Вы находитесь на странице: 1из 12

As Quartinhas de Oxosse

O Ritual das Quartinhas de Oxosse se deu no passado com os antigos


escravos já aqui no Brasil, em um dado momento em que as coisas iam muito
mal, escassez de víverez, sofrimento e muita dor, esses escravos chegaram em
Apaoká (a jaqueira) onde se cultua a mãe de Oxosse, e fizeram uma
promessa, de que se tudo corresse bem, se a fome desaparecesse, o sofrimento
fôsse ameno,eles então dariam uma grande Festa ao Rei.
Foi então feito um ebó na Jaqueira na qual esse povo selava o pacto
enquanto aguardavam os acontecimentos positivos...
Passado o tempo designado pelo jogo para os devidos acontecimentos,tudo se
ajeitou e a prosperidade finalmente chegou para esse povo !!!
Fica então o Povo obrigado a pagar a promessa feita,e ficaindo designado
que todas as mulheres carreguem consigo uma Quartinha com flores e outros
asés, além dos sacrificios pedidos ...
Primeiro ebó das Quartinhas ...

01 mt de pano vermelho
03 kg de fradinho torrado com agua de açucar
03 kg de fradinho torrado com agua de sal
01 vela branca
01 quartinha com agua
01 quartinha com aluá de milho vermelho
01 axoxó com fatias de coco
06 xapalás
01 preá
01 cotia
01 porco filhote

O Babalorisá ou Iyalorisá do Ilè, completamente nú de frente para a jaqueira


em cima do pano vermelho,vela acesa na mão esquerda, e qurtinha de aluá
na direita, tomara um banho com os fradinhos torrados, deixara cair sobre
este pano, o que cair fora será posto em cima do pano.

Dá-se alafia em 6 obis e 6 orobos e põe em cima do fradinho.

Uma pessoa de Osun é quem passara tudo no Baba ou Iyá,daí passa os


xapalás,,a preá, a cotia e o porco e prende em gaiola juntos, a trouxa é
amarrada e suspensa para um galho bem alto da jaqueira onde ficará
pendurada. Os animais serão levados para o mato e soltos com vida, onde se
pede todo tipo de fortuna,riqueza,prosperidade e acêrtos !!

O Baba ou Iyá tomará um banho cozido da cabeça aos pés de chá preto com
nega mina,após cozidos misturados com wají.

Vestirá branco até a proxima etapa e porá ojá funfun.


Segunda ebó das Quartinhas ...

Tomar um Bori com obi,orobo, cesto de frutas, isú, manjá, ajebó, juriti, ebô e
axoxó.

Quando levantar o Bori despachar tudo no alto de uma jaqueira que esteja
com frutos, fora do Ilè,dentro do mato.

Após supenso no alto da jaqueira o ebori, descarcar a arvore, e sacrificar ali


nesse talho um frango e duas frangas uma cinza (Iya Bangbá) e outra
amarela (Iyá Odé).
Abrir as costas de cada e depositar nas duas 2 ovos caipiras passados no
corpo e encher de dende.
Terceira etapa das Quartinhas...

Dar de comer ao Esú de Oxosse, pela manhã, uma caça,4 frangos e uma etu.
Arrancar os couros de todos e cobrir todo o Esú com os couros após
temperados, fica coberto por 6 horas, após abrir os couros todos no chão,
pssar no Baba ou Iyá milho de galinha torrado,fradinho torrado,pade dende,
pade de cachaça,7 akasas,7 akarajés por tudo isso em cima dos couros fazer
uma trouxa com tudo e por numa encruzilhada dentro da mata com 2 velas
acesas e uma garrafa de cachaça aberta.
Quarta etapa das Quartinhas...

Dar de comer a Oxosse, ainda pela madrugada, espalhar no chão as folhas


de caiçara, espinho cheiroso, malva cheirosa, são gonçalinho e muito louro
fresco ...
Pôr o igbá Odé em cima das folhas, com a quartinha de agua e uma vela
acesa, alafiar os obism e os orobos, os que não derem alafia será posto no
alguidar pintado de wají onde serão postos os oris dos bichos para despachar
no mato...
Os que derem alafia serão postos no igbá de Odé.

Proceda então com os sacrificios ..


Quinta etapa das Quartinhas...

Arrumando as Quartinhas, ponha dentro, fradinho torrado, milho de galinha


torrado,1 ofazinho miniatura em cada,milho de galinha cozido um ekó em
cada,1 pau de canela, 1 rama de louro, arrume as flores palmas,chuvisco em
cada, ponha laços pequenos em todas e deixe nos pés de Oxosse junto com
comidas secas e muitas frutas até a hora do Candomblé de onde sairão
apenas nas cabeças das mulheres, e serão depositadas em volta da jaqueira.
Sexta e ultima etapa das Quartinhas...

Candomblé, no Xirê, após cantar para Oxosse, entoe a Roda de Otin,após


cantar para Xango é dado intervalo,as mulheres entram e põe o pano da
costa estampado,e cada uma recebe do Baba ou da Iyá a Quartinha na
cabeça para sairem enfileiradas na sala até a jaqueira.

Na saída das Quartinhas para a sala entoe:

1. Ma gb’ose ise iroko


Ma bo iya iya bo iya

2. Kini kini gb’ose


Ma gbo iya ma gbo iya iroko

Na segunda cantiga acima os orixás começam a se manifestar e seguem


juntos para a jaqueira...

Chegando na jaqueira o Baba ou Iyá retira as Quartinhas das cabeças das


mulheres e deposita-as aos pés de Apaoká dizendo baixinho para cada
Quartinha:

3. “Ise Iroko,Ise Iroko,Asé atèté gbé gbé gbé !”.

Após Ter depositado todas as Quartinhas ali, todos se ajoelham e rezam para
Oxosse:

4. Pa kó tòrí san gbo dídé, (aja in pa igbó)


Ode aróle o
Aróle o oni sa gbo olówo
Ode aróle o nkú lode
Reze agora para Apaoká:
5. Opaoká gbe n’ude
Agbe na e e
Oni e Opaoká
Ade adena
Oluwa e
Agé o tó
N’igbo n’igbo gbo
Omorodé aiyn
Agé ogbé n’ido
Omorodé ayin
Levantando dos pés da jaqueira entoe a cantiga de retorno para o salão,
nessa cantiga Oxosse diz que pode se dar continuidade aos rituais porque
todos os ebós já foram feitos :
6. Ope yeye a iroko ba si lotun
E olowo kewa sekue
E olowo kewa senun
Bawa kose
Kojo kojo awa iroko
Kafi de ri kuo
Ale bare
7. Omoodé
Ofe insi
A leri ko
8. A Iyá Ode
Ofe in si
A leri ko.
9. Odé Arole
Oju pawa o
Arole ni mose in o
Odé Arole oju pawa o
E ni mose in o
10.E liru oo
Liru oo
Gerú gerú gerú.
11. A in d’Arole
A in d’Arole leru inmolé
A in d’Arole lese miro
A in d’Arole lerú inmolé.
12. Fará imora oluwo
Asé imora
Araketure fará imora.
13. Kini kini pa Ode
A Ode nu pengbe

Recolhe os santos para ariasé para vestirem e sairem para o Hun de Odé
junto com a corte de convidados (outros orixás).
Para tirar a corte agora junto com Odé entoe a primeira cantiga abaixo
seguida do Hun de Odé:
14.Oluwo giri loko (bis
Ode ode lona
Oluwo giri loko
15.Komurajo
Omonile wajo
Do mu ña ña
Komurajo
Omonile wajo
Do mu ña ña
16.Okori okó
Okori kó
E moje gberé
Do mu ña ña
Okori okó
Okori kó e moje gberé
Do mu ña ña
17.Omorode ode yo
Inja tilewè
A iya ode ode yo
Inja tilewè
18.Omorode lori injene wa o o
Oluwayie
Omorode lori injene wara
Odé koke
19.Omorodé un ni
Iperyn lode un ni un ni
A un ni orokó aja gbere
Erú ña erú ña o
A un ni a orokó aja gbere
Erú ña erú ña o
20.Okúo ode lagbure
E mariwo laja kini lê ode
(bis
Okuo kode
21.Arole ba ilase
A unse mo bi olore
22.E olowo Iperyn lodé
Ode isewe Iperyn lodé
Ode arole awa regan
Awa riko Iperyn lodé
Awa regan
23.Oluwo oriko ko modé ire (bis
Arole kamurajo
Oriko ko modé ire
Oloripe o
24.Oluwo kafi jeje komó remi (bis
Arole kamurajo kafi jeje komo remi
Oloripe o
25.Eni ara wá dosun omorode
Awa de loko igbain
Osi orilé agan
Osi léri igbo akueran
26.Eni fé in fé in lasá
Lasá bi osun laye akueran
27.Odé koke kewáre jo
Fi rewá kaká
Odé koke keware jo
Fi rewá kaká
28.Opaoká Ogberunjá (bis
Opaoká ogberunjá oke
Opaoká Ogberunjá
29.A oyo a egbe
Odé bami sa mu ña
30.E kole ma dako
Kole ma da kole
31.Ode o ae (bis
32.Awa ode kilewá
Ode kitipo
33.Zinge re ode
Zinge re oke

Похожие интересы