mais o número de bolsas de iniciação científica no país, quantas bolsas a mais
que em 2009, aproximadamente, poderiam ser oferecidas em 2010?
a) 5,8 mil. b) 13,9 mil.
c) 22,5 mil. d) 51,5 mil. e) 94,4 mil.

10. Em uma escola de Fortaleza a quantidade de alunos em cada turma varia de 50 a 60 alunos. Em uma dessas
turmas, após uma pesquisa, descobriu-se que exatamente 37,5% dos alunos tinham acesso à internet. Podemos
afirmar que a quantidade de alunos desta turma é:
a) 52 b) 54
c) 56 d) 58 e) 60

ATIVIDADES COMPLEMENTARES
01) (Enem 2010) Os dados do gráfico foram coletados por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios.

Supondo-se que, no Sudeste, 14900 estudantes foram entrevistados nessa pesquisa, quantos deles possuíam
telefone móvel celular?
a) 5513 b) 6556
c) 7450 d) 8344 e) 9536

02) (Enem 2012 – 2ª aplicação) NO ano de 2010 o DataSenado realizou uma pesquisa intitulada “Condições de
vida das pessoas com deficiência no Brasil”. A pesquisa ouviu 1 165 pessoas com deficiência e uma das questões
foi a seguinte: “Para você, nos últimos anos, o preconceito em relação às pessoas com deficiência está igual,
aumentando ou diminuindo?”. A porcentagem das respostas a esta pergunta é mostrada na tabela a seguir.
Igual Aumentando Diminuindo
31% 10% 59%
Pelos dados contidos na tabela, o número que mais se aproxima da quantidade de pessoas que responderam
“diminuindo” é:
a) 69 b) 116
c) 361 d) 687 e) 1 106

03) (Enem 2010) O jornal de certa cidade publicou em uma página inteira a seguinte divulgação de seu caderno de
classificados.

Para que a propaganda seja fidedigna a porcentagem da área que aparece na


divulgação, a medida do lado do retângulo que representa os 4%, deve ser de
aproximadamente

a) 1 mm. b) 10 mm.
c) 17 mm. d) 160 mm.
e) 167 mm.

PoRcenTageM
Matématica e suas Tecnologias
40
04) (Enem 2009) O gráfico a seguir mostra a evolução, de abril de 2008 a maio de 2009, da população
economicamente ativa para seis Regiões Metropolitanas pesquisadas.

Considerando que a taxa de crescimento da população economicamente ativa, entre 05/09 e 06/09, seja de 4%,
então o número de pessoas economicamente ativas em 06/09 será igual a:
a) 23.940. b) 32.228.
c) 920.800. d) 23.940.800. e) 32.228.000.

05) (Enem 2006) Não é nova a ideia de se extrair energia dos oceanos aproveitando-se a diferença das marés alta e
baixa. Em 1967, os franceses instalaram a primeira usina “maré-motriz”, construindo uma barragem equipada de 24
turbinas, aproveitando-se a potência máxima instalada de 240 MW, suficiente para a demanda de uma cidade com
200 mil habitantes. Aproximadamente 10% da potência total instalada são demandados pelo consumo residencial.
Nessa cidade francesa, aos domingos, quando parcela dos setores industrial e comercial para, a demanda diminui
40% Assim, a produção de energia correspondente à demanda aos domingos será atingida mantendo-se:
I. todas as turbinas em funcionamento, com 60% da capacidade máxima de produção de cada uma delas.
II. a metade das turbinas funcionando em capacidade máxima e o restante, com 20% da capacidade máxima.
III. quatorze turbinas funcionando em capacidade máxima, uma com 40% da capacidade máxima e as demais
desligadas.
Está correta a situação descrita:
a) apenas em i. b) apenas em ii.
c) apenas em i e iii. d) apenas em ii e iii. e) em i, ii e iii.

06) (Enem 2002) A capa de uma revista de grande circulação trazia a seguinte informação, relativa a uma reportagem
daquela edição:
“O brasileiro diz que é feliz na cama, mas debaixo dos lençóis 47% não sentem vontade de fazer sexo”.
O texto a seguir, no entanto, adaptado da mesma reportagem, mostra que o dado acima está errado:
“Outro problema predominantemente feminino é a falta de desejo - 35% das mulheres não sentem nenhuma vontade
de ter relações. Já entre os homens, apenas 12% se queixam de falta de desejo”.
Considerando que o número de homens na população seja igual ao de mulheres, a porcentagem aproximada de
brasileiros que não sentem vontade de fazer sexo, de acordo com a reportagem, é:
a) 12%. b) 24%.
c) 29%. d) 35%. e) 50%.

07) (Enem 2001) Nas últimas eleições presidenciais de um determinado país, onde 9% dos eleitores votaram em
branco e 11% anularam o voto, o vencedor obteve 51% dos votos válidos. Não são considerados válidos os votos
em branco e nulos.
Pode-se afirmar que o vencedor, de fato, obteve de todos os eleitores um percentual de votos da ordem de:

a) 38%. b) 41%.
c) 44%. d) 47%. e) 50%.

PoRcenTageM
Matemática e suas Tecnologias
41
08) (Enem 2012 - 2ª aplicação) Uma pesquisa foi realizada com a intenção de conhecer o que as pessoas sabem
sobre o diabetes. Nela, utilizou-se um questionário com 16 perguntas, respondidas pelas pessoas na entrada de
estações do metrô de São Paulo. Os gráficos a seguir mostram, respectivamente, os percentuais de respostas
dadas às seguintes perguntas do questionário: “Você conhece alguém com diabetes?” e “Caso conheça, indique
onde.”

O percentual do número de entrevistados que conhecem pessoas diabéticas na escola é mais aproximado por:
(a) 6% (b) 15%
(c) 37% (d) 41% (e) 52%

09) (Enem 2012 – 2ª aplicação) Alguns países têm regulamentos que obrigam a misturar 5%, 10% ou 20% de
etanol com a gasolina regular. Esta mistura recebe o nome de gasool. E20, por exemplo, é o gasool que contêm a
mistura de 20% de etanol com 80% de gasolina. Em agosto de 2011, o governo decidiu reduzir a mistura de etanol
na gasolina de 25% para 20%, isto é, nossos postos de gasolina, a partir daquele mês, não puderam mais vender
o combustível do tipo E25.
Disponível em HTTP://g1.globo.com (adaptado)
Uma distribuidora possuía 40 mil litros de combustível do tipo E25, disponíveis em um dos tanques de seu estoque
antigo. Quantos litros de gasolina precisam ser adicionados de modo a obter uma mistura E20?

(a) 32 000 (b) 16 000


(c) 10 000 (d) 8 000 (e) 2 000

10) (Enem 2012 – 2ª aplicação) O abandono escolar no ensino médio é um dos principais problemas da educação
no Brasil. Reduzir as taxas de abandono tem sido uma tarefa que exige persistência e ações continuadas dos
organismos responsáveis pela educação no país.
O gráfico apresentado a seguir mostra as taxas percentuais de abandono no ensino médio, para todo o país, no
período de 2007 a 2010, em que se percebe uma queda a partir de 2008. Com o objetivo de reduzir de forma mais
acentuada a evasão escolar são investidos mais recursos e intensificadas as ações, para se chegar a uma taxa em
torno de 5,2% ao final do ano de 2013.

Qual a taxa de redução anual que deve ser obtida para que se chegue ao patamar desejado para o final de 2013?
Considere (0,8)3 = 0,51.
a) 10% b) 20%
c) 41% d) 49% e) 51%

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C E C E D A C B C C

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
D D D D E C B

PoRcenTageM
Matématica e suas Tecnologias
42
Aula 6

No nosso cotidiano, é bastante comum ouvirmos expressões do tipo : é improvável que isso acontece
ou isso aconteceu por um acaso. Tais expressões evidenciam que em diversos acontecimentos da nossa vida,
não é possível saber antecipadamente o desfecho. Existem certos fenômenos ( ou experimentos ) que, embora
sejam repetidos inúmeras vezes em condições idênticas, não apresentam resultados iguais. Podemos dar como
exemplos o lançamento de uma moeda ou o lançamento de um dado. Nestes casos, o resultado dos lançamentos
é imprevisível. No caso da moeda, não temos como saber se vai ocorrer cara ou coroa. Aos fenômenos desse tipo,
damos o nome de experimentos aleatórios ( o resultado depende apenas do acaso ). Exatamente pelo fato de não
conseguirmos determinar o resultado exato de um experimento aleatório é que buscamos obter seus prováveis
resultados.
A história da teoria das probabilidades, teve início com os jogos de cartas, dados e de roleta. Esse é o motivo
da grande existência de exemplos de jogos de azar no estudo da probabilidade. É essa teoria que nos permite
calcular a chance de ocorrência de um certo evento em um experimento aleatório. Atualmente, a Psicologia, a
Medicina e a Economia são ciências que se apropriam da Teoria das Probabilidades para a tomada de determinadas
decisões.
Quando fazemos um contrato com uma companhia de seguros ( pense no seguro de um carro como
exemplo ) o valor que se paga a seguradora está relacionado a maior ou menor probabilidade de ocorrer um
acidente. O histórico do motorista é outro elemento muito considerado pela seguradora ( a idade e o envolvimento
em outros acidentes ). Geralmente é mais barato o seguro quando feito por mulheres, pois as empresas de seguros
consideram que os homens, principalmente os jovens, mais agressivos, são um fator de risco na indenização e
acabam tornando o seguro mais caro.

Espaço amostral e evento de um experimento aleatório


O conjunto de todos os resultados possíveis de um experimento aleatório é denominado de espaço amostral e
qualquer subconjunto desse espaço é chamado de evento.
Ex1: No lançamento de uma moeda, temos como espaço amostral o conjunto E={cara,coroa} e o subconjunto
A={cara} é um evento de E.
Ex2: No lançamento de um dado comum, temos como espaço amostral o conjunto E={1,2,3,4,5,6} e o subconjunto
A={5,6} é um evento de E.

Conceito de probabilidade

Se em um fenômeno aleatório as possibilidades são igualmente prováveis, então a probabilidade de ocorrer um

no de casos favoráveis(evento)
evento A é: P(A) =
no total de casos (espaço amostral)
CÁLCULO DE PROBABILIDADES

Ex1: Aplicação da definição

No lançamento de dois dados, um branco e um vermelho, qul a probabilidade de que a soma dos pontos das faces
voltadas para cima seja maior que 7?
Solução: O espaço amostral desse experimento é composto de 36 resultados como mostra a tabela.

1 2 3 4 5 6
1
2 X
3 X X
4 X X X
5 X X X X
6 X X X X X
O evento (casos favoráveis) que indicam soma dos pontos das faces maior que 7, estão indicadas com um X.

no de casos favoráveis(evento) 15 5
Portanto, a probabilidade será dada por: P(A)
= o
= = .
n total de casos (espaço amostral) 36 12

PRobabiLidade
Matemática e suas Tecnologias
43
Ex2: Probabilidade com união e intersecção de eventos
Num grupo de 80 alunos, 50 jogam futebol, 40 jogam basquete e 20 jogam futebol e basquete. Escolhendo ao acaso
um dos alunos, qual a probabilidade dele jogar futebol ou basquete ?
Solução: Inicialmente vamos organizar os dados dos conjuntos usando o diagrama.
basquete futebol

20 20 30

10

40 50 20 70 7
P(B ou F) = P(B) + P(F) − P(B e F) → P(B ou F) = + − = =
80 80 80 80 8
Ex3: Probabilidade Condicional

Um grupo de pessoas está classificado de acordo com a tabela abaixo:

PROFESSOR ADVOGADO DENTISTA


HOMENS 60 80 50
MULHERES 90 40 30
Considere que cada uma dessas pessoas exerça apenas uma profissão. Uma pessoa do grupo foi escolhida ao aca-
so. Qual a probabilidade de termos selecionado um dentista, sabendo que a pessoa sorteada é do sexo feminino ?
Solução: Percebe que neste caso, o espaço amostral (total de resultados) ficará reduzido às mulheres, já que sabe-
mos que a pessoa sorteada é do sexo feminino. Portanto, a probabilidade de sortear um dentista é:

30 3
P(dentista / mulher)
= =
160 16
Ex4: Eventos Independentes
Considere duas caixas, I e II. Na caixa I há 4 bolas pretas e 6 azuis e na caixa II há 8 bolas pretas e 2 azuis. Escolhi
ao acaso uma caixa e, em seguida, tirei uma bola. Qual a probabilidade desta bola ser azul ?
Solução: Note que devemos escolher primeiro uma das caixas antes da retirada da bola, então a bola azul pode sair
da caixa I ou da caixa II.

1 6 1 2 6 2 8 2
P(caixa I e bola azul ou caixaII e bola azul) = . + . = + = =
2 10 2 10 20 20 20 5
Ex5: Experimentos não equiprováveis
Numa moeda viciada, a chance de ocorrer cara num lançamento é igual a quatro vezes a chance de ocorrer coroa.
Calcule a probabilidade de ocorrer cara num lançamento dessa moeda.
Solução: Sabemos que P(cara) + P(coroa) =
1, logo, se P(coroa) = x , então P(cara) = 4x .

1 1 4 1
Daí, temos que: 4x + x =1 → 5x =1 → x = .Portanto : P(cara)
= 4.= e P(coroa)
=
5 5 5 5

Ex6: Distribuição Binomial de Probabilidades

Um casal pretende ter 5 filhos. Qual a probabilidade do casal ter exatamente 3 filhos homens?
Solução: Devem ser 5 filhos de modo que 3 sejam homens e 2 sejam mulheres.

1 1 1 1 1 1
P(HHHMM)
= = . . . .
Logo, temos: 2 2 2 2 2 32 . Porém, existem outras sequencias de 5 filhos sendo 3 homens e 2
mulheres que vão gerar a mesma probabilidade. O número de sequencias distintas é igual a P53,2=10.

1 10 5
Então a probabilidade pedida será igual a: P(3H e 2M)
= 10. = =
32 32 16

PRobabiLidade
Matématica e suas Tecnologias
44
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

( ENEM 1998 ) O enunciado abaixo refere-se às questões 01 e 02.


Em um concurso de televisão, apresentam-se ao participante três fichas voltadas para baixo, estando representadas
em cada uma delas as letras T, V e E. As fichas encontram-se alinhadas em uma ordem qualquer. O participante
deve ordenar as fichas a seu gosto, mantendo as letras voltadas para baixo, tentando obter a sigla TVE. Ao desvirá
-Ias, para cada letra que esteja na posição correta ganhará um prêmio de R$ 200,00.

01. A probabilidade de o participante não ganhar qualquer prêmio é igual a:

1
a) 0 b)
3
1 1 1
c) d) e)
4 2 6
02. A probabilidade de o CONCORRENTE ganhar exatamente o valor de R$ 400,00 é igual a:

1
a) 0 b)
3
1 1 1
c) d) e)
4 2 6
03. ( ENEM 2006 ) Um time de futebol amador ganhou uma taça ao vencer um campeonato. Os jogadores decidiram
que a taça seria guardada na casa de um deles. Todos quiseram guardar a taça. Durante a discussão para se definir
com quem ficaria ataca, travou-se o seguinte diálogo:
Pedro (camisa6): - Tive uma idéia, nós somos onze jogadores e nossas camisas estão numeradas de 2 a
12. Tenho um dado numerado de 1 a 6, jogarei duas vezes o dado e somarei os resultados, quem tiver este número
na camisa, guardará a taça.
Tadeu (camisa2): - Não sei não... Pedro sempre foi muito esperto... acho que ele está levando vantagem
sobre todos nós nessa proposta.
Ricardo (camisa11): - Pensando bem ... você pode estar certo Tadeu, pois, conhecendo Pedro, é capaz que
ele tenha mais chances de ganhar que nós dois juntos.
Desse diálogo conclui-se que:
a) Tadeu e Ricardo estavam equivocados, pois a probabilidade de ganhar a taça é exatamente a mesma para
todos.
b) Tadeu tinha razão, porém Ricardo estava equivocado, pois os dois juntos tinham mais chances de
ganhar a taça.
c) Tadeu e Ricardo tinham razão em todos seus argumentos, Pedro realmente queria levar vantagem.
d) Tadeu e Ricardo tinham razão de estarem desconfiados, porém Tadeu está equivocado quanto a achar que
Pedro leva vantagem sobre todos.
e) Não é possível saber qual dos jogadores tinha razão, por se tratar de um resultado probabilístico, que
depende exclusivamente da sorte.

