Вы находитесь на странице: 1из 24
www.vemconcursos.com.br Nas questées de La 6S, marque, de acordo com ocomando da cata uma delas: itens CERTOS ca coluna C;ters ERRADOS ta coluoa E. MINISTERIO DA PREVIDENCIA E ASSISTENCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL (INSS) DIRECAO CENTRAL ee Concurso Publice (Aplicagao: 4/2/2001) . Cargo: AUDITOR FISC; L DA PREVIDENCIA SOCIAL ‘A mareagda na coluna SR na Fotha de Respostas iio acarretard apenacao; servird somente para ceracierizar que o candiato desconece 2 resposta correta. Use a Folka dz Rascunho pama as devidas marcagics c, posterionmente, a Folha de Respostas. LINGUA PORTUGUESA Testo TP-I — questies de 193 , Phwalidade éiica, conveniamos, € antes de tudo. uma condigio de possibilidade da faculdade hammano-natural de desejar Faculdade por meio da qual pode:nos viver pare semtidos ou « finalidader iomginGrias (€tcas), que aparccem a priori como win ‘Bem para nds, e, portato, coma condicao de unia Vida Boa, ‘Assim. é porque podemos aspirara uma Vida Bea — 20 + apenas vida eon si mestta — exatamente por isso ¢ que podemos. posular a iitanéacia da possibliidade da plursidsde 0 mundo modemo. Plurilidade éica, deiuzse entéo, essa possibilidade intainseca de viver para finalidades (valores, desejos) multiplas e, portanto, para virios sentides de Vida Boa. Em outros termos, 1» pluralidade ¢ tambeétn w possibilidade da diferenga entze as ondens de valores, entre 26 motivagSes aubjelive-imuginSrias para a vida. Pressortense, desde togo, que a prética ploralista é também fe amais adequada a um amplocxercicio da libondade. Se o ser ire se pie pela criagdo de valores, ¢ se esse capacidade de eriagdo & ‘ntrinsecamiene oviltipla — uma fone ilimitada de diferencas. entio assumis © plurlisne como norma prética €0 modo mais adequido de furdacio de um agir bumano serupre mberto 3 zio pela qeat tambseaniio efemou nenhvins contribuigéo para # previdéncia social [Nessa silnago, José nao perdert sua cendicio de segurado do regime gerel da previdéncia social no perfodo refendo, podendo, inclusive, Fruiro henefiio de sunilindoenge. D Considere a seguinte sitsagfo hipotétca. Regularmenle cmpregada, cinco anos, cm uma empresa > ramo de confeczio, Maria trabalhon até 0 Bal do ‘expedicale. Tedevia, como jf secompleavao nono més de _gestagii, naquela mitsme note Maria entrouem irabalho de. artoe den &]uzo seu filbo, vindo, catio, aentrar em gozo de licenga-tateraidade. Kessa situngic, a empresa cmpregadora deverd assumir © cencargo da remuneracio de Maria por vintee oito dias, apés 0 que ela reccherd, por naventa e dois diss, o beneficio do selario-maternidade. . ® Consider a seguimtesituagdo hipottes [No curse do quinto ano de vigeacia egalar do contrato de tuabalho, Joio soffev scidente enquante realizava sua ativicade labora, ficando, em conseqiléacia, incapacitado, ermporariamene, para qualquer tabalho. Apos dois anos dc trttamento e eabilitagioprofiesional, Joo pode inelmente voltar ao trabalho, mas as scatiolas decorzentes do acidentc aio mais pemmitiam que ele reslizesse as atividades anteriormente desempestadas na engpresa Nesox situasio, Joan reccberd 0 auxilio-docnga a pentit do décimo sexto dia de afasiamento do vahalho, atéa data em que voller a aballur, Além disso, comente apts ainterupeso do ‘Pagamento do auxilio-doeaga € que Joio rasszr4 « reeeber 0 beneficio do anniionicidente, que sec page conconitantemente com a rennuneragio devida pela empregador. ® Considerandy qoe um segurado se aposensasse por invalider com beneficio equivalente a RS 486,00, sendo de RS 82.00. 4