You are on page 1of 3

*Conceito saúde-doença

Primeiramente achava-se que as doenças eram fenômenos sobrenaturais, depois


acharam que era decorrência das mudanças ambientais no meio físico e concreto do
homem, depois veio a teoria dos miasmas (gazes). Ficou por muito tempo até que com
Louis Pasteur veio a “teoria da unicausalidade”, com a descoberta de micróbrios
(vírus e bactérias) e portanto, do agente etiológico, que causa a doença. Depois essa
teoria é complementada pela epidemiologia, que demonstra a multicausalidade, afinal
não aconteciam somente com a presença de um agente.

Assim surgiu o modelo epidemiológico c/ 3 componentes: agente, hospedeiro e meio,


considerados como fatores causais, mas depois evoluiu p/ modelos mais abrangentes,
como o do campo de saúde, com o envolvimento do ambiente (não apenas o ambiente
físico), estilo de vida, biologia humana e sistema–serviços de saúde, numa permanente
inter-relação e interdependência.

Não se fica com saúde ou doença por acaso. Há uma determinação permanente, um
processo causal, que se identifica com o modo de organização da sociedade.

*Controle de Pragas

Dedetização – ato de exterminar qualquer ser indesejável (pragas) – usava-se um


inseticida clorado altamente tóxico chamado Dicloro-Difenil-Tricloroetano (DDT). O
uso abusivo desta substância provocou graves problemas de saúde na população nas
décadas de 1950 e 1960.

No final do século XX, surgiu o Controle Integrado de Pragas (CIP), implantado na


agricultura e utilizando meios adequados e toleráveis na redução de pragas. Um dos
seus princípios é utilizar apenas em últimos casos produtos químicos, priorizando a
análise das causas da infestação (profilaxia – prevenção de doenças). Animais
sinantrópicos são (animais nem silvestres e nem domésticos que convivem com o
homem podendo trazer algum tipo de prejuízo a sua saúde e bem-estar).

– Pulverização: asperção de agentes liquidos em formas de gotículas. Local interditado


por 6 horas. (baratas)
- Iscagem com gel: aplicação de gel em locais específicos das baratas e não necessita
interditar.
- Iscagem para roedores: consiste em aplicação de iscas anticoagulantes em locais
estratégicos.
*Movimentos Indígenas no Brasil

“Parlamento Índio-Americano do Cone Sul” em 1974. – Foi a primeira vez que


lideranças indígenas do país participam de eventos internacionais dessa natureza.

Fatores que contribuíram para a mobilização dos movimentos indígenas:


-Como vários índios ou eram deslocados ou tinham suas terras tomadas, eles tiveram a
consciência que tinham que lutar por elas.
-A primeira Assembléia Indígena que ocorreu em 1974 em Diamantino-MG. Até 1990
aconteceram dezenas de outras assembléias pelo país com características próprias.
-A criação de entidades de apoio aos índios.
-A construção de alianças, não apenas com os outros povos indígenas, mas com todos
os setores populares, tem sido um dos fatores que têm marcado e dado visibilidade e
consistência aos movimentos e projetos indígenas.

Hoje existem mais de 150 organizações indígenas. Esse número começou a crescer a
partir da Constituição de 1988, dando ao índio poder legal de lutar por seus direitos. A
década de 80 foi marcada pela heterogeneidade. Mas até lá, os índios não tinham
autonomia e tinha que lutar para ter direitos iguais a todos e não serem tratados pelos
Estado de forma paternalista.

-O caso dos macuxi e wapixana, em Roraima que estão reconquistando seus territórios
tradicionais, exigindo a demarcação de terra contínua da área indígena Raposa-Serra do
Sol. Contra as violências contínuas, os índios têm respondido com inúmeras tentativas
de exigir, do Poder Executivo, o cumprimento da Constituição e, do Poder Judiciário,
justiça. Uma das maneiras de ação dos índios já realizadas foram a de derrubada
de rede de energia elétrica e interdição de pontes.

A educação dos índios pode ser dividida em quatro partes:


1 - Primeiramente no período de colonização eles eram educados pelos missionários.
Nessa primeira fase a intenção era aniquilar a diversidade indígena, de suas culturas,
utilizando apenas seus serviços de mão-de-obra.

2 - Depois veio o Serviço de Proteção aos Índios (SPI) em 1910, seguido da FUNAI
(1967). Entra em cena a preocupação com a diversidade lingüística e cultural dos povos
indígenas no país.Em 1973, o Estatuto do Índio — Lei 6001/73 tornou obrigatório o
ensino das línguas nativas nas escolas indígenas.

3 - Depois vieram as organizações não governamentais e a formação do movimento


indigenista organizado na década de 70. Caracteriza-se, então, pela formação de
projetos alternativos de educação escolar, com a participação de entidades de apoio à
causa indígena. Em Assembléias, os índios queriam que os filhos tivessem uma
educação, mas queriam que fossem ensinados valores indígenas para eles.

4 - Na década de 80 os próprios índios visavam definir e autogerir seus processos de


educação formal. o que define e delimita essa nova fase histórica é a questão da criação
e autogestão dos processos de educação escolar indígena. Uma educação escolar
sintonizada com os interesses, os direitos e as especificidades de povos e culturas
indígenas.
O Movimento dos Professores Indígenas do Amazonas, Roraima e Acre pretende
encontrar alternativas para uma mudança nos rumos da educação escolar, visando a
garantir que a cultura e os conhecimentos próprios sejam respeitados e valorizados.

Nesse sentido, o movimento vê a educação e a escola como algo que pode colaborar na
construção mais ampla do seu projeto de autonomia. Os índios utilizam as escolas
como estratégia de como instrumento de construção política de suas identidades atuais.

Após o II Encontro dos índios, em 1989, eles foram pessoalmente em Brasília e


entregaram suas reivindicações para os deputados e senadores.

*Noções de Cartografia

Orientação pelo sol


Ao meio dia, no hemisfério Norte o sol indicará Sul e no Hemisfério Sul indicará Norte.
6 horas solar após o H.N indicará Este e o H.S indicará Oeste.

PELA SOMBRA DE UMA VARA


De acordo com a sombra que esta projeta no solo assim se determinam os pontos
cardeais

Orientação por GPS (SISTEMA DE POSICIONAMENTO GLOBAL


O GPS é um sistema automático de orientação, de localização e navegação, em qualquer
local da Terra, sob quaisquer condições atmosféricas, através de satélites artificiais e
de receptores portáteis.

*Noções gerais geográficas

Os maiores países do mundo.


1.Rússia •17.075.400km
2. Canadá •9.970.610 km
3. China •9.536.499 km
4. Estados Unidos •9.372.614 km
5. Brasil •8.514.204 km

O Brasil é um país ocidental, situado na porção centro-oriental da América do Sul.

Roraima é o extremo norte e Rio Grande do Sul é o extremo Sul.

•O extremo norte é atravessado pela linha do Equador.


•O centro-sul é cortado pelo Trópico de Capricórnio.

O horário de verão no Brasil

•Sua função primordial é a economia de energia.


•Em geral estende-se de outubro a fevereiro.
•Na maioria dos estados das regiões Norte e Nordeste, mais próximas do Equador, o
horário de verão não tem sido adotado.