04. (ENEM 2001) Uma empresa de alimentos imprimiu em suas embalagens um cartão de apostas do seguinte tipo:

Cada cartão de apostas possui 7 figuras de bolas de futebol e 8 sinais de “X” distribuídos entre os 15 espaços pos-
síveis, de tal forma que a probabilidade de um cliente ganhar o prêmio nunca seja igual a zero. Em determinado
cartão existem duas bolas na linha 4 e duas bolas na linha 5. Com esse cartão, a probabilidade de o cliente ganhar
o prêmio é

1 1 1 1 1
a) b) c) d) e)
27 36 54 72 108

PRobabiLidade
Matemática e suas Tecnologias
45
05. (ENEM 2011) Rafael mora no Centro de uma cidade e decidiu se mudar, por recomendações médicas, para uma
das regiões: Rural, Comercial, Residencial Urbano ou Residencial Suburbano. A principal recomendação médica
foi com as temperaturas das “ilhas de calor” da região, que deveriam ser inferiores a 31ºC. Tais temperaturas são
apresentadas no gráfico:
Escolhendo, aleatoriamente, uma das outras regiões para morar, a probabilidade de ele escolher uma região que
seja adequada às recomendações médicas é

1 1 2 3 3
a) b) c) d) e)
5 4 5 5 4
06. (ENEM 2012) Em um blog de variedades, músicas, mantras e informações diversas, foram postados “Contos de
Halloween”. Após a leitura, os visitantes poderiam opinar, assinalando suas reações em: “Divertido”, “Assustador” ou
“Chato”. Ao final de uma semana, o blog registrou que 500 visitantes distintos acessaram esta postagem. O gráfico
a seguir apresenta o resultado da enquete

O administrqador do blog irá sortear um livro entre os visitantes que opinaram na postagem “Contos de Halloween”.
Sabendo que nenhum visitante votou mais de uma vez, a probabilidade de uma pessoa escolhida ao acaso entre as
que opinaram ter assinalado que o conto “Contos de Halloween” é “Chato” é mais aproximada por:

a) 0,09 b) 0,12 c) 0,14 d) 0,15 e) 0,18

07. (ENEM 2010) Para verificar e analisar o grau de eficiência de um teste que poderia ajudar no retrocesso de uma
doença numa comunidade, uma equipe de biólogos aplicou-o em um grupo de 500 ratos, para detectar a presença
dessa doença. Porém, o teste não é totalmente eficaz, podendo existir ratos saudáveis com resultado positivo e ra-
tos doentes com resultado negativo. Sabe-se, ainda, que 100 ratos possuem a doença, 20 ratos são saudáveis com
resultado positivo e 40 ratos são doentes com resultado negativo. Um rato foi escolhido ao acaso, e verificou-se
que o seu resultado deu negativo. A probabilidade de esse rato ser saudável é:

1 4 19 19 21
a) b) c) d) e)
5 5 21 25 25
08. (ENEM 2009) Um casal decidiu que vai ter 3 filhos. Contudo, que exatamente 2 filhos homens e decide que, se a
probabilidade fosse inferior a 50%, iria procurar uma clínica para fazer um tratamento específico para garantir que te-
ria os dois filhos homens. Após os cálculos, o casal conclui que a probabilidade de ter exatamente 2 filhos homens é:

a) 66,7%, assim ele não precisará fazer um tratamento.


b) 50%, assim ele não precisará fazer um tratamento.
c) 7,5%, assim ele não precisará fazer um tratamento.
d) 25%, assim ele precisará procurar uma clínica para fazer um tratamento.
e) 37,5%, assim ele precisará procurar uma clínica para fazer um tratamento.

PRobabiLidade
Matématica e suas Tecnologias
46
09. (ENEM 2001) Um município de 628 km² é atendido por duas emissoras de rádio cujas antenas A e B alcançam um
raio de 10km do município, conforme mostra a figura: Para orçar um contrato
publicitário, uma agência precisa avaliar a probabilidade que um morador tem
de, circulando livremente pelo município, encontrar-se na área de alcance de
pelo menos uma das emissoras. Essa probabilidade é de, aproximadamente,

a) 20%.
b) 25%.
c) 30%.
d) 35%.
e) 40%.

10. (ENEM 2001) Num determinado bairro há duas empresas de ônibus, ANDABEM e BOMPASSEIO, que fazem o
trajeto levando e trazendo passageiros do subúrbio ao centro da cidade. Um ônibus de cada uma dessas empresas
parte do terminal a cada 30 minutos, nos horários indicados na tabela.

Carlos mora próximo ao terminal de ônibus e trabalha na cidade. Como não tem hora certa para chegar ao trabalho
e nem preferência por qualquer das empresas, toma sempre o primeiro ônibus que sai do terminal. Nessa situação,
pode-se afirmar que a probabilidade de Carlos viajar num ônibus da empresa ANDABEM é:
a) um quarto da probabilidade de ele viajar num ônibus da empresa BOMPASSEIO.
b) um terço da probabilidade de ele viajar num ônibus da empresa BOMPASSEIO.
c) metade da probabilidade de ele viajar num ônibus da empresa BOMPASSEIO.
d) duas vezes maior do que a probabilidade de ele viajar num ônibus da empresa BOMPASSEIO.
e) três vezes maior do que a probabilidade de ele viajar num ônibus da empresa BOMPASSEIO.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

01. (ENEM 2011) Todo o país passa pela primeira fase de campanha de vacinação contra a gripe suína (H1N1). Se-
gundo um médico infectologista do Instituto Emílio Ribas, de São Paulo, a imunização “deve mudar”, no país, a his-
tória da epidemia. Com a vacina, de acordo com ele, o Brasil tem a chance de barrar uma tendência do crescimento
da doença, que já matou 17 mil no mundo. A tabela apresenta dados específicos de um único posto de vacinação.

Escolhendo-se aleatoriamente uma pessoa atendida nesse posto de vacinação, a probabilidade de ela ser portado-
ra de doença crônica é:

a) 8%. b) 9%. c) 11%. d) 12%. e) 22%.

02. (ENEM 2009) Dados do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) revelaram que no biênio 2004/2005,
nas rodovias federais, os atropelamentos com morte ocuparam o segundo lugar no ranking de mortalidade por aci-
dente. A cada 34 atropelamentos, ocorreram 10 mortes. Cerca de 4 mil atropelamentos/ano, um a cada duas horas,
aproximadamente. Disponível em: http://www.ipea.gov.br. Acesso em: 6 jan. 2009.
De acordo com os dados, se for escolhido aleatoriamente para investigação mais detalhada um dos

PRobabiLidade
Matemática e suas Tecnologias
47
atropelamentos ocorridos no biênio 2004/2005, a probabilidade de ter sido um atropelamento sem morte é:

1 4 19 19 21
a) b) c) d) e)
5 5 21 25 25

03. (ENEM 2007)

Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (com adaptações).

Uma das principais causas da degradação de peixes frescos é a contaminação por bactérias. O gráfico
apresenta resultados de um estudo acerca da temperatura de peixes frescos vendidos em cinco peixarias. O ideal é
que esses peixes sejam vendidos com temperaturas entre 2 ºC e 4 ºC. Selecionando-se aleatoriamente uma das
cinco peixarias pesquisadas, a probabilidade de ela vender peixes frescos na condição ideal é igual a:

1 4 19 19 21
a) b) c) d) e)
5 5 21 25 25
04. (ENEM 2010) O diretor de um colégio leu numa revista que
os pés das mulheres estavam aumentando. Há alguns anos, a
média do tamanho dos calçados das mulheres era de 35,5 e,
hoje, é de 37,0. Embora não fosse uma informação científica, ele
ficou curioso e fez uma pesquisa com as funcionárias do
seu colégio, obtendo o quadro a seguir:

Escolhendo uma funcionária ao acaso e sabendo que ela tem


calçado maior que 36,0 a probabilidade de ela calçar 38,0 é:

1 1 2 5 5
a) b) c) d) e)
3 5 5 7 14
05. (ENEM 2010) Os estilos musicais preferidos pelos jovens brasileiros são o samba, o rock e a MPB. O quadro
a seguir registra o resultado de uma pesquisa relativa à preferência musical de um grupo de 1.000 alunos de uma
escola. Alguns alunos disseram não ter preferência por nenhum desses três estilos.
ROCK E ROCK E SAMBA ROCK, SAMBA
PREFERENCIA MUSICAL ROCK SAMBA MPB
SAMBA MPB E MPB E MPB
NÚMERO DE ALUNOS 200 180 200 70 60 50 20
Se for selecionado ao acaso um estudante no grupo pesquisado, qual é a probabilidade de ele preferir somente MPB?
a) 2%. b) 5%. c) 6%. d) 11%. e) 20%.
06. (ENEM 2010) Em um jogo disputado em uma mesa de sinuca, há 16 bolas: 1 branca e 15 coloridas, as quais, de
acordo com a coloração, valem de 1 a 15 pontos (um valor para cada bola colorida). O jogador acerta o taco na bola
branca de forma que esta acerte as outras, com o objetivo de acertar duas das quinze bolas em quaisquer caçapas.
Os valores dessas duas bolas são somados e devem resultar em um valor escolhido pelo jogador antes do início
da jogada. Arthur, Bernardo e Caio escolhem os números 12, 17 e 22 como sendo resultados de suas respectivas
somas. Com essa escolha, quem tem a maior probabilidade de ganhar o jogo é:
a) Arthur, pois a soma que escolheu é a menor.
b) Bernardo, pois há 7 possibilidades de compor a soma escolhida por ele, contra 4 possibilidades para a
escolha de Arthur e 4 possibilidades para a escolha de Caio.
c) Bernardo, pois há 7 possibilidades de compor a soma escolhida por ele, contra 5 possibilidades para a escolha
de Arthur e 4 possibilidades para a escolha de Caio.
d) Caio, pois há 10 possibilidades de compor a soma escolhida por ele, contra 5 possibilidades para a escolha
de Arthur e 8 possibilidades para a escolha de Bernardo.
e) Caio, pois a soma que escolheu é a maior.

PRobabiLidade
Matématica e suas Tecnologias
48
07. (ENEM 2010) Um experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar o poder  germinativo de duas culturas de
cebola, conforme a tabela.

Desejando-se fazer uma avaliação do poder germinativo de uma das
culturas de cebola, uma amostra foi retirada ao acaso. Sabendo-se
que a amostra escolhida germinou, a probabilidade de essa amostra
pertencer à Cultura A é de:

8 19
a) b)
27 27
381 392 392
c) d) e)
773 773 800

08. (ENEM 2009) A população mundial está ficando mais velha, os índices de natalidade diminuíram e a expectativa
de vida aumentou. No gráfico seguinte, são apresentados dados obtidos por pesquisa realizada pela Organização
das Nações Unidas (ONU), a respeito da quantidade de pessoas com 60 anos ou mais em todo o mundo. Os núme-
ros da coluna da direita representam as faixas percentuais. Por
exemplo, em 950 havia 95 milhões de pessoas com 60 anos
ou mais nos países desenvolvidos, número entre 10% e 15%
da população total nos países desenvolvidos.
Em 2050, a probabilidade de se escolher, aleatoriamente, uma
pessoa com 60 anos ou mais de idade, na população dos paí-
ses desenvolvidos, será um número mais próximo de

1 7
a) b)
2 20

8 1 3
c) d) e)
25 5 25
Fonte: “Perspectivas da População Mundial”. ONU, 2009 Disponível em: www.economist.com. Acesso em: 9 jul. 2009 (adaptado).

09. (ENEM 2009) O controle de qualidade de uma empresa fabricante de telefones celulares aponta que a proba-
bilidade de um aparelho de determinado modelo apresentar defeito de fabricação é de 0,2%. Se uma loja acaba de
vender 4 aparelhos desse modelo para um cliente, qual é a probabilidade de esse cliente sair da loja com exata-
mente dois aparelhos defeituosos?
a) 2 x (0,2%)4 b) 4 x (0,2%)2
c) 6 x (0,2%)2 x (99,8%)2 d) 4 x (0,2%) e) 6 x (0,2%) x (99,8%)

10. (ENEM 2009) Um médico está estudando um novo medicamento que combate um tipo de câncer em estágios
avançados. Porém, devido ao forte efeito dos seus componentes, a cada dose administrada há uma chance de 10%
de que o paciente sofra algum dos efeitos colaterais observados no estudo, tais como dores de cabeça, vômitos ou
mesmo agravamento dos sintomas da doença. O médico oferece tratamentos compostos por 3, 4, 6, 8 ou 10 doses
do medicamento, de acordo com o risco que o paciente pretende assumir. Se um paciente considera aceitável um
risco de até 35% de chances de que ocorra algum dos efeitos colaterais durante o tratamento, qual é o maior número
admissível de doses para esse paciente?
a) 3 doses b) 4 doses c) 6 doses d) 8 doses e) 10 doses

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
B A D C E D C E B D

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C E D D D C D C C B

Probabilidade
Matématica e suas Tecnologias
39
AULA 04

Unidades de medida de Comprimento


km hm dam m dm cm mm
1.000m 100m 10m 1m 0,1m 0,01m 0,001m

Unidades de medida de Superfície


km2 hm2 dam2 m2 dm2 cm2 mm2
10 m
6 2
10 m
4 2
10 m
2 2
1 m2 10-2 m2 10-4 m2 10-6 m2

Unidades de medida de Volume


km3 hm3 dam3 m3 dm3 cm3 mm3
10 m
9 3
10 m
6 3
10 m
3 3
1m3 10-3 m3 10-6 m3 10-9 m3

Unidades de medida de Capacidade


kl hl dal l dl cl ml
1.000l 100l 10l 1l 0,1l 0,01l 0,001l

É possível estabelecer relações entre as unidades de medida de volume e capacidade, veja:


1cm3 = 1ml
1dm3 = 1l
1m3 = 1.000l ou 1kl

Unidades de medida de Massa


kg hg dag g dg cg mg
1.000g 100g 10g 1g 0,1g 0,01g 0,001g

Exercícios de Aprendizagem

01. (ENEM2011) - Um mecânico de uma equipe de corrida necessita que as seguintes medidas realizadas em um
carro sejam obtidas em metros:
a) a distância a entre os eixos dianteiro e traseiro;
b) altura b entre o solo e o encosto do piloto.

Ao optar pelas medidas a e b em metros, obtêm-se, respectivamente:


a) 0,23 e 0,16 b) 2,3 e 1,6
c) 23 e 16 d) 230 e 160 e) 2 300 e 1 600

02. (ENEM2011) - Café no Brasil


O consumo atingiu o maior nível da história no ano passado: os brasileiros beberam o equivalente a 331 bilhões de
xícaras.
Veja. Ed. 2158, 31 mar.2010
Considere que a xícara citada na notícia seja equivalente a, aproximadamente, 120 ml de café. Suponha
que em 2010 os brasileiros bebam ainda mais café, aumentando o consumo em 1/5 do que foi consumido no ano
anterior.
De acordo com essas informações, qual a previsão mais aproximada para o consumo de café em 2010?
a) 8 bilhões de litros b) 16 bilhões de litros
c) 32 bilhões de litros d) 40 bilhões de litros e) 48 bilhões de litros

unidade de Medida
Matématica e suas Tecnologias
40
03. (ENEM2011) - Em 2010, um caos aéreo afetou o continente europeu, devido à quantidade de fumaça expelida
por um vulcão na Islândia, o que levou ao cancelamento de inúmeros voos.
Cinco dias após o início desse caos, todo o espaço aéreo europeu acima de 6 000 metros estava liberado, com
exceção do espaço aéreo da Finlândia. Lá, apenas voos internacionais acima de 31 000 pés estavam liberados.
Disponível em: Http://www1.folha.uol.com.br. Acesso em 21 abr. 2010 (adaptado)
Considere que 1m equivale a aproximadamente 3,3 pés.
Qual a diferença, em pés, entre as altitudes liberadas na Finlândia e no restante do continente europeu cinco
dias após o início do caos?
a) 3 390 pés b) 9 390 pés
c) 11 200 pés d) 19 800 pés e) 50 800 pés

04. (ENEM 2012) - Em 20 de fevereiro de 2011 ocorreu a grande erupção do vulcão Bulusan nas Filipinas. A sua
localização geográfica no globo terrestre é dada pelo GPS (sigla em inglês para Sistema de Posicionamento Global)
com longitude de 124° 3’ 00” a leste do Meridiano de Greenwich.
Dado: 1° equivale a 60’ e 1’ equivale a 60”
PAVARIN, G. Galileu, fev.2012 (adaptado)
A representação angular da localização do vulcão com relação a sua longitude na forma decimal é:
(a) 124,02° (b) 124,05°
(c) 124,20° (d) 124,30° (e) 124,50°

05. (ENEM2009) - O quadro apresenta informações da área aproximada de cada bioma brasileiro.

