You are on page 1of 3

SB II - EXERCÍCIOS PROPOSTOS

. Alguns exercícios requerem consulta complementar à bibliografia.

1. Quantas gramas de oxigênio são necessárias para a combustão completa do carvão


quando 700 kcal são liberadas? A pressão é constante a 1 atm e a temperatura é de 25C.
Solução: CNTP
Combustão do carvão: C + O2  CO2 H = -94 kcal /mol
Massa molecular do O2: M = 16 g x 2 = 32 g/mol
32 g  H = -94 kcal -94 x = -700 x 32
x g  H = -94 kcal x = 238,29 g de O2
.
2. O DBO5 de um esgoto é de 250 mg/l. Se k é igual a 0,15, qual o DBO resultante do esgoto?
Solução: L = Lo. e-kt = 250 . e-0,15x5 = 118,9 mg/l

3. O DBO5 de um esgoto é de 280 mg/l. O DBO resultante registrado do esgoto é de 410 mg/l.
Qual a taxa que este esgoto está sendo oxidado?
Solução: Consumo acumulado de O2
L = L0 (1 – e-kt) ln e–5k = - ln 0,4642
410 = 280 (1 – e-k5) -5k ln e = - ln 0,4642
-5k
e = - 0,4642 -5k = -0,7674 k = 0,153

4. A vazão de esgoto de uma cidade é de 93.750 m3/dia. Se o DBO5 médio a 20C do esgoto
é de 265 mg/l, calcule a demanda total diária de oxigênio em kg e a população equivalente
do esgoto.
Solução: Carga Orgânica da DBO5,20 total diária: 93,750 x 103 x 103 x 265 x 10-6
DBO 5,20/dia = 24.843,75 kg/dia
População equivalente: 24.843,75 kg/0,054 kg/hab = 460.069 habitantes
Demanda de O2: 2 kg O2/kg DBO5,20 = 2 x 24.843,75 = 49.687,50 kg de O2

5. Uma ETE tem dois tanques retangulares de sedimentação, cada um com 12 m de


comprimento, 4 m de largura e 2,2 m de profundidade. O vertedor do efluente de cada
tanque tem 14 m de comprimento. A média diária de vazão de esgoto é de 1.450 m 3.
Calcule a taxa de escoamento e a carga efluente vertida. Qual o valor estimado de DBO
removido?
Solução: A = 12 x 4 x 2 = 96 m2 e V = 96 x 2,2 = 211,20 m3
Tesc = Q/A = 1450m3/96 m2 = 15,10 m3/dia/m2
Q = 1.450 m3/24 h = 60,417 m3/h = 1,007 m3/s
Tdet = V/Q = 211,20 m3/60,417 m3/h = 3,496 h = 3h 30 min
Carga efluente vertida = (28 x 1.450)/(2x12x4) = 12,946 m3/dia/m
DBO removido:
1.450 = (k1.k2.q.P.R) = 1,25 x 1,50 x 200 x P x 0,8
P = 4.833 hab
DBO eq pop = 4833 x 0,054 g/hab = 261 kg DBO
DBO removido no decantador = 0,30 x 261 = 78,3 kg

6. A vazão de projeto para uma ETE, de uma cidade com uma população de 150.000
habitantes, é de 75.000 m3/dia e concentração de 350 mg/l. Determine a DBO do
equivalente populacional deste sistema.
Solução: Carga Orgânica: 75.000 x 103 x 350 x 10-6 = 26.250 kg DBO/dia
População equivalente: 26.250kg/0,054kg/hab = 486.111 habitantes
7. Calcule as dimensões de para um canal tipo de uma unidade de remoção de lodo baseado
numa média diária de vazão de 7.500 m3/dia e um pico de 15.000 m3/dia. Use uma seção
transversal quadrada para a vazão de pico, uma velocidade horizontal de 0,3 m/s e a
velocidade de sedimentação de 0,025 m/s.
Solução: Q = 15.000m3/86400 s = 173,61 l/s
A = Q/v = 0,17361/0,3 = 0,579 m2
Seção transversal quadrada: 0,5791/2 = 0,761 m  adotar 0,8 x 0,8 m

8. Uma unidade tipo clarificador aerado para remoção de areia e pré-aeração tem 1,2 m 2
com 2,4 m de profundidade de líquido. A vazão de esgoto é de 3 m 3/dia com um volume de
areia de 0,008 m3/m3. Um tanque de armazenamento dotado de grelha mecanizada tem um
volume usual de 0,75 m3. Calcule o tempo de detenção na unidade de aeração e estime o
tempo necessário para encher o tanque de armazenamento com areia.
Solução: Volume do tanque = 2,4 m2 x 1,2 m = 2,88 m3
Tempo de detenção = 2,88 m3/3 m3/dia = 0,96 dia = 23h 2,5 min
Contribuição diária para o tanque: 0,008 m3/ m3 x 3 m3 = 0,024 m3/dia
Tempo para encher o tanque: 0,75 m3/0,024m3/dia = 31,25 dias

9. Projete um sistema de lodo ativado de mistura completa para tratar 20.000 m 3/dia de água
residual sedimentada que tem uma DBO 5 de 250 mg/l. O efluente deve conter 20 mg/l ou
menos de DBO5. Suponha a temperatura de 20C e que são aplicadas as seguintes
condições:
 Os sólidos suspensos voláteis do efluente ao reator são desprezáveis
 Concentração do lodo de retorno = 12.500 mg/l de sólidos suspensos = 10.000 mg/l
de sólidos suspensos voláteis.
 Sólidos suspensos voláteis do líquido mescla (SSVLM) = 3.500 mg/l = 0,80 dos
sólidos suspensos totais do líquido mescla (SSLM).
 Tempo médio de retenção celular c = 10 dias.
 Regime hidráulico do reator = mescla completa
 Y = (0,65 kg de células)/(kg DBO5 utilizada) e kd = 0,10/dia. Estas constantes são
para temperatura entre 20 e 25C.
 O efluente contém 22 mg/l de sólidos biológicos, dos quais 65 % é biodegradável.
Este se converte a partir da demanda final a DBO 5 por meio do fator 0,68 para um
valor de K = 0,1/dia
 A água residual contém nitrogênio e fósforo e outros nutrientes ao nível de vestígios
em quantidade suficiente para o crescimento biológico.
Solução:
1. Cálculo da DBO5 solúvel no efluente:
DBO5 efluente = DBO5 solúvel que escapa do tratamento + DBO5 de sólidos biológicos do efluente
20 = S + 22(0,65).(1,42).(0,68)  S = 6 mg/l DBO5 solúvel, isto significa que a
eficiência do tratamento biológico com base na DBO 5 solúvel será: Es = [(250 – 6)/250] x100 =
97,6%, e a eficiência total da ETE será: Et = [(250 – 20)/250] x 100 = 92 %
2. Cálculo do volume do reator. O volume do reator pode ser determinado
pela equação {XV = [YQc (S0 – S)]/(1 + Kdc)}, então:
3500 V = [(0,65) 20.000 (m3/dia) 10 dias (250 – 6) mg/l]/(1 + 0,10).(10)
V = 4.531,5 m3
3. Cálculo da produção de lodo expressa em kg/dia de sólidos suspensos;
dX/dt = XV/c = [(3.500 mg/l) 4.531,5 103 (l/m3) 1/106(kg/mg)]/10 dias
dX/dt = 1.586 kg/dia
Produção de lodo: 1.586/0,8 = 1.982,5 kg(SS)/dia
4. Cálculo da retirada de lodo a partir do reator. Desprezando os sólidos
perdidos no efluente da ETE, o volume de lodo a retirar será:
Qw  V/c  4.351,5 m3/10 dias  453 m3/dia
Se a retirada do lodo é efetuada na linha de recirculação, então o volume
será:
Q’w  XV/c.Xr  4.351,5(3.500)/10 (10.000)  158,6 m3/dia. Observe-se
que em qualquer caso o peso do lodo retirado é o mesmo (186 kg de
sólidos suspensos voláteis por dia) e que qualquer dos métodos resultará
em um c de 10 dias para o sistema.
5. Cálculo da relação de recirculação:
Concentração de SSV na aeração = 3.500 mg/l
Concentração de SSV no retorno = 10.000 mg/l
3.500 (Q + Qr) = 10.000 (Qr)
Qr/Q = R = 0,54
6. Cálculo do tempo de detenção hidráulica para o reator:
T = V/Q = 4.531,5 m3/20.000 m3/dia = 0,225 dia = 5,4 h
7. Cálculo da necessidade de oxigênio (sem contar a necessidade de oxigênio
para a nitrificação), com base na demanda final DBOL:
kg O2/dia = (dF/dt)L – 1,42(dX/dt)
{(250 – 6)mg/l [(20.000)m3/dia (103)]l/m3(1/106)kg/mg}/0,68–[1,42(1.586)]=
= 4.925 kg/dia
8. Comprovação da relação U e a carga volumétrica:
U = (dF/dt)/XM – baseada na DBO5 e SSVLM =
{(250 – 6)mg/l [(20.000)m3/dia (103)]l/m3(1/106)kg/mg}= 0,30
3500 mg/l(4.531,5)m3(103)l/m3(1/106)kg/mg
Carga = (250-20)mg/l(20.000)m3/dia(103)l/m3(1/106)kg/mg]/4531,5 m3 =
= l kgDBO5 eliminada/m2 de reator
9. Cálculo do volume de ar. Necessidade de oxigênio = 4.925 kg/dia. O peso
específico do ar a CNTP é 0,0012 kg/dm3 e contém 23,2% de oxigênio por
peso:
4.925 kg/dia/[(0,0012) kg/dm3(0,232).(103)dm3/m3] = 17.690 m3/dia
Supondo que a eficiência calculada da transferência de oxigênio é de 8%,
portanto a necessidade de ar será:
17.690/0,08 = 221.125 m3/dia ou 221.125m3/1440 min = 153,55 m3/min
10. Comprovação volume de ar:
205.700 (m3/dia)[(250 – 20) mg/l(20.000)m3/dia(10-3)kg/dia] = 44,7 m3/kg
DBO eliminada

10. Calcule a quantidade e o volume de lodo sem tratar, com e sem uso de agentes químicos de
precipitação a partir de uma vazão de água residual de 3.785 m 3/dia, que contenha 300
mg/l de sólidos suspensos. Suponha que 60 % dos sólidos suspensos se eliminam no tanque
de sedimentação primária sem adição de produtos químicos e que se adicionam 8,4 kg de
sulfato ferroso e 72 kg de cal para cada 1.000 m 3 de água aumentando a eliminação de
sólidos suspensos até 70 %.
Solução: