You are on page 1of 3

INICIAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DE DIREITO DA VARA DE


FAMÍLIA DA COMARCA DO ESTADO

NOME, endereço, estado civil, CPF, profissão, incapaz, neste ato representada
por..., vem, por intermédio da Defensoria Pública do Estado de Pernambuco, através do
Defensor Público abaixo assinado, com fulcro nos Art. 134, CF/88, Art. 4º, I, LC/80 e
art. 911 e 528 CPC, propor

AÇÃO DE EXECUÇÃO DE TITULO EXECUTIVO EXTRAJUDICIAL

E face de NOME, endereço, estado civil, CPF, profissão, pelos fundamentos de


fato e de direito a seguir expostos

1) DA SINOPSE PROCESSUAL

XXXX

2) DAS PRELIMINARES

2.1) Da justiça gratuita

Requer o autor que seja deferido o benefício da justiça gratuita, vez que não pode arcar
com os custos do processo sem prejuízo de seu sustento, nos termos do art. 98 do CPC.

2.2) Das prerrogativas processuais da DPE

Cumpre pugnar pela observância das prerrogativas processuais conferidas à Defensoria


Pública, mormente a intimação pessoal e a concessão de prazo em dobro em todos os
atos do feito, nos termos do art. 128, I da LC nº 80/94, bem como a dispensa de
mandato para atuação.

2.3) Intimação do MP

Interesse de incapaz

2.4) Competência

Vale destacar que o juízo da ... é competente nos termos do art. ... por ser o (pode ser
domicílio da alimentanda)

Para execução de prestação alimentícia, o credor possui a faculdade de propor a


demanda executória em quatro diferentes foros, alternativos e concorrentes entre si,
consoante jurisprudência do STJ, quais sejam, (I) o foro do seu domicílio ou residência;
(II) o Juízo que proferiu a sentença exequenda; (III) o Juízo do local onde se encontram
bens do alimentante, sujeitos à expropriação; e (IV) o Juízo do atual domicílio do
alimentante.
2.5) Cabimento

O cabimento da presente ação de execução é inconsteste. Exemplo: o acordo de


alimentos firmado por intermédio de Defensor Público, que independe de homologação
para ser válido, nos termos do art. 784 do CPC e do Art. 4º § 4º da Lei Complementar nº
80/94.

Conseqüentemente, por se tratar de título executivo extrajudicial, a peça cabível é


petição inicial de execução de alimentos, nos termos do art. 911 e seguintes do CPC

3) DOS FUNDAMENTOS JURÍDICOS

3.1) do inadimplemento e do pedido de prisão civil

O devedor está inadimplente quanto as prestações...

Pelo rito da prisão civil, nos termos do art. 528 § 7o, aplicável à execução de título
extrajudicial pela norma de extensão do art. 911, parágrafo único, somente podem ser
cobradas as três últimas prestações anteriores à propositura da demanda, sem prejuízo
das que se vencerem no curso do processo. No mesmo sentido, há súmula do STJ.

Destaca-se ainda que a petição inicial segue acompanhada da juntada do título


executivo extrajudicial.

Por fim, destaca-se que tal rito compreende o pedido de citação executado para adimplir
o débito no prazo de 03 dias, provar que pagou ou justificar o inadimplemento, sob pena
de decretação da prisão.

3.2) da constituição de nova família como fator não impeditivo da cobrança

A prisão do devedor de alimentos é medida coercitiva prevista em sede constitucional e


legal com a finalidade de assegurar a maior eficácia possível na cobrança das obrigações
dessa natureza.

O não pagamento de prestação alimentícia, como ocorreu no caso, somente poderia ser
justificado por motivo de extrema gravidade que impossibilite o devedor, de forma
inarredável, de pagar o valor devido, nos termos do art. 528, § 2º do CPC.

No entanto, no caso em questão, não se vislumbra justificativa idônea que se encaixe na


hipótese de impossibilidade absoluta de adimplemento, prevista no art. Art. 528. § 2o,
tendo em vista que, consoante jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça, o mero
fato de constituição de nova família, bem como o pagamento parcial da obrigação, não
ilidem o decreto prisional.

3.3) Do desconto em folha de pagamento.


Sem prejuízo do pedido de decreto prisional, caso o devedor não venha a pagar os
débitos no prazo de três dias, impende requerer que a Polícia Militar do Estado de
Pernambuco, seja oficiada, nos termos do art. 912 do CPC, por ser o executado servidor
público, a fim de se determinar o desconto em folha das prestações vencidas e
vincendas, cobradas na presente execução, observados os limites do art. 529 § 3º do
CPC.

5) DO PEDIDO.

Ante o exposto, requer-se o processamento da presente demanda para que ao final,


sejam acolhidos os seguintes pedidos:

1 O deferimento do pedido de justiça gratuita


2 Que sejam observadas as prerrogativas processuais da Defensoria Pública
3 A intimação do Ministério Público Estadual para intervir no feito
4 A citação, do executado no endereço indicado, para, no prazo de 03 (três) dias,
efetuar o pagamento das parcelas em atraso
5 A expedição de ofício ao empregador para ara proceder ao desconto em folha de
pagamento do executado, nos termos do art. 912 do CPC
6 A condenação do apelado em custas e honorários advocatícios, nos termos do art.
art.4º, XXI da LC 80/94 e art. 85, parágrafo 1º do CPC, a serem revertidos para o
fundo de aparelhamento da DPE/PE

Protesta provar o alegado pelos meios de prova admitidos em direito, notadamente...

Nestes Termos, pede Deferimento.

Local e data.

Defensor Público.