Вы находитесь на странице: 1из 4

ENCONTRANDO OS VALORES PERDIDOS

Lucas 15:8-10

Essa história narrada pelo evangelista Lucas conta que uma mulher tinha 10
dracmas e perdendo uma delas em sua casa, passou a procurar com
diligência, não envidando esforços usando todos os meios possíveis para
encontrá-la.

Mas qual a importância de uma dracma perdida haja vista que ela ainda tinha
nove com ela?

Sim, uma grinalda que embelezava as mulheres casadas continha dez


dracmas, quando se perdia uma delas logo se percebia sua falta e era tido
como desleixo e falta de cuidado.
Além de seu valor no quadro de embelezamento também era de grande valor
financeiro. Uma dracma era muito valiosa equivalia a um dia de trabalho.

Qual a estratégia de satanás? Roubar algo precioso (salvação / saúde / paz


/ finanças / alegria / liberdade / comunhão / a própria vida)
Seu objetivo principal: Desestabilizar sua comunhão e conseqüentemente
o brilho e alegria de servir a Deus.
Isso acontece com o novo crente e com aquele que está já há muito tempo na
carreira cristã.

Nesse (embate) choque impetuoso, nesse ataque furioso, temos que tomar
algumas atitudes para vencermos a forças enganadoras do inimigo.

Algumas dracmas são perdidas na trajetória de nossas vidas e o pior é que


não nos importamos ou não percebemos.
Poderemos alistar pelo menos dez dracmas para a nossa meditação, afim de
que não caiamos na tentação de não darmos a devida importância, tendo em
vista serem cruciais no que diz respeito aos valores espirituais e eternos.

1. Dracma da alegria.
Nada traz alegria para muitos irmãos: igreja / trabalho /tudo sem graça, não
há prazer em servi ou está na casa de Deus.
Se você perdeu a alegria. Neemias 8:10 diz que alegria do Senhor é a nossa
força

2. Dracma da saúde.
Tem pessoas que perderam a dracma da saúde, estão sempre doente,
enfermidades: e o pior acostumaram-se com isso.
Se você perdeu e não percebeu essa perda. Ap 22.2 diz que a árvore da vida
produz 12 frutos e as suas folhas são para cura dos povos. Isaías 53.4 diz que
ele (Jesus) levou sobre si as nossas enfermidades, as nossas dores.

3. Dracma das finanças.


Para muitos tornou-se normal gastar mais do que se ganha, culpa-se satanás,
diz que foi laço. Não dar o dízimo que é o mínimo, sai do laço entra numa
forca.

Em Lc 6:48-49 mostra um homem edificando uma casa sobre a rocha.

Edifique suas finanças na rocha e não na areia, depois peça a Jesus para
fechar a boca do devorador.

4. Dracma da paz.
Muitos já perderam a paz com seu vizinho /patrão/ marido/irmãos / etc. No
livro de salmo 4.8 diz: em paz me deito e logo pego no sono, porque Senhor,
tu me fazes repousar seguro. Se você perdeu, em nome de Jesus, recupere
sua paz.
5. Dracma da liberdade.
Tem pessoa que se sente escravo do pecado / não se sente livre em nada.
Estão presas dentro de si.
Uma comunhão íntima com Deus traz liberdade, gaste seu tempo com Deus
para se sentir livre. Em II Cor 3.17 diz que o Senhor é Espírito, e onde está
o Espírito de Deus, aí há liberdade. Se o Espírito Santo de Deus está em você,
então você é livre.

6. Dracma da comunhão.
Há aqueles que não tem prazer em estar em oração com Deus, não tem prazer
em ler a bíblia, não tem prazer em participar dos cultos, nem tem prazer em
estar em comunhão com irmãos.
Ao invés de dizer: alegrei-me, diz: entristeci-me quando me disseram vamos
à casa do Senhor.

Irmãos, o segredo da comunhão é andar na luz, andar em sintonia com Deus.


Em I João 1.7 diz que se andarmos na luz como ele na luz está, mantemos
comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus, seu filho, nos purifica de
todo pecado.

7. Dracma da conquista.
Há aqueles que começam projetos e não terminam/ perdeu-se os sonhos /
perdeu-se o gosto da vitória / nada dar certo / coleciona de derrotas. Há um
espírito de derrotismo impregnado na alma.

Está na hora da conquista, da restituição! Temos que fazer como Paulo


ensinou a igreja de Filipos (3.13) “Uma coisa faço, esquecendo-me das
coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão,
prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo
Jesus.”
8. Dracma do amor.
Tem gente que não consegue mais amar. Não tem mais amor pelas coisas de
Deus, nem por si mesmo. O fatalismo tomou conta de sua alma.

O que podemos dizer quando passarmos por essa situação: “Senhor ensina-
me amar mesmo quando só há ódio em meu redor”. Ap 2.4 diz que a igreja
Éfeso tinha abandonado o primeiro amor.

I João 4.16 diz que Deus é amor, e aquele que permanece no amor,
permanece em Deus e Deus nele.

9. Dracma da vida.
Há muitos crentes mortos, com vida espiritual zero. Com suas vidas sem
sentido, nada tem graça. Na parábola do filho pródigo (Lc 15.24) o pai diz
assim: este meu filho estava morto e reviveu estava perdido e foi achado.
Houve atitude positiva.

Em I João 5.12 diz aquele que tem o filho, tem a vida eterna.

10. Dracma da salvação.


Têm muitos que estão na igreja, mas não se sente salvo. Seu nome foi riscado
do Livro da vida. Quando se perde a certeza da salvação, o inimigo aproveita
para bombardear nossa mente.
Em atos 4.12 diz que não há salvação em nenhum outro nome abaixo do céu
pelo qual importa que sejamos salvo.

Se eu aceitei Jesus como meu salvador, o pecado não pode mais me dominar,
então tenho que proibir satanás de invadir minha mente.

O que precisamos fazer para recuperar a dracma perdida? Talvez você


tenha meditado: “Meu Deus, eu perdi a minha salvação, o meu primeiro
amor, e não percebi…”.
Hoje é um bom dia para você buscar o que você perdeu. Mas para você achar
o que foi perdido tem que tomar algumas atitudes necessárias:

1. Acender uma candeia. Significa abrir um clarão de luz em meio às trevas,


e procurar enxergar claramente para achar o que se perdeu.
Jesus é a nossa Luz, só Ele pode te mostrar o que e onde você perdeu. João
8:12

2. Temos que varrer a casa. Limpar tudo, (coração) vê se há em mim algum


caminho torto. Sl 139:23-24; Eclesiastes 9:8
O nosso coração é a morada do Espírito Santo, precisa estar limpo, varrido,
arejado, para que o Espirito Santo tenha total liberdade para fazer morada.

Procure diligentemente, se esforce se empenhe, não desista, insista, até


achar.

3. Por último: faça uma grande festa. Alegre-se em usufruir os prazeres de


ter achado o que havia se perdido. Pois o que adianta o homem ganhar o
mundo todo e vir perder a sua alma?

Похожие интересы