You are on page 1of 14

...

e os Bloqueios Criativos que te impedem


de ser tornar o profissional do futuro
2 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

O FIM DO MERCADO DE
TRABALHO TRADICIONAL
VOCÊ DEVE CONHECER ALGUÉM QUE
ESTEJA PASSANDO HOJE POR ALGUM
TIPO DE CONFLITO PROFISSIONAL,
TALVEZ ALGUÉM QUE:
- Não gosta do que faz e vive reclamando;

- Vive exausto, sem energia, mesmo depois de uma boa noite


de sono;

- Por melhor que seja o salário, continua se sentindo infeliz;

- Não vê futuro no que faz, não vê resultado no seu trabalho;

- Sente que parou de aprender e de evoluir;

- Não se sente reconhecido, apesar do seu esforço e


dedicação.

Talvez esse alguém até seja você.

Existem muitas questões relacionadas ao trabalho, e sabe o que é


engraçado? Não foi desse jeito que nos disseram que seria!

O que foi vendido para a maioria de nós, é que a vida tinha um


script claro:
NASCE, CRESCE, PRESTA VESTIBULAR, TRABALHA, CASA,
REPRODUZ, APOSENTA, CURTE A VIDA (se der tempo, né?) E
MORRE. É só rodar.
3 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Deu certo para nossos pais e avós, certo? Então não tem como
dar errado.

Só que deu.

E sabe por que? Porque esse script não funciona mais.

E tanto não funciona mais, que o mercado de trabalho da forma


como nós conhecemos, está prestes a acabar. Os profissionais
que foram bons no passado, não tem mais a garantia que serão
bons no futuro.

A NÃO SER QUE ELES TAMBÉM SE


TRANSFORMEM.
Esse é um movimento que já começou e que só cresce a cada dia.
Técnica, Experiência e Especialização, estão sendo substituídas
por Coragem, Valores e Criatividade.

ANTES AGORA
TÉCNICA CORAGEM
EXPERIÊNCIA VALORES
ESPECIALIZAÇÃO CRIATIVIDADE

E qual a solução? Mudar o script.

Para viver e não apenas sobreviver no mercado, é preciso


acompanhar o novo modelo de trabalho. E não só acompanhar,
mas incorporar, absorver, respirar a nova forma de se trabalhar.

Mas Murilo, como eu faço isso?

Existem muitas informações que precisam ser trazidas à tona,


mas um dos primeiros passos é vencer os bloqueios criativos,
4 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

que provavelmente estão impedindo você de se tornar o


profissional que gostaria de ser.

Estes bloqueios criativos, te impedem de fazer diferente,


de acompanhar o ritmo de mudança do mundo, de pensar
diferente. E é com isso que este livro vai te ajudar.

De onde vêm os Bloqueios


Criativos?
Por que então não simplesmente “mudamos”?

Porque existem bloqueios criativos impregnados no nosso


inconsciente coletivo. Para ser criativo, é preciso ser bom em
quebrar padrões, e para quebrar padrões, é preciso ser bom em
percebê-los.

Quando eu falo em bloqueio criativo, as pessoas já logo pensam


naquele famoso “deu branco”, naquele artista que de repente
parou de criar.

“Paulo Coelho está há 10 anos sem escrever um livro, está


passando por uma fase de bloqueio criativo...”

Não é desse bloqueio que eu estou


falando!
É importante que você saiba que todos nós nascemos criativos,
mas desaprendemos conforme nos tornamos adultos. Milhares
de informações vão sendo impregnadas, gerando bloqueios e
sufocando a mente livre da criança.
5 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Nosso modelo de educação, as regras sociais conservadoras e


diversos mitos, querem te fazer acreditar que você não é criativo
o suficiente.

Mitos são como lendas urbanas coletivas, que pairam no ar, que
alguém inventou por aí e que acabou virando consenso.

Explicar os mitos daria assunto para mais um livro, mas o que


eu quero te explicar agora, é o que são os bloqueios. Eu vejo
os bloqueios como lições erradas que nos foram realmente
ensinadas intencionalmente, desde criança.
Esses ensinamentos talvez já tenham feito sentido algum dia,
mas nos dias de hoje, são totalmente inadequados e bloqueiam
nosso potencial inovador e ousado de criação.

Um bloqueio, diferente do mito, é algo individual. Basta ter um

“Bloqueios são como


lições erradas
que nos foram
ensinadas
intencionalmente,
desde criança”
6 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

deles para limitar completamente sua capacidade de fazer


diferente.

Um mito é algo que precisamos esquecer. Um bloqueio é algo


que precisamos desaprender. Desaprender é um esquecimento
nível hard.

Desaprender é tão importante quanto aprender, mas é muito


mais difícil.

Tipos de Bloqueios
Os primeiros bloqueios que aprendemos são os bloqueios
educacionais; são aqueles que acontecem durante nosso
processo de educação, quando deveríamos estar sendo
preparados para o mundo.

O que era para ser um processo de construção, acaba sendo um


processo de padronização, e é aí que vem o problema.

Os segundos são os bloqueios mercadológicos; é quando você


entra no mercado de trabalho.

Na verdade, esses bloqueios continuam aparecendo durante a


vida toda, mas entre os 20 e 35 anos, é geralmente quando mais
os absorvemos, pois é quando estamos aprendendo como o jogo
funciona.

Os terceiros são os bloqueios cerebrais, que nascem com a gente


e ficam até o fim da vida.

Esses são bloqueios relativos à forma como nosso cérebro


funciona, e estão por trás de todos os outros.

Existem 9 bloqueios principais que possivelmente atuam em


algum nível na sua vida, e falo detalhadamente sobre cada
7 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

um deles e as estratégias para combatê-los no meu curso


Reaprendizagem Criativa.

Eu posso passar horas falando sobre cada um desses bloqueios,


mas neste livro, decidi resumir 3 deles que eu considero
importantíssimos e que por si só, já vão mudar a forma como
você vê as coisas.

O Bloqueio do Gabarito
Você já parou para pensar que a escola é basicamente um jogo de
adivinhar o que você espera que o professor responda?

Esse é um tipo de bloqueio educacional que toda pessoa que já


foi à escola vivenciou.

As respostas estão previamente definidas, e você precisa dar um


jeito de encontrá-la, assim como todos os outros alunos da sala.
Ou seja, todos devem chegar na mesma resposta, exatamente
igual, pelo mesmo exato caminho.

Ser diferente é errado.

De todas as maneiras, somos ensinados que existe uma resposta


certa, e a nossa única missão é descobrir qual é.

Se ser diferente é errado, pensar diferente também é. Esse é


um bloqueio profundo, que ao longo do nosso crescimento, vai
minando nossa capacidade de criar, ousar e inovar.

Portanto, você precisa:


Desaprender: que só existe uma solução para cada problema.
8 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Reaprender: que todo problema tem mais de uma solução,


mesmo que você pense que já chegou na certa.

O Bloqueio do Especialista
Esse é um dos bloqueios mercadológicos mais presentes na
nossa cultura. A maioria de nós aprende que precisamos estudar,
prestar vestibular, terminar a graduação e fazer pós- graduação,
mestrado, doutorado, e por aí vai.

A ideia é que você precisa se especializar. Por que?

Porque é o que o mercado quer. Você não precisa ser bom em


muitas coisas, mas sim ser excelente em uma.

E isso é uma mentira!

Nós ouvimos essa história a vida inteira. Nada contra você ser
um especialista, mas precisamos repensar as nossas motivações.
Você pode e deve fazer um doutorado, se seu objetivo é ser
um doutor naquele assunto.

O problema é quando achamos que a nossa vida não está indo


bem porque não somos especialistas o suficiente, e aí decidimos
estudar mais, fazer mais um curso, outra pós-graduação.

Isso pode ter funcionado no passado, mas no novo mercado


não vai ser mais assim. A especialidade será substituída pela
criatividade. Os computadores estão ficando muito bons
em processar dados lógicos e matemáticos.

Quem sobrevive é quem consegue pensar fora da caixa.


Seja especialista e generalista ao mesmo tempo. Crie novas
perguntas.
9 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Portanto, você precisa:


Desaprender: que um problema precisa ser resolvido por um
especialista da área.

Reaprender: que problemas podem ser resolvidos por pessoas


criativas, mesmo que de outras áreas.

O Bloqueio do Ocupado
Já parou para pensar que a maioria das pessoas “não têm
tempo” para parar para pensar? Existe um mito de que ser
ocupado é sinônimo de estar bem.

- E aí, tudo bem?


- Tudo ótimo, na correria, e você?
- Opa, maravilha! Aqui também, puxado como sempre!
- Sucesso!

O ocupado é o cara que está bem, com a agenda cheia, correndo


sem parar, caixa de e-mails lotada, celular que não para de tocar.

