Вы находитесь на странице: 1из 4

Chayei Olam -

A Maravilha da Vida Eterna

"Os piedosos vivem mesmo na morte;


Os perversos estão mortos mesmo na vida. "(Berachot 18b)

O Olam Hazeh e o Olam Habah:

1. Olam Hazeh - Este mundo; esta idade atual. De acordo com os sábios,
o Olam Hazeh durará 6000 anos a partir do momento da transmissão
da neshamah (alma) a Adão no Jardim do Éden até a vinda do Messias
(a idéia de que existem 6.000 anos vem do fato de que existem 6 Alephs
(‫ )א‬no primeiro verso do Tanach, e cada Aleph representa 1.000).

O Olam Hazeh às vezes é dividido em três períodos distintos:

1. A Era do Tohu - A era da desolação.


Os primeiros 2000 anos do Olam Hazeh, ou seja, da queda de Adão
até o chamado de Abraão.

2. A Era da Torá - A era da instrução. Durante esta era, cada um de


nós tem a oportunidade de honrar o Nome do YHWH realizando
mitzvot e aprendendo Torá. Este é o momento da "escolaridade"
antes do Messias.

3. A Era do Messias - "Yemot Hamashiach" ou a era messiânica. Este


é o período de tempo em que o espírito do Messias está disponível
para todos. No acharit hayamim, o "Fim dos dias", o Messias
inaugurará Yom YHWH, o "Dia do Senhor" e o milênio sabático,
começará o reinado de 1000 anos do Rei Messias. Antes da chegada
do Messias, no entanto, é o "tempo do problema de Jacó", um
período de tribulação e angústia para Israel.

2. Olam Habah - "O mundo a vir" ou "Vida após a morte". O Olam Habah
às vezes é dividido em dois períodos distintos:
1. O Mundo dos mortos - "Sheol" ( ‫) ְׁשאֹול‬. Ao lado do Olam Hazeh, este é
considerado o lugar onde os mortos vão após a morte. A Sepultura
propriamente dita
2. O Mundo da Ressurreição - Olam Ha-techiah ( ‫תׁ ִָחיִָה ע ִָֹולִָם‬
ְׁ ַ‫)ַה‬. Para os
justos, este é o mundo utópico do futuro que "nenhum olho viu"
(Sanhedrin 99a, 1 Cor. 2: 9). Neste estado futuro, o corpo e a alma estão
reunidos para viver eternamente na perfeição. O Mundo da
Ressurreição é, portanto, a recompensa final, os "novos céus e a nova
Terra" imaginados pelos profetas. Os ímpios e os incré dulos, no
entanto, são consignados a Genenna, um lugar de destruição Eterna.

A relação entre Olam Hazeh e Olam Habah pode ser descrita da


seguinte forma:

Modos de Vida: Chayei Sha'ah e Chayim Olam

As ideais sobre Olam Hazeh e Olam Habah são cósmicas e metafísicas -


pertencem ao universo fora de nós mesmos em termos do objetivo
global do YHWH e plano para sua criação. Do ponto de vista da alma
humana, estes são experimentados como Chayei Sha'a (vida fugaz) e
Chayei Olam (vida eterna), respectivamente.

1. Chayei Sha'ah - vida fugaz; vida neste mundo (Olam Hazeh). Este
modo de vida é absorvido neste mundo e suas estruturas físicas e
sociais: trabalhar, comer, perseguir prazeres, etc. Chayei Sha'ah é a
vida de "vaidade das vaidades" e é um vapor que logo se dissipa nos
ventos do tempo. Às vezes é chamado Olam HaSheker ( ‫קׁר ע ִָֹולִָם‬
ּ ֶּׁ ֶּׁ‫)ַהַ ש‬, "o
mundo falso".

2. Chayei Olam - Vida eterna; vida no mundo por vir (Olam Habah).

A relação entre modos de vida e modos mundiais pode ser expressa


desta maneira:

Na tradição judaica, o estudo da Torá nos prepara para Chayei Olam


em Olam Habah, enquanto a negligência da Torá leva a Chayei Shaá
no Olam Hazeh - e consequentemente a perda de recompensa no
mundo eterno por vir.
Yeshua e vida eterna

A Brit Chadashah identifica Chayei Olam como o conhecimento do


único Elohim verdadeiro que enviou Yeshua ao mundo como o
Mashiyach:

E esta é a vida eterna, para que te conheçam o único Elohim


verdadeiro, e Yeshua O Messias, a quem enviaste. (João 17: 3)

Umah chayei olam asher yed'u otkha ki attah l'vadkha


el emet v'et Yeshua Hamashiach asher shalachta.

Chayei Olam, a vida eterna, é uma relação consciente com Elohim


através de Yeshua, o Messias. Como Elohim habita a eternidade,
isso significa viver no modo de vida que apreende (pela emunah) a
realidade do eterno no aqui e agora. Em outras palavras, a emunah
vê o Olam Habah e nos prepara para participar da sua realidade
mesmo no Olam Hazeh.

Mas praticamente falando, como experimentamos Chayei Olam?


Como chegamos a "conhecer o único Elohim verdadeiro" e aquele
que Ele enviou, a saber, Yeshua, o Messias?

Em última análise, essa relação é criada pelo próprio Yeshua, para a


grandeza de Elohim. Considere o contexto do versículo anterior das
escrituras:

1. Yeshua falou estas coisas e levantou os olhos para o céu e


disse: "Meu Pai chegou a hora. Engrandeça seu Filho
para que seu Filho possa engrandece-lo. 2. Assim como
você lhe deu autoridade sobre toda carne que a quem
você lhe deu, ele lhe dará a vida eterna. 3. Agora esta é a
vida que é eterna, para que possam conhecê-Lo, que você
é o Elohim da Verdade, e ele, a quem você enviou, o
Mashiyach Yeshua.
Chayei Olam é um dom de revelação - do Messias diretamente para
você - que, em última instância, deriva da vontade do Pai para ser escolhido
como alguém que conhecerá a verdade do amor e da redenção de Elohim. Isto
é resumido pelo versículo famoso encontrado em João 3:16:
ki-khen ohev elohim et-ha'olam ad-asher natan
ba'ado et-b'no et yechido v'khol hama'amin bo
lo-yovad ki vo yimtsa chayei olam.

16. Assim, pois Elohim amou o mundo para dar o Filho


Unigênito, para que todo aquele que crer nele não
pereceria, mas teria a vida eterna.

Em outras palavras, a vida eterna é a Pessoa de Yeshua, o


Mashiyach - Ele é a Fonte de toda a vida e é aquele que, sozinho,
concede vida redentora aos indivíduos escolhidos. Ele é o Iniciador
da relação que nos cura, pois, se Ele deveria escolher se manter
escondido, como ele seria divulgado?

Quem crê no Filho de Elohim tem o testemunho em si mesmo. Quem


não crê em Elohim o fez mentiroso, porque ele não acreditou no
testemunho que Elohim transmitiu a respeito de seu Filho. E este é
o testemunho de que Elohim nos deu a vida eterna (chayei olam), e
esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem vida; Quem não
tem o Filho de Elohim não tem vida. Escrevo estas coisas a vocês
que acreditam no nome do Filho de Elohim para que você saiba que
você tem a vida eterna. (1 João 5: 10-13)

ROSH ERICSON SOARES DA SILVA

Fonte:

 New Testament Hebraic- Salkirson- Gisburg