You are on page 1of 37

Análise da Massa e da Energia

em Volumes de Controle
Cápitulo 5
Vazão Mássica
Vazão Mássica:

𝑚= 𝜌 𝑉 ∙ 𝑑𝐴

Produto Escalar
Conservação da Massa

𝑚= 𝜌 𝑉 ∙ 𝑑𝐴

Velocidade Média
Vazão Volumétrica (m3/s)

V=𝑄= 𝜌 𝑉 ∙ 𝑑𝐴
Vazão Mássica (kg/s)
𝑄 = 𝑉𝐴
Conservação da Massa

𝑚𝑒𝑛𝑡 − 𝑚𝑠𝑎𝑖 = ∆𝑚𝑉𝐶


Massa total que ENTRA Massa total que SAI Variação líquida de massa
no VC durante um Δt no VC durante um Δt Dentro do VC durante um Δt
Conservação da Massa
Massa total dentro do VC:

Taxa de variação da massa total dentro do VC:

Formulação geral da CONSERVAÇÃO DA MASSA:


Casos Especiais
Escoamento com perfil de velocidade uniforme na seção:

Escoamento em regime permanente com perfil de


velocidade uniforme na seção.

Escoamento em regime permanente com perfil de


velocidade uniforme na seção, com corrente única
Casos Especiais
Escoamento incompressível em regime permanente
com perfil de velocidade uniforme na seção.

Escoamento em regime permanente com perfil de


velocidade uniforme na seção, com corrente única
Atenção
Trabalho de Fluxo e a Energia de um
Escoamento de um Fluido

Trabalho de fluxo é a energia necessária para empurrar um


fluido para fora ou para dentro de um volume de controle e
é igual a Pv
Energia Total de um Fluido Escoando
Energia total de um sistema compressível simples

Energia total de um fluido em escoamento


Energia Total de um Fluido Escoando

Com o uso da entalpia em vez da energia interna para representar


a energia de um fluido em escoamento, não é necessário
preocupar com o trabalho de fluxo. A entalpia leva em conta
automaticamente a energia necessária para empurrar o fluido para
dentro e para fora do volume de controle. Na verdade esse é o
principal motivo para definição da propriedade entalpia.
Transporte de Energia pela Massa
ϴ: energia total por unidade de massa

Quantidade de energia transportada:

Taxa de transporte de energia:


Análise de Energia de um Volume de
Controle sob REGIME PERMANENTE
• Nenhuma propriedade extensiva ou intensiva
varia com o tempo.
• Δ𝑉𝑉𝐶 = 0 , 𝑙𝑜𝑔𝑜 𝑊𝑓 = 0
• A massa total que entra deve ser igual a massa
total que sai. 𝑚𝑒 = 𝑚𝑠
• A energia total que entra deve ser igual a energia
total que sai.Δ𝐸𝑉𝐶 = 0
• As interações de trabalho e calor do volume de
controle com a vizinhança não mudam com o
tempo
Análise de Energia de um Volume de
Controle sob REGIME PERMANENTE
Análise de Energia de um Volume de
Controle sob REGIME PERMANENTE
Análise de Energia de um Volume de
Controle sob REGIME PERMANENTE

Corrente única:

Por unidade de massa:

Δ𝑒𝑐 ≅ 0 e Δ𝑒𝑝 ≅ 0 ∶
Bocais e Difusores
Bocal (Nozzle): Dispositivo que
aumenta a velocidade do
escoamento a custa da pressão.

Difusor: Dispositivo que aumenta a


pressão do escoamento pela sua
desaceleração

𝑄≅0
∆𝐸𝑝 ≅ 0
𝑊≅0
∆𝐸𝑐 ≠ 0
Turbinas e Compressores

Extrai energia do escoamento. O escoamento realiza


trabalho sobre a turbina.
Turbinas e Compressores
• Compressores, bombas e ventiladores realizam
trabalho sobre o escoamento. Fornecem energia ao
escoamento.

𝑄≅0
∆𝐸𝑝 ≅ 0
𝑊≠0
∆𝐸𝑐 ≅ 0
Turbocompressor automotivo
Válvulas de Estrangulamento
• Quaisquer dispositivos que restringem o escoamento e que
causam uma queda significativa na pressão do fluido (perda
de carga).

𝑄≅0
∆𝐸𝑝 ≅ 0
𝑊=0
∆𝐸𝑐 ≅ 0
Válvulas de Estrangulamento
𝑄≅0
∆𝐸𝑝 ≅ 0
𝑊=0
∆𝐸𝑐 ≅ 0

Energia interna + energia do escoamento = CONSTANTE

Se a energia do escoamento aumenta a energia interna do fluido diminui e


consequentemente sua temperatura. Se a energia interna do escoamento
diminui a energia interna do fluido aumenta e consequentemente sua
temperatura.
Câmaras de Mistura

𝑄≅0
∆𝐸𝑝 ≅ 0
𝑊≠0
∆𝐸𝑐 ≅ 0

𝐸𝑒𝑛𝑡 = 𝐸𝑠𝑎𝑖
Trocadores de Calor
Trocador de calor é um dispositivo no qual duas
correntes de fluido trocam calor sem se misturar
Casca e Tubo
Casca e Tubo
Casca e Tubo
Serpentinas
Casca e Tubo
Placas
Escoamento em Tubos e dutos
Análise da Energia de Processos em
Regime Transiente
Conservação da massa

Conservação da energia
Análise da Energia de Processos em
Regime Transiente
Análise Simplificada

Processo de Escoamento Uniforme: as propriedades do fluido


em qualquer entrada e saída não variam com o tempo e com a
posição na seção transversal da entrada ou da saída. Se
variarem, são feitas médias que serão tratadas como constantes
durante todo o processo.
Forma Geral da Equação da Energia

Teorema do Transporte de Reynolds


para a Primeira Lei da Termodinâmica
𝛿 𝑉2
𝑄−𝑊 = ℯ𝜌𝑑∀ + 𝑢 + 𝑝𝑣 + + 𝑔𝑧 𝜌𝑉 ∙ 𝑑𝐴
𝛿𝑡 𝑉𝐶 𝑆𝐶 2

𝛿
𝑄−𝑊 = ℯ𝜌𝑑∀ + 𝜃 𝜌𝑉 ∙ 𝑑𝐴
𝛿𝑡 𝑉𝐶 𝑆𝐶
Exercícios
Formulação Geral da Equação da Energia
• Exemplos 4.16 e 4.17
• Fox 4.183 6th 4.198 7th
• Fox 4.184 6th
• Fox 4.185 6th 4.200 7th
• Fox 4.186 6th 4.203 7th
• Fox 4.187 6th 4.201 7th
• Fox 4.188 6th
• Fox 4.189 6th
Exercícios
Fox Conservação da Massa
• Exemplo 4.1
• Fox 4.17 6th
• Fox 4.18 6th
• Fox 4.20 6th
• Fox 4.21 6th
• Fox 4.25 6th
• Fox 4.26 6th
Exercícios
• Resumo do capítulo mais todos os exemplos