Biomas continentais brasileiros Área aproximada (km2) Área/total Brasil


Amazônia 4.196.943 49,29%
Cerrado 2.036.448 23,92%
Mata Atlântica 1.110.182 13,04%
Caatinga 844.453 9,92%
Pampa 176.496 2,07%
Pantanal 150.355 1,76%
Área Total Brasil 8.514.877 100%
Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 10 jul. 2009 (adaptado).
É comum em conversas informais, ou mesmo em noticiários, o uso de múltiplos da área de um campo de
futebol (com as medidas de 120 m × 90 m) para auxiliar a visualização de áreas consideradas extensas. Nesse caso,
qual é o número de campos de futebol correspondente à área aproximada do bioma Pantanal?
a) 1.400 b) 14.000
c) 140.000 d) 1.400.000 e) 14.000.000

06. Por conta da construção da barragem do açude Castanhão, no Ceará, cerca de 3600 pessoas das cidades
de Jaguaribara, Jaguaretama, Alto Santo e Jaguaribe foram deslocadas para uma nova cidade, chamada Nova
Jaguaribara, construída numa área de 300 hectares. Sabe-se que um hectare corresponde a uma área de 10.000
m2. A densidade demográfica dessa nova cidade, em habitantes por km2, é
a) 12. b) 120.
c) 1200. d) 0,12. e) 1,2.

07. (ENEM2009) - A resolução das câmeras digitais modernas é dada em megapixels, unidade de medida que
representa um milhão de pontos. As informações sobre cada um desses pontos são armazenadas, em geral, em 3
bytes. Porém, para evitar que as imagens ocupem muito espaço, elas são submetidas a algoritmos de compressão,
que reduzem em até 95% a quantidade de bytes necessários para armazená-las. Considere 1 KB = 1.000 bytes, 1
MB = 1.000 KB, 1 GB = 1.000 MB. Utilizando uma câmara de 2.0 megapixels cujo algoritmo de compressão é de
95%, João fotografou 150 imagens para seu trabalho escolar. Se ele deseja armazená-las de modo que o espaço
restante no dispositivo seja o menor espaço possível, ele deve utilizar
a) um CD de 700 MB. b) um pendrive de 1 GB.
c) um HD externo de 16 GB. d) um memory stick de 16 MB.
e) um cartão de memória de 64 MB.

08. (ENEM 2012 - 2ª Aplicação) - No mês de setembro de 2011, a Petrobras atingiu a produção diária de 129 mil
barris de petróleo na área do pré-sal no Brasil. O volume de um barril de petróleo corresponde a 159 litros.

unidade de Medida
Matemática e suas Tecnologias
41
Disponível em: HTTP://veja.abril.com.br. Acesso em: 20 nov. 2011 (adaptado)
De acordo com essas informações, em setembro de 2011, a produção diária, em m3, atingida pela Petrobras na área
do pré-sal no Brasil foi de:
a) 20,511 b) 20 511
c) 205 110 d) 2 051 100 e) 20 511 000

09. Paulo possui em seu computador um programa que consegue calcular o alcance no lançamento oblíquo de
um objeto, para isso é necessário que seja digitado os seguintes dados respectivamente: a massa em gramas, a
inclinação em graus e a velocidade de lançamento em m/seg. Se Paulo deseja descobrir o alcance no lançamento

π
de um objeto com 1,02 kg, inclinado rad em relação ao solo, a uma velocidade de 90 km/h, deverá digitar que
sequencia de números? 3
a) 1020, 60, 20 b) 102, 60, 20
c) 1020, 120, 25 d) 1020, 60, 25 e) 102, 30, 90

10. Denomina-se de F a força necessária para imprimir em um objeto de massa “m” uma aceleração “a”, onde F
= m.a tem como unidade de medida o Newton(N). Com base nas afirmações acima, é possível afirmar que 1N
equivale a:
a) kg.m.s2 b) kg/m.s2
c) kg.m/s d) kg/m.s e) kg.m/s2

11. A lei da gravitação universal diz que dois objetos quaisquer se atraem gravitacionalmente por meio de uma força
que depende das massas desses objetos e da distância que há entre eles.
Dados dois corpos de massa m1 e m2, a uma distância r entre si, esses dois corpos se atraem mutuamente
com uma força que é proporcional à massa de cada um deles e inversamente proporcional ao quadrado da distância
que separa esses corpos. Matematicamente, essa lei pode ser escrita assim, onde G é a constante da gravitação
universal.

Utilizando apenas o Sistema Internacional de Unidades (SI), e sabendo que a unidade de medida da força(F) é
newton (N) que equivale a 1kg.m / s2, então G é expressa em:
a) kg−1 .m3 .s−2 b) kg.m3 .s−2
c) kg−1 .m3 .s−1 d) kg−1 .m3 .s2 e) kg−2 .m2 .s−2

Exercício de Aprendizagem
01) (ENEM2010 - 2ª Aplicação) - Existe uma cartilagem entre os ossos que vai crescendo e se calcificando desde a
infância até a idade adulta. No fim da puberdade, os hormônios sexuais (testosterona e estrógeno) fazem com que
essas extremidades ósseas (epífises) se fechem e o crescimento seja interrompido. Assim, quanto maior a área não
calcificada entre os ossos, mais a criança poderá crescer ainda. A expectativa é que durante os quatro ou cinco anos
da puberdade, um garoto ganhe de 27 a 30 centímetros.
Revista Cláudia. Abr. 2010 (adaptado).
De acordo com essas informações, um garoto que inicia a puberdade com 1,45 m de altura poderá chegar
ao final dessa fase com uma altura :
a) mínima de 1,458 m. b) mínima de 1,477 m.
c) máxima de 1,480 m. d) máxima de 1,720 m. e)máxima de 1,750 m.

02) (ENEM2010 - 2ª Aplicação) - O hábito de comer um prato de folhas todo dia faz proezas para o corpo. Uma das
formas de variar o sabor das saladas é experimentar diferentes molhos. Um molho de iogurte com mostarda contém
2 colheres de sopa de iogurte desnatado, 1 colher de sopa de mostarda, 4 colheres de sopa de água, 2 colheres de
sopa de azeite.
DESGUALDO. P. Os Segredos da Supersalada. Revista Saúde. Jan. 2010.

unidade de Medida
Matématica e suas Tecnologias
42
Considerando que uma colher de sopa equivale a aproximadamente 15 mL, qual é o número máximo de
doses desse molho que se faz utilizando 1,5 L de azeite e mantendo a proporcionalidade das quantidades dos
demais ingredientes?
a) 5 b) 20 c) 50 d) 200 e) 500

03) Após algumas pesquisas de preço para a aquisição de eletrodomésticos para seu apartamento novo, Ana
percebeu que além do preço seria necessário observar as dimensões dos produtos, visto que alguns deles poderiam
não caber nos espaços destinados. A seguir, destacamos uma planta simplificada da cozinha e dos espaços
reservados para alguns dos eletros, onde nenhum dos objetos poderá ultrapassar a profundidade da pia.

Abaixo, foram relacionados cinco modelos de geladeiras e suas respectivas dimensões, largura x
profundidade, em metros. Levando em consideração apenas as dimensões, a geladeira que deverá ser escolhida
por Ana é a:
a) A, com 1,10 m x 0,732 m. b) B, com 1,00 m x 0,80 m.
c) C, com 1,03 m x 0,738 m. d) D, com 1,53 m x 0,745 m. e) E, com 0,742 m x 1,04 m.

04) Para soltar um parafuso do carro, Carlos precisa usar uma chave de boca de 5/8 de polegada (1 polegada
equivale a 25 mm, aproximadamente). Mas, ele só possui chaves com medidas 6, 8, 10, 12, 14, 16, 18 e 20
milímetros. Nessas condições, a chave que Carlos deve usar para soltar esse parafuso é a de:
a) 12 mm b) 14 mm c) 16 mm d) 18 mm e) 20 mm

05) Longboard é a categoria do surfe com as maiores pranchas. Até a década de 70 era o surf mais praticado no mundo,
hoje perdeu espaço para as pranchinhas, mais rápidas e manobráveis. Um dos tipos de prancha para a prática de
Longboard é a “LONGBOARD CLASSIC”, cujo tamanho varia de 9’ 5” a 9’ 9”, muita área de meio, bordas arredondadas
e bico largo é, para um surf mais clássico, a prancha torna-se mais estável e com muita flutuação. Esse modelo é ideal
para ondas mais fracas e menores, de meio a um metro.
Observando a tabela de conversão abaixo, é possível afirmar que o tamanho de uma “LONGBOARD CLASSIC”
pode variar, em metros, aproximadamente de:
Unidade Símbolo Equivalência Em cm
Polegada (inch) ” 2,54 cm
Pé (foot) ’ 12’’ 30,48 cm
Jarda (yard) Yd 3’ 91,4 cm
a) 2,59 m a 2,69 m. b) 2,67 m a 2,77 m.
c) 2,75 m a 2,85 m. d) 2,83 m a 2,93 m. e) 2,87 m a 2,97 m.

06) Em 1998, um incêndio em Roraima devastou uma área de 13.000 km2 da Floresta Amazônica. Para que se
tenha uma ideia da gravidade desse incêndio compare essa área com um quarteirão da cidade de São Paulo,
tomando como referência a medida de 200 m × 200 m.
A quantidade da floresta amazônica queimada, equivalente em quarteirões, é:
a) 125.000 b) 225.000 c) 325.000 d) 425.000 e) 525.000

07) Nei deseja salvar, em seu pen drive de 32 Gb, os filmes que estão gravados em seu computador. Ele notou que
os arquivos de seus filmes têm tamanhos que variam de 500Mb a 700Mb. Gigabyte (símbolo Gb) é a unidade de
medida de informação que equivale a 1024 Megabytes (Mb).
Determine o número máximo de filmes que Nei potencialmente pode salvar em seu pen drive.
a) 60 b) 65 c) 68 d) 67 e) 79

08) Por dia são vendidos 2600 litros de refrigerante no terminal do Tietê, maior rodoviária da América Latina, entre
latinhas e copos descartáveis de 250ml e 500ml. Com essa quantidade de refrigerante somos capazes de encher:
a) uma piscina olímpica de dimensões 50m x 20m x 4m.
b) uma caixa d’água de um bloco de apartamentos de dimensões 10m x 8m x 2,5m.

MaTeMáTica FinanceiRa
Matemática e suas Tecnologias
43
c) um caminhão pipa cilíndrico com 15m de comprimento e raio da base medindo 1m.
d) uma caixa d’água de uma casa com dimensões 2m x 1,6m x 0,8m.
e) uma piscina infantil de dimensões 3m x 1,8m x 1,2m

09) (ENEM2009) - TÉCNICOS CONCLUEM MAPEAMENTO DO AQUÍFERO GUARANI


O aquífero Guarani localiza-se no subterrâneo dos territórios da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, com extensão
total de 1.200.000 quilômetros quadrados, dos quais 840.000 quilômetros quadrados estão no Brasil. O aquífero
armazena cerca de 30 mil quilômetros cúbicos de água e é considerado um dos maiores do mundo. Na maioria
das vezes em que são feitas referências à água, são usadas as unidades metro cúbico e litro, e não as unidades já
descritas. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP) divulgou, por exemplo, um novo
reservatório cuja capacidade de armazenagem é de 20 milhões de litros.
Disponível em: http://noticias.terra.com.br. Acesso em: 10 jul. 2009 (adaptado).
Comparando as capacidades do aquífero Guarani e desse novo reservatório da SABESP, a capacidade do
aquífero Guarani é:
a) 1,5 × 102 vezes a capacidade do reservatório novo.
b) 1,5 × 103 vezes a capacidade do reservatório novo.
c) 1,5 × 106 vezes a capacidade do reservatório novo.
d) 1,5 × 108 vezes a capacidade do reservatório novo.
e) 1,5 × 109 vezes a capacidade do reservatório novo.

10) Recente reportagem em um jornal de veiculação nacional mostrava a preocupação das autoridades de trânsito
com o uso do celular para envio de mensagens pelos motoristas no momento em que dirigiam. Essa preocupação é
válida, pois um motorista que dirige um carro à velocidade de 60 km/h e desvia o olhar para o celular por 1 segundo,
percorreu às cegas aproximadamente:
a) 8m b) 17m c) 25m d) 32m e) 37m

11) A pressão ou tensão mecânica (símbolo: p) é a força normal (perpendicular à área) exercida por unidade de

F Kg.m
área. Formalmente p = , onde p é a pressão, F é a força, e A é a área. Se a unidade da força é ea
A s2
unidade de área é o m2 então a unidade de p é dada por:

Kg Kg.m Kg Kg.m Kg
a) b) c) d) e)
m.s 2 s m 2 .s 2 s m3 .s 2
12) O sangue é um liquido constituído por plasma e algumas células especializadas. O sangue circula pelo coração,
artérias, vasos e capilares transportando gases, nutrientes e etc.
De acordo com a Lei de Poiseville, a velocidade v do sangue, em centímetros por segundo (cm/s), num ponto P à
distância d do eixo central de um vaso sanguíneo de raio r (ambos em cm) é dada aproximadamente pela expressão

= ( )
v C r 2 − d2 , onde C é uma constante que depende do vaso.
Utilizando os dados do texto, podemos expressar a constante C com a unidade:

a) cm2 ⋅ s b) cm ⋅ s− 1 c) cm− 1 ⋅ s− 1 d) cm3 ⋅ s e) cm3 ⋅ s− 1

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
B E C B E C E B D E
11
A

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C C D C B D B
11 12
A C

MaTeMáTica FinanceiRa
Matématica e suas Tecnologias
44
AULA 05

1. SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
Sólido geométrico é uma porção finita do espaço que tem na sua constituição figuras geométricas que podem ser
planas ou curvas. Se o sólido for limitado apenas por superfícies planas ele é denominado de POLIEDRO, e se
houver pelo menor uma superfície curva ele será denominado de CORPO REDONDO. Os sólidos geométricos são
encontrados nas diferentes formas existentes ao nosso redor. Uma caixa de sapatos, um dado, uma pirâmide, uma
lata de óleo, a casquinha de um sorvete, uma bola de futebol, entre outros, são considerados sólidos geométricos.
Observe alguns exemplos:

POLIEDRO POLIEDRO CORPO REDONDO CORPO REDONDO CORPO REDONDO

Em um poliedro, podemos destacar os seguintes elementos:


Face: é cada um dos polígonos que limita o poliedro.
Aresta: é o lado comum a duas faces do poliedro.
Vértice: é o ponto de encontro das arestas.

2. POLIEDROS CONVEXOS E NÃO CONVEXOS.


2.1. POLIEDRO CONVEXO: é aquele em que qualquer segmento formado por dois de seus pontos está
inteiramente contido nele.
Dado um poliedro convexo, estaremos interessados em determinar o número de vértices, arestas e faces. Uma re-
lação bastante útil é a seguinte: Se um poliedro convexo possui A arestas, V vértices e F faces, então: V − A + F =2
. Esta relação é conhecida como RELAÇÃO DE EULER.
Na figura dada, temos que:
Número de faces ( F ) = 6
Número de arestas ( A ) = 12
Número de vértices ( V ) = 8
Portanto, vale a relação V − A + F = 2 → 8 − 12 + 6 = 2

2.2. POLIEDRO NÃO CONVEXO: é aquele em que há pelo menos um segmento forma-
do por dois de seus pontos que não está inteiramente contido nele.

3. PLANIFICAÇÃO DA SUPERFÍCIE DE UM POLIEDRO.


Planificar um sólido num plano é fazer com que toda a sua superfície se apresente como uma figura plana. Os ob-
jetos que observamos no cotidiano são tridimensionais. É natural, portanto, que estejamos mais familiarizados com
esses objetos que são mais “concretos”. O estudo das planificações amplia a visão espacial e torna a transição do
espaço tridimensional para o espaço plano mais suave e compreensível.

Existem muitas vantagens em trabalhar com a planificação da superfície de um poliedro.


Entre elas, podemos citar que a planificação permite visualizar caminhos sobre a super-
fície e ter uma noção real das dimensões das faces.
Observe abaixo uma das possíveis planificações do cubo.

4. PRISMAS.
Prisma é um sólido geométrico limitado por duas bases (polígonos iguais) situadas em planos paralelos e várias

geoMeTRia espaciaL i
Matemática e suas Tecnologias
45
faces laterais (paralelogramos).

Quanto à inclinação das arestas laterais, os prismas podem ser retos ou oblíquos.
Prisma reto Aspectos comuns Prisma oblíquo

Bases são regiões poligonais


congruentes

A altura é a distância entre as


bases
Arestas laterais são paralelas
com as mesmas medidas

Faces laterais são


paralelogramos
É importante observar que um prisma é um poliedro convexo que possui duas faces paralelas que são polígonos
congruentes (P e P', que são chamados bases do prisma) e as demais faces são paralelogramos (faces laterais).
A altura de um prisma é a distância entre os planos das bases. As arestas laterais são as arestas que ligam um
vértice de uma base ao vértice correspondente da outra base.

5. ÁREAS DA SUPERFÍCIE E VOLUME


Na figura abaixo, vemos a planificação de um prisma hexagonal regular.

• Área da Base (AB): é a área de um dos polígonos da base do prisma


• Área Lateral (AL): é a soma das áreas de todas as faces laterais
( A T ) 2 ( AB ) + ( AL )
• Área Total (AT): é a soma da área lateral com a área das duas bases, =
• Volume (V): é o produto da área da base pela altura, V = ( AB ) .h
Obs: Estas definições se estendem para os prismas não regulares.

6. PALALELEPÍPEDO RETÂNGULO E CUBO


• ÁREA TOTAL: Considere um paralelepípedo retângulo de dimensões a, b e c. Então, a área
total de sua superfície é dada por At= 2 ( ab + ac + bc )
• DIAGONAL: A diagonal do paralelepípedo retângulo de dimensões a, b e c é dada por
D= a2 + b2 + c 2 .
• VOLUME: O Volume do paralelepípedo retângulo de dimensões a, b e c é dado por V = a.b.c

Para determinarmos a área da superfície, a diagonal e o volume do cubo, basta fazermos a= b= c


c nas fórmulas acima, uma vez que o cubo é um paralelepípedo retângulo com todas as arestas
iguais. Dessa forma, temos:

• ÁREA TOTAL: At= 2 ( aa + aa + ba ) → At= 6a


• DIAGONAL: D= a2 + a2 + a2 → D= a 3 .
• VOLUME: V= a.a.a → V= a3

geoMeTRia espaciaL i
Matématica e suas Tecnologias
46
7. CILINDRO
Cilindro é o objeto tridimensional gerado pela superfície de revolução de um retângulo em torno de um de seus
lados.

8. ELEMENTOS DO CILINDRO
BASE
• Bases: Círculos de raio r e centros O e O’.
O’
r • Eixo do Cilindro: Reta que liga os dois centros das bases.
P’

• Altura (H): é a distância entre os planos que contêm as bases.


EIXO
GERATRIZ
• Geratriz (g): Segmento paralelo ao eixo, com uma extremidade na circunferência de
centro O e a outra na circunferência de centro O’.
O r
P
BASE

9. ÁREAS DA SUPERFÍCIE E VOLUME

• Área da Base (AB): é área do círculo de raio r. Assim, AB = πr 2


• Área Lateral (AL): para calcularmos, cortamos o cilindro ao longo de uma geratriz e planificamos sua superfície
lateral. Dessa forma, obtemos um retângulo de altura h(altura do cilindro) e base igual a 2πr (perímetro da base).
Logo, AL = 2πrh .
• Área Total (AT): É a soma da área lateral com as áreas das duas bases:

AT =2. ( AB ) + ( AL ) → A T =2πr 2 + 2πrh → A T =2πr ( r + h )


• Volume (V):é o produto da área da base pela altura, V = ( AB ) .h

Exercício de aprendizagem
01. (UERJ) Um icosaedro regular tem 20 faces e 12 vértices, a partir dos quais retiram-se 12 pirâmides congruentes.

1
As medidas das arestas dessas pirâmides são iguais a da aresta do icosaedro. O que resta é um tipo de poliedro
usado na fabricação de bolas. Observe as figuras: 3

Para confeccionar uma bola de futebol, um artesão usa esse novo poliedro, no qual cada gomo é uma face. Ao
costurar dois gomos para unir duas faces do poliedro, ele gasta 7cm de linha. Depois de pronta a bola, o artesão
gastou, no mínimo, um comprimento de linha igual a:
a) 2,1m b) 4,9m c) 6,3m d) 7,0m e) 7,6m

02. (UFC) Os cinco cubos idênticos e justapostos formam uma cruz, como mostra a figura. Sabendo-se que a área
total da cruz é 198cm2, então o volume em cm3, de cada cubo é igual a:
a) 8 b) 27 c) 64 d) 125 e) 216

geoMeTRia espaciaL i
Matemática e suas Tecnologias
47
03. (UFPE) Uma formiga (ignore seu tamanho) encontra-se no vértice A do paralelepípedo reto ilustrado ao lado.
Qual a menor distância que ela precisa percorrer para chegar ao vértice B (caminhando sobre a superfície do para-
lelepípedo)?
a) 12 b) 13 c) 14 d) 15 e) 16

04. (ENEM 2009) Considere um caminhão que tenha uma carroceria na forma de um paralelepípedo retângulo, cujas
dimensões internas são 5,1 m de comprimento, 2,1 m de largura e 2,1 m de altura. Suponha que esse caminhão foi
contratado para transportar 240 caixas na forma de cubo com 1 m de aresta cada uma e que essas caixas podem
ser empilhadas para o transporte. Qual é o número mínimo de viagens necessárias para realizar esse transporte?
a) 10 viagens b) 11 viagens c) 12 viagens d) 24 viagens e) 27 viagens

05. (ENEM 2010) Uma fábrica produz barras de chocolates no formato de paralelepípedos e de cubos, com o
mesmo volume. As arestas da barra de chocolate no formato de paralelepípedo medem 3cm de largura, 18cm de
comprimento e 4cm de espessura. Analisando as características das figuras geométricas descritas, a medida das
arestas dos chocolates que têm o formato de cubo é igual a:
a) 5 b) 6 c) 12 d) 24 e) 25

06. (ENEM 2009) Em uma padaria, há dois tipos de forma de bolo, formas 1 e 2, como mostra a figura abaixo:

Sejam L o lado da base da forma quadrada, r o raio da base da forma redonda, A1 e A2 as áreas das bases das
formas 1 e 2, e V1 e V2 os seus volumes, respectivamente. Se as formas têm a mesma altura h, para que elas com-
portem a mesma quantidade de massa de bolo, qual é a relação entre r e L?

πr 2
a) L = r b) L = 2r c) L = πr d) L= r π e) L =
2

07. (ENEM 2001) Em muitas regiões do Estado do Amazonas, o volume de madeira de uma árvore cortada é
avaliado de acordo com uma prática dessas regiões:
l. Dá-se uma volta completa em torno do tronco com um barbante.

II. O barbante é dobrado duas vezes pela ponta e, em seguida, seu comprimento é medido com fita métrica.

III. O valor obtido com essa medida é multiplicado por ele mesmo e depois multiplicado pelo comprimento do
tronco. Esse é o volume estimado de madeira.
Outra estimativa pode ser obtida pelo cálculo formal do volume do tronco, considerando-o um cilindro
perfeito.
A diferença entre essas medidas é praticamente equivalente às perdas de madeira no processo de corte
para comercialização.
Pode-se afirmar que essas perdas são da ordem de:
a) 30% b) 22% c) 15% d) 12% e) 5%

geoMeTRia espaciaL i
Matématica e suas Tecnologias
48
08. (ENEM 2 A figura ilustra um reservatório de água na forma de um cilindro circular reto, com
6m de altura. Quando está completamente cheio, o reservatório é suficiente para abastecer, por
um dia, 900 casas cujo consumo médio diário é de 500 litros de água. Suponha que, um certo
dia, após uma campanha de conscientização sobre o uso da água, os moradores das 900 casas
abastecidas por esse reservatório tenham feito economia de 10% no consumo de água. Nessa
situação:

a) a quantidade de água economizada foi de 4,5m3.


b) a altura do nível da água que sobrou no reservatório, no final do dia, foi igual a 60cm.
c) a quantidade de água economizada seria suficiente para abastecer, no máximo, 90 casas
cujo consumo diário fosse de 450 litros.
d) os moradores dessas casas economizariam mais de R$200,00, se o custo de 1m3 de água
para o consumidor fosse igual a R$2,50.
e) um reservatório de mesma forma e altura, mas com raio da base 10% menor que o
representado, teria água suficiente para abastecer todas as casas.

9. (ENEM 2010) Certa marca de suco é vendida no mercado em embalagens tradicionais de forma cilíndrica.
Relançando a marca, o fabricante pôs à venda embalagens menores, reduzindo a embalagem tradicional à terça
parte de sua capacidade. Por questões operacionais, a fábrica que fornece as embalagens manteve a mesma forma,
porém reduziu à metade o valor do raio da base da embalagem tradicional na construção da nova embalagem.
Para atender à solicitação de redução da capacidade, após a redução no raio, foi necessário determinar a altura
da nova embalagem. Que expressão relaciona a medida da altura da nova embalagem de suco (a) com a altura da
embalagem tradicional (h )?

h h 2h 4h 4h
a) a = b) a = c) a = d) a = e) a =
12 6 3 3 9

10. (ENEM 2010) Uma empresa de transporte armazena seu combustível em um reservató-
rio cilíndrico enterrado horizontalmente. Seu conteúdo é medido com uma vara graduada em
vinte intervalos, de modo que a distância entre duas graduações consecutivas representa
sempre o mesmo volume.
A ilustração que melhor representa a distribuição das graduações na vara é:

(A) (B) (C) (D) (E)

Exercício Complementares
01.Numa publicação científica de 1985, foi divulgada a descoberta de uma molécula tridimensional
de carbono, na qual os átomos ocupam os vértices de um poliedro convexo cujas faces são
12 pentágonos e 20 hexágonos regulares, como em uma bola de futebol. Em homenagem ao
arquiteto norte-amaricano Buckminster Fuller, a molécula foi denominada fulereno. O número de
átomos nessa molécula é igual a:
a) 90 b) 86 c) 84 d) 80 e) 74

02.(ENEM 2010) Um porta-lápis de madeira foi construído no formato cúbico, seguindo o


modelo ilustrado a seguir. O cubo de dentro é vazio. A aresta do cubo maior mede 12 cm e
a do cubo menor, que é interno, mede 8 cm. O volume de madeira utilizado na confecção
desse objeto foi de
a) 12cm3 b) 64cm3 c) 93cm3 d) 1216cm3 e) 1728cm3

geoMeTRia espaciaL i
Matemática e suas Tecnologias
49
03.(ENEM 2012) Alguns objetos, durante a sua fabricação, necessitam passar por um processo de resfriamento.
Para que isso ocorra, uma fábrica utiliza um tanque de resfriamento, como mostra a figura.
O que aconteceria com o nível da água se colocássemos no tanque um objeto
cujo volume fosse de 2.400cm3?
a) O nível subiria 0,2 cm, fazendo a água ficar com 20,2 cm de altura.
b) O nível subiria 1 cm, fazendo a água ficar com 21 cm de altura.
c) O nível subiria 2 cm, fazendo a água ficar com 22 cm de altura.
d) O nível subiria 8 cm, fazendo a água transbordar.
e) O nível subiria 20 cm, fazendo a água transbordar.

04.(ENEM 2006) Eclusa é um canal que, construído em águas de um rio com grande desnível, possibilita a
navegabilidade, subida ou descida de embarcações. No esquema abaixo, está representada a descida de uma
embarcação, pela eclusa do porto Primavera, do nível mais alto do rio Paraná até o nível da jusante.
A câmara dessa eclusa tem comprimento aproximado de 200m e largura igual a 17m. A vazão aproximada da água
durante o esvaziamento da câmara é de 4.200m3 por minuto. Assim, para descer do nível mais alto até o nível da
jusante, uma embarcação leva cerca de

a) 2 minutos
b) 5 minutos
c) 11 minutos
d) 16 minutos
e) 21 minutos

05.(ENEM 2010) A figura seguinte ilustra um salão de um clube onde estão destacados os
pontos A e B.

Nesse salão, o ponto em que chega o sinal da TV a cabo fica situado em A. A fim de instalar
um telão para a transmissão dos jogos de futebol da Copa do Mundo, esse sinal deverá ser
levado até o ponto B por meio de um cabeamento que seguirá na parte interna da parede e
do teto. O menor comprimento que esse cabo deverá ter para ligar os pontos A e B poderá ser
obtido por meio da seguinte representação no plano:

a) b) c)

d) e)

06. (ENEM 2012) A cerâmica possui a propriedade da contração, que consiste na evaporação da água existen-
te em um conjunto ou bloco cerâmico submetido a uma determinada temperatura elevada: em seu lugar apare-
cendo “espaços vazios” que tendem a se aproximar. No lugar antes ocupado pela água vão ficando lacunas e,
consequentemente, o conjunto tende a retrair-se. Considere que no processo de cozimento a cerâmica de argila
sofra uma contração, em dimensões lineares, de 20%.
Disponível em: www.arq.ufsc.br. Acesso em: 30 mar. 2012 (adaptado).
Levando em consideração o processo de cozimento e a contração sofrida, o volume V de uma travessa de argila,
de forma cúbica de aresta a, diminui para um valor que é:
a) 20% menor que V, uma vez que o volume do cubo é diretamente proporcional ao comprimento de seu lado.
b) 36% menor que V, porque a área da base diminui de a2 para [(1 – 0,2)a]2.
c) 48,8% menor que V, porque o volume diminui de a3 para (0,8a)3.
d) 51,2% menor que V, porque cada lado diminui para 80% do comprimento original.
e) 60% menor que V, porque cada lado diminui 20%.

geoMeTRia espaciaL i
Matématica e suas Tecnologias
50
07. (ENEM 2010) Um fabricante de creme de leite comercializa seu produto em embalagens cilíndricas de diâmetro
da base medindo 4 cm e altura 13,5 cm. O rótulo de cada uma custa R$ 0,60. Esse fabricante comercializará o
referido produto em embalagens ainda cilíndricas de mesma capacidade, mas com a medida do diâmetro da base
igual à da altura. Levando-se em consideração exclusivamente o gasto com o rótulo, o valor que o fabricante deverá
pagar por esse rótulo é de:

2
a) R$ 0,20, pois haverá uma redução de na superfície da embalagem coberta pelo rótulo.
3
1
b) R$ 0,40, pois haverá uma redução de na superfície da embalagem coberta pelo rótulo.
3
c) R$ 0,60, pois não haverá alteração na capacidade da embalagem.

1
d) R$ 0,80, pois haverá um aumento de na superfície da embalagem coberta pelo rótulo.
3
2
e) R$ 1,00, pois haverá um aumento de na superfície da embalagem coberta pelo rótulo.
3
08. (ENEM 2010) João tem uma loja onde fabrica e vende moedas de chocolate com diâmetro de 4cm e preço de
R$ 1,50 a unidade. Pedro vai a essa loja e, após comer várias moedas de chocolate, sugere ao João que ele faça
moedas com 8cm de diâmetro e mesma espessura e cobre R$3,00 a unidade. Considerando que o preço da moeda
depende apenas da quantidade de chocolate, João:
a) aceita a proposta de Pedro, pois, se dobra o diâmetro, o preço também deve dobrar.
b) rejeita a proposta de Pedro, pois o preço correto seria R$ 12,00.
c) rejeita a proposta de Pedro, pois o preço correto seria R$ 7,50.
d) rejeita a proposta de Pedro, pois o preço correto seria R$ 6,00.
e) rejeita a proposta de Pedro, pois o preço correto seria R$ 4,50.

09.(ENEM 2006) Uma artesã confecciona dois diferentes tipos de vela ornamental a partir de moldes feitos com
cartões de papel retangulares de 20 cm x 10 cm (conforme ilustram as figuras abaixo). Unindo dois lados opostos
do cartão, de duas maneiras, a artesã forma cilindros e, em seguida, os preenche completamente com parafina.

