Вы находитесь на странице: 1из 15

ESTRUTURAS

AEROESPACIAIS II

Prof. Mauricio V. Donadon


ITA-IEA
EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II
Bibliografia

1. Donadon M.V.,“Estruturas Aeroespaciais II”, Notas de


Aula, Instituto Tecnológico de Aeronáutica-ITA, 2013.

2. Rizzi, P.,“Estabilidade de Estruturas Aeronáuticas”,


Apostila do Curso em Análise Estrutural, Instituto
Tecnológico de Aeronáutica-ITA, 2007.

Obs: O material didático completo encontra-se


disponível no site do departamento de
aeronáutica, ftp://161.24.15.247/Donadon/EST-25

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


C RITÉRIOS DE F ALHA
PARA P LACAS SUJEITAS A
F LAMBAGEM

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Flambagem Inelástica de Placas (Revisão EST-15)
k 2 E  t 
2

 cr = 2  
12(1 −  e ) b 
 cr
 =  pclad p = ; clad → Tab. 5.3 da apostila
( cr )elástico

P = Fator de Correção de
Plasticidade
C = Fator de Correção de
Cladding

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Comportamento de Placas Após a Flambagem

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Imperfeições Iniciais

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Largura Efetiva de Chapa

b b
1
P =  ebet = t   xx dy  be =  dy
0
e 0
xx

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Largura Efetiva de Chapa

Koiter – placas longas; grandes cargas após a flambagem – Ar/at = 0


apoio simples, engaste e restrição elástica

    0.4   cr 
0.8
  cr  
1.2

be = b 1.2 cr
 − 0.65  + 0.45  
   e   e    e  

Marguerre– placas quadradas; grandes cargas após a flambagem


– Ar/at = 0

   cr  
1/ 2

be = b 0.19 + 0.81  
   e  

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Largura Efetiva de Chapa

Argyris & Dunne – Cargas relativamente pequenas (e/cr  3 )


placas longas simplesmente apoiadas

Ar

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Largura Efetiva de von Karman
k E  t 
2 2

 cr = 2  
k = 4, n = 0.3, be = b
12(1 −  e ) b 
E
2
t 
 b = 3.615E    be = 1.90 t
 be  b
E
Reforçadores leves  b = 1.70 t
e
b
E
Boeing:  = 1  be = 1.70 t
b
Et
Douglas:  = (Et/E)1/2  be = 1.90 t
b
E
2
t 
Bordas engastadas  b = 6.35E    be = 2.52 t
 be  b
EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II
Largura Efetiva – Materiais Distintos
Curva 1 = reforçador
Curva 2 = chapa

 chapa
be = (be )material
 reforçador reforçador

Mesma deformação
 chapa  (Es )chapa
=
 reforçador  ( Es )reforçador

(Es )chapa E
be = 1.90 t
(Es )reforçador  b
EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II
Falha de Placas

Von Karman  cr
Pu = bet cy com be = b
 cy
E
k=4 Pu = 1.9 cy t 2

 cy

 cr   cr 
Winter be = b 1 − 0.25
 cy   cy 

E  0.475 E 
k=4 Pu = bet cy = 1.9 cy t 2
1−

 cy  b t  cy 

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Falha de Placas – Método de Gerard
r
be   cr 
=    ,  , r = constantes empíricas a determinar
b  e 
 =  ebe / b =  e ( e  cr )   /  cr =  ( e  cr )
r r +1

Seja  f a tensão média de falha  f  cr =  ( cy  cr )n n = r + 1

Flambagem inelástica  f   cr

f   cy  f
n

=    para  cr    cy
1n
= 1 para  cr   1 n cy
 cr   cr   cr

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Falha de Placas – Método de Gerard

 f  cr e  cy  cr correlacionados via ensaios

Tab. 5-5 Valores de  e n para Falha de Placas.


Condição  n

1. Teoria para placa simplesmente apoiada, com 0.78 0.80


bordas descarregadas retas
2. Ensaios para placa simplesmente apoiada ou 0.80 0.58
engastada, com bordas livres para empenar
3. Ensaios para placa de três painéis 0.80 0.65

4. Testes para flange simplesmente apoiado, com 0.81 0.80


borda apoiada reta
5. Testes para flange simplesmente apoiado, com 0.68 0.58
borda livre para empenar

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II


Falha de Placas – Método de Gerard
2 1− n
 k E  t  2

2  
f   cy 
=  
n

 
f   cy 
=  
n −1

 = 

12(1 −  e ) b 

 =
 cr   cr   cy   cr    cy 
 
 
2 (1− n )
 k 2

1− n
t  E  12

    
12(1 −  e )
2 
 b   cy  

m
f t  E  12
  k  2 1− n

=       = m = 2(1 − n )
( e )
2 
e
 cy  b   cy   12 1 − 

EST 25 - ESTRUTURAS AEROESPACIAIS II