You are on page 1of 21

INSTITUTO DE PSICOLOGIA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA SOCIAL E INSTITUCIONAL

Edital PPGPSI nº 2/2018


Processo de Seleção para o Curso de Doutorado
(ingresso em março de 2019)

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional (PPGPSI) da


Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, de acordo com o seu Regimento Interno, e
atendendo à Resolução n° 10/2014 da Câmara de Pós-Graduação desta Universidade, comunica a
abertura do processo seletivo para o Curso de Doutorado em Psicologia Social e Institucional, com o
ingresso previsto para março de 2019. O processo seletivo será regido pelas normas e procedimentos
descritos neste Edital e seus anexos, e conduzido pela Comissão de Seleção designada pela
coordenadora do PPGPSI, seguindo-se os prazos indicados no Cronograma do Processo Seletivo, anexo
deste Edital.

A seleção destina-se a portadores/as do diploma de Mestre, provenientes tanto da área da Psicologia


como de outras áreas.

No caso de pessoas com deficiência, as provas (escrita e/ou entrevista) serão adaptadas respeitando as
particularidades do/a candidato/a e os recursos da universidade.

I - Das Vagas

I.1 – Da quantidade e distribuição das vagas


I.1.1. O Programa disponibilizará 22 (vinte e duas) vagas para o ingresso no Doutorado em 2019,
sendo 14 (quatorze) para “ingresso regular” - podendo chegar a 20, conforme item I.2 do
presente Edital - e até 8 (oito) reservadas para ingresso vinculado às ações afirmativas. As 8
(oito) vagas reservadas, seguirão a seguinte distribuição, de acordo com o previsto na Resolução
nº01, de 21/06/2017, aprovada em reunião plenária do PPGPSI (Anexo III deste Edital): a) 4
(quatro) para candidatos/as autodeclarados/as negros/as; b) 2 (duas) para pessoas trans*
(travestis, transexuais e transgêneros); 1 (uma) para indígena residente no Brasil; e e) 1 (uma)
para pessoa com deficiência – conforme o Estatuto da Pessoa com Deficiência, Lei nº 13.146, de
6 de junho de 2015.

I.2 – Das especificidades e do remanejo das vagas


I.2.1. O preenchimento das vagas obedecerá à ordem de classificação geral dos/as candidatos/as
de acordo com os critérios estabelecidos para este Processo de Seleção, não implicando
necessariamente o preenchimento de todas as vagas oferecidas.
I.2.2. As vagas para ações afirmativas serão preenchidas seguindo-se as mesmas avaliações das
vagas regulares, respeitando-se as particularidades explicitadas pontualmente no decorrer deste
Edital, conforme previstas na Resolução nº01, de 21/06/2017 do PPGPSI/UFRGS.
I.2.3. Caso alguma das vagas destinadas a candidato/a autodeclarado/a negro/a não seja
preenchida, esta será computada como vaga regular. Esse mesmo procedimento será aplicado
para as vagas destinadas às pessoas trans* (travestis, transexuais e transgêneros). Caso
nenhum/a candidato/a seja aprovado/a como indígena, a vaga correspondente será extinta,
aplicando-se o mesmo procedimento para o caso da vaga destinada à pessoa com deficiência.
I.2.4. Caso um/a candidato/a inscrito/a para concorrer às vagas reservadas às ações
afirmativas tenha escore para ser classificado entre as 14 (quatorze) vagas regulares,
respeitando-se os critérios da seleção das mesmas, ele/a passará a ocupar a vaga da ampla
concorrência. Nessa situação, a vaga reservada será redistribuída para ser preenchida por outro/a
candidato/a autodeclarado/a negro/a, trans*, com deficiência ou indígena classificado/a,
respeitando-se a opção do/a candidato/a para a reserva de vaga (ou seja, as vagas destinadas a
candidatos/as autodeclarados/as negros/as só poderão ser redistribuídas para outros/as
candidatos/as autodeclarados/as negros/as, o mesmo valendo para candidatos/as trans*, pessoas
com deficiência e indígenas). Desse modo, evitar-se-á que candidatos/as com escore para
acessar as vagas regulares, respeitando-se os critérios das mesmas, ocupem vaga destinada às
ações afirmativas.

II – Da Inscrição e Taxas

II.1 – As inscrições de que trata o presente Processo Seletivo serão realizadas no período de 24 de
agosto a 03 de setembro de 2018, através do seguinte endereço eletrônico:
https://www1.ufrgs.br/posgraduacao/processoseletivo/index.php/inscricao/login.
II.1.1. As informações relativas ao processo seletivo serão divulgadas na página web do
Programa: http://www.ufrgs.br/ppgpsi/. O PPGPSI não se responsabilizará por propostas não
recebidas por motivos de ordem técnica dos computadores, de falhas de comunicação, de
congestionamento das linhas de comunicação, por erro ou atraso da submissão, bem como por
outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

