Вы находитесь на странице: 1из 19

Forças no Espaço.

Universidade Federal de Campina Grande


Centro de Ciência e Tecnologia
Unidade Acadêmica de Física

Estática de Partículas- Aula-1

Professor: Eugênio Bastos Maciel

Mecânica Geral I
Turma 1. Período 2018.2

30 de agosto de 2018
Forças no Espaço.

Sumário

1 Forças no Espaço.
Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.
Forças definidas por sua intensidade e por dois pontos em sua linha de aç ao.
Forças no Espaço.

Forças no Espaço.

Vamos agora, considerar uma generalização das propriedades até aqui


estudadas no caso bidimensional e toma-las no caso do espaço tridimensional.
Em seguida, vamos fazer uso da condição de equilíbrio e estudar a estática de
partículas no espaço.
Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

~ atuando na origem O do sistema de coordenadas x, y e z.


Considere uma força F
Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

~ atuando na origem O do sistema de coordenadas x, y e z.


Considere uma força F
Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

~ atuando na origem O do sistema de coordenadas x, y e z.


Considere uma força F

As componentes desta força em termos de θy são respectivamente:

Fy = F cos θy , Fh = F sin θy (1)


Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

Por sua vez, a componente Fh forma um ângulo φ com o eixo x contido no plano
xz.

Quando decompomos Fh obtemos como resultado as seguintes expressões:

Fx = F sin θy cos φ , Fy = F sin θy sin φ (2)


Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

Assim, para o espaço tridimensional, temos as seguintes componentes para uma


~
dada força F
~ = F sin θy cos φî + F cos θy ĵ + F sin θy sin φk̂
F (3)
Percebemos que para o caso tridimensional temos uma nova variável, que é o
ângulo φ contido no plano xz, o que torna nossa tarefa mais complicada.
Porém, este problema pode ser contornado.
Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

~ , contidos contidas
Vamos considerar as componentes ortogonais do vetor força F
dentro de uma "caixa".
Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

~ , contidos contidas
Vamos considerar as componentes ortogonais do vetor força F
dentro de uma "caixa".
Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

~ , contidos contidas
Vamos considerar as componentes ortogonais do vetor força F
dentro de uma "caixa".

~ podem ser expressas por:


Assim, as componentes da força F

Fx = F cos θx , Fy = F cos θy , Fz = F cos θz (4)


Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.


~ e são chamados de
Os ângulos θx , θy e θz definem a direção de F
cossenos diretores da força F~.
~ em termos dos vetores
Isto nos permite escrever de forma direta, o vetor força F
unitários da base ortogonal
~ = Fx î + Fy ĵ + Fz k̂
F (5)

~ como:
Isto nos sugere reescrever F
~ = F cos θx î + cos θy ĵ + cos θz k̂
 
F (6)

~ = F~λ, onde
Ou ainda F
~λ = cos θx î + cos θy ĵ + cos θz k̂ (7)

~.
é um vetor unitário cuja direção e sentido são os mesmo do vetor força F
Forças no Espaço.

Forças no Espaço.
Forças no Espaço.

Componentes Retangulares de uma Força no Espaço.

Exemplos
1 Uma força de 500N forma ângulos de 600 , 450 e 1200 respectivamente com os
eixos x, y e z. Encontre as componentes Fx , Fy e Fz dessa força.
2 ~ tem componentes Fx = 90N, Fy = −153N e Fz = 270N. Determine a
A força F
intensidade de F e os ângulos θx , θy e θz .
Forças no Espaço.

Forças definidas por sua intensidade e por dois pontos em sua linha de
aç ao.
Na maioria de nossas aplicações, temos um vetor força definido pelas
coordenadas relativas a dois pontos do espaço.
Estes pontos M(x.y.z) e N(x, y, z), estão localizados em sua linha de ação.
Forças no Espaço.

Forças definidas por sua intensidade e por dois pontos em sua linha de
aç ao.

O como o vetor força está sob a a linha que une os dois pontos, podemos
construir o vetor unitário ~λ baseado nas coordenadas destes pontos.
Assim, devemos ter:
~
~λ = MN = 1 dx î + dy ĵ + dz k̂
 
(8)
MN d
Nesta configuração, o vetor força pode ser escrito como

~ = F~λ = F dx î + dy ĵ + dz k̂
 
F (9)
d
Forças no Espaço.

Forças definidas por sua intensidade e por dois pontos em sua linha de
aç ao.

Exemplos.
1 Um cabo de sustentação de uma torre está fixo em A. A tração no cabo é de
2500N. Determine as componentes da força e os ângulos θx , θy e θz .
2 Uma seção de um muro de concreto pré moldado śegurado pelos cabos de
sustentação vistos na figura. A tração no cabo AB é 840lb e no cabo AC é 1200lb.
Determine a intensidade e a direção do vetor força resultante no ponto A
Forças no Espaço.

Forças no Espaço.
Forças no Espaço.

Forças no Espaço.