Вы находитесь на странице: 1из 20

Efésios 2: 8-9 Comentário

Efésios 2 Recursos
Atualizado: Qui, 03/29/2018 - 10:27 Por admin
ANTERIORPRÓXIMO
Efésios 2: 8 Porque pela graça sois salvos pela fé ; e que não de vocês , é o dom de Deus (NASB: Lockman )
Grego : te gar ch ariti este ( 2PPAI ) sesosmenoi ( RPPMPN ) dia pisteos; kai touto ouk ex humon theou para Doron;
Amplificado : Pois é pela livre graça (favor imerecido de Deus) que você é salvo (liberto do julgamento e feito
participante da salvação de Cristo) através da [sua] fé. E esta [salvação] não vem de vós (de vós mesmos, não vem
através de vossa própria luta), mas é dom de Deus; ( Bíblia Amplificada - Lockman )
NLT : Deus te salvou pelo seu favor especial quando você acreditou. E você não pode levar crédito por isso; é um
presente de Deus. ( NLT - Casa de Tyndale )
Phillips : Não foi nada que você conseguiu ou conseguiu - foi um presente de Deus para você. ( Phillips:
Touchstone )
Wuest : Porque pela graça você foi salvo no tempo passado completamente, através da fé, com o resultado que a
sua salvação persiste através do tempo presente; e esta [salvação] não vem de você como fonte; de Deus é o
presente, não de uma fonte de obras,
O Literal de Young : porque pela graça sois salvos, pela fé, e isto não de vós - de Deus, o dom,
Pela graça, você foi salvo através da fé: te gar chariti este (2PPAI) sesosmenoi (RPPMPN) dia pisteos :
 Ef 2: 5 ; Ro 3:24 ; 2: 1: 9
 Mc 16:16 ; Lc 7:50 ; Jo 3:14 , 15 , 16 , 17 , 18 , 36 ; 5:24 ; 6:27 , 28 , 29 , 35 , 40 ; Atos 13:39 ; Atos 15:
7 , 8 , 9 ; 16:31 ; Ro 3:22 , 23 , 24 , 25 , 26 ; 4: 5 , 16 ; 10: 9 ,10 ; Gál 3:14 , 22 ; 1Jo 5:10 , 11 , 12
 Efésios 2 Recursos - Múltiplos Sermões e Comentários
 Efésios 2: 8,9 Salvação pela Graça através da Fé Sozinha - Steven Cole
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - Guia de Estudo (veja o menu suspenso) - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10 Trocando a morte pela vida agonizante - John MacArthur
Por graça - literalmente "pela graça". A conjunção " for " (gar) é um termo de explicação que sempre nos pede
para pausar e ponderar! Ao desenvolver essa disciplina, você ficará surpreso com as percepções espirituais
aprimoradas que o Espírito lhe permitirá extrair da Palavra de Deus! Paulo agora explica a salvação graciosa de
Deus, especificamente que esta salvação tão grande é derivada da graça de Deus e não de forma alguma emana de
esforços humanos.
Salmond observa que Paulo está dizendo "por esta graça, a graça já mencionada. A graça é a explicação de sua
própria salvação, e quão extraordinariamente rica a graça deve ser que possa efetuar isso!" ( Efésios 2: 8-10
Comentário - O Testamento Grego do Expositor )
Spurgeon - Temos esta expressão " pela graça sois salvos " duas vezes neste capítulo. Paulo sabia que ele precisava
se repetir, ou as pessoas esqueceriam o que ele ensinava. No fundo, todas as peregrinações da fé nos dias atuais
equivalem a isso, salvação pelas obras em vez de salvação pela graça. A batalha da Reforma tem que ser travada
novamente. Os homens são justificados pela graça pela fé em Cristo Jesus. Toda a inimizade dos homens naturais é
contra essa verdade. Eles querem ser salvos por sua própria moralidade, e todo tipo de coisas que eles colocam em
vez da salvação pela graça através da fé em nosso Senhor Jesus Cristo. E isto não vem de vós: é uma dádiva de
Deus: não das obras, para que ninguém se glorie."Oh!" disse um para mim agora mesmo, "o homem que é salvo
por sua própria justiça não pode fazer muito na linha de louvor." "Não, meu querido irmão", respondi, "exceto que
ele se elogia; e ele geralmente consegue fazer isso muito bem". Seu self-made man geralmente adora seu criador
com muita sinceridade; e o seu homem que se salvou glorifica aquele que o salvou. ( Exposição )
Graça (5485) ( charis ) é o favor generoso de Deus para os pecadores indignos e os santos necessitados. A graça é a
graça gratuita e imerecida de Deus. A graça nos choca com o que oferece (ou pelo menos deveria nos "chocar"
quando percebemos a importância da graça em nossas vidas). A graça de Deus é a expressão da bondade de Deus
para com os indignos. Na salvação, os homens quemerecem o inferno obtêm o céupor causa da graça que flui da
cruz (1Coríntios 1:18). Esta provisão do céu em vez do inferno não pode ser explicada à parte dolivre,
emboraonerosagraça. Graça é um presente que custa tudo para o Doador e nada para o receptor (Incrível Graça!) É
dado àqueles que não o merecem, mal o reconhecem, e dificilmente o apreciam. Paulo está ensinando nesta
passagem que toda conversão é um exemplo sobrenatural vivo da graça sobrenatural de Deus! Aleluia!
Blaise Pascal vai colocá-lo no contexto adequado
Para tornar um homem um santo, a graça é absolutamente necessária e quem duvida, não sabe o que é um santo
ou o que um homem é.
E é importante entender que os homens, tanto no Antigo como no Novo Testamento, sempre foram salvos da
mesma maneira, pela graça através da fé. Deus não tem duas maneiras de salvar os pecadores, um guardando a lei
e o outro pela graça, mas sempre e sempre pela maravilhosa graça que salvou um infeliz como eu. A primeira
menção de "graça" é encontrada em Gênesis, onde Moisés registra que
Noé achou favor (graça = charis na LXX ) aos olhos do SENHOR. ( Gênesis 6: 8 )
O escritor de Hebreus acrescenta os detalhes sobre a salvação de Noé escrevendo que…
Pela fé Noé, sendo advertido por Deus sobre as coisas ainda não vistas, em reverência preparou uma arca para a
salvação de sua família, pela qual ele condenou o mundo, e se tornou um herdeiro da justiça (quando alguém é
justificado pela fé no NT eles são declarados justos, a justiça de Cristo sendo imputada ou colocada em sua "conta
espiritual") que é de acordo com a fé. (veja nota Hebreus 11: 7 )
Escrevendo sobre a salvação de Abraão, Moisés diz que…
Abraão acreditava que (heb = aman era firme, fala de estabilidade e confiança, significa receber algo como
verdadeiro e seguro [Veja o estudo da palavra relacionada amém ]; Lxx = pisteuo ) Deus e isto foi contado (Heb =
chashab = imputar, considerar, um termo contábil, quase paralelo a uma escrituração de transferência de um item
elegível de uma coluna para outra como em Lv 25:27 , 50 , 52 , 27:18 ; logizomai = colocado em sua conta espiritual
por assim dizer) a ele como justiça ( Gênesis 15: 6 )
A graça é a base última da salvação, Paulo registrando que Deus
nos salvou e nos chamou com um santo chamado, não de acordo com nossas obras, mas de acordo com Seu
próprio propósito e graça que nos foi concedido em Cristo Jesus desde toda a eternidade ”(veja nota 2 Timóteo 1:
9 ).
Aqui vemos uma distinção clara entre a graça de Deus e as obras do homem . Toda essa graça nos foi dada em
Jesus Cristo. Nós não poderíamos ganhá-lo; nós não merecemos isso. Essa é a graça de Deus !
A graça de Deus é imerecida, inoportuna e inesgotável (exceto que ela é disponibilizada pelo precioso sangue do
Cordeiro de Deus, At 20:28 , Re 5: 9 - note ; 1Pe 1:18 , 19 - 1 Pedro 1 : 18). O preço infinitamente alto da redenção
foi pago pela graça de nosso Senhor Jesus Cristo,que apesar de Ele ser rico, ainda por sua causa Ele se tornou
pobre (Sua encarnação), para que você através da Sua pobreza se torne rico (riquezas espirituais que Jesus dá a
todos os que confiam nEle - cp Col 2: 3 - nota ). ( 2 Cor 8: 9 )
Assim, as riquezas da nossa salvação (chamada, eleição, justificação, santificação, glorificação - ver Três Tempos da
Salvação ) foram todas possíveis graças ao "empobrecimento" de Cristo que se tornou um homem, sofreu e morreu
cruelmente na cruz, a graça poderia ser dispensada ( Ef 1: 7 , 8 - nota ) àqueles que foram separados de Deus pelo
seu pecado (cfr Isa 59: 2 , Pr 15:29 ). Quando percebemos o que custou a Deus manifestar graça , que nos ajuda a
perceber a maldade extrema do nosso pecado e do estado indigno de toda a humanidade ( Romanos 5:12 -
nota). Que incrível paradoxo divino - a graça era imensamente cara para Deus expressar e ainda é
incondicionalmente livre para todos os homens. A graça é o favor de Deus oferecido gratuitamente, mas
exageradamente expresso!
A graça começa com Deus, continua com Deus e termina com Deus. Tudo o que fazemos é em resposta ao que
Deus primeiro fez por nós. Segue-se que, mesmo após a salvação pela graça através da fé, permanecemos para
sempre devedores e dependentes da graça suficiente de Deus ( 2Co 9: 8 , 2Cor 12,9 - nota ).
Muitas pessoas temem ensinar os pecadores sobre a graça de Deus porque acham que isso leva a uma atitude de
"quem se importa". "Estou salvo e perdoado, então agora posso viver como as pessoas do mundo." ( Jude 1: 4 )
Mas qualquer um que transforma a graça de Deus em uma desculpa para justificar seu estilo de vida pecaminoso
mostra que eles nunca entenderam a graça de Deus em primeiro lugar. A graça de Deus nos salva e nos liberta do
poder do pecado, de modo que, por amor, procuramos obedecer, e isso também é permitido pela graça.
Charles Haddon Spurgeon - “Porque Deus é misericordioso, portanto os homens pecadores são perdoados,
convertidos, purificados e salvos. Não é por causa de qualquer coisa neles, ou que possa existir neles, que eles
sejam salvos; mas por causa do amor ilimitado, bondade, piedade, compaixão, misericórdia e graça de Deus. ”(de"
All of Grace ")
Wuest descreve " graça"-" Em seu uso entre os gregos pagãos, referiu-se a um favor feito por um grego a outro,
pela pura generosidade de seu coração, e sem esperança de recompensa. Quando é usado no Novo Testamento,
refere-se àquele favor que Deus fez no Calvário quando Ele desceu do Seu trono de julgamento para tomar sobre Si
a culpa e a penalidade do pecado humano. No caso do grego, o favor foi feito para um amigo, nunca um
inimigo. No caso de Deus, era um inimigo, o pecador, amargurado em seu ódio por Deus, para quem o favor era
feito. Deus não tem cordas amarradas à salvação que Ele buscou para o homem na cruz. A salvação é dada ao
pecador crente pela pura generosidade do coração de Deus. A palavra grega referia-se a uma ação que estava além
do curso normal do que se poderia esperar e, portanto, era louvável.
O Poder da Graça - Lord Kenneth Clark, conhecido internacionalmente por sua série de televisão Civilization, viveu
e morreu sem fé em Jesus Cristo. Ele admitiu em sua autobiografia que, ao visitar uma bela igreja, ele tinha o que
acreditava ser uma experiência religiosa esmagadora. "Todo o meu ser", escreveu Clark, "foi irradiado por uma
espécie de alegria celestial muito mais intensa do que qualquer coisa que eu já tivesse conhecido antes". Mas a
"tristeza da graça", como ele descreveu, criou um problema. Se ele se permitisse ser influenciado por ele, ele sabia
que teria que mudar, sua família poderia pensar que ele tinha perdido a cabeça, e talvez aquela alegria intensa
provasse ser uma ilusão. Então ele concluiu: "Eu estava profundamente enraizado no mundo para mudar de
rumo". (Nosso Pão Diário, 15 de fevereiro de 1994)
Vance Havner disse uma vez que alguém soletrou "graça" como ...
G representa G ift, o princípio da graça.
R [representa] para R edemption, o propósito da graça.
A [significa] para A cesso, o privilégio de graça.
C [stands] para C haracter, o produto da graça.
E [significa] para E terna vida, a perspectiva de graça.
RECURSOS RELACIONADOS
 Qual é a definição de graça?
 O que significa ser salvo pela graça?
 O que é graça barata?
 O que significa que a salvação é pela graça através da fé?
 O que significa crescer em graça?
Foram salvos (4982) ( sozo [word study] ) transmite o significado básico de resgatar alguém que está em grande
perigo ou perigo. Outras nuances dosozoincluem proteger, manter vivo, preservar a vida, libertar, curar, ser
curado.
Sozo está no tempo perfeito ( Ef 2: 5 - nota ) que ressalta a permanência de nossa salvação (uma
vez verdadeiramente salva, sempre totalmente salva) e assim servindo como outro marcador pequeno mas
definido da segurança eterna do crente em Cristo (cp Jo 10 : 27 , 28, 29 ). Se você está lutando para saber se pode
ou não perder sua salvação, então, estude a carta de Paulo aos Efésios e medie as verdades que firmam
firmemente a doutrina da segurança eterna do crente em Cristo.. Essa verdade pode libertá-lo para que você seja
realmente livre ( João 8:36 ). Lembre-se de que o tempo perfeito transmite os resultados contínuos de ser salvo!
A Bíblia de Estudo do Crente escreve que…
O sentido completo da expressão " você foi salvo " é difícil de capturar em inglês. O tempo perfeito grego enfatiza
a ação iniciada no passado, cujos efeitos continuam no presente e além. Portanto, a salvação tem um momento de
iniciação no passado, mas os resultados dessa experiência primária continuam ( Ed : Veja Três Tempos de
Salvação ). Esta é outra evidência da permanência de nossa salvação, uma doutrina que é chamada de “segurança
eterna do crente”. ( Criswell, W A. Crença de Estudo de Believer: Nova Versão do Rei James. 1991. Thomas Nelson )
Comentando sobre o significado do tempo dos dois verbos " been " ( tempo presente ) e " saved " ( tempo
perfeito ) Kenneth Wuest escreve ...
Não contente com os detalhes oferecidos pelo tempo perfeito, Paulo usa uma construção perifrástica ( nota de Ed :
uma perífrase é o uso de um fraseado mais longo no lugar de uma possível forma mais curta de expressão = uma
maneira indireta de expressar alguma coisa. significa o uso de um verbo em qualquer tempo mas aoristo em
combinação com o verbo eimi = ser como o verbo auxiliar) consistindo no particípio no tempo perfeito e no verbo
estar no tempo presente. O tempo perfeito fala da existência de resultados acabados no tempo presente,
enquanto Paulo queria expressar a persistência de resultados acabados através do tempo presente. Então, ele
empresta o aspecto durativo do verbo do presente para dar persistência aos resultados existentes. A tradução
expandida diz: “Pela graça você foi salvo completamente com o resultado de que você está em um estado de
salvação que persiste através do tempo presente. O tempo presente neste caso é sempre o momento em que o
leitor lê sua declaração. A segurança do crente não poderia ter sido expressa em termos mais fortes. ( Wuest,
Kenneth - O uso prático do Novo Testamento grego - Parte II: A eloqüência dos tempos e tempos gregos -
Bibliotheca Sacra: Volume 117. Página 142 )
A maioria dos usos do Sozo pelo NT se refere à salvação em um sentido espiritual, conforme ilustrado nas
seguintes passagens:
Mateus registrou a conversa do anjo com Joseph declarando
Ela (Maria) dará um filho; e você deve chamar o seu nome Jesus, pois é ele quem vai salvar (sozo) o seu povo dos
seus pecados. ( Mt 1:21 )
Aqui, sozo é equiparado à libertação dos pecados (culpa e poder), com o nome de Jesus sendo uma transliteração
de Josué, que significa "Jeová é a salvação".
Jesus advertiu seus discípulos
E você será odiado por todos por causa do Meu nome, mas é aquele que suportou até o fim quem
será salvo (sozo). ( Mt 10:22 , cf Mt 24:13 )
Comentário : Note que não é a resistência de alguém [esforço próprio ou trabalhos] que salva. A perseverança
dessa pessoa é o efeito não a causa da salvação, de modo que a salvação genuína capacita a pessoa a suportar.
Jesus estava ensinando seus discípulos sobre a salvação e declarou
"É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus". E quando os
discípulos ouviram isso, ficaram muito admirados e disseram: "Então, quem pode ser salvo ?" ( Mt 19:24 , 25 )
Comentário : Aqui ele equiparou a entrada no reino de Deus ao ser salvo.
Ao explicar aos seus discípulos e às multidões o que significava vir após Ele, negando a si mesmo, tomando a sua
cruz e seguindo-O, Jesus declarou que
"quem quiser salvar (referindo-se à vida física de alguém) sua vida a perderá (eternamente); mas quem perde a
vida por minha causa e pelo evangelho salvará(espiritualmente) (eternamente)". ( Mc 8:34 )
Jesus falando para um
"mulher da cidade que era pecadora" ( Lc 7,37 ) "disse-lhe" "Os teus pecados foram perdoados" ( Lc 7,48 ) e depois
"Sua fé salvou (sozo) você; vá em paz." ( Lc 7:50 )
Nestas passagens, Jesus equipara o sozo ao perdão dos pecados, à confissão de fé e à paz!
Numa parábola explicando o papel da Palavra de Deus e o caráter do "solo" na salvação, Jesus ensinou que
aqueles (pessoas) ao lado da estrada são aqueles que ouviram (a semente, a Palavra, o Evangelho); então o diabo
vem (o evangelho de Marcos acrescenta "imediatamente", "imediatamente") e tira ( tempo presente -
continuamente) a palavra do seu coração, para que eles não creiam e sejam salvos "( Lc 8:12 ).
Observe que alguém não pode ser salvo a menos que ele acredite que a palavra e que apenas ouvir (e até
concordar com a veracidade) da palavra não resulte em salvação.
Jesus dirigindo-se ao arrependido Zaqueu, declarando que todos devem ouvir
Hoje a salvação chegou a esta casa, porque ele também é filho de Abraão (que pela fé foi reconhecido como a
justiça Ge 15: 6 ). Pois o Filho do Homem veio buscar e salvar o que estava perdido (esta palavra não fala de
aniquilação como alguns falsamente ensinam, mas de eterna ruína, destituição e morte espiritual) "( Lc 19: 9, 10 ).
Jesus ensinou isso
Deus não enviou o Filho ao mundo para julgar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele. "( Jo 3:17 )
Comentário : Um é salvo (somente) ao entrar "através de Cristo", como Ele amplificou mais tarde explicando: "Eu
sou a porta; se alguém entrar por Mim, ele será salvo e entrará e sairá e encontrará pastagem." ( Jo 10:10 )
Pedro explicou à sua audiência judaica como alguém poderia evitar o aterrorizante e terrível Dia da ira do
SENHOR , citando Joel 2:32 e declarando
"Todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo ." ( Atos 2:21 )
Peter mais tarde deixou muito claro que
"não há salvação em nenhum (absoluto negativo - não há cláusulas de exceção) um outro; porque não há outro
nome (Jesus) sob o céu que tenha sido dado entre os homens, pelo qual devemos ser salvos ". ( Atos 4:12 )
O carcereiro filipense resumiu a salvação espiritual pedindo a Paulo e Silas
"Senhores, o que devo fazer para ser salvo ?" Responderam eles: Crê no Senhor Jesus e serás salvo , tu e a tua
casa. ( Atos 16:31 )
ATRAVÉS DA

Através de ( 1223 ) ( dia ) in é uma preposição que serve como marcador pelo qual algo é realizado. Paulo está
descrevendo a instrumentalidade de nossa fé. A ideia é "por meio de" fé. A fé é o "canal" através do qual a salvação
flui para os pecadores. É o instrumento ou meio.
Harold Hoehner - Considerando que a graça é a causa objetiva ou base da salvação, através da fé é o meio
subjetivo pelo qual alguém é salvo. Isso é importante, pois a salvação que foi adquirida pela morte de Cristo é
universal em sua provisão, mas não é universal em sua aplicação. Ninguém é salvo automaticamente porque Cristo
morreu, mas um é salvo quando se confia na disposição graciosa de Deus. Calvino afirma que uma pessoa deve
receber pela fé a salvação que lhe é oferecida pela mão de Deus. Uma boa ilustração disso é a vida de Abraham
pelo qual sua fé (e Pistis autos) foi contada como justiça ( Ro 4: 5 - nota). Repare que foi a fé (autou) de Abraão que
lhe deu uma posição correta. No entanto, a fé nunca é pensada como uma obra, pois o verso precedente ( Ro 4: 4 -
nota ) declara explicitamente que se os justos diante de Deus fossem obtidos pelas obras, não seria de acordo com
a graça, mas de acordo com a obrigação. Ro 4: 5 - nota continua dizendo que é para aqueles que não trabalham,
mas acreditam naquele que justifica o ímpio que sua fé lhes atribui uma posição correta. Isto é confirmado no
presente contexto em Efésios, para seguir a afirmação acima, Paulo reforça a idéia de que esta salvação não foi por
meio de qualquer tipo de obras feitas por humanos, mas somente pela fé ”.Efésios - um comentário exegético )
DF Salmond acrescenta que…
Paulo nunca diz dia dez pistis , como se a fé fosse o fundamento ou a causa da salvação. É a graça (chariti),
também, não a fé explicativa (pisteos) que tem o primeiro lugar nos pensamentos de Paulo aqui ”( Efésios 2: 8-10
Comentário - O Testamento Grego do Expositor )
Agostinho colocou o significado da necessidade do homem de expressar a fé dessa maneira…
"Quem te criou sem você não o salvará sem você."
Comentário : Dr. Johnson explica que "o que ele quis dizer no contexto era que nossa parte na salvação, que não
deve ser confundida por ser feita de obras, é simplesmente receber a salvação pela fé. Nós acreditamos, Deus não
acredita Nós acreditamos, mas essa resposta, diz Agostinho, é algo criado em nós por Deus, nós acreditamos, pela
graça somos salvos através da instrumentalidade da fé - Seu Poder, Nossa Salvação.
Wuest observa que…
As palavras “ pela fé ” falam do instrumento ou meio pelo qual o pecador se vale dessa salvação que Deus lhe
oferece em pura graça. Expositores diz: “Paulo nunca diz 'através da fé', como se a fé fosse o fundamento ou a
causa da salvação”. Alford diz: “(A salvação) foi efetuada pela graça e apreendida pela fé”.
Através de (por) fé ( dia pistis ) = os meios de fé, aqui significando os meios subjetivos pelos quais alguém é salvo -
Esta frase é usada 17x no NT (isso faz um estudo interessante) - Ro 3:22 ; Ro 3:25 , Ro 3: 30-31 , 2Cor 5: 7 ; Gl
2:16 ; Gl 3:14 , Gl 3:26 , Ef 2: 8 ; Ef 3:12 , Ef 3:17, Fp 3: 9 ; Cl 2:12 , 2Ti 3:15 ; Hb 6:12 ; 11:33 ; 1Pet 1: 5. Além de crer
no Evangelho de Jesus Cristo, não pode haver fé salvadora (cf. Ro 10, 13-17 ).
A graça é mencionada primeiro no grego para ênfase.
Fé ( 4102 ) ( pistis [palavra estudo] ) é sinônimo de confiança, confiança ou crença e é a convicção da verdade de
qualquer coisa, mas na Escritura geralmente fala de crença respeitando o relacionamento do homem com Deus e
coisas divinas, geralmente com a idéia incluída de confiança e fervor santo nascido da fé e unido a ele. Note que
a fé em si não é vista como um "trabalho" positivo ou realização do pecador crente. Dos 243 usos do NT de pistis,
142 são pelo apóstolo Paulo, com 8 usos em Efésios ( Ef 1:15 ; 2: 8 ; 3:12 , 17 ;4: 5 , 13 ; 6:16 , 23). Uma simples
ilustração do significado de pistis é considerar uma cadeira na qual se senta. Confiamos na cadeira de apoio porque
é confiável e, por isso, sentamos na cadeira. Mesmo que nossa sessão seja dinâmica, não estática, nossa fé é
dinâmica, não estática. Confiamos continuamente na graciosa salvação de Deus, diariamente (mesmo a cada
momento), confiando no que Deus realizou em Seu Filho na Cruz, 2000 anos atrás. Por quê? Porque Deus é
confiável (confiável). Nós não trabalhamos para nos sustentar na cadeira, e similarmente nós não trabalhamos para
obter a salvação inicialmente ou diariamente!
Você está salvo e ainda se encontra espiritualmente exausto e / ou frustrado? Talvez você tenha caído na sutil
armadilha de trabalhar pela sua salvação diária. Você sabe que você não poderia ter se salvado inicialmente, mas
de alguma forma você lentamente sucumbiu à tendência legalista de que você tem que fazer algo para merecer a
graça salvadora de Deus hoje. Se isso descreve sua vida cristã em qualquer grau, então pare e pondere as preciosas
palavras de Jesus em Mt 11: 28-30 - note .
Aqui está uma linha muito interessante da Declaração de Fé em um Colégio Cristão ...
Acreditamos que a salvação é pela graça - mais nada e menos nada.
Thomas Chalmers disse isso dessa maneira ...
A fé é como a mão do mendigo que aceita o presente, sem acrescentar nada a ele.
Alguém ofereceu a seguinte fé definidora do acróstico como…
F orsaking
Tudo o que
eu
tomo
dele
Aqui estão algumas variações deste acróstico - Para
Um ll TI ake H im. F ou A ll TI ferrugem H im. F ou uma ll IT Hank H im. F ou A ll My Need IT enferruja H im.
É humilhante admitir que não podemos fazer nada para ganhar nossa libertação da dominação pelo pecado. Mas
sempre que acrescentamos algo à graça, subtraímos seu significado. A graça deve ser livre ou então não é graça
alguma. Graça grátis? Claro. Que outro tipo poderia haver? Como alguém disse bem: "A fé é para a alma o que é
uma mola principal para um relógio ".
Jerry Bridges tem uma "definição" similar que descreve a fé como…
tanto uma renúncia quanto uma confiança . Primeiro, devemos renunciar a qualquer confiança em nosso próprio
desempenho como base de nossa aceitação diante de Deus. Confiamos em nosso próprio desempenho quando
acreditamos que conquistamos a aceitação de Deus por nossas boas obras. Mas também confiamos em nosso
próprio desempenho quando acreditamos que perdemos a aceitação de Deus pelas nossas más obras - pelo nosso
pecado. Portanto, devemos renunciar a qualquer consideração de nossas más obras ou de nossas boas obras como
meio de nos relacionarmos com Deus. Em segundo lugar, devemos confiar inteiramente na perfeita obediência e na
morte pecaminosa de Cristo como a única base de nossa posição diante de Deus - em nossos melhores dias, assim
como em nosso pior. (Os Bookends da vida cristã)
A graça é a fonte, a fé é o meio e a salvação é o resultado. Ou você pode dizer que a Graça é o reservatório, a fé é o
canal, e a salvação é a corrente que lava o meu pecado.
Como a fé se relaciona com Cristo, representa uma forte e bem-vinda convicção ou crença de que Jesus é o
Messias, através do qual obtemos a salvação eterna e a entrada no Reino dos Céus. Dito de outro modo, a salvação
eterna vem somente através da crença em Jesus Cristo e de nenhuma outra maneira.
A graça de Deus é a fonte da salvação; a fé é o instrumento ou canal, não a causa. Só Deus salva. A salvação nunca
se origina nos esforços das pessoas, mas sempre surge da bondade amorosa de Deus.
Lutero na fé
Deus cria a fé no coração humano da mesma forma que criou o mundo. Ele não encontrou nada e criou alguma
coisa.
Tenha cuidado para distinguir vários mal-entendidos comuns relativos à fé. Fé não é um sentimento subjetivo. Os
sentimentos verdadeiros podem ser emotivos na fé genuína, mas nem todas as emoções atestam a presença da fé
salvadora. A fé bíblica não é credulidade ou a atitude que aceita algo tão verdadeiro à parte da evidência
simplesmente porque se deseja que seja verdade. A fé bíblica não é uma atitude mental positiva, resultado do qual
a coisa acreditava que deveria acontecer. Esta fé falsa (não-salvadora) foi popularizada por Norman Vincent Peale
em um livro intitulado "O Poder do Pensamento Positivo". John Stott analisou a abordagem de Peale e resume-a
como apenas mais uma palavra para "autoconfiança".
S Lewis Johnson escreve isso para…
Acredite é nossa responsabilidade. Existe responsabilidade humana. Somos responsáveis por acreditar. E mesmo
que seja o dom de Deus, somos responsáveis por acreditar. E assim eu convido a você, creia no Senhor Jesus Cristo,
e você será salvo se você não for. ( Efésios 2: 1-10 Seu poder e nossa salvação )
Os reformadores protestantes enfatizaram que a fé genuína trabalha declarando…
Sola fide justificat sid não deixa qua est sola
“Somente a fé justifica, mas não a fé que está sozinha”
A verdadeira fé será publicada em boas obras. Agora não necessariamente visto por você ou por mim, mas deve
haver boas obras.
Constable explica " pela fé " escrevendo que ...
O instrumento pelo qual recebemos a salvação é a fé (isto é, confiança em Cristo). A fé não é um ato ou trabalho
que mereça com Deus que Ele recompense com a salvação. Quando uma pessoa estende a mão para dar um
presente que alguém oferece, ela não está fazendo nada para merecer esse presente. O doador recebe crédito pelo
presente, não pelo receptor. Da mesma forma, a fé não é um trabalho meritório. ( Notas expositivas de Efésios )
Wayne Grudem define a fé que salva a alma ...
A fé salvadora é a confiança em Jesus Cristo como pessoa viva para o perdão dos pecados e para a vida eterna com
Deus. Esta definição enfatiza que a fé salvadora não é apenas uma crença em fatos, mas a confiança pessoal em
Jesus para me salvar… Porque a fé salvadora nas Escrituras envolve essa confiança pessoal, a palavra “confiança” é
uma palavra melhor para usar na cultura contemporânea do que a palavra “ fé ”ou“ crença ”. A razão é que
podemos“ acreditar ”que algo seja verdadeiro sem nenhum compromisso ou dependência pessoal envolvido…
As Escrituras nunca dizem que somos justificados por causa da bondade inerente de nossa fé, como se nossa fé
tivesse mérito diante de Deus. Nunca nos permite pensar que a nossa fé em si mesma favorece a Deus. Em vez
disso, a Escritura diz que somos justificados “por meio de” nossa fé, entendendo a fé como o instrumento pelo qual
a justificação nos é dada, mas de modo algum uma atividade que nos mereça mérito ou favorecimento com
Deus. Pelo contrário, somos justificados apenas por causa dos méritos da obra de Cristo ( Ro 5:17 , 18 , 19 ).
( Grudem, WA Systematic Theology: Uma Introdução à Doutrina Bíblica Zondervan ) (Bolding adicionado)
Wuest explica que…
Quando ( pistis e relacionado o verbo pisteuo relacionado ) se referem à fé que um pecador perdido deve colocar
no Senhor Jesus para ser salvo, eles incluem as seguintes idéias:
o ato de considerar o Senhor Jesus digno de confiança quanto a Seu caráter e motivos
o ato de colocar confiança em Sua capacidade de fazer exatamente o que Ele diz que fará
o ato de confiar a salvação de sua alma nas mãos do Senhor Jesus
o ato de cometer o trabalho de salvar sua alma aos cuidados do Senhor.
Isso significa uma tomada definitiva de si mesmo e manter-se confiado ao Senhor Jesus. (Ibid)
William Barclay observa que…
A fé começa com receptividade. Tudo começa quando um homem está, pelo menos, disposto a ouvir a mensagem
da verdade. Continua a assentimento mental. Um homem primeiro ouve e concorda que isso é verdade. Mas o
consentimento mental não precisa ser emitido em ação. Muitos homens sabem muito bem que algo é verdade,
mas não muda suas ações para alcançar esse conhecimento. O estágio final é quando esse assentimento mental se
torna uma rendição total. Na fé de pleno direito, um homem ouve a mensagem cristã, concorda que é verdade, e
então se lança sobre ela em uma vida de total submissão. ( Barclay, W: The Daily Study Bible Series, Rev. ed.
Filadélfia: The Westminster Press )
Charles Swindoll explica a crença genuína em escrever…
Minha ilustração favorita do que significa acreditar é a história real de Ann Seward, residente de Portland,
Oregon. Ela foi convidada a costar com o artista Philippe Petit na inauguração do Portland Center for the
Performing Arts. Intrigada com a oportunidade, ela respondeu: "Eu gostaria de conhecer esse homem e ver se
confio nele". Seu palco seria em um fio de vinte e um metros entre o novo prédio do teatro e o Arlene Schnitzer
Concert Hall. Em 31 de agosto de 1987, o Seward de noventa e um quilos colocou sua vida nas mãos do artista e foi
carregado de costas enquanto se apresentava no alto da rua. (de Chris Myers, “ Encontro de Chances Levou a um
Verdadeiramente Alto Tempo,”Oregonian, 3 de setembro de 1987. Ela disse que seu desempenho teve uma lição
para aqueles que testemunharam isso. "Eu acho que uma das coisas mais bonitas sobre o desempenho foi que foi
preciso muita confiança - confiança absoluta - para fazer isso", disse ela. "Eu acho que no mundo isso é uma
questão muito profunda ... Aqui está - estou colocando minha vida nas mãos de outra pessoa e confiando em toda
a multidão para não fazer nada para distraí-lo."
Muitos daqueles que testemunharam a performance “ acreditaram ” que Petit poderia completar com sucesso a
performance com alguém nas costas. Mas sua crença era meramente intelectual e não apresentava a confiança
absoluta e o comprometimento total exibido por Ann Seward. Ela expressou sua crença colocando sua própria vida
nas mãos do artista. Este é o tipo de “crença” referida nas palavras de Paulo: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo”
( Atos 16:31 ). Essa crença não é meramente conhecimento da cabeça; é a resposta de um coração para a pessoa
de Cristo dizendo: “Confio na tua obra redentora para me livrar do pecado e levar-me em segurança ao
céu”.Swindoll, CR, & Zuck, RB Entendendo a Teologia Cristã .: Thomas Nelson Publishers ) (Bolding adicionado)
A fé está confiando no que Deus fez, e não nos próprios esforços. No Antigo Testamento, a fé raramente é
mencionada. A palavra confiança é usada com frequência, e verbos como acreditar e confiar são usados para
expressar a atitude correta para com Deus. O exemplo clássico é Abraão, cuja fé foi reconhecida como justiça ( Gên
15: 6 ). No coração da mensagem cristã está a história da cruz: Cristo está morrendo para trazer salvação. Fé é uma
atitude de confiança na qual um crente recebe o bom presente de salvação de Deus ( Atos 16:30 , 31 ) e vive nessa
consciência depois disso ( Gál 2:20 - nota; cf. Hb 11: 1 - nota ).
A fé , como a graça, não é estática. A fé salvadora é mais do que apenas entender os fatos e aquiescer
mentalmente. É inseparável do arrependimento, da rendição e do anseio sobrenatural de obedecer. Nenhuma
dessas respostas pode ser classificada exclusivamente como um trabalho humano, assim como acreditar em si
mesmo é apenas um esforço humano.
A fé é manifestada por não acreditar, apesar das evidências, mas obedecendo, apesar das conseqüências. João usa
o verbo pisteuo para demonstrar a relação entre fé genuína e escrita de obediência…
"Aquele que crê (o tempo presente = contínuo) no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não obedecer ao Filho
não verá a vida, mas a ira de Deus permanece nele." ( João 3:36 )
Charles Swindoll comentando sobre a relação entre fé e obediência em João 3:36 conclui que…
Em João 3:36, aquele que “crê no Filho tem a vida eterna” como uma possessão presente. Mas aquele que "não
obedecer ao Filho não verá a vida". Não acreditar em Cristo é desobedecê- lo. E logicamente, acreditar em Cristo
é obedecê- lo. Como já observei em outro lugar,
“Este versículo indica claramente que a crença não é uma questão de opinião passiva, mas de ação decisiva e
obediente.” (Citando J. Carl Laney)…
Tragicamente muitas pessoas estão convencidas de que realmente não importa o que você acredita, desde que
você seja sincero. Isso me lembra um desenho animado do Peanuts no qual Charlie Brown está voltando de um
jogo de beisebol desastroso. A legenda é lida
“174 para nada! Como poderíamos perder quando éramos tão sinceros?
A realidade é, Charlie Brown, que é preciso mais do que sinceridade para vencer o jogo da vida. Muitas pessoas são
sinceras sobre suas crenças, mas estão sinceramente erradas! "( Swindoll, CR & Zuck, RB Entendendo a Teologia
Cristã: Thomas Nelson Publishers ) (Bolding adicionou)
AW Tozer concordaria em afirmar que…
A verdadeira fé nos compromete com a obediência.
Quando o missionário John Paton estava traduzindo as Escrituras para os ilhéus do Mar do Sul, ele foi incapaz de
encontrar uma palavra em seu vocabulário para o conceito de acreditar, confiar ou ter fé. Ele não tinha ideia de
como ele iria transmitir isso a eles. Um dia, enquanto ele estava em sua cabana traduzindo, um nativo subiu
correndo as escadas para o escritório de Paton e sentou-se numa cadeira, exausto. Ele disse para Paton,
"É tão bom descansar todo o meu peso nesta cadeira."
John Paton teve a sua palavra: a fé repousa todo o seu peso em Deus. Essa palavra foi para a tradução do Novo
Testamento e ajudou a trazer essa civilização dos nativos para Cristo. Acreditar é colocar todo o seu peso em
Deus. Se Deus disse isso, então é verdade, e nós acreditamos nisso.
Nada antes, nada para trás,
Os passos da fé
Caem no aparente vazio, e encontram
A rocha abaixo - Whittier

