Вы находитесь на странице: 1из 13

TEORIAS E TÉCNICAS DE MASSAGEM

PROF.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA


CURSO DE COSMETOLOGIA E ESTÉTICA
Segundo o grande filósofo e cientista árabe Avicena (980 – 1037),
o “objetivo da massagem consiste em dispersar as matérias
gastas (metabólitos) formadas nos músculos e não expelidas
pelo exercício. Ela faz com que a matéria gasta se disperse,
removendo assim a fadiga”.
Efeitos Mecânicos:
O efeito principal da massagem consiste em produzir estimulação mecânica
dos tecidos por meio de uma pressão e estiramento ritmicamente aplicados.

Efeitos mecânicos gerais:


Movimento de:
Linfa,
Sangue venoso,
Secreções pulmonares,
Conteúdo intestinal,
Edema.

Mobilização de:
Fibras musculares,
Tendões,
Pele e tecido subcutâneo,
Tecido cicatricial,
Aderências.
Efeitos Fisiológicos:

Os efeitos mecânicos da massagem dão origem a uma série de efeitos


fisiológicos importantes.

Efeitos fisiológicos gerais:

Aumento da circulação sanguínea e linfática;


Aumento do fluxo de nutrientes
Remoção dos produtos catabólicos e metabólicos
Estimulação do processo de cicatrização
Resolução do edema e hematoma
Alivio da dor
Aumento dos movimentos das articulações
Facilitação da atividade muscular
Estimulação das funções viscerais
Remoção de secreções pulmonares
Promoção do relaxamento local e geral
Efeitos Psicológicos:

A maioria das pessoas esta familiarizada com o efeito calmante de uma


massagem suave, embora não esteja presente qualquer lesão ou incapacidade
física.

Efeitos psicológicos gerais:

•Relaxamento físico
•Alívio da ansiedade e tensão (estresse)
•Estimulação da atividade física (revigoramento)
•Alívio da dor
•Sensação geral de bem estar (conforto)
•Estímulo sexual
INDICAÇÕES

É importante considerar a aplicação da massagem para diferentes tipos de


condição.

Nos distúrbios mais generalizados, o papel da massagem é estimular a


eliminação de toxinas e resíduos – substâncias oriundas de infecções,
inflamações, espasmos musculares e alterações similares, a massagem atinge
seus objetivos pela influência sobre a circulação venosa e linfática.

Todos os movimentos de massagem têm um efeito de normalização sobre as


zonas reflexas, quer sejam áreas de dor referida direta, relacionada a uma
disfunção orgânica, quer seja uma mudança tecidual indireta.

Nas condições mais específicas, como alterações patológicas, a massagem é


aplicada para ajudar a aliviar alguns dos sintomas associados ao problema.

(CASSAR, 2001)
Principais usos da Massagem Terapêutica:

Ajudar no relaxamento geral e local;

Aliviar a dor;

Tratar problemas específicos:


- Edema;
- Tecido cicatricial;
- Lesões de músculos, tendões, ligamentos ou articulações;
- Hematomas
- Constipação;
- Prevenção de deformidades;
- Facilitar os movimentos.
CONTRA – INDICAÇÕES

A razão para uma abordagem cautelosa é eliminar a possibilidade de exacerbar


a gravidade ou o número de complicações da patologia. Entretanto na maioria
dos casos em que há contra-indicações, a massagem deve ser evitada apenas
nos tecidos ou regiões afetadas.

As informações obtidas na anamnese são utilizadas para avaliar a adequação


do tratamento pela massagem. Procurar avaliar também as causas dos sinais e
sintomas do paciente/cliente.

•Áreas de tumor ou infecção;


•Áreas que estejam incrustados corpos estranhos como vidro, sujidades;
•Distúrbios dos vasos sangüíneos;
•Massagem abdominal em grávidas ou quando houver náusea, vômito,
diarréia;
•Estômago cheio ou com muita fome;
•Sobre dores fortes ou neuralgia;
•Cirurgias recentes e hemorragia;
• Afecções na pele
Precauções gerais:

• Obtenha um diagnóstico médico preciso;


• Efetue um exame físico apropriado, para que seja
determinado um plano terapêutico adequado. Lembre-se
que as técnicas de massagem são mais bem utilizadas em
combinação com outras técnicas de reabilitação, e não
como tratamento exclusivo;
• Verifique cuidadosamente as possíveis contra-indicações ao
tratamento;
• Cubra, verifique o posicionamento, e apóie o paciente de
forma apropriada;

• Garanta um elevado padrão de limpeza, especialmente para


as mãos do profissional;

• Efetue a massagem adequadamente, ao mesmo tempo em


que é monitorada a resposta do paciente;

• Avalie e registre a resposta do paciente ao tratamento, de


modo que, em caso de necessidade, sejam feitas modificações.
(Processo e SOAP).
REAÇÕES AO TRATAMENTO

As reações à massagem e ao trabalho corporal variam de um


paciente para outro.

Enquanto uma pessoa apresenta uma resposta positiva em um


curto período de tempo, outra pessoa nas mesmas condições
talvez necessite de um tratamento muito mais longo.

Às vezes, uma sensação residual de leve dor permanece após o


tratamento.
Alguns pessoas relatam uma sensação de peso na cabeça ou a
necessidade de assoar o nariz logo após o tratamento.

Não raro, a massagem no abdômen é seguida por defecação, e


a massagem na linfa e nos rins, por micção; são, portanto,
reações esperadas.

Para que o tratamento se complete o paciente/cliente deve


estar informado sobre os resultados esperados da massagem e
ser aconselhado quanto a eles.
Referências:

CASSAR, Mário Paul. Manual de Massagem Terapêutica: um guia completo de


massoterapia para o estudante e para o terapeuta. SP: Manole, 2001.
CLAY, James H.; Pounds David M. Massoterapia Clínica: integrando anatomia e
tratamento. SP: Manole, 2003.
DOMENICO, Geovani. Ténicas de massagem Beard. SP; Manole, 1998, 185 p.
FRITZ, Sandy. Fundamentos da Massagem Terapêutica. SP: Manole, 2002.