Вы находитесь на странице: 1из 6

Laje Alveolar – Laje Protendida de Concreto Pré-Moldado

http://construindodecor.com.br/laje-alveolar/

As lajes alveolares são um tipo de laje feito de material pré-fabricado com sistema
unidirecional e altamente industrializado, que possui uma base diária em cena na
construção em geral e no negócio das construções, em particular. Os elevados padrões
de qualidade em relação aos materiais empregados e um processo de fabricação usando
o estado da arte e da tecnologia fazem da laje alveolar protendida um produto que
oferece excelentes qualidades técnicas e econômicas para uma obra.
A laje alveolar possui painéis de concreto com seção transversal e um sistema constante
de altura, além dos alvéolos longitudinais, que fazem com que o material tenha uma
redução de peso considerável. Os painéis são produzidos em concreto de alta
resistência e aços de protensão – com tecnologia que confere ao concreto maior
resistência à tração.

Laje Alveolar – Usos e Aplicações


A laje alveolar constitui uma garantia não só para o gerente de projeto que pode usar o
elemento confiável e versátil para diferentes planos da estrutura, mas também para o
construtor, que pode reduzir os atrasos na construção e aumentar a segurança no
trabalho e, assim, alcançar melhores resultados em relação a colocação. A laje
alveolar é amplamente utilizada na indústria para a construção de mezaninos, com
grandes espaços claros e de baixa altura, uma vez que pode ser empregada em
estruturas metálicas. Além disso, em condições específicas, podem ser usadas com
qualquer camada de compressão. Algumas de suas principais aplicações são:
 Edifícios Comerciais
 Estacionamentos
 Construções industriais
Além disso, é uma boa opção de laje para edifícios feitos em pré-moldados de concreto
ou mistos, pois conseguem vencer grandes vãos sem arcar com grande peso estrutural.

Vantagens do Uso da Laje Alveolar


As lajes tradicionais demandam receber, transportar e estocar diversos componentes da
laje (vigotas, elementos de enchimento, armaduras e escoras). E para isso é necessário
espaço para estocagem e transporte do material ao local da obra. No entanto, a laje
alveolar, com painéis e eventualmente o aço para a malha de distribuição, é recebida e
descarregada com auxílio de guindaste ou pela grua da própria obra, o que simplifica o
estoque e manuseio do material.

Fabricação
A construção de uma laje alveolar é simples e repetitiva. Quando os painéis são
preparados, é possível iniciar o trabalho imediatamente, preenchendo as juntas ou
executando as capas de concreto. Durante o processo, não é preciso escorar as lajes
após colocadas.

Com as lajes alveolares, os trabalhos de carpintaria, estrutura e revestimento, assim


como os serviços de recebimento, estocagem, condução e manuseio de materiais são
eliminados. Dessa forma, a diminuição de elementos e de mão de obra para realizar o
trabalho e a redução significativa do tempo de execução faz da laje alveolar a solução
indispensável e adequada para as construções que possuem prazos menores.

Utilização
Geralmente, a laje alveolar é empregada dentro das seguintes situações:

 É uma excelente escolha para construções que precisam de velocidade, porque o


material não demanda a utilização de escoramentos, lajes com sobrecarga erguida
ou construções com pé-direito.
 Apresenta preços bastante vantajosos sobre outros materiais;
 É uma ótima opção em termos de economia na construção.
 Aceleram o ritmo da obra, liberando os pavimentos rapidamente para os serviços de
acabamento;
 Oferece surpreendente acabamento inferior, eliminando a necessidade de
empregos adicionais para quase todas as aplicações.

Laje Alveolar: Conheça as principais características e vantagens


https://www.engenhariaconcreta.com/laje-alveolar-conheca-as-principais-caracteristicas-e-vantagens/

A utilização de estruturas pré-fabricadas está cada vez mais difundida no mercado brasileiro. Um dos produtos que
merece destaque é a laje alveolar. Laje que é utilizada amplamente em shopping centers, hospitais,
estacionamentos, universidades e tantos outros tipos de construção.

Por se tratar de um produto industrializado este tipo de laje traz grandes benefícios para construção como a rapidez
na execução, rigoroso controle de qualidade desde sua fabricação na indústria, produção enxuta e eliminação de
alguns serviços no processo de construção.

A laje alveolar é composta basicamente por painéis pré-fabricados de concreto protendido. São produzidas com
concreto de alto desempenho, com resistência superior a 40 MPa. Possui diversos alvéolos ao longo de seu
comprimento, o que explica sua nomenclatura. Estes alvéolos são responsáveis por diminuir o peso próprio dos
painéis.

Estes painéis têm altura constante, que pode variar de 9 a 30 cm, conforme o fabricante. Alguns painéis chegam a
alcançar vãos de até 20 metros e possuem largura fixa de 124,5 cm. É uma excelente opção para locais com cargas
de utilização altas, como depósitos e estacionamentos.

Confira a seguir mais detalhes importantes deste produto, que hoje é indispensável no mercado da construção civil.

1 – Painel alveolar pré-fabricado


O principal componente da laje alveolar é o painel pré-fabrico. Conforme dito anteriormente, é um painel
protendido com fios e cordoalhas aderentes.

O concreto utilizado é de alto desempenho, com resistências superiores a 40 MPa. Este concreto é preparado bom
um baixo fator água cimento, próximo a 0,3. Além disso, como é um produto industrializado, o cimento utilizado
no concreto é proporciona à peça uma resistência inicial elevada. Para que o processo produtivo seja acelerado.

Para a fabricação dos painéis a indústria conta com uma pista de concretagem com comprimento elevado e
equipamentos próprios para a protensão. Assim que o concreto atinge a resistência mínima, os painéis são cortados
e retirados da pista de protensão para dar início a um novo ciclo no processo produtivo.

2 – Capa de concreto
Outro componente importante é capa de concreto. Em alguns casos pode ser dispensado, mas é essencial em lajes
de piso. Para o capeamento é utilizado concreto usinado convencional.

As principais funções do capeamento de concreto em uma laje alveolar são:

Colaborar na solidarização dos painéis alveolares;


Alojamento de armaduras passivas;
Auxílio na resistência à compressão funcionando como uma seção composta junto aos painéis,
aumentando assim a capacidade de suporte aos esforços de flexão;
Regularização da superfície devido a pequenas diferenças entre os painéis;
Aumento do enrijecimento de todo o conjunto, melhorando o conforto quanto à vibração;
Aumento da resistência ao cisalhamento.

3 – Junta entre os painéis


Os painéis alveolares são produzidos com uma saliência em suas bordas. Quando montados os painéis estas
saliências formam juntas que devem ser preenchidas com concreto.

Estas juntas são chamadas de chaves de cisalhamento, elas têm o objetivo de garantir a colaboração entre os
painéis e a redistribuição das cargas quando um painel está mais carregado que outro.

Além disso, as juntas colaboram na estanqueidade do elemento como um todo. Vale ressaltar que o preenchimento
das juntas é um serviço essencial, deve ser executado em todas as lajes alveolares após a montagem e equalização
dos elementos.

4 – Armaduras passivas
Podem ser utilizadas três tipos de armaduras passivas em uma laje alveolar:

Armadura de distribuição;
Armadura negativa;
Armadura de reforço.
A armadura de distribuição é utilizada no capeamento, afim de combater os efeitos da retração no concreto do
capeamento e colaborar na melhor distribuição de cargas concentradas, como paredes e equipamentos. Para esta
armação pode ser adotado telas soldadas ou vergalhões convencionais.

A armadura negativa é utilizada quando há a intenção de dar continuidade entre os painéis alveolares em uma
mesma direção. Ou seja, a armadura será adotada nos apoios que onde existe a continuidade.

A armadura de reforço é utilizada em situações excepcionais. Pode ser adotada em regiões de aberturas e furos ou
como armaduras de ligação com o restante da estrutura, afim de garantir uma boa solidarização.

Principais vantagens
1 – Produto industrializado
Uma das principais vantagens de se trabalhar com uma laje alveolar é sua alta qualidade. Por se tratar de um
elemento industrializado possui um rigoroso controle de qualidade em seu processo de fabricação, desde o controle
dos insumos do concreto, cura adequada até o seu envio para a obra.

A utilização do produto industrializado também elimina a possibilidade de improvisos. Os painéis já saem da


indústria com as dimensões adequadas e possíveis recortes necessários.
2 – Transporte e armazenamento simplificado
Quando comparada a outros tipos de laje a laje alveolar apresenta um transporte e armazenamento simplificado.
Pois trata-se de um único elemento que chega até a obra pronto para ser utilizado.

Enquanto as lajes nervuradas e treliçadas possuem diversos elementos como formas, vigotas, enchimentos e
armação específica.

Outro ponto importante é que quase não ocupam espaço no canteiro de obras, pois sua fabricação pode ser
planejada com o cronograma físico da obra, assim as lajes podem chegar no canteiro no dia de sua utilização.

3 – Rapidez na execução da obra


A utilização deste tipo de laje garante um ganho de prazo para sua obra. Pois trata-se apenas de montar os
elementos e quase nada precisa ser fabricado dentro do canteiro.

Com a utilização de guindastes é possível montar aproximadamente 300 m² de laje por dia. Além disso, é possível
adotar prazos mais curtos para iniciar os demais serviços no pavimento, como instalações e acabamento.

4 – Eliminação do cimbramento
Um item muito caro para as obras de hoje em dia é o cimbramento das lajes. Tanto a utilização do cimbramento de
madeira quanto o aluguel de um cimbramento metálico é um grande custo para qualquer obra.

A laje alveolar eliminar este serviço, o que representa uma grande economia para sua obra.

5 – Possibilidade de alcançar grandes vãos


Outra vantagem é a possibilidade de adotar esta laje para grandes vãos. É possível alcançar vãos de até 20 metros
com este sistema. A altura da laje será proporcional ao vão e carga de utilização do pavimento.

Cuidados especiais
1 – Armazenamento das lajes
Para armazenar as lajes de maneira adequada devem ser tomados alguns cuidados como:

Apoiar as lajes em solo firme pavimentado, senão estiver pavimentado utilizar uma camada de brita;
Utilizar madeira macia entre os painéis formando dois apoios próximos à borda, deixando um balanço
aproximado de 25 cm em cada ponta;
As lajes não devem permanecer armazenadas por mais de 15 dias.
2 – Içamento
O içamento das lajes deve ser realizado por equipe técnica especializada e utilizando guindastes adequados para o
peso dos painéis.

Este serviço mal executado pode inviabilizar a utilização de algumas peças, devido a fissuras e trincas causadas pelo
manuseamento indevido dos painéis. Este manuseamento impõe esforços para os quais as peças não estão
dimensionadas.

3 – Apoio das lajes


Os painéis devem ser fabricados e montados de forma a garantir que o comprimento das extremidades apoiadas
sobre os elementos de apoio alcance pelo menos a metade da altura do painel. Por exemplo, para um painel de
altura de 30 cm, é necessário que suas extremidades sejam apoiadas com comprimento mínimo de 15 cm.

4 – Nivelamento da laje alveolar


Outro cuidado importante com este tipo de laje é quanto ao seu nivelamento. Os painéis saem da indústria com
uma pequena contra flecha e quando são montadas precisam ser niveladas.

O nivelamento é realizado com auxílio de torniquetes, que é um elemento formado por uma barra roscada e duas
chapas soldadas em sua extremidade.

Considerações Finais
Espero que este artigo tenha auxiliado você a conhecer os detalhes importantes da laje alveolar. A utilização desta
tecnologia é uma excelente opção para grandes construções que buscam agilidade no processo construtivo e alta
qualidade com a utilização de elementos industrializados.

Fora do Brasil, por exemplo nos Estados Unidos, as lajes alveolares já representam cerca de 50 % das lajes de
concreto utilizadas na construção civil. Por isso, fique atento às vantagens que você pode obter escolhendo este
tipo de laje.

Caso queira contribuir com o conteúdo ou tirar alguma dúvida é só deixar nos comentários.

Compartilhe este artigo com seus amigos, você pode ajudar outras pessoas, é só clicar na rede social de sua
preferência.

Conheça o sistema de laje alveolar


https://infraestruturaurbana.pini.com.br/2017/09/conheca-o-sistema-de-laje-alveolar/

O QUE É
O modelo de laje alveolar fornecido pela Alveolare Brasil para as obras de expansão do Metrô de São
Paulo é constituído de painéis de concreto protendido que possuem seção transversal e alvéolos
longitudinais. Essas peças são produzidas em concreto de alta resistência à compressão (fck = 50 MPa)
e com aços especiais para protensão. O alvéolo longitudinal serve para garantir uma redução do peso
da laje, além de melhor desempenho estrutural. “Em uma laje de 16 cm, por exemplo, consomem-se 8
cm só de concreto. Então, retira-se metade do peso da laje mantendo praticamente a mesma
resistência”, explica André Pagliaro, sócio-fundador da empresa fornecedora. Os alvéolos são limitados
por paredes de concreto chamadas de alma ou nervuras.

AS VANTAGENS DO PRODUTO
Por ter diversos perfis que variam de acordo com a altura, as lajes alveolares formam um sistema
flexível, capaz de se adaptar a praticamente todos os tipos de edificação. “Elas permitem o uso em
qualquer tipo de obra. Pode ser de estrutura pré-moldada de concreto, pode ser de estrutura metálica,
pode ser uma obra com pilar e viga moldados in loco”, afirma Pagliaro, que destaca a utilização do
produto para edifícios altos, o que não ocorria antigamente. Outra vantagem é que a laje alveolar é
autoportante, ou seja, não precisa da utilização de escoramento em sua montagem. Mesmo requerendo
a capa de concreto, o painel é capaz de resistir aos carregamentos sem a necessidade de qualquer
escoramento. Essa característica traz agilidade à obra, proporcionando liberdade de trabalho nas partes
superior e inferior da laje.
A FABRICAÇÃO
A fabricação das lajes alveolares é realizada com máquinas extrusoras. “Nós temos uma usina
automatizada que produz o concreto. Esse concreto chega através de uma vagoneta posicionada perto
do local de aplicação, onde está a máquina. Então, o concreto passa dentro da máquina, que o
conforma e o lança na pista. É como se fosse uma máquina de macarrão”, compara Pagliaro.
Localizada em Ibiúna, a 60 km da capital paulista, a fábrica da Alveolare Brasil tem uma área de 65.000
m² e capacidade de produção de mais de 1.000 m² de lajes alveolares por dia. No entanto, devido à
baixa demanda do atual cenário da construção civil, a produção segue em ritmo moderado. Para a obra
da estação Campo Belo foram fornecidos 5.000 m² de lajes. Já para a obra da estação Alto da Boa
Vista, a empresa entregou 9.232 m² do produto.