ILUSTRAÇÕES
Salvação - Em 1981, uma estação de rádio de Minnesota relatou uma história sobre um carro roubado na
Califórnia. A polícia estava realizando uma intensa busca pelo veículo e pelo motorista, até mesmo ao ponto de
colocar anúncios nas estações de rádio locais para contatar o ladrão. No banco da frente do carro roubado havia
uma caixa de biscoitos que, desconhecidos do ladrão, estavam envoltos em veneno. O dono do carro pretendia
usar as bolachas como isca de rato. Agora a polícia e o dono da VW Bug estavam mais interessados em apreender o
ladrão para salvar sua vida do que recuperar o carro. Muitas vezes, quando fugimos de Deus, sentimos que é para
escapar de sua punição. Mas o que estamos realmente fazendo é iludir Seu resgate.

Fé na Fonte Correta - In April 1988 the evening news reported on a photographer who was a skydiver. He had
jumped from a plane along with numerous other skydivers and filmed the group as they fell and opened their
parachutes. On the film shown on the telecast, as the final skydiver opened his chute, the picture went berserk. The
announcer reported that the cameraman had fallen to his death, having jumped out of the plane without his
parachute. It wasn't until he reached for the absent ripcord that he realized he was freefalling without a parachute.
Until that point, the jump probably seemed exciting and fun. But tragically, he had acted with thoughtless haste
and deadly foolishness. Nothing could save him, for his faith was in a parachute never buckled on. Faith in anything
but an all-sufficient God can be just as tragic spiritually. Only with faith in Jesus Christ dare we step into the
dangerous excitement of life.

Salvo pela fé - Em 1830, George Wilson foi condenado por roubar o correio dos EUA e foi condenado a ser
enforcado. O presidente Andrew Jackson emitiu um perdão para Wilson, mas ele se recusou a aceitá-lo. O assunto
foi para o chefe de justiça Marshall, que concluiu que Wilson teria que ser executado. "Um perdão é um pedaço de
papel", escreveu Marshall, "cujo valor é determinado pela aceitação da pessoa a ser perdoada. Se for recusado,
não há perdão. George Wilson deve ser enforcado". Para alguns, o perdão chega tarde demais. Para outros, o
perdão não é aceito.

Jim Peterson (em Living Proof, NavPress, 1989, p. 170) ilustra a fé que salva a alma, notando que…
Três elementos da personalidade estão envolvidos na decisão de se tornar um cristão, ou em tomar qualquer
decisão significativa para esse assunto. Eles são as emoções, o intelecto e a vontade.
Por exemplo, um rapaz conhece uma moça. Eles são imediatamente atraídos um pelo outro. Ambos dizem para si
mesmos: "Agora há alguém com quem gostaria de casar". Nesse ponto, se as emoções tivessem o seu caminho,
haveria um casamento. Mas o intelecto intervém, questionando a resposta emocional impulsiva. Nós seríamos
compatíveis? O que ela realmente gosta? Posso dar-me ao luxo de apoiá-la? Ambos concluem que seria melhor
demorar um pouco mais e responder algumas perguntas antes de prosseguir. Então os dois começam a passar mais
tempo um com o outro. Ele finalmente conclui que ela é tão bonita por dentro quanto é por fora. Agora seu
intelecto se apegou às emoções na ideia de casamento.
Mas a votação final e mais pesada continua a ser lançada - a da vontade. Ele interrompe a marcha em direção ao
altar com as perguntas: "Estou disposto a desistir desse estilo de vida por outro? E quanto à minha liberdade - vale
a pena o comércio? Estou disposto a assumir a responsabilidade adicional?" O casamento só ocorrerá quando a
vontade finalmente concordar com as emoções e o intelecto. E assim é em vir a Cristo.

