Вы находитесь на странице: 1из 6

PREVENCIONISMO NO BRASIL E NO MUNDO.

Segurança no trabalho:
A Engenharia de Segurança do Trabalho no Século XXI

\u2022 A cultura de SST não irá evoluir sem


que exista uma diretriz para a formação
adequada dos profissionais, através de
cursos adequados a cada realidade.

Segurança no trabalho:
A Engenharia de Segurança do Trabalho

\u201cValer-se de diferentes metodologias de


abordagens para identificar, analisar,
avaliar e controlar os riscos (acidentes)
nos locais de trabalho, projetando
sistemas, desenvolvendo atividades
educativas, sugerindo e colaborando na
modificação da organização do trabalho
promovendo a melhoria dos locais de
trabalho (\u201cdiminuição\u201d de acidentes e
doenças) e se possível agregar a ele
qualidade de vida\u201d

Segurança no trabalho:
Engenharia de Segurança do Trabalho

\u2022 OBJETIVOS

\u2022 Manutenção de ambientes de trabalho


saudáveis e produtivos;

\u2022 Valorização do elemento humano como


parte primordial para o sucesso de qualquer
organização.

Segurança no trabalho:
Engenharia de Segurança do Trabalho

\u2022 DEFINIÇÕES

\u2022 HIGIENE DO TRABALHO: conjunto de


normas e procedimentos que visam a
proteção da integridade física e mental do
trabalhador, preservando-o dos riscos de
saúde inerentes às tarefas do cargo e ao
ambiente físico onde são executadas.

Segurança no trabalho:
Engenharia de Segurança do Trabalho
\u2022 DEFINIÇÕES

SEGURANÇA DO TRABALHO: conjunto de


medidas administrativas, técnicas,
educacionais, médicas e psicológicas
utilizadas para prevenir acidentes, quer
eliminando as \u201ccondições inseguras\u201d do
ambiente, quer instruindo ou convencendo as
pessoas sobre a implantação de práticas
preventivas.

Segurança no trabalho:
Engenharia de Segurança do Trabalho

\u201c A engenharia de segurança e a


higiene ocupacional incorporam
conhecimentos de diferentes
disciplinas com o objetivo de
promover a antecipação, o
reconhecimento, a avaliação e o
controle dos riscos profissionais e do
trabalho capazes de ocasionar
alterações na saúde do trabalhador \u201c

Segurança no trabalho:
Engenharia de Segurança do Trabalho

\u2022 PREVENÇÃO É RESPONSABILIDADE DE


TODOS

\u2022 Entende-se como prevenção de acidentes


do trabalho toda e qualquer ação executada,
dentro da perspectiva da engenharia de
segurança, com o objetivo de propor
medidas de controle dos riscos visando
evitar ocorrências que possam fazer com
que, o trabalho venha a ser a causa de
sofrimento, doenças, morte e incapacidade
para quem o realiza.

A FORMAÇÃO DO PENSAMENTO
PREVENCIONISTA E O
SURGIMENTO DAS LEGISLAÇÕES
DE PROTEÇÃO AO TRABALHO

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

\u2022 Na Europa
- 1802 Inglaterra \u2013 Lei de preservação da saúde e
da moral de aprendizes e de outros empregados
na indústria.

- 1844 Inglaterra \u2013 Cláusulas adicionais


estabelecem obrigatoriedade de prover
máquinas com proteção e comunicar acidentes.

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

\u2022 Na Europa
- 1841 França \u2013 Primeira lei industrial tratando de

trabalho infantil.
- 1867 França \u2013 Surge a primeira associação de

prevenção de acidentes \u2013 Criada por Engels


Dolfus.

- 1880 Alemanha \u2013 Chanceler Otto von Bismarck


institui a indenização e seguro de acidente de
trabalho a serem pagos pelos empregadores.

Segurança no trabalho:
Pontos a Destacar!

\u2022 Nos países da Escandinávia (Suécia, Finlândia, Noruega,


Islândia e Dinamarca) os valores de SMS sempre estiveram
associados à evolução destas sociedades, por isso estão
sempre se revezando entre os melhores países em
desenvolvimento humano, qualidade de vida e proteção
ao meio ambiente.