Supondo-se que o custo da vela seja diretamente proporcional


ao volume de parafina empregado, o custo da vela do tipo I,
em relação ao custo da vela do tipo II, será:
a) o triplo b) o dobro
c) igual d) a metade
e) a terça parte

10. (ENEM 2006) Prevenindo-se contra o período anual de seca, um agricultor pretende construir uma cisterna
fechada, que acumule toda a água proveniente da chuva que cai sobre o telhado de sua casa, ao longo de um
período de um ano. As figuras e o gráfico representam as dimensões do telhado da casa, a forma da cisterna a ser
construída e a quantidade média mensal de chuva na região onde o agricultor possui sua casa.

geoMeTRia espaciaL i
Matemática e suas Tecnologias
51
Sabendo que 100 milímetros de chuva equivalem ao acúmulo de 100 litros de água em uma superfície p l a n a
horizontal de um metro quadrado,a profundidade (p) do reservatório deverá medir
a) 4m b) 5m
c) 6m d) 7m e) 8m

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C B D C B D B B D

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A D C D E C B D B D

geoMeTRia espaciaL i
Matématica e suas Tecnologias
52
AULA 06

1. PIRÂMIDE
Considere um polígono P situado em um plano α e um ponto V, fora deste plano. A pirâmide de base P e vértice V
é o sólido limitado pelos planos que contêm cada lado e o vértice V.

ELEMENTOS DA PIRÂMIDE
• base: é o polígono convexo ABCDE situado no plano α.
• vértice: é o ponto V.
• faces laterais: são os triângulos VAB, VBC,VCD, VDE e VEA
• arestas da base: são os lados AB, BC, CD, DE e EA do polígono da base
• arestas laterais: são os segmentos VA, VB, VC, VD e VE
• altura: é a distância entre o vértice V e o plano da base.
• apótema da base (a): é a distância entre o centro do polígono regular da base
e o ponto médio de qualquer aresta da base. (Define-se apótema apenas para
polígonos regulares)
• apótema da pirâmide (m ): é a distância entre o vértice da pirâmide e o ponto
médio de qualquer aresta da base.

Obs: Podemos classificar as pirâmides de acordo com o número de lados da base. Assim, uma pirâmide pode ser
triangular, quadrangular, pentagonal, hexagonal, etc.
2
Obs: Na pirâmide vale a relação: m= h2 + a2

2. PIRÂMIDE REGULAR
Uma pirâmide é regular se, e somente seu polígono da base é regular e a projeção ortogonal de seu vértice sobre o
plano da base é o centro da base. Neste caso, as arestas laterais são congruentes, portanto as faces laterais serão
triângulos isósceles congruentes.

3. ÁREAS DA SUPERFÍCIE E VOLUME

• Área da Base (AB): é a área do polígono da base


• Área Lateral (AL): é a soma das áreas de todas as faces laterais
• Área Total (AT): é a soma da área lateral com a área da base, ( =
AT ) ( AB ) + ( AL )
1
• Volume (V): é um terço do produto da área da base pela altura, V = . ( AB ) . (H)
Obs: Estas definições se estendem para as pirâmides não regulares. 3

4. CONE
Considere uma figura plana F situada em um plano α, limitada por uma curva fechada, a qual tomaremos como
base, e um ponto V, não pertencente a α. O cone de base F e vértice V é obtido unindo-se cada ponto de F ao
ponto V.
ELEMENTOS DO CONE
• base: é o círculo C, de centro O, situado no plano α..
• vértice: é o ponto V.
• raio da base(r): é o raio r do círculo da base.
• eixo: é a reta que contém o vértice V e o centro da base O.
• altura(h): é a distância entre o vértice V e o plano da base.
• geratriz(g): é cada segmento que liga o vértice a um ponto da circunferência da base.
2
Obs: No cone vale a relação: g= h2 + r 2

geoMeTRia espaciaL ii
Matemática e suas Tecnologias
53
Obs: Se a projeção ortogonal do vértice V sobre o plano da base coincide com o centro da base, dizemos que o
cone é reto. Caso contrário, ele é oblíquo.

Cone reto Cone obliquo

5. ÁREAS DA SUPERFÍCIE E VOLUME

• Área da Base (AB): é área do círculo de raio r. Assim,


AB = πr 2
• Área Lateral (AL): é a área de um setor circular de raio g.
Assim, AL = πrg .
• Área Total (AT): É a soma da área lateral com a área da
base: Assim, A T = πr 2 + πrg
• Volume (V): é um terço do produto da área da base pela

1
altura, V = . ( AB ) . (H)
3
6. PROPRIEDADES DAS SECÇÕES TRANSVERSAIS EM PIRÂMIDES E CONES

Na figura, destacamos:

• A altura da pirâmide menor: h


• A altura da pirâmide maior: h
• Área da base da pirâmide menor: b
• Área da base da pirâmide maior: B
• Volume da pirâmide menor: v
• Volume da pirâmide maior: V
A razão entre dois elementos lineares homólogos é chamada de razão de

h
semelhança (K), logo, podemos dizer que =K
H
• A razão entre as áreas das bases é igual ao quadrado da razão de

b
semelhança: = K2
B
v
• A razão entre os volumes é igual ao cubo da razão de semelhança: = K3
V
Podemos estabelecer para os cones as mesmas propriedades que foram aplicadas às
pirâmides, portanto:
A razão entre dois elementos lineares homólogos é chamada de razão de semelhança

h r
(K), logo, podemos dizer que = = K
H R
• A razão entre as áreas das bases é igual ao quadrado da razão de semelhança:

b
= K2
B
v
• A razão entre os volumes é igual ao cubo da razão de semelhança: = K3
V

geoMeTRia espaciaL ii
Matématica e suas Tecnologias
54
7. ESFERA
A esfera de centro num ponto O e raio R é o conjunto dos pontos do espaço cuja distância ao ponto O é menor ou
igual a R.

8. SECÇÃO PLANA DA ESFERA

9. ÀREA E VOLUME DA ESFERA


• A área da superfície esférica de raio R é igual a A= 4πR2

4 3
• O Volume de uma esfera de raio R é dado por V= πR
3
Exercício de Aprendizagem
01. (Enem 2012) Maria quer inovar em sua loja de embalagens e decidiu vender caixas com diferentes formatos.
Nas imagens apresentadas estão as planificações dessas caixas.

Quais serão os sólidos geométricos que Maria


obterá a partir dessas planificações?

a) Cilindro, prisma de base pentagonal e pirâmide.


b) Cone, prisma de base pentagonal e pirâmide.
c) Cone, tronco de pirâmide e prisma.
d) Cilindro, tronco de pirâmide e prisma.
e) Cilindro, prisma e tronco de cone.

02. Na figura, estão representados 2 copos de formatos distintos, mas com círculos de base equivalentes.São
valores possíveis para os volumes totais dos copos 1 e 2, nesta ordem:
a) 450mL e 100mL.
b) 450mL e 150mL.
c) 450mL e 200mL.
d) 450mL e 250mL.
e) 450mL e 300mL.

03. (Enem 2001) Um fabricante de brinquedos recebeu o projeto de uma caixa que
deverá conter cinco pequenos sólidos, colocados na caixa por uma abertura em
sua tampa. A figura representa a planificação da caixa, com as medidas dadas em
centímetros.
Os sólidos são fabricados nas formas de
I. um cone reto de altura 1 cm e raio da base 1,5 cm.
II. um cubo de aresta 2 cm.

geoMeTRia espaciaL ii
Matemática e suas Tecnologias
55
III. uma esfera de raio 1,5 cm.
IV. um paralelepípedo retangular reto, de dimensões 2 cm, 3 cm e 4 cm.
V. um cilindro reto de altura 3 cm e raio da base 1 cm.
O fabricante não aceitou o projeto, pois percebeu que, pela abertura dessa caixa, só poderia colocar os sólidos dos
tipos
a) I, II e III. b) I, II e V. c) I, II, IV e V. d) II, III, IV e V. e) III, IV e V.

04. Uma folha de papel colorido, com forma de um retângulo de 12cm de largura e 15cm de comprimento, será
usada para cobrir todas as faces e a base de uma pirâmide quadrangular regular cuja aresta da base mede 8cm
e cuja altura mede 3cm. Levando em conta que não deve haver desperdício de papel, quanto sobrará de papel
colorido?
a) 20m2 b) 24m2 c) 28m2 d) 32m2 e) 36m2

05. (Enem 2009) Uma fábrica produz velas de parafina em forma de pirâmide quadrangular
regular com 19 cm de altura e 6 cm de aresta da base. Essas velas são formadas por 4 blocos
de mesma altura - 3 troncos de pirâmide de bases paralelas e 1 pirâmide na parte superior -,
espaçados de 1 cm entre eles, sendo que a base superior de cada bloco é igual à base inferior
do bloco sobreposto, com uma haste de ferro passando pelo centro de cada bloco, unindo-os,
conforme a figura.
Se o dono da fábrica resolver diversificar o modelo, retirando a pirâmide da parte superior, que
tem 1,5 cm de aresta na base, mas mantendo o mesmo molde, quanto ele passará a gastar com
parafina para fabricar uma vela?
a) 156cm3. b) 189cm3. c) 192cm3.
d) 216cm .
3
e) 540cm .3

06. Uma ampulheta é formada por dois cones de revolução iguais, com eixos verticais e justapostos pelo vértice, o
qual tem um pequeno orifício que permite a passagem de areia da parte de cima
para a parte de baixo. Ao ser colocada para marcar um intervalo de tempo, toda
areia está na parte de cima e, 35 minutos depois, a altura da areia na parte de
cima reduziu-se à metade, como mostra a figura. Supondo que em cada minuto a
quantidade de areia que passa do cone de cima para o cone e baixo é constante,
em quanto tempo mais toda a areia passará para a parte de baixo ?
a) 5 minutos b) 7 minutos c) 10 minutos
d) 12 minutos e) 15 minutos

07. (Enem 2010) Um arquiteto está fazendo um projeto de iluminação de ambiente e necessita saber a altura que
deverá instalar a luminária ilustrada na figura. Sabendo-se que a luminária deverá iluminar uma área circular de
28,26m2, considerando ð ≅ 3,14 , a altura h será igual a
a) 3m. b) 4m. c) 5m.
d) 9m. e) 16m.

08. (Enem 2010) Se pudéssemos reunir em esferas toda a água do planeta, os diâmetros delas seriam:
A razão entre o volume da esfera que corresponde à água doce superficial e o
volume da esfera que corresponde à água doce do planeta é:

1 1 1
a) b) c)
343 49 7
29 136
d) e)
136 203

geoMeTRia espaciaL ii
Matématica e suas Tecnologias
56
09.(Enem 2010) Em um casamento, os donos da festa serviam champanhe aos seus convidados em taças com
formato de um hemisfério (Figura 1), porém um acidente na cozinha culminou na quebra de grande parte desses
recipientes.
Para substituir as taças quebradas, utilizou-se um outro tipo com formato de cone (Figura 2). No entanto, os noivos
solicitaram que o volume de champanhe nos dois tipos de taças fosse igual.
Considere:

4 1 2
− π R3 e Vcone =
Vesfera = πR h
3 3
Sabendo que a taça com o formato de hemisfério e servida completamente
cheia, a altura do volume de champanhe que deve ser colocado na outra
taça, em centímetros, é de:
a) 1,33. b) 6,00. c) 12,00.
d) 56,52. e) 113,04.

10. (Ufrn 2012) Um artesão produz peças ornamentais com um material que pode ser derretido quando elevado a
certa temperatura. Uma dessas peças contém uma esfera sólida e o artesão observa que as peças com esferas
maiores são mais procuradas e resolve desmanchar as esferas menores para construir esferas maiores, com o
mesmo material. Para cada 8 esferas de 10cm de raio desmanchada, ele constrói uma nova esfera. O raio da nova
esfera construída mede

a) 80cm b) 14,2cm c) 28,4cm d) 20cm e) 30cm

Exercício Complementares
01. Cláudia foi a uma loja de artigos de decoração para comprar o presente de aniversário de sua mãe. Ficou em
dúvida entre os seguintes objetos:

Vela esférica Jarro de flores de cristal Photocubic (Porta retrato cúbico)

Após definir-se pela vela, Claudia viu que o único modelo de caixa de presente que a loja fornecia era o exposto
abaixo:
Sabendo que Claudia pretende já sair da loja com o presente embalado, então
Claudia deverá:
a) manter seu desejo de compra, pois a caixa servirá para a vela.
b) desistir de comprar na loja, já que nenhum dos objetos que gostou caberá na
embalagem de presente.
c) desistir de comprar a vela esférica e se achar interessante comprar o jarro.
d) trocar a vela esférica pelo Photocubic visto que a vela não cabe na embalagem
de presente.
e) manter seu desejo de comprar a vela esférica e, se ainda restar alguma dúvida
poderá trocar pelo jarro.

02. (Enem 2012) O globo da morte é uma atração muito usada em circos. Ele consiste em uma espécie de jaula em
forma de uma superfície esférica feita de aço, onde motoqueiros andam com suas motos por dentro. A seguir, tem-
se, na Figura 1, uma foto de um globo da morte e, na Figura 2, uma esfera que ilustra um globo da morte.

Na Figura 2, o ponto A está no plano do chão onde está colocado o globo da morte
e o segmento AB passa pelo centro da esfera e é perpendicular ao plano do chão.
Suponha que há um foco de luz direcionado para o chão colocado no ponto B e que
um motoqueiro faça um trajeto dentro da esfera, percorrendo uma circunferência
que passa pelos pontos A e B.
Disponível em: www.baixaki.com.br. Acesso em: 29 fev. 2012.

geoMeTRia espaciaL ii
Matemática e suas Tecnologias
57
A imagem do trajeto feito pelo motoqueiro no plano do chão é melhor representada por

a) b) c) d) e)

03. (Enem 2011) A figura seguinte mostra um modelo de sombrinha muito usado em países orientais.

Esta figura é uma representação de uma superfície de revolução chamada de


a) pirâmide.
b) semiesfera.
c) cilindro.
d) tronco de cone.
e) cone.

04. (Enem 2010) Devido aos fortes ventos, uma empresa exploradora de petróleo resolveu reforçar a segurança de
suas plataformas marítimas, colocando cabos de aço para melhor afixar a torre central.
Considere que os cabos ficarão perfeitamente esticados e terão uma extremidade no ponto médio das arestas
laterais da torre central (pirâmide quadrangular regular) e a outra no vértice da base da plataforma (que é um
quadrado de lados paralelos aos lados da base da torre central e centro coincidente com o centro da base da
pirâmide), como sugere a ilustração.

Se a altura e a aresta da base da torre central medem, respectivamente,


24 m e 6 2 m e o lado da base da plataforma mede 19 2 m, então
a medida, em metros, de cada cabo será igual a
a) 288
b) 313
c) 328
d) 400
e) 505

05.(Enem 2009) Um vasilhame na forma de um cilindro circular reto de raio da base de 5 cm e altura de 30 cm está
parcialmente ocupado por 625 π cm3 de álcool. Suponha que sobre o vasilhame seja fixado um funil na forma de um
cone circular reto de raio da base de 5 cm e altura de 6 cm, conforme ilustra a figura 1. O conjunto, como mostra a
figura 2, é virado para baixo, sendo H a distância da superfície do álcool até o fundo do vasilhame.

πr 2h
Volume do cone: Vcone =
3

Considerando-se essas informações, qual é o valor da distância H?


a) 5 cm.
b) 7 cm.
c) 8 cm.
d) 12 cm.
e) 18 cm.

geoMeTRia espaciaL ii
Matématica e suas Tecnologias
58
06. (Enem 2009) Um artista plástico construiu, com certa quantidade de massa modeladora, um cilindro circular reto
cujo diâmetro da base mede 24 cm e cuja altura mede 15 cm. Antes que a massa secasse, ele resolveu transformar
aquele cilindro em uma esfera.

4πr 3
Volume da esfera: Vesfera =
3
Analisando as características das figuras geométricas envolvidas, conclui-se que o raio R da esfera assim construída
é igual a:
3
a) 15 b) 12 c) 24 d) 60 e) 6 3 30

07. (Enem 1999) Assim como na relação entre o perfil de um corte de um torno e a peça torneada, sólidos de
revolução resultam da rotação de figuras planas em torno de um eixo. Girando-se as figuras a seguir em torno da
haste indicada obtém-se os sólidos de revolução que estão na coluna da direita.
A correspondência correta entre as figuras planas e os sólidos de revolução obtidos é:

a) 1A, 2B, 3C, 4D, 5E.


b) 1B, 2C, 3D, 4E, 5A.
c) 1B, 2D, 3E, 4A, 5C.
d) 1D, 2E, 3A, 4B, 5C.
e) 1D, 2E, 3B, 4C, 5A.

08. (Enem 2012) João propôs um desafio a Bruno, seu colega de classe: ele iria
descrever um deslocamento pela pirâmide a seguir e Bruno deveria desenhar a
projeção desse deslocamento no plano da base da pirâmide.

O deslocamento descrito por João foi: mova-se pela pirâmide, sempre em linha reta,
do ponto A ao ponto E, a seguir do ponto E ao ponto M, e depois de M a C. O
desenho que Bruno deve fazer é:

geoMeTRia espaciaL ii
Matemática e suas Tecnologias
59
09. (Enem 2010) Alguns testes de preferência por bebedouros de água foram realizados com bovinos, envolvendo
três tipos de bebedouros, de formatos e tamanhos diferentes. Os bebedouros 1 e 2 têm a forma de um tronco de
cone circular reto, de altura igual a 60 cm, e diâmetro da base superior igual a 120 cm e 60 cm, respectivamente. O
bebedouro 3 é um semicilindro, com 30 cm de altura, 100 cm de comprimento e 60 cm de largura. Os três recipientes
estão ilustrados na figura.

Considerando que nenhum dos recipientes tenha tampa, qual das figuras a seguir representa uma planificação
para o bebedouro 3?

a) b)

c) d) e)

geoMeTRia espaciaL ii
Matématica e suas Tecnologias
60
10. (IFPE 2012) Um designer criou pesos para papel usando cubos e esferas. Nas peças criadas a esfera está
inscrita no cubo, que tem aresta medindo 6 cm. Para dar um efeito visual, ele colocou na parte interna do cubo, e
externa à esfera, um líquido vermelho. Com 1 litro desse líquido o designer pode confeccionar no máximo quantas
peças?

a) 9 b) 12 c) 18 d) 24 e) 27

:: GABARITO SALA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A B C E B A B A B D

:: GABARITO CASA::
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C E E D B D D C E A

Geometria Espacial II
26

Aula 3
ACADEMIA ENEM – MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS – TEMA: GEOMETRIA PLANA

1. ÁREAS DAS FIGURAS PLANAS

Você já precisou calcular quantas latas de tinta deveria comprar para pintar as paredes de sua
residência ou determinar quantas caixas de cerâmica seriam necessárias para revestir um
cômodo de sua casa? No mundo em que vivemos, existem diversas formas planas que são
construídas a partir dos elementos básicos da geometria. Desde a antiguidade, o homem
necessitou determinar a medida da superfície de áreas, com o objetivo voltado para a
plantação e a construção de moradias. Por muito tempo, cada povo teve o seu próprio sistema
de medidas, baseado em unidades arbitrárias e imprecisas como, por exemplo, aquelas
baseadas no corpo humano: palmo, pé, polegada, braça, côvado.
Atualmente utiliza-se os mesmos princípios criados nos séculos anteriores. A diferença é que
hoje as medidas são padronizadas de acordo com o Sistema Internacional de Medidas.
Existem várias unidades de medida de área, sendo a mais utilizada o metro quadrado (m²) e os
seus múltiplos e sub-múltiplos. São também muito usadas as medidas agrárias: are, que
equivale a cem metros quadrados; e seu múltiplo hectare, que equivale a dez mil metros
quadrados. Outras unidades de medida de área são o acre e o alqueire.
2
O metro quadrado (m ) é a medida correspondente à superfície de um quadrado com 1
metro de lado.

Unidade
Múltiplos Submúltiplos
Fundamental
quilômetros hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro
quadrado quadrado quadrado quadrado quadrado quadrado quadrado
2 2 2 2 2 2 2
km hm dam m dm cm mm
2 2 2 2 2 2 2
1.000.000m 10.000m 100m 1m 0,01m 0,0001m 0,000001m

Medidas Agrárias
As medidas agrárias são utilizadas para medir superfícies de campo, plantações,
pastos, fazendas, etc. A principal unidade destas medidas é o are (a). Possui um múltiplo, o
hectare (h a), e um submúltiplo, o centiare (c a).

Unidade
hectare (ha) are (a) centiare (ca)
agrária
Equivalência
100a 1a 0,01a
de valor

Lembre-se:
2
1 ha = 1hm
2
1a = 1 dam
2
1ca = 1m
2. FÓRMULAS PARA O CÁLCULO DA ÁREA DAS PRINCIPAIS FIGURAS PLANAS
POLIGONAIS
27

3. ÁREAS DAS FIGURAS CIRCULARES

4. ÁREAS DAS FIGURAS SEMELHANTES


28
5. POLÍGONOS REGULARES

EXERCÍCIOS DE CLASSE

01.(Enem 2011) Em uma certa cidade, os moradores de um bairro carente de espaços de lazer
reinvidicam à prefeitura municipal a construção de uma praça. A prefeitura concorda com a
solicitação e afirma que irá construí-la em formato retangular devido às características
técnicas do terreno. Restrições de natureza orçamentária impõem que sejam gastos, no
máximo, 180m de tela para cercar a praça. A prefeitura apresenta aos moradores desse bairro
as medidas dos terrenos disponíveis para a construção da praça:
Terreno 1: 55m por 45m
Terreno 2: 55m por 55m
Terreno 3: 60m por 30m
Terreno 4: 70m por 20m
Terreno 5: 95m por 85m
Para optar pelo terreno de maior área, que atenda às restrições impostas pela prefeitura, os
moradores deverão escolher o terreno
a) 1.
b) 2.
c) 3.
d) 4.
e) 5.

02.(Enem 2010) A loja Telas & Molduras cobra 20 reais por metro quadrado de tela, 15 reais
por metro linear de moldura, mais uma taxa fixa de entrega de 10 reais. Uma artista plástica
precisa encomendar telas e molduras a essa loja, suficientes para 8 quadros retangulares
(25cm x 50cm). Em seguida, fez uma segunda encomenda, mas agora para 8 quadros
retangulares (50cm x 100cm). O valor da segunda encomenda será
a) o dobro do valor da primeira encomenda, porque a altura e a largura dos quadros dobraram.
b) maior do que o valor da primeira encomenda, mas não o dobro.
c) a metade do valor da primeira encomenda, porque a altura e a largura dos quadros
dobraram.
d) menor do que o valor da primeira encomenda, mas não a metade.
e) igual ao valor da primeira encomenda, porque o custo de entrega será o mesmo.

03. (Enem 2012) Para decorar a fachada de um edifício, um arquiteto projetou a colocação de
vitrais compostos de quadrados de lado medindo 1m, conforme a figura a seguir.
29

Nesta figura, os pontos A, B, C e D são pontos médios dos lados do quadrado e os segmentos
1
AP e QC medem da medida do lado do quadrado. Para confeccionar um vitral, são usados
4
2
dois tipos de materiais: um para a parte sombreada da figura, que custa R$30,00 o m , e outro
2
para a parte mais clara (regiões ABPDA e BCDQB), que custa R$50,00 o m .
De acordo com esses dados, qual é o custo dos materiais usados na fabricação de um vitral?
a) R$22,50
b) R$35,00
c) R$40,00
d) R$42,50
e) R$45,00

04.(Enem 2012) Jorge quer instalar aquecedores no seu salão de beleza para melhorar o
conforto dos seus clientes no inverno. Ele estuda a compra de unidades de dois tipos de
aquecedores: modelo A, que consome 600 g/h (gramas por hora) de gás propano e cobre 35
2 2
m de área, ou modelo B, que consome 750 g/h de gás propano e cobre 45m de área. O
fabricante indica que o aquecedor deve ser instalado em um ambiente com área menor do que
a da sua cobertura. Jorge vai instalar uma unidade por ambiente e quer gastar o mínimo
possível com gás. A área do salão que deve ser climatizada encontra-se na planta seguinte
(ambientes representados por três retângulos é um trapézio).

Avaliando-se todas as informações, serão necessários


a) quatro unidades do tipo A e nenhuma unidade do tipo B.
b) três unidades do tipo A e uma unidade do tipo B.
c) duas unidades do tipo A e duas unidades do tipo B.
d) uma unidade do tipo A e três unidades do tipo B.
e) nenhuma unidade do tipo A e quatro unidades do tipo B.
30
05.(Enem 2012) Um forro retangular de tecido traz em sua etiqueta a informação de que
encolherá após a primeira lavagem, mantendo, entretanto, seu formato. A figura a seguir
mostra as medidas originais do forro e o tamanho do encolhimento (x) no comprimento e (y)
na largura. A expressão algébrica que representa a área do forro após ser lavado é (5 – x) (3 –
y).

Nessas condições, a área perdida do forro, após a primeira lavagem, será expressa por:
a) 2xy
b) 15 – 3x
c) 15 – 5y
d) –5y – 3x
e) 5y + 3x – xy

06.(Enem 2010) Em canteiros de obras de construção civil é comum perceber trabalhadores


realizando medidas de comprimento e de ângulos e fazendo demarcações por onde a obra
deve começar ou se erguer. Em um desses canteiros foram feitas algumas marcas no chão
plano. Foi possível perceber que, das seis estacas colocadas, três eram vértices de um
triângulo retângulo e as outras três eram os pontos médios dos lados desse triângulo,
conforme pode ser visto na figura, em que as estacas foram indicadas por letras.

A região demarcada pelas estacas A, B, M e N deveria ser calçada com concreto.


Nessas condições, a área a ser calcada corresponde
a) a mesma área do triângulo AMC.
b) a mesma área do triângulo BNC.
c) a metade da área formada pelo triângulo ABC.
d) ao dobro da área do triângulo MNC.
e) ao triplo da área do triângulo MNC.

07.(Enem 2004) Uma empresa produz tampas circulares de alumínio para tanques cilíndricos a
partir de chapas quadradas de 2 metros de lado, conforme a figura. Para 1 tampa grande, a
empresa produz 4 tampas médias e 1 6 tampas pequenas.
31

Área do círculo: πr 2
As sobras de material da produção diária das tampas grandes, médias e pequenas dessa
empresa são doadas, respectivamente, a três entidades: I, II e III, para efetuarem reciclagem do
material. A partir dessas informações, pode-se concluir que
a) a entidade I recebe mais material do que a entidade II.
b) a entidade I recebe metade de material do que a entidade III.
c) a entidade II recebe o dobro de material do que a entidade III.
d) as entidades I e II recebem, juntas, menos material do que a entidade III.
e) as três entidades recebem iguais quantidades de material.

08.(Enem 2002) Na construção civil, é muito comum a utilização de ladrilhos ou azulejos com
a forma de polígonos para o revestimento de pisos ou paredes. Entretanto, não são todas as
combinações de polígonos que se prestam a pavimentar uma superfície plana, sem que haja
falhas ou superposições de ladrilhos, como ilustram as figuras:

A tabela traz uma relação de alguns polígonos regulares, com as respectivas medidas de seus
ângulos internos.

Nome Triângulo Quadrado Pentágono

Figura

Ângulo
60° 90° 108°
interno

Nome Hexágono Octágono Eneágono

Figura

Ângulo
120° 135° 140°
interno
Se um arquiteto deseja utilizar uma combinação de dois tipos diferentes de ladrilhos entre os
polígonos da tabela, sendo um deles octogonal, o outro tipo escolhido deverá ter a forma de
um
a) triângulo.
b) quadrado.
c) pentágono.
32
d) hexágono.
e) eneágono.

09.Ao longo da história, o parafuso foi sempre a soluções de infindáveis problemas, mas
também gerava outros, pois cada inventor, indústria e ferramenteiros, desenvolviam seus
parafusos e estes, quando utilizados em outras localidades ou situações, apresntavam
questões de problemas técnicos para falta de padrão. Como resultado destes contratempos,
foi a criação de padrões, os quais garantiriam o intercâmbio dos parafusos, tornando universal
sua aplicação. Estes padrões garantiram a produção e o consumo em escala industrial dos
parafusos. Quando se projeta parafusos com cabeças prismáticas, o polígono regular da base
deve ser escolhido levando-se em conta alguns aspectos :
- A existência de lados paralelos e simétricos : Quando o parafuso não apresenta lados
paralelos e simétricos isso dificulta o encaixe da chave.
- A medida do ângulo central : Quando um mecânico está concertando um defeito qualquer
numa máquina, por exemplo, um automóvel, muitas vezes ele tem pouco espaço para
trabalhar, por esta razão, o mais cômodo é que o parafuso possa ser apertado ou desapertado
com giros curtos. Este ângulo de giro a que estamos nos referindo é o ângulo central do
polígono regular.
- A medida do ângulo interno : Quando a medida do ângulo interno é grande, o parafuso tem
facilidade de arredondar sua cabeça, e portanto, uma vez arredondada fica muito difícil apertar
ou desapertar o parafuso.
Utilizando estes critérios, qual dos parafusos abaixo cujas bases das cabeças são polígonos
regulares é o mais adequado para o uso :

(A) (B) (C) (D) (E)

10. O termo azulejo designa uma peça de cerâmica de pouca espessura, geralmente, quadrada,
em que uma das faces é vidrada, resultado da cozedura de um revestimento geralmente
denominado como esmalte, que se torna impermeável e brilhante. Para atender aos clientes
mais exigêntes, uma fábrica resolveu montar uma linha especial de produção de azulejos em
padrões inovadores na forma de polígonos regulares. Por limitações técnicas do maquinário
que fará o corte do azulejo, estes terão necessariamente como medida de seu ângulo interno
um número natural. No primeiro teste de produção, foram feitos azulejos nos seguintes
formatos :
33

TRIÂNGULO EQUILÁTERO QUADRADO PENTÁGONO REGULAR HEXÁGONO REGULAR


ÂNGULO INTERNO = 60O ÂNGULO INTERNO = 90O ÂNGULO INTERNO = 108O ÂNGULO INTERNO = 120O

Obedecendo as limitações de produção, o número total de formas de azulejos não


semelhantes que podem ser produzidos é
a) 16
b) 18
c) 20
d) 22
e) 24

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

01. (Enem 2011) O atletismo é um dos esportes que mais se identificam com o espírito
olímpico. A figura ilustra uma pista de atletismo. A pista é composta por oito raias e tem
largura de 9,76 m. As raias são numeradas do centro da pista para a extremidade e são
construídas de segmentos de retas paralelas e arcos de circunferência. Os dois semicírculos
da pista são iguais.

Se os atletas partissem do mesmo ponto, dando uma volta completa, em qual das raias o
corredor estaria sendo beneficiado?
a) 1
b) 4
c) 5
d) 7
e) 8

02.(Enem 2011)

O polígono que dá forma a essa calçada é invariante por rotações, em torno de seu centro, de
34
a) 45°.
b) 60°.
c) 90°.
d) 120°.
e) 180°.

03.(Enem 2009) O quadro apresenta informações da área aproximada de cada bioma


brasileiro.
biomas área Área / total
continentais aproximada Brasil
2
brasileiros (Km )
Amazônia 4.196.943 49,29%
Cerrado 2.036.448 23,92%
Mata atlântica 1.110.182 13,04%
Caantiga 844.453 9,92%
Pampa 176.496 2,07%
Pantanal 150.355 1,76%
Área Total Brasil 8.514.877

Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 10 jul. 2009 (adaptado).


É comum em conversas informais, ou mesmo em noticiários, o uso de múltiplos da área de um
campo de futebol (com as medidas de 120m x 90m) para auxiliar a visualização de áreas
consideradas extensas. Nesse caso, qual é o número de campos de futebol correspondente à
área aproximada do bioma Pantanal?
a) 1.400
b) 14.000
c) 140.000
d) 1.400.000
e) 14.000.000

04.(Enem cancelado 2009) Uma fotografia tirada em uma câmera digital é formada por um
grande número de pontos, denominados pixels. Comercialmente, a resolução de uma câmera
digital é especificada indicando os milhões de pixels, ou seja, os megapixels de que são
constituídas as suas fotos.
Ao se imprimir uma foto digital em papel fotográfico, esses pontos devem ser pequenos para
que não sejam distinguíveis a olho nu. A resolução de uma impressora é indicada pelo termo
dpi (d o t p er in c h ), que é a quantidade de pontos que serão impressos em uma linha com uma
polegada de comprimento. Uma foto impressa com 300 dpi, que corresponde a cerca de 120
pontos por centímetro, terá boa qualidade visual, já que os pontos serão tão pequenos, que o
olho não será capaz de vê-los separados e passará a ver um padrão contínuo.

