Вы находитесь на странице: 1из 1

1

A RESSURREIÇÃO FINAL

R. C. Sproul

Verdades essenciais da fé cristã; doutrinas básicas em linguagem simples e prática. v. 2


(São Paulo: Cultura Cristã, 1999), pp. 93-94.

Uma pergunta cuja resposta todo crente gostaria de saber é como será nossa aparência no
céu. Seremos capazes de reconhecer nossos entes queridos? Nossos corpos ressurretos terão
as características de ancião ou de jovem?

Muitas dessas questões permanecem um mistério para nós. A Bíblia só fornece pequenas
pistas dessas respostas. Sabemos que qualquer que seja nosso estado depois da ressurreição,
excederá muitíssimo às nossas mais elevadas expectativas atuais. A Bíblia diz: "Nem olhos
viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem
preparado para aqueles que o amam" (I Co. 2.9). Paulo nos diz que no presente "vemos
como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Agora, conheço em parte;
então, conhecerei como também sou conhecido." (I Co. 13.12).

A Bíblia ensina claramente uma ressurreição final dos corpos dos santos. A ressurreição de
Jesus é declarada ser as primícias daqueles que também participarão desta ressurreição.

Há uma continuidade entre o corpo terreno que morre e o corpo ressurreto que nos será
dado. Nossos corpos atuais são corruptíveis e de fato sofrerão decomposição, ou em alguns
casos serão despedaçados ou fragmentados na morte. Entretanto, assim como Jesus
retornou da sepultura com o mesmo corpo, embora transformado, assim nossos corpos
ressuscitarão, ainda que transformados. Um corpo pode mudar seu estado sem com isso
mudar sua identidade.

Todo corpo ressurreto será completo tanto em quantidade quanto em qualidade. Nada estará
faltando, embora muito terá sido acrescentado. Seremos reconhecíveis em nossos corpos
ressurretos. Não sabemos como isso será feito pelo poder de Deus – só sabemos que será
feito.

Nossos novos corpos serão especialmente adaptados à vida eterna no Reino de Deus.
Nossos corpos atuais não são assim adaptados. Qualquer mudança que seja necessária será
feita pelo poder de Deus. Sabemos que nossos corpos ressurretos ainda serão humanos e
finitos. Não seremos deificados. Nossos novos corpos serão incorruptíveis – sem
degeneração, enfermidade, dor ou morte. Haverá um acréscimo de poder aos nossos corpos
atuais, quando ressuscitarem em honra, poder e glória. Nossos corpos serão como o corpo
glorificado de Jesus.

O novo corpo do santo será um corpo espiritual e celestial. Será adaptado para uma ordem
de vida mais elevada, talvez brilhante e radiante em seu semblante, não muito diferente de
Cristo em sua transfiguração.

Похожие интересы