Вы находитесь на странице: 1из 4

Energia eólica

Trata-se da energia produzida a partir da força do vento. Embora seja um recurso


energético inesgotável, quase nenhuma região do mundo têm uma quantidade de ventos
suficiente para que possa gerar energia exclusivamente sob essa forma. O grande
problema fica por conta do alto custo dos recursos necessários para a implantação de
uma usina eólica. Em contrapartida, os impactos ambientais são baixos.

Energia solar
Essa é uma das formas de energia que têm se popularizado no Brasil. A energia gerada a
partir do sol pode ser do tipo fotovoltaica ou térmica. A primeira usa células específicas
para gerar o efeito fotoelétrico. A segunda utiliza o aquecimento de água para gerar
vapor e, consequentemente, energia. Os custos ainda são elevados para a implantação,
mas houve muita evolução nessa área na última década.

Energia hidrelétrica
Essa é a principal forma de energia utilizada no Brasil. Trata-se do aproveitamento da
água dos rios para movimentar poderosas turbinas geradoras de eletricidade. A relação
custo-benefício dessa modalidade é uma das melhores, mas nem todos os países têm a
geografia necessária para se aproveitar esta modalidade. O impacto ambiental nas áreas
de implantação pode ser alto, por isso é preciso uma série de estudos antes da
construção de uma usina hidrelétrica.

Biomassa
Biomassa é toda matéria orgânica não fóssil, de origem animal ou vegetal, que pode ser
utilizada na produção de calor, seja para uso térmico industrial, seja para geração de
eletricidade e/ou que pode ser transformada em outras formas de energias sólidas
(carvão vegetal, briquetes), líquidas (etanol, biodiesel) e gasosas (biogás). A queima de
substâncias orgânicas pode ser uma forma de geração de energia. Trata-se de uma forma
de energia renovável, porque o dióxido de carbono produzido na queima dos materiais é
reaproveitado pela própria natureza durante a fotossíntese. Esse é um processo ainda
usado em pequena escala, e seus custos de implantação são altos, mas é apontado com
uma das tendências para o futuro.
Fontes não-renováveis de energia
Em oposição às fontes renováveis, as fontes de energia não-renováveis são aquelas que se
utilizam de recursos da natureza que são considerados finitos. Em outras palavras, isso
quer dizer que vai chegar um ponto em que eles não vão mais existir e vamos ter que
buscar outras formas de geração de energia.

Combustíveis fósseis
Os chamados combustíveis fósseis são aqueles cuja queima é capaz de gerar energia, seja
para estações termoelétricas ou para veículos de qualquer porte. Os três tipos mais
conhecidos de combustíveis fósseis são o petróleo, o carvão mineral e o gás natural, mas
a lista é muito mais extensa.
Além de gerarem muita energia, os combustíveis fósseis também são apontados como um
dos principais poluentes do mundo moderno. Sendo assim, hoje se busca utilizar
mecanismos de redução dos gases emitidos pela queima do carbono, através de filtros e
unidades de recuperação de vapor.

Energia nuclear
Também conhecida como energia atômica, a energia nuclear é obtida por meio da fissão
nuclear de materiais radioativos, como o urânio-235. Embora sejam menos poluentes do
que as usinas que utilizam combustíveis fósseis, os ambientalistas têm muita
preocupação com os eventuais acidentes que podem ser causados em função do uso dessa
tecnologia.

Dessa forma, muitos países vêm reconsiderando o seu uso, buscando novas formas de
geração de energia que possam ser mais seguras e menos poluentes. Entretanto, esse é
um processo de transição bastante lento e caro para todos os envolvidos. Dessa forma, o
que se preconiza nos dias de hoje é que cada um de nós economize energia sempre,
independentemente da forma como ela é gerada.
Alguns exemplos de energias renováveis são:
 Hidrelétrica - oriunda pela força da água dos rios;
 Solar - obtida pelo calor e luz do sol;
 Eólica - derivada da força dos ventos,
 Geotérmica - provém do calor do interior da terra;
 Biomassa - procedente de matérias orgânicas;
 Mares e Oceanos - natural da força das ondas;
 Hidrogênio - provém da reação entre hidrogênio e oxigênio que libera energia.

Energias Não Renováveis

Energias não renováveis são aquelas que se encontram na natureza em grandes


quantidades, mas uma vez esgotadas, não podem mais ser regeneradas.
Têm reservas finitas, pois é necessário muito tempo para sua formação na natureza. São
consideradas energias poluentes, porque sua utilização causa danos para o meio-
ambiente.

Exemplos de energia não renováveis:

 Combustíveis fósseis: como o petróleo, o carvão mineral, o xisto e o gás natural;


 Energia Nuclear: que necessita urânio e tório para ser produzida.

Fontes de Energia no Brasil


A busca por fontes alternativas de energias não poluentes ou renováveis tem avançado
no mundo. Seja para diminuir a dependência do petróleo, seja para descer os níveis de
poluição, o fato é que a busca por diferentes fontes de energia já são uma realidade no
mundo.
No Brasil, o uso do álcool, proveniente da cana-de-açúcar, data de 1975, com a
implantação do Programa Nacional do Álcool (Proálcool), em decorrência da crise do
petróleo. Hoje o álcool é também usado como aditivo à gasolina.
Igualmente, o uso e a exploração da energia solar e eólica, vem sendo estimulada ainda
que de maneira tímida por parte do governo.
Observe o gráfico abaixo e veja as diferentes fontes energéticas utilizadas pelo Brasil:
Transformação
As fontes de energias são encontradas na natureza em estado bruto, e para serem
aproveitadas economicamente devem passar por um processo de transformação e
armazenamento.
A água, o sol, o vento, o petróleo, o carvão, o urânio são canalizados pelo ser humano e
assim toda sua capacidade de produzir energia será explorada.

Os centros de transformação podem ser:

 Usinas Hidrelétricas - a força da queda d'água faz girar as turbinas e assim convertida em
eletricidade
 Refinarias de Petróleo - o petróleo é transformado em óleo diesel, gasolina, querosene, etc.
 Usinas Termoelétricas - através da queima do carvão mineral e do petróleo, obtém-se energia.
 Coquerias - o carvão mineral é transformado em coque, que é um produto empregado para
aquecer altos fornos da siderurgia e indústrias.