Para se imprimir uma foto retangular de 15cm por 20cm, com resolução de pelo menos 300
dpi, qual é o valor aproximado de megapixels que a foto terá?
a) 1,00 megapixel.
b) 2,52 megapixels.
c) 2,70 megapixels.
d) 3,15 megapixels.
e) 4,32 megapixels.

05.(Enem 2008) O t an g r am é um jogo oriental antigo, uma espécie de quebra-cabeça,


constituído de sete peças: 5 triângulos retângulos e isósceles, 1 paralelogramo e 1 quadrado.
Essas peças são obtidas recortando-se um quadrado de acordo com o esquema da figura 1 .
Utilizando-se todas as sete peças, é possível representar uma grande diversidade de formas,
como as exemplificadas nas figuras 2 e 3 .
35

Se o lado A B do hexágono mostrado na figura 2 mede 2 cm , então a área da figura 3, que


representa uma "casinha", é igual a
a) 4 cm 2 .
b) 8 cm 2 .
c) 1 2 cm 2 .
d) 1 4 cm 2 .
e) 1 6 cm 2 .

06.(Enem 2009) A vazão do rio Tietê, em São Paulo, constitui preocupação constante nos
períodos chuvosos. Em alguns trechos, são construídas canaletas para controlar o fluxo de
água. Uma dessas canaletas, cujo corte vertical determina a forma de um trapézio isósceles,
3
tem as medidas especificadas na figura I. Neste caso, a vazão da água é de 1.050 m /s. O
3
cálculo da vazão, Q em m /s, envolve o produto da área A do setor transversal (por onde passa
2
a água), em m , pela velocidade da água no local, v, em m/s, ou seja, Q = Av.
Planeja-se uma reforma na canaleta, com as dimensões especificadas na figura II, para evitar a
ocorrência de enchentes.

Na suposição de que a velocidade da água não se alterará, qual a vazão esperada para depois
da reforma na canaleta?
3
a) 90 m /s.
3
b) 750 m /s.
3
c) 1.050 m /s.
3
d) 1.512 m /s.
3
e) 2.009 m /s.

07.(Enem 2009) O governo cedeu terrenos para que famílias construíssem suas residências
com a condição de que no mínimo 94% da área do terreno fosse mantida como área de
BC
preservação ambiental. Ao receber o terreno retangular ABCD, em que AB = , Antônio
2
demarcou uma área quadrada no vértice A, para a construção de sua residência, de acordo
AB
com o desenho, no qual AE = é lado do quadrado.
5
36

Nesse caso, a área definida por Antônio atingiria exatamente o limite determinado pela
condição se ele
a) duplicasse a medida do lado do quadrado.
b) triplicasse a medida do lado do quadrado.
c) triplicasse a área do quadrado.
d) ampliasse a medida do lado do quadrado em 4%.
e) ampliasse a área do quadrado em 4%.

08.(Enem 2002) Um terreno com o formato mostrado na figura foi herdado por quatro irmãos e
deverá ser dividido em quatro lotes de mesma área. Um dos irmãos fez algumas propostas de
divisão para que fossem analisadas pelos demais herdeiros. Dos esquemas a seguir, onde
lados de mesma medida têm símbolos iguais, o único em que os quatro lotes não possuem,
necessariamente, a mesma área é:

a)

b)

c)

d)

e)

09.(CFTMG) Certa cerâmica é vendida em caixas fechadas com 40 unidades cada. As peças
são quadrados de 30 cm de lado. Sabendo-se que há uma perda de 10%, devido à quebra no
assentamento, e que o preço da caixa é R$ 36,00, o valor gasto somente com esse material
para revestir 240m2 de piso é
a) R$ 2640,00
b) R$ 2696,00
c) R$ 2728,00
37
d) R$ 2760,00

10. (UTFPR) Um colégio deseja construir uma pista de atletismo com a forma da figura a seguir,
sendo AB e CD semicircunferências. Considere π = 3,14.

Pode-se afirmar que:


I) o contorno externo da pista mede 388,4 m.
II) o contorno interno da pista mede 325,6 m.
III) a área total da pista mede 3.570 m2.

Analise as proposições acima e assinale a alternativa correta:


a) Somente as afirmações I e II estão corretas.
b) Somente as afirmações I e III estão corretas.
c) Somente as afirmações II e III estão corretas.
d) As afirmações I, II e III estão corretas.
e) As afirmações I, II e III estão incorretas.

GABARITO SALA
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C B D D

GABARITO CASA
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E A D
38
Aula 4
ACADEMIA ENEM – MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS – TEMA: SEQUENCIAS

1) Sequencias
Abaixo indicamos o conjunto com os anos nos quais ocorreram copas do mundo de futebol
de 1950 em diante.

(1950,1954,1958,1962,1966,1970,1974,1978,1982,1986,1990,1994,1998,2002,2006,2010)

Este conjunto de número representados em uma determinada ordem é denominado sequencia


numérica.

Outros exemplos de sequencias:


(1, 2, 3, 4, 6, 8, 12, 24) – Sequencia dos divisores de 24
(0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9) – Sequencia dos algarismos
(0, 2, 4, 6, 8, 10, 12, 14, 16, ...) – Sequencia dos números pares
(0, 1, 4, 9, 16, 25, 36, 49, 64, ...) – Sequencia dos números quadrados perfeitos

Observe que nas duas primeiras sequencias, usadas como exemplo, é possível enumerar
(contar exatamente) a quantidade de elementos, tais sequencias são denominadas f in it a s ; os
outros dois exemplos essa contagem não é possível, estas são denominadas sequencias
in f in it as .

De modo geral as sequencias numéricas são assim representadas:


(a1, a2, a3, a4, ..., an, ...)

1.1) Definição de uma sequencia


Normalmente uma sequencia pode ser definida de dois modos:
- T er m o g er al (a n )
E x em p lo :
a=n 3n − 1
P ar a en c o n t r ar o s v alo r e s d e (a 1 , a 2 , a 3 , a 4 , ..., a n , ...) é s u f ic ien t e s u b s t it u ir d i r et am en t e n a
f ó r m u la, v eja
a 1= 3 .1 − 1= 2
a 2= 3 .2 − 1= 5
a 3= 3 .3 − 1= 8
a 4= 3 .4 − 1= 1 1
...

D aí a s eq u en c ia p r o c u r ad a é (2, 5, 8 , 11 , ...)

- R ec o r r ên c i a
E x em p lo :
 a1 = 2

a
 n = a n −1 + 3, p a ra n ≥ 1

N es t e m o d e lo d e r ep r es e n t aç ão , p a r a c alc u l ar u m t er m o é n e c e s s á r io s ab er o an t er io r , v eja
S e n = 2 → a 2 = a1 + 3 = 2 + 3 = 5
Se n = 3 → a3 = a2 + 3 = 5 + 3 = 8
Se n = 4 → a4 = a3 + 3 = 8 + 3 = 11
O b s er v e q u e a s eq u en c ia en c o n t r ad a (2, 5, 8, 11, ...) é ex at am en t e ig u a l ao e x em p lo an t e r io r ,
p o r ém f o i d ef in id a d e u m a f o r m a d if e r en t e.

2) Progressão Aritmética (PA)


Uma sequencia numérica é denominada Progressão Aritmética quando cada termo, a partir do
segundo, é igual ao anterior somado a uma constante (razão).
39
E x em p lo s :
(1, 4, 7 , 10 , 13 , 16 , 19) – P A n a q u al a 1 = 1 e r azão (r ) = 3
(–2 , 0, 2, 4, 6, 8, 10, 12, 1 4) – P A n a q u al a 1 = – 2 e r azão (r ) = 2
(11 , 7, 3, –1, –5) – P A n a q u al a 1 = 1 1 e r azão (r ) = – 4

2.1) Termo geral de uma PA


Numa PA (a1, a2, a3, a4, ..., an) é verdade que:

a 1 →
+r
a 2 →
+r
a 3 →
+r
a 4 →
+r
... →
+r
a n −1 →
+r
an

Daí
→ a 2 − a 1 = a 3 − a 2 = a 4 − a 3 =... = a n − a n −1 = r

Observe ainda
a 2 − a1 =
r
a3 − a2 = r
a4 − a3 = r
a5 − a4 = r
...
a n −1 r
an −= +
a n − a 1 = (n − 1).r

a n = a 1 + (n − 1).r ( fó rm u la d o te rm o g e ra l )

Utilizando a mesma ideia representada acima, ainda é possível afirmar que:


a n = a p + (n − p ).r

Observação
Em uma PA (a1, a2, a3, a4, ..., an), se p + q = m + n então ap + aq = am + an

2.2) Soma dos termos de uma PA


Considere uma PA (a1, a2, a3, a4, ..., an) e Sn a soma de seus termos, logo
S n = a 1 + a 2 + a 3 + a 4 + ... + a n − 2 + a n −1 + a n (i)

Ou também
S n = a n + a n −1 + a n − 2 + a n −3 + ... + a 3 + a 2 + a 1 (ii)

Adicionando (i) e (ii), obtemos


2 .S n = ( a 1 + a n ) + ( a 2 + a n −1 ) + ( a 3 + a n − 2 ) + ... + ( a n −1 + a 2 ) + ( a n + a 1 )

Utilizando a observação citada ao final do item anterior, temos que


( a 1 + a n ) = ( a 2 + a n −1 ) = ( a 3 + a n −2 ) = ... = ( a n −1 + a 2 ) = ( a n + a 1 )

Logo
40
2 .S n = ( a 1 + a n ) + ( a 2 + a n −1 ) + ( a 3 + a n − 2 ) + ... + ( a n −1 + a 2 ) + ( a n + a 1 )
.S n n . ( a 1 + a n )
2=
n . (a 1 + a n )
Sn =
2

3) Progressão Geométrica (PG)


Uma sequencia numérica é denominada Progressão Geométrica quando cada termo, a partir
do segundo, é igual ao anterior multiplicado a uma constante (razão).

E x em p lo s :
(1, 2, 4 , 8, 16, 32, 64) – P G n a q u al a 1 = 1 e r azão (q ) = 2
(9 , 3, 1, 1/3, 1 /9, 1/27) – P G n a q u al a 1 = 9 e r azão (q ) = 1/3
(–2 , 6, –1 8, 5 4, – 162) – P G n a q u al a 1 = –2 e r azão (r ) = –3

3.1) Termo geral de uma PG


Numa PG (a1, a2, a3, a4, ..., an) é verdade que:

a 1 →
xq
a 2 →
xq
a 3 →
xq
a 4 →
xq
... →
xq
a n −1 →
xq
an

Daí
a2 a3 a4 a a
→ = = =... = n −1 = n =q
a1 a 2 a 3 a n − 2 a n −1

Observe ainda
a2 a3 a4 a a
. . . ... . n −1 . n = q . q . q . ... q . q
a1 a 2 a 3 a n − 2 a n −1

a2 a3 a4 a a
. . . ... . n −1 . n = q n −1
a1 a 2 a 3 a n − 2 a n −1

an
= q n −1
a1
a n = a 1 .q n −1 ( fó rm u la d o te rm o g e ra l d e u m a P G )

Utilizando a mesma ideia representada acima, ainda é possível afirmar que:


a n = a p . q n −p

Observação
Em uma PG (a1, a2, a3, a4, ..., an), se p + q = m + n então ap . aq = am . an

3.2) Soma dos termos de uma PG


Considere uma PG (a1, a2, a3, a4, ..., an) e Sn a soma de seus termos, logo
S n = a 1 + a 2 + a 3 + a 4 + ... + a n − 2 + a n −1 + a n (i)

Multiplicando (i) por q, obteremos


S n .q = a 1 .q + a 2 .q + a 3 .q + a 4 .q + ... + a n − 2 .q + a n −1 .q + a n .q (ii)
41
Ou ainda
S n .q = a 2 + a 3 + a 4 + ... + a n −1 + a n + a n .q (iii)

Subtraindo (iii) de (i)


S n .q − S n = a 2 + a 3 + a 4 + ... + a n −1 + a n + a n .q − a 1 − a 2 − a 3 − ... − a n −1 − a n

S n . ( n − 1)= a n .q − a 1

S n . ( n=
− 1) a 1 .q n −1 .q − a 1

S n . ( n − 1=
) a 1 .q n − a 1

Sn =
(
a 1. q n − 1 )
q −1

3.3) Soma dos termos de uma PG infinita


Considere uma PG infinita (a1, a2, a3, a4, ...) com –1 < q < 1.
Como q é um número real entre –1 e 1, então lim q n = 0 , portanto
n →∞

=Sn
(
a 1. q − 1
= =
n
)
a 1 . ( 0 − 1) −a 1
q −1 q −1 q −1

a1
Sn =
1−q

EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM
01. Um matemático que sempre esquecia suas senhas resolveu criar um padrão que permite-
se não ter de decorar e ao mesmo tempo não esquecê-las. A senha era sempre uma sequencia
na qual apareceriam os algarismos das unidades dos números quadrados perfeitos. Por
2 2 2 2
exemplo: senhas de quatro dígitos sempre eram 1496, pois 1 = 1, 2 = 4, 3 = 9 e 4 = 16. Qual
seria então a senha de seu cartão composta por uma sequencia de 8 dígitos?

(A) 1 4 9 4 5 6 7 8
(B) 1 2 4 9 5 6 9 4
(C) 1 4 9 6 5 6 9 4
(D) 1 4 6 6 5 6 9 4
(E) 1 4 9 6 5 6 7 8

02. No centro de um mosaico formado apenas por pequenos ladrilhos, um artista colocou 4
ladrilhos cinza. Em torno dos ladrilhos centrais, o artista colocou uma camada de ladrilhos
brancos, seguida por uma camada de ladrilhos cinza, e assim sucessivamente, alternando
camadas de ladrilhos brancos e cinza, como ilustra a figura a seguir, que mostra apenas a
parte central do mosaico. Observando a figura, podemos concluir que a 10ª camada de
ladrilhos cinza contém
42

(A) 76 ladrilhos
(B) 156 ladrilhos
(C) 112 ladrilhos
(D) 148 ladrilhos
(E) 176 ladrilhos

03. (ENEM2010 – 1ª Aplicação) Ronaldo é um garoto que adora brincar com números. Numa
dessas brincadeiras, empilhou caixas numeradas de acordo com a sequência mostrada no
esquema a seguir.

1
1 2 1
1 2 3 2 1
1 2 3 4 3 2 1
...
Ele percebeu que a soma dos números em cada linha tinha uma propriedade e que, por meio
dessa propriedade, era possível prever a soma de qualquer linha posterior às já construídas.
A partir dessa propriedade, qual será a soma da 9ª linha da sequência de caixas empilhadas
por Ronaldo?
(A) 9
(B) 45
(C) 64
(D) 81
(E) 285

04. (ENEM2011) O número mensal de passagens de uma determinada empresa aérea


aumentou no ano passado nas seguintes condições: em janeiro foram vendidas 33 000
passagens; em fevereiro, 34 500; em março, 36 000. Esse padrão de crescimento se mantém
para os meses subsequentes.
Quantas passagens foram vendidas por essa empresa em julho do ano passado?
(A) 38 000
(B) 40 500
(C) 41 000
(D) 42 000
(E) 48 000

05. (ENEM2011) O saldo de contratações no mercado formal no setor varejista da região


metropolitana de São Paulo registrou alta. Comparando as contratações deste setor no mês de
fevereiro com as de janeiro deste ano, houve incremento de 4 300 vagas no setor, totalizando
880 605 trabalhadores com carteira assinada.