RECURSOS RELACIONADOS:
 O que significa que a salvação é pela graça através da fé?
 Como você pode crer na salvação somente pela fé quando a única ocorrência de 'fé somente' na Bíblia
(Tiago 2:24) diz que a salvação não é somente pela fé?
 Qual é a relação de fé, obras e segurança na salvação?
 Como pode a salvação não ser das obras quando a fé é necessária? Não está acreditando em um trabalho?
 A salvação é somente pela fé, ou pela fé mais obras?
 O que é a salvação do senhorio?
 Por que a fé sem obras é morta?
 Qual era o caminho de salvação do Antigo Testamento?
 Perguntas sobre Salvação
 O que é revelação progressiva no que se refere à salvação?
E QUE NÃO DE si, é o DOM DE DEUS: kai touto ouk ex humon theou to doron :
 Ep 2:10 ; 1:19 ; Mateus 16:17 ; João 1:12 , 13 ; 6:37 , 44 , 65 ; Atos 14:27 ; 16:14 ; Romanos
10:14 , 17 ; Filipenses 1:29 ; Colossenses 2:12 ; Tiago 1:16 , 17 , 18
 Efésios 2 Recursos - Múltiplos Sermões e Comentários
 Efésios 2: 8,9 Salvação pela Graça através da Fé Sozinha - Steven Cole
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - Guia de Estudo (veja o menu suspenso) - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10 Trocando a morte pela vida agonizante - John MacArthur
Isso ( 5124 ) ( touto ) não se refere à graça ou à fé, mas ao ato de ser salvo. Não é de nós mesmos, mas é um
presente de Deus. Aqui Paulo contesta o argumento de muitos que persistem em pensar que a salvação é a
resposta de Deus para algo em nós.
" Não " (ouk) significa negação absoluta e exclui definitivamente o mérito humano no processo de salvação. A
salvação não é em nenhum sentido a resposta de Deus para qualquer coisa em nós. É não algo que nós, em
qualquer sentido merecem ou mérito. Fomos filhos da desobediência e, por natureza, crianças merecedoras da ira
de Deus e não da Sua salvação. E ainda assim Ele nos dá a salvação, sintetizando a essência da graça, favor
imerecido.
Wayne Grudem explica isso desta maneira ...
A palavra traduzida “isto” ( Nota do editor : “ aquilo ” na NASB) é o pronome neutro touto (de toutos 5124 ) que
não se refere a “fé” ou a “graça” especificamente na cláusula anterior (pois ambos são femininos substantivos em
grego, e exigiria pronomes femininos), mas para toda a idéia expressa na frase anterior, a idéia de que você foi
salvo pela graça através da fé. ( Grudem, W: Teologia Sistemática: Uma Introdução à Doutrina Bíblica. IVP;
Zondervan, 1994 )
John MacArthur concorda em escrever que a palavra ...
“ Isso ” refere-se a toda a declaração anterior de salvação, não apenas a graça, mas a fé. Embora os homens sejam
obrigados a acreditar pela salvação, até mesmo essa fé é parte do dom de Deus que salva e não pode ser exercido
pelo próprio poder. A graça de Deus é preeminente em todos os aspectos da salvação (cf. Ro 3:20 - note ; Gl
2:16 ). ( MacArthur, J .: A Bíblia de Estudo de MacArthur Nashville: Word Pub )
Harold W. Hoehner no Comentário do Conhecimento da Bíblia escreve que…
Muito debate centrou-se em torno do pronome demonstrativo “isto” (touto). Embora alguns pensem que se refere
à “graça” e outros à “fé”, nenhuma dessas sugestões é realmente válida porque o pronome demonstrativo é
neutro, enquanto que “graça” e “fé” são femininas. Além disso, referir-se a uma dessas palavras parece ser
redundante. Em vez disso, o neutro touto, como é comum, refere-se à frase ou cláusula anterior. (Em Ep 1:15 -
note e Ep 3: 1 - note touto , “isto”, refere-se à seção anterior.) Assim, remete ao conceito de salvação ( Ef 2:
4 , 5 , 6 , 7 , 8a), cuja base é graça e significa fé. Esta salvação não tem sua fonte no homem (não é "de vocês"), mas
sim, sua fonte é a graça de Deus para "é o dom de Deus" ( Walvoord, JF, Zuck, RB, et al: The Comentário do
Conhecimento Bíblico, 1985. Victor )
É interessante ler os pensamentos de um excelente expositor, James Montgomery Boice,que experimentou uma
mudança de pensamento sobre sua abordagem a esse versículo. Ele escreve…
Ao falar sobre este texto, algumas vezes me referi à frase anterior no versículo 8 (“e isto não vem de vocês, é o
dom de Deus”) como se referindo à fé, ensinando que até mesmo a fé é um presente de Deus. Isso provavelmente
não é o que Paulo tinha em mente, porque “fé” (pistis) é feminina, e “isso” (touto) é neutro. As afirmações no
versículo 8 provavelmente se referem a toda a sentença anterior, ensinando que a salvação que é nossa através da
fé não é de nós mesmos, mas é um dom de Deus. ( Boice, JM: Efésios: um comentário expositivo )
O KJV Bible Commentary escreve que…
O gênero gramatical da palavra “ aquilo ” , ocorrendo na expressão que não é de vocês mesmos, é
neutro; portanto, “ aquilo ” não pode se referir à precedente “ graça ” ou “ fé ” , ambos os quais são substantivos
femininos, nem pode se referir a “ você é salvo ”, que é um particípio masculino. Em vez disso, o neutro “ que ” se
refere e abraça toda a “ graça, você é salvo ” e “ fé ”. Isso significa que nenhuma parte da salvação é “ de vocês ”
ou devido ao que fazemos - toda a salvação é o dom de Deus. (Dobson, EG, Charles Feinberg, E Hindu, Woodrow
Kroll, L. Wilmington: Comentário Bíblico: Nelson )
William Hendricksen tem um comentário interessante sobre o respeitado estudioso grego AT Robertson,
observando que no comentário de Robertson sobre esta passagem ele afirma ...
“A graça é parte de Deus, fé nossaEle acrescenta que, como no original, o demonstrativo “isto” (e isto não de
vocês) é neutro e não corresponde ao gênero da palavra “fé”, que é feminino, não se refere ao último “mas” ao ato
de sermos salvos pela graça condicionados à fé de nossa parte. ”(Hendricksen refuta este ensinamento afirmando
que) Sem qualquer hesitação eu respondo, Robertson, a quem todo o mundo da erudição do Novo Testamento é
altamente endividado, não se expressa Felicitously neste exemplo. Isto é verdade primeiro porque num contexto
em que o apóstolo coloca uma tremenda ênfase no fato de que, do começo ao fim, o homem deve sua salvação a
Deus, somente a ele, teria sido muito estranho, de fato, para ele dizer: A graça é parte de Deus, fé nossa.Efésios 2:
5-10 ) espera-se enfatizar o fato de que, tanto em sua iniciação quanto em sua continuação, a fé é inteiramente
dependente de Deus, e assim é nossa salvação completa. ( Hendriksen, W., & Kistemaker, Conjunto de Comentários
do Novo Testamento SJ, 12 volumes. Grand Rapids: Baker Book House )
O autor do The College Press NIV Comment pergunta…
Qual é o significado de “ isto ” ( nota de Ed : “ aquilo ” na NASB) que é dado por Deus e não é de vocês mesmos? É
a “ fé ” que é o dom de Deus? Já que “ fé ” é uma palavra de gênero feminino, e “ isso ” e “ isso ” são gênero
neutro, a gramática normal não permite a referência à “ fé ”. Pela mesma razão, “ isso ” não pode se referir à
palavra feminina “ graça ”.É mais provável que as palavras neutras se refiram a toda a situação da salvação: é o
fazer de Deus, não o nosso. Mesmo nossas próprias respostas, tais como arrepender-se e crer em Jesus, não seriam
possíveis a menos que Deus nos tivesse convidado a fazê-lo (cf. Atos 11:18 " E quando ouviram isso, aquietaram-se
e glorificaram a Deus, dizendo:" Bem então, Deus concedeu aos gentios também o arrependimento que leva à
vida ". (Boles, KL. Gálatas e Efésios. O Colégio Pressione NIV comentário. Joplin, Mo .: College Press. 1993)
Nas seguintes passagens observamos que a " fé " é apresentada como algo que é dado por Deus aos homens e,
portanto, é um dom ...
Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, para aqueles que receberam uma fé do mesmo tipo que a nossa,
pela justiça de nosso Deus e Salvador, Jesus Cristo: 2 Pedro 1: 1 ( Comentário : O verbo " recebido "é aoristo ativo
que significa um evento ocorrendo em algum momento recebemos uma fé como a fé de Pedro.)
Pois a vós foi concedido por amor a Cristo, não somente para crer nEle, mas também para sofrer por amor a
ele, Filipenses 1:29 , e
"E com base na fé em Seu nome, é o nome de Jesus que fortaleceu este homem que você vê e conhece; e a fé que
vem por Ele deu a ele esta saúde perfeita na presença de todos vocês. Atos 3 : 16 .
MacDonald comenta que…
Um presente, é claro, é um presente gratuito e incondicional. Essa é a única base em que Deus oferece a
salvação. O dom de Deus é a salvação pela graça e pela fé. É oferecido a todas as pessoas em todos os
lugares. ( MacDonald, W & Farstad, A. Comentário Bíblico de Believer: Thomas Nelson )
Não de vocês é literalmente "absolutamente não fora de você". Essa visão da salvação é difícil para as pessoas boas
aceitarem, porque significa que devemos abandonar nossa "bondade" para sermos salvos. Devemos admitir que
nada que tenhamos feito importa, no mínimo, quando se trata de ser perdoado por Deus. Nas palavras de um
velho hino, devemos deixar nosso "fazer mortal". Deus projetou nossa salvação para que somente ele receba a
glória!
No final, graça significa que ninguém é mau para ser salvo.
Não ( 3756 ) ( ou ) indica negação absoluta.
ILUSTRAÇÃO - Conta -se a história de um homem que chegou ansioso mas muito atrasado a uma reunião de
avivamento e encontrou os operários derrubando a tenda em que as reuniões haviam sido realizadas. Frenético ao
perder o evangelista, ele decidiu perguntar a um dos trabalhadores o que ele poderia fazer para ser salvo. O
trabalhador, que era cristão, respondeu: “Você não pode fazer nada. É tarde demais. ”Horrorizado, o homem
disse:“ O que você quer dizer? Como pode ser tarde demais? ”“ O trabalho já foi realizado ”, ele foi
informado. "Não há nada que você precise fazer, mas acredite."
Hoehner - Na presente passagem, o dom de Deus não se refere a " fé ", mas refere-se a todo conceito de
salvação. O contraste é gritante não apenas nas palavras em si, mas também em sua posição na sentença. As
palavras kai touto ouk ex humon theou to doron são literalmente “e isto não é de vocês mesmos, de Deus é o dom”.
Em conclusão, o “ presente ” é aquilo que está fora de nós e deve ser recebido. Portanto, o dom da salvação tem
sua origem em Deus, sua base é a graça e é recebida por meio da fé. ( Efésios - um comentário exegético )
Dom (1435) ( doron ) é aquilo que é dado ou concedido e enfatiza o caráter gratuito do presente. Qualquer coisa
dada ou concedida. Um presente é algo voluntariamente transferido por uma pessoa para outra sem
compensação. Algo apresentado como um ato de adoração e / ou devoção (Mt 2:11). Doroné usado em ofertas a
Deus, exceto emEfésios 2: 8eApocalipse 11:10. No grego clássico, doron se referia a um presente votivo
(expressando um voto, desejo ou desejo) ou oferenda a um deus (g pequeno) ou um presente dos deuses, bem
como um presente dado como um tributo ou mesmo como suborno. Dos mais de 166 usos de doron na
Septuaginta não-apócrifa, a maioria é usada no contexto de uma oferta a Deus (cf.Gênesis 4: 4 , Lv 1: 2 , 3 , 10 , 2:
1 , Núm 5:15 , Dt 12:11 , 1Cr 16:29 , Jr 33:11 , etc).
Vine - doron é semelhante a didomi, “dar”, é usado (a) de “presentes” apresentados como uma expressão de
honra, Matt. 2:11 ; (b) de “presentes” para o apoio do templo e as necessidades dos pobres, Mt. 15: 5 ; Marcos
7:11 ; Lucas 21: 1 , 4 ; (c) de “presentes” oferecidos a Deus, Matt. 5:23 , 24 ; 8: 4 ; 23:18 , 19 ; Hebr. 5: 1 ; 8: 3 , 4 ; 9:
9 ; 11: 4 ; (d) da salvação pela graça como o “dom” de Deus, Ef. 2: 8; (e) de “presentes” para celebração mútua de
uma ocasião, Apoc . 11:10 . ( Presente, dando - dicionário expositivo de Vine de palavras do NT )
Mounce - É mais comumente ligado ao prospherō (veja traga) como seu objeto direto, e essa construção
provavelmente infere o sistema sacrificial do AT (veja também sacrifício, thyō). Na sociedade judaica, esses dons
geralmente eram dados através do sacerdócio ( Hb 5: 1 ; 8: 3–4 ). Embora um dōron tenha sido oferecido a Deus,
Jesus questionou sua sinceridade e integridade quando é oferecido com um motivo errado ou às custas da devida
obediência ( Mt 15: 5 ). (Dicionário expositivo completo de Mounce da palavra Antigo e Novo Testamento)
