You are on page 1of 17
[GRANDES NOMES DO PENSAMENTO, — BRASILEIRO Raymundo Faoro Os donos do poder Formagio do patronato politico brasileiro Vol. 1 Sob licenga de ono ‘egy 0200 Pts rs de eng Se Bape ROE AREE ees Aes pce to "Syta'8 0 Wass Gatos Soo dts repr, Nexus prs dst dea peer ep, sqrt tah Seca fore por ata msi sma pmo ‘Shc prune oa Sopron kas Crh mPa) (mah eit dae ean i eda ua toe lb 8. eset prt cleo Sms Non do Penna Bracks oh 8 Pale ets yn, 85s “CHE SP Coonan. ut ruse Sap Bore ota rng aoa tn aia Mr Rei: Gottman, Cyt a ba Pusen Ponuroua 1 yo de Late 40125 ondr = CRP 13129000 Palo SP ea pitt ateret wl ob Inpro na Gis Ce Apresentagio .\ Folha de 8 Paulo apresenta a seus letores, com excl- sividade, a colegio Grandes Nemes do Pensamento Brasileiro ‘ela, esto reunidos alguns dos mais importantes autores c obras clssioas da histriae de economia, da sociologiae da leracura, ‘gue permnitem redesoabrir 9 pais ¢ toda a riqueza e complex dade da cultura brallelra. As voltas com a comemoragio dos 500 anos do Desoobviment, 0 lito val entender como e por ‘que o rail se ornou 0 que & Os ivros foram eseritos em diferentes épocas e tratam de Jongos pertodos da historia brasileira, desde antes do Descobri mento até o séeulo 20 Bles analsm &formagae do pats e de seu ovo, 96 conflitns que atravessaram. a histéria e os que ainda atiagom a sociedade brasileira. Buseam entender as carace teristieas das relagies soca €raciais as razdes do atraso eco: ngmico e politico do pas. Cada volume da série conta com um gia de letra esr to especialmente para esta colegio, que inelni umm resumo das as do mato, sua biogalia¢ urna eronologia bisica, Grandes Nomes do Pensamento Brasileiro 6 uma eolegto preciosa e indispensével. Huma contrbuigio eo entendimento feral do Brasil através de tabalhos abrangentes ¢ vigorosus que nfo querer iudiro letor a respeto do pals que a todo momen twele estéajudando a construr. IX. A reagio centralizadora ¢ monarquica 1A reorgantza autoridade: @ conciliagio ‘eogrifea ea reagio ‘centralizadors 2 As bases econdmicas da centzalizagto, 3~Os fundamentos legals da centralizagto ‘monérquica,