Suponha que o incremento de trabalhadores no setor varejista seja sempre o mesmo nos seis
primeiros meses do ano.
Considerando-se que y e x representam, respectivamente, as quantidades de trabalhadores no
setor varejista e os meses, janeiro sendo o primeiro, fevereiro o segundo, e assim por diante, a
expressão algébrica que relaciona essas quantidades nesses meses é
43
(A) y = 4 300x
(B) y = 884 905x
(C) y = 872 005 + 4 300x
(D) y = 876 305 + 4 300x
(E) y = 880 605 + 4 300x

06. (ENEM2010 – 2ª Aplicação) Nos últimos anos, a corrida de rua cresce no Brasil. Nunca se
falou tanto no assunto como hoje, e a quantidade de adeptos aumenta progressivamente,
afinal, correr traz inúmeros benefícios para a saúde física e mental, além de ser um esporte
que não exige um alto investimento financeiro.

Disponível em: http://www.webrun.com.br.


Acesso em: 28 abr. 2010.

Um corredor estipulou um plano de treinamento diário, correndo 3 quilômetros no primeiro dia


e aumentando 500 metros por dia, a partir do segundo. Contudo, seu médico cardiologista
autorizou essa atividade até que o corredor atingisse, no máximo, 10 km de corrida em um
mesmo dia de treino.

Se o atleta cumprir a recomendação médica e praticar o treinamento estipulado corretamente


em dias consecutivos, pode-se afirmar que esse planejamento de treino só poderá ser
executado em, exatamente,
(A) 12 dias.
(B) 13 dias.
(C) 14 dias.
(D) 15 dias.
(E) 16 dias.

07. (UNICAMP – Adaptada) A ANATEL determina que as emissoras de rádio FM utilizem as


frequências de 87,9 a 107,9 MHz, e que haja uma diferença de 0,2 MHz entre emissoras com
frequências vizinhas. A cada emissora, identificada por sua frequência, é associado um canal,
que é um número natural que começa em 200. Desta forma, à emissora cuja frequência é de
87,9MHz corresponde ao canal 200; à seguinte, cuja frequência é de 88,1MHz, corresponde ao
canal 201. E assim por diante.

Respeitando as determinações da ANATEL, a quantidade máxima de emissoras de rádio de


uma região é
(A) 99
(B) 100
(C) 101
(D) 200
(E) 201

08. (ENEM2010 – 2ªAplicação) O trabalho em empresas de festas exige dos profissionais


conhecimentos de diferentes áreas. Na semana passada, todos os funcionários de uma dessas
empresas estavam envolvidos na tarefa de determinar a quantidade de estrelas que seriam
utilizadas na confecção de um painel de Natal.
Um dos funcionários apresentou um esboço das primeiras cinco linhas do painel, que terá, no
total, 150 linhas.

     ...


a a a a a a
1 2 3 4 5 150

Após avaliar o esboço, cada um dos funcionários esboçou sua resposta:


FUNCIONÁRIO I: aproximadamente 200 estrelas.
FUNCIONÁRIO II: aproximadamente 6 000 estrelas.
FUNCIONÁRIO III: aproximadamente 12 000 estrelas.
FUNCIONÁRIO IV: aproximadamente 22 500 estrelas.
FUNCIONÁRIO V: aproximadamente 22 800 estrelas.
44
Qual funcionário apresentou um resultado mais próximo da quantidade de estrelas
necessária?

(A) I
(B) II
(C) III
(D) IV
(E) V

09. (FGV 2010) Um capital de R$1 000,00 é aplicado a juro simples, à taxa de 10% ao ano; os
montantes, daqui a 1, 2, 3, ..., n anos, formam a sequencia (a1, a2, a3, ..., an).
Outro capital de R$2 000,00 é aplicado a juro composto, à taxa de 10% ao ano gerando uma
sequencia de montantes (b1, b2, b3, ..., bn) daqui a 1, 2, 3, ..., n anos.
As sequencias (a1, a2, a3, ..., an) e (b1, b2, b3, ..., bn) formam respectivamente
(A) uma progressão aritmética de razão 1,1 e uma progressão geométrica de razão 10%.
(B) uma progressão aritmética de razão 100 e uma progressão geométrica de razão 0,1.
(C) uma progressão aritmética de razão 10% e uma progressão geométrica de razão 1,10.
(D) uma progressão aritmética de razão 1,10 e uma progressão geométrica de razão 1,10.
(E) uma progressão aritmética de razão 100 e uma progressão geométrica de razão 1,10.

10. (ENEM2012 – 2ªAplicação) Uma maneira muito útil de se criar belas figuras decorativas
utilizando a matemática é pelo processo de autossemelhança, uma forma de se criar fractais.
Informalmente, dizemos que uma figura é autossemelhante se partes dessa figura são
semelhantes à figura vista como um todo. Um exemplo clássico é o Carpete de Sierpinski,
criado por um processo recursivo, descrito a seguir:
P as s o 1: C o n s id er e u m q u ad r ad o d iv id id o em n o v e q u ad r ad o s id ên t ic o s (F ig u r a1). In i c ia -s e o
p r o c es s o r e m o v en d o o q u ad r ad o c en t r al, r e s t an d o 8 q u ad r ad o s p r et o s (F ig u r a2).
P as s o 2: R ep et e-s e o p r o c es s o c o m c ad a u m d o s q u ad r ad o s r es t an t e s , o u s eja, d iv id e -s e c ad a
u m d eles em 9 q u ad r ad o s id ên t ic o s e r em o v e -s e o q u ad r ad o c en t r al d e c ad a u m , r es t an d o
ap en as o s q u ad r ad o s p r e t o s (F ig u r a3)
P as s o 3: R ep et e-s e o p as s o 2.

Admita que esse processo seja executado 3 vezes, ou seja, divide-se cada um dos quadrados
pretos da Figura3 em 9 quadrados idênticos e remove-se o quadrado central de cada um
deles.
O número de quadrados pretos restantes nesse momento é
(A) 64
(B) 512
(C) 568
(D) 576
(E) 648

11. (FUVEST - Adaptada) Um país contraiu um empréstimo de 1 milhão de dólares, para pagar
em cem anos, à taxa de 9% ao ano. Por problemas de balança comercial, nada foi pago até o
ano de 1989 (ano do pagamento), e a dívida foi sendo “rolada”, com capitalização anual de
45
juros, até que ano a dívida foi quitada no ano de 2010. Qual dos valores a seguir está mais
próximo do valor pago pela dívida?
8
Para os cálculos adote (1,09) = 2.
(A) 14 milhões de dólares
(B) 500 milhões de dólares
(C) 1 bilhão de dólares
(D) 36 bilhões de dólares
(E) 1 trilhão de dólares

Texto referente às questões 12 e 13


Uel (2012) A figura a seguir representa um modelo plano do desenvolvimento vertical da raiz
de uma planta no mangue. A partir do caule, surgem duas ramificações e em cada uma delas
surgem mais duas ramificações e, assim, sucessivamente. O comprimento vertical de uma
ramificação, dado pela distância vertical reta do início ao fim da mesma, é sempre a metade do
comprimento da ramificação anterior.

12. Sabendo que o comprimento vertical da primeira ramificação é de h1= 1m, qual o
comprimento total da raiz, em metros, até h8?
 1 
(A)  1 − 8 
 2 
 1 
(B) 2 .  1 − 7 
 2 
 1 
(C)  1 + 8 
 2 
 1 
(D) 2 .  1 − 8 
 2 
 1 
(E) 2 .  1 + 8 
 2 

13. Supondo que o comprimento vertical da primeira ramificação é de h1= 1m e ainda que a raiz
nunca para de crescer, sobre o comprimento máximo da raiz é verdade que
(A) é inferior a 1,5 m.
(B) será igual a 1,75 m.
(C) sempre crescerá, tendo como limite 2,0 m.
(D) sempre crescerá até um comprimento máximo 2,5 m.
(E) como sempre estará crescendo, não há um limite para o comprimento.

EXERCITE SUA HABILIDADE


01. Considere a sucessão de figuras a seguir, em que cada figura é formada por um conjunto
de palitos de fósforo.
46

Suponha que essas figuras representam os três primeiros termos de uma de uma sucessão de
figuras que seguem a mesma lei de formação. Nesse caso, o número de fósforos necessários
para que seja possível exibir a figura de número 50 é
(A) 196
(B) 200
(C) 396
(D) 400
(E) 596

02. (UEL 2011) Pontes de treliças são formadas por estruturas de barras, geralmente em forma
triangular, com o objetivo de melhor suportar cargas concentradas.

Nas figuras a seguir, há uma sequencia com 1, 2 e 3 setores triangulares com as respectivas
quantidades de barras de mesmo comprimento.

Observando nas figuras que o número de barras é função do número de setores triangulares,
qual é o número N de barras para n setores triangulares?
(A) N = 3 + 2 n −1 , p a ra n ≥ 1
(B) N = 3n, p a ra n ≥ 1
(C) N =
3n 2 + 2n, p a ra n ≥ 1
(D) N = ( )
3 + 2 . n 2 − 1 , p a ra n ≥ 1
(E) N =
1 + 2n, p a ra n ≥ 1

03. Duas empresas, Ice Sol e Sun Cool, produzem sucos naturais de forma artesanal, a
primeira produz mensalmente 1200 litros de suco e a segunda 3500 litros. Após incentivos
governamentais, as duas resolveram investir em máquinas para aumentar a produção; a
primeira conseguirá aumentar mensalmente sua produção em 150 litros, enquanto a segunda
aumentará 50 litros mensais. Considerando que no primeiro mês após a aquisição das
47
máquinas, devido a questões de montagem das mesmas, a produção de nenhuma das
empresas se alterou; qual das equações abaixo é a que indica a quantidade “n” de meses
necessários para que a produção das duas empresas se iguale?
(A) 1 200 + 150.n = 3 500 + 50.n
(B) 1 200 – 150.n = 3 500 – 50.n
(C) 1 050 + 150.n = 3 450 + 50.n
(D) 1 350 + 150.n = 3 550 + 50.n
(E) 1 050 – 150.n = 3 450 – 50.n

04. Num laboratório está sendo realizado um estudo sobre a evolução de uma população de
vírus. A seguinte sequência de figuras representa os três primeiros minutos da reprodução do
vírus (representado por um triângulo).

Supondo que se mantém constante o ritmo de desenvolvimento da população de vírus, qual o


número de vírus após uma hora?
(A) 140
(B) 180
(C) 178
(D) 240
(E) 537

05. (ENEM2010 – 1ª Aplicação) Uma professora realizou uma atividade com seus alunos
utilizando canudos de refrigerante para montar figuras, onde cada lado foi representado por
um canudo. A quantidade de canudos (C) de cada figura depende da quantidade de quadrados
(Q) que formam cada figura. A estrutura de formação das figuras está representada a seguir.

Que expressão fornece a quantidade de canudos em função da quantidade de quadrados de


cada figura?

(A) C = 4Q.
(B) C = 3Q + 1.
(C) C = 4Q – 1.
(D) C = Q + 3.
(E) C = 4Q – 2.

06. (UNICAMP – Adaptada) A ANATEL determina que as emissoras de rádio FM utilizem as


frequências de 87,9 a 107,9 MHz, e que haja uma diferença de 0,2 MHz entre emissoras com
frequências vizinhas. A cada emissora, identificada por sua frequência, é associado um canal,
que é um número natural que começa em 200. Desta forma, à emissora cuja frequência é de
87,9MHz corresponde ao canal 200; à seguinte, cuja frequência é de 88,1MHz, corresponde ao
canal 201. E assim por diante.

Qual o número associado a uma emissora sintonizada na frequência 95,5MHz?


(A) 38
(B) 39
(C) 238
(D) 239
(E) 341
48
07. (ENEM2012) Um maquinista de trem ganha R$100,00 por viagem e só pode viajar a cada 4
dias. Ele ganha somente se fizer a viagem e sabe que estará de férias de 1º a 10 de junho,
quando não poderá viajar. Considere que o ano tem 365 dias.
Se o maquinista quiser ganhar o máximo possível, quantas viagens precisará fazer?
(A) 37
(B) 51
(C) 88
(D) 89
(E) 91

08. (ENEM2012) Jogar baralho é uma atividade que estimula o raciocínio. Um jogo tradicional é
a Paciência, que utiliza 52 cartas. Inicialmente são formadas 7 colunas com as cartas. A
primeira coluna tem uma carta, a segunda coluna tem duas cartas, a terceira tem três cartas, e
assim sucessivamente até a sétima coluna, a qual tem sete cartas, e o que sobra forma o
monte, que são as cartas não utilizadas nas colunas.
A quantidade de cartas que forma o monte é
(A) 21
(B) 24
(C) 26
(D) 28
(E) 31

09. (ENEM2010 – 2ª Aplicação) Nos últimos anos, a corrida de rua cresce no Brasil. Nunca se
falou tanto no assunto como hoje, e a quantidade de adeptos aumenta progressivamente,
afinal, correr traz inúmeros benefícios para a saúde física e mental, além de ser um esporte
que não exige um alto investimento financeiro.

Disponível em: http://www.webrun.com.br.


Acesso em: 28 abr. 2010.

Um corredor estipulou um plano de treinamento diário, correndo 2 quilômetros no primeiro dia


e aumentando 200 metros por dia, a partir do segundo, durante 30 dias.

Se o atleta cumprir a recomendação médica e praticar o treinamento estipulado corretamente


em dias consecutivos, pode-se afirmar que ao final dos 30 dias ele terá percorrido
(A) 68,5 km
(B) 73,5 km
(C) 75,0 km
(D) 147,0 km
(E) 150,0 km

10. A comunicação eletrônica tornou-se fundamental no nosso cotidiano, mas infelizmente,


todo dia recebemos muitas mensagens indesejadas: propagandas, promessas de
emagrecimento imediato, propostas de fortuna fácil, correntes, etc. Isso está se tornando um
problema para os usuários da Internet, pois o acúmulo de “lixo” nos computadores
compromete o desempenho da rede! Pedro iniciou uma corrente enviando uma mensagem
pela Internet a dez pessoas, que, por sua vez, enviaram cada uma, a mesma mensagem a
outras dez pessoas. E estas, finalizando a corrente, enviaram cada uma, a mesma mensagem a
outras dez pessoas. O número máximo de pessoas que receberam a mensagem enviada por
Pedro é igual a:

(A) 30
(B) 110
(C) 210
(D) 1110
(E) 11110

Texto referente às questões 11 e 12


(Unesp 2011) Após o nascimento do filho, em 15 de outubro, o pai comprometeu-se a depositar
mensalmente, a partir daquela data, em uma caderneta de poupança, os valores de R$1,00,
49
R$2,00, R$4,00 e assim sucessivamente, até o mês em que o valor do depósito atingisse R$2
048,00. No mês seguinte o pai recomeçaria os depósitos como de início e assim o faria até o
21º aniversário do filho.

11. Em qual mês do ano ocorreu o depósito de R$2 048,00?


(A) fevereiro
(B) julho
(C) setembro
(D) outubro
(E) dezembro

12. Não tendo ocorrido falha no depósito ao longo do período, o montante total dos depósitos,
em reais, feitos em caderneta de poupança foi de
(A) R$42 947,50
(B) R$49 142,00
(C) R$57 330,00
(D) R$85 995,00
(E) R$114 660,00

13. (UEL 2011 - Adaptado) Você tem um dinheiro a receber de um amigo em pagamentos
mensais. Seu amigo propôs que você recebesse R$100,00 no primeiro pagamento e, a partir do
segundo pagamento, você recebesse R$150,00 a mais que no pagamento anterior, recebendo
todo o dinheiro em nove meses. Após analisar, disse a seu amigo que o valor do primeiro
pagamento poderia ser mantido, mas, a partir do segundo, o valor a receber seria o dobro do
que havia recebido no mês anterior, pois teria de receber o pagamento completo em
(A) 4 meses
B) 6 meses
(C) 8 meses
(D) 10 meses
(E) 12 meses

14. (Uel 2006) Marlene confecciona leques artesanais com o formato de um setor circular,
como representado na figura a seguir.

Para enfeitar os leques, usa pequenas contas brilhantes que dispõe da seguinte maneira: no
vértice do leque, primeira fileira, coloca apenas uma conta; na segunda fileira horizontal
posterior coloca duas contas; na terceira fileira horizontal coloca quatro, na quarta fileira
horizontal dispõe oito contas e assim sucessivamente. Considere que Marlene possui 515
contas brilhantes para enfeitar um leque.
Com base nessas informações, é correto afirmar que o número máximo de fileiras completas
nesse leque é
(A) 7
(B) 8
(C) 9
(D) 10
(E) 11

GABARITO
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10

Похожие интересы