Na Liturgia Bizantina, doron a oferta de pão consagrado na Comunhão.
Gerald Cowen tem uma longa discussão sobre doron …
A salvação é descrita como o dom de Deus em Efésios 2: 8 . Como tal, está de acordo com a graça e está totalmente
separado das obras: "não de obras, para que ninguém se glorie" ( Ef 2: 9 ). A salvação é uma dádiva que se origina
com Deus e chega à humanidade completa, sem que seja necessário acrescentar nada. As pessoas são
simplesmente para receber o dom da fé. A palavra grega que é usada para denotar este presente é doron, que
significa "presente" ou "presente".
Doron é da mesma raiz que o verbo didomi, que ocorre 416 vezes no Novo Testamento. Tem vários outros termos
semelhantes. A forma verbal doreomai (presente) é uma outra derivação da mesma palavra. Igualmente
correspondente é a forma mais antiga dorema (presente) e dorea (um presente ou presente). É interessante que a
forma acusativa dorean seja usada como um advérbio para descrever algo indevidamente livre.
Na literatura grega clássica, doron "denota especialmente um presente complementar". Também é usado para
denotar um presente ou uma dispensa dos deuses. Por outro lado, pode se referir a um presente ou oferta trazida
pelos homens a Deus. Outros significados incluem um imposto, tributo ou suborno. Nos papiros seculares do
período do Novo Testamento, é comumente usado para um sacrifício a um deus ou uma oferenda ao tesouro do
templo. Presentes de uma pessoa para outra também são descritos por doron. Moulton e Milligan mencionam um
exemplo interessante de uma nota de agradecimento que diz: "Foi bom da sua parte, você me enviou um presente,
uma beleza como essa é apenas casca!"
O Antigo Testamento Grego (Septuaginta) usa doron para traduzir várias palavras hebraicas diferentes. (1) Refere-
se a presentes de uma pessoa para outra. Jacó deu um presente para seu irmão Esaú ( Gn 32:13 ). (2) Em Juízes
3:15 e 17, Doron anota o tributo que Eglom, rei de Moabe, forçou Israel a dar a ele. (3) Em Deuteronômio 16:19 , os
juízes foram proibidos de aceitar subornos (presentes) para que a justiça não fosse pervertida. (4) O uso mais
comum de DORON no Antigo Testamento é denotar as ofertas dadas ao Senhor ( Lv 1: 2 , 10 , 14 ; 2: 1 ). (5)
Finalmente, pode se referir a um dom de Deus ( Gn 30:20).). Leah disse que Deus lhe dera um bom dote, seus seis
filhos.
O termo parente dorea ocorre apenas na forma adverbial dorean no Antigo Testamento. Na maioria das vezes
significa "sem pagamento" ou "sem causa". Davi não faria uma oferta ao Senhor que não lhe custasse nada ( 2
Samuel 24:24 ). Saul queria matar Davi sem justa causa ( 1 Samuel 19: 5 ).
No Novo Testamento, doron ocorre dezenove vezes. Uma vez que é usado para descrever presentes trocados entre
seres humanos. Em outro caso, descreve o dom de adoração que os sábios trouxeram para Jesus ( Mt
2:11 ). Geralmente, é usado para denotar um sacrifício ou oferta dada a Deus. Mateus 5:23 ; Lucas 21: 1 ; e Hebreus
5: 1 são exemplos desse uso. Apenas uma vez é usado para se referir ao presente divino da salvação ( Efésios 2:
8 ). A palavra usual para um presente divino para os humanos é dorea. Jesus falou do "dom de Deus" em seu
encontro com a mulher samaritana ( João 4:10 ). Dorea descreve o dom do Espírito Santo ( Atos 2:38); o dom da
justiça ( Rm 5:15 , 17 ; 5:16 usa dorema); o dom inefável, que é provavelmente o próprio Cristo ( 2Co 9:15 ); dons
da graça ( Efésios 4: 7 ); e o dom celestial ( Hb 6: 4 ).
Thayer faz uma distinção entre essas duas frases: dorean theou (dom de Deus) refere-se a uma expressão de Seu
favor; doron theou (dom de Deus) refere-se a algo que se torna possessão permanente do destinatário. Se esta
distinção pode sempre ser feita entre os dois é questionável; no entanto, parece ser geralmente o caso.
A palavra que mais claramente sublinha a natureza livre e imerecida dos dons de Deus é o advérbio dórico. Oito
vezes ocorre no Novo Testamento. Seis vezes significa que algo é dado "por nada" ou "grátis". Jesus instruiu os
Doze ao saírem em missão: "De graça recebestes, de graça dai" ( Mt 10: 8 ). Paulo disse que somos "justificados
gratuitamente por sua graça" ( Rom. 3:24 ). Por duas vezes, Paulo disse que ele trabalhava com suas próprias mãos
para que o evangelho pudesse ser gratuito ( 2Co 11: 7 ; 2Ts 3: 8 ). Por duas vezes Jesus disse em Apocalipse que
quem tem sede pode tomar a "água da vida livremente" ( Apoc. 21: 6 ; 22:17 ). Em João 15:25dorean significa "sem
causa", e em Gálatas 2:21 significa "por nada" ou "em vão".
Os dons de Deus para nós são proeminentes no Novo Testamento. Ele nos deu a vida eterna ( João 10:28 ). Ele nos
deu o dom do Espírito Santo ( Atos 2:38 ). Ele deu dons espirituais para continuar a obra da igreja ( Efésios 4: 8 , 11-
12 ). Mas o maior presente é o Inominável mesmo ( 2Cor. 9:15 ). Ele deu o Seu "Filho Unigênito" por nós ( João
3:16 ). Tudo o que Ele deseja de nós que recebemos o dom da vida eterna é que nos ofereçamos a Ele ( Romanos
12: 1-2 ; 2Cor. 8: 5 ). Esta é a "única oferta legítima" que pode e deve ser trazida pelos homens a Deus ". (Estudos
da Palavra da Salvação do Novo Testamento Grego )
 Veja o grego-dóron de Thayer
 Veja as discussões do Dicionário Bíblico sobre "Presente"
E tudo isso é o dom de Deus, até mesmo a fé que se apega à graça de Deus. Até a nossa fé não é de nós. Também
faz parte do presente de Deus. Como Martinho Lutero disse, nossa situação é tão desesperadora que a salvação
deve vir de "outro lugar". É por isso que os reformadores falaram sobre "justiça alienígena". Isso significa uma
justiça que vem de fora de nós mesmos. Nós não somos salvos pelo que fazemos, mas pelo que Jesus Cristo fez por
nós e nos torna disponíveis gratuitamente pela fé.
Doron - 19x em 17v - NAS = presente (1), presentes (8), dado (2), oferta (8).
Mateus 2:11 Depois de entrarem na casa, viram a criança com Maria, sua mãe; e eles caíram no chão e O
adoraram. Então, abrindo seus tesouros, eles lhe ofereceram presentes de ouro, incenso e mirra.
Mateus 5:23 "Portanto, se você está apresentando sua oferta no altar, e lembre-se que seu irmão tem algo contra
você, 24 deixe sua oferta lá antes do altar e vá; primeiro seja reconciliado com seu irmão, e então venha e
apresente sua oferta .
Mateus 8: 4 Disse-lhe então Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta
a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho.
Mateus 15: 5 "Mas você diz: 'Quem diz a seu pai ou sua mãe:' Tudo o que eu tenho que vos ajudaria foi dado a
Deus"
Mateus 23:18 "E quem jurar pelo altar, que não é nada, mas quem jurar pela ofertasobre ele, ele é obrigado." 19
Tens cegos, o que é mais importante, a oferta ou o altar que santifica a oferta ?
Marcos 7:11 mas você diz: 'Se um homem disser a seu pai ou a sua mãe, tudo o que eu tenho que te ajudar é
Corbano (isto é, dado a Deus)'
O Dicionário de Easton - Corban é uma palavra hebraica adotada no grego do Novo Testamento e deixada sem
tradução. Ocorre apenas uma vez ( Marcos 7:11 ). Significa um presente ou oferenda consagrado a Deus. Qualquer
coisa sobre a qual esta palavra foi pronunciada foi irrevogavelmente dedicada ao templo. Terra, no entanto, tão
dedicada pode ser resgatada antes do ano do jubileu ( Levítico 27: 16-24 ). Nosso Senhor condena os fariseus por
sua falsa doutrina, na medida em que por suas tradições eles destruíram o mandamento que exige que os filhos
honrem seu pai e sua mãe, ensinando-os a encontrar desculpa para ajudar seus pais pelo dispositivo de pronunciar
"Corban" sobre seus bens. , reservando-os assim para seu próprio uso egoísta. ( Veja as discussões do Corban)
Lucas 21: 1 E levantou os olhos e viu os ricos colocando seus presentes no tesouro.
Lucas 21: 4 pois todos eles do seu excedente puseram na oferta ; mas ela fora de sua pobreza colocou em tudo o
que ela tinha para viver. "
Efésios 2: 8 Porque pela graça sois salvos pela fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus;
Hebreus 5: 1 Pois todo sumo sacerdote dentre os homens é designado em favor dos homens nas coisas
concernentes a Deus, a fim de oferecer dons e sacrifícios pelos pecados;
Hebreus 8: 3 Pois todo sumo sacerdote é designado para oferecer dons e sacrifícios; Por isso, é necessário que este
sumo sacerdote também tenha algo a oferecer. 4 Ora, se estivesse na terra, de maneira nenhuma seria sacerdote,
visto que há aqueles que oferecem os presentes segundo a lei;
Hebreus 9: 9, que é um símbolo para o tempo presente. Por conseguinte, tanto os dons quanto os sacrifícios são
oferecidos, os quais não podem tornar o adorador perfeito em consciência,
Hebreus 11: 4 Pela fé, Abel ofereceu a Deus um sacrifício melhor do que Caim, pelo qual obteve o testemunho de
que era justo, Deus testificando acerca de seus donse, pela fé, ainda que morto, ainda fala.
Apocalipse 11:10 E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles e celebrarão; e eles enviarão presentes uns
aos outros, porque esses dois profetas atormentaram os que habitam na terra.
Doron - 166 versos em Septuaginta não apócrifa -
Gn 4: 4 (o primeiro uso descreve a "oferta" de Abel); Gn 24:53 ; 30:20 ; 32:13 , 18 , 20f ; 33:10 ; 43:11 , 15 , 25f ; Êx
23: 7f ; Lv 1: 2f , 10 , 14 ; 2: 1 , 4f , 7 , 12f ; 3: 1f , 6ff , 12 ; 4:23 , 32 ; 5:11 ; 6:20 ; 7: 13f, 16 , 29 , 38 ; 9: 7 , 15 ; 17:
4 ; 21: 6 , 8 , 17 , 21f ; 22:18 , 25 , 27 ; 23:14 ; 27: 9 , 11 ; Nm 5:15 ; 6:14 , 21 ; 7:
3 , 10ff , 17 , 19 , 23 , 25 , 29, 31 ,35 , 37 , 41 , 43 , 47 , 49 , 53 , 55 , 59 , 61 , 65 , 67 , 71 , 73 , 77 , 79 , 83 ; 9:
7 , 13 ; 15: 4 , 25 ; 18: 9 ; 28: 2 , 24 ; 31:50 ; Deuteronômio 10:17 ; 12:11 ; 16:19; 27:25 ; Jz 3:15 , 17f ; 5:19 ; 1 Sm 8:
3 ; 10:27 ; 1 Rs 3: 1 ; 4:20 ; 10:25 ; 15:19 ; 2 Rs 16: 8 ; 1 Cr 16:29 ; 18: 2 , 6 ; 2 Cr 9:24 ; 17: 5 , 11 ; 19: 7 ; 26:
8 ; 32:23 ; Ne 13:31 ; Jó 8:20 ; 20: 6 ; 31: 7 ; 36:18 ;Sl 15: 5 ; 26:10 ; 45:11 ; 68:29 ; 72:10 ; 76:11 ; Provérbios 4:
2 ; 6:35 ; 15:27 ; 17:23 ; 21:14 ; 22: 9 ; Isa 1:23 ; 5:23 ; 8:20 ; 18: 7 ; 33:15 ; 39: 1 ; 45:13 ; 66:20 ; Jr 33:11 ; 40:
4 ; 51:59 ; Ez 20:39 ; 22:12 ; Dan 11:39; Os 8: 9 ; Amós 5:11 ; Mic 3:11 : 10
De Deus - o genitivo (possessivo) é enfatizado por sua posição antes do substantivo e permanece em contraste
enfático com o pronome pessoal "vós". A salvação é tudo de Deus!
Wayne Grudem explica que a salvação é somente pela graça e não por qualquer mérito em nós mesmos…
Depois de Paulo explica em Romanos 1: 18-3: 20 que ninguém jamais será capaz de se tornar justo diante de Deus
( “Por que nenhum ser humano será justificado diante dele pelas obras da lei”, Ro 03:20 - nota ),
então Paulo prossegue explicando que “já que todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, eles são
justificados pela sua graça como um presente através da redenção que está em Cristo Jesus” ( Ro 3:23 , 24 ). A
"graça" de Deus significa o seu "favor imerecido". Porque somos completamente incapazes de ganhar favor com
Deus, a única maneira pela qual podemos ser declarados justos é se Deus nos conceder gratuitamente a salvação
pela graça, totalmente à parte do nosso trabalho. Paul explica
"Pois pela graça você foi salvo por sua fé; e isto não é obra sua, é dom de Deus - não por causa das obras, para que
ninguém se glorie ”( Ef 2: 8-9 ; cf. Tt 3: 7 - nota ).
A graça é claramente colocada em contraste com obras ou méritos como a razão pela qual Deus está disposto a nos
justificar. Deus não tem nenhuma obrigação de imputar nosso pecado a Cristo ou de imputar a justiça de Cristo a
nós; foi apenas por causa de seu favor imerecido que ele fez isso. ( Grudem, W: Teologia Sistemática: Uma
Introdução à Doutrina Bíblica. IVP; Zondervan, 1994 t )
Rock of Ages
Nada em minhas mãos eu trago,
Simplesmente à tua cruz eu me agarro;
Nu, vem a ti para se vestir,
Desamparado, te procura por graça;
Sujo, eu para a fonte voar;
Lave-me, Salvador ou eu morro.
Rock of Ages, fissura por mim,
Deixe-me me esconder em ti.
( brincar )

