Вы находитесь на странице: 1из 2

INSTITUTO TEOLÓGICO QUADRANGULAR

Resumo do Livro: Metodologia de Trabalho Acadêmico

Capítulo 1 – A metodologia da Pesquisa

Ciência significa conhecimento, saber. Conhecimento é baseado em um método científico, organizado e metódico
de pesquisa e se podem comprovar como verdades. É a condição de compreender, entendimento, domínio, competência,
sabedoria. Os níveis do conhecimento são:

 Conhecimento Popular: é o que chamamos também de conhecimento empírico. É baseado nas opiniões das
pessoas, o que acham, o que pensam, suas experiências e vivências. Normalmente não podem ser comprovados.
Não há a preocupação de relações significativas entre os fatos, e nem interpretação dos mesmos.
 Conhecimento Científico: ele resulta de uma investigação metódica e sistemática dos fatos, uma análise
apurada demostrando clareza e precisão nas questões. Baseia-se em métodos e faz da ciência um processo de
construção.
 Conhecimento Filosófico: está baseado no idealismo e materialismo. É o processo dedutivo que precede a
experiência – não se requer comprovação experimental, mas coerência lógica. A filosofia busca sentido,
justificação, interpretação. Filosofar é interrogar.
 Conhecimento Religioso: é conhecido como conhecimento teológico, partindo do princípio de que as verdades
compreendidas são infalíveis, pois se tratam de revelações divinas. Envolve mistério, uma atitude de fé. É um
conjunto de verdades a que os homens chegaram, não com o auxílio de sua inteligência, mas mediante a
revelação divina.
 Conhecimento Artístico: enfatiza a intuição que produz emoções.
 Conhecimento Técnico: Provém da razão, é a base da profissionalização.

Se o pesquisador é sério e ético, produzirá uma pesquisa de igual característica. É necessário ter foco, saber aonde
quer chegar, estabelecer metas possíveis de serem alcançadas. Um bom pesquisador: conhece o assunto, é curioso e
criativo, é íntegro intelectualmente, é sensível socialmente, é humilde e tem atitude auto-corretiva, é perseverante, paciente
e confiante na experiência.
Consciência Crítica é distinguir e separa o que é essencial do que é acidental. Criticar é julgar, analisar, avaliar.
Consciência Objetiva é saber que o eu vale não é o que o pesquisador pensa ou imagina, mas aquilo que realmente é, tem
ação racional, possui imparcialidade, cultiva a honestidade, evita o plágio.
Ética são padrões de comportamento guiam as escolhas morais relativos ao nosso comportamento e nossa relação
com o próximo.
A metodologia é um conjunto de métodos e regras que o pesquisador deve utilizar para executar e relatar uma
pesquisa. O Método desenha o caminho a ser seguido, detectando erros e auxiliando as decisões do pesquisador. Todos
os dias raciocinamos com significados que são transmitidos através dos seguintes tipos de discurso:

 Exposição - consiste em descrever, sem tentar explicar


 Argumento – nos permite explicar, interpretar, defender.

Os métodos científicos são:

 Indutivo: do mínimo para o todo


 Dedutivo: parte de enunciados gerais
 Hipotético: formula hipóteses
 Dialético: é a interpretação dinâmica da sociedade
 Fenomenológico: nem induz, nem deduz, ele considera que a realidade não é única.

Capítulo 2 – A Pesquisa

A pesquisa básica tem como meta principal ó saber. A pesquisa aplicada tem como meta principal o avanço da
ciência. A pesquisa pode se classificar das seguintes formas:
 Quanto à abordagem: se refere ao aprofundamento que será dado ao tema. Ex.: Quantitativa ou Qualitativa.
 Quanto ao Objetivo: explorar, descrever ou explicar.
 Quanto aos Procedimentos Técnicos: refere-se à forma de coletar os dados. Ex.: Documentação direta (no
local da ocorrência dos fatos – observação, entrevista, questionário) ou Documentação Indireta (por meio de
fontes de dados coletados por outras pessoas – pesquisa documental e bibliográfica).

A Pesquisa Bibliográfica é feita em materiais já publicados, a pesquisa Documental é feita a partir de materiais que
não receberam tratamento analítico, a pesquisa Experimental é feita em laboratório ou campo, levantamento é a pesquisa
que envolve a interrogação direta das pessoas e a pesquisa participante é feita a partir do envolvimento entre pesquisador
e pesquisado.

Planejamento da Pesquisa

Pré-projeto: escolha do tema, revisão de literatura, problematização, seleção/delimitação, geração de hipóteses


Projeto: tema específico, objetivo geral, objetivos específicos, procedimentos, recursos, justificativa, fontes,
cronograma.
As Etapas da pesquisa são: Determinação do assunto da Pesquisa, Determinação dos objetivos da Pesquisa,
Formulação do problema da pesquisa, Justificativa da Pesquisa, Revisão da literatura, Metodologia, Coleta de Dados,
Análise dos resultados e conclusão, Redação e Finalização do Trabalho.
As tarefas acadêmicas para a construção da Pesquisa são: Leitura, Análise dos textos, Anotações.

Capítulo 3 - Formas Básicas para a Apresentação de Pesquisas

 Tese: é a condição básica para se obter o grau acadêmico de Doutorado. Deve tratar algo inédito, nunca
pesquisado anteriormente.
 Dissertação: é a condição básica para se obter o grau acadêmico de Mestre. É a reflexão de um determinado
tema ou problema, é o aprofundamento do tema com base em novas ideias mediante à uma fundamentação
teórica feita pela pesquisa.
 Monografia, TCC (Trabalho de Conclusão de Curso): é um estudo minucioso por meio de uma revisão
bibliográfica sobre um tema restrito. Pode ser feito também utilizando pesquisas. Não precisa ser tão aprofundado.
 Artigos Científicos: pequenos estudos resultantes de pesquisas realizadas.
 Artigo – Relatório: é o mesmo que o artigo científico, mas refere ao relato de pesquisas de campo ou laboratório.
 Paper: é o resumo deum determinado conteúdo para congressos, simpósios, reuniões.
 Informe Científico: comunica os resultados parciais de uma pesquisa ainda em andamento.
 Ensaio Científico: apresenta a proposta pessoal do autor a respeito de um determinado assunto.
 Resenha: é o resumo do conteúdo de obras prontas, podendo ter ou não a avaliação do autor e suas
considerações pessoais.

Capítulo 4 – Estrutura Básica de um Trabalho Acadêmico

A estrutura dos trabalhos deve conter:

 Elementos Pré-Textuais: Capa, Folha de rosto, sumário;


 Elementos Textuais: Introdução, revisão de Literatura, Metodologia, Análise e Resultados, Conclusão;
 Elementos Pós Textuais: Referências (Obrigatório), Glossário, Apêndice, Anexos (Não Obrigatórios).
Existem também os Elementos de Apoio ao Texto que são: Citações, Notas de rodapé e Ilustrações (Figuras,
Gráficos, Tabelas).

Capítulo 5 – Normas para Citação e Referência

As citações podem ser: Diretas ou Indiretas. A Referência tem o papel de identificar o autor e a obra utilizada para
fazer o trabalho, permitindo que o leitor possa ter acesso ao documento original do qual o trabalho foi extraído.

Aluno: Fernando Amâncio Pontes


Matrícula: 48338