You are on page 1of 3

Avança, camelório!

1. Localize a ação no espaço e no tempo.

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

2. A cidade estava morta. Que expressões do texto o demonstram?

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

3. Refira o acontecimento que despertou a atenção do narrador.

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

Professora: Maria Guida de Carvalho


4. Descubra os erros presentes na imagem.

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

5. «Pegou na croa. O home deixou...»

Dê uma explicação para a forma como as palavras sublinhadas aparecem escritas.

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

6. «Isto não é roubar!»

6.1. Em que se baseia o garoto para fazer essa afirmação?

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

6.2. Indique, justificando, se tirar a gorjeta se trata ou não de um roubo.

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

7. O «desvio» da moeda não chega a acontecer. Porquê?

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

8. Que sentimentos animam os garotos quando deixam a esplanada?

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

9. Imagine o diálogo que se seguiu entre os dois garotos?

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________
Professora: Maria Guida de Carvalho
Proposta de correção

1. A acção passa-se na esplanada de um café ao domingo.

2. As expressões do texto que demonstram que a cidade estava morta eram as seguintes:

“edifícios com as persianas descidas”; “vendo roncear elétricos vazios”

3. O que despertou a atenção do narrador foram os dois garotos parados com ar suspeito diante da chávena com a
gorjeta.

4. A imagem não está de acordo com o texto, pois apresenta os miúdos calçados, enquanto o texto refere que eles
estão descalços, assim como há troca na indumentária, pois no texto quem tem os alfinetes a prender as calças é o
camelório, e o cordel prende as calças do companheiro.

5. As palavras estão mal escritas porque o narrador transcreve na íntegra a forma de os garotos falarem.

6.1. O garoto faz esta afirmação baseado em que deixaram dinheiro a mais do que aquele necessário ao pagamento
da conta.

6.1. Tirar a gorjeta trata-se de um roubo, pois ela fora deixada para o empregado, por conseguinte tinha dono.

7. O desvio da moeda não chega a acontecer, porque o empregado vem levantar a mesa.

8. Os garotos afastam-se murchos, arrastando os pés, mas apenas um vai furibundo, pois o gordo apesar da atitude
culposa não parece estar muito infeliz, talvez porque tenha sido um alívio ter sido impedido de levar adiante a
vontade do colega.

9. Resposta livre.

Professora: Maria Guida de Carvalho

Related Interests