Вы находитесь на странице: 1из 2

Discuta a importância da percepção na compreensão do comportamento humano

(segundo a Gestalt).

A Gestalt observa as relações estabelecidas entre o todo e as partes. Também


busca explicar o comportamento do indivíduo, como o behaviorismo, mas ao contrário
deste não desconsidera a consciência como objeto de estudo, observando o homem
como um ser global.
Esta Escola considera a interpretação que o sujeito faz da realidade, e para essa
interpretação a percepção é fundamental. Ao mesmo tempo, não percebe formas
isoladas mas o todo: ao ver um carro, não consideramos em separado as rodas, o pára-
brisa, etc., mas simplesmente o carro.
A percepção é o mecanismo para interpretar as informações recebidas através
das sensações, que por sua vez é o mecanismo para a recepção das informações. Esse
processo de recepção (sensação/recepção) é entendido pela Gestalt como um processo
único. Os objetos são percebidos como unidades completas e não como agrupamentos
de sensações individuais. Foram estabelecidas algumas constantes sobre o
comportamento cerebral no processo de percepção como, por exemplo, o princípio da
proximidade, onde partes próximas umas das outras tendem a ser percebidas juntas
como se fossem um conjunto; o da continuidade, que é a tendência que temos para
conectar os elementos de modo que eles pareçam contínuos; o da semelhança, que faz
com que vejamos partes semelhantes como um grupo; do preenchimento, ou seja, a
percepção procura completar figuras incompletas, preenchendo lacunas; o da
simplicidade, que diz que a percepção age de forma a organizar o estímulo para resultar
na forma mais simples e estável possível, entre outros.
Entre o estímulo e a resposta a Gestalt considera as percepções. Então um
estímulo terá uma resposta diferente em cada indivíduo dependendo de suas percepções,
e pessoas podem perceber o mesmo acontecimento de forma totalmente diversa. O
indivíduo não vê a realidade, mas a interpretação que ele faz da realidade. Numa
projeção cinematográfica, por exemplo, vemos as cenas e pensamos que elas estão em
movimento sem considerar que são várias fotografias que ao serem projetadas uma após
a outra rapidamente dão a impressão de movimento.
O que o indivíduo percebe e como percebe são fundamentais para a
compreensão do comportamento, já que o seu comportamento será o resultado de como
ele percebe o mundo, por exemplo, se ao conhecer uma pessoa tiver uma percepção
inicial de simpatia, terá para com ela um comportamento amigável e receptivo. Tal
comportamento seria diferente se a percepção inicial fosse de antipatia ou aversão.
Assim, segundo a Gestalt, a percepção é de suma importância para a compreensão do
comportamento humano.