Вы находитесь на странице: 1из 4

1

QUESTÕES CUSTOS / BR BIOCOMBUSTÍVEL 2010 / CONTADOR / CEAV / LORENTZ

22. (BNDES/2004) Os custos fixos de uma empresa equivalem a R$ 400.000,00 para uma produção mensal de 1.000
unidades, sendo que essa empresa tem capacidade de produção de 1.200 unidades. O custo variável é de R$
300.000,00, e a Receita de Venda por produto, R$ 500,00. A quantidade de peças e o valor da receita para alcançar o
ponto de equilíbrio, respectivamente, são:

(A) 1.600 peças e R$ 800.000,00 (B) 1.600 peças e R$ 1.000.000,00


(C) 1.800 peças e R$ 900.000,00 (D) 2.000 peças e R$ 800.000,00
(E) 2.000 peças e R$ 1.000.000,00

Solução

CVu = 300.000,00 / 1.000 un = 300,00/un


PE = 400.000,00 = 2.000 un PE($) = 2.000 un x 500,00 = 1.000.000,00 letra e)
500 - 300

23 (BR Distribuidora - Contador Jr/2010) Considere os seguintes dados de uma empresa:

Produto A Produto B
Preço unitário de venda 10,00 25,00
( - ) Custos variáveis unitários (8,00) (20,00)
( = ) Margem de contribuição unitária 2,00 5,00

Total dos custos fixos R$ 200.000 R$ 300.000


O ponto de equilíbrio econômico dos produtos A e B será, em unidades, respectivamente,

(A) 400.000 e 600.000 (B) 400.000 e 50.000 (C) 100.000 e 60.000


(D) 50.000 e 100.000 (E) 50.000 e 60.000

Solução

O PEE é a quantidade que iguala a receita total com a soma dos custos e despesas acrescida de uma
remuneração mínima sobre o capital investido pela empresa. E pode ser calculado pela seguinte fórmula:

PEE = CF + DF + Custo de Oportunidade (Retorno mínimo s/ PL)

MCu

No entanto, a questão não informa a remuneração mínima sobre o capital investido pela empresa (o lucro
desejado). Logo, considerei o retorno esperado = ZERO.

PEA = 200.000 / 2,00 = 100.000u


PEB = 300.000 / 5,00 = 60.000 u letra c)

25. (Petrobras/Contador/2010) A Cia. XPTO fabrica 5 produtos, sendo que o mercado consome10.000 unidades de
cada produto por mês. No mês analisado, houve férias de um grande contingente de operários e a empresa só
pôde dispor de 140.000 horas de mão de obra. Observe o quadro geral de custos unitários.
2
QUESTÕES CUSTOS / BR BIOCOMBUSTÍVEL 2010 / CONTADOR / CEAV / LORENTZ

Sabendo-se que os CIF fixos da empresa montam a R$ 2.350.000,00/mês, qual o produto que deverá ter sua
produção sacrificada em função dessa limitação?

(A) ALFA (B) BETA (C) GAMA (D) DELTA (E) ZETA

Solução
Fator MC/F. Horas
Produto PV CV MCu A Fabricar
Limitativo Limitativo disponíveis

ALFA 100,00 30,00 60,00 2 hs 30,00 (1) 10.000 u 20.000


BETA 120,00 43,00 62,00 3 hs 20,67 (2) 10.000 u 30.000
GAMA 150,00 50,00 80,00 4 hs 20,00 (3) 10.000 u 40.000
DELTA 170,00 54,00 91,00 5 hs 18,20 (4) 10.000 u 50.000
ZETA 180,00 57,00 93,00 6 hs 15,50 (5) 0 0
140.000

28. Letra b)

29. Letra b)

30 (ICMS/RJ/2008) Determinada empresa industrial fabrica e vende dois produtos: X e Y. No último mês
analisado, a empresa produziu 400 unidades de X e 350 unidades da Y. Sabe-se que os gastos com matéria-
prima e com mão-de-obra são:

Determine o custo unitário do produto X e do produto Y, respectivamente, incorrido nesse período, com base nas
informações apuradas para fins do custeio baseado em atividade, conforme segue:

Desconsidere qualquer tributo e qualquer informação não apresentada neste enunciado.

a) $10/unidade e $16/unidade b) $36/unidade e $41/unidade c) $42/unidade e $62/unidade


d) $32/unidade e $46/unidade e) $46/unidade e $57/unidade
3
QUESTÕES CUSTOS / BR BIOCOMBUSTÍVEL 2010 / CONTADOR / CEAV / LORENTZ

