Вы находитесь на странице: 1из 24

CALCULADORA

CIENTÍFICA

ETAPA 1
INTRODUÇÃO AO USO DA CALCULADORA
CIENTÍFICA
CENTRO UNIVERSITÁRIO
LEONARDO DA VINCI
Rodovia BR 470, Km 71, nº 1.040, Bairro Benedito
89130-000 - INDAIAL/SC
www.uniasselvi.com.br

Curso sobre Calculadora Científica


Centro Universitário Leonardo da Vinci

Organização
Grazielle Jenske

Autores
Leonardo Garcia dos Santos
Luiz Carlos Pitzer

Reitor da UNIASSELVI
Prof. Hermínio Kloch

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação a Distância


Prof.ª Francieli Stano Torres

Pró-Reitor Operacional de Ensino de Graduação a Distância


Prof. Hermínio Kloch

Diagramação e Capa
Renan Willian Pacheco

Revisão
Harry Wiese
CALCULADORA CIENTÍFICA 3

APRESENTAÇÃO

Muitas vezes em nosso cotidiano e principalmente em momentos de estudos,


utilizamos como meio de agilizar um processo matemático a utilização de uma
calculadora. São muitos os modelos e funcionalidade, cada uma possui uma gama de
possibilidades finitas de resolução de problemas matemáticos, seja para determinar
uma simples soma, um parcelamento em um financiamento, determinar um valor de
um arco na trigonometria ou até mesmo para modelar um gráfico.

Este curso tem como foco as calculadoras científicas, em especial, as que possuem
duas linhas de resolução. Para esta primeira etapa do curso, o objetivo está em esclarecer
as dúvidas sobre modos de exibição e configurações básicas das calculadoras científicas
(que possuem essa possibilidade), que em muitos casos são motivos de dúvidas perante
um resultado obtido.

São muitas as possibilidades de configurações que permitem a calculadora


trabalhar nas mais diferentes áreas da matemática e trazer o resultado de cálculo em
formas diferentes de exibição. Iniciaremos conhecendo as configurações do modo de
exibição e posteriormente conhecer o visor da calculadora como sua capacidade e as
possibilidades de introdução ou exclusão de intens.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


4 CALCULADORA CIENTÍFICA
INTRODUÇÃO À CALCULADORA CIENTÍFICA

Atualmente temos no mercado vários modelos de calculadoras científicas. Alguns


destes modelos possibilitam realizar várias configurações e funções. As calculadoras
que possibilitam ser configuradas e trabalhadas na forma que abordaremos neste curso,
são os modelos semelhantes aos da CASIO fx-82MS. Alguns destes modelos podem ser
observados na ilustração a seguir:

FIGURA 1 – MODELOS DE CALCULADORAS

Fonte: Disponível em: <http://www2.td.utfpr.edu.br/semat/UCC.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2017.

CONHECENDO O VISOR

De modo geral para ligar e desligar estes modelos basta apertar respectivamente

e . Estes modelos têm como característica o fato de possuírem em seu


mostrador duas linhas de visualização. Veja o exemplo:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 5

Como descrito acima, a linha superior possibilita a entrada de dados numéricos


e de operações enquanto a linha inferior é unicamente para verificar o resultado. A
área superior tem uma memória na introdução de um cálculo com a capacidade de 79
“passos”. Um “passo” é realizado cada vez que você pressiona uma tecla numérica ou
um dos operadores aritméticos (adição, subtração, multiplicação e divisão), nos casos
de utilizar as funções a seguir, estas não configuram a utilização de um passo:

Quando os passos da calculadora chegarem em 73, você poderá notar que o cursor
mudará de um traço para um retângulo, semelhante à ilustração a seguir, indicando
que os passos estão terminando.

Quando há mais de 6 passos para terminar o espaço.

Quando está terminando os passos.

Caso você necessite utilizar em um cálculo mais de 79 passos, haverá a necessidade


fazer por partes. Primeiramente faça os cálculos até praticamente completar o cursor
e aperte no botão de igual. Para continuar utilizando o resultado anterior e continuar

digitando o cálculo, pressione o botão e o resultado anterior será chamado. Veja


como fica no visor:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


6 CALCULADORA CIENTÍFICA
Outro fato interessante que o visor realiza é quando você faz um cálculo e ele
tem como resultado um número relativamente grande, a calculadora ajuda a fazer a
leitura deste número separando cada três casas por um caractere. Observe:

CORREÇÕES POSSÍVEIS NA INTRODUÇÃO DE DADOS

Caso você queira corrigir um erro digitado no cursor e que você tenha ou não
apertado a tecla de igual, o procedimento é o mesmo, o que diferencia qual situação de
correção você necessita. Veja alguns problemas e como solucioná-los:

• Independente da correção a ser realizada, o botão para mover o cursor para a direita
ou esquerda é este:

• Para deletar um número ou função aperte

• Para introduzir algo aperte primeiramente (com isso você habilita a


função superior do botão) e o cursor mudará para inserção (ilustração a seguir). Com
ele, neste formato é possível introduzir dados sem apagar os que já estão. Para sair e

restaurar o cursor basta apertar ou .