II.2 - Para inscrição no processo seletivo, deverão ser anexados no sistema:


a) Diploma (frente e verso) e histórico completo de Graduação.
Serão aceitos diplomas de Graduação obtidos ou reconhecidos em Instituições de Ensino
Superior de Cursos reconhecidos pela CAPES. Também poderão ser aceitos diplomas de
Graduação obtidos no exterior, desde que autenticados por selo consular de missão diplomática
oficial brasileira sediada no país de origem (salvo existência de acordo vigente entre o Brasil e o
país de origem que dispense esta autenticação, como no caso dos países do Mercosul).
b) Diploma (frente e verso) e histórico completo de Pós-Graduação (Mestrado).
Serão aceitos diplomas de Mestrado obtidos ou reconhecidos em Instituições de Ensino Superior
de Cursos reconhecidos pela CAPES. Também poderão ser aceitos diplomas de Mestrado
obtidos no exterior, desde que autenticados por selo consular de missão diplomática oficial
brasileira sediada no país de origem (salvo existência de acordo vigente entre o Brasil e o país de
origem que dispense esta autenticação, como no caso dos países do Mercosul).
Excepcionalmente, poderão ser analisadas, pela Comissão de Seleção, inscrições realizadas
mediante apresentação de documento comprobatório de conclusão de curso de Mestrado.
c) Carteira de Identidade e CPF (para estrangeiros, passaporte).
d) Uma foto 3x4 recente.
e) Currículo Lattes atualizado (para estrangeiros, Currículo Vitae no modelo Lattes CNPq).
f) Comprovante atualizado de residência.
g) Para os/as candidatos/as a que se aplica a reserva de vagas, deve ser anexado o documento
referente às ações afirmativas, devendo os/as candidatos/as preencher, conforme o caso, um dos
formulários de autodeclaração que se encontram nos Anexos IV, V, VI, VII e VIII deste Edital.
Os/as candidatos/as que não anexarem o formulário de autodeclaração serão considerados/as
concorrentes regulares.
II.2.1. No ato da inscrição, os/as candidatos/as às ações afirmativas, cujo perfil permita mais do
que uma opção para tais vagas, deverão eleger apenas uma (autodeclarado/a negro/a, pessoa
trans*, pessoa com deficiência ou indígena), através do preenchimento do formulário de
autodeclaração específico, sendo automaticamente excluídos/as das demais. Não será permitida a
alteração dessa opção no decorrer do processo seletivo.

II.3 – O/a candidato/a deverá realizar o pagamento da taxa no valor de R$ 180,00 gerada pelo sistema
(DOC) após submissão dos documentos.
II.3.1 – Os/as candidatos/as que necessitem isenção de taxa de inscrição para a seleção, por
razões socioeconômicas, e que não se enquadrarem no item II.7 deste Edital, deverão solicitar o
benefício na página de realização da inscrição, anexando os documentos abaixo relacionados,
além de preencher todas as demais informações solicitadas pela plataforma:
a) Comprovante de rendimentos relativos a agosto de 2018 (em caso de autônomo/a,
cópia da declaração do Imposto de Renda Ano Base 2017).
b) Candidatos que não possuem renda a declarar deverão apresentar declaração de
próprio punho assinada, informando sua situação.
b) Justificativa, por escrito, do/a candidato/a.

II.3.2 – Além dos documentos indicados no item anterior, o sistema permitirá que o/a
candidato/a adicione outros documentos, de caráter opcional, para complementar a informação
sobre sua situação socioeconômica, a saber: comprovante de aluguel, número de identificação
social (NIS), declaração de isento de IR, comprovantes de rendimentos de outros membros do
grupo familiar.

II.4 – As solicitações de isenção da taxa de inscrição serão avaliadas pela Comissão de Seleção no dia
04 de setembro de 2018, com base nos critérios dispostos na Lei 12799/2013. As inscrições dispensadas
de pagamento serão homologadas pela Comissão de Seleção no dia 04 de setembro de 2018 e divulgadas
nesta mesma data na página http://paginas.ufrgs.br/ppgpsi/.
II.5 – Os/as candidatos/as que tiverem as inscrições com pedido de isenção de taxa de inscrição
indeferido pela Comissão de Seleção, deverão efetuar o pagamento até o dia 05 de setembro de 2018,
sem possibilidade de recurso.
II.6. As demais inscrições serão homologadas pela Comissão de Seleção até o dia 11 de setembro de
2018, após a verificação de que as mesmas obedecem às orientações deste Edital. A divulgação da lista
final das inscrições homologadas será publicada na página http://paginas.ufrgs.br/ppgpsi/, a partir de 11
de setembro de 2018, às 18h.
II.7 – Os/as candidatos/as indígenas terão direito à isenção automática do pagamento da inscrição para o
processo seletivo, conforme Art. 3º da Resolução nº01, de 21/06/2017.
III - Da Seleção

III.1 – O processo de avaliação dos/as candidatos/as cuja inscrição tiver sido homologada será
constituído por duas etapas – Prova Dissertativa de Conhecimentos em Psicologia Social, e Prova de
Defesa da Produção Intelectual e do Anteprojeto de Tese – sendo a primeira de caráter classificatório
para as/os candidatas/os que concorrem à reserva de vagas e eliminatória para as/os demais
candidatas/os.

