You are on page 1of 3

See discussions, stats, and author profiles for this publication at: https://www.researchgate.

net/publication/299649499

Dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia

Article · March 2010


DOI: 10.20396/rdbci.v7i2.1968

CITATIONS READS

0 3,813

1 author:

Gildenir Carolino Santos


University of Campinas
90 PUBLICATIONS   23 CITATIONS   

SEE PROFILE

Some of the authors of this publication are also working on these related projects:

Guia para elaboração de trabalhos técnico-científicos View project

scholarly publications View project

All content following this page was uploaded by Gildenir Carolino Santos on 29 April 2016.

The user has requested enhancement of the downloaded file.


______ _ RESENHA
CUNHA, M.B. ; CAVALCANTI, C.R.O. Dicionário de biblioteconomia e
arquivologia. Brasília, DF : Briquet de Lemos, 2008. 451p. ISBN: 978-85-
85637-35-4.

“Com a complexidade crescente das técnicas de organização das bibliotecas, arquivos e


outras unidades de informação, a terminologia da biblioteconomia e da arquivologia
cresceu e continua crescendo. Com o advento da informática, não só no campo da
organização e recuperação da informação, mas também na própria editoração de livros,
terminologias de áreas afins à biblioteconomia e arquivologia passaram a ser necessárias
no processo de comunicação entre os bibliotecários e demais profissionais da
informação.”

Os autores são bibliotecários e professores da Universidade de Brasília. Murilo Bastos da


Cunha é doutor em Ciência da Informação pela University of Michigan, onde fez também
seu pós-doutorado. É bacharel em Biblioteconomia pela Universidade de Brasília com
especialização em Biblioteconomia em Minas e Energia e mestre em Administração de
Bibliotecas pela Universidade Federal de Minas Gerais. Cordélia Robalinho de Oliveira
Cavalcanti é professora titular aposentada da Universidade de Brasília. Fundadora do
Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Pernambuco e da Universidade de
Brasília. Autora de inúmeros livros sobre catalogação, classificação e indexação, com
vários trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais e artigos em
periódicos especializados. Foi diretora da Biblioteca e do Centro de Documentação da
Câmara dos Deputados.

Digamos que nesse momento, profissionais que trabalham nas áreas da Biblioteconomia,
Ciência da Informação, Documentação e Arquivologia terão uma ajuda valiosa dos
autores citados acima pertencentes a UnB. Os professores Murilo Bastos da Cunha e
Cordélia Cavalcanti, do Departamento de Ciência da Informação e Documentação,
lançaram este dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia. A constituição da obra teve
início nos fins dos anos 1980, praticamente é resultado de mais de 15 anos de pesquisa.
Os autores consultaram cerca de 300 livros didáticos e técnicos para levantar a
nomenclatura utilizada no dia-a-dia das profissões.

___________________________________________________________________________________________________________ 260
© Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação,Campinas, v.7, n. 2, p. 260-261, jan./jun. 2010– ISSN: 1678-765X.
______ _ RESENHA
Assim, embora o universo de termos deste dicionário abrange em sua maior parte a
biblioteconomia e a arquivologia, foram também incluídos vocábulos de outras áreas
relacionadas também com as atividades desenvolvidas por bibliotecários e arquivistas. O
livro é o quarto dicionário brasileiro publicado na área, só que mais completo e de maior
abrangência. São mais de quatro mil verbetes, incluindo termos das áreas de editoração,
direitos autorais, informática, comércio livreiro, artes gráficas, história do livro,
comunicação científica e telecomunicações.

A obra está dividida em duas partes: na primeira estão os verbetes em português e seus
equivalentes para a língua inglesa. Na segunda estão os termos com suas entradas para a
língua inglesa, remetendo para o termo preferencial em língua portuguesa.

De uma forma diferente, os autores citam fontes onde foram consultados os termos,
dando destaque para o sobrenome em negrito, e organizado em sequência, como se fosse
um texto.

O arranjo do dicionário está bem sinalizado para que o leitor possa encontrar o que
deseja. Possui orientações coerentes encontradas em qualquer grande obra do gênero.

Este dicionário constitui, no Brasil, o primeiro grande esforço para fazer um amplo
levantamento dos termos pertinentes à biblioteconomia, arquivologia e áreas pertinentes
da Ciência da Informação. A inclusão de equivalentes desses termos em inglês amplia
grandemente a utilidade deste dicionário para os profissionais e estudantes da área da
Ciência da Informação.

Gildenir Carolino Santos


Bibliotecário / Diretor Técnico da Biblioteca-
Faculdade de Educação/UNICAMP;
Mestre e Doutor em Educação pela
Faculdade de Educação/UNICAMP
e-mail: gilbfe@unicamp.br

___________________________________________________________________________________________________________ 261
© Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação,Campinas, v.7, n. 2, p. 260-261, jan./jun. 2010– ISSN: 1678-765X.

View publication stats