Вы находитесь на странице: 1из 10

2

Este projeto tem como objetivo dimensionar as sapatas de fundação rasas de um


edifício de quinze pilares, foi dado o tipo de solo bem como ensaio triaxial, para achar os
ângulos (ϕ) de atrito e a coesão (C). Pois com dados fornecidos, será possível
calcularmos o recalque que posteriormente ocorrerá.

σ3 (kPa) σ1 (kPa) u (kPa)

80 220 65

200 442 120

350 720 190

0m
Argila silto arenosa ϒ = 17 kn/m3
1.50 m N. Agua
Argila silto arenosa 𝜎a = 70 kPa;
Cc = 1,1; Cr = 0,15.
ϒs= 2,75 g/cm3
ϒ= 17 kn/m3
7m

Para calcularmos o dimensionamento da sapata, primeiramente, encontra-se a


coesão e o ângulo de atrito, nos quais os dados, podem ser obtidos, por intermédio de
ensaio triaxial, com os dados também, é possível traçar o círculo de Mohor, onde
podemos encontrar-se a coesão e o ângulo de atrito.

Os dados achados no projeto são os seguintes:


Coesão = 36 e ângulo de atrito =26

O tipo de solo do terreno, é o argiloso, que é O solo argiloso, chamado de “solo


pesado”, é uma terra úmida e macia, composto por mais de 30% de argila, alumínio e
ferro. e tem como característica, os grãos são diminutos e concentrados (micrósporos);
elevada impermeabilidade; enorme retenção de água; muito rico em nutrientes; pouco
ácido; favorável ao cultivo e agricultura; resistente à erosão, em pauta por isso ocorre
uma ruptura geral, de acordo com Trerzaghi a solução e reduzir o coeficiente e o ângulo
do atrito, conforme ilustra a baixo:
3

𝐶` = 2 3 ⁄ 𝐶 e 𝑡𝑔∅` = 2 3 ⁄ 𝑡𝑔∅.
Ficando com os seguintes valores
∅` ≅ 18°; 𝐶 ≅ 24 𝐾𝑃a

O próximo passo será achar a tensão admissível (σadm), a capacidade de


resistência do solo, com intuito de dimensionar a sapata. utilizaremos a formula e método
de Therzaghi. Como não sabemos a base da sapata, temos de seguir alguns os seguintes
processos de cálculos:

 Achar a tensão de ruptura do pilar e com esses valores pode-se criar um gráfico
e deixar em função do B, onde será atribuído seus valores e onde as linhas se
interceptarem, será a base (B) necessária para suportar as tensões, veja os
passos a seguir:

Formula de Therzaghi

Formula de Therzaghi. 𝜎𝑟 = 𝐶. 𝑁𝑐. 𝑆𝑐 + 𝑞. 𝑁𝑞. 𝑆𝑞 + 1 2 ⁄ 𝛾. 𝑁𝛾. 𝑆𝛾. 𝐵


Onde: C = Coesão do solo; Q = Sobrecarga do solo, sendo 𝐻(𝑓𝑢𝑛𝑑𝑢𝑟𝑎 𝑑𝑎 𝑠𝑎𝑝𝑎𝑡𝑎).
𝛾(𝑔𝑎𝑚𝑎 𝑑𝑜 𝑠𝑜𝑙𝑜) B = Base do pilar; γ = Gama do solo; Sc, Sq e Sγ = parâmetros do tipo
de sapata, no nosso caso é quadrada; Nc, Nq e Nγ = parâmetros que depende do ângulo
de atrito.
A Tabela 1, apresenta os fatores de forma da fundação segundo Terzaghi, já a
Tabela 2 apresenta os fatores de capacidade de carga.
4

O presente memorial apresenta os passos para o dimensionamento do primeiro


pilar, adotando os seguintes valores:
 1 m de profundidade,
 Dimensão quadrado e sua carga de 25 tf. Para as sapatas quadradas, obtém-se
os valores de fatore de forma, de acordo com a tabela 1. Os valores obtidos são
os seguintes:
Sc=1,3; Sq= 1; Sγ= 0,8.