III.2 - Primeira Etapa: Prova Dissertativa de Conhecimentos em Psicologia Social


III.2.1. A Prova Dissertativa, que versará sobre conhecimento na área de Psicologia Social, será
realizada no dia 19 de setembro de 2018, das 9h às 13h, na sala 209 do Instituto de Psicologia,
sem consulta a qualquer material, inclusive eletrônico ou manuscrito. Serão avaliados os
seguintes itens: a) qualidade da escrita e consistência na argumentação; b) utilização apropriada
dos conceitos escolhidos; c) fundamentação teórica pertinente, com referência à bibliografia
indicada no Edital de Seleção, assim como a outras bibliografias condizentes.
III.2.2. Para os/as candidatos/as às vagas regulares, a Primeira Etapa é eliminatória e
classificatória. Será aprovado/a nessa etapa o/a candidato/a que, numa escala de zero a dez,
obtiver nota igual ou superior à 7,0 (sete) na Prova Escrita. Para os/as concorrentes às vagas
reservadas às ações afirmativas, essa etapa não é eliminatória, sendo, portanto, tais candidatos/as
considerados/as nela aprovados/as, salvo em caso de não comparecimento ou obtenção de nota
zero na Prova Escrita.
III.2.2.1. Para os/as candidatos/as indígenas, a nota da Prova Dissertativa poderá ser
complementada por meio de explanação oral realizada durante a Segunda Etapa do processo
seletivo, por solicitação da Comissão de Seleção ou dos/as candidatos/as.

III.2.3. Os resultados da primeira etapa serão divulgados até as 18h do dia 02 de outubro de 2018.

III.3 - Segunda Etapa: Prova de Defesa da Produção Intelectual e do Anteprojeto de Tese


III.3.1. O/a candidato/a aprovado/a na 1ª Etapa deverá entregar, na Secretaria do PPGPSI, até o
dia 11 de outubro de 2018, duas cópias contendo, cada uma delas, respectivamente, a seguinte
documentação, encadernada em volume único:
a) Memorial Descritivo do percurso profissional e acadêmico com, no máximo, 10 páginas
(espaço 1,5 e caracteres Arial 12).
b) Anteprojeto de Tese com, no máximo, 20 páginas (espaço 1,5 e caracteres Arial 12,
contendo: 1) caracterização do problema de pesquisa; 2) revisão bibliográfica; 3) objetivos;
4) método; 5) bibliografia.
c) Curriculum Vitae, no modelo Lattes CNPq, resumido (para brasileiros/as, o currículo deve
ser registrado na plataforma Lattes/CNPq).
d) Cópia digital da Dissertação de Mestrado (apenas no caso em que a defesa já tenha sido
realizada, e quando o curso tenha sido realizado em outra IES e/ou não esteja disponível em
biblioteca digital; caso contrário, o/a candidato/a poderá apenas indicar o endereço virtual
onde a dissertação encontra-se disponível, em folha anexada ao material a ser entregue).
III.3.1.1 Será autorizado o envio de documentos via postal (Sedex), sendo o/a candidato/a
o/a único/a responsável pela entrega dos documentos dentro do prazo. Os documentos remetidos
nessa modalidade deverão ser postados no Correio até o dia 11 de outubro de 2018.
III.3.1.2. O Currículo Vitae, o Memorial Descritivo e o Anteprojeto se destinam à
avaliação, observações e apontamentos dos avaliadores, sendo que não serão devolvidos aos/às
candidatos/as após o processo, mesmo àqueles/as que não lograrem aprovação.

III.3.2. No período de 29/10/2018 à 09/11/2018, será realizada a Prova de Defesa da Produção


Intelectual e do Anteprojeto de Tese, conforme cronograma publicado na página
http://paginas.ufrgs.br/ppgpsi/, até às 18h, do dia 26 de outubro de 2018, para a qual serão
chamados/as apenas os/as candidatos/as cuja documentação descrita no item III.3.1 tenha sido
entregue dentro do prazo previsto, por via postal ou presencialmente. A Prova consiste na Defesa
da Produção Intelectual (apresentação do currículo e do memorial descritivo) e do Anteprojeto de
Tese para uma banca, composta por dois professores/as do Curso de Doutorado.

III.3.2.1. A prova terá duração máxima de sessenta minutos, sem intervalo, nos quais serão
contemplados os seguintes elementos:

a) Exposição oral da produção intelectual do/a candidato/a com duração máxima de dez
minutos, seguida de arguição de, no máximo, dez minutos, pela banca examinadora e tempo
idêntico para manifestação do/a candidato/a. Os itens avaliados serão: competência
argumentativa e coerência da trajetória do/a candidato/a; qualidade da produção bibliográfica
decorrente do percurso acadêmico e profissional; vinculação a grupos de pesquisa e outros
vínculos institucionais; disponibilidade de tempo para realização do doutorado.
b) Exposição oral do Anteprojeto de Tese do/a candidato/a, versando sobre temática
pertinente ao Programa de Doutorado, com duração máxima de dez minutos, seguida de
arguição de dez minutos, no máximo, pela banca examinadora e tempo idêntico para
manifestação do/a candidato/a. Os itens avaliados serão: adequação da revisão bibliográfica
à caracterização do problema de pesquisa; coerência entre a escolha teórico-conceitual e a
proposta metodológica; adequação do Anteprojeto à Linha de Pesquisa do/a provável
orientador/a indicado/a pelo/a candidato/a; viabilidade da execução do projeto.
III.3.2.1.1. Os/as candidatos/as indígenas, por solicitação própria ou da Comissão de
Seleção, poderão dispor de trinta minutos suplementares para explanação oral das ideias
defendidas na Prova Dissertativa, da seguinte forma: exposição oral com duração máxima
de dez minutos, seguida de arguição de dez minutos, no máximo, pela banca examinadora
e tempo idêntico para manifestação do/a candidato/a. A solicitação, tanto do/a candidato/a
quanto da Comissão deverá ser realizada em até 24 horas após a publicação do resultado
da primeira etapa do processo seletivo.

III.3.3. Na segunda etapa, será admitida a utilização de tecnologias de videoconferência ou voz


sobre IP (Skype e similares) para a realização das provas de candidatos/as residentes a mais de
250 quilômetros de Porto Alegre, sendo que o agendamento da entrevista nessa modalidade deve
ser solicitado com antecedência, bem como devem ser disponibilizadas as informações de
contato, através do endereço de e-mail ppgpsi@ufrgs.br.
III.3.4. Será aprovado/a na segunda etapa o/a candidato/a que, numa escala de zero a dez, obtiver
nota igual ou superior à 7,0 (sete) na média aritmética simples das notas da prova de Defesa da
Produção Intelectual e do Anteprojeto de Pesquisa. Para os/as concorrentes às vagas reservadas
às ações afirmativas, essa etapa não é eliminatória, salvo em caso de não comparecimento ou
obtenção de nota zero na média aritmética simples das notas da prova de Defesa da Produção
Intelectual e do Anteprojeto de Pesquisa.

III.4 – A nota final dos/as candidatos/as no processo seletivo consistirá na média aritmética simples das
notas da Primeira Etapa e da Segunda Etapa.
III.4.1. Serão considerados aptos/as a concorrer às vagas regulares somente os/as candidatos/as
que obtiverem nota final igual ou superior a 7 (sete), e, às vagas reservadas para as ações
afirmativas, os/as que atingirem nota final igual ou superior a 5 (cinco);

III.5 – O preenchimento das vagas obedecerá à ordem de classificação dos/as candidatos/as. Em caso de
empate na nota final, a classificação dos candidatos será decidida pela nota da Prova Escrita.
III.5.1. Para os/as candidatos/as inscritos/as na seleção pela reserva de vagas, serão aplicadas as
especificidades descritas no presente Edital e previstas na Resolução nº01, de 21/06/2017.

III.6 – Os resultados do Processo de Seleção serão divulgados na página do PPGPSI


(http://paginas.ufrgs.br/ppgpsi/), até às 18h do dia 30 de novembro de 2018.

IV – Dos Recursos

IV.1 – Os/as candidatos/as que desejarem entrar com recurso face às homologações das inscrições
deverão fazê-lo nos dias 12 e 13/09/2018. Os/as candidatos/as que desejarem entrar com recurso face
aos resultados da primeira etapa, deverão fazê-lo nos dias 03 e 04/10/2018 e, em relação aos resultados
finais, deverão fazê-lo nos dias 03 a 05/12/2018. Os resultados dos recursos relacionados às
homologações serão divulgados até às 18h do dia 14/9/2018. Aqueles em relação à primeira etapa serão
divulgados até às 18h do dia 05/10/2018, e os relativos ao resultado final até às 18h do dia 14/12/2018.
Recursos apresentados fora do prazo previsto neste Edital não serão considerados.

IV.2 – Os pedidos de recurso deverão ser apresentados por escrito e entregues na Secretaria do
Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional, à Rua Ramiro Barcelos, 2600, térreo,
secretaria da Pós-Graduação.
IV.2.1 - Para elaboração do recurso, os/as candidatos/as que o desejarem poderão ter acesso à
cópia do texto da sua prova escrita juntamente com cópia do respectivo formulário de pontuação,
no tocante à primeira etapa do processo seletivo, e cópia do seu respectivo formulário de
pontuação, no tocante à segunda etapa do processo seletivo, junto à secretaria do PPGPSI, nos
dias estabelecidos para apresentação de recursos. Os pedidos de recurso deverão ser apresentados
por escrito e entregues na secretaria do PPGPSI, junto com as cópias da prova e/ou formulário
recebidos, das 14h às 17h, dos dias estipulados neste edital.

V – Do Ingresso
V.1 – Os/as candidatos/as selecionados/as deverão efetuar matrícula na Secretaria do Programa,
conforme calendário acadêmico, a ser definido pela Comissão Coordenadora e publicado na página do
PPGPSI http://paginas.ufrgs.br/ppgpsi/.

VI - Da Comissão de Seleção

VI.1 – A Comissão de Seleção é constituída pelas professoras Paula Sandrine Machado, Cláudia Luiza
Caimi, Neuza Maria Guareschi e Rosane Azevedo Neves da Silva, sob a presidência da primeira.

VII – Das Disposições Finais

VII.1 – Os casos omissos, os recursos ou situações não previstas neste Edital serão analisados e julgados
pela Comissão de Seleção.

VII.1.1. Das decisões da Comissão de Seleção, cabe recurso à COMPOS/PPGPSI.

VII.2 – Este Edital tem vigência apenas para o processo Seletivo do Curso de Doutorado com
vistas ao ingresso em março de 2019, a partir da data de sua publicação, 23 de julho de 2018, até a
efetivação da matrícula dos candidatos selecionados ou dos candidatos suplentes, se for o caso, que
ocorrerá até a data limite de 30 de abril de 2019.

Porto Alegre, 23 de julho de 2018.

Profa. Dra. Fernanda Spanier Amador


Coordenadora PPGPSI-UFRGS
Anexo I

Bibliografia para a Prova Dissertativa

AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: O poder soberano e a vida nua I. Tradução de Henrique Burigo.
Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

DIDI-HUBERMAN, Georges. A sobrevivência dos vaga-lumes. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

EVARISTO, Conceição. Gênero e etnia: uma escre(vivência) de dupla face. In: MOREIRA, Nadilza M.
de Barros; SCHNEIDER, Liane (Org.). Mulheres no mundo: etnia, marginalidade, diáspora. João
Pessoa: Idéia/Editora Universitária – UFPB, 2005. Disponível em:
http://nossaescrevivencia.blogspot.com/2012/08/genero-e-etnia-uma-escrevivencia-de.html

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade. Vol. I: A vontade de saber. Rio de Janeiro: Edições Graal,
1988.

FOUCAULT, Michel, 1926-1984. Do governo dos vivos: Curso no Collège de France, 1979-1980: aulas
de 09 e 30 de janeiro de 1980 (tradução, transcrição e notas Nildo Avelino). São Paulo: Centro de
Cultura Social, 2009.

ROSE, Nikolas. Psicologia como uma ciência social. Psicologia e Sociedade, Porto Alegre, v.20, n.2,
p.155-164, ago. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v20n2/a02v20n2.pdf

ROSE, Nikolas. A política da própria vida: biomedicina, poder e subjetividade no século XXI. São
Paulo: Paulus, 2013.

SIBILIA, Paula. O homem pós-orgânico: a alquimia dos corpos e das almas à luz dastecnologias
digitais. Rio de Janeiro: Contraponto, 2015. (2ª edição).

SPIVAK, Gayatri. Pode o Subalterno falar? Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010[1985].
Anexo II - Cronograma

Publicação do Edital: 23 de julho de 2018


Inscrições: de 24 de agosto a 03 de setembro de 2018
Pedidos de Isenção da Taxa de Inscrição: de 24 de agosto a 03 de setembro de 2018
Resultado dos Pedidos de Isenção da Taxa de Inscrição: 04 de setembro de 2018
Prazo para pagamento para isenções não homologadas: 05 de setembro de 2018
Divulgação das homologações das inscrições: até 11 de setembro de 2018
Recursos quanto às homologações das inscrições: 12 e 13 de setembro de 2018
Resultado dos recursos quanto às homologações das inscrições: 14 de setembro de 2018
Realização da Prova Dissertativa de Conhecimentos em Psicologia Social: 19 de setembro de 2018
Divulgação dos resultados da 1ª etapa: 02 de outubro de 2018
Prazo para recursos (1ª etapa): 03 e 04 de outubro de 2018
Divulgação resultados dos recursos (1ª etapa): 05 de outubro de 2018
Entrega de Documentação para a 2ª etapa: até 11 de outubro de 2018
Divulgação dos horários da Prova de Defesa da Produção Intelectual e do Anteprojeto de Pesquisa
para os candidatos selecionados para a segunda etapa: 26 de outubro de 2018
Provas de Defesa da Produção Intelectual e do Projeto de Pesquisa: de 29 de outubro a 09 de
novembro de 2018
Divulgação dos Resultados Finais: 30 de novembro de 2018
Prazo para recursos (2ª etapa): 03 a 05 de dezembro de 2018
Divulgação resultado dos recursos (2ª etapa): 14 de dezembro de 2018
Vigência Edital de Seleção 2/2018: de 27 de julho de 2018 a 30 de abril de 2019 (da data de publicação
até a efetivação das matrículas dos/as candidatos/as selecionados e, quando for o caso, dos candidatos/as
suplentes).
Anexo III
Professores do curso de Doutorado em Psicologia Social e Institucional com oferta de vagas para
este processo seletivo

 Analice de Lima Palombini


 Claudia Caimi
 Cleci Maraschin
 Fernanda Spanier Amador
 Henrique Caetano Nardi
 Inês Hennigen
 Jaqueline Tittoni
 Jussara Maria Rosa Mendes
 Lilian Rodrigues da Cruz
 Neuza Maria de Fátima Guareschi
 Paula Sandrine Machado
 Rosane Azevedo Neves da Silva
 Simone Mainieri Paulon
 Tania Mara Galli Fonseca
Anexo IV

Resolução nº 01, de 21/06/2017

Em reunião plenária, os/as integrantes do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e


Institucional decidiram aprovar a adoção de ações afirmativas para a inclusão e permanência, no
seu corpo discente, de indígenas, negros/as, pessoas com deficiência, pessoas trans* (travestis,
transexuais e transgêneros), graduados da rede privada de ensino superior beneficiários do Programa
Universidade para Todos (PROUNI) do governo federal ou da rede pública de ensino superior
beneficiários de bolsas de estudo voltadas a estudantes de graduação em situação de vulnerabilidade
socioeconômica. Em vista disto, foram tomadas as seguintes decisões:

I – DAS VAGAS

Art. 1º - Do número de vagas definido para cada processo seletivo, fixado nos respectivos editais dos
cursos de Mestrado e Doutorado, em torno de trinta por cento (30%) serão reservadas para candidatos/as
autodeclarados/as negros/as, trans* e, especificamente para o curso de Mestrado, graduados da rede
privada de ensino superior beneficiários do Programa Universidade para Todos (PROUNI) do governo
federal ou da rede pública de ensino superior beneficiários de bolsa de estudo voltadas a estudantes de
graduação em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Serão reservadas duas vagas suplementares
ao número total de vagas definido para o processo seletivo, sendo uma vaga para “indígena residente no
Brasil” e uma vaga para pessoa com deficiência - conforme o Estatuto da Pessoa com Deficiência, Lei
número 13.146, de 6 de junho de 2015.

§ 1º - Do número total de vagas reservadas para candidatos/as autodeclarados/as negros/as, trans*, e, no


caso do curso de Mestrado, graduados da rede privada de ensino superior beneficiários do Programa
Universidade para Todos (PROUNI) do governo federal ou da rede pública de ensino superior
beneficiários de bolsa de estudo voltadas a estudantes de graduação em situação de vulnerabilidade
socioeconômica, 40 a 60 % (quarenta a sessenta por cento) serão atribuídas a candidatos/as
autodeclarados/as negros/as, 30 a 40 % (trinta a quarenta por cento) a pessoas trans* e, no caso do curso
de Mestrado, 10 a 20 % (dez a vinte por cento) a graduados da rede privada de ensino superior
beneficiários do Programa Universidade para Todos (PROUNI) do governo federal ou da rede pública
de ensino superior beneficiários de bolsa de estudo voltadas a estudantes de graduação em situação de
vulnerabilidade socioeconômica. Assim, caso estipuladas 20 (vinte) vagas (não suplementares) para o
curso de Mestrado, as 6 (seis) vagas reservadas para candidatos/as cotistas seriam assim distribuídas:
três (3) vagas para candidatos/as autodeclarados/as negros/as; duas (2) vagas para candidatos/as
autodeclarados/as trans; 1 (uma) vaga graduados da rede privada de ensino superior beneficiários do
Programa Universidade para Todos (PROUNI) do governo federal ou da rede pública de ensino superior
beneficiários de bolsa de estudo voltadas a estudantes de graduação em situação de vulnerabilidade
socioeconômica. As mesmas 20 (vinte) vagas ofertadas para o curso de Doutorado, teriam assim
distribuídas suas 6 (seis) vagas reservadas para candidatos/as cotistas: 4 (quatro) vagas para
candidatos/as autodeclarados/as negros/as; 2 (duas) vagas para candidatos/as autodeclarados/as trans.

§ 2º Para concorrer às vagas referentes às ações afirmativas, os/as candidatos/as deverão preencher
formulários específicos de autodeclaração no ato da inscrição, presente em anexo no edital de seleção.
Os/as candidatos/as que não preencherem o formulário indicado serão considerados concorrentes
regulares.

2.1. No ato da inscrição, os/as candidatos/as às ações afirmativas cujo perfil permite mais do que
uma opção para estas vagas deverão eleger uma das modalidades (autodeclarado negro, indígena, trans*,
pessoa com deficiência ou, no caso de processo seletivo para o curso de Mestrado, graduados/as da rede
privada de ensino superior beneficiários do PROUNI do governo federal ou da rede pública de ensino
superior beneficiários de bolsa de estudo voltadas a estudantes de graduação em situação de
vulnerabilidade socioeconômica) sendo automaticamente excluído/a das demais. Não será permitida a
alteração desta opção no decorrer do processo.

§ 3º - Os/as candidatos/as a que se aplica a reserva de vagas concorrerão às vagas reservadas e às vagas
destinadas à ampla concorrência, de acordo com a sua classificação no processo seletivo. Assim, caso
um candidato autodeclarado negro tenha escore para ser classificado entre as vagas regulares,
respeitando-se os critérios da seleção dessas, ele passará a ser contabilizado como tal. A sua
correspondente vaga originária ficará em aberto para ser preenchida por outro candidato autodeclarado
negro e assim sucessivamente de modo que nenhum candidato autodeclarado negro com escore para
acessar as vagas regulares, respeitando-se os critérios dessas, venha a ocupar vaga destinada às ações
afirmativas. O mesmo procedimento se aplica para a reserva de vagas para pessoas trans* ou, quando for
o caso, a graduados/as da rede privada de ensino superior beneficiários do PROUNI do governo federal
ou da rede pública de ensino superior beneficiários de bolsa de estudo voltadas a estudantes de
graduação em situação de vulnerabilidade socioeconômica, mas não às vagas para indígenas e para
pessoas com deficiência, cuja seleção possui critérios próprios, conforme explicitado no edital.

§ 4º - Os/as candidatos/as a que se aplica a reserva de vagas classificados/as dentro do número de vagas
para ampla concorrência não serão computados/as para efeito do preenchimento de vagas reservadas.

§ 5º - Em caso de desistência de candidato(a) em vaga reservada, a vaga será preenchida por outro/a
candidato/a a que se aplica a reserva de vagas posteriormente classificado/a, de acordo com o previsto
no § 1º.

Art. 2º - Em caso de inexistência ou não aprovação de candidatos/a autodeclarados negros, pessoas


trans* ou, quando for o caso, graduados/as da rede privada de ensino superior beneficiários do PROUNI
do governo federal ou da rede pública de ensino superior beneficiários de bolsa de estudo voltadas a
estudantes de graduação em situação de vulnerabilidade socioeconômica, a quem se aplica a reserva de
vagas, as vagas remanescentes serão revertidas para a ampla concorrência, sendo preenchidas
pelos/as demais candidatos/as aprovados/as, observada a ordem de classificação. Todavia, caso nenhum
candidato seja aprovado como indígena e/ou como pessoa com deficiência, a vaga correspondente será
extinta.

Art. 3º - Os/as candidatos/as indígenas e os candidatos provenientes de programas sociais do governo de


inclusão na graduação terão direito à isenção automática do pagamento da inscrição para o processo de
seleção do PPGPSI.

II – DA SELEÇÃO E DO INGRESSO
Art. 4º - As etapas do processo seletivo serão as mesmas para todos/as candidatos/as, guardadas as
especificidades descritas abaixo, exceto no que se refere às vagas para indígenas, que poderão contar
com avaliação específica a ser detalhada no edital de seleção.

§ 1 – Para os/as candidatos/as que optarem pelas ações afirmativas, as etapas do projeto (Mestrado e
Doutorado) e da prova escrita (Mestrado e Doutorado) terão caráter classificatório, e não eliminatório,
de modo a garantir sua participação ao longo de todo o processo seletivo, contanto que não se ausente
nem lhe seja atribuída a nota zero (0) em nenhuma das etapas indicadas.

§2 – Ao término do processo seletivo, a classificação obedecerá à média final obtida pelos/as


candidatos/as, com média igual ou superior a sete (7,0), no caso de ampla concorrência; e média igual ou
superior a cinco (5,0), no caso de candidatos/as a que se aplica a reserva de vagas.

Art.5º - Os/as candidatos/as indígenas terão direito a processo seletivo complementar ou diferenciado
para o curso de Mestrado e Doutorado, a ser especificado no edital, o qual leve em conta o caráter oral
de sua cultura.

Art. 6º - Os/as candidatos/as trans* terão seu nome social reconhecido e poderão designá-lo no campo
previsto no momento de inscrição no processo seletivo e na matrícula.

Art. 7º - Os/as candidatos/as inscritos/as dentro dos parâmetros estabelecidos para a reserva de vagas
deverão preencher e assinar uma autodeclaração junto ao requerimento de inscrição no processo seletivo
(Anexos).

§ Único – No caso dOs/as candidatos/as com deficiência, poderão registrar no requerimento de inscrição
eventuais solicitações de atendimento especial durante o processo de seleção.

III - DAS ORIENTAÇÕES E BOLSAS DE ESTUDO


Art. 8º – Os/as candidatos/as autodeclarados que forem aprovados/as no processo de seleção poderão
ser indicados/as a qualquer um/a dos/as orientadores/as que tiverem oferecido vagas no edital de
seleção.

§ Único – O número total de estudantes destinados a um/a único/a orientador/a não poderá ultrapassar o
número máximo recomendado pelos órgãos de acompanhamento e avaliação do Programa.

Art. 9º - Os mesmos critérios adotados para a distribuição de vagas, previstos no Art. 1º, valerão para a
distribuição das bolsas de estudo para os cursos de Mestrado e Doutorado disponíveis no Programa, com
prioridade na atribuição de bolsas aos/às candidatos/as optantes pela reserva de vagas.

§ Único – O número e a subsequente distribuição de bolsas obedecerão às normas estabelecidas pelos


órgãos de fomento, acompanhamento e avaliação.

IV - DA PERMANÊNCIA

Art. 10º - Serão aplicadas aos/às estudantes autodeclarados cotistas as mesmas normas e regras em
vigor para os demais discentes do PPGPSI.

Art. 11º - A Coordenação tomará iniciativas com a finalidade de facilitar a permanência dos/as
estudantes admitidos/as pela reserva de vagas, realizando acompanhamento contínuo de suas atividades
no Programa.

Art. 12º - Os/as candidatos/as inscritos/as nos parâmetros previstos para a reserva de vagas poderão
participar de curso instrumental de língua estrangeira durante os dois primeiros semestres do seu
respectivo curso, o qual contará como créditos cursados no PPPSI.

Art. 13º - No caso dos/as estudantes com deficiência, serão tomadas iniciativas práticas de acesso,
mobilidade e comunicação.
Art. 14º - Fica prevista a ampliação da representação discente do Programa de Pós-Graduação em mais
uma vaga, reservada aos/às estudantes autodeclarados/as, que terá as mesmas atribuições dos demais,
inclusive nas reuniões da COMPÓS.

V - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 15º - Esta resolução entra em vigor a partir da data de sua aprovação em reunião Plenária do
PPGPSI.

Art. 16º - Os casos envolvendo autodeclaração e comprovação da identidade dos/as candidatos/as


inscritos/as dentro dos parâmetros previstos para a reserva de vagas serão examinados pela Comissão de
Ações Afirmativas (CAF) da Universidade.

Art. 17º - Os casos omissos nesta resolução serão resolvidos pela Câmara de Pós-Graduação (CAMPG)
da Universidade.

Porto Alegre, 21 de junho de 2017.

(o original encontra-se assinado)


Fernanda Spanier Amador
Coordenadora – PPGPSI/UFRGS
Anexo V

FORMULÁRIO DE AUTODECLARAÇÃO ÉTNICO-RACIAL


SELEÇÃO DE DOUTORADO 2018

Eu, ________________________________________________________________________________,
CPF nº_______________________________________, portador/a do documento de identidade
nº___________________________________, declaro, para o fim específico de atender aos itens
requeridos no EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES E SELEÇÃO – DOUTORADO 2018 do
Programa de Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional da Universidade Federal
do Rio Grande do Sul, que estou apto/a a concorrer à vaga destinada aos/às candidatos/as
autodeclarados/as negros/as. Estou ciente de que, se for detectada falsidade nessa declaração, estarei
sujeito/a às penalidades previstas em lei.

Porto Alegre, ____ de ______________ de _____.

___________________________________________
Assinatura
Anexo VI

FORMULÁRIO DE AUTODECLARAÇÃO DE IDENTIDADE INDÍGENA


SELEÇÃO DE DOUTORADO 2018

Eu, ________________________________________________________________________________,
CPF nº ______________________________________________, portador/a do documento de
identidade nº _____________________________, declaro, para o fim específico de atender aos itens
requeridos no EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES E SELEÇÃO – DOUTORADO 2018 do
Programa de Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional da Universidade Federal
do Rio Grande do Sul, meu pertencimento ao povo indígena (identificar)
______________________________________ e que resido no Brasil, no Município
_____________________________________________ e no Estado
_______________________________. Estou ciente de que se for detectada falsidade nessa declaração
estarei sujeito/a às penalidades previstas em lei.

Porto Alegre, ____ de ______________ de _____.

___________________________________________
Assinatura
Anexo VII

FORMULÁRIO DE AUTODECLARAÇÃO DE PESSOA COM DEFICIÊNICA


SELEÇÃO DE DOUTORADO 2018

Eu, ________________________________________________________________________________,
CPF nº______________________________________________, portador/a do documento de
identidade nº______________________________________________, declaro, para o fim específico de
atender aos itens requeridos no EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES E SELEÇÃO –
DOUTORADO 2018 do Programa de Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional
da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que estou apto/a a concorrer à vaga destinada a pessoas
com deficiência e que esta declaração está em conformidade com o Art 2° do Estatuto da Pessoa com
Deficiência (2015).

Registo as seguintes informações sobre os recursos de acessibilidade e de tecnologia assistiva


necessários a minha participação no processo seletivo:
____________________________________________________________________________________

Estou ciente de que, se for detectada falsidade nessa declaração, estarei sujeito/a às penalidades previstas
em lei.

Porto Alegre, ____ de ______________ de _____.

___________________________________________
Assinatura

Anexo VIII

FORMULÁRIO DE AUTODECLARAÇÃO PARA PESSOAS TRANS*


(TRAVESTIS, TRANSEXUAIS E TRANSGÊNEROS)

SELEÇÃO DE DOUTORADO 2018

Eu, ________________________________________________________________________________,
CPF nº______________________________________________, portador/a do documento de
identidade nº______________________________________________, declaro, para o fim específico de
atender aos itens requeridos no EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES E SELEÇÃO –
DOUTORADO 2018 do Programa de Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional
da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que estou apto/a a concorrer à vaga destinada a pessoas
trans* (travestis, transexuais e transgêneros). Estou ciente de que, se for detectada falsidade nessa
declaração, estarei sujeito/a às penalidades previstas em lei.

Requer inclusão de nome social? * ( ) SIM ( ) NÃO


Nome de Registro: ____________________________________________________________________
Nome Social: ________________________________________________________________________

Porto Alegre, ____ de ______________ de _____.

___________________________________________
Assinatura
* A cópia da Carteira de Nome Social substitui este requerimento.