Solução
Prod X Prod Y Horas totais
Atv I 2 h x 400u = 800 h 3 h x 350u = 1.050 h 1.850 h
Atv II 1 h x 400u = 400 h 3 h x 350u = 1.050 h 1.450 h
Atv III 2 h x 400u = 800 h 2 h x 350u = 700 h 1.500 h
2.000 h 2.800 h 4.800 h

Tx Atv I = 3.700,00 : 1.850 hs = 200,00/h


Tx Atv II = 2.900,00 : 1.450 hs = 200,00/h
Tx Atv III = 3.000,00 : 1.500 hs = 200,00/h

Prod X Prod Y
Atv I, II e III 2.000 h x 200,00 2.800 h x 200,00
= 4.000,00 = 5.600,00
: 400 u 350 u
CIF Un 10,00 16,00
MP 20,00 30,00
MOD 12,00 16,00
C Un Total 42,00 62,00 Letra c)

32. Letra a)

33. (Petrobras – Contador Jr/2010) A Cooperativa Tirolesa S.A. triturou 1.000 toneladas de trigo em março de
2.009. Nesse processo ocorreu uma perda de 5% na matéria-prima, gerando uma produção de 300 toneladas de
farinha W, 250 toneladas de farinha x, 200 toneladas de farinha Y e 200 toneladas de farinha Z, sendo que o
preço pago aos produtores foi, em média, de R$ 2,00 por kg.

Informações adicionais:

• os custos conjuntos do mês foram de R$ 500.000,00, além da matéria prima;


• o preço de venda de cada produto por kg, em reais, é o seguinte:
- farinha W 1,00
- farinha X 1,92
- farinha Y 1,20
- farinha Z 0,90

Com base exclusivamente nos dados acima e adotando o método do valor de mercado para alocação dos
custos conjuntos, o custo total atribuído ao produto farinha Z monta, em reais, a

(A) 300.000,00 (B) 375.000,00 (C) 480.000,00 (D) 500.000,00 (E) 625.000,00
4
QUESTÕES CUSTOS / BR BIOCOMBUSTÍVEL 2010 / CONTADOR / CEAV / LORENTZ

Solução

Custos conjuntos distribuídos adotando o método do valor de mercado


Receita total
W = 300.000 kg x $ 1,00 = $ 300.000,00
X = 250.000 kg x $ 1,92 = $ 480.000,00
Y = 200.000 kg x $ 1,20 = $ 240.000,00
Z = 200.000 kg x $ 0,90 = $ 180.000,00 (15%)
1.200.000,00
Custo total
Custo conjunto = $ 500.000,00
+ matéria-prima (1.000 ton) = $ 2.000.000,00
$ 2.500.000,00

Produto Z = $ 2.500.000,00 x 15% = $ 375.000,00 letra b)

34. A Companhia Chimical Lorenço Lorne determinou que fosse feita a previsão de vendas de suas mercadorias,
fixando-se preços e condições para o mês de junho. A mercadoria denominada "Alvacenta" faz parte de uma
partida de 250 unidades adquiridas em maio, cujo valor a empresa pagou emitindo um cheque de R$ 12.500,00. O
preço de venda fixado para junho foi o custo de aquisição, com acréscimo suficiente para cobrir o ICMS sobre
Vendas e um lucro de 20% sobre o preço de venda. As vendas são tributadas com ICMS de 10%. As compras
anteriores também foram tributadas com ICMS de 12%. Com base nas informações acima, pode-se dizer que o
preço de venda unitário do referido item, para o mês de junho de 2002, deverá ser de:
a) R$ 71,43 b) R$ 65,00 c) R$ 62,86 d) R$ 61,11 e) R$ 57,20

Solução

Preço de Venda Unitário (PVu)


Custo de Aquisição (Ca)
Lucro (L) = 20% x PVu
ICMS s// Compras = 12%
ICMS s/ Vendas = 10%

A formação do PVu dá-se da seguinte forma:

PVu = Ca + ICMS + L

Ca = Total da Nota Fiscal – Impostos Recuperáveis (ICMS)


Ca = 12.500 – (12% x 12.500)
Ca = 12.500 – 1.500 = 11.000
Ca unitário = 11.000 / 250 u = 44,/u

PVu = Ca + ICMS + L
PVu = Ca + (0,1 PVu) + (0,2 x PVu)
PVu = 44 + 0,3 PVu
PVu – 0,3 PVu = 44
PVu = 44 / 0,7
PVu = 62,86

Solução calculando pelo mark-up

Mark-up multiplicador = 1 = 1,43 Preço = Custo x mark-up = 44, x 1,43 = 63,86


1 – 0,3

Mark-up divisor = 1 – 0,3 = 0,70 Preço = Custo : mark-up = 44, : 0,70 = 63,86
1