• Para os casos onde desejasse apenas substituir um dígito ou função, basta colocar o
cursor sobre o item a ser substituído e apertar o dígito ou função.

REVER RESULTADOS ANTERIORES

Caso você tenha realizado cálculos e deseja rever os resultados, sua calculadora
pode armazenar as informações com até 128 bytes de memória. Para acessar estes
resultados ou simplesmente ver o(s) cálculo(s) realizados, basta pressionar a tecla que
indica para cima no teclado.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 7

Ao pressionar para cima, você terá acesso então à última operação realizada.
Caso tenha feito outras operações, basta pressionar novamente para cima e navegar.
Caso queira retornar aos resultados posteriores basta apertar para baixo. Encontrando
a seção que se deseja observar, você tem a opção de editar ou simplesmente verificar
toda aquela seção com os cursores apertando para a direita ou esquerda no botão
mencionado anteriormente.

Quando é possível ver estes dados e quando a memória é apagada?

• Bem, no caso de não apagar a memória, basta a cada operação apertar o botão
e a possibilidade de releitura estará funcionando.

• Para apagar a memória da releitura, há várias formas de isso acontecer. Vejamos


algumas:
 Ao mudar um modo de cálculo para outro. (Veremos como realizar isso em seguida):

 Ao pressionar a tecla
 Ao desligar a calculadora
 Ao aplicar uma das definições:

ou

MENSAGENS DE ERROS NO MOSTRADOR

Cada vez que você realiza algo impossível, errado ou com excesso de operações,
sua calculadora travará e atribuirá o erro no mostrador. Caso queira cancelar o erro

basta apertar , que a calculadora volta ao normal, mas se deseja observar o que
aconteceu de errado e não quer perder todo o cálculo já digitado, pressione o cursor
para a esquerda ou direita e como descrito anteriormente, você pode fazer a releitura e
corrigi-la. As possíveis mensagens de erros que podem aparecer são:

Este consiste em erros matemáticos como:


 Ao tentar realizar uma operação sem lógica como a divisão por zero, o

logaritmo de um número negativo etc.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


8 CALCULADORA CIENTÍFICA
 O resultado do cálculo possui mais dígitos que o suportado, como:

 Executar uma função usando uma quantidade de dígitos que excede a


quantidade permitida. Como exemplo, você pode tentar digitar a tangente
de um número grande (aproximadamente 12 dígitos).

Neste caso, dizemos que este erro é de sintaxe. As causas são muitas, mas todas
têm o mesmo ideal, a realização de uma operação matemática ilegal. Como exemplo
podemos citar os casos a seguir:

Duas operações em seguida.

Um número multiplicado por um


parêntese aberto.

Este é o mais incomum erro de aparecer. Está ligado a erro de quantidade (pilha)
onde o erro acontece devido ao limite de 10 níveis para números e 24 níveis para
operadores. Para testar ou observar este erro você pode digitar as operações de seno e
cosseno por 25 vezes intercaladas e apertar no igual.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 9

MODOS DE EXIBIÇÃO

Há para escolher, nestas calculadoras, três tipos de configurações que devem ser
escolhidas antes de iniciar os cálculos. Para acessar estas configurações, deve-se apertar

o botão visto que no visor aparecerá o seguinte:

Para selecionar uma das configurações, basta apertar o número correspondente

do teclado: .

Veja no quadro a seguir o que significa cada uma das opções:

QUADRO 1 - MODOS DE EXIBIÇÃO

UTILIDADE PROCEDIMENTO MODO

CÁLCULOS
ARITMÉTICOS

CÁLCULOS
ESTATÍSTICOS

CÁLCULOS DE
REGRESSÃO
Fonte: Os autores

O terceiro modo apesar de também ser de caráter estatístico, fica dividido por
ser específico de regressão seja linear, logarítmica, exponencial, de potência, inversa
ou quadrática.

