Вы находитесь на странице: 1из 5

Foto de Vitor Pordeus.

SEM CULTO À CULPA OCUPA DIONISE

!"#$% '$%()*+
!"#$%&'()*#%+#,*#%-"#$%&'()*#%+#,*#...

Direto da ocupação criativa do Hotel da Loucura no centenário Hospício do Engenho de Dentro


/,0 *#&2+0"- 30,3 30)3 2$)&0)$#3 &0303 304,)5(# #3 36&7#+#38 -3 )5",)9:03 0 - *);5*)- (0 <)30
da Silveira, Baruch de Spinoza, Humberto Maturana, Paulo Freire e outros mestres.

“Chegue mais perto ator, atriz, companheiro, companheira, dia a dia.


Venha logo homi, deixe de bobagem, a arte é nossa linguagem de tecer cidadania.”
Ray Lima

“O Homem feito em Laboratório acabou com o homem.


=0& >0)"#.
Livre da herança de sangue e de afeto desconhece a aliança do avô com seu neto.
?-) &-*$#&#+'*,+-8 &@0 ",7# (0 053-)# 0 !"# %&'() *"+,-), livre papagaio.”

,-%.$+ /%*00$1( () 21(%-()8


>$-4&05"#3 (0 . /%0% 1%&"&
! #$%&'%() *$% '+%,',-'./0% ,),$'% $%%-1 Quando entendermos que ninguém adoe1
(0 %-$ #$&0 ($'% &2-03 &)( $ 4%'5-'$,2'$ &-6)% &0 %)E'+B)7 5-0 ) $*)0&'(0+,) A &)30,'8)7 $40+$%
42)&0*'(0+,)% '+&3-0( $($22$2 +$ &$($7 *)4$2 %-$ ($+'#0%,$.C) A '+*'8'*-$37 0 *0+-+&'$ &)+1
0 0+&$2&02$2 $ 3)-&-2$ &)30,'8$ 5-0 %0 ($+'#0%,$ ,2$*'./0% *) +)%%) ()*) *0 8'8027 &)+,2$2'$+*)
0+,20 $5-030% '+*'89*-)% ($'% %0+%980'% 0 ($'% +)%%)% *0%06)% 0 +0&0%%'*$*0% +$,-2$'%7 0 *0%1
'+,03':0+,0% *0 +)%%$% :02$./0%7 $8$%%$3$*)% 4)2 ,2-'+*) ) (0') $(@'0+,0 4$2$ #$E02 0+2'5-0&02 $31
&)+,0;*)% *'8'+)% 5-0 %0 ($+'#0%,$( +$ 8')3<+1 :-+% 4%'&)4$,$% *0 %-&0%%)7 802*$*0'2)% 3)-&)%
&'$ *0 -( %-2,) 4%'&=,'&)> perigosos, “os mais vis de todos os bandidos, os
4)39,'&)% &)22-4,)% 3$&$')% *$% 0(420%$% +$&')1
Os infiéis à natureza humana, os não-dio1
nais e transnacionais” (B. Brecht) que pilha, reina,
+9%')%7 )% 9(4')% $)% &-3,)% $+&0%,2$'%7 '3-*'*)%
5-0'($7 $,2)403$ 0 ($+*$ +$ 8'*$ 4;@3'&$ *0 +)%1
pelo marketing das indústrias farmacêuticas-mi1
%$% &'*$*0%1&$,?%,2)#0% *0 -( 4$9% 5-0 +C) *0-
*'?,'&$%1@A3'&$% '+80%,0(1%0 *0 ,)*$ $ $-,)2'*$*0
&02,)7 ($% B? *0 *$2 &02,)>
4$2$ 8')30+,$2 B)(0+% *$ %-@60,'8'*$*0 B-($+$
5-07 &)() ,)*)% +=%7 %= 5-020( %02 20&)+B0&'1 Em nossa experiência no %&'(#) +# ,-(.-/
*)%7 0+,0+*'*)%7 $($*)%7 $&0',)% 0( -($ %)&'01 012 ,"34'"1 # 51&+#, infiltrado na 5#'0#.10"1 6-/
*$*0 &)( &030@2'*$*0% *0($'% 0 B-($+'*$*0 4"'"71( +# 51&+# # 8#9#$1 ,":"( +) ;") +# <14#"/
*0 (0+)%7 )+*0 ) &$4',$3'%() ($+'#0%,$1%0 +$% 0) :2$.$% F $2,0 *$ 4)39,'&$7 $ ($')2 *0 ,)*$% $%
203$./0% B-($+$%7 +$ #$2'+B$ 4)-&$ (0- 4'2C) $2,0%7 &)+%,2-9()% 0%,2$,A:'$% *0 4)39,'&$ 4;@3'&$
42'(0'2) *0 ,)*) *'$7 +$ $-%,02'*$*0 *)% $#0,)%7 6-+,) &)( G$,$1G)%5-',)% 20@03*0%7 5-0 )-%$(
+$ %0D-$3'*$*0 2042'('*$7 +$% 0()./0% *0 201 a construção do Brasil no presente. Fundamos
4$2,'.C) 4;@3'&$ '(43$+,$*$% 403$ ,0308'%C)7 5-0 os Agentes Culturais de Saúde trabalhando em,
-%$ ) 0:) 0 ) $#0,) *0 $2,'%,$% '220%4)+%?80'%7 atualmente, dez Escolas Populares de Saúde den1
0:)9%,$% 0 8$'*)%)% 4$2$ 30:','($2 0%,2$,A:'$% *0 tro de favelas através das Celebrações da Saúde
marketing e consumo; os efeitos inconscientes da 0 0%,2$,A:'$% *0 0*-&$.C) &)+%,2-,'8'%,$14)4-3$2
!"!#$"$7 &)+B0&'*)% *0%*0 ) $+,':) ,0$,2) :20:) freireana usando a arte para tecer cidadania. E
0 -,'3'E$*)% 4$2$ *)('+$2 0 *'%&'43'+$2 $,2$8A% *$ &)() #-+&')+$> H) @3): +&&%2')>@3):%4),>&)(7 ,01
,2$:A*'$ $ )4'+C) 4;@3'&$7 5-0 &)( ) ,0$,2) ,0301 mos mais de 450 publicações dos últimos quatro
8'%'8) *$ 02$ *$ 2042)*-,'@'3'*$*0 ,A&+'&$ 8'2)- ) anos de trabalho. Em 2010, fundamos a Univer1
B)(0(1($%%$7 &)(430,$(0+,0 $&A#$3) *)('+$1 sidade Popular de Arte e Ciência, realizamos seu
*) 403$ %0D-$3'*$*0 0%,020),'4$*$ 0 $403$,'8$ *$% primeiro congresso em 2011, com 654 participan1
&030@2'*$*0% 42)*-E'+*) -( &3'($ *0 $4)&$3'4%07 tes inscritos e, em 2012, ocupamos o Hospício
)+*0 ) *0 &'($ %)@0 0 ) *0@$'D) *0%&07 *0%&07 do Engenho de Dentro, construímos o Hotel da
*0%&07 $,A 4'2$2 0 %02 0+&$2&02$*) +-( B)%49&') 0 Loucura em nome da humanidade, da criativida1
+-($ 42'%C)7 20803$+*) $ +C) $&0',$.C)7 $ 0D&3-1 *07 *$ &))402$.C)7 *$ $-,):0%,C)7 *$ 204;@3'&$7
%C) *$ *'#020+.$7 &2'$+*) $ '3-%C) +0-2=,'&$ 5-0 *$ 20&-402$.C) *) 4$,2'(I+') 4;@3'&) 4$2$ 3'@02$2
)% 8')30+,)%7 )% 3)-&)%7 )% ($2:'+$'%7 )% ,2$80%1 $ 3)-&-2$ 0 *'%4-,$2 &$@0.$ $ &$@0.$7 &)2$.C) $
,'%7 )% ()2$*)20% *0 2-$7 )% 8'&'$*)% 0( *2):$% &)2$.C) )% %020% B-($+)% 5-0 0%,C) %0+*) *01
não são filhos de Deus, não são nossos irmãos vorados pela Grande Máquina das Drogas e dos
*0 $3($ 07 4)2,$+,)7 #$E0( 4$2,0 *0 +=% 42=42')%> Comerciais que devora a quase todos, triturando
Quem nunca surtou? Quem nunca pirou? -($ ($%%$ 0+)2(0 *0 :0+,0 4$2$ &)+%028$2 )%
(0')% *0 42)*-.C) +$% (C)% *)% 4)-&)% :-3)%)%
“Saúde não se vende, loucura não se
5-0 5-020( ,-*) 4$2$ %' )- 4$2$ )% %0-%>
prende, quem tá doente é o sistema social” canta
o poeta e ator frenético Dudu Pererê nas praças
de utopia e república, no Rio de Janeiro.
“O Louco carnaval chegou,
e o povo afinal dançou,
!"#$ "&$'("' )"'" " !*("
&$# !$+,"(- +"(" . (*/0&*1
(- #2$3 ("("3 3$''*3$ "4-',$
$&5)"+($ $ 6$3)0&*$

Está louco! Disse o doutor


Enlouqueca! Disse o poeta

Não há nada escrito na testa além do amor”

7#$'8 7#$'8 7#$'8 7#$'8 7#$'8


Vitor Nina e Jadiel Lima

“O que cura é afeto incondicional”


“Cada louco é um artista, cada artista é um ser humano,
cada ser humano é um universo”
9*3- (" :*1!-*'"

“Peito aberto e afeto escancarado”


Amir Haddad

“Ação Cultural para a Liberdade” livro-chave da obra de Paulo Freire.

E os resultados clínicos documentados surgem da potência


($3 3-'-3 65#"+$3 ;5- )$' #"*3 ;5- !*$1-+,"($3 - $)'*#*($3 3-#)'-
32$ &")"<-3 (- &'*"' - '-&'*"' $ #5+($8 7 15< 4'"+&" (*!*+"= ;5- 4'*16-
$ 3$1= /">516" &'*"($'" -# &"(" 5# (- +?3= 3$4'-!*!-8
A LUZ DE NISE DA SILVEIRA,
NOSSA GUIA E ORIENTADORA

Emygdio de Barros, quando foi trazido para o ateliê de pintura nos primórdios do !"#$" &$ '()*
+$,# &- ',.-,#./$,0$, gerou desconforto na Dra. Nise da Silveira, pois o monitor Ernani Loback o fez
!"# %&'()*+%,-( #./*0% /( !")1*,( /" *2'")2%/(! /( 1-#23./- &- 4,+$,5- &$ 6$,07-3

“- Por que você trouxe esse paciente Ernani? Vai causar mais
problema do que já temos com a administração do hospital.”,
4")5&2'(& 6*!"3

“- Percebi no canto do olho dele que queria vir também junto com
os outros que têm autorização” respondeu Ernani.

“- Diante de uma resposta dessas, que não poderia ser dada por
2"27&# 4!*089(5(: 4!*;&*%')% 2"# !<=*( /" ;&%9;&") "!4.0*": #"
calei. Ler no canto do olho de um esquizofrênico não é para qualquer
um”, escreveu Nise muito depois do episódio.

De qualquer modo, a Doutora foi pedir autorização ao psiquiatra responsável pela enfermaria.

“Se quiser autorização eu dou. Mas não vai adiantar nada, Emygdio
. &# 0)>2*0( #&*'( /"5"2")%/(: "!'< 7< ?@ %2(! *2'")2%/(: 2-( 1%*
fazer nada que presta” respondeu o psiquiatra.

A 0)>2*0( #&*'( /"5"2")%/( 4"5% ( 4*20"9 " B%+ 4*2'&)%! ;&" ( 0(9(0%)%# 2( 4%2'"-( /(! #%*(C
res pintores deste país atestado por Ferreira Gullar e Mário Pedrosa.

Onde estão os gênios do Brasil? Ou serão os gênios do Brasil os jogadores de futebol, as apreC
sentadoras de programa infantil, os ricos psicopatas de sucesso?

A 0%4*'%9*!#( "!'< *2!'%9%/( 2%! )"9%,D"! 7&#%2%!: 2% 0&9'&)%: 2( /*% % /*%: 2% 1*/% /%! 0(#&C
2*/%/"! " 0(9"'*1*/%/"!3 E 4%4"9 /" '(/(! %;&"9"! ;&" /"!"F%# ')%=%97%) 4"9( (BG0*( !%5)%/( /% 0&)%
refletir essa situação e criar diferente. Sem brigar, sem conflito, afirmar outros valores corporificados na
%,-(: 2% ()5%2*+%,-( /( "!4%,(: 2% )"!'%&)%,-( /% %20"!')%9*/%/": /% */"2'*/%/"3
!"#$"%&%' )*"+#, # $%$-,.# /#& 01$*"./#/%& #+,#23& /1 +%#+,1 01$*".+4,.1 /% ,*#'
1,5#".6#, 1 &#7%, 01$*".+4,.1' 8,1$12%, ."+%,09$7.1&' +,10#&' /.4:151&' %"+%"/.$%"+1' 01$;
8,%%"&<1 % ."2%"+#, 1 =,#&.:>

? !"#$% '( )"*+*,( 3 # &%/% /# -./0$,1/'('$ 2"3*%(, '$ 4,#$ $ 5/6.+/( '" 7,(1/%'
nascido dentro de um dos hospícios mais antigos de nosso país. Estamos de portas abertas,
+,#7#:@#"/1 +1/1 /.#' A#6%"/1 "1&&1 $%:@1, 81&&B2%:' %$ ,%/% 01$ +#"+1& 01$8#"@%.,1& %
$%&+,%& /1 =,#&.: C*% #81.#$ ."01"/.0.1"#:$%"+% %&&# *+18.# % %&&# $*/#"D# %A%+.2# "# 81;
:B+.0# 8E7:.0# /% &#E/%> F,%0.&#$1& %&8#:@#, 1 $12.$%"+1' 8,1$12%, /.4:151' ."+%,09$7.1& /%
$%+1/1:15.#' )%.+1& /% A#6%,' /.&0*,&1&' ./%.#&>

“Não aguento mais esse hospício, eu quero sair daqui, não aguento mais, quero viver Iá
fora e ver o mundo, ver as coisas e as pessoas” me diz uma de nossas Bacantes, encarcerada
"1 8.9$.:" '$ ;$.#," /%&/% &*# ."A9"0.#' /%81.& C*% 1 +%#+,1 /% ,*# 8#&&1* # A#6%, 8#,+% /%
suas atividades no HospitaI, rompendo a barreira do isoIamento e excIusão cuIturaI.

Evoé, DioNise-te!
Foto de Vitor Pordeus.