Isso foi muito incentivado pela velha Revolução Industrial,


que resolveu medir as horas da produtividade, cada etapa da
produção, dividir e segmentar as pessoas em atividades e tempo
de trabalho.

Só tem um problema: aprendizagem não se mede por hora.

Produção não se mede por hora. E criatividade definitivamente,


não se mede por hora.
Quantas horas vale um insight? Quantas horas vale uma sacada?

Com a criatividade, a coisa é muito diferente. Você sabia que a


melhor forma de resolver um problema é ter vários problemas?
10 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Os ocupados vivem no piloto automático, pensam sem parar, mas


sempre do mesmo jeito. As pessoas acham que não têm tempo
para pensar, mas não pensam por exemplo no tempo que seria
economizado graças a uma grande ideia.

O ócio criativo não significa não pensar. Significa não pensar


através de regras obrigatórias, sob a imposição do cronômetro e
da racionalidade que tem conduzido o mercado de trabalho
nos últimos anos.

Portanto, você precisa:


Desaprender: que parar para pensar é perda de tempo e
trabalhar muito é sinal de sucesso.

Reaprender: que produção se mede mais por tempo produtivo


do que por tempo trabalhado e, se você parar para pensar, terá
mais tempo.
11 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Resumindo Tudo e Mais um Pouco...


Apesar dos muitos bloqueios que adquirimos ao longo da vida, ao
menos os bloqueios do Gabarito, do Especialista e do Ocupado
você já tem uma ideia de como enfrentar.

E uma coisa eu garanto, se você sair deste livro com a tabela


abaixo em mente, hoje mesmo, você irá se surpreender com a sua
criatividade para resolver problemas.

DESAPRENDA REAPRENDA
Que todo problema tem
Que só existe uma solução mais de uma solução,
para cada problema mesmo que você pense que
já chegou na certa.

Que problemas podem


Que um problema precisa
ser resolvidos por pessoas
ser resolvido por um
criativas, mesmo que de
especialista da área
outras áreas.

Que produção se mede mais


Que parar para pensar é por tempoprodutivo do que
perda de tempo, e trabalhar por tempo trabalhado e, se
muito é sinal de sucesso. você parar para pensar, terá
mais tempo.
12 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Sobre o Autor
Ex-nerd dos anos 90
Ex-autor de livros sobre internet
Ex-empresário de tecnologia
Ex-aluno de Administração
Ex-comediante stand-up
Ex-cara do vídeo do Estagiário
Ex-ator de pegadinha do SBT
Ex-aluno de futurismo da Singularity
Ex-apresentador de televisão
Ex-cover do Wesley Safadão
Ex-perto…

Ex-perto porque eu descobri que poderia juntar todas essas


minhas ex-periências, somar a minha paixão por educação e criar
a KEEP LEARNING SCHOOL, uma start-up de educação com o
sonho abusado de erradicar o desperdício de potencial humano.

E você?
Sente que está desperdiçando
o seu potencial humano?

Se SIM.

Fica comigo que em breve você receberá alguns e-mails massa


sobre a minha série Habilidades do Futuro. É um documentário
em que eu explico por que o seu trabalho esta prestes a
morrer e o que você precisa fazer para continuar evoluindo e se
diferenciando.
13 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

Esta é uma oportunidade única para você descobrir como dar um


salto relevante em sua vida e se transformar no profissional do
futuro, hoje!

O papo é sério!

Se você quer viver bem com o seu trabalho, está cansando de só


sobreviver e não tem mais 10 anos a perder, acompanhe a série.
Venha fazer parte do time de pessoas que não se curvam diante
do mercado de trabalho tradicional.

Se NÃO.

Fica comigo que em breve você receberá alguns e-mails massa


sobre a minha série Habilidades do Futuro. É um documentário
em que eu explico por que o seu trabalho esta prestes a
morrer e o que você precisa fazer para continuar evoluindo e se
diferenciando.

Esta é uma oportunidade única para você descobrir como dar um


salto relevante em sua vida e se transformar no profissional do
futuro, hoje!

O papo é sério!

Se você quer viver bem com o seu trabalho, está cansando de só


sobreviver e não tem mais 10 anos a perder, acompanhe a série.
Venha fazer parte do time de pessoas que não se curvam diante
do mercado de trabalho tradicional.

Um cheiro,

MURILO GUN
14 O Fim do Mercado de Trabalho Tradicional

www.queroassistir.com.br