You are on page 1of 83
Estacio vw Disciplina: DESENHO TECNICO Desenho Técnico Moderno 4a. Edic&o/2006 Silva, Arlindo Ribeiro, Carlos Tavares Dias, Jodo Sousa, Luis Capitulos ~ Perspectivas - Cotagem - Desenho Técnico em Projetos de Arquitetura e de Engenharia Civil DESENHO TECNIC a utc gn | LES http://www. Itceditora.com.br ISBN 9788521615224 alr ‘ parte 2 de 2 Lh eae PAgrESSOR 4 = 11.10.2014 « 14:09:12 - Aluno:DC PERSPECTIVAS 1521615224 » COD:3237C20BD2 ~ Direltes Reservados ~ Copy OBJETIVOS pos estudar este capituio, 0 letor devord estar apio a: "+ Descrever as diferencas, vantagens e desvantagers existentes entre a reprecentagilo em vistas miltiplas, projecdes obliquas, perspectiva e projecées centrais; + Represcntar planos inclinados ¢ circulos em perspectivas isométricas, + Decent rigorosamente a perspeiva ou projesto cbliqua de qualquer objet, + Desenhat a pespeciva de um objet parindo da sua represertagto em visas onsitplas 1+ Esbogar a mio livre a perspectiva de um objeto. 2014 = 14:09:12 » Aluno:DOUGLAS FERNANDO Z A St Desenho Técnica Modemo Silva, Arlindo; Ribelro, Carlos Tavares;dias, Jo%o;sousa, Luis Direltos Reservados - Copyright LTC - 9788521615224 ~ 00D:3237C208D2 - Direltos Reservados Copyright LTC.» 91 Estaclo + 3407573900184 «11.40, > Direktos Reservatios - Copy’ > 9788521615224 ~ COD:3237C20BD: SOUZA Matricula:14004538 ~ Estaclo - 3407573900184 ~ 11.10.2014 » 14:09:12 ~ Aluno:D¢ :37C20BD2 - Direltos Reservadios - Copyright LTC 32: Estaclo » 3407573900184 = 11.10.2044 ~ 14:09:12 » Aluna:DOUGLAS FERNANDO Z A : 8 B 5 b £ 2 5 3 z i i 96 capiao sess 6.1 INTRODUCAO A perspectiva € uma represcntagio grifica de exirerna utlida- de pant uma visio espacial de qualquer objeto, £ particular. mente usada cm folhetos de divulgagio de produtos ¢ cm publicdade. Atualmente, atendendo 2 facilidade da sua ob- tengo, usando sistemas de CAD 3D, a perepectiva deve acom. panhar 03 deseahos em vistas miltiplas, pois sua inclusdo fa- alta a compreensio da pega Em desenho téenico, por vezes pretende-se que a represen- ‘acto grifica fommeca uma imagem tanto quanto posstyel idén- tica a que € obtida pelo observador na realicade. Quando tal sucede, escolhe-se um ponto de vista para ebservacio ¢ uti- liza-se 4 perspectiva mats conveniente, Contd, 28 perspec- tivas quase alunca permitem uma boa representagto de 10- dos 0s detalhes de uma pega. Por este motivo, ndo sio usa- das em desenhos de dlefinicio ou de fabricacao por si s6, ‘mas acompanham 05 deseahos de montagem, para misiot lateza. Algumas vezes, para Faeilidade de leitura do deseaho, uhliza- Se @ perspectiva, que consiste em representar a peca dando Idéia imediata do seu volume, De fato, quer se trate de uma projecio central ou paralela, cbliqua ou ortogonal, este tipo de representacio tem urna forma parecida com a da sua foro- gratia, mais ou menos distorcica, conforme o tipo de projecto Figura 6.1), A definigio de todos estes teemos associador a projecdes foi if aprescatada no Capitulo 4 ¢ esté identificada em destaque na Figuea 6.2, A perspectiva de uma pega 6, portanto, um desenho simples de interpretar, embora nem sempre de fc realizaca0. Neste capitulo, abordam-se as perspectivas correntes em desenho téenico com algum detalhe, bem como as projegées paralelas Prope paris ert ‘pependcutes 0° pmo eee QB = roptreos para er ci wo Hae 9 Preto pai sgn obliquas, fiz s referencia 3s projgbes contas. Note 3eque 6 habitual designar todos estes pas de projeqdes como pers pectvss. A Figura 6.1 mostea clasamente as diferengas catre 08 diver 508 tipos de projecto, Alem do Angulo de incidéneia das I thas de projesio, tambéra & importante « onientacio do obje {02 ser projetado em relacio a0 plano de projecio. Serve come resumo da exphcagio completa apresentacia no Capinulo 4. 6.2 PROJECAO PARALELA OU CILINDRICA (PERSPECTIVA RAPIDA) Posiches do objeto em relacao 20 plano de peojecio diferen: tes das posigdes que conduzem as projeedes ortogonais mil tiplas (sta), sto €, com Angulos entre 0s eixes dos referencias aseociadas 20 objeto e 20 plano de projecio diferentes de (, 90° ou 180°, conduzem & outros tipos de prosegio paralela Conforme a ciregao cas projeantes,serd assim onogonal eu obliqua e simvlari em dss dimensées 2 percepgio espacial dada pela visto. [Esta representagio, por resultar de projetantes paralelas, cor rezponde, como 2¢ releriv, a uma sitvagio irre (observador unm distinciainfinita do plano de projecio) mas inequivo- 2 do ponte de usta tecnico, Estes modes de representagio que permitem ums visualiea «20 global dos objeios, © a quc correspond apenas uma pro: jepto e, conseqilentemente, um tinice plano de projege, 0 comumente designados de perspectives ripidas. sta designagio deve.se & relatva facihidade e “rapide2” com que se obtém, face a morosidade da perspective rigorosa (pro. ject central, Protarte prin ere ‘gpeependcuares 9 Pure se Z eae sees 3-3 Fenn 6.1 Guat fpce de prego Desenho Técnico Moderne Silva, Arlindo; Ribelro, Carles Tavares;dias, Jo%o;sousa, Luls