Com o ângulo de atrito têm-se os fatores de capacidades. Como o ângulo


calculado não consta na tabela, então interpolou-se os valores mencionados a baixo:
Nc=10.96
Nq=3,42
Ny=0,9

A sobrecarga do solo obtém da seguinte maneira:


q=1,7*1=1,7

Para a sapata quadra calcula-se:


𝜎𝑟 = (2,4*10,96*1,3) + (0,5*1,7*1,38*0,8*B) + (1,7*3,42*1)
adm=20,00 + 0,4692*B

Para a sapata retangular:


𝜎𝑟 = (2,4*10,96*1,1) + (0,5*1,7*1,38*0,9*B) + (1,7*3,42*1)
adm=17,3742 + 0,5278*B

Pós esse processo, encontra-se o valor da tensão admissível e deixa-se em


função de B, pode-se encontrar os valores dos mesmos.
5

Tabela 3
Quadrado P1 P2 P3 P4 P5 P6 P7
B(m) TERZAGHI 25 35 25 30 50 45 35
0,6 20,28 69,44 97,22 69,44 83,33 138,89 125 97,22
0,8 20,38 39,06 54,69 39,06 46,88 78,13 70,31 54,69
1 20,47 25 35 25 30 50 45 35
1,2 20,56 17,36 24,31 17,36 20,83 34,72 31,25 24,31
1,5 20,7 11,11 15,56 11,11 13,33 22,22 20 15,56
2 20,94 6,25 8,75 6,25 7,5 12,5 11,25 8,75
2,5 21,17 4 5,6 4 4,8 8 7,2 5,6
B adotado (m) - 1,2 1,5 1,2 1,2 1,5 1,5 1,5

Tabela 4
Quadrado P9 P10 P11 P12 P13 P14 P15
B(m) TERZAGHI 55 30 55 40 25 40 32
0,6 20,28 152,78 83,33 152,78 111,11 69,44 111,11 88,89
0,8 20,38 85,94 46,88 85,94 62,5 39,06 62,5 50
1 20,47 55 30 55 40 25 40 32
1,2 20,56 38,19 20,83 38,19 27,78 17,36 27,78 22,22
1,5 20,7 24,44 13,33 24,44 17,78 11,11 17,78 14,22
2 20,94 13,75 7,5 13,75 10 6,25 10 8
2,5 21,17 8,8 4,8 8,8 6,4 4 6,4 5,12
B adotado (m) - 1,7 1,2 1,7 1,45 1,2 1,45 1,25

(Coloca a referencia do gráfico).

PILAR 12-14
120.00
100.00
80.00
60.00
40.00
20.00
0.00
0 0.5 1 1.5 2 2.5 3

PILAR 12 E 14 terzaghi

PILAR 2-7
120.00
100.00
80.00
60.00
40.00
20.00
0.00
0 0.5 1 1.5 2 2.5 3

PILAR 2 terzaghi
6

PILAR 1-3-13
80.00
70.00
60.00
50.00
40.00
30.00
20.00
10.00
0.00
0 0.5 1 1.5 2 2.5 3

pilar 1 terzaghi

PILAR 4-10
90.00
80.00
70.00
60.00
50.00
40.00
30.00
20.00
10.00
0.00
0 0.5 1 1.5 2 2.5 3

PILAR 10 terzaghi

PILAR 5-6-15
160.00
140.00
120.00
100.00
80.00
60.00
40.00
20.00
0.00
0 0.5 1 1.5 2 2.5 3

PILAR 5 terzaghi PILAR 6 ppilar 15


7

PILAR 9-11
180.00
160.00
140.00
120.00
100.00
80.00
60.00
40.00
20.00
0.00
0 0.5 1 1.5 2 2.5 3

PILAR 9 e 11 terzaghi

RETANGULAR
Para o dimensionamento do pilar 8, sendo ele retangular fixou-se um dos seus
lados 1.5 m, e obteve-se o seguinte valor com forme a tabela abaixo:

Retangular P8
B(m) TERZAGHI 100
0,6 17,5086 111,11
0,8 17,5698 83,33
1 17,631 66,67
1,2 17,6922 55,56
1,5 17,784 44,44
2 17,937 33,33
2,5 18,09 26,67
3 18,243 22,22
3,5 18,396 19,05
4 18,549 16,67
4,5 18,702 14,81
B adotado (m) 3,5
Lado Fixado (m) 1,5
8

PILAR 8
160.000
140.000
120.000
100.000
80.000
60.000
40.000
20.000
0.000
0 1 2 3 4 5
terzaghi pilar 9

Com as medidas dos pilares fornecidos e das sapatas calculadas pode-se


determinar a altura da sapata. A tabela abaixo representa os valores dos pilares e das
sapatas:
Tabela 5
c Medidas sapata (m)
a0 b0 A B
20 20 1,2 1,2
25 25 1,35 1,35
20 20 1,2 1,2
20 20 1,2 1,2
30 30 1,5 1,5
30 30 1,5 1,5
25 25 1,35 1,35
30 50 1,5 3,5
35 35 1,7 1,7
25 25 1,2 1,2
35 35 1,7 1,7
30 30 1,45 1,45
20 20 1,2 1,2
30 30 1,45 1,45
25 25 1,25 1,25
A altura da sapata calcula-se com a seguinte formula:
𝐴 − 𝑎0
ℎ≥
4
1,20 − 0,20
ℎ≥ = 0,25𝑚
4
Onde:
A = largura da sapata;
a= largura do pilar
9

Como o pilar e a sapata são quadradas, tanto o valor de h em relação a A e B


serão os mesmos. Sabendo-se que o valor do Fck e 20 Mpa e Fyk 50. A uma outra forma
de se achar a altura que é:
𝑝
ℎ ≥ 1,44√
Ơ𝑎
𝑓𝑐𝑘
Ơ𝑎 = 0,85 ∗
1,96
1,96∗25∗10 0,5 5
ℎ = 1,44 ∗ (0,85∗20∗1000) + (100) = 0,29𝑚

Obteve-se os seguintes valores:


Tabela-6

Altura (m)
H ideal H adotado
0,29 0,3
0,34 0,35
0,29 0,3
0,32 0,35
0,4 0,4
0,38 0,4
0,34 0,35
0,75 0,75
0,41 0,45
0,32 0,35
0,41 0,45
0,36 0,4
0,29 0,3
0,36 0,4
0,33 0,35
10

O cálculo com todas as dimensões das sapatas pode-se calcular as áreas de


açoda mesma. E realizado pela seguinte formula:

1,61 ∗ 𝑇𝑥
𝐴𝑠𝑥 =
𝐹𝑦𝑘

𝐴 − 𝑎0
𝑇𝑥 = 𝑝 ∗
8∗𝑑
1,2 − 0,2
𝑇𝑥 = 250 ∗ = 104,17
8 ∗ 0,30

1,61 ∗ 104,17
𝐴𝑠𝑥 = = 3,35 𝑐𝑚
50

Os outros resultados são apresentados na tabela a seguir:


Tabela 7

Área de aço (cm²)

Asx Asy
3,35 3,35
4,43 4,43
3,35 3,35
3,45 3,45
6,04 6,04
5,43 5,43
4,43 4,43
6,44 16,1
6,64 6,64
3,28 3,28
6,64 6,64
4,63 4,63
3,35 3,35
4,63 4,63
3,68 3,68
11

Tendo os valores da área de aço encontrado e adotando uma bitola de 10mm,


calcula-se as quantidades de barras com a formula a seguir:
Tabela 8

Quantidade de barras

Ax By
5 5
6 6
5 5
5 5
portanto foi adotado 5 barras 8 8
7 7
6 6
9 21
9 9
5 5
9 9
6 6
5 5
6 6
5 5

Logo após calcula-se o espaçamento entre as barras da seguinte forma:


1,2∗100−5∗2
𝐸𝑠𝑝𝑎ç𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 = 5+1
= 18,33 𝑐𝑚, portanto adotado espaçamento de 19 cm.

Tabela 8

Espaçamento (cm)

Sa Sb
19 19
18 18
19 19
19 19
16 16
18 18
18 18
14 16
16 16
19 19
16 16
20 20
19 19
20 20
20 20