Вы находитесь на странице: 1из 6

Estruturas de Madeira Prof.

ª Lídici Pomin

.Estado Limite Último.


Dimensionamento ao
esforço axial
- Tração -
AULA 10
Segundo a NBR 7190:1997
Dimensionamento à Tração
As peças de madeira submetidas a um esforço axial
de tração apresentam comportamento elasto-frágil.
Nas estruturas, a tração paralela às fibras ocorre,
principalmente, em tirantes e hastes de treliças.

Verificação no ELU:


σ : Tensão de tração de cálculo
f : Resistência à tração de cálculo paralela às fibras

ELU - Dimensionamento devido ao esforço axial Profª: Lídici Pomin


Dimensionamento à Tração
Resistência à tração:
Tração normal às fibras:
A segurança das peças estruturais de
madeira não deve depender diretamente da
resistência à tração normal às fibras do material.
Quando as tensões de tração normal às fibras
puderem atingir valores significativos, deverão ser
empregados dispositivos que impeçam a ruptura.
Se for estritamente necessário, a verificação do ELU é
análoga à verificação para a tração paralela às fibras,
no entanto deve-se considerar a resistência ft90d.
ELU - Dimensionamento devido ao esforço axial Profª: Lídici Pomin
Dimensionamento à Tração
DIMENSIONAMENTO:
L
Ntd Ntd

*Tração paralela às fibras

= σ : Tensão de tração de cálculo


N : Força de tração de cálculo
A : Área útil da seção transversal

ELU - Dimensionamento devido ao esforço axial Profª: Lídici Pomin


Dimensionamento à Tração
Área Útil:
= −
A : Área útil da seção transversal
A : Área da seção bruta da seção transversal
A : Área de furo ou entalhe na seção transversal

ELU - Dimensionamento devido ao esforço axial Profª: Lídici Pomin


Dimensionamento à Tração
Área Útil: Os furos em peças tracionadas
podem ser desprezados desde
= − que não ultrapassem 10% da
área da seção bruta
A : Área útil da seção transversal (NBR 7190)
A : Área da seção bruta da seção transversal
A : Área de furo ou entalhe na seção transversal
(seção crítica)

ELU - Dimensionamento devido ao esforço axial Profª: Lídici Pomin