\u2022 Apesar do conhecimento aos agravos à saúde do


trabalhador, não havia interesse dos países em cobrar
ações preventivas, havia grande interesse em fomentar o

processo produtivo para arrecadar impostos e gerar


impostos.

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

\u2022 Nos Estados Unidos


- 1877 Massachussetts \u2013 Ato governamental referente

à prevenção de acidentes que exigia a utilização de


protetores sobre correias de transmissão e
engrenagens expostas, proibição da limpeza e
manutenção de maquinas em movimento,
existência de saídas de emergência para abandono.

- 1932 Chicago \u2013 National Council for Industrial Safety/


National Safety Council.

Hoje considerado um centro mundial de referência de


prevenção, devido ensinamentos básicos para prevenir

acidentes.

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

\u2022 Na América Latina


- 1935 Cuba \u2013 \u201cConsejo Nacional para la

Prevención de Acidentes\u201d- existência de uma


entidade prevencionista.

- 1938 New York(EUA) \u2013 \u201cConsejo Inter-


Americano de Seguridad \u2013 CIAS\u201d que vem

dedicando suas atividades à prevenção de


acidentes na América Latina.

Segurança no trabalho:
Pontos a destacar!

\u2022 A pressão internacional tem motivado


uma mudança de cultura de SMS das
grandes organizações, que passaram a ter
uma ação mais responsável, independente
da cobrança do Estado.

\u2022 A atuação responsável das pequenas e


médias empresas ainda depende de uma
ação fiscalizadora mais forte e presente
do Estado.

\u2022 No Brasil
- 1919 Lei 3724 \u2013 Primeira lei contra acidentes impondo

regulamentos prevencionistas ao setor ferroviário.

- 1934 Lei Trabalhista \u2013 Decreto 24.637 institui


regulamento sobre prevenção de acidentes.
- 1941 Fundação da ABPA \u2013 Associação Brasileira para
Prevenção de Acidentes.

- 1943 Aprovação da CLT \u2013 Decreto-lei nº 5.452

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

\u2022 No Brasil
- 1944 Decreto 7036 \u2013 Lei de Acidentes do Trabalho.

- 1950 Normas de Higiene e Segurança do Trabalho nas minas \u2013 Portaria


nº 39.

- 1965 Portaria 491 \u2013 Quadro de atividades e operações insalubres.


Portaria 608 \u2013 Normas de Trabalho em condições de periculosidade e
relação de

atividades perigosas com inflamáveis.

- 1966 Recomendação OIT 112 (MELHORIA DAS CONDIÇÕES DE


TRABALHO) \u2013Criação da
FUNDACENTRO que incentivou o pensamento preventivo, tornando-se o
marco

inicial para a criação das Normas Regulamentadoras.

- 1972 Recomendação OIT 112- Portaria 3237/72 \u2013 obrigatoriedade do


SESMT

- 1977 Alteração do Capítulo V do Título II da CLT relativo à Segurança e


Medicina
do Trabalho

- 1978 Aprovação das Normas Regulamentadoras \u2013 NR (28) \u2013


Atualmente NR (35)

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

\u2022 No Brasil

.A partir da década de 80, com a redemocratização do


País, houve a necessidade de instituir mecanismos
que possibilitassem a participação da sociedade
organizada nos assuntos envolvendo a prevenção de
acidentes que, antes, eram decididos pelo governo e
empresários, sem a participação da sociedade.

.A partir dos anos 90, o Brasil vem adotando com


mais agilidade os princípios preconizados pela OIT.

Segurança no trabalho:
Primeiras ações concretas

\u2022 No Brasil

-A elaboração da legislação se baseia no


princípio participativo, chamado Sistema
Tripartite Paritário que inclui a participação

dos representantes do governo, trabalhadores


e empregadores em função da necessidade de
se consensuar inúmeros temas para revisão ou
regulamentação. Desta forma, foi editada a
Portaria MTE 02/96, criando a Comissão

Tripartite Paritária Permanente- CTPP.

Segurança no trabalho:

\u2022 Portaria nº 1127 - 02 de outubro de 2003 \u2013 Estabelece


procedimentos para elaboração e revisão de normas

regulamentadoras relacionadas a saúde e segurança e


condições gerais de trabalho.

Competência da Secretaria de Inspeção do Trabalho, terá


como princípio básico a adoção do Sistema Tripartite