Вы находитесь на странице: 1из 8

Lista de Física – MACKENZIE

1) (2014) Certo piloto de kart é avaliado


durante uma prova, ao longo de um
trecho retilíneo de 200 m de
comprimento. O tempo gasto nesse
deslocamento foi 20,0 s e a velocidade
escalar do veículo variou segundo o
diagrama abaixo. Nesse caso, a medida
de V, no instante em que o kart
concluiu o trecho foi

a) 0,40 cm
b) 0,20 cm
c) 1,3 cm
d) 2,0 cm
e) 4,0 cm

a) 90,0 km/h 3) (2014) Uma panela de ferro de calor


b) 60,0 km/h específico = 0,1 cal/(g.°C) que está
c) 50,0 km/h sobre um armário de 2,10 m de altura
d) 30,0 km/h cai no piso da cozinha. Admitindo que
e) 25,0 km/h toda a energia mecânica da panela
tenha sido convertida em calor e que
80% dela foi absorvida pela panela, a
2) (2014) Na figura abaixo, a mola M, os sua elevação de temperatura será de
fios e a polia possuem inércia Adote: g = 10m/s2 e 1 cal = 4,2 J
desprezível e o coeficiente de atrito a) 0,04 °C
estático entre o bloco B, de massa 2,80 b) 0,08 °C
kg, e o plano inclinado é μ = 0,50. O c) 0,12 °C
sistema ilustrado se encontra em d) 0,16 °C
equilíbrio e representa o instante em e) 0,20 °C
que o bloco B está na iminência de
entrar em movimento descendente. 4) (2014) Certa piscina contém água, de
Sabendo-se que a constante elástica da índice de refração absoluto igual a 4/3,
mola é k = 350 N/m, nesse instante, a e sua base se encontra 3,00 m abaixo
distensão da mola M, em relação ao
da superfície livre. Quando uma pessoa,
seu comprimento natural é de na beira da piscina, olha
perpendicularmente para seu fundo Dado: Carga do elétron = - 1,6 ∙ 10-19 C
(base), terá a impressão de vê-lo a) 1,6 . 10 – 17 N
b) 1,6 . 10 – 14 N
c) 3,0 . 10 – 14 N
d) 3,0 . 10 – 11 N
e) 4,8 . 10 – 11 N
Dado: Índice de refração absoluto do ar
n = 1. 6) (2014) Uma bola de borracha maciça
a) 2,25 m mais próximo, em relação à com 1,5 kg cai do telhado de um
profundidade real. sobrado que está a 8,0 m do solo. A
b) 1,33 m mais próximo, em relação à cada choque com o solo, observa-se
profundidade real. que a bola perde 25% de sua energia
c) 0,75 m mais próximo, em relação à cinética. Despreze todas as resistências
profundidade real. e adote g = 10 m/s2. Após o segundo
d) 1,33 m mais distante, em relação à choque, a altura máxima atingida pela
profundidade real. bola será
e) 0,75 m mais distante, em relação à a) 3,0 m
profundidade real. b) 4,5 m
c) 5,0 m
5) (2014) A ilustração abaixo refere-se a d) 5,5 m
um esquema simplificado de parte de e) 6,0 m
uma válvula termiônica, também
conhecida por diodo retificador. O 7) (2014) Dispõe-se de um espelho
filamento A é aquecido por efeito Joule convexo de Gauss, de raio de curvatura
e, devido ao potencial elétrico do R. Um pequeno objeto colocado diante
filamento B, distante de A, 3,00 mm, desse espelho, sobre seu eixo principal,
elétrons se deslocam, a partir do a uma distância R de seu vértice V, terá
repouso, de A para B, com aceleração uma imagem conjugada situada no
praticamente constante. Se a d.d.p. VB ponto P desse eixo. O comprimento do
– VA mede 300 V, os referidos elétrons segmento VP é
estarão sujeitos a uma força de a) R/4
intensidade b) R/3
c) R/2
d) R
e) 2 R

8) (2014) Duas pequenas esferas


eletrizadas, com cargas Q1 e Q2,
separadas pela distância d, se repelem
com uma força de intensidade 4.10-3 N.
Substituindo-se a carga Q1 por outra
carga igual a 3.Q1 e aumentando-se a
distância entre elas para 2.d, o valor da
força de repulsão será
a) 3.10-3 N
b) 2.10-3 N
c) 1.10-3 N
d) 5.10-4 N
e) 8.10-4 N

9) (2014) No circuito desenhado abaixo, a) 35 N.s


a intensidade de corrente elétrica b) 50 N.s
contínua que passa pelo resistor de 50 c) 65 N.s
Ω é de 80 mA. A força eletromotriz ε do d) 80 N.s
gerador ideal é igual a e) 95 N.s

11) (2013)

a) 1,5 V
Na experiência ilustrada acima,
b) 3,0 V
paramos de aumentar a massa do
c) 4,5 V corpo A em 920 g, momento em que o
d) 5,0 V corpo B de 1 kg está na iminência de
e) 6,0 V movimento de subida. Esse fato ocorre,
porque o coeficiente de atrito estático
10) (2013) Em certo ensaio técnico, entre a superfície de apoio do bloco e a
verificou-se que um corpo submetido à superfície do plano inclinado vale
ação de uma força resultante Considere a polia e o fio ideais e cos α =
constante, de intensidade igual 40 N, 0,8 e sen α = 0,6.
tem sua velocidade variando, em a) 0,7
função do tempo, de acordo com o b) 0,6
gráfico abaixo. No instante t = 0 s, o c) 0,5
vetor quantidade de movimento desse
d) 0,4
corpo tinha intensidade
e) 0,3
12) (2013) Uma pequena placa de certa objeto real à distância de 6 cm do
liga metálica de coeficiente de centro óptico de uma lente biconvexa
dilatação linear médio igual a 20.10-6 de distância focal 4 cm. Sendo
°C-1 possui um orifício de diâmetro 5,0 observadas as condições de Gauss, a
mm. Essa placa deve ser presa sobre distância entre esse objeto e sua
uma superfície por meio de um pino de imagem será de
diâmetro 5,1 mm, inserido nesse a) 6 cm
orifício. Para que seja possível prender b) 9 cm
essa placa com esse pino, nós a c) 12 cm
aquecemos sem que ocorra a mudança d) 15 cm
do estado de agregação de seu e) 18 cm
material. A variação de temperatura
mínima, que deve sofrer essa placa,
15) (2013) Certo menino encontra-se
para conseguirmos fixá-la é de
sentado sobre uma prancha plana e
a) 1 000 °C desce por uma rampa inclinada,
b) 700 °C conforme ilustração abaixo. O
c) 500 °C coeficiente de atrito cinético entre a
d) 300 °C prancha e a rampa é μc = 0,25, cos θ =
e) 200 °C 0,8, sen θ = 0,6 e g = 10 m/s2.

13) (2013) Estima-se que somente 60%


da energia liberada, por efeito Joule,
pela resistência elétrica de um fogão
elétrico, é utilizada para aquecer a água
contida em uma panela, quando
colocada sobre ela. Se essa resistência
aquece 880 g de água [calor específico
= 1 cal/(g.°C)] de 20 °C para 80 °C, em 7
minutos, quando submetida à ddp de Sabe-se que o conjunto, menino e
220 V, a intensidade de corrente prancha, possui massa de 50 kg e que
elétrica que passa por ela é ao passar pelo ponto A, sua velocidade
Adote 1 cal = 4,2 J era 1,0 m/s. A variação de quantidade
a) 3,5 A de movimento sofrida por esse
b) 4,0 A conjunto entre os pontos A e B foi
c) 4,5 A a) 100 N.s
d) 5,0 A b) 200 N.s
e) 5,5 A c) 300 N.s
d) 400 N.s
14) (2013) Em uma experiência de e) 500 N.s
óptica, na sala de aula, coloca-se um
16) (2013) cos 60° = 0,5 e sen 60° = 0,87.
a) 11,1 m/s
b) 15,0 m/s
c) 18,0 m/s
d) 26,1 m/s
Fixam-se as cargas puntiformes q1 e q2,
e) 30,2 m/s
de mesmo sinal, nos pontos A e B,
ilustrados acima. Para que no ponto C o
19) (2013) Um aluno observa em certo
vetor campo elétrico seja nulo, é
instante um bloco com velocidade de 5
necessário que
m/s sobre uma superfície plana e
a) q2 = q1/9
horizontal. Esse bloco desliza sobre
b) q2 = q1/3
essa superfície e para após percorrer 5
c) q2 = 3q1
m. Sendo g =10 m/s2, o coeficiente de
d) q2 = 6q1 atrito cinético entre o bloco e a
e) q2 = 9q1 superfície é
a) 0,75
17) (2013) Em uma competição de b) 0,60
tênis, a raquete do jogador é atingida c) 0,45
por uma bola de massa 60 g, com
d) 0,37
velocidade horizontal de 40 m/s. A bola
e) 0,25
é rebatida na mesma direção e sentido
contrário com velocidade de 30 m/s. Se
20) (2012) Uma pedra de massa 400 g é
o tempo de contato da bola com a
abandonada do repouso do ponto A do
raquete é de 0,01 s, a intensidade da
campo gravitacional da Terra. Nesse
força aplicada pela raquete à bola é
ponto, a energia potencial gravitacional
a) 60 N
da pedra é 80 J. Essa pedra ao passar
b) 120 N
por um ponto B tem energia potencial
c) 240 N
gravitacional igual a 35 J. A velocidade
d) 420 N da pedra, ao passar pelo ponto B, foi de
e) 640 N a) 15 m/s
b) 20 m/s
18) (2013) Uma bola de futebol, ao ser c) 22,5 m/s
chutada por um garoto, sai do solo com
d) 25 m/s
velocidade de 30,0 m/s, formando um
e) 27,5 m/s
ângulo de 60º acima da horizontal.
Desprezando a resistência do ar, a
21) (2012) A diferença entre as
velocidade da bola no ponto mais alto
temperaturas de ebulição do álcool
da trajetória será de
etílico e do éter etílico, sob pressão de
Dados:
1,0 atm, é 78,0°F. Sabendo-se que a
g = 10 m/s2
temperatura de ebulição desse éter é
35,0°C, conclui-se que a temperatura d) 18 nC
de ebulição desse álcool é e) 10 nC
a) 8,3°C
b) 35,3°C 24) (2012) Dois automóveis realizam
c) 43,3°C uma corrida em um circuito “oval”.
d) 78,3°C Observa-se que o automóvel A dá uma
e) 105,4°C volta completa a cada intervalo de
1min20s , enquanto que o B realiza,
22) (2012) nesse mesmo tempo, 90% de volta.
Estando o carro A meia volta atrás do
carro B, o tempo necessário para que o
carro A alcance o B será de
a) 9min10s
b) 8min50s
No trecho de circuito elétrico acima c) 7min20s
ilustrado, a tensão elétrica entre os d) 7min50s
pontos C e D mede 240 V. Nessas e) 6min40s
condições, os instrumentos, voltímetro
(V) e Amperímetro (A), considerados 25) (2012) Uma bola é chutada a partir
ideais, acusam, respectivamente, as de um ponto de uma região plana e
medidas horizontal, onde o campo gravitacional
a) 160 V e 1,50 A é considerado uniforme, segundo a
b) 80 V e 0,67 A direção vertical descendente. A
c) 160 V e 1,33 A trajetória descrita pela bola é uma
d) 80 V e 1,33 A parábola, g = 10 m/s2 e a resistência do
e) 80 V e 1,50 A ar é desprezível. Considerando os
valores da tabela ao lado, conclui-se
23) (2012) Um aluno, ao estudar Física, que o ângulo α de lançamento da bola
encontra no seu livro a seguinte foi, aproximadamente,
questão: “No vácuo ( k = 9.109 Nm2/C2),
uma carga puntiforme Q gera, à
distância D, um campo elétrico de
intensidade 360 N/C e um potencial
elétrico de 180 V, em relação ao
infinito”. A partir dessa afirmação, o
aluno determinou o valor correto dessa
carga como sendo
a) 24 µC
b) 10 µC
c) 30 nC
a) 15° convergente, terá uma imagem real e
b) 30° aumentada, quando for colocado
c) 45° a) entre o centro óptico e o foco
d) 50° principal objeto da lente.
e) 75° b) entre o foco principal objeto e o
ponto antiprincipal objeto da lente.
26) (2012) Nos Jogos Olímpicos de Los c) no foco principal objeto da lente.
Angeles, em 1984, o atleta brasileiro, d) no ponto antiprincipal objeto da
meio-fundista, Joaquim Cruz venceu a lente.
prova final dos 800,00 m e estabeleceu, e) além do ponto antiprincipal objeto
para a época, novo recorde olímpico, da lente.
completando a prova em 1,717 min.
Considerando que o atleta percorreu o 29) (2011) Em uma experiência, a barra
espaço final da prova, correspondente homogênea, de secção reta constante e
a 25% do espaço total, em 0,417 min, peso 100 N, é suspensa pelo seu ponto
sua velocidade escalar média na parte C, por um fio ideal, e mantida em
anterior foi, aproximadamente, equilíbrio como mostra a figura. Nas
a) 9,0 m/s extremidades da barra, são colocados
b) 7,7 m/s os corpos A e B. Sabe-se que o peso do
c) 6,7 m/s corpo B é 80 N. A tração no fio que
d) 4,7 m/s sustenta essa barra tem intensidade
e) 2,6 m/s

27) (2011) Em uma experiência no


laboratório de Física, observa-se que
um bloco metálico de 0,15 kg de massa,
ao receber 1530 cal, varia sua
temperatura de 68°F para 122°F. O
calor específico da substância que a) 650 N
constitui esse corpo é b) 550 N
a) 0,19 cal/(g.°C)
c) 500 N
b) 0,23 cal/(g.°C) d) 420 N
c) 0,29 cal/(g.°C)
e) 320 N
d) 0,34 cal/(g.°C)
e) 0,47 cal/(g.°C) 30) (2011) Duas cargas elétricas
puntiformes, quando separadas pela
28) (2011) Um objeto real, colocado distância D, se repelem com uma força
perpendicularmente ao eixo principal de intensidade F. Afastando-se essas
de uma lente esférica delgada e cargas, de forma a duplicar a distância
entre elas, a intensidade da força de d) F/4
repulsão será igual a e) F/8
a) 3F
b) 2F
c) F/2

Gabarito

1-A 11-D 21-D


2-E 12-A 22-E
3-A 13-B 23-E
4-C 14-E 24-E
5-B 15-B 25-D
6-B 16-E 26-B
7-B 17-D 27-D
8-A 18-B 28-B
9-E 19-E 29-A
10-B 20-A 30-D

Похожие интересы