"É muito fácil" - eu li sobre uma mistura instantânea de bolo que foi um grande fracasso. As instruções diziam que
tudo o que você precisava fazer era adicionar água e assar. A empresa não conseguia entender por que não vendia
- até que a pesquisa descobriu que o público comprador se sentia desconfortável com uma mistura que exigia
apenas água. As pessoas achavam que era muito fácil. Então a empresa alterou a fórmula e mudou a receita para
adicionar água e um ovo à mistura. A ideia funcionou e as vendas aumentaram drasticamente.

Essa história me lembra de como algumas pessoas reagem ao plano de salvação. Para eles parece muito fácil e
simples de ser verdade, mesmo que a Bíblia diga: "Pela graça vocês foram salvos pela fé, ... é dom de Deus, não de
obras" ( Efésios 2: 8 , 9).). Eles sentem que há algo mais que devem fazer, algo que devem acrescentar à "receita"
de Deus para a salvação. Eles acham que devem realizar boas obras para obter o favor de Deus e ganhar a vida
eterna. Mas a Bíblia é clara - somos salvos "não por obras de justiça que fizemos, mas segundo a sua misericórdia"
( Tito 3: 5 - nota ).
Ao contrário do fabricante de mistura de bolos, Deus não mudou a sua "fórmula" para tornar a salvação mais
comercializável. O evangelho que proclamamos deve ser livre de obras, mesmo que pareça fácil demais. —Richard
De Haan ( Nosso Pão Diário, Copyright RBC Ministérios, Grand Rapids, MI. Reimpresso com permissão. Todos os
direitos reservados )
A salvação é um dom de Deus,
não algo ganho ou ganho;
Ele dá a vida eterna
a todos os que confiam em seu Filho. -

Nós somos salvos pela misericórdia de Deus, não pelo nosso mérito -
pela morte de Cristo, não pelo nosso fazer.

" Não é justo! " - Suponha que um não-cristão mate outro incrédulo. A vítima iria para o inferno ( Ro 6:23 -
nota ; Re 20: 11-15 - notas ). Se o assassino mais tarde receber a Cristo como seu Salvador, ele irá para o céu. Isto é
Justo?

Do ponto de vista puramente humano, respondemos: "Não, não é!" Mas os caminhos de Deus são muito mais
elevados do que os nossos caminhos ( Isaías 55: 9 ), e Ele não lida conosco segundo os nossos pecados ( Salmo 103:
10 - nota de Spurgeon ).

Se Deus executasse a justiça sem misericórdia e graça, todos estaríamos perdidos. Em Sua misericórdia, Ele não nos
dá o que merecemos e, por Sua graça, Ele nos dá o que não merecemos. Mesmo que Deus exija perfeição, Ele não
nos deixa sem esperança.

Deus projetou um plano de redenção no qual Ele tanto pode "ser justo como justificador daquele que tem fé em
Jesus" ( Ro 3:26 - nota ). Seu padrão perfeito é satisfeito pelo sacrifício perfeito - Seu próprio Filho Jesus Cristo. O
resultado? "Portanto, agora não há condenação para os que estão em Cristo Jesus" ( Ro 8: 1 - nota ).

Ninguém pode acertadamente acusar a Deus de ser injusto. Sua oferta gratuita de salvação está aberta a todos. Se
não recebermos o Seu dom de misericórdia, certamente enfrentaremos o Seu julgamento. A graça de Deus torna
isso justo. - De Haan ( Ibid )
Favor aos indignos,
Amor, quando de Deus nós nos viramos,
Misericórdia, quando o Seu amor nós rejeitamos -
Essa é a graça de Deus! - Anon.

Grace: Conseguir o que não merecemos.


Misericórdia: Não recebendo o que merecemos

Uma Notável Vida - Esta é a história de um homem com quem trabalhei. David era um homem notável. Notável em
seu comportamento constante através de 33 anos de serviço com o mesmo ministério. Notável em seu amor gentil
e carinhoso por sua esposa de 30 anos. Notável em sua dedicação inabalável a seus filhos - através de triunfo e
problemas. Notável no respeito que ele ganhou de colegas de trabalho e conhecidos. Notável em que quando ele
morreu muito de repente e muito cedo aos 56 anos, ninguém tinha nada de ruim a dizer sobre ele. Notável!

No entanto, como amigos e familiares sentaram-se em solene silêncio no funeral, o pastor de David colocou sua
vida em perspectiva. Os membros da família exaltaram o caráter de Davi e consolaram a todos com a certeza de
que ele estava no céu. Então o pastor disse: "Nenhuma das boas coisas que Davi fez mereceu um segundo no céu.
Ele está lá porque aceitou a salvação de Deus através de Cristo".

É verdade. Não importa quão marcantes sejam nossas vidas, não podemos ganhar o céu. É um presente.

Examine sua vida. Por mais religioso e amado que você seja, você não irá para o céu a menos que aceite o presente
de Deus da vida eterna. Peça a Jesus Cristo para perdoar seus pecados. Isso tornará sua vida verdadeiramente
notável. - JD Branon ( Ibid )
O ABC da Salvação
Admita que você é um pecador ( Ro 3:23 - note ).
Creia em Cristo que morreu por você ( João 3:16 ).
Confessá-lo como Salvador e Senhor ( Ro 10: 9 , 10 - notas 10: 9 , 10 ).

A vida mais exemplar não é nada sem Cristo.

Não de vocês mesmos - Um marechal no exército de Napoleão - um homem que estava devotada e
entusiasticamente ligado a ele - foi mortalmente ferido em batalha. Quando a última luta se aproximava e ele
estava morrendo em sua tenda, ele chamou seu chefe. Napoleão veio. O pobre homem achou que seu imperador
poderia fazer qualquer coisa. Talvez ele até tenha procurado colocá-lo no lugar de Deus. Então ele sinceramente
pediu ao seu líder para salvar sua vida. O imperador, tristemente, sacudiu a cabeça e se virou. Mas quando o
moribundo sentiu a fria e impiedosa mão da morte atraindo-o irresistivelmente por trás da cortina do mundo
invisível, ele ainda ouvia gritar: "Salve-me, Napoleão! Salve-me!" Na hora da morte, aquele soldado descobriu que
até o poderoso Napoleão não poderia lhe dar vida física. ( Ibid )

O dom de Deus - Durante a guerra hispano-americana, Clara Barton supervisionava o trabalho da Cruz Vermelha
em Cuba. Um dia, o coronel Theodore Roosevelt foi até ela, queria comprar comida para seus Rough Riders
doentes e feridos. Mas ela se recusou a vender qualquer um. Roosevelt ficou perplexo. Seus homens precisavam da
ajuda e ele estava preparado para pagar seus próprios fundos. Quando ele perguntou a alguém por que ele não
podia comprar os suprimentos, foi-lhe dito: "Coronel, é só pedir!" Um sorriso surgiu no rosto de Roosevelt. Agora
ele entendia - as provisões não estavam à venda. Tudo o que ele tinha que fazer era simplesmente pedir e eles
seriam dados livremente. ( Ibid )
Efésios 2: 9 não como resultado de obras , para que ninguém se glorie . ( NASB: Lockman )
Grego : ouk ex ergon, hina m e ti s kaucheshtai. ( 3SAMS )
Amplificado : Não por causa de obras [não o cumprimento das exigências da Lei], para que ninguém se gabe. [Não
é o resultado do que qualquer um pode fazer, então ninguém pode se orgulhar dele ou ter glória para si mesmo.]
( Amplified Bible - Lockman )
NLT : A salvação não é uma recompensa pelas coisas boas que fizemos, então nenhum de nós pode se gabar
disso. ( NLT - Casa de Tyndale )
Phillips : Ninguém pode se orgulhar de ganhar o amor de Deus. ( Phillips: Touchstone )
Wuest : não de uma fonte de obras, para que ninguém se gabe;
Literatura de Young : não de obras, para que ninguém se glorie;
NÃO COMO RESULTADO DE OBRAS: ouk ex ergon :
 Romanos 3:20 , 27 , 28 ; 4: 2 ; 9:11 , 16 ; 11: 6 ; 1 Coríntios 1:29 , 30 , 31 ; 2 Timóteo 1: 9; Tito 3: 3 , 4 , 5
 Efésios 2 Recursos - Múltiplos Sermões e Comentários
 Efésios 2: 8,9 Salvação pela Graça através da Fé Sozinha - Steven Cole
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - Guia de Estudo (veja o menu suspenso) - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10 Trocando a morte pela vida agonizante - John MacArthur
Não ( 3756 ) ( ou ) indica negação absoluta.
Resultado ( 1537 ) ( ek ou ex ) é uma preposição que significa literalmente fora de ou de, mas neste contexto serve
como um marcador denotando origem ou fonte. Em outras palavras, as obras não são a origem ou fonte da
salvação.
A salvação é um dom de Deus e não encontra sua fonte no homem. Além disso, esta salvação não é "de uma fonte
de obras", explicando assim a salvação pela graça. Não é produzido pelo homem nem ganho por ele. É um presente
de Deus sem amarras a ele.
Obras ( 2041 ) ( ergon ) significa os resultados de qualquer atividade em que alguém exerce força, energia ou
faculdades para fazer ou executar alguma coisa.
Este verso literalmente lê " e isto não fora de você como uma fonte, de Deus (isto é) o presente ."
Wuest Isto é, a salvação é um dom de Deus. Não encontra sua fonte no homem. Além disso, essa salvação não
está “fora de uma fonte de obras”. Isso explica a salvação pela graça. Não é produzido pelo homem nem ganho por
ele. É um presente de Deus sem amarras a ele.
Que a salvação não está " fora das obras " é reiterada várias vezes por Paulo ...
Romanos 3:19 - 20 Ora, sabemos que tudo o que a Lei diz fala aos que estão debaixo da lei, para que toda a boca
seja fechada, e todo o mundo seja responsável perante Deus, porque pelas obras da lei não há carne. será
justificado (declarado justo) à Sua vista; pois através da Lei vem o conhecimento do pecado (assim vemos um
propósito maior da Lei - que os homens possam entender o que é o pecado e como eles não podem, em seu
próprio poder, deixar de cometer pecados). (veja notas Romanos 3:19 ; 3:20 )
Romanos 4: 4-5 Ora, àquele que trabalha, o seu salário não é contado como favor (caris = graça), mas como o que é
devido (aquilo que é devido e deve ser pago)
5 Mas àquele que não trabalha , mas (nota o forte contraste) crê naquele que justifica o ímpio, sua fé é contada
(considerada a ele) como justiça (veja notas de Romanos 4: 4 ; 4: 5 )
2 Timóteo 1: 9 Deus "nos salvou e nos chamou com um santo chamado, não segundo as nossas obras , mas
segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi concedida em Cristo Jesus desde toda a eternidade"
(ver nota 2 Timóteo 1). : 9 )
Tito 3: 5 Ele (Deus) nos salvou, não com base nos atos (obras) que fizemos em retidão, mas segundo a Sua
misericórdia, lavando a regeneração e renovando pelo Espírito Santo (veja nota Tito 3: 5 )
Gálatas 2:16 no entanto, sabendo que um homem não é justificado (declarado justo) pelas obras da Lei, mas
pela fé em Cristo Jesus, cremos em Cristo Jesus, para que sejamos justificados pela fé em Cristo, e não por as obras
da lei; porque pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.
Não é de obras - Um empresário bem conhecido por sua crueldade, uma vez anunciado ao escritor Mark Twain:
"Antes de morrer, pretendo fazer uma peregrinação à Terra Santa. Vou subir o Monte Sinai e ler os 10
mandamentos em voz alta". "Eu tenho uma ideia melhor", respondeu Twain. "Você poderia ficar em Boston e
mantê-los." (Moody Bible Institute - Hoje na Palavra, setembro de 1991)
Comentário : O comentário de Twain é enérgico, mas não transmite significado em relação à salvação, somente
pela fé.
Não como resultado de obras - DL Moody disse uma vez que "O ladrão tinha unhas através de ambas as mãos,
para que ele não pudesse trabalhar; e um prego em cada pé, para que ele não pudesse fazer recados para o
Senhor; ele não podia levantar uma mão ou um pé em direção à sua salvação, e, no entanto, Cristo ofereceu-lhe o
dom de Deus; e ele aceitou. Cristo lhe deu um passaporte e levou-o ao Paraíso. " (Moody, DL: "Dia a dia com D. L
Moody. Moody Press)
PARA QUE NINGUÉM POSSA PENSAR: hina me tis kaucheshtai. (3SAMS) :
 Efésios 2 Recursos - Múltiplos Sermões e Comentários
 Efésios 2: 8,9 Salvação pela Graça através da Fé Sozinha - Steven Cole
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10: Vindo Vivo em Cristo - Guia de Estudo (veja o menu suspenso) - John MacArthur
 Efésios 2: 1-10 Trocando a morte pela vida agonizante - John MacArthur
Uma das razões pelas quais a salvação é um dom gratuito de Deus e não merecido pelas obras, nos é dada nas
palavras “para que ninguém se glorie”. Para citar Davi…
Alguns se gabam em carros e outros em cavalos, mas nos gloriamos em nome do Senhor nosso Deus. ( Salmo 20:
7 - nota de Spurgeon )
A minha alma se gloriará no SENHOR; Os humildes ouvirão e se alegrarão. ( Salmo 34: 2 - nota de Spurgeon )
De modo que (para que) ( 2443 ) ( hina ) expresse propósito de algo (marcando o fim), a causa ou por conta da qual
tudo é feito ("para esse fim"). "Também pode ser usado simplesmente para indicar um acontecimento, evento ou
resultado de qualquer coisa, ou aquele em que a ação termina." (Zodhiates) Aqui hina poderia introduzir uma
cláusula de propósito explicando por que a salvação não é de obras. Se fosse, os homens poderiam (e se
gabariam)! Por outro lado, a hina poderia expressar um resultado "para que ninguém se gabe". Quando Deus está
envolvido, sabemos que o que Deus propõe resultará. De qualquer forma, o louvor é tudo para Deus e para ele
sozinho!
Pode gabar-se (2744) ( kauchaomai semelhante aaucheo= orgulhar +euchomai= rezar a Deus <>auchen= pescoço
que pessoas vaidosas são capazes de carregar de maneira orgulhosa) significa gabar-se de um privilégio ou posse. A
idéia é se orgulhar de algo (em um mau sentido -Ro 2:23-note, em um sentido bom ou legítimo -Ro 5: 2-note,Ro 5:
3-nota;Ro 5:11-nota)
Vangloriar-se significa orgulhar-se de algo e assim gloriar-se, orgulhar-se ou gabar-se de algo. A salvação é um dom
de toda a graça de Deus, para que os homens não possam expressar orgulho em si mesmos ou em suas realizações,
como se essas realizações merecessem salvação. A graça glorifica a Deus. Obras glorificariam o homem.
A ostentação é apropriada quando o propósito é reconhecer a grandeza e a glória de Deus e Sua salvação e até
mesmo de nossas tribulações que o Arquiteto Mestre é capaz de tecer juntos para o nosso bem e a Sua glória! E
assim, no capítulo maravilhoso, Romanos 5, Paulo registra ...
Portanto, tendo sido justificados pela fé, temos paz com Deus através de nosso Senhor Jesus Cristo, através do qual
também obtivemos nossa introdução pela fé nesta graça em que estamos; e exultamos ( kauchaomai -
continuamente = presente ) na esperança da glória de Deus. E não apenas isso, mas
também exultamos ( kauchaomai - continuamente = presente ) em nossas tribulações, sabendo que a tribulação
traz perseverança e perseverança, caráter comprovado; e caráter comprovado, esperança e esperança não
desapontam, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi
dado. (veja notas Ro 5: 1 ;5: 2 ; 5: 3 ; 5: 4 ; 5: 5 )
Harold Hoehner resume esta seção - Em conclusão, Efésios 2: 8-9 explicita a salvação de forma sumária. Sua fonte
é Deus, sua base é pela graça, e é obtida como um presente por meio da fé. É externo aos seres humanos e se
torna uma realidade para eles quando eles se apropriam da fé. Essa salvação não é algo inerente a uma pessoa
nem pode ser obtido por seus esforços. Portanto, uma pessoa não pode se orgulhar de qualquer realização pessoal,
mas deve se orgulhar do dom gracioso de Deus. ( Ibid )
Spurgeon disse ...
Eu poderia desejar que toda vez que o relógio batesse, ele dissesse: "Pela graça vocês são salvos". Eu poderia
desejar que houvesse uma voz de trombeta soando ao amanhecer tanto no mar quanto em terra, sobre todo o
globo redondo as palavras: "Pela graça sois salvos". A maior parte da humanidade não acredita que a salvação é
pela graça. Outra parte deles professa acreditar, mas não entende seu significado. E muitos que entendem isso
nunca se renderam a ele e o abraçaram.
---
Se a fé pela qual eu me apeguei a Cristo para ser meu Salvador seja totalmente feita em mim pelo Espírito Santo
através da graça, então eu desafio o diabo a tirar o que ele nunca me deu ou a esmagar o que o próprio Jeová criou
em mim. . Eu desafio meu livre arbítrio para jogar fora o que nunca trouxe para mim. O que Deus deu, criou,
introduziu e estabeleceu no coração, Ele manterá lá.
---
Deus não concedeu Seu amor, Seu favor, Sua misericórdia para mim porque Ele previu que eu iria me arrepender
do meu pecado e confiar em seu querido Filho. Nada em minha disposição ou caráter poderia mover seu coração
para mim. Seu coração deve ter se movido espontaneamente. Deve ter brotado por causa de seu próprio amor
profundo

Somente para Pecadores - Muitos não-cristãos conhecem o hino "Amazing Grace" mas podem não saber o que
significa graça. Um dia, quando o evangelista DL Moody estava estudando o significado da graça de Deus, ele
correu para a rua e gritou para o primeiro homem que viu: "Você conhece a graça?" Místico, o homem respondeu:
"Grace quem?" Sem dúvida, Moody explicou a graça - que Deus tem compaixão das pessoas doentes pelo pecado e
oferece-lhes livremente perdão e nova vida através da fé em Cristo.
Ouvi falar de um homem que viveu uma vida conturbada e morreu sem entender a mensagem da graça de
Deus. Um ministro conversou com ele e o encorajou a ir à igreja, mas sua resposta foi: "Sou muito indigno". Ele não
sabia que a graça de Deus é para os indignos.

Na carta de Paulo aos Efésios, ele descreveu sem rodeios suas vidas pré-cristãs como sendo "mortos em delitos e
pecados" ( Ep 2: 1 - nota ). Então ele usou duas palavras cheias de esperança: mas Deus ( Ef 2: 4 - nota ). Eles
introduzem a misericórdia e a graça de Deus que proporcionam perdão e nova vida por meio de Cristo. A salvação é
pela fé, não pelas obras, para que ninguém se glorie ( Ep 2: 8 , 9 ).

Vamos ajudar os outros a entender que a salvação de Deus é apenas para os pecadores - e isso inclui todos nós. É
isso que torna a graça de Deus tão incrível! —Joanie Yoder ( Nosso Pão Diário, Copyright RBC Ministries, Grand
Rapids, MI. Reimpresso com permissão. Todos os direitos reservados )
Graça maravilhosa - Que doce o som -
Que salvou um desgraçado como eu!
Uma vez eu estava perdido mas agora estou achado,
estava cego mas agora eu vejo. - Newton

O primeiro passo para receber a vida eterna é admitir que não merecemos isso.

Deus o destruiu - Em seu livro Ilustrações da Verdade Bíblica, HA Ironside incluiu a história de um novo convertido
que deu seu testemunho durante um culto na igreja. Com um sorriso no rosto e alegria no coração, o homem
contou como ele havia sido libertado de uma vida de pecado. Ele deu ao Senhor toda a glória, não dizendo nada
sobre seus próprios méritos ou sobre o que fizera para merecer as bênçãos da redenção.
O responsável, que era muito legalista, não apreciava plenamente a realidade da salvação pela graça somente
através da fé, além das obras humanas. Então ele respondeu aos comentários do jovem dizendo: “Você parece
indicar que Deus fez tudo quando Ele te salvou. Você não fez a sua parte antes de Deus fazer a Sua?
O novo cristão levantou-se e disse: “Oh sim, eu fiz. Por mais de 30 anos eu fugi de Deus o mais rápido que meus
pecados puderam me carregar. Essa foi a minha parte. Mas Deus saiu atrás de mim e me atropelou. Essa foi a Sua
parte. ”Comentando sobre este testemunho, Ironside escreveu:“ Foi bem colocado e conta uma história que todo
pecador redimido entende. ”- RW De Haan ( Nosso Pão Diário, Copyright RBC Ministries, Grand Rapids, MI.
Reimpresso por permissão. Todos os direitos reservados )

Cruz Vermelha - Durante a Guerra Hispano-Americana, Clara Barton estava supervisionando o trabalho da Cruz
Vermelha em Cuba. Um dia, o coronel Theodore Roosevelt foi até ela, queria comprar comida para seus Rough
Riders doentes e feridos. Mas ela se recusou a vender qualquer um. Roosevelt ficou perplexo. Seus homens
precisavam da ajuda e ele estava preparado para pagar seus próprios fundos. Quando ele perguntou a alguém por
que ele não podia comprar os suprimentos, foi-lhe dito: "Coronel, é só pedir!" Um sorriso apareceu no rosto de
Roosevelt. Agora ele entendia - as provisões não estavam à venda. Tudo o que ele tinha que fazer era
simplesmente pedir e eles seriam dados livremente. ( Ibid)

Um devocional do nosso pão diário


Depois de ouvir o evangelho explicado, as pessoas costumam dizer:
"Você quer dizer que não há nada que eu possa fazer para merecer isso? É muito fácil."
As pessoas se opõem à idéia de que Deus concede favor imerecido tão livremente aos pecadores indignos. Muitos
acham difícil confiar em um Deus que oferece a salvação como um dom gratuito.
O professor da Bíblia G. Campbell Morgan falou de um mineiro que veio até ele e disse:
"Eu daria qualquer coisa para acreditar que Deus perdoaria meus pecados, mas não posso acreditar que Ele os
perdoará se eu simplesmente pedir a Ele. É muito barato."
Morgan disse:
"Meu querido amigo, você tem trabalhado hoje?"
"Sim, eu estava na mina."
"Como você saiu do buraco? Você pagou?"
"Claro que não. Eu acabei de entrar na gaiola e fui puxado para o topo."
"Você não teve medo de se entregar a essa gaiola? Não era barato demais?" Morgan perguntou.
"Ah, não", disse o mineiro, "era barato para mim, mas custou à empresa muito dinheiro afundar o poço".
De repente, a verdade o atingiu. O que lhe custou nada a salvação - não custou nada a Deus. Este mineiro nunca
havia pensado no grande preço que Deus pagou para enviar Seu Filho para que pudesse salvar a humanidade
caída. Agora ele percebeu que tudo que alguém tinha que fazer era "entrar na gaiola" pela fé.
Por causa da graça de Deus, a salvação é um dom gratuito. Mas para recebê-lo, devemos parar de tentar pagar por
isso e começar a confiar no que Cristo fez na cruz. É grátis, mas não é barato. —Paul R Van Gorder ( Ibid )
A salvação é gratuita para nós,
mas custa a Deus um preço enorme.

Um devocional do Nosso Pão Diário - Não por obras de justiça que tenhamos feito, mas de acordo com a Sua
misericórdia Ele nos salvou ( Tito 3: 5 ).

Uma manchete no The Grand Rapids Press chamou minha atenção: "A conversão à fé hindu é torturante". O artigo
declarou:
"Um homem de negócios da Alemanha Ocidental concluiu sua conversão à fé hindu penetrando pelas bochechas
com uma barra de aço de um metro e meio de espessura e puxando uma carruagem por duas milhas por cordas
presas às costas e peito por ganchos de aço ... Outros andam por poços de fogo de seis metros de comprimento,
usam sapatos com solas feitas de pregos, ou penduram no ar uma águia aberta de ganchos embutidos nas costas. "
Que contraste com a realidade do cristianismo. O ensino da salvação pela graça, através da fé, à parte das obras
humanas, distingue o cristianismo de todas as outras religiões do mundo. A experiência de conversão de um crente
no Senhor Jesus Cristo não é "concluída" através de atos de autotortura. Talvez tenhamos que sofrer pela causa de
Cristo, e as boas obras devem sempre provar a genuinidade de nossa fé, mas nem o sofrimento nem o serviço nos
salvam. Paul escreveu:
"Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que
andássemos nelas" (ver nota Efésios 2:10 ).
A tortura auto-infligida é completamente estranha a tudo o que a Bíblia ensina sobre a salvação.
Nós não somos salvos com base no que podemos suportar; antes, nossa esperança está no que Cristo já suportou
por nós na cruz. O caminho cristão não é conversão por tortura - é a salvação pela graça. - RW De Haan ( Ibid )
Nós somos salvos pela misericórdia de Deus,
Não pelo nosso mérito
Pela morte de Cristo
Não pelo nosso fazer

Instant Cake - Eu li sobre uma mistura instantânea de bolo que foi um grande fracasso. As instruções diziam que
tudo o que você precisava fazer era adicionar água e assar. A empresa não conseguia entender por que não vendia
- até que a pesquisa descobriu que o público comprador se sentia desconfortável com uma mistura que exigia
apenas água. Aparentemente, as pessoas achavam que era fácil demais. Então a empresa alterou a fórmula e
mudou as instruções para adicionar um ovo à mistura além da água. A ideia funcionou e as vendas aumentaram
drasticamente.
Essa história me lembra de como algumas pessoas reagem ao plano de salvação. Para eles parece muito fácil e
simples de ser verdade, mesmo que a Bíblia diga: “Pela graça vocês foram salvos através da fé; é dom de Deus, não
de obras ”( Efésios 2: 8-9 ). Eles sentem que há algo mais que devem fazer, algo que devem acrescentar à receita de
Deus para a salvação. Eles acham que devem realizar boas obras para obter o favor de Deus e ganhar a vida
eterna. Mas a Bíblia é clara - somos salvos, “não por obras de justiça que fizemos, mas segundo a sua misericórdia”
( Tito 3: 5 - nota ).
Ao contrário do fabricante de mistura de bolos, Deus não mudou a sua “fórmula” para tornar a salvação mais
comercializável. O evangelho que proclamamos deve ser livre de obras, mesmo que pareça fácil demais. RW De
Haan ( Ibid )

Um devocional do Nosso Pão Diário - Pois somos Sua obra, criados em Cristo Jesus para boas obras ( Efésios 2:10 ).

Vários séculos atrás, um imperador japonês contratou um artista para pintar um pássaro. Um certo número de
meses se passou, então vários anos, e ainda o artista não entregou a pintura. Finalmente, o imperador ficou tão
exasperado que foi até a casa do artista para exigir uma explicação. Em vez de dar desculpas, o artista colocou uma
tela em branco no cavalete. Em menos de uma hora, ele completou uma pintura que se tornaria uma obra-
prima. Quando o imperador perguntou o motivo do atraso, o artista mostrou-lhe braçadas de desenhos de penas,
asas, cabeças e pés. Então ele explicou que não poderia completar a pintura até ter feito uma pesquisa e estudo
exaustivos.

Em certo sentido, os cristãos são semelhantes a essa obra de arte. Somos "selados com o Espírito Santo da
promessa" ( Ep 1:), e predestinado por Deus "para ser conforme a imagem de seu Filho" ( Ro 8:29 - nota ). Mas o
processo leva tempo. O "artista" é o Espírito Santo - enviado pelo Senhor Jesus no Pentecostes para habitar os
crentes. Lenta mas seguramente, Ele nos leva ao crescimento espiritual e à maturidade. Nossa transformação
requer anos de paciência e não será concluída até entrarmos na presença do nosso rei.

Está chegando o dia em que todos os cristãos serão como Cristo. Mas agora estamos crescendo e nos
preparando. Ao seguirmos a orientação do Espírito através de uma experiência após a outra, nos tornamos cada
vez mais como a obra-prima que um dia seremos em Glória. —DC Egner. ( Ibid )
A obra que Cristo realizou por nós na cruz,
Seu Espírito pode agora realizar em nós na terra.

Em meados dos anos 1500, quando Peter Gabriel começou a pregar a verdade da Reforma nos juncos e moitas em
toda a Holanda, foi anunciado que haveria um grande serviço fora de Amsterdã em 14 de julho de 1566.
Autoridades fecharam os portões da cidade, mas as pessoas nadaram pelos canais forçaram a saída na madrugada,
quando as ordenhadoras saíam para os campos. Milhares se reuniram. Gabriel anunciou seu texto - Efésios 2:
8 , 9 , 10 - e pregou por quatro horas, mas ninguém se importou. Eles não ouviram o evangelho em mil anos e
estavam famintos por sua mensagem. O sermão de Gabriel naquele dia ajudou a estabelecer a Reforma na
Holanda. ( Morgan, Anuário de Pregadores Anuais da RJ Nelson: 2002. Thomas Nelson )

Uma verdade que não podemos ouvir com muita freqüência - Quando Charles Spurgeon era adolescente, ele foi
convidado a pregar na igreja de seu avô em Suffolk. Seu trem estava atrasado, então o vovô Spurgeon começou o
sermão, pregando de Efésios 2: 8 , 9. Houve uma comoção na porta e no andar de Charles. "Lá vem meu neto",
exclamou o velho. “Ele pode pregar o evangelho melhor do que eu, mas você não pode pregar um evangelho
melhor, pode, Charles?” Charles respondeu: “Você pode pregar melhor do que eu. Por favor, continue. O avô
recusou, mas explicou a Charles onde ele estava em seu sermão. O pregador mais jovem subiu ao púlpito e assumiu
exatamente onde seu avô havia parado. Depois de alguns minutos, o avô interrompeu, querendo pregar um pouco
mais. Então ele se sentou novamente, e Charles retomou, com seu avô sentado atrás dele, dizendo: “Que
bom! Diga-lhes isso de novo, Charles. Diga-lhes isso novamente. ”Depois, Charles Spurgeon disse que sempre que
ele pregava de Efésios 2ele podia ouvir seu avô sussurrando: - Diga isso de novo, Charles. Diga isso de novo.
”( Ibidem )