Você pode perceber que ao selecionar um dos modos estatísticos, há a possibilidade


de continuar operando os meios aritméticos básicos, mas haverá algumas restrições
como a simples releitura dos dados. Ainda sobre o SD e REG, quando configurada a
calculadora para esta função, haverá uma indicação no visor como pode ser visto nas
ilustrações a seguir:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


10 CALCULADORA CIENTÍFICA

CONFIGURAÇÕES BÁSICAS

Estas configurações, possibilitam uma finidade de recursos a fim de mostrar o


resultado no formato desejado ou de trabalhar com uma unidade angular específica. O
que segue, simplesmente mostrará o que cada uma das configurações faz e, nos tópicos
seguintes, como você pode utilizar cada função em cálculos específicos.

Unidade angular

Caro cursista, você deve sempre tomar cuidado para utilizar o conceito de ângulo
em sua calculadora, pois ela pode trabalhar com três diferentes unidades. Para acessar

estas possibilidades, você deve apertar por duas vezes e aparecerá em seu visor:

Para selecionar uma das configurações, basta apertar o número correspondente

do teclado: .

Veja a quadro a seguir o que significa cada uma das opções:

QUADRO 2 – EXIBIÇÃO DE RESULTADOS DE MEDIDAS DE ÂNGULOS

UTILIDADE PROCEDIMENTO MODO

CÁLCULOS NA
UNIDADE GRAUS

CÁLCULOS NA
UNIDADE RADIANO

CÁLCULOS NA
UNIDADE GRADO
Fonte: Os autores

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 11

Estas unidades serão melhores abordados nos tópicos seguintes, inclusive com
a realização das conversões entre elas.

EXIBIÇÃO DOS RESULTADOS

Esta parte é muito importante, pois esta configuração permite você demonstrar o
resultado em tela no formato desejado. Para entender quais são as possíveis mudanças,
vamos primeiramente conhecer a linha de resposta (linha inferior).

• Estas calculadoras possuem como limite no mostrador 10 dígitos mais a parte de


notação científica com 2 dígitos.
• Pode ser representada a parte decimal por uma vírgula ou ponto (abordagem no
próximo item).

Para acessar estas possibilidades, você deve apertar por três vezes e
aparecerá em seu visor:

Para selecionar uma das configurações, basta apertar o número correspondente

do teclado: .

Veja no quadro a seguir o que significa cada uma das opções:

QUADRO 3 - FORMAS DE APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS

UTILIDADE PROCEDIMENTO MODO

ARREDONDAMENTO
DE NÚMEROS

NOTAÇÃO CIENTÍFICA

FORMATO NORMAL OU
NOTAÇÃO CIENTÍFICA
Fonte: Os autores

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


12 CALCULADORA CIENTÍFICA
Vejamos agora em detalhes cada uma das funções com exemplos:

Arredonda um número na quantidade de casas decimais que serão exibidos. O


arredondamento acontece da seguinte forma:

o O dígito posterior a ser arredondado for maior ou igual a 5, o dígito a ser


arredondado ganha uma unidade. Exemplo: 3,65 ~ 3,7 (arredondamento
décimos).
o O dígito posterior a ser arredondado for menor que 5 o dígito a ser arredondado
permanece inalterado. Exemplo: 5,32 ~ 5,3 (arredondamento décimos).

Para escolher quantos algarismos aparecem nas casas decimais, você deve após
escolher a opção digitar o valor numérico entre 0 e 9. A tela que aparece é esta:

Escolhendo por exemplo o número 3, as respostas de todas os cálculos terão três


dígitos nas casas decimais. Agora faça você! Escolha o arredondamento para duas casas
decimais e realize o seguinte cálculo: 45 dividido por 22. Para que a configuração esteja
correta a tela deve apresentar a seguinte resposta:

Esta opção de visualização comporta a notação científica. Devemos recordar como


é esta representação, para que possam ser entendidas melhor as opções da função. Essa
notação tem como intuito mostrar um número no formato:

Onde A dever ser um número compreendido: .

Logo, para escolher quantos dígitos aparecem no visor, você deve após escolher
a opção digitar o valor numérico entre 0 e 9. A tela que aparece é esta:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 13

Escolhendo, por exemplo, o número 4, as respostas de todas os cálculos terão


quatro dígitos, três nas casas decimais. No caso de escolher o 0 (zero) a quantidade será
de 10 dígitos. Agora tente você! Escolha a opção de notação científica com 3 dígitos e
realize o seguinte cálculo: 234 dividido por 82. Para que a configuração esteja correta a
tela deve apresentar a seguinte resposta:

Esta última opção nos permite, após uma operação, demonstrar os números na
sua forma normal ou em alguns casos em notação científica. Então, após escolher a
configuração , você poderá escolher entre duas opções, bastando apertar o
dígito 1 ou 2 da calculadora. A tela mostrará as opções desta forma:

o
Neste caso se o resultado for um número menor ou igual a 0,001 sua representação
será em notação científica, caso contrário apresentará o resultado de forma
normal.

o
Nesta configuração, todos os resultados sempre estarão aparecendo na forma
normal com todos os números decimais, sem a representação de notação
científica.

• Agora que você já está familiarizado com estas duas opções, proceda ao cálculo 3
dividido por 1255 e coloque a calculadora no e posteriormente em
. Os resultados devem ser os apresentados a seguir respectivamente:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


14 CALCULADORA CIENTÍFICA

Para finalizar esta parte é importante mencionar que se a calculadora estiver


utilizando o ou aparecerá uma indicação perto do canto superior direito
no caso da configuração não há indicação alguma na calculadora. Veja os
exemplos das indicações:

CONFIGURANDO OS SÍMBOLOS PARA CASA DECIMAL E SEPARADOR


DE LEITURA

Estes modelos de calculadora são graduados em duas possibilidades de


representação de casa decimal e separador de leitura. Os símbolos que possibilitam
estas separações são: o ponto e a vírgula.

Neste momento, você pode se perguntar: não seria a vírgula para separar casas
decimais? De fato, no Brasil utilizamos a vírgula para representar a parte inteira da
parte decimal e utilizamos o ponto (a cada três casas) como referência para leitura de
números muito grandes ou que aqueles que estão sendo tratados na forma monetária.

Como mencionado, nós, aqui no Brasil, utilizamos esta forma, mas em outros
países, principalmente, os ingleses, a forma de representar os números é ao contrário
da nossa, ou seja, ponto para as casas decimais e vírgula para separação. Para escolher

esta configuração na calculadora, você deve proceder apertando o botão quatro


vezes e surgirá a seguinte tela:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 15

Agora aperte o botão para entrar nesta configuração. Aparecerá a seguinte


tela:

Aperte no botão para a direita para ir para a próxima tela de configuração.


A tela que aparecerá será a seguinte:

Logo, basta escolher estre as duas opções apertando ou . Veja o que


cada opção faz:


Esta opção configura a calculadora para separar as casas decimais com ponto e o
separador é a vírgula.


Esta opção configura a calculadora para separar as casas decimais com vírgula e o
separador é o ponto.

Faça um teste para observar as mudanças. Digite:

e configure a calculadora para primeiramente e


depois para . Você pode verificar respectivamente como ficam as ilustrações
a seguir no mostrador:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


16 CALCULADORA CIENTÍFICA
Importante terminar esta parte informando que independente da forma que você

escolhe para configurar a calculadora, o botão é o separador das casas decimais.

CONFIGURANDO A REPRESENTAÇÃO DE FRAÇÃO

Quando aprendemos anteriormente a configurar o ponto e vírgula na calculadora,


já acabamos de perceber onde há a possibilidade de configurar a exibição da fração.

Apertando o botão quatro vezes e , encontramos a seguinte tela:

Estas duas configurações nos permitem demonstrar, quando possível, as frações


na forma mista ou imprópria. (serão abortados os temas com ênfase no decorrer do
curso). No caso de:


Apresenta quando possível a fração na forma mista.


Apresenta sempre a fração na forma imprópria ou própria.

Faça este exemplo. Digite no cursor e configure a


calculadora para a forma e depois para (apresentadas acima). A
apresentação do visor para cada modo de configuração deve ser respectivamente:

LIMPANDO A CALCULADORA: CONFIGURAÇÕES E MEMÓRIAS

No modelo apresentado de calculadora científica, há opções de memória de


dados estatística e outros, que serão abortados no decorrer do curso. Além disso as
possibilidades de configurações que vimos, traz uma finalidade de possibilidades.
Logo, há a possibilidade de reset na calculadora nos sentidos de memória de dados

e configurações. Para acessar este menu, aperte e o você terá entrado no


menu CLR. Veja a tela que você encontra:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 17

Para selecionar uma das configurações, basta apertar o número correspondente

do teclado: e para confirmar.

Veja no quadro a seguir o procedimento que cada uma das funções faz ao ser
escolhida:

QUADRO 4 - LIMPANDO A CALCULADORA

UTILIDADE PROCEDIMENTO MODO

APAGA A MEMÓRIA
INTERNA
RETORNA A
CONFIGURAÇÃO
ORIGINAL
RESET DA
CALCULADORA
Fonte: Os autores

Vejamos alguns detalhes:


Existem memórias que não são deletadas da calculadora mesmo depois de desligadas,
logo para apagar esta memória você pode proceder desta forma ou simplesmente
mudar uma configuração da calculadora.


Esta opção retorna as configurações originais da calculadora que são:

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


18 CALCULADORA CIENTÍFICA
QUADRO 5 - MAIS FORMATOS DE EXIBIÇÃO
MENU CONFIGURAÇÃO

Modo de Cálculo Aritmético

Unidade Angular Grau

Formato de Exibição do Número Notação


Científica 1

Formato de Exibição da Fração Mista

Vírgula com Separador Decimal


Fonte: Os autores


Caso sua calculadora não esteja mais dando os resultados corretamente, você pode
dar um reset em tudo por meio desta opção. Caso queira tentar, a opção anterior
também funciona nestes casos.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 19

AUTOATIVIDADES
1 Ao ligar a calculadora você observa no visor a seguinte tela:

Qual das opções a seguir resume o que podemos concluir sobre a configuração:

a) Está graduada em radianos, regressão e para arredondar para três dígitos.


b) Está graduada em graus, regressão linear e para arredondar para três dígitos.
c) Está graduada em graus, regressão linear e para arredondar para dois dígitos nas
casas decimais.
d) Está graduada em radianos, regressão e arredondamento para dois dígitos nas casas
decimais.

2 Quando olhamos para a ilustração a seguir da tela da calculadora, podemos concluir


que a alternativa que apresenta as configurações da calculadora é:

a) Unidade angular grau e arredondamento em três casas decimais.


b) Unidade angular Grau e NORM 2.
c) Unidade angular Grau e NORM 1.
d) Indefinida a unidade angular e a configuração de exibição.

3 Ao proceder à configuração a seguir, qual alternativa resume o que foi feito na


calculadora?

a) A calculadora apresentará sempre um resultado em notação científica com dois


números na casa decimal.
b) A calculadora apresentará respostas com arredondamento de dois números na casa
decimal.
c) A calculadora apresentará sempre um resultado em notação científica com um número
na casa decimal.
d) A calculadora apresentará respostas com arredondamento de um número na casa
decimal.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


20 CALCULADORA CIENTÍFICA
4 Ao realizar o seguinte procedimento de configuração:

(seta para direita) , qual alternativa


apresenta o item que mostra corretamente no visor, caso você tenha realizado a seguinte
multiplicação:

I-

II -

III -

IV -

a) Somente o item I.
b) Somente o item II.
c) Somente o item III.
d) Somente o item IV.

5 Ao dar um reset as configurações da calculadora e realizar a seguinte operação:

, qual alternativa apresenta o item correto:

I-

II -

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 21

III -

IV -

a) Somente o item I.
b) Somente o item II.
c) Somente o item III.
d) Somente o item IV.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


22 CALCULADORA CIENTÍFICA
GABARITO DAS AUTOATIVIDADES
1- D
2- B
3- C
4- C
5- A

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


CALCULADORA CIENTÍFICA 23

REFERÊNCIAS

CASIO. Guia do usuário fx-82MS. Disponível em: <http://support.casio.com/pt/


manual/004/GY300_Dtype_PT.pdf>. Acesso em: 10 out. 2016.

MERLI, R. F. O uso da Calculadora Científica (Casio fx). 2013. Disponível em: <http://
www2.td.utfpr.edu.br/semat/UCC.pdf>. Acesso em: 26 maio 2014.

PONTE, J.P. Cálculo mental e calculadora. Disponível em: <http://spiem.pt/DOCS/


ATAS_ENCONTROS/2008/2008_06_ISAlbergaria.pdf>. Acesso em: 10 out. 2016.

SILVA, Albano; LOUREIRO, Cristina; VELOSO, Graciosa. Calculadoras na educação


matemática [s.l.]: Grafis,1989.

Copyright © UNIASSELVI 2016. Todos os direitos reservados.


Centro Universitário Leonardo da Vinci
Rodovia BR 470, km 71, n° 1.040, Bairro Benedito
Caixa postal n° 191 - CEP: 89.130-000 - lndaial-SC
Home-page